Da atmosfera ao oceano: soluções na Terra e para a Terra

Ligação química

Ana Paula Pereira – 2009/2010

Sumário
• Ligação química • Electronegatividade

1

Ligação química
Ligação iónica Tipo de compostos Natureza da ligação Ligação covalente

Compostos iónicos Compostos (sais) moleculares Forças electrostáticas entre iões positivos e negativos Partilha de electrões entre átomos

Ligação iónica e ligação covalente

Ligação química
• Ligação iónica e ligação covalente puras são termos usados para descrever dois tipos extremos de ligação química. • Na realidade, a maioria das ligações situase algures entre o puramente iónico e o puramente covalente covalente.

2

Ligação química
• Quando se descrevem ligações entre:
– Átomos de não-metais, a ligação covalente é um bom modelo; – Um átomo metálico e um não metálico, a ligação iónica é um bom modelo para a maioria dos compostos simples.

Electronegatividade

Electronegatividade – grandeza que mede a tendência que os átomos de cada elemento têm, quando ligados a outros átomos, para atrair para si os electrões da ligação.

3

Electronegatividade
Tabela de Pauling

A electronegatividade é uma propriedade periódica:
– diminui ao longo do grupo; – aumenta ao longo do período.

Electronegatividade
• Em síntese:
– A ligação covalente entre átomos de elementos de igual electronegatividade é uma ligação covalente apolar ou pura pura; –A ligação entre átomos de diferente electronegatividade é uma ligação covalente polar polar; – Se a diferença de electronegatividade entre os elementos for muito acentuada, dá-se a transferência do electrão do átomo do elemento menos electronegativo para o átomo do elemento mais electronegativo, formando-se uma ligação iónica iónica.

4

Electronegatividade

Escala de diferença de electronegatividades

5