P. 1
DATAMINE - Manual de Treinamento Studio 3 Cava a Céu Aberto

DATAMINE - Manual de Treinamento Studio 3 Cava a Céu Aberto

|Views: 4,792|Likes:
Published by Clarissa
This documentation is confidential and may not be disclosed to third parties without the prior written permission of Datamine Corporate Limited.
© Datamine Corporate Limited

Setting up the oPen 2 Unified Business Layer

Contents
1 Introdução Objetivo Prérequisitos 1 1 1

Studio 3
Manual Introdutório de Treinamento para Desenho de Cava a Céu Aberto

Este Manual é direcionado para estudantes do curso de treinamento lecionado por uma das empresas do grupo Datamine ou por uma agencia habilitada. T
This documentation is confidential and may not be disclosed to third parties without the prior written permission of Datamine Corporate Limited.
© Datamine Corporate Limited

Setting up the oPen 2 Unified Business Layer

Contents
1 Introdução Objetivo Prérequisitos 1 1 1

Studio 3
Manual Introdutório de Treinamento para Desenho de Cava a Céu Aberto

Este Manual é direcionado para estudantes do curso de treinamento lecionado por uma das empresas do grupo Datamine ou por uma agencia habilitada. T

More info:

Published by: Clarissa on Sep 06, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/20/2014

pdf

text

original

Introdução

Nesta sessão voce será introduzido às várias técnicas para a manipulação e
edição de wireframes. Voce sera também introduzido ao processo de verificação
que será utilizado para verificar a wireframe da cava gerada anteriormente,
pit2tr/pit2pt.

Background

Quando eu devo utilizar a wireframe manipulation?

A técnica Wireframe Manipulation é tipicamente utilizada para gerar novos:

•Objetos de Wireframe de interação de dois objetos de wireframe
carregados i.e. para criar uma nova combinação ou subconjunto de
superfícies de interação

•Objetos de Wireframe ou string da interação de um objeto de wireframe
com um plano definido i.e. para criar cortes de wireframe ou strings.

Estas técnicas de manipulação são agrupadas de acordo com as seguintes
categorias:

Boolean OperationsEsta inclui a geração de novas wireframes da
união, interseção ou diferença entre duas ou mais
wireframes. Incluindo a geração de strings de
interseção entre duas ou mais wireframes.

Plane Operations

Esta inclui a divisão de uma wireframe em um
plano particular. Inclui também projetar DTMs em
um plano definido.

Other Commands

verifica, otimiza e calcula volumes de wireframe

Técnicas de Wireframe manipulation requerem que os objetos de
wireframe estejam carregados para que possam ser selecionadas no
processo.

Como eu seleciono wireframes para manipulação ou edição?

A chave para utilizar com sucesso os comandos de manipulação e edição é
compreender totalmente as opções para selecionar a wireframe ou parte da
wireframe que voce deseja processar. No menu File | Settings | Wireframing
existe cinco métodos para selecionar wireframes listados na tabela abaixo. Cada
uma dessas opções é definido utilizando um toggle switch. O método de seleção
escolhido irá governar todos os comandos básicos da janela Design utilizados
para modificar e avaliar os dados de wireframe.

DMDSL-TMP-0001-1.00

Studio 3 Introductory Open Pit Training Manual

246

246

Método de
Seleção

Descrição

By Object

Controla a seleção de dados de wireframe por nome dos objetos.
Isto irá causar a seleção de dados de wireframe perguntando
pelo nome do arquivo de pontos e triangulo da wireframe.

By Group

Controla a seleção de dados de wireframe por um grupo da
wireframe escolhida. Selecione dados da wireframe combinando
os grupos da wireframe de um triangulo selecionado com o
cursor.

By Surface

Controla a seleção dos dados da wireframe pelas superficies da
wireframe escolhida. Selecione dados da wireframe combinando
o grupo da wireframe e os numeros de superfície de um
triangulo selecionado com o cursor.

By Attribute

Controla a seleção de dados de wireframe por atributos do
usuário. Selecione os dados da wireframe pelos atributos
definidos pelo usuário associados com um triangulo selecionado
com o cursor. O grupo da wireframe group e os numeros de
superfície são ignorados na entrada, e um novo grupo e novos
numeros de superfície serão gerados na saída.

