Sistema Respiratório

Função  é facultar ao organismo uma troca de gases com o ar atmosférico. e em contrapartida servindo como via de eliminação de gases residuais. assegurando permanente concentração de oxigênio no sangue. que resultam dessas reações e que são representadas pelo gás carbônico. necessária para as reações metabólicas. .

LARINGE . As vias aeríferas podem ser divididas em: NARIZ .BRÔNQUIOS .FARINGE . mas para atingi-los o ar deve percorrer diversas porções de um tubo irregular.O intercâmbio dos gases faz-se ao nível dos pulmões.TRAQUÉIA . que recebe o nome conjunto de vias aeríferas.

.

provocando uma vibração nas cordas vocais e produzindo som. Situa-se na parte superior do pescoço possuindo uma estrutura cartilaginosa que chama epiglote. Entre as cordas vocais há uma abertura chamada glote e é por ela que o ar entra na laringe. com a boca. . Liga-se com o ouvido médio pelas tubas auditivas. que trabalha para desviar das vias respiratórias para o esôfago os alimentos deglutidos. Laringe Tubo cartilaginoso de forma irregular que conecta a faringe com a traquéia. Na laringe encontramos as cordas vocais. o ar inspirado pelo nariz passa pela faringe.Nariz e cavidade do nariz O ar entra no sistema respiratório pelas fossas nasais que são separadas por cartilagem chamada de septo. umedecer e aquecer o ar. Têm as funções de filtrar. responsáveis pelo sentido do olfato. No teto das fossas nasais existem células sensoriais. Faringe A faringe pertence tanto ao sistema respiratório como ao sistema digestório. o alimento é expelido através de tosse. formando o septo nasal. Os pêlos no interior do nariz retém as partículas que entram junto com o ar. que são pregas horizontais na parede da laringe. Liga-se também com a laringe e com o esôfago. Caso não ocorra este desvio. Antes de ir para a laringe. Através das coanas está ligada com a cavidade do nariz e através das fauces.

.

fibras musculares. A traquéia bifurca-se na sua região inferior.5 de diâmetro e suas paredes são reforçadas por uma série de anéis de cartilagem que impedem que as paredes se colapsem. . direito e esquerdo. com várias ramificações. originando os brônquios Brônquios Fazem a ligação da traquéia com o pulmão e são constituídos de anéis incompletos de cartilagem. Se ramifica em dois brônquios principais. tecido fibroso. mucosa e glândulas.Traquéia A traquéia é um tubo de aproximadamente 12 cm de comprimento e 2.

.

órgão músculomembranoso que separa o tórax do abdômen. promovendo. presente apenas em mamíferos. Localizado logo acima do estômago. sendo envolvidos por uma membrana serosa denominada pleura. que separa o lobo superior do lobo médio. O conjunto altamente ramificado de bronquíolos é a árvore brônquica ou árvore respiratória. denominadas alvéolos pulmonares. O pulmão esquerdo é dividido em um lobo superior e um lobo inferior por uma fissura oblíqua. juntamente com os músculos intercostais. Divisão: Os pulmões apresentam características morfológicas diferentes. Anteriormente e inferiormente o lobo superior do pulmão esquerdo apresenta uma estrutura que representa resquícios do desenvolvimento embrionário do lobo médio. Nos pulmões os brônquios ramificam-se profusamente. o nervo frênico controla os movimentos do diafragma .Pulmões: Os pulmões humanos são órgãos esponjosos. Uma fissura obliqua que separa lobo inferior dos lobos médio e superior e uma fissura horizontal. dando origem a tubos cada vez mais finos. Diafragma: A base de cada pulmão apóia-se no diafragma. os bronquíolos. O pulmão direito apresenta-se constituído por três lobos divididos por duas fissuras. os movimentos respiratórios. a língula do pulmão. com aproximadamente 25 cm de comprimento. Cada bronquíolo termina em pequenas bolsas formadas por células epiteliais achatadas (tecido epitelial pavimentoso) recobertas por capilares sangüíneos.

.

FISIOLOGIA DA RESPIRAÇÃO .

que promove a entrada de ar nos pulmões. com conseqüente redução da pressão interna (em relação à externa). promovendo o elevamaumento da caixa torácica. O diafragma abaixa e as costelas elevam-se. dá-se pela contração da dámusculatura do diafragma e dos músculos intercostais.Ventilação pulmonar  inspiração. forçando o ar a entrar nos pulmões. . inspiração.

dá-se pelo relaxamento da musculatura do diafragma e dos músculos intercostais. O diafragma eleva-se e as costelas abaixam.A expiração. com conseqüente aumento da pressão interna. . o que diminui o volume da caixa torácica. forçando o ar a sair dos pulmões. que promove a saída de ar dos pulmões.

. enquanto o gás carbônico (CO2) é liberado para o ar (processo chamado hematose). onde se combina com a hemoglobina. proteína presente nas hemácias. Nos alvéolos pulmonares o gás oxigênio do ar difunde-se para os capilares sangüíneos e penetra nas hemácias. formando a oxi-hemoglobina. Cada molécula de hemoglobina combina-se com 4 moléculas de gás oxigênio.Transporte de gases respiratórios O transporte de gás oxigênio está a cargo da hemoglobina.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful