P. 1
Aquariofilia .o.fascinio.da.Aquariofilia

Aquariofilia .o.fascinio.da.Aquariofilia

|Views: 640|Likes:

More info:

Published by: espiritualidadeeufologia on Nov 20, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/04/2011

pdf

text

original

PRODUTOS LÍDERES PARA A VIDA NA ÁGUA

O MEU PASSATEMPO PREFERIDO

O FASCÍNIO DA

AQUARIOFILIA

UM MUNDO FASCINANTE: A VIDA NO AQUÁRIO.
O mundo distante, agora tão perto. Quer criar um mundo próprio? Então mergulhe no universo da aquariofilia. Cada aquário, seja pequeno ou grande, constitui um universo à parte. Uma variedade fantástica de cores e formas, uma pequena parcela deste mundo entre em nossa casa. Tetra – 50 anos de experiência dão-nos essa garantia. Planificar e configurar o próprio mundo subaquático oferece muitas e multicolores possibilidades. E contando com um apoio competente, converte-se numa

Ciclídeo imperador

TetraMin, pois então

Escalar mármore

diversidade de vida e comportamentos que nos cativam. Na água desenvolve-se toda a maravilha da natureza, um mundo que preservou a sua misteriosa beleza. Os seus coloridos seres vivos mostram toda a riqueza dos aspectos criativos. Vivos ou elegantes, pacíficos ou combatentes, os peixes proporcionam-nos uma visão da profundidade de um mundo pleno de beleza e de vida. E um aquário permite que uma 2

diversão criativa. Ao longo de dezenas de anos de investigação, a Tetra desenvolveu uma gama de produtos que correspondem exactamente às exigências específicas dos novos habitantes da sua casa. Nos anos 50, com o alimento para peixes ornamentais TetraMin, a aquariofilia deu um passo decisivo para se converter num passatempo de grande popularidade, uma vez que tornou possível dispor, pela

primeira vez, de uma alimentação saudável, apesar de ser fácil de administrar aos peixes ornamentais em aquário. Nos anos seguintes, a Tetra confirmou a sua competência no que se refere ao mundo subaquático. Graças a investigações e desenvolvimentos constantes, a Tetra transformouse numa empresa especializada, de renome mundial: sempre com o objectivo de procurar que a manutenção e a alimentação

poderá configurar um pequeno mundo subaquático.
ÍNDICE Página 2 Um mundo fascinante: a vida no aquário. Página 4 Como e onde vivem os peixes Página 6 Quem é quem nos peixes tropicais.

Ciclídeo Boca de Fogo

O TetraMin hoje

dos seus peixes se tornem tarefas simples e seguras. Este folheto será uma grande ajuda para que possa reproduzir em sua casa, sem grande esforço, este mundo fascinante da vida na água. Se tem mais perguntas a fazer, visite-nos na nossa página WEB . Lá, encontrará à sua disposição o nosso foro de perguntas sobre aquariofilia. Além disso, com a ajuda do nosso aquário virtual,

Página 8 A associação correcta dos peixes. Página 10 A mesa está posta Página 12 Como o ar para respirar: a água Página 14 A lista dos cuidados a ter com os peixes tropicais. Tudo para o aquário: Os produtos Tetra
Guppy

3

COMO E ONDE VIVEM OS PEIXES.
Frio ou quente, doce ou salgado. Tanto a decisão a favor de um determinado tipo de aquário como a sua configuração, dependem do gosto do aquariófilo pelos peixes. O clássico aquário de água quente goza de grande popularidade. Existe também a possibilidade de optar por um aquário de água fria ou água salgada. dutos especificamente concebidos para satisfazer as exigências alimentares dos peixes de água fria. O aquário de água salgada. De grande beleza, mas também exigente. Um aquário de água salgada requer já certos conhecimentos específicos, assim como meios técnicos apropriados. Só é recomendado para um

Peixe vermelho

O aquário de água fria. Nestes aquários, os peixes são mantidos à temperatura ambiente. Os peixes vermelhos são habitantes típicos deste tipo de aquários, que constitui para as crianças e para os jovens a iniciação correcta na aquariofilia, uma vez que é fácil de preparar e de manter. Para uma dieta saudável dos peixes vermelhos, a Tetra desenvolveu um alimento específico. Com o AniMin Goldfish Food, o aquariófilo dispõe de pro4

principiante, quando este dispõe de tempo necessário para se ocupar do aquário de forma intensiva. Então, a sua recompensa será as sensações extraordinárias proporcionadas pela vida subaquática nos mares. Dado que estes peixes têm em parte necessidades alimentares diferentes das dos peixes de água doce, a Tetra, com a gama de alimentos TetraMarin, desenvolveu uma alimentação dirigida às exigências destes peixes.

