You are on page 1of 18

- PROVA - 2o ano - EM - UECE - 1a VG - Específica II e III - J@

COLÉGIO 7 DE SETEMBRO
FUNDADOR PROF. EDILSON BRASIL SOÁREZ

O Colégio que ensina o aluno a estudar

UECE 1a VG ESPECÍFICA II e III

2007 \ VEST SIMULADO 2o ANO \ 02.06.2007

2o Ano
Ensino Médio

Física
Luiz Fernando, Fábio Motta, Rodrigo Romero, Marcondes, Pedro Henrique e Milton Colares

Páginas 02 – 06

Química
Carlos Eugênio, Wagner Oliveira, Eudásio e Pedro

Páginas 07 – 12

Geografia
Fernandes, Marcílio, Roberto Sampaio, Franzé e Roberto Lima

Páginas 13 – 15

História
Monteiro Jr., Nélson Campos, Hermes e Isac

Páginas 16 – 18

Fortaleza, 02 de junho de 2007.

2

Vestibular Simulado
02/06/2007

2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III

o

Física
Luiz Fernando, Fábio Motta, Rodrigo Romero, Marcondes, Pedro Henrique e Milton Colares 01. Um bloco de massa igual a 10 kg está sobre uma mesa horizontal que apresenta coeficientes de atrito estático r de 0,25 e cinético 0,15. Aplica-se ao bloco uma força F de intensidade 20 N. Considerando a aceleração da gravidade local igual a 10 m/s2, descubra a intensidade da força de atrito entre o bloco e a mesa. a) 25 N b) 20 N c) 15 N d) 5 N 02. Um corpo de massa 5kg, desce, com velocidade constante, um plano inclinado cujo coeficiente de atrito de deslizamento é 3 . Qual deve ser o módulo da 3 r força F que, aplicada ao corpo paralelamente ao plano, conduz o corpo para cima com velocidade constante? (g = 10m/s2) a) 25 N b) c) d)

RASCUNHO

?

25 3 N 50 N 50 3 N

03. Um bloco (P) de 3kg é colocado sobre um bloco (H) de 5kg, conforme a figura. Para que (P) escorregue sobre (H), deve ser aplicada sobre (P) uma força horizontal superior a 21N. Supondo que a mesa seja lisa, determine a força horizontal máxima, que deve ser aplicada em (H) para que os blocos se movam juntos. a) b) c) d) 7N 15 N 56 N 63 N

r F

P H

04. Um objeto é lançado verticalmente para cima de tal forma que ele alcança metade de sua altura máxima com velocidade (v). Desprezando a resistência do ar e sendo (g) a aceleração da gravidade, suposta constante, a altura máxima será: a)
v2 4g 2v 2 g v2 2g v2 g

b)

c)

d)

Vestibular Simulado
2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III
o

3
02/06/2007

05. No STADE DE FRANCE, em Saint Denis, vizinhança de Paris, onde g = 10 m/s2, o goleiro Tafarel dá o tiro de meta e, 3 segundos depois, a bola cai a uma distância de 30 m. Desprezando a resistência do ar, a altura máxima alcançada pela bola, em relação ao gramado, é, aproximadamente: a) b) c) d) 45 m 15 m 22,5 m 11,25 m

RASCUNHO

?

06. O gráfico da figura mostra a variação da intensidade da força r F que atua sobre um corpo, paralelamente à sua trajetória, em função de seu espaço (x). Qual é o trabalho realizado pela força quando o corpo vai de x = 2 m para x = 6 m? a) b) c) d) 4J 6J 32 J 100 J F(N)
20

x(m) 10 07. Um bloco, preso a uma mola de constante elástica 20N/m oscila entre as posições Z(–2m) e L(+2m). Calcule o trabalho realizado pela força elástica no deslocamento de Z a L.

L Z

a) b) c) d)

zero 40 J – 40 J 160 J

−2

0

2

x(m)

08. Uma máquina consome a potência de 1000W e possui rendimento de 80%. O trabalho que ela realiza em 10s, em joules, vale: a) b) c) d) 8 x 102 8 x 103 1 x 103 1 x 104

09. Um objeto de 5 kg, inicialmente na posição S = 0, é acelerado a partir do repouso por uma força cuja variação em função da distância está mostrada no gráfico a seguir. Qual a velocidade do objeto na posição S = 6 m. F(N) a) 10 m/s 50 b) 20 m/s c) 30 m/s d) 250 m/s

4

6

S(m)

4

Vestibular Simulado
02/06/2007

2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III

o

10. No sistema da figura o motor elétrico estacionário (M) puxa um bloco de massa 500 kg com velocidade constante de 0,5 m/s sobre uma superfície horizontal, cujo coeficiente de atrito cinético é 0,1. Use g = 10 m/s2 e calcule a potência útil do motor. a) b) c) d) 180 J 180 W 250 W 250 J

RASCUNHO

?

m

M

11. Um corpo de 0,5 kg se move horizontalmente com velocidade escalar constante de 10 m/s, num plano sem atrito. Encontra uma rampa e sobe até a altura máxima de 3,6 m, onde pára para retornar. Só houve atrito a partir do ponto A, no início da subida da rampa. Qual foi o trabalho realizado pela força de atrito na subida da rampa? É dado g = 10 m/s2. a) b) c) d) 7J – 7J 18 J – 18 J
A

3,6m

12. Um carrinho de massa 100 g encontra-se encostado em uma mola de constante elástica 100 N/m comprimida de 10cm. Ao ser liberado, o carrinho sobe uma rampa até a altura máxima de 30 cm. Sendo g = 10 m/s2, qual o módulo da quantidade de energia mecânica dissipada no processo? a) b) c) d) 25000 J 4700 J 0,8 J 0,2 J

