You are on page 1of 7

"...

esquecendo-me das coisas que


http://www.jamaisdesista.com.br para trás ficam e avançando para as
“...eis que estou convosco todos os dias... “
(Mt 28:20) que diante de mim estão, prossigo
para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

PREGAÇÃO NA ‘PRIMEIRONA’ – 11/07/2010

PRIMEIRA IGREJA PRESBITERIANA DE TAGUATINGA


Pastor: Rev. Sabino Cordeiro Dourado
Endereço: Sandu Norte – Taguatinga Norte

TEMA: O que eu quero – O que Deus quer –Mc 14:32-42

Um pequeno/grande detalhe sobre o dia de ontem:

João Calvino (1509-1564)

Ö 10/07/1509 – 27/05/1564, quase 55 anos (501 anos ou 182.990 dias


Ö Francês, reformador, de origem humilde, aprendeu latim, filosofia e dialética na
Universidade de Paris; foi encaminhado por seu pai para estudar teologia, mas estudou
e se formou em direito. Até os 24 anos de idade Calvino era católico. Em 1533
converteu-se ao protestantismo, após contato com as idéias de seu contemporâneo
Martinho Lutero. Foi perseguido na França e, no ano de 1536 fugiu para Genebra
(Suiça).
Ö Inteligente, orador, autor, organizador, administrador, muito talentoso.
Ö Seu lema: ofereço-te meu coração, Senhor, pronta e sinceramente.
Ö Sua visão de si mesmo: "O Senhor teve piedade de mim, sua pobre criatura; (...) Ele
me estendeu a Sua misericórdia para anunciar a verdade do Evangelho."
Ö Paulo, Agostinho, Calvino, grandes homens de Deus, fazem hoje parte da história, mas
nós é que somos a história em construção.

Vamos à leitura bíblica do texto de nossa referência, onde rogamos ao Espírito Santo que fale
conosco:

Mc 14:32-42
E foram a um lugar chamado Getsêmani, e disse aos seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto
32
eu oro.
33 E tomou consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, e começou a ter pavor, e a angustiar-se.
34 E disse-lhes: A minha alma está profundamente triste até a morte; ficai aqui, e vigiai.
E, tendo ido um pouco mais adiante, prostrou-se em terra; e orou para que, se fosse possível,
35
passasse dele aquela hora.
E disse: Aba, Pai, todas as coisas te são possíveis; afasta de mim este cálice; não seja, porém, o
36
que eu quero, mas o que tu queres.
37 E, chegando, achou-os dormindo; e disse a Pedro: Simão, dormes? não podes vigiar uma hora?
Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne
38
é fraca.
39 E foi outra vez e orou, dizendo as mesmas palavras.
E, voltando, achou-os outra vez dormindo, porque os seus olhos estavam pesados, e não sabiam
40
o que responder-lhe.

Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) 1/7


Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)
"... esquecendo-me das coisas que
http://www.jamaisdesista.com.br para trás ficam e avançando para as
“...eis que estou convosco todos os dias... “
(Mt 28:20) que diante de mim estão, prossigo
para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

E voltou terceira vez, e disse-lhes: Dormi agora, e descansai. Basta; é chegada a hora. Eis que o
41
Filho do homem vai ser entregue nas mãos dos pecadores.
42 Levantai-vos, vamos; eis que está perto o que me trai.

Introdução

Ö Conflito entre o meu querer e o querer de Deus. Entender e acatar a vontade de Deus
tornou-se um grande desafio à nossa vida:
Ö Se seguíssemos a Vontade de Deus, o seu querer:
¾ A estrada da vida
¾ A vida dá o show
¾ Todas as coisas são sustentadas pela palavra de seu poder
“Pela fé, entendemos que foi o universo formado pela Palavra de Deus, de maneira
que o visível veio a existir das coisas que não aparecem” (Hebreus 11.3)
“Pela palavra do SENHOR foram feitos os céus, e todo o exército deles pelo espírito
da sua boca” (Salmo 33.6).
“O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e
sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder…” (Hebreus 1.3).
Ö Vamos recuar no tempo
¾ Eu te convido: vamos, agora, entrar com Jesus e os discípulos no Jardim do
Getsêmani, naquele dia especial em que sua alma experimentou tristeza tão
profunda até a morte e isso para gerar vida para você e para mim que estamos
lendo/ouvindo esta mensagem:

[O LOCAL] E foram a um lugar chamado Getsêmani - do aramaico shemanim Gate “prensa de


azeite”. Era um pomar, um jardim, no Monte das Oliveiras. Muito possivelmente era um local onde
Jesus habitualmente frequentava quando visitava Jerusalém.