O aquário de água quente. Os tipos mais usuais são o aquário de água quente com uma população variada e o aquário de biótopo. Num aquário de biótopo, reproduz-se o mais fielmente possível, o espaço vital de uma determinada região de origem. Nos chamados aquários comunitários, são mantidos peixes tropicais de diferentes géneros/espécies e regiões de origem, cujos hábi-

por cada centímetro de peixe, deverá haver 2 litros de água. Mas atenção: os peixes territoriais necessitam de mais espaço. As plantas aquáticas são muito importantes. Não só são decorativas, como também cumprem uma tarefa muito prática, produzindo oxigénio e fomentando a decomposição das substâncias nocivas. Além disso, oferecem a muitos peixes um local de desova, criam zonas de refúgio e formam limites naturais de um

Peixe paraíso

tos são parecidos. Conselhos para a preparação de um aquário. Ao planificar o seu aquário, deve ter em conta os hábitos vitais originários dos peixes ornamentais, relativamente ao tamanho, à água e à decoração. Em geral, há que ter em consideração: quanto maior for o aquário, mais fácil se torna estabelecer um equilíbrio biológico ideal para os peixes. A regra empírica é:

território. O fertilizante líquido PlantaMin da gama TetraPlant, faz com que as suas plantas aquáticas se desenvolvam em todo o seu esplendor. É fácil encontrar um local adequado para o seu aquário. Precisará de uma base bem nivelada e estável, bem como de uma tomada próxima. O aquário não deve ser instalado no vão das janelas, por causa do frio no Inverno e do calor no Verão.

Para o crescimento esplendoroso das suas plantas

5

QUEM É QUEM NOS PEIXES TROPICAIS.
O clássico aquário de água quente é a forma mais comum para a manutenção de peixes ornamentais, porque oferece infinitas possibilidades de configuração e pode ser o habitat das mais diversas espécies de peixes tropicias. Os caracídeos. Quase todos os caracídeos em grupos. A maioria destas espécies é proveniente da Ásia e algumas de África. Muitos dos barbos são fáceis de manter e alimentam-se sobretudo de comida vegetal. Alguns deles são, sem dúvida, predadores importantes. Os barbos são peixes muito activos, que necessitam das plantas para se refu-

Tetra viúva

Caclídeo zebra

Ciclídeo anão

são peixes de cardume de várias cores, originários da América do Sul ou de África. Graças ao seu aspecto colorido, podem ser observados facilmente no aquário. Regra geral, são pacíficos e fáceis de manter. A este grupo pertencem, entre outros, o conhecido Neon, o Neon Vermelho e o Tetra Viúva. Os barbos. Os barbos, da família dos ciprínodôntidas, devem ser mantidos 6

giarem. A Rasbora Arlequim, o Barbo Sumatra e o Danio Zebra são membros muito populares desta família Os cobitídeos. Este grupo de peixes pertence igualmente aos ciprínidas. A maioria dos cobitídeos é originária dos rios da Ásia Oriental e alimenta-se no fundo. A esta espécie pertence o Peixe Limpa-vidros

e como exemplar especialmente belo, o Botia Palhaço. Os siluros. Os siluros dão dão nas vistas não tanto pelas cores, mas pelas suas formas. São provenientes de todos os continentes e habitam os fundos. A esta família pertencem, por exemplo, o Peixe Gato, o Peixe Limpa-vidros e o Ancistrus, que, como devoradores de algas,

Os anabantídeos e os peixes labirinto. Os peixes labirinto são muito apreciados pelas suas cores esplêndidas. São originários, na sua maioria, dos rios e dos lagos da Ásia. O que distingue esta espécie é o seu comportamento com as crias, porque alguns membros desta família constroem para a sua prole um ninho de bolhas e cuidam intensamente da postu-