13. O gráfico abaixo representa a variação do módulo da força resultante que atua num corpo de massa 2,5 kg, cuja velocidade inicial é de 10 m/s. A força sempre é paralela e no sentido contrário ao da velocidade inicial. Calcule a velocidade do corpo no instante t = 2s. a) b) c) d) 2 m/s 4 m/s 6 m/s 8 m/s F(N)
20

2

t(s)

Vestibular Simulado
2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III
o

5
02/06/2007

14. Uma bola de borracha colide perpendicularmente com uma superfície rígida e fixa, em uma colisão perfeitamente elástica. No início da colisão, a quantidade de movimento ur da bola é Q . A quantidade de movimento da bola, logo após a colisão, é: ur Q a) 2 b) c) d)

RASCUNHO

?

ur Q −

ur −Q ur Q

2

15. Um asteróide, no espaço, está em repouso em relação a um determinado referencial. Num certo instante ele explode em três fragmentos. Dentre os esquemas representados, assinale o único que pode representar os vetores velocidades dos fragmentos do asteróide logo após a explosão, em relação ao referencial inicial.

a)

c)

b)

d)

16. Um projétil de massa 20 g é disparado perpendicularmente contra uma porta de madeira, de 8cm de espessura. O projétil atinge a porta com velocidade de 250 m/s e a abandona com 150 m/s. O módulo de impulso que o projétil recebeu ao atravessar a porta, em N . s, foi de: a) b) c) d) 2 100 2000 zero

17. Os dois corpos da figura de massas m Z = 4 kg e mL = 12 kg deslocam-se numa mesa perfeitamente lisa, com velocidades de módulos vZ = 8m/s e vL = 2 m/s. Sendo e = 0,3 o coeficiente de restituição do choque entre os corpos, determine as velocidades de Z e L após a colisão.
Z L

a) b) c) d)

v Z = 2,25 m/s e v L = 4,75 m/s v Z = 2,5 m/s e v L = 7,5 m/s v Z = 2 m/s e v L = 8 m/s v Z = 1,75 m/s e v L = 1,25 m/s

6

Vestibular Simulado
02/06/2007

2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III

o

18. Duas forças concorrentes, ortogonais, de módulos 6 N e 8 N, respectivamente, admitem resultante de intensidade: a) b) c) d) 14 N 10 N 7N 2N

RASCUNHO

?

19. O sistema representado na figura está em equilíbrio. Desprezam-se os atritos; as polias e os fios têm massas desprezíveis.

150N

A

Qual o peso do corpo A? a) 600 N b) 500 N c) 400 N d) 300 N

20. Querendo-se arrancar um prego com um martelo, conforme mostra a figura, qual das forças indicadas (todas elas de mesma intensidade) será mais eficiente? a) b) c) d) A B C D
B

C
D E

A

Vestibular Simulado
2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III
o

7
02/06/2007

Química
Carlos Eugênio, Wagner Oliveira, Eudásio e Pedro

1 H
3 1

Com massas atômicas referidas ao isótopo 12 do Carbono
IA

18 15
VA IV A 6

1,01

2
4

II A

13 B
5

III A

14 C

16 17
VI A 16,0 16 32,1 34

He
4,00 10 20,2 18

VIII A 2

Na Mg
23,0 19 39,1 37

6,94 11

Li

Be
9,01 12

10,8

K

Ca
40,1 38 87,6 56 137 88

24,3 20

3

Sc
45,0 39 88,9

III B 21

Rb Sr
85,5 55

Y

91,2

Zr
72 179

47,9 40

Ti

IV B 22

4

Nb Mo Tc Ta
181 105 92,9 73 96,0 74 184 106

50,9 41

V

VB 23

5

Cr

VI B 24

6

52,0 42

Mn Fe
54,9 43 55,8 44 101 76 (99) 75 186 107

VII B 25

7

VIII B 26

8

Co
58,9 45 103 77

VIII 27

9

10

Ni
106 78

VIII 28

11
29 63,5 47

IB

12
65,4 48 112 80

Ru Rh
190 108 192 109

Pd Pt
195 110

58,7 46

Cu
108 79

Zn Ga Ge In
115 81 69,7 49 72,6 50 119 82

II B 30

27,0 31

Al

13

12,0 14 28,1 32

Si

14,0 15

N P

7

O S

8

19,0

F

VII A 9

Ne Ar
83,8 54 131 86

Cl

17

As
74,9 51

31,0 33

Se Te Po
(210) 128 84 79,0 52

Br
127 85

35,5 35 79,9 53

Kr Xe Rn
(222)

39,9 36

Ag Cd Au Hg
197 111 201 112

Sn Sb Pb
207 122 83 209

I

Cs
133 87 (223)

Ba Ra
(226)

57-71

Hf Rf
104

W

Re Os Bh Hs

Ir

204

Tl

Bi

At

(210)

Fr

89-103
Série dos Actinídeos

Db

Sg

Mt Uun Uuu Uub

Série dos Lantanídeos
Número Atômico

La
139

57

140

Ce Pr

58

59

141

Nd Pm Sm Eu
144 (147) 150 152

60

61

62

63

Gd Tb
157 159

64

65

Dy
163

66

Ho Er
165 167

67

68

Tm Yb
169 173

69

70

Lu
175

71

Símbolo
Massa Atômica ( ) = N o de massa do isótopo mais estável

Série dos Actinídeos Ac Th
(227) 232 89 90 (231)

Pa

91

238

U

92

Np Pu Am Cm Bk
(237) (242) (243) (247)

93

94

95

96

97

(247)

Cf

98

(251)

Es Fm Md No
(254) (253) (256)

99

100

101

102

(257)

Lr

103

01. Baseando-se na equação 2 NO2(g) + O 3(g) → N2O5(g) + O 2(g) e nos diagramas a seguir, que representam a mistura reagente e também duas situações alternativas para os produtos de reação [diagramas (I) e (II)], RASCUNHO

?

pode-se afirmar que o produto da reação para a mistura reagente acima é corretamente representado por a) b) c) d) II, em que NO2 é o reagente limitante. I, em que NO2 é o reagente limitante. II, em que O 3 é o reagente limitante. I, em que O 3 é o reagente limitante.

