P. 1
Exp 1 - determinação da entalpia e da entropia de vaporização de um líquido

Exp 1 - determinação da entalpia e da entropia de vaporização de um líquido

|Views: 12|Likes:
Published by Felipe Pucci

More info:

Published by: Felipe Pucci on Nov 15, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/15/2010

pdf

text

original

Objetivos

:
O problema a ser resolvido nesta experiencia é o da determinação da entalpia e da
entropia de vaporização de um líquido, aplicando a lei de Clasius-Clapeiron a dados tanto
experimentais como tabelados. Com isso mediu-se a temperatura de ebulição de um liquido em
função da da pressão externa. Determinou-se também as variaçes de entalpia e de entropia
associados ! vaporização de um líquido, utilizando, "raficamente, a lei de Clasius-Clape#ron.
Material Necessário:
- um aparel$o para medida de pressão de vapor%
- &ma trompa de v'cuo%
- (ubst)ncia a ser estudada* +etracloreto de carbono%
Procedimento Experimental:
,nicialmente, conectou-se o condensador ! rede de '"ua e em se"uida acionou-se a
trompa de '"ua, fazendo-se vacuo no interior do aparel$o, cuidadosamente. - pressão interna foi
reduzida até que a diferença entre as colunas de merc.riono man/metro atin"isse 011 mm2".
-p3s, re"ulando-se a taxa de aquecimento de modo a evitar que o líquido entrasse
bruscamente em ebulição, e, uma vez estabilizada a temperatura de ebulição, foi anotada tal
temperatura bem como a altura das duas colunas de merc.rio no man/metro. 4o"o em se"uida,
cuidadosamente abriu-se a torneira permitindo a entrada de ar no aparel$o, fazendo-se que a
altuda das colunas de merc.rio variassem en torno de 56 mm2" cada, ou se7a, aumentando a
pressão interna do sistema em torno de 81 mm2".
+al procedimento repetiu-se in.meras vezes, c$e"ando-se a uma pressão interna i"ual a
pressão ambiente.
Resultados e conclusões:
- tabela 5 e a tabela 9 contém os valores de todas as temperaturas que foram medidas e
respectivas diferenças de altura entre as colunas de merc.rio, bem como da pressão de vapor do
líquido nas respectivas temperaturas, e os valores de 5:+ , ln ;pv<, ln ;+< para o desenvolvimento
dos "r'ficos a se"uir. ;respectivamente para os "rupos 5 e 9<.
Grupo 1
ΔP
(mmHg)
L
( C )
G
( C )
Pv
(kPa)
1/T
(K) Ln (T(K)) T (K)
Ln
(Pv)
560 27 27
16.549
58
0.0033
32
5.7042823
5
300.1
5
2.8063
61
540 30 30
18.833
55
0.0032
99
5.7142277
33
303.1
5
2.9356
4
510 36 36
24.172
95
0.0032
35
5.7338265
96
309.1
5
3.1852
34
480 39 39,5
27.268
9
0.0032
04
5.7434838
42
312.1
5
3.3057
47
450 43 43
31.886
94
0.0031
63
5.7562167
85
316.1
5
3.4621
96
420 46 46
35.747
22
0.0031
33
5.7656612
12
319.1
5
3.5764
73
390 48.5 48,5
39.242
75
0.0031
09
5.7734639
98
321.6
5
3.6697
67
360 51 51
43.006
5
0.0030
85
5.7812063
72
324.1
5
3.7613
51
330 54 54
47.897
34
0.0030
57
5.7904187
81
327.1
5
3.8690
6
300 56 56
51.396
61
0.0030
38
5.7965135
74
329.1
5
3.9395
72
20 58 58
55.095
89
0.0030
2
5.8025714
45
331.1
5
4.0090
75
240 60 60
59.003
09
0.0030
02
5.8085928
39
333.1
5
4.0775
9
210 62 62
63.126
28
0.0029
84
5.8145781
93
335.1
5
4.1451
37
