You are on page 1of 1

Atlas de saneamento Distribuição espacial e nível de abrangência das redes de sanemento IBGE 31

Água per capita - 2000


# BOGOTÁ
-75° -70° -60° -55° -50° -45° -40° -35° -30°
Y -65°
Y
#
VENEZUELA CAYENNE
GUYANE
Cabo Orange

SURINAME Cabo Caciporé

BOA VISTA #
Y Volume diário per capita da água
C O L O M B I A RORAIMA
GUYANA
Cabo Raso do Norte
I. de Maracá distribuída por rede geral
AMAPÁ
2000
Cabo Norte

Arquipélago de
S. Pedro e S. Paulo

I. Caviana
MACAPÁ

EQUADOR Y
# I. Mexiana
EQUADOR

Cabo Maguari

ILHA DE
R

Y
#
MARAJÓ
DO

BELÉM
UA
EC

Y
#
MANAUS SÃO LUÍS
Y
# Ponta dos Patos

Y FORTALEZA
# Atol das Rocas

Arquipélago de

MARANHÃO TERESINA
Fernando de Noronha

Y
#
-5°
RIO GRANDE DO NORTE -5°

P E R U P A R Á Cabo de São Roque


Y NATAL
#
A M A Z O N A S CEARÁ
PARAÍBA
JOÃO PESSOA
PIAUÍ # Ponta
Y do Seixas (Cabo Branco)

RECIFE
Y
#
Y
# Cabo de Santo Agostinho

PORTO PERNAMBUCO
ACRE VELHO
ALAGOAS
RIO BRANCO Y MACEIÓ
#
Y
# # PALMAS
Y
-10°

TOCANTINS
-10°
Y ARACAJU
#
RONDÔNIA SERGIPE
B A H I A
MATO GROSSO
LIMA
Y
#
Y SALVADOR
#
I. de Itaparica

CUIABÁ
Y
# DF
# BRASÍLIA
Y
-15°

GOIÁS Y GOIÂNIA
#
-15
°

# LA PAZ
Y

O
MINAS GERAIS Ponta da Baleia

B O L I V I A

I C
Arquip. de Abrolhos

T
MATO GROSSO DO SUL

 N
BELO
Y HORIZONTE
# ESPÍRITO SANTO
Y
#
CAMPO GRANDE Y VITÓRIA
#

L
T
PACÍFICO

A
°
-20
-20
I. da Trindade °

Cabo de São Tomé I. Martin Vaz

PARAGUAY RIO DE JANEIRO

O
Y
#

N
RIO DE JANEIRO
SÃO PAULO#
Y
L E

A
I. de São

E
Sebastião
C
O DE C
AP R ICÓR
NIO
SÃO PAULO
I. Comprida
O TRÓ
PICO
ÓPIC
TR
Y ASUNCIÓN
# CURITIBA DE
CAP
RICÓ
I

Y
# RNIO

PARANÁ
H

I. de São Francisco

A R G E N T I N A
OCEANO

SANTA CATARINA
C

-25°
I. de Santa Catarina -25
Y FLORIANÓPOLIS
# °

Cabo de S. Marta Grande


Água per capita (l/d/hab)
Até 19,9
Y
# 20,0 a 39,9
PORTO ALEGRE
40,0 a 79,9
RIO GRANDE DO SUL
80,0 a 159,9

Nota: 80 litros diários de água por pessoa é o valor de referência do consumo mínimo de água 160,0 a 319,9
para fins domésticos. (Fonte: Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde. Coordenação 320,0 e mais
ESCALA 1: 15 000 000
°
de Saneamento. Manual de Saneamento. Brasília: FUNASA-DEOPE, 1994)
-30 75 0 75 150 225 km
Sem rede de abastecimento

URUGUAY PROJEÇÃO POLICÔNICA ou sem informação -30


°

-75° -70° -65° -60° -55° -50° -45° -40° -35° -30° -25°
-80°

Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Pesquisa Nacional de Saneamento Básico 2000.