You are on page 1of 4

Série Gênesis – Passos tortos pelo Caminho reto – Mensagem 36

Série Gênesis – Passos tortos pelo Caminho reto – Mensagem 361

Sonhando os sonhos de Deus.


(Texto: Gn 37:1~11)

1. Introdução.

Sonhos. Temos pelo menos dois tipos: aqueles que são fruto da atividade cerebral
enquanto estamos dormindo. Sonhamos toda a noite. Podemos não lembrar, mas que
sonhamos, sonhamos. Pesquisas mostram que até fetos sonham. Temos também o sonho
como uma perspectiva para o futuro. Como se fosse fé, esse sonho é como se fosse a
nossa razão de ser, o motivo pela qual fomos criados, a missão pela qual fomos
chamados por Deus. Mas é em José que esses dois conceitos de sonho se tornam um só.
Sonhos movem o mundo. Sonhos movem pessoas. Alguns sonham com ideais belos e
grandiosos, outros sonham com coisas perversas. Também temos aquele que não
sonham, vivendo a vida como apenas uma sucessão de dias, horas, minutos, fatos.

Martin Luther King Jr., (Atlanta, 15 de janeiro de 1929 ~ Memphis, 4 de abril de 1968)
foi um pastor batista e ativista político americano. Tornou-se um dos mais importantes
líderes do ativismo pelos direitos civis nos Estados Unidos e no mundo, através de uma
campanha de não-violência e de amor para com o próximo. Tornou-se a pessoa mais
jovem a receber o Prêmio Nobel da Paz em 1964, pouco antes de seu assassinato. O seu
discurso mais famoso e lembrado é "Eu Tenho Um Sonho". Seu sonho era ver uma
sociedade igualitária, onde brancos e negros pudessem "dar as mãos".

Madre Teresa de Calcutá, também chamada Beata Teresa de Calcutá, cujo nome
verdadeiro é Agnes Gonxha Bojaxhiu (Skopje, 26 de Agosto de 1910 ~ Calcutá, 5 de
Setembro de 1997), foi uma missionária católica albanesa, nascida na República da
Macedônia e naturalizada indiana, beatificada pela Igreja Católica em 2003.
Considerada, por alguns, a missionária do século XX, fundou a congregação
"Missionárias da Caridade", tornando-se conhecida ainda em vida pelo cognome de
"Santa das sarjetas". Ganhou o Nobel da paz em 1979. Abandonou um belo e
promissor futuro para viver na Índia, cuidando de pobres, leprosos e miseráveis. Seu
sonho era levar o amor de Deus em vias de fato às pessoas excluídas do mundo.

Nelson Rolihlahla Mandela (Mvezo, 18 de julho de 1918) é um advogado, ex-líder


rebelde e ex-presidente da África do Sul de 1994 a 1999. Principal representante do
movimento antiapartheid, como ativista, sabotador e guerrilheiro. Cristão metodista.
Considerado pela maioria das pessoas um guerreiro em luta pela liberdade, era
considerado pelo governo sul-africano um terrorista. Foi preso em 1962, passando 28
anos na prisão por causa de um sonho. Foi condenado à prisão perpétua em 1967. Em
1990 foi-lhe atribuído o Prêmio Lênin da Paz, que foi recebido em 2002. Na África do
Sul também é conhecido como 'Madiba', um título honorário adotado por membros do
clã de Mandela. Seu sonho? Era ver uma África do Sul reconciliada com a sua própria
história.

Jesus Cristo. Sua data de nascimento é desconhecida. Nascido em família pobre. Filho
de Maria, nascido debaixo de suspeita de adultério. Viveu no anonimato até os seus

1
Pregado no MEP dia 05 de dezembro de 2010, primeiro domingo do Advento.

Paulo Sung Ho Won – www.sunghojd.blogspot.com


Série Gênesis – Passos tortos pelo Caminho reto – Mensagem 20

trinta anos, ajudando seu pai como carpinteiro. Aos trinta e três, revolucionou o mundo
desafiando paradigmas religiosos, se auto-intitulando Filho de Deus e Messias. Foi
aclamado como rei, mas foi traído por um de seus mais próximos amigos. Foi morto
numa cruz romana como criminoso e revoltoso. Venceu a morte e ressuscitou ao
terceiro dia. Seu sonho? Resgatar homens e mulheres feitos à imagem e semelhança de
Deus do diabo, mundo e pecado, levando-os novamente ao encontro de Deus-Pai.

Essa é a história de José que como tantos, sonharam e, a partir desse sonho, mudaram o
mundo. Bem-aventurados os que sonham, porque dele é a história!