Ciclídeo zebra

Aphyosemion

são úteis em qualquer aquário. As carpas dentadas. Dentro da ordem das carpas dentadas, há espécies ovíparas (os ciprinodôntidas) e outras espécies que são vivíparas (os pecilídeos). Estes peixes, que são nadadores muito activos, são originários sobretudo da América do Sul e alimentam-se de plantas e microrganismos. A esta família pertencem a Molly Velífera, assim como o Guppy e o Platy.

ra. A este grupo pertencem o Colisa Anão. Os ciclídeos. Os mais de 2000 ciclídeos provenientes de todos os continentes, dada a sua capacidade de adaptação, desenvolveram os mais diversos comportamentos e hábitos alimentares. Aos ciclídeos pertencem o Escalar, o Ciclídeo Ramirezi e o esplêndido Disco, também chamado o rei do aquário. 7

Betta combatente

A ASSOCIAÇÃO CORRECTA DOS PEIXES.
O comportamento social dos peixes. À variedade de espécies correspondem comportamentos muito diferenciados. Tê-los em conta na hora de povoar um aquário comunitário, é uma condição importante para o bem-estar dos peixes. Alguns peixes, como os caracídeos, vivem de preferência em carnhecer o comportamento territorial dos peixes ornamentais. Algumas espécies defendem o seu território mediante um comportamento agressivo contra qualquer intruso, por vezes até mesmo contra os seus congéneres. Na época da desova, isto vale igualmente para os peixes que geralmente são pacíficos. Com a ajuda de

Neon vermelho

Disco

Colisa lalia

dume. Esta conduta corresponde a um instinto nato de protecção. Estes peixes não gostam de ser exemplar único. Outras espécies, como o Ciclídeo Anão, e o Gourami Pérola, vivem aos pares ou em grupo com um macho. Por outro lado, existem espécies solitárias. Dois exemplares de Labeo Bicolor adultos, por exemplo, não devem ser mantidos juntos num aquário, uma vez que não se dão bem. Também é importante co8

plantas e elementos decorativos, poderá criar no seu aquário limites territoriais que fazem com que a vivência se torne mais fácil. Além disso, deverá pedir numa loja especializada informações sobre a compatibilidade dos peixes. Porque precisamente o aquário comunitário oferece à aquariofilia múltiplas possibilidades e é, com a sua fascinante beleza, reflexo do mundo subaquático. Não esquecendo que os peixes são seres vivos com dife-

rentes caracteres, pode criar uma reprodução harmoniosa e muito bela da natureza. Sentir-se em casa. O aquário de biótopo. Supostamente, todo o aquário constitui um biótopo. Em aquariofilia, esta denominação significa uma reprodução, o mais autêntica possível, da região de origem e das condições vitais. Embora quase todos os peixes ornamentais possam ser manti-

dade com a natureza, ao tentar reproduzir, com todos os pormenores, uma parcela dessa mesma natureza. Caso tenha optado por um aquário de biótopo, terá muitas possibilidades de prepará-lo com a ajuda das plantas adequadas e com o equipamento técnico disponível. São igualmente muito belos os biótopos de lagos africanos, uma vez que por exemplo muitos ciclídeos são originários dos lagos da África Oriental, como

Escalar cauda-de-véu

Alimento especial

dos também num aquário comunitário de tamanho razoável, um aquário de biótopo permite a adaptação às exigências específicas dos peixes. É especialmente recomendado para espécies exigentes. Em geral, sem dúvida que se pode dizer que os peixes, como todos os seres vivos, preferem um espaço vital o mais parecido possível com o seu habitat natural. O fascinante desta forma de aquariofilia é precisamente a proximi-

o Lago Malawi ou o Lago Vitória, razão pela qual este tipo de aquário é especialmente indicado para os exigentes ciclídeos. Quanto à alimentação, o TetraCichlid é um alimento especialmente desenvolvido para satisfazer as exigências destes peixes. O TetraDiskus é o alimento ideal para o esplêndido Peixe Disco, uma forma especial dos ciclídeos, proveniente dos rios da América do Sul. 9

