FÍSICA E QUÍMICA A Ano 2

Número de Oxidação de um elemento
O número de oxidação de um átomo define-se como sendo o número de electrões que esse átomo perde ou ganha na ligação iónica ou que perderia ou ganharia se, na ligação covalente os electrões da ligação fossem transferidos para um átomo mais electronegativo. REGRAS 1. O número de oxidação (n.o.) de um átomo de um elemento no estado livre ou fazendo parte de uma substância elementar é zero. Exemplos: 𝐹𝑒, 𝐶, 𝐻2 , 𝑂2 , 𝑃4 , 𝑆8 2. O número de oxidação de um ião monoatómico é igual à respectiva carga. Exemplos: No cloreto de magnésio 𝑀𝑔𝐶ℓ2 (𝑀𝑔2+, 2𝐶ℓ−): 𝑛. 𝑜. (𝑀𝑔2+) = +2 𝑛. 𝑜. (𝐶ℓ− ) = −1 Nos iões poliatómicos, constituídos por uma única espécie de átomos, o número de oxidação é igual ao quociente entre a carga do ião e o número de átomos que o +2 2+ constituem. 𝑛. 𝑜. 𝐻𝑔2 = = +1 2 −2 2− 𝑛. 𝑜. 𝑂2 = = −1 2 3. A soma dos números de oxidação dos átomos numa molécula é zero.

4. A soma dos números de oxidação dos átomos num ião poliatómico é igual à carga do ião. NÚMEROS DE OXIDAÇÃO MAIS VULGARES 1. Os átomos dos elementos do grupo 1 (Li, Na, K...) da Tabela Periódica apresentam sempre o n.o.=+1. 2. Os átomos dos elementos do grupo 2 (Mg, Ca, Sr, Ba...) da Tabela Periódica apresentam sempre o n.o.=+2. 3. O hidrogénio apresenta o n.o.=+1, excepto nos hidretos que é -1:

4. O oxigénio apresenta n.o.=-2, excepto nos peróxidos, nos quais n.o.=-1, e no fluoreto de oxigénio, no qual n.o.=+2. 5. O flúor apresenta sempre o n.o.=-1.