Custom

Controla a seleçao de dados de wireframe por filtros definidos
pelo usuário. Selecione dados de wireframe por filtros de
arquivos de pontos e triangulos. Os campos disponíveis no
arquivo de pontos são GROUP, PID, XP, YP e ZP. Os campos
disponíveis no arquivo de triangulo são GROUP, SURFACE, LINK,
TRE1ADJ, TRE2ADJ, TCOLOUR, COLOUR, NORMAL-X, NORMAL-Y,
NORMAL-Z
e qualquer outro atributo definido pelo usuário. O
grupo da wireframe e os numeros de superfície são ignorados na
entrada, e um novo grupo e novos numeros de superfície serão
gerados na saída.

Os campos de atributos que identificam wireframes separadas em termos de
rocha ou tipo de zona são um componente chave em arquivos de wireframe. Eles
permitem que wireframes individuais sejam identificadas na janela Design e
também sejam passadas por células do modelo quando utilizadas para construir
modelos de blocos. Todos os campos de atributos da wireframe são guardados no
arquivo de triangulos da wireframe.

Além dos campos de atributos definidos pelo usuário existem 4 campos de
atributos padrão Datamine adicionados à cada arquivo de triangulo. Esses
campos estão descritos abaixo:

GROUP Texto errado no original In addition to user defined attribute
fields there are 4 standard Datamine attribute fields added to
every triangle file. These fields are described below:

SURFACEUma wireframe com um valor único de GROUP pode consistir de
uma ou mais superfícies individuais identificadas utilizando o
atributo SURFACE.

LINK

Cada wireframe consiste de um ou mais links individuais com
cada link sendo atribuído a um único valor. Este campo é
somente utilizado para processos internos.

COLOUR

Este campo pode ser configurado pelos numeros 1 a 64 e é
utilizado para gravar o valor da cor de cada triangulo. Esses
numeros e cores combinam com aqueles exibidos nos
comandos Make DTM (md) ou New String (ns).

DMDSL-TMP-0001-1.00

Studio 3 Introductory Open Pit Training Manual

247

247

O Datamine Studio controla os valores de GROUP, SURFACE, e LINK atribuidos as
dados da wireframe. Se voce quer atribuir valores específicos aos atributos da
wireframe, então voce deve criar atributos definidos por voce para este propósito.

DMDSL-TMP-0001-1.00

Studio 3 Introductory Open Pit Training Manual

248

248

Não confie nos valores GROUP, SURFACE e LINK para identificar sub-
grupos de dados de wireframe. Utilize cores diferentes e pelo menos um
outro campo de atributo.

A classificação de wireframes utilizando os campos GROUP e SURFACE fornece um
método de quais wireframes podem ser identificadas para operações como a
combinação e a verificação de wireframes, que serão descritas posteriormente. E
também fornece mais controle ao apagar wireframes. Voce pode apagar
wireframes por GROUP, SURFACE ou LINK e triangulos individuais.

Porque eu preciso verificar minhas wireframes?

O comando Wireframes | Verify (wvf) pode ser usado para executar algumas
validações. Que incluem:

•Identificação de descontinuidades (buracos ou bifurcações) na superfície
da wireframe.

•Identificação de linhas de interseção depois da união de wireframes.

•Identificação de auto-interseção ou crossovers na wireframe.

•Verificação de pontos duplicados.

•Re-atribuição dos valores de wireframe GROUP e SURFACE.

As ações do comando VERIFY são controladas por um numero de toggle switches
que são configuradas quando o comando for executado.

Voce deve executar o comando VERIFY antes de realizar qualquer união
ou divisão de wireframes ou de calcular volume de wireframe.

DMDSL-TMP-0001-1.00

Studio 3 Introductory Open Pit Training Manual

249

249

Os checks executados pelo comando verificação de wireframe estão listados
abaixo:

Check

Descrição

Store

surface

number

Identifica superficies separadas baseado
na conectividade das faces, atribuindo um
index separado para cada superfície,
então grava este index em um campo
específico.

Check for open
edges

Procura por bordas que não sejam
compartilhadas entre 2 faces. Onde
localizar, um novo objeto é criado
contendo as strings criadas da borda
aberta.

Check for shared
edges

Procura por bordas que possuem mais
que 2 faces. Se encontrado, um novo
objeto é criado contendo as strings
criadas das bordas em questão.

Check

for

crossovers

Procura por faces que interceptam, mas
não são adjacentes. Onde encontrado, um
novo objeto é criado contendo as strings
das bordas formadas pelas interseções.

Remove duplicate
vertices

Remove multiplos vertices que ocorrem
na mesma localização, e os combinam em
uma única referencia.

Remove duplicate
faces

Remove multiplas faces que possuem as
mesmas coordenadas de vértices.

Remove

empty

faces

Remove todas as faces que possuem area
superficial zero.

DMDSL-TMP-0001-1.00

Studio 3 Introductory Open Pit Training Manual

250

250

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->