2. Exposição do texto. (Gn 24:1~20)


1
Jacó habitou na terra de Canaã, onde seu pai tinha vivido como estrangeiro.
2
Esta é a história da família de Jacó: Quando José tinha dezessete anos,
pastoreava os rebanhos com os seus irmãos. Ajudava os filhos de Bila e os filhos de
Zilpa, mulheres de seu pai; e contava ao pai a má fama deles.
3
Ora, Israel gostava mais de José do que de qualquer outro filho, porque lhe
havia nascido em sua velhice; por isso mandou fazer para ele uma túnica longa2. 4
Quando os seus irmãos viram que o pai gostava mais dele do que de qualquer outro
filho, odiaram-no e não conseguiam falar com ele amigavelmente.
5
Certa vez, José teve um sonho e, quando o contou a seus irmãos, eles passaram
a odiá-lo ainda mais.
6
“Ouçam o sonho que tive”, disse-lhes. 7 “Estávamos amarrando os feixes de
trigo no campo, quando o meu feixe se levantou e ficou em pé, e os seus feixes se
ajuntaram ao redor do meu e se curvaram diante dele.”
8
Seus irmãos lhe disseram: “Então você vai reinar sobre nós? Quer dizer que
você vai nos governar?” E o odiaram ainda mais, por causa do sonho e do que tinha dito.
9
Depois teve outro sonho e o contou aos seus irmãos: “Tive outro sonho, e desta
vez o sol, a lua e onze estrelas se curvavam diante de mim”.
10
Quando o contou ao pai e aos irmãos, o pai o repreendeu e lhe disse: “Que
sonho foi esse que você teve? Será que eu, sua mãe, e seus irmãos viremos a nos curvar
até o chão diante de você?” 11 Assim seus irmãos tiveram ciúmes dele; o pai, no entanto,
refletia naquilo.

1. Sonhe na adversidade!

A história da família de Jacó é uma sucessão de favoritismos: Isaque amou mais Esaú
do que Jacó, Rebeca amou mais Jacó do que seu irmão, Jacó preferia mais Raquel do
que Lia e esse amor foi transferido diretamente para José, filho de Raquel: "Ora, Israel
gostava mais de José do que de qualquer outro filho, porque lhe havia nascido em sua
velhice; por isso mandou fazer para ele uma túnica longa" (vr. 3). Essa túnica pode ser
entendida como uma manto especial, uma túnica multicolorida ou simplesmente uma
túnica de mangas compridas.

Essa regalia que José tinha de seu pai despertou a insatisfação de seus irmãos: "Quando
os seus irmãos viram que o pai gostava mais dele do que de qualquer outro filho,
odiaram-no e não conseguiam falar com ele amigavelmente" (vr. 4). A palavra ódio só
vem a mostrar a intensidade dos sentimentos que estavam em jogo nessa família.

2
37.3
Ou
de
diversas
cores;
também
nos
versículos
23
e
32.

Paulo Sung Ho Won – www.sunghojd.blogspot.com 2


Série Gênesis – Passos tortos pelo Caminho reto – Mensagem 20

Nessa situação de adversidade, José sonhou. É claro que José sabia do que estava
acontecendo. Seus irmãos, talvez, nem se quer dirigiam a palavra a ele. Porém, isso não
impediu que ele sonhasse. "Certa vez, José teve um sonho e, quando o contou a seus
irmãos, eles passaram a odiá-lo ainda mais" (vr. 5). Claro que José sabia que se ele
contasse esse sonho desertaria ainda mais ódio. Mas mesmo assim, ele não negou seu
sonho diante de toda a família.

O que torna nosso sonho nobre é a maneira pela qual defendemos ele. Existem pessoas
que não sonham por pensarem que seu sonho é irrelevante, ou talvez, alto de mais para
ser alcançado, e por isso, desistem. Porém, um sonho verdadeiro, faz-nos firmes,
mesmo diante das dificuldades que virão sobre nós.

2. Sonhe alto!

"“Ouçam o sonho que tive”, disse-lhes. “Estávamos amarrando os feixes de trigo no


campo, quando o meu feixe se levantou e ficou em pé, e os seus feixes se ajuntaram ao
redor do meu e se curvaram diante dele.”" (vss. 6,7).

"Depois teve outro sonho e o contou aos seus irmãos: “Tive outro sonho, e desta vez o
sol, a lua e onze estrelas se curvavam diante de mim”" (vr. 9)

Sonhos foram feitos para serem altos. Já disseram que somos exatamente do tamanho de
nossos sonhos. Victor Hugo disse uma vez: "Julgar-se-ia bem mais correctamente um
homem por aquilo que ele sonha do que por aquilo que ele pensa". Qual é o seu sonho,
e qual a dimensão que ele tem? O sonho que José teve não era qualquer coisa. Ele
sonhou que seus irmãos e até seus pais se prostrariam diante dele. Até então ele era o
caçula. Numa sociedade em que apenas o primogênito tinha a possibilidade de herdar a
maior parte das heranças do pai, José estava numa posição muito desconfortável, pois
tinham 10 irmão na sua frente.