Peixe Limpa-vidros

A MESA ESTÁ POSTA.
Come-se onde se vive. As três zonas da água. Tal como na natureza, para o seu aquário deverá seleccionar os peixes de forma a que estejam habitadas todas as zonas da água, uma vez que cada espécie tem uma zona preferida para ingerir os alimentos. É conveniente conhecer os hábitos alimentares dos água. A zona média da água é o espaço vital de um grande número de espécies. Têm a boca dirigida para a frente para poderem capturar a comida que flutua na água. A zona inferior da água é acima de tudo o habitat dos peixes de fundo. Têm a boca voltada para baixo e necessitam de uma

O alimento clássico para os peixes ornamentais

Especialmente rico em nutrientes

Para a intensificação natural das cores

seus peixes ornamentais para poder proporcionar-lhes uma alimentação de acordo com esses hábitos. Na maioria dos casos, estes hábitos podem ser conhecidos pela forma da boca. A zona superior da água está povoada por peixes que na natureza estavam habituados a ingerir a comida à superfície da água. Têm a boca voltada para cima e necessitam de comida que flutue durante bastante tempo à superfície da 10

comida que se afunde rapidamente. Pequeno guia alimentar. A alimentação dos seus peixes deve estar de acordo com as suas exigências específicas. Os peixes precisam de determinados nutrientes para se desenvolverem com saúde. Também a cor e a forma devem corresponder aos seus hábitos alimentares naturais. Em dezenas de anos de investigação, a Tetra desenvolveu tipos de alimentos para peixes que contêm os nutrien-

tes essenciais e que, também na sua forma, correspondem às suas exigências. Com o alimento em flocos TetraMin já se conseguiu, nos anos 50, dar um passo decisivo na simplificação da manutenção de peixes ornamentais, que depois foi melhorada pelas investigações e as experiências adquiridas ao longo dos anos. Com o TetraMin Pro, conseguiu-se o desenvolvimento de um alimento inovador. Compõe-se de flocos

TetraPhyll, o alimento adequado, uma vez que foi desenvolvido para responder às exigências alimentares dos peixes fitófagos. Com o TetraFreshDelica, conseguiu-se uma inovação importante. Esta comida natural não é liofilizada, mas tão somente envolta numa saborosa gelatina, tornando-se portanto um manjar apetitoso. E como os peixes têm nervos gustativos muito desenvolvidos, é recomendável incluir, de vez em quando, algo

Para os peixes ornamentais vegetarianos

Algo de especial para os aquariófilos

estaladiços que, graças a um processo de fabrico especialmente cuidadoso, fornecem proteínas e gorduras na proporção ideal. Por essa razão, o TetraMin Pro é a garantia de peixes saudáveis e água límpida. Para intensificar as cores dos peixes ornamentais de forma natural, existe o TetraRubin, que pode ser servido como alimento completo ou como alimento complementar. Para os seus peixes vegetarianos, existe o

de variado na dieta, servindo-lhes “snacks”. O Tetra TabiMin está especialmente indicado na alimentação dos peixes que habitam a zona inferior, uma vez que os comprimidos descem rapidamente até ao fundo. Quando quiser fazer umas curtas férias, o TetraWeekend é a solução ideal. Basta deitar estes “sticks” de comida na água e os peixes podem servir-se eles próprios durante nove dias. 11

Comprimidos para a alimentação dos peixes de fundo

COMO O AR PARA RESPIRAR: A ÁGUA
A qualidade da água. Sendo um elemento vital para os peixes, a água desempenha um papel principal no aquário. Enquanto que na natureza a quantidade de água e a constante afluência garantem as condições vitais adequadas às espécies, no aquário é o aquariófilo que tem de cuidar da qualidade da forme do ar e um aproveitamento óptimo do rendimento da bomba. Para uma regulação cómoda da temperatura da água, existe o aquecedor Tetratec que pode ser facilmente regulado para a temperatura desejada. A superalimentação dos peixes deve ser evitada para não sujar demasiado a água do aquá-

Espada

água. Em primeiro lugar, deverá prestar atenção a uma boa oxigenação. As bombas de ar Tetratec para aquários foram concebidas tendo em conta o volume do seu aquário, além de serem muito silenciosas e fornecerem à água o oxigénio vital. As pedras difusoras Tetratec são um complemento prático e de aspecto atractivo, que garantem uma difusão uni12

rio. Além disso, verifique regularmente os parâmetros da água com as fitas reagentes TetraTest 5 em 1. Com filtro, por favor. As plantas mortas, os excrementos dos peixes e os restos de comida, são absorvidos pelo filtro. Este, mediante uma circulação constante, encarrega-se de filtrar a água, libertando-a das partículas de sujidade. Os filtros interiores