(Lucas 21:37 – “Jesus ensinava todos os dias no templo, mas à noite, saindo, ia pousar no monte
chamado das Oliveiras.”,

Lucas 22:39 – “E, saindo, foi, como de costume, para o monte das Oliveiras; e os discípulos o
acompanharam.”)

[O MOMENTO] Jesus tinha celebrado a última páscoa com seus discípulos e no momento da ceia (o
antegozo da futura festa messiânica, quando a noiva – a igreja verdadeira – se unirá eternamente
com o Noivo, Cristo) tinha revelado que um deles o haveria de traí-lo.

Antes de ir ao Jardim do Getsêmani, por conta de uma discussão entre eles sobre quem seria o
maior no reino dos céus, Jesus tinha lhes dito que o maior no reino dos céus é o que serve. Você
quer ser grande no Reino de Deus? Então, seja você o servo de todos!

Depois disso, advertiu Pedro que haveria de negá-lo por 3 vezes, o que de fato ocorreu,
posteriormente. Se o gigante Pedro caiu, pecou e achou graça diante de Deus, nós também não

Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) 2/7


Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)
"... esquecendo-me das coisas que
http://www.jamaisdesista.com.br para trás ficam e avançando para as
“...eis que estou convosco todos os dias... “
(Mt 28:20) que diante de mim estão, prossigo
para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

devemos nos desesperar. Depois, lhes orientou a comprar duas espadas para que se cumprissem as
Escrituras de que ele teria sido contado entre os malfeitores. Naquele momento ele lhes fez uma
pergunta muito interessante: quando vos mandei sem bolsas, sem alforge e sem sandálias,
porventura lhes faltou alguma coisa? Nada, disseram eles. Será que se Jesus, ou o Espírito Santo,
hoje, te fizer a mesma pergunta, você poderá responder como os discípulos? Falta-lhe algo? Não
creio!

Foi depois dessas coisas que ele, como de costume, junto com os discípulos foi para o monte das
Oliveiras para orarem e também para que ali se cumprissem as Escrituras, onde o Cristo haveria de
ser preso. Na verdade, conforme Marcos, Jesus mandou-os se assentarem enquanto ele iria orar. O
momento requeria oração, não somente do Senhor, mas de todos, inclusive dos discípulos. Em Lc
22:40, a exortação de Jesus foi para orarem para não entrarem em tentação. Diz-nos a palavra de
Deus que Jesus orava de joelhos.

O local era o monte das Oliveiras, ou seja, um local onde a ‘prensa’ irá esmagar o fruto da oliveira
para dela extrair o óleo de oliva. São necessárias de 1.300 a duas mil azeitonas para produzir 250
mililitros de azeite.

PRODUÇÃO: O método tradicional de produção de azeite de oliva é esmagar as azeitonas entre duas
prensas de pedra com movimentos opostos, até que o fruto fique reduzido a uma pasta. Esta pasta
é espalhada sobre finas peneiras, que são colocadas umas sobre as outras e pressionadas com
pesos. Os azeites "prensados a frio" são feitos desta forma.

A escolha do local trazia com exatidão o que estava acontecendo com Jesus momentos antes de ser
crucificado, quando iria ser sacrificado e esmagado como uma azeitona, a fim de que a humanidade
pudesse receber o Espírito Santo em seus corações.

Um dia desses eu estava angustiado e com meu coração bem apertado e tinha o desafio diante de
mim de ter de pregar naquela noite. Eu orava ao Senhor e continuava angustiado. Senhor, me
ajude, pois tenho de pregar e desse jeito, não dará certo. Irmãos, a palavra do Senhor veio ao meu
coração muito claramente: Filho, eu te provo não para eu conhecer o teu coração, pois já o conheço;
mas para que você tome conhecimento de teu coração e apresente-o diante de mim para que eu
possa curá-lo.

Eu, então, parei e exclamei: ah, é, né? Então o Senhor está me espremendo? Tá doendo Senhor! por
favor, pare e não me mostre o tamanho de minha miséria e insignificância para que eu não venha a
perecer de vez. A minha cura, então, brotou ali. Expus ao Senhor os pensamentos que me
angustiavam, confessei meus pecados, recebi o seu perdão e fui pregar o evangelho naquela noite
sem nenhuma angustia.

O Senhor nos prova, mas nos aprova! Passar pelo aperto pela prensa de azeite do Senhor pode doer
e machucar um pouco, mas dela ele tira azeite precioso que é o símbolo da presença de Deus no
Espírito Santo.