8

Vestibular Simulado
02/06/2007

2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III

o

02. Coletou-se água no rio Tietê, na cidade de São Paulo. Para oxidar completamente toda a matéria orgânica contida em 1,00L dessa amostra, microorganismos consumiram 48,0mg de oxigênio(O2). Admitindo que a matéria orgânica possa ser representada por C 6H10O5 e sabendo que sua oxidação completa produz CO 2 e H2O, qual a massa da matéria orgânica por litro da água do rio? (Dados: H = 1, C =12 e O = 16.) a) b) c) d) 20,5 mg. 40,5 mg. 80,0 mg. 160 mg.

RASCUNHO

?

03. A massa de sulfato de cálcio obtida, quando se trata 185g de hidróxido de cálcio contendo 40% de impurezas, por excesso de solução de ácido sulfúrico, é de: (Massas atômicas: Ca = 40; S = 32; O = 16; H = 1) a) b) c) d) 204 g 136 g 36 g 111 g

04. Estanho e iodo reagem quantitativamente formando um produto, cuja fórmula pode ser determinada reagindo-se quantidades conhecidas de iodo (dissolvido em um solvente) com excesso de estanho e determinando-se a massa do metal remanescente após a reação. Os resultados de uma experiência foram: massa de iodo utilizado: 5,08 g massa inicial de estanho: 4,18 g massa final de estanho: 3,00 g Dadas as massas molares, em g/mol, Sn=118 e I=127, pode-se concluir que a fórmula mínima do composto obtido é a) b) c) d) SnI. SnI2. SnI3. SnI4.

05. Um fertilizante obtido industrialmente apresenta compostos dos elementos nitrogênio, fósforo e potássio. O teor de nitrogênio é geralmente expresso em NH3. Um saco de 17kg desse fertilizante contém 10%, em massa, de amônia. A massa de nitrogênio contida no saco é: Massas Molares (g/mol) H=1 N = 14 a) b) c) d) 1,0 kg 1,4 kg 1,7 kg 2,8 kg

Vestibular Simulado
2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III
o

EBS

02/06/2007

19 9

06. Dentre os seguintes materiais: I. Maionese II. Iogurte III. Azeite de oliva IV. Refrigerante Podem ser classificados como dispersões coloidais: a) I e II b) I e III c) II e III d) II e IV

RASCUNHO

?

07. Considere o quadro a seguir:
Propriedade Natureza da molécula Efeito da gravidade Uniformidade Separabilidade Dispersão A Átomos, íons ou pequenas moléculas Não sedimenta Homogênea Não pode ser separada por filtração Dispersão B Macromoléculas ou grupo de moléculas Não sedimenta Não tão homogênea Pode ser separada somente por membranas especiais Dispersão C Partículas visíveis a olho nu Sedimenta rapidamente Heterogênea Pode ser separada por papel de filtro

Logo, podemos afirmar que: a) A = solução verdadeira; B = suspensão; C = solução coloidal. b) A = suspensão; B = solução coloidal; C = solução verdadeira. c) A = solução verdadeira; B = solução coloidal; C = suspensão. d) A = solução coloidal; B = suspensão; C = solução verdadeira. 08. Assinale a alternativa correta. A solubilidade de uma substância é: a) A quantidade de substância que pode ser dissolvida em 1.000L de água. b) A quantidade mínima dessa substância que pode ser dissolvida em certa massa de solvente (normalmente 100g) a uma temperatura e pressão especificadas. c) A quantidade máxima dessa substância que pode ser dissolvida em certa massa de solvente (normalmente 100g) a uma temperatura e pressão especificadas. d) Qualquer quantidade dessa substância que pode ser dissolvida em 1.000g de solvente sem considerar temperatura e pressão. 09. O coeficiente de solubilidade de um sal é de 40g por 100g de água a 80°C. A massa em gramas desse sal, nessa temperatura, necessária para saturar 70g de água é: a) 28 c) 36 b) 18 d) 40 10. A 30°C a solubilidade do nitrato de prata em água é de 3.000g por quilograma de água. Adicionando-se, a 30°C, 2.000g desse sal a 500g de água, agita-se vigorosamente e depois filtra-se. Qual a massa da solução saturada obtida? a) 1.000g c) 2.000g b) 1.500g d) 2.500g

10

Vestibular Simulado
02/06/2007

2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III

o

11. A molécula que apresenta a menor cadeia alifática, insaturada e que contém um carbono quaternário é: a) b) c) d) C6H12 C5H12 C2H4 C5H10

RASCUNHO

?

12. Considere o composto ao lado: Sua nomenclatura oficial é: a) 1,2-etil-3-propil-benzeno. b) 1,2-dimetil-3-propil-benzeno. c) 1-propil-2,3-dimentil-bezeno. d) o-dimetil-m-propil-benzeno.

CH3 CH3 CH2 CH2 CH3

13. De acordo com a IUPAC, o nome correto do “isopreno”, o monômero básico dos polímeros, é:
CH3

a) b) c) d)

4-metil-buta-1,3-dieno. 2-metileno-buta-1,3-dieno. 4-vinil-pent-1-eno. 2-metil-buta-1,3-dieno.