Para controlar os parâmetros da água

Tetratec, de grande rendimento, garantem uma qualidade óptima da água, bem como a sua fácil manutenção. Manter o equilíbrio na água. O essencial é sem dúvida a qualidade inicial da água do aquário. Isto refere-se em primeiro lugar ao primeiro enchimento. Não use nunca água da torneira sem ser tratada, pois muitas vezes contém cloro e metais pesados que

com a água. O EasyBalance faz com que as trabalhosas renovações parciais, que antes deviam ser feitas de duas em duas ou de três em três semanas, se tornem quase supérfluas. Agora, juntando regularmente o EasyBalance à água do aquário, pode esquecer, durante seis meses, as renovações parciais, porque estabiliza os parâmetros essenciais da água e reduz as substâncias nocivas.

O aquecedor Tetratec

são tóxicos para os peixes. Com o AquaSafe, torna-se fácil neutralizar estas substâncias nocivas e criar uma água própria para os peixes. Isto aplica-se também nas renovações parciais. Nestas, devese substituir um terço da água do aquário por água fresca, à qual se juntou AquaSafe. Com o EasyBalance, as investigações Tetra conseguiram um desenvolvimento que simplifica decisivamente os cuidados a ter

Adicionalmente, o EasyBalance fornece aos peixes e às plantas importantes vitaminas e oligoelementos. Desta forma, com poucos cuidados e o apoio competente da Tetra, tornar-se-á fácil criar um espaço vital no qual os seus peixes se sintam bem. Um espaço cuja diversidade estética lhe permite entrar num mundo fascinante: o da beleza misteriosa do mundo subaquático. 13

Tetra Limão

LISTA DE CUIDADOS COM OS PEIXES ORNAMENTAIS
Dentro do grupo deve haver no máx. um macho

Nome comum Nome científico
Molly presta Poecilia sphenops Labeo bicolor Epalzeorhynchus bicolor Tetra neon rosa Hemigrammus erythrozonus Betta combatente Poecilia reticulata Rasbora arlequim Betta splendens Arco-íris anão Rasbora heteromorpha Coridora mármore Melanotaenia maccullochi Coridora paleatus Corydoras paleatus Platy Xiphophorus maculatus Barbo conchonius Barbus conchonius Botia palhaço Botia macracanthus Kribensis Pelvicachromis pulcher Tetra cardinal Paracheirodon axelrodi Ramirezi Papiliochromis ramirezi Espada Xiphophorus helleri Escalar/peixe anjo Pterophyllum scalare Barbo tigre Barbus tetrazona Danio zebra Brachydanio rerio Tetra limão Hyphessobrycon pulchripinnis Colisa lalia Colisa lalia

Necessidades de manutenção Exigente Temperatura ideal °C Menos exigente Fácil cuidar

Sociabilidade Peixe individual Peixe de grupo Par Tamanho Tamanho minimo adulto do aquá(cm) rio (litros)

22-28

6

60

22-26

15

100

24-28

4

60

18-28

6

60

24-30

8

60

22-25

4

60

20-25

7

60

22-26

6

60

20-26

6

60

18-26

6

60

24-28

15

100

24-27

8

80

25-27

4

60

23-27

5

60

20-28

10

60

Fotocredits – Burkhard Kahl: pg 6 buttom left

24-28

12

150

20-26

6

60

18-26

4

60

23-28

4

60

22-28

6

60

14

TUDO PARA O AQUÁRIO: OS PRODUTOS TETRA

Alimento principal

Alimento especial

Alimento complementar

Petiscos/Snacks

Testes da água

Medicamentos

Condicionadores de água

Fertilizante vegetal

Algicidas

Técnica

15

PRODUTOS LÍDERES PARA A VIDA NA ÁGUA

A sua loja especializada:
Mat. Nr.: 060132 - PT 2/ 01

Tetra GmbH Herrenteich 78 D-49324 Melle www.tetrafish.com

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->