Jesus estava ali naquele jardim em agonia de morte. Não por causa de seus pecados, pois não tinha
nenhum, mas por causa dos meus pecados, por causa dos pecados de todos nós. Aquilo doeu,
angustiou, machucou seu coração. Era mesmo insuportável.

A dor da angústia era tão forte que de seus poros sairam gotas de sangue, fenômeno este conhecido
como hematidrose, registrado por um médico, evangelista, Lucas, no capítulo 22:39-45.

Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) 3/7


Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)
"... esquecendo-me das coisas que
http://www.jamaisdesista.com.br para trás ficam e avançando para as
“...eis que estou convosco todos os dias... “
(Mt 28:20) que diante de mim estão, prossigo
para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

“"Jesus entrou em agonia no Getsemani e seu suor tornou-se como gotas de sangue a escorrer pela
terra". O único evangelista que relata o fato é um médico, Lucas. E o faz com a precisão de um
clínico. O suar sangue, ou "hematidrose", é um fenômeno raríssimo. É produzido em condições
excepcionais: para provocá-lo é necessário uma fraqueza física, acompanhada de um abatimento
moral violento causado por uma profunda emoção, por um grande medo. O terror, o susto, a
angústia terrível de sentir-se carregando todos os pecados dos homens devem ter esmagado Jesus.
Tal tensão extrema produz o rompimento das finíssimas veias capilares que estão sob as glândulas
sudoríparas, o sangue se mistura ao suor e se concentra sobre a pele, e então escorre por todo o
corpo até a terra.” (http://www.guia.heu.nom.br/agonia_de_jesus.htm).

Um fato que chama a atenção de todos nós é que quando estamos diante de uma profunda agonia,
devemos fazer o mesmo que Jesus fez: derramou-se em oração ao seu Pai. Nossas angustias e
provações jamais chegarão a ser do mesmo nível e intensidade que suportou Jesus. A nossa dor
pode ser muito grande, mas Deus proverá para nós o socorro devido no tempo oportuno para que a
possamos suportar.

Há irmãos que fazem tudo, menos elevarem a Deus em oração a sua alma angustiada. Não há
oração que o Pai não responda.

Outra coisa que aprendemos é que quando oramos a Deus nas horas de grande agonia devemos
estar dispostos a fazer não a nossa, mas a vontade de Deus. O desejo de Jesus é claro, ele não
gostaria de passar por aquilo, mas passaria, se isso fosse de agrado de seu Pai.

Nós não sabemos nada e imaginamos que sabemos alguma coisa. Quem de nós pode querer
determinar algo a Deus? A sua oração é:

Pai, todas as coisas te são possíveis Î há porventura algo que não seja possível para Deus
realizar? “Haveria coisa alguma difícil ao SENHOR?” (Gn 18:14); “E Jesus, olhando para eles, disse-
lhes: Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível.” (Mt 19:26). Quando você ora a
Deus, você tem a consciência, o conhecimento de que para Deus todas as coisas são possíveis ou
você já ora com uma expectativa de derrota? Porque está registrado pelo Espírito Santo de que Deus
pode realizar todas as coisas? Ora, não foi para Deus que Deus está falando, mas para nós! A
palavra está registrada para nós!

Afasta de mim este cálice Î este era o seu desejo, a sua vontade, o que queria Jesus. Se não
fosse assim, ele teria dito. Jesus, o filho de Deus, tenho certeza, orava com a convicção de que seria
atendido. Ao orar ao seu Pai, a certeza era da resposta positiva. Eu creio que se ele tivesse insistido,
seu Pai o teria atendido: “afasta de mim este cálice!” E você, quando ora a Deus, você sabe a quem
você está orando e que ele irá responder a sua oração? Há algo errado em querermos as coisas? Não
é o próprio Senhor que coloca em nós tanto o querer quanto o realizar?

Não seja porém o que eu quero Î Jesus, sim, sabia o que queria e o que não queria, mas, nós,
nem sabemos o que queremos, por isso que o Espírito Santo permitiu o registro de que ele nos ajuda
em nossas fraquezas, pois não sabemos orar como convém e o Espírito Santo nos ajuda com
gemidos inexprimíveis. É o próprio Deus, falando com Deus a nosso respeito. Já entramos em oração
com Deus sabendo o que vamos pedir e, melhor, que nem sabemos pedir.

Mas o que tu queres Î aceitar a vontade de Deus era e sempre foi o objetivo do Filho de Deus,
isso porque confiava em seu Pai e porque nos deixou o exemplo para seguirmos. O Filho conhecia o
Pai e sabia o que ele queria e que o seu querer era a sua melhor escolha. Nós somente teremos a

Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) 4/7


Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)
"... esquecendo-me das coisas que
http://www.jamaisdesista.com.br para trás ficam e avançando para as
“...eis que estou convosco todos os dias... “
(Mt 28:20) que diante de mim estão, prossigo
para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

ganhar escolhendo a vontade de Deus. Cumprir a vontade de Deus é um grande desafio! Você que já
conhece a vontade de Deus, você gostaria de cumpri-la? É o Deus da paz quem irá nos aperfeiçoar
para cumprimos a sua vontade! Vejam:

“Ora, o Deus da paz, que tornou a trazer dentre os mortos a Jesus, nosso Senhor, o grande Pastor
das ovelhas, pelo sangue da eterna aliança, vos aperfeiçoe em todo o bem, para cumprirdes a sua
vontade, operando em vós o que é agradável diante dele, por Jesus Cristo, a quem seja a glória para
todo o sempre. Amém!” (Hb 13:20-21).

Ofereçamos ao Senhor sacrifícios de gratidão e louvor pelo que ele fez por nós sendo ainda
pecadores! Imaginem então o que não faria por nós que fomos salvos por ele? “em consequência da
oferta final de Jesus pelos nossos pecados, temos apenas a obrigação de oferecer sacrifícios de
gratidão e louvor a Deus (I Pe 2:9)...” Russel Shedd.

“Por meio de Jesus, pois, ofereçamos a Deus, sempre, sacrifício de louvor, que é o fruto de lábios
que confessam o seu nome.” (Hb 13:15).

Depois dessa guerra de oração entre a sua vontade e a do Pai, ele volta e encontra os seus
discípulos dormindo e os exorta:

Simão dormes? Î não era a hora de dormir, principalmente pelo que estava prestes a se cumprir.
Simão mesmo, iria negar a Jesus por três vezes. Há momento certo para dormirmos tranquilamente.
Nosso organismo precisa de dormir para funcionar perfeitamente, mas aquela hora não era a hora
certa. Há muitos que ainda estão dormindo, apesar de acordados e não enxergam nem ouvem a voz
do Espírito Santo.

Não podes vigiar uma hora? Î Cristo não estava exigindo muito, apenas uma hora. Há momentos
que precisamos estar mais atentos às coisas do Reino de Deus e à sua Justiça. O vigilante para nada
presta se dorme. O sentinela que posto para vigiar resolve tirar uma soneca está convidando a
satanás para entrar em sua fortaleza e vencer.

Vigiai e orai, para que não entreis em oração Î a palavra de exortação ecoa por todo o tempo
em que estivermos aqui nesta vida. Não podemos baixar a nossa guarda e deixarmos nem de vigiar
nem de orar. Reparemos que também não se diz, orai e vigiai, mas vigiai e orai. Vigiar está
associado com uma atividade na qual a sua execução exige atenção, concentração, observação das
coisas ao nosso redor. Quem está de vigília, não pode baixar a sua guarda. Mas porque vigia um
vigilante? Para não ser atacado de surpresa, de emboscada e quem age assim é o diabo.

O espírito está pronto, mas a carne é fraca Î quem irá vencer a guerra: o espírito pronto que
ficará firme ou a carne fraca que cederá à tentação? Há uma advertência do Senhor, pois conhece a
nossa natureza. Não será nem Deus nem o diabo que nos usará como um boneco de marionete, mas
nós é que ou cederemos ao espírito pronto ou acudiremos a persuasão da carne fraca. Em nossa
guerra, temos de ter a consciência de que apesar de prontos, entraremos em grande luta por causa
da nossa fraca carne. Sabendo disso, não enfrente a oposição de qualquer modo, como se já tivesse
vencido a guerra.

Depois, voltou a orar, a guerrear, a combater a sua luta de oração com seu Pai e tornou a lhe falar
as mesmas coisas. Voltou e encontrou a todos dormindo. Diz a palavra que seus olhos estavam
pesados e não sabiam o que lhe responder.

Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) 5/7


Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)
"... esquecendo-me das coisas que
http://www.jamaisdesista.com.br para trás ficam e avançando para as
“...eis que estou convosco todos os dias... “
(Mt 28:20) que diante de mim estão, prossigo
para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

Pela terceira vez, voltou a orar, a guerrear, a combater a sua luta de oração com seu Pai e tornou a
lhe falar as mesmas coisas. Era de joelhos que orava Jesus, tamanha era a angustia que enfrentava.
O evangelista Lucas diz que lhe apareceu um anjo do céu que o confortava. Deus nunca nos
abandona nem nos deixa sem socorro ainda que tenha de enviar para nós um anjo do céu.