180 64 64
67.473
66
0.0029
66
5.8205279
35
337.1
5
4.2117
37
150 66 66
72.053
57
0.0029
49
5.8264424
87
339.1
5
4.2774
1
120 67 67
74.433
37
0.0029
4
5.8293866
97
340.1
5
4.3099
04
90 69 69
79.378
03
0.0029
23
5.8352492
37
342.1
5
4.3742
22
60 71 71 84.576 0.0029 5.8410776 344.1 4.4376
68 06 09 5 59
30 72 72
87.274
01
0.0028
97
5.8439791
05
345.1
5
4.4690
53
0 74 74
92.870
21
0.0028
81
5.8497569
63
347.1
5
4.5312
03
Tabela 1.
Grupo 2
ΔP
(mmHg)
L
( C )
G
( C )
Pv
(kPa)
1/T
(K) Ln (T(K)) T (K)
Ln
(Pv)
50 26 26
15.840
64
0.0033
43
5.700945
12
299.1
5
2.7625
79
540 31 31
19.649
59
0.0032
88
5.717521
001
304.1
5
2.9780
56
510 37 37
25.171
55
0.0032
24
5.737056
051
310.1
5
3.2257
14
480 41 41
29.505
17
0.0031
83
5.749870
579
314.1
5
3.3845
65
450 44 44
33.134
49
0.0031
53
5.759374
848
317.1
5
3.5005
75
420 47 47
37.114
15
0.0031
24
5.768789
636
320.1
5
3.6139
98
390 49 49
39.973
59
0.0031
04
5.775017
276
322.1
5
3.6882
19
360 52 52
44.590
31
0.0030
76
5.784286
614
325.1
5
3.7975
17
330 55 55
49.622
47
0.0030
47
5.793470
821
328.1
5
3.9044
44
300 57 57
53.220
76
0.0030
29
5.799547
097
330.1
5
3.9744
49
20 59 59 57.023
0.0030
11
5.805586
674
332.1
5
4.0434
55
240 61 61
61.037
18
0.0029
93
5.811589
994
334.1
5
4.1114
83
210 63 63
65.271
43
0.0029
75
5.817557
489
336.1
5
4.1785
54
180 65 65
69.734
02
0.0029
57
5.823489
584
338.1
5
4.2446
88
150 66.5 66.5
73.235
87
0.0029
44
5.827915
676
339.6
5
4.2936
85
120 68 68
76.874
5
0.0029
31
5.832322
263
341.1
5
4.3421
74
90 69.5 69.5
80.653
54
0.0029
18
5.836709
518
342.6
5
4.3901
63
60 71 71
84.576
68
0.0029
06
5.841077
609
344.1
5
4.4376
59
30 72 72
87.274
01
0.0028
97
5.843979
105
345.1
5
4.4690
53
0 73 73
90.038
14
0.0028
89
5.846872
207
346.1
5
4.5002
33
Tabela 2.
=ara a monta"em e os c'lculos das tabelas 5 e 9, foi utilizada a equação de -ntoine ;5<,
sendo as constantes do tetracloreto de carbono *
;5<
a > -9.113968E+00
b > -6.263383E+03
c > 7.499482E+01
d > 7.411446E-06
A partir das tabelas 1 e 2, construios os se!uintes !r"#icos$
Gráfico 1. Pressão de vapor em função da Temperatura. Grupo 1
?r'fico 9. 4n ;=v< em função de 5:+. ?rupo 5
Gráfico 3. Ln (Pv) em função de Ln T. Grupo 1
Gráfico . Pressão de vapor em função da Temperatura. Grupo 2.
Gráfico !. Ln (Pv) em função de 1"T. Grupo 2.
Gráfico #. Ln (Pv) em função de Ln T. Grupo 2.

Com isso, percebe-se que as principais fontes de erro no experimento são os erros
atribuidos ao sistema em si, ou se7a, ! perfeita vedação das partes do sistema para que não $a7a
entrada indevida de ar, ! correta verição da temperatura de ebulição ;evitar ebulição brusca do
líquido em questão<, ! correta calibração do term/metro afim de indicar a temperatura correta do
líquido e do vapor, além também de erros relacionados ao experimentador.
&niversidade de (ão Carlos
Centro de +ecnolo"ia e Ciencias @xatas
Departamento de Auímica
4aborat3rio de Bísico-Auímica
Determinação de @ntalpia e @ntropia de Caporização
=rofessor* Derilso Eocc$i% +écnica* Deila Faria Cassiano
Belipe =ucci
Citor de =aula

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->