14. A zingerona é o componente odorífero e picante do gengibre. Marque a alternativa que representa corretamente a sua fórmula molecular.
O H3C O HO CH3

a) b) c) d)

C11H14O3 C12H15O3 C11H13O2 C10H11O3

15. A nomenclatura dos compostos orgânicos ainda conserva muitos nomes anteriores à elaboração das regras sistemáticas da IUPAC. São, em geral, nomes alusivos à origem das substâncias. Quando se utilizam nomes diferentes dos propostos pelas regras sistemáticas da IUPAC para designar um composto, diz-se que se está empregando a nomenclatura usual ou trivial. Assinale a alternativa na qual estão escritos corretamente os nomes usuais dos compostos I e II respectivamente.
CH3 CH3

CH3 I II

a) b) c) d)

Tolueno e m-xileno. Xileno e p-tolueno. P-xileno e m-xileno. Tolueno e o-xileno.

Vestibular Simulado
2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III
o

11
02/06/2007

16. Sobre o composto, cuja fórmula estrutural é dada abaixo, fazem-se as afirmações:
CH3 H3C CH CH C CH2 CH2 CH CH3 CH3 CH3

RASCUNHO

?

I. II.

É um alceno. Possui três ramificações diferentes entre si, ligadas à cadeia principal. III. Apesar de ter fórmula molecular C11H22, não é um hidrocarboneto. IV. Possui no total quatro carbonos terciários. São corretas: a) I e IV, somente. b) I, II, III e IV. c) II e III, somente. d) II e IV, somente.

17. Uma solução de cloreto de sódio foi adicionado um cristal desse sal e verificou-se que este não se dissolveu, provocando, ainda, a formação de um precipitado com uma massa maior do que o cristal adicionado. Pode-se afirmar que a solução original era: a) b) c) d) estável. diluída. saturada. supersaturada.

18. O gráfico seguinte dá a solubilidade em água do açúcar de cana em função da temperatura.

Adicionou-se açúcar a 100g de água a 50ºC até não mais o açúcar se dissolver. Filtrou-se a solução. O filtrado foi deixado esfriar até 20ºC. Qual a massa aproximada de açúcar que precipitou(restou insolúvel)? a) b) c) d) 100g 80g 50g 30g

12

Vestibular Simulado
02/06/2007

2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III

o

19. Observe a figura abaixo, que representa a solubilidade, em g por 100g de H2O, de 3 sais inorgânicos em determinada faixa de temperatura.

Assinale a afirmativa correta: a) A solubilidade dos 3 sais aumenta com a temperatura. b) O aumento de temperatura favorece a solubilização do Li2SO4. c) A solubilidade do KI é maior que as solubilidades dos demais sais, na faixa de temperatura dada. d) A solubilidade do NaCl varia com a temperatura.

20. Quais as soluções aquosas, contendo uma única substância dissolvida, que podem apresentar corpo de fundo dessa substância após o equilíbrio? a) saturadas e supersaturadas. b) somente as saturadas. c) insaturadas diluídas. d) somente as supersaturadas.

Vestibular Simulado
2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III
o

13
02/06/2007

Geografia
Fernandes, Marcílio, Roberto Sampaio, Franzé e Roberto Lima 01. Tratando-se da estrutura geológica do Brasil, todas as afirmações abaixo são verdadeiras, EXCETO: a) recursos naturais como petróleo, gás natural e carvão mineral ocorrem nos escudos cristalinos b) as grandes estruturas do país são formadas por escudos cristalinos e por bacias sedimentares. c) as grandes reservas de recursos minerais fósseis se localizam em rochas porosas das bacias e coberturas sedimentares d) a maior parte do território brasileiro é formado por rochas que compõem extensas bacias sedimentares. 02. Analise o quadro abaixo.
Estrutura Geológica 1. Escudos Cristalinos 2. _ _ _ _ (II) _ _ _ _ 3. Dobramentos Modernos Idade de Formação 1. Pré-Cambriana 2. Paleozóica-Mesozóica 3. _ _ _ (III) _ _ _ Recursos Mineralógicos 1. Rico em _ _ _ _ (I) _ _ _ _ 2. Rico em minerais fósseis 3. Minerais em formação Composição geológica do Brasil 1. 36% 2. 64% 3. 00%

04. A Bacia Platina é constituída por três rios principais: Paraná, Paraguai e Uruguai, com seus respectivos afluentes. Constituem características geográficas principais desta bacia: a) situar-se exclusivamente em território brasileiro e sob condições de semi-aridez climática. b) possuir uma das menores extensões territoriais no Brasil e ocupar grande parte da Floresta Amazônica. c) elevado potencial hidrelétrico e uso hidroviário para o transporte de produção agrícola. d) rios de regime sazonal e de drenagem intermitente. 05. O mapa abaixo representa as áreas de abrangência das principais bacias hidrográficas brasileiras, numeradas de I a VII.

Assinale a opção que preencha corretamente as lacunas equivalentes aos respectivos numerais I, II e III. a) I – minerais metálicos; II – Bacias Sedimentares e III – Era Cenozóica. b) I – minerais orgânicos; II – Maciços Antigos e III – Era Pré-Arqueozóica. c) I – minerais metálicos; II – Bacias Sedimentares e III – Era Proterozóica. d) I – Minerais orgânicos; II – Maciços Sedimentares e III – Era Arqueozóica. 03. Sobre as características gerais da rede hidrográfica brasileira, é INCORRETO afirmar: a) Predominância de rios endorréicos com foz do tipo delta, com exceção dos rios Parnaíba e Amazonas. b) O Brasil é rico em rios, mas pobre em lagos tectônicos, devido a ausência de depressão absoluta. c) Todos os rios brasileiros possuem regime pluvial, com exceção do Rio Amazonas (Regime plúvio-nival). d) Considerando os rios de grande porte, há uma predominância no Brasil de rios perenes, com exceção dos rios que nascem no semi-árido nordestino, que possuem rios temporários ou intermitentes.

Assinale a alternativa que indica corretamente as bacias hidrográficas do Tocantins, Platina e do São Francisco, respectivamente, conforme os espaços numerados no mapa. a) I – II – III. c) II – III – IV. b) I – III – V. d) II – VII – V. 06. Considere as afirmativas abaixo: I. Criou uma grande disponibilidade de mão-de-obra imigrante, mais tarde transformou-se em mercado consumidor. II. Gerou o capital necessário para implantação de indústrias. III. Implantou toda a infra-estrutura necessária ao impulso da atividade industrial. IV. Implantou um sistema bancário. Tais afirmativas serão verdadeiras quando aplicadas: a) Na herança histórica do ciclo da cana-de-açúcar para o desenvolvimento industrial de São Paulo. b) Na herança histórica do ciclo do café para o desenvolvimento industrial do Brasil. c) Nas causas do domínio da aristocracia da cana-deaçúcar na Zona da Mata nordestina. d) Nas causas da concentração industrial no Nordeste brasileiro, provocado pelo ciclo da cana-de-açúcar.

14

Vestibular Simulado
02/06/2007

2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III

o

07. Leia e em seguida complete o raciocínio do texto abaixo. “O conceito de modernização assumiu formas e ideologias muito diferenciadas em dois momentos distintos da História do Brasil. Na era Vargas, modernizar era sinônimo de ________________. No período que se iniciou com o governo Collor e se materializou na era FHC, desenvolver passou a ser sinônimo de _________________”.
(Adaptado por Franze Oliveira da revista Ciência Hoje, vol. 19, nº 14, outubro/1995)

Assinale a alternativa com os termos mais adequados – respectivamente – para completar corretamente o texto acima referente a dois momentos distintos do desenvolvimento do capitalismo industrial no Brasil, quando o país foi governado, em um momento por Getúlio Vargas e, em outro, iniciado por Fernando Collor de Melo e dado continuidade no governo Fernando Henrique Cardoso. a) internacionalizar e estatizar. b) estatizar e privatizar. c) privatizar e estatizar. d) internacionalizar e privatizar. 08. Durante o governo de Juscelino Kubitschek houve um considerável avanço industrial, através da entrada de capital estrangeiro, obtenção de empréstimos e incentivo à instalação de empresas internacionais. O progresso econômico obtido nessa época foi responsável pela (o): a) redução do papel do Estado brasileiro na economia, com a extinção de empresas estatais deficitárias. b) ocupação desordenada da região Norte, através da instalação de agroindústrias internacionais. c) fortalecimento da concentração de riquezas na região Sudeste, aumentando os desequilíbrios regionais. d) ampliação do mercado consumidor interno do país e diminuição da concentração de renda. 09. Com o fim da Ditadura Militar no Brasil em 1985, os governos adotaram uma política semelhante. Sobre essa política em comum aos governos pós-ditadura, é correto afirmar que ocorreu: a) adoção de uma política protecionista da indústria nacional, baseada na redução das taxas de exportação. b) adoção de uma política de abertura para as importações de bens industrializados, modernizadora do parque industrial nacional e reduzindo o desemprego no país. c) adoção de uma política neoliberal, baseada em privatização e abertura da economia nacional para o capital externo. d) adoção de uma política de estatização do parque industrial, com o objetivo de modernizadora da indústria nacional.

10. Sobre crise da energia elétrica e a ameaça de racionamento de 2000, é correto afirmar que: a) A crise decorreu, unicamente, da escassez de chuvas nas cabeceiras dos rios que alimentam as grandes barragens. b) A crise do abastecimento de energia elétrica tem relação direta com o aumento do consumo (residencial e industrial) e aos baixos investimentos no setor elétrico. c) A crise foi solucionada através da auto-suficiência na produção de petróleo do país, e a instalação de termoelétricas no nordeste. d) A crise do abastecimento de energia tem maior gravidade no Nordeste, devido a maior concentração industrial e as condições climáticas semi-áridas que impossibilitam a construção de novas hidrelétricas. 11. Sobre as conseqüências do Proálcool (agricultura energética) é incorreto afirmar que: a) houve a substituição da lavoura de subsistência pela monocultura de cana-de-açúcar. b) ampliou o número de trabalhadores diaristas no meio rural (bóias-frias) e o êxodo rural. c) transformou os pequenos e médios agricultores em fornecedores de matéria-prima para usineiros. d) houve uma melhor distribuição de terras no meio rural brasileiro e valorização da agricultura familiar. 12. Em usinas hidrelétricas, a queda d' água move turbinas que acionam geradores. Em usinas eólicas, os geradores são acionados por hélices movidas pelo vento. Na conversão direta solar-elétrica são células fotovoltaicas que produzem tensão elétrica. Além de todos produzirem eletricidade, esses processos têm em comum o fato de a) não provocarem impacto ambiental. b) a energia gerada poder ser armazenada. c) utilizarem fontes de energia renováveis. d) dependerem das reservas de combustíveis fósseis.

13. Os depósitos de xisto betuminoso são explorados como recurso mineral em várias partes do mundo. Sobre estes depósitos, é correto afirmar que se trata de rochas: a) de elevada dureza, sendo bastante usadas como rochas ornamentais. b) formadas através do resfriamento do magma, sendo utilizadas como brita. c) formadas sob forte pressão e seus depósitos são explorados para a fabricação do aço. d) ricas em matéria orgânica, sendo aproveitadas na obtenção de combustível. 14. Sobre a questão agrária brasileira, é correto afirmar: a) os grandes proprietários monopolizam a maioria das propriedades rurais, estando todas elas exploradas de forma intensiva. b) os pequenos proprietários de terras agrícolas possuem áreas suficientes para permitir vida decente e boa alimentação a suas famílias. c) com a expansão do capitalismo no campo, os grandes proprietários passaram a investir na agricultura para o mercado interno. d) os conflitos pela terra no Brasil estão relacionados com o processo da concentração fundiária.

