Antologia de textos da Índia: O Dhamapada budista

http://indianidades.blogspot.com/2008/04/o-dhamapada-budista.html

Compartilhar

Denunciar abuso

Próximo blog»

Criar um blog

Login

O Dhamapada budista
Por Max Muller em L.Yutang Sabedoria de Índia e China (1957) Pongetti: Rio de Janeiro

1o Capítulo: Versos Gêmeos Tudo o que somos é o resultado daquilo que pensamos: funda-se em nossos pensamentos, é feito de nossos pensamentos. Se um homem fala ou age com um mau pensamento, o sofrimento o segue, assim como a roda segue o d boi que puxa o carro. Tudo o que somos é o resultado daquilo que pensamos: funda-se em nossos pensamentos, é feito de nossos pensamentos. Se um homem fala ou age com um pensamento puro, a felicidade o segue tal como a sombra que jamais o abandona. - Ele me insultou, ele me bateu, ele me abandonou, ele me roubou - os que não agasalharem tais pensamentos, deixarão de odiar. Porque o ódio não cessa pelo ódio em nenhum tempo: o ódio cessa pelo amor - é uma lei antiga. O mundo não sabe que nós todos devemos ter um fim aqui mesmo; mas os homens que o sabem cessam as disputas de uma vez. Aquele que vive à procura de prazeres apenas, os sentidos sem contrôle, alimentando-se imoderadamente, preguiçoso e fraco, Mara (o tentador) certamente o vencerá tal como o vento derruba uma árvore fraca. Aquele que vive sem procurar prazeres, os sentidos bem controlados, alimentando-se moderadamente, fiel e forte, a este Mara certamente não vencerá do mesmo modo que o vento não consegue derrubar uma montanha rochosa. Aquele que deseja usar as roupagens amarelas sem se ter purificado dos pecados, que despreza tanto a temperança como a verdade. é indigno das vestes amarelas. Mas aquele que se purificou de todo pecado, que é virtuoso e também dotado de temperança e sinceridade: este é, na verdade, digno das vestes amarelas. Os que imaginam a verdade onde não existe, e vêem falsidade na verdade, jamais chegam à verdade e sim perseguem desejos vãos. Os que percebem a verdade onde ela existe, a falsidade na falsidade, chegam à verdade e perseguem desejos verdadeiros. Assim como a chuva penetra nas casas mal cobertas de olmo, assim a paixão penetra num espírito que não reflete. Assim como a chuva não penetra numa casa bem coberta de olmo, a paixão não penetrará num espírito cheio de reflexão. O que faz ó mal se lamenta neste mundo e lamentar-se-á no outro; padece em ambos. Ele se lamenta e sofre quando vê o mau resultado de sua própria obra.

1 de 2

16/06/2010 00:56

. Mestre em História na Universidade Federal Fluminense. Para ver meu currículo completo.História da Índia Antiga Projeto Orientalismo QUEM S OU EU O R I EN T ALI S M O André Bueno / Professor de História e Filosofia da FAFI-UV (Paraná).. Bacharel em História no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro.blogspot.C.apenas leia os artigos desta página .html INDICE DOS M ATERIAIS .. Fontes Sânscritas .br/4958851883736557 VI S UA L I ZA R M EU PE R F I L C O M PL E T O SIT ES 2 de 2 16/06/2010 00:56 . 2002-2005. com especialização em China Antiga.C.. 1998 com a Monografia Interações econômicas e culturais entre Roma e China nos séculos I ao III d..III d. 1998. visite a página do Lattes em http://lattes.com/2008/04/o-dhamapada-budista.. pois ele sempre é generoso.tudo mais o Céu cuida. Licenciatura em História na Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Fontes Não-Sânscritas . 2002 com a Dissertação Roma. Budismo .. Doutor (Alas!) em Filosofia na Universidade Gama Filho. Enfim. Webgrafia PÁG I NA S DO PR OJET O Índia Antiga Didática Indologia . China e o sistema Mundial entre os séculos I . Já teve oportunidade de proferir e/ou publicar mais de sessenta textos. Atua nas áreas de Filosofia e História Asiática.Antologia de textos da Índia: O Dhamapada budista http://indianidades. com a Tese A Justa Medida em Confúcio e Aristotéles.cnpq.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful