P. 1
mitologiagrega

mitologiagrega

|Views: 71|Likes:
Published by RupedeLima

More info:

Published by: RupedeLima on May 21, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/30/2012

pdf

text

original

A aliança entre a guerra e o amor, entre a força e a beleza, é uma idéia
inteiramente conforme ao espírito grego. Apesar de brutalíssimo, não pôde Marte
resistir a Vênus que o subjuga e domina com um sinal: da união de Marte e Vênus
nasceu Harmonia. Vários monumentos antigos, notadamente o famoso grupo do
museu de Florença e o do museu Capitolino, reproduzem essa ligação que também
se vê em pedras gravadas.
Os romanos gostavam de fazer-se representar com suas mulheres, e usando os
atributos de Marte e Vênus; era uma alusão à coragem do homem e à beleza da
mulher. Aliás, os romanos consideravam Marte e Vênus autores da sua raça, e
durante a época imperial, dava-se freqüentemente aos deuses a feição dos
imperadores. Assim é que temos no Louvre um grupo, cuja personagem masculina
parece ser Adriano ou Marco Aurélio, e que representa Marte ao lado de Vênus.
Mas a imperatriz está vestida. Vários arqueólogos pensam que a Vênus de Milo
estava ao lado da estátua de Marte. A arte dos últimos séculos ligou igualmente as

20

duas divindades e, num encantador quadro do Louvre, le Poussin nos mostra o
deus da guerra, esquecido dos seus atributos e do seu papel, sorrindo para a
deusa, enquanto os cupidos brincam tranqüilamente com as armas, no meio de
risonha paisagem.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->