Porém, José era o tamanho de seu sonho. Meus irmãos, sonhe alto! Não há limites
físicos para o seu sonho. Não importa qual seja, sonhe para a glória de Deus. Sem
sonhar, não podemos dar nenhum passo a frente. Tudo depende disso. Não foi uma
mera atividade cerebral durante o sono de José, mas era a perspectiva de futuro que ele
já estava vislumbrando.

É claro que devemos pagar o preço dos sonhos. Mas isso é secundário. Primeiro tenha
sonhos.

Sonhe alto. Muito alto. Porque no dia em que você alcançar esse sonho, você terá
certeza de que não foi força sua, mas sim, a mão de Deus estava com você.

3. Sonhe de novo!

Não basta sonhar uma vez e esquecer no porão do seu coração esse sonho. Sonhe todos
os dias. Marcel Proust disse uma vez: "Se sonhar um pouco é perigoso, a solução não é
sonhar menos e sim sonhar mais.". Desenhe em sua cabeça o que você fará no futuro
todos os dias. Coloque diante de Deus em oração sempre que você puder.

Paulo Sung Ho Won – www.sunghojd.blogspot.com 3


Série Gênesis – Passos tortos pelo Caminho reto – Mensagem 20

Não foi uma bronca que fez o sonho de José ir pelo ralo. "Seus irmãos lhe disseram:
“Então você vai reinar sobre nós? Quer dizer que você vai nos governar?” E o
odiaram ainda mais, por causa do sonho e do que tinha dito." (vr. 8). Nem foi a bronca
de seus pais que o fizeram mudar de idéia: "“Que sonho foi esse que você teve? Será
que eu, sua mãe, e seus irmãos viremos a nos curvar até o chão diante de você?”" (vr.
10). Adversidades virão, tanto quanto pessoas para tentar desviar você do foco. Muitos,
até seus pais, ou seus familiares, amigos ou irmãos, poderão duvidar de você. Não se
importe com isso. Siga em frente!

Já imaginou se a cada momento ruim trocamos nosso ideal de vida, mudamos de sonho?
Não chegaríamos nunca a lugar nenhum. Mas se você persiste no mesmo sonho e
batalha por ela, querendo Deus, você poderá chegar longe, voar alto.

Meus irmãos, muitos de vocês tem decisões de vida importantes para tomarem. Nessas
horas as opiniões de amados que fazem parte da nossa vida são muito importantes. Mas
eles não poderão viver por você, ou tomar as decisões em seu lugar. O que fará a sua
angustia diminuir e sua confiança aumentar é a certeza do que você fará para Deus na
sua vida.

Nunca desista dos seus sonhos. Porém, tão importante quanto sonhar, é saber se esse
sonho se encaixa com os sonhos que Deus tem para você.

Conclusão: Quando um simples sonho se transforma no sonho de Deus.

Como José poderia ter a certeza de que um sonho de uma noite poderia ser o sonho da
sua vida? E como ele poderia saber se aquilo era a vontade de Deus e não delírios de sua
mente? A bíblia não nos diz se José sabia disso. Provavelmente, nós também podemos
não saber se os nossos sonhos são realmente a vontade de Deus.

Porém, se há uma maneira para que possamos ter a convicção de que Deus está conosco
é colocando nossos sonhos diante de Deus em oração. O apostolo Paulo nos ensina uma
lição a respeito da oração: "Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém,
sejam conhecidas diante de Deus as vossas petições, pela oração e pela súplica, com
ações de graça. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos
corações e as vossas mentes em Cristo Jesus" (Fl 4:6,7 ARA).

Se você colocar todos os teus anseios, e até angustias, diante de Deus em oração, algo
sobrenatural acontece: a paz de Deus, que ninguém pode entender, inunda nossos
corações. Com essa paz, ficamos cada vez mais confiantes de que o sonho pode ser meu,
mas que realiza é Deus.

Meus irmãos, sonhar é fundamental. Conhecer a vontade de Deus para saber se seu
sonho é o sonho de Deus é imprescindível. Ter a certeza de que o sonho pode ser meu,
mas quem torna realidade é o Senhor não tem preço! Glória a Deus, porque é Ele quem
torna seus e os meus sonhos em realidade, e uma realidade que O glorifique ainda mais.

Quais são os seus sonhos? Que o Senhor ilumine a sua vida. Seja como José: sonhe
mesmo diante das adversidades, sonhe alto, sonhe todos os dias. Só o tempo dirá até
onde você poderá ir.

Paulo Sung Ho Won – www.sunghojd.blogspot.com 4