A luta que Jesus travou no Getêsemani foi para aceitar a vontade de seu Pai, pois tinha ele um
desejo e sabia que sua oração seria atendida se insistisse. Era a luta entre o que ele queria e o que o
Pai queria. O que eu quero e o que Deus quer. Ele, por fim, optou por atender ao que o Pai quer e
por isso o Pai o exaltou sobremaneira e o colocou acima de tudo e de todas as coisas tanto nos céus
quanto na terra. Seu nome foi exaltado e dignificado.

Quando eu entro em trabalho de luta com Deus, luta de oração eu já começo a minha luta sabendo
de duas coisas: Primeira: que eu irei perder a luta: jamais ganharei um combate contigo, meu
Senhor, portanto ajudá-me a ser convencido pelo teu Espírito Santo. Segunda: que eu estou a
chorar de barriga cheia, mesmo quando julgo legítimos e válidos pela minha consciência os meus
mais sinceros pedidos de oração.

A Deus toda a glória!

“32 E foram a um lugar chamado Getsêmani, e disse aos seus discípulos: Assentai-vos
aqui, enquanto eu oro. 33 E tomou consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, e começou a ter
pavor, e a angustiar-se. 34 E disse-lhes: A minha alma está profundamente triste até a
morte; ficai aqui, e vigiai. 35 E, tendo ido um pouco mais adiante, prostrou-se em terra;
e orou para que, se fosse possível, passasse dele aquela hora. 36 E disse: Aba, Pai, todas
as coisas te são possíveis; afasta de mim este cálice; não seja, porém, o que eu quero,
mas o que tu queres. 37 E, chegando, achou-os dormindo; e disse a Pedro: Simão,
dormes? não podes vigiar uma hora? 38 Vigiai e orai, para que não entreis em tentação;
o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca. 39 E foi outra vez e orou,
dizendo as mesmas palavras. 40 E, voltando, achou-os outra vez dormindo, porque os
seus olhos estavam pesados, e não sabiam o que responder-lhe. 41 E voltou terceira vez,
e disse-lhes: Dormi agora, e descansai. Basta; é chegada a hora. Eis que o Filho do
homem vai ser entregue nas mãos dos pecadores. 42 Levantai-vos, vamos; eis que está
perto o que me trai.” (Mc 14:32-42; Mt 26:36-46 e Lc 22:39-46).

“Então chegou Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmani, e disse a seus discípulos:
Assentai-vos aqui, enquanto vou além orar. E, levando consigo Pedro e os dois filhos de
Zebedeu, começou a entristecer-se e a angustiar-se muito. Então lhes disse: A minha
alma está cheia de tristeza até a morte; ficai aqui, e velai comigo. E, indo um pouco mais
para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível,
passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres. E,
voltando para os seus discípulos, achou-os adormecidos; e disse a Pedro: Então nem uma
hora pudeste velar comigo? Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade,
o espírito está pronto, mas a carne é fraca. E, indo segunda vez, orou, dizendo: Pai meu,
se este cálice não pode passar de mim sem eu o beber, faça-se a tua vontade. E,
voltando, achou-os outra vez adormecidos; porque os seus olhos estavam pesados. E,
deixando-os de novo, foi orar pela terceira vez, dizendo as mesmas palavras. Então
chegou junto dos seus discípulos, e disse-lhes: Dormi agora, e repousai; eis que é
chegada a hora, e o Filho do homem será entregue nas mãos dos pecadores. Levantai-
vos, partamos; eis que é chegado o que me trai” Mateus

Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) 6/7


Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)
"... esquecendo-me das coisas que
http://www.jamaisdesista.com.br para trás ficam e avançando para as
“...eis que estou convosco todos os dias... “
(Mt 28:20) que diante de mim estão, prossigo
para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

“E, saindo, foi, como de costume, para o monte das Oliveiras; e os discípulos o
acompanharam. Chegando ao lugar escolhido, Jesus lhes disse: Orai, para que não
entreis em tentação. Ele, por sua vez, se afastou, cerca de um tiro de pedra, e, de
joelhos, orava, dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; contudo, não se faça a
minha vontade, e sim a tua. Então, lhe apareceu um anjo do céu que o confortava.{E,
estando em agonia, orava mais intensamente. E aconteceu que o seu suor se tornou
como gotas de sangue caindo sobre a terra.} Levantando-se da oração, foi ter com os
discípulos, e os achou dormindo de tristeza, e disse-lhes: Por que estais dormindo?
Levantai-vos e orai, para que não entreis em tentação.” Lucas

Ref.: http://www.bibliaonline.com.br
http://www.jamaisdesista.com.br
Bíblia Russel Shedd

A Deus toda a glória. Amém!

Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) 7/7


Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)