You are on page 1of 6

GRAVIDEZ

Uma criança é uma benção dada por Deus. O ato sagrado de dar a luz
foi concedido à mulher, e esta juntamente ao seu filho será abençoada com
saúde se houver um parto normal, sem o uso se instrumentos artificiais.
É importante para o marido e a esposa receberem Johrei regularmente,
mas em especial a mulher, pois é ela quem gera o feto. Para que haja um
nascimento natural e saudável, será determinante a saúde física e o bem estar
espiritual da mãe e do bebê.

ANTES DA CONCEPÇÃO
Quem está se preparando para ter um filho é de extrema importância
receber Johrei para facilitar um fluxo natural de toxinas, assim sendo
eliminadas e estabelecendo um ciclo menstrual regular.

PONTOS DE JOHREI
RINS =
ABDOMEN = Onde ocorre a concepção.
GENITÁRIA (Testa – parte frontal) = Equilíbrio entre o Céu e a Terra.

APÓS A CONCEPÇÃO
Uma vez ocorrendo à gravidez, a mãe deve continuar a receber Johrei,
tanto quanto possível. Caso o casal sejam membros, o ideal é que o marido
deva ministrar o Johrei para estreitar o Elo entre o casal e passar esse
sentimento para o Bebê.
A futura mãe deve manter seu rítimo de trabalho e atividades até o mês
em que ocorrerá o parto caso possível, mas deve evitar o trabalho ou
exercícios que sejam extremos e desgastantes.
É particularmente aconselhável executar trabalhos que exercitem a área
do cóccix, tais como: Inspirar e oxigenar os órgãos internos e abaixar-se sem
forçar no último estágio da gravidez.
EXEMPLO:
As camponesas do Japão exercitavam a área do cóccix ******** nos
campos, e tinham partos fáceis em decorrência disso.
A) Dieta e higiene são importantes fatores durante a gravidez.
B) Para ter equilíbrio e harmonia interna é necessário um
acompanhamento através do pré-natal.
C) Outro ponto significativo está no fato da criança passar a ter bons
hábitos desde sua geração, como por exemplo: a mãe escutar boas músicas
tranqüilizadoras, apreciar arte de qualidade, ler ensinamentos de Meishu-
Sama dentre outros livros espirituais, etc.
É fundamental que o casal tenha um relacionamento harmonioso e
amoroso, com muito afeto, no qual o marido possa utilizar dos cinco sentidos
para dar carinho e tranqüilidade para a esposa, refletindo consequentemente
no bebê.

ETAPAS DA GRAVIDEZ
Durante os três primeiros meses, muitas mulheres enjoam, em casos
mais sérios temos vômitos constantes que até impedem a mulher de comer.
Isso ocorre devido às toxinas ao redor do estômago, daí a importância de
ministrar Johrei nesta região.
OBS I: O feto se assenta e fica preso no útero após os três meses, se a
mulher tem muitas toxinas envolta do útero, essa ligação feto e útero não fica
perfeita, então, aumenta-se o risco de ocorrer um possível aborto. Isso ocorre,
pois quando o útero se expande, a bexiga encolhe e o estômago sobe, ficando
assim um espaço entre esses órgãos. Se no meio desses órgãos existirem
toxinas, causa-se então um desconforto como o enjôo. A medida que o útero
for expandindo, essas toxinas presentes a uma força contrária, impede a
dilatação do útero, assim o feto sem espaço e em busca de uma saída é
causado o aborto espontâneo.
OBS II: A mulher que sente muitos enjôos, não pode pegar coisas
pesadas, principalmente acima da cabeça, pois ao fixar as pernas para manter
o equilíbrio e levantar os braços seu útero é pressionado para baixo, podendo
ocorrer o aborto.
Entre o 3º e 5º mês: A mulher deve diminuir percursos longos de carro,
ônibus ou qualquer meio de transporte que provoque solavancos,
principalmente as mulheres que possuem muitas toxinas, assim evita-se um
inesperado aborto.
INCHAÇO
A mulher algumas vezes tem inchaço à medida que o feto vai
desenvolvendo-se, isso é devido à pressão feita sobre os rins. Essa pressão
gera uma relativa atrofia nos rins e pode levar ao excesso de toxina úrica
circulando no corpo causando inchaço.
É preciso observar que uma grande quantidade de mulheres grávidas
incham mais do que o normal. À medida que o parto aproxima-se, o corpo da
mulher fica pesado e suas atividades ficam restritas, podendo causar aumento
da pressão arterial e a recuperação pós-parto pode ser prejudicada.
Devemos sempre observar a alimentação, pois a mulher deve engordar
somente o necessário e receber muito Johrei nos rins.

OBSERVAÇÃO DAS CONDIÇÕES FÍSICAS DA MULHER
Examinando as condições físicas da mulher, pode-se dizer se o parto
será fácil ou não.
Se a mulher estiver com boa saúde, só o útero cresce e durante o último
mês de gravidez, se apresentará como uma forma esférica, redonda. Sob
essas condições o nascimento será fácil, e a mulher poderá se manter ativa
devido a leveza de seu corpo até antes do parto, tendo uma recuperação
suave.
Hora do parto: É muito importante a presença do marido, para ministrar
Johrei na cabeça com o Sonen para que siga até a coluna e chegue no cóccix
para facilitar a dilatação. E principalmente dar segurança a sua mulher
agradecendo o presente de Deus que veio através dela.
(obs-3) Neném prematuro: É espírito que foi abortado e tem medo de
não nascer de novo para cumprir sua missão. Por isso é importante também
na gravidez dar segurança ao bebê, dizendo que ele será bem vindo e que
será muito amado.
O sentimento de aceitar bem a gravidez é muito importante, pois é
grande preparação do antepassado que irá reencarnar e de Deus. Pois cada
filho vem com uma missão, se não aceita não esta aceitando a vontade de
Deus para esse casal. Mesmo quando vem sem esperar.
(obs-4) Corrimento é bom ocorrer, pois elimina as toxinas da região
pubiana facilitando a dilatação.
SEXO NA GRAVIDEZ
O ato sexual pode ser praticado naturalmente, porém as mulheres que
concentram toxinas ao redor do útero devem evitar penetrações profundas.

