You are on page 1of 5

9/8/2010

Conceito
Punção Venosa Periférica
É um procedimento que se
caracteriza pela introdução de um
dispositivo no interior do vaso
Enf. Karina Faria de Souza venoso, podendo ou não ser fixado
à pele, e que requer cuidados e
controle periódico, em caso de sua
Agosto/2010 permanência.
Rev Latino-am Enfermagem 2005 maio-junho; 13(3):299-304

Por quê puncionar? Tipos de punção venosa

 Punção periférica para coleta;


 Coleta de sangue;  Punção periférica superficial com cateter
curto;
 Administração de fármacos;  Punção periférica semi-profunda com cateter
 Hidratação parenteral; curto;
 Punção periférica para inserção de cateter
 Transfusão de hemoderivados.
central (longo).

Dissecção venosa e Cateterização venosa central

Tipos de cateteres

 Cateter para coleta (vacutainer®);


 Cateter agulhado (scalp®);
 Cateter sobre agulha (jelco® ou
abocath®);
 Cateter central de inserção periférica
(PICC).

1
9/8/2010

Materiais Calibres

 Aço inoxidável;  Cateteres agulhados – números ímpares


inversamente proporcionais ao diâmetro;
 Teflon;
27G até 19G
 Poliuretano;
 Polietileno;  Cateteres sobre agulha – números pares
inversamente proporcionais ao diâmetro.
 Polivinilcloreto.
24G até 14G
Rev Latino-am Enfermagem 2005 maio-junho; 13(3):291-8

Tempo de permanência Onde Puncionar?

 Cateteres agulhados – uso imediato ou


mediato;
 Cateteres sobre agulha – adulto X
criança.

Rev Latino-am Enfermagem 2005 maio-junho; 13(3):291-8


Medicina, Ribeirão Preto,34: 79-84, jan./mar. 2001

E ainda…
Em casos extremos...

2
9/8/2010

Técnica para punção:


 Separar o material;
 Lavar as mãos;
Explicar o procedimento para o paciente;
Quando não puncionar? 
 Preparar o dispositivo intravenoso;
 Selecionar o local para punção, posicionando-o;
 Calçar as luvas de procedimento;
 Aplicar o garrote;
 Fazer anti-sepsia com algodão embebido em álcool 70%;
 Tracionar a pele no momento da punção;
 Inserir a agulha com bisel para cima;
 Observar refluxo;
 Soltar o garrote.

Em caso de maior permanência… Acessórios


 Providenciar extensão ou multiplicador
de vias;
 Realizar a fixação do acesso venoso;
 Datar o acesso venoso;
 Realizar salinização com pressão
positiva.

Armadilhas

 Garroteamento do membro por tempo prolongado;


 Coleta de amostras em membro que estiver
recebendo infusão parenteral;
 Utilização de angulação muito acentuada para
punção;
 Efetuar troca de fixação sem anotar a data da
punção;
 Puxar o êmbolo da seringa com muita força durante
a coleta.
http://www.sbpc.org.br/upload/conteudo/320090814145042.pdf

3
9/8/2010

NR-32 Tipos de Fixação

 Micropore;
 Esparadrapo;
 Transpore;
 Filme plástico transparente.

4
9/8/2010

Fixação com Complicações


adesivo

Dúvidas???