Vestibular Simulado
2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III
o

15
02/06/2007

15. A partir de 1970, surgiram novas culturas no espaço agrário brasileiro, como, por exemplo, a soja. Sobre esse produto, assinale a alternativa correta. a) Cultura produzida em escala familiar utilizando muita mão-de-obra. b) Cultura de subsistência, produzida, principalmente, na região Centro-Oeste do país. c) Cultura produzida em pequenas propriedades e, principalmente, para o mercado interno. d) Cultura produzida por grandes empresas rurais e destinada, principalmente, ao mercado externo. 16. Indique a alternativa que denota uma das conseqüências – da modernização por que tem passado o espaço rural brasileiro: a) aperfeiçoamento das técnicas de cultivo, o que tem contribuído para ampliar a oferta de emprego permanente no meio rural. b) aperfeiçoamento tecnológico da agricultura que se tem traduzido em melhores condições alimentares e de vida para os pequenos camponeses. c) valorização a agricultura familiar em detrimento da agricultura patronal. d) aumento da produtividade e no número de trabalhadores temporários (bóias-frias) no campo. 17. Ao lermos o poeta Patativa do Assaré, sentimos a expressão do povo por desejo de bem-estar social. ESTA TERRA E DESMEDIDA E DEVIA SÊ COMUM, DEVIA SER REPARTIDA UM TACO PARA CADA UM, MODE MORÁ SOSSEAGADO EU JÁ TENHO MAGINADO QUE A BAXA, O SERTÃO E A SERRA DEVIA SÊ COISA NOSSA; QUEM NÃO TRABAIA NA ROÇA, QUE DIABO É QUE QUÉ COM A TERRA?" Marque a opção que melhor sintetiza esses versos: a) a falta de assistência ao trabalhador rural. b) a necessidade de uma reforma agrária. c) a classificação das unidades fisiográficas (naturais) do território cearense. d) a baixa produtividade da terra agrícola. 18. Leia com atenção as definições elaboradas pelo Estatuto da Terra. I. “...imóvel rural que, direta e pessoalmente explorado pelo agricultor e sua família, lhes absorva toda força de trabalho, garantindo-lhes a subsistência e progresso social e econômico”. II. “...uma unidade de medida expressa em hectares, que busca exprimir a interdependência entre a dimensão, a situação geográfica e a forma e as condições do seu aproveitamento econômico”. Essas definições fazem referência, respectivamente, a definição de a) Propriedade familiar e módulo rural. b) Módulo rural e propriedade familiar. c) Empresa rural e módulo rural. d) Propriedade familiar e hectare rural.

19. Considere as afirmativas. I. II. III. IV. V. Baixa carga tributária; Protecionismo e fortes subsídios dos países ricos; Alto custo dos transportes; Grandes de incentivos às cooperativas; Grande oferta de energia elétrica no meio rural.

Assinale apenas as afirmativas responsáveis pelo estrangulamento das exportações de produtos agrícolas no Brasil. a) I e II. b) II e III. c) III e IV. d) IV e V. 20. Sobre o panorama do setor agropecuário no Brasil, é INCORRETO afirmar que: a) A pecuária extensiva (criação com baixa produtividade, animais desnutridos) desenvolve-se nos cinturões verdes e bacias leiteiras - vale do Paraíba (SP) e sul de Minas Gerais. b) Política agrícola de valorização dos produtos para exportação (principalmente de 1950 a1980), sendo os principais produtos valorizados: soja, café, açúcar, suco de laranja, castanha de caju etc. c) Historicamente houve uma desvalorização dos produtos destinados ao mercado interno, como: feijão, mandioca, milho, arroz etc. d) No Brasil há um predomínio da criação semiextensiva, com animais vacinados, com boas condições de nutrição e pastagem cultivada.

16

Vestibular Simulado
02/06/2007

2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III

o

História
Monteiro Jr., Nélson Campos, Hermes e Isac 01. No séc. XVII a revolta de Manuel Beckman, no séc. XVIII as Guerras dos Emboabas e dos Mascates, bem como a sedição de Felipe dos Santos apresentaram, em comum, o fato de: a) Tentavam anular a ação desenvolvida pelo sistema de cooperação das Companhias Privilegiadas de Comércio. b) Tinham como finalidade promover a independência de núcleos regionais, com a valorização da unidade nacional. c) Pleiteavam mudanças, embora não oferecessem um plano visando à separação política de Portugal. d) Pretendiam estabelecer medidas reformistas, a fim de criar novas condições sociais mais independentes da influência portuguesa. 02. Sobre os fatores que desencadearam a chamada Revolta dos Mascates podemos assinalar corretamente: a) Expressou um forte sentimento de libertação do colonialismo, com base no comércio internacional e no livre fluxo de idéias. b) Mais que um sentimento nativista, expressou um conflito entre comerciantes e senhores de engenho da região pernambucana. c) Assinalou a primeira tentativa de revolta urbana de escravos no Brasil, chegando a tomar a cidade do Recife durante três meses. d) Contra os comerciantes de Recife toda a população, incluindo escravos e homens livres pobres, se revoltou tendo em vista os altos preços do pão e dos produtos de primeira necessidade. 03. Nos movimentos considerados como nativistas, podemos considerar: a) O caráter nacional de que se revestiram como efeito da falta de articulação entre as áreas produtoras dominadas pelos setores de consumo externo. b) Conflito entre produtores e comerciantes, como resultado de contradições mais graves dentro da estrutura econômica e como repercussão na estrutura jurídico - política colonial. c) A ausência de um projeto de separação política de Portugal, substituído por reformas setoriais para atender as necessidades locais. d) A busca de legitimação de medidas tomadas pelos setores contestatários, enviando representantes ao centro das decisões políticas em Lisboa, não aceitando intervenções de representantes do poder absolutista. 04. A Revolta de Felipe dos Santos, em Vila Rica, foi provocada: a) Pelo aumento do preço do açúcar e falta de navios para o seu embarque. b) Pelo aumento do fiscalismo e criação das Casas de Fundição. c) Pelo aumento do preço das mercadorias e pela criação da capitania de minas Gerais. d) Pela presença dos portugueses nos altos cargos públicos coloniais. 05. Analisando o governo de Pombal , podemos destacar como principais objetivos: a) Fortalecer o poder absolutista do rei, modernizar Portugal e retirar Portugal da dependência econômica inglesa. b) Extinguir o sistema mercantilista e promover o liberalismo econômico entre colônia e metrópole. c) Objetivava fortalecer o Estado português defendendo os interesses dos nobres e aceitando a interferência da Igreja nos assuntos do Estado. d) Reproduzir na política econômica portuguesa as diretrizes do comércio inglês e fortalecer o pacto colonial, controlando melhor o comércio metrópole colônia . 06. Sobre o período da mineração no Brasil, analise as proposições abaixo: I. A exploração do ouro deu origem a uma sociedade ruralizada e fortemente hierarquizada. II. A mineração permitiu o aparecimento de um mercado interno que interligou diversas regiões do Brasil colonial. III. Portugal recorreu ao ouro brasileiro para pagar suas dívidas junto à Inglaterra, em decorrência do Tratado de Methuen. Pode-se afirmar que: a) todas as proposições são verdadeiras; b) apenas as proposições I e II são verdadeiras; c) apenas as proposições II e III são verdadeiras; d) apenas a proposição I é verdadeira. 07. O Tratado de Methuen teve a seguinte repercussão na economia portuguesa: a) rompeu de forma definitiva a dependência da economia portuguesa em relação à Inglaterra; b) abriu a possibilidade de desenvolvimento de manufaturas diversas em Portugal e também em suas colônias; c) prejudicou a produção agrícola da Inglaterra, comprometendo também a das Treze Colônias Inglesas na América; d) impossibilitou o desenvolvimento de manufaturas em Portugal, tornando-o mais dependente da Inglaterra. 08. Se o volume de importações da economia mineradora foi inferior ao da economia açucareira, conclui-se que: a) a renda da zona da mineração estava mais concentrada do que na zona açucareira; b) o valor da produção açucareira gerava mais renda para o consumo; c) havia na mineração um fluxo de renda interno maior do que na lavoura canavieira; d) a zona de plantio da cana-de-açucar ficava mais próxima dos centros fornecedores europeus;

Vestibular Simulado
2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III
o

17
02/06/2007

09. O sonho do "Eldorado" perseguia os colonos portugueses. A descoberta das minas de ouro aparecia como salvação para as dificuldades gerais que enfretava Portugal. Sobre o período de maior exploração do ouro, século XVIII, podemos afirmar que: 1. A corrida para a mineração atraiu muita gente, mas a população negra predominava sobre a branca na região mineira. 2. A mineração levou ao povoamento de um imenso território, antes desabitado. 3. A Intendência das Minas foi criada para fiscalizar os produtores de ouro e também financiar as suas empresas. 4. O apogeu da produção do ouro foi importante para que Portugal pagasse suas dívidas e equilibrasse de vez sua economia. Assinale a opção correta: a) as proposições 1, 2 e 4 são verdadeiras; b) as proposições 2, 3 e 4 são verdadeiras; c) as proposições 3, 4 e 5 são verdadeiras; d) as proposições 1, 4 e 5 são verdadeiras;

12. No século XVIII, alguns monarcas europeus conciliaram as teorias iluministas com as práticas absolutistas de governo. O “Despotismo Esclarecido”, como foi chamada essa forma de governar, deu início às a) mudanças que eliminaram a intervenção do Estado na economia, permitindo total liberdade à iniciativa privada. b) reformas que tentaram adequar as estruturas econômicas dos respectivos Estados à ordem liberal burguesa em ascensão. c) práticas colonialistas que transformaram as estruturas econômicas, com base no desenvolvimento manufatureiro. d) medidas econômicas que ampliaram a participação da aristocracia na relação entre metrópoles e colônias. 13. Identifique, nas sentenças a seguir citadas, aquela que expressa o pensamento de Montesquieu: a) “É uma verdade eterna: qualquer pessoa que tenha o poder, tende a abusar dele. Para que não haja abuso, é preciso organizar as coisas de maneira que o poder seja contido pelo poder”. b) “(...) é preciso (...) encontrar uma forma de associação que defenda e proteja a pessoa e os bens de cada associação, de qualquer força comum, e pela qual, cada um, não obedeça senão a si mesmo, ficando assim tão livre quanto antes.” c) “O Estado está obrigado a proporcionar trabalho ao cidadão capaz, e ajuda e proteção aos incapacitados. Não se pode obter tais resultados a não ser por um Poder Democrático.” d) “A única maneira de erigir-se um poder, capaz de defendê-los contra a invasão e danos infligidos, uns contra os outros (...) consiste em conferir todo o poder e força a um só homem.” 14. Sobre o lluminismo, é correto afirmar que: a) defendia a doutrina de que a soberania do Estado absolutista garantiria os direitos individuais e eliminaria os resquícios feudais ainda existentes . b) propunha a criação de monopólios estatais e a manutenção da balança de comércio favorável, para assegurar o direito de propriedade. c) criticava o mercantilismo, a limitação ao direito à propriedade privada, o absolutismo e a desigualdade de direitos e deveres entre os indivíduos. d) acreditava na prática do entesouramento como meio adequado para eliminar as desigualdades sociais e garantir as liberdades individuais. 15. Um fator que contribuiu decisivamente para o processo de industrialização na Inglaterra do século XVIII foi a) a acumulação de capital resultante da exploração colonial praticada pela Inglaterra através do comércio. b) a concorrência tecnológica entre ingleses e americanos, que estimulou o desenvolvimento econômico. c) a expulsão das tropas napoleônicas do território inglês, que uniu os interesses nacionais em torno de um esforço de desenvolvimento. d) o movimento ludista na Inglaterra com a destruição das máquinas consideradas obsoletas, ao incentivar a invenção de novas máquinas.