CUIDADOS APÓS O PARTO
1ª SEMANA: A mulher deve fazer repouso absoluto, não saindo da
cama para nada, exceto para as necessidades (não é o ideal). Ao invés do
banho, fazer uma limpeza na própria cama, no qual a água deve estar na
temperatura de 37º, pois a região que ocorreu o parto mantém-se febril, se for
utilizado água fria poderá ocorrer choque térmico e interromper a eliminação
das toxinas. Em observância ao resguardo, deve-se evitar assistir televisão,
dar preferência a leituras que estimulem os nervos. Comer alimentos cozidos
para facilitar a digestão até que gradualmente retorne a sua dieta regular, após
a 2ª semana.
2ª SEMANA: A partir dessa semana a mulher pode praticar pequenos
movimentos, sem abusos. As refeições podem retornar a normalidade, ainda
não é permitido o banho.
3ª SEMANA: Nesta semana, as atividades podem ser retornadas, porém
sem excessos.
O que pode acontecer?
1) Andar cedo demais faz com que o sangue impuro que deveria ser
eliminado pelo canal vaginal suba e se concentre na região pélvica;
2) Usar os braços e as mãos em excesso pode resultar em artrite no
pulso ou nas juntas;
3) ler em demasia ou assistir televisão estimula os nervos da cabeça
fazendo com que o sangue impuro suba para irrigar o cérebro, assim essas
toxinas se concentram em torno do pescoço e ombros pressionando as
artérias que levam o sangue ao cérebro, causando anemia cerebral. Com
esses danos a mulher fica frágil (essa fragilidade só ocorrerá caso o pai não
der a atenção necessária durante a gravidez, gerando preocupações na
mulher) e sofre influência externa que pode vir a causar nervosismo e em
casos graves, depressão ou insanidade.
EM RELAÇÃO AO JOHREI
A mãe não deve ministrar Johrei em outras pessoas até 75 dias
completos. Quanto ao bebê pode receber Johrei após 35 dias de nascido.

POR QUE TODOS ESSES CUIDADOS?
Ao reassumir suas atividades prematuramente, o sangue sujo não será
purificado, acumulando-se e solidificando-se rapidamente na região onde os
nervos estão sendo mais utilizados.
Os males podem ser imediatos como surgimentos de dores de cabeça,
nervosismo, etc. Ou retardados ocasionando problemas de saúde com o
passar dos anos, especialmente durante a menopausa.

AMAMENTAÇÃO
Para que a mãe tenha bastante leite, é importante observar se seus
seios estão aparecendo veias. Caso não estiver, é importante que ela receba
Johrei na região das costas, seios, rins e omoplata.
O leite da mulher é o melhor alimento para a criança. Esta é a maneira
que Deus criou os seres humanos. Se a criança é criada com leite de vaca e
nutrientes artificiais a energia do corpo e seu poder purificador natural são
enfraquecidos embora não haja diferenças aparentes no crescimento. Estas
substâncias podem ser a causa indireta de algumas doenças da infância. Uma
das grandes maravilhas do mundo se encontra no leite materno. O colostro, ou
primeiro leite age como um laxante natural para limpar o estômago e o
intestino da criança das impurezas recebidas no útero e durante o parto. As
duas primeiras fezes são geralmente escuras devido ao material tóxico que
está fluindo de seu corpo. Como uma função natural, também, o leite da mãe
ficará cada vez mais rico para guardar as necessidades crescentes da criança.
A amamentação no peito deve ser interrompida quando os dentes do bebê
começam a nascer aproximadamente aos 14 meses, quando não começam
antes. O aparecimento dos dentes mostrará que o sistema digestivo está
funcionando completamente e que a criança está pronta para outros alimentos.
Mãe que amamenta, tem uma grande influência no caráter do filho:
Se a mãe que alimenta tiver lamúrias, insatisfações, agitar-se nas
tristezas e sofrimentos, deixar-se dominar pela ira ou tiver grande choque
emocional, o leite dela se altera profundamente, isto é, quando a mãe tem um
desequilíbrio psicológico, a criança não pode evitar ter febre. O leite materno
deixa de ser, nestes casos, algo puro.
Não é possível haver distorções no sentimento da criança. O sentimento
desordenado da mãe passa através do leite materno para o corpo do filho e a
febre é o meio mais eficaz para purificar.
Enfim, conforme o procedimento dos pais, o bebê acaba tomando leite
tóxico.
Daí a importância do sentimento da mãe na amamentação.

OBS: Só alimentar a criança quando ela tiver fome (quando chorar), não
controlar a hora. Existem crianças que mamam de 3 em 3 horas, outras de 4
em 4 horas, outras de 2 em 2 horas. Quem mama mais, não significa que o
leite está fraco e sim a criança que tem mais fome, seguindo sua natureza. O
erro é dar complemento, o leite materno tem tudo o que a criança necessita.