10. A descoberta de metais preciosos e ouro transformou o caráter da colonização brasileira, interiorizando-a. Para garantir e tomar posse destas novas riquezas, os governantes portugueses procuraram: a) deixar os colonos livres para procurar os metais conforme lhes conviesse, procurando cobrar os impostos apenas nos portos do Rio de Janeiro e Santos; b) cercar a área mineira de mecanismos para impedir o acesso de estrangeiros e aventureiros de toda parte, garantir um rígido controle fiscal e combater o contrabando, criando um verdadeiro Estado dentro da colônia; c) superar os impasses políticos e econômicos que impediam o controle mais eficaz da metrópole sobre as minas, através de concessão de privilégios a empresas mineradoras inglesas; d) criar um novo Vice-Reinado, com o objetivo de eliminar o trabalho escravo, prejudicial na atividade mineradora, e estimular a transferência de colonos com suas famílias através de concessão de um lote de terra para a produção de gêneros de subsistência. 11. Adam Smith, em "A Riqueza das Nações", assentou as bases do liberalismo econômico, cujos princípios são: a) igualitarismo, criação dos falanstérios, fazendas coletivas agro-industriais e liberdade de comércio. b) colônias autogeridas, erradicação do Estado, maisvalia e autogestão industrial. c) capitalismo comercial, absolutismo, metalismo e intervenção do Estado na economia. d) respeito às leis naturais da economia, liberdade de contrato de trabalho e liberdade de comércio e produção.

18

Vestibular Simulado
02/06/2007

2 Ano – Ensino Médio – 1a VG – UECE – ESPECÍFICA II e III

o

16. Já se observou que, enquanto a arquitetura medieval prega a humildade cristã, a arquitetura clássica e a do Renascimento proclamam a dignidade do homem. Sobre esse contraste pode-se afirmar que: a) Correspondente, em termos de visão de mundo, ao que se conhece como teocentrismo e antropocentrismo; Aparece no conjunto das artes plásticas, mas não nas demais atividades culturais e religiosas decorrentes do humanismo; Surge também em todas as demais atividades artísticas, exprimindo as mudanças culturais promovidas pela escolástica; Corresponde a uma mudança de estilo na arquitetura, sem que a arte medieval como um todo tenha sido abandonada no Renascimento;

b)

19. Nascido na Itália, o Renascimento "movimento intelectual, científico, artístico e literário" espalhou-se pela Europa, mas de forma desigual. Considere as seguintes afirmações a respeito desse movimento. I. A arte renascentista tinha como característica principal a exploração dos motivos religiosos, recebendo, dessa maneira, o apoio do clero e dos mecenas. II. O Renascimento foi um movimento que valorizou o antropocentrismo, o hedonismo, o racionalismo, o individualismo e o naturalismo. No plano político, sua principal conseqüência foi contribuir para o advento do Absolutismo, ao laicizar a sociedade e revalorizar o Direito Romano.

c)

III.

d)

IV. O combate central das idéias renascentistas residiu na defesa das concepções de mundo baseadas no teocentrismo e na escolástica, então emergentes. V. A Itália acumulou maior quantidade de capital e alcançou desenvolvimento comercial e urbano invejável, gerando excedentes econômicos para se investir em obras de arte.

17. O Renascimento, movimento cultural com origem na Itália, e o Humanismo, no princípio da Idade Moderna, tiveram repercussão social de caráter _________. Ao representarem as relações do homem com Deus e com a natureza, as obras renascentistas caracterizaram- se pelo _________, ao passo que a renovação científica do período criou uma nova imagem do universo físico, marcada pelo _________. a) b) c) d) elitista – teocentrismo – heliocentrismo popular – antropocentrismo – heliocentrismo popular – teocentrismo – geocentrismo elitista – antropocentrismo – heliocentrismo

Está correto apenas o contido em: a) I, II , III b) I, IV , V c) II, III, IV d) II, III ,V 20. Sobre o Iluminismo e o Renascimento, assinale a alternativa correta: a) Os iluministas combatiam o absolutismo real e o mercantilismo, uma vez que tais estruturas não atendem mais os interesses da burguesia. b) Ambos os movimentos foram apoiados pela burguesia que conseguiram suprimir toda a influência da Igreja Católica. c) O racionalismo foi uma herança iluminista trazida para o Renascimento, contrapondo as concepções medievais. d) O mecenato foi importantíssimo para o desenvolvimento renascentista e iluminista, uma vez que foi uma prática exclusivamente burguesa.

18. O Renascimento, amplo movimento artístico, literário e científico, expandiu-se da Península Itálica por quase toda a Europa, provocando transformações na sociedade. Sobre o tema, é correto afirmar: a) b) O racionalismo renascentista reforçou o princípio da autoridade da ciência teológica e da tradição medieval. Houve o resgate, pelos intelectuais renascentistas, dos ideais medievais ligados aos dogmas do catolicismo, sobretudo da concepção teocêntrica de mundo. O humanismo pregou a determinação das ações humanas pelo divino e negou que o homem tivesse a capacidade de agir sobre o mundo, transformando-o de acordo com sua vontade e interesse. Os estudiosos do período buscaram apoio na observação, no método experimental e na reflexão racional, valorizando a natureza e o ser humano.

c)

d)