You are on page 1of 3

RELATORIO – 20 de Dezembro de 2010

Professor: Raphael Tavares


Oficina: Cordas – Camerata
Local: Sectur

Alunos:

Fechamos o ano com 13 (treze) alunos no total, sendo que 6 (seis)


desses alunos se destacaram e já temos a formação de camerata, a formação
compõe:

Diógenes – Violoncelo
Adiel – Violoncelo
Maria Emilia – Viola
Arissa – Violino
Victor – Violino
Alberto – Violino

Esses 6 (seis) alunos já podem realizar apresentações em formação de


Camerata (Orquestra de Câmara)

Listagem de Todos os Alunos:

Diógenes – Violoncelo
Adiel – Violoncelo
Maria Emilia – Viola
Arissa – Violino
Victor – Violino
Alberto – Violino
Rosângela – Violino
Elisiane – Violino
Jessica – Violino
Daniel Rezende – Violino
Daniel – Violino
Victoria – Violino
Maria Cecília – Violino

Local de Aulas:

Durante o ano letivo tivemos algumas dificuldades em relação ao local


das aulas (Sala de Aula). No inicio tínhamos um local apropriado para realizar
as aulas, com lousa, cadeiras e mesas e um piano, mas passando alguns
meses esses materiais foram retirados, assim dificultando o trabalho, e
finalmente o local das aulas foi fechado, assim ficamos sem um local próprio
para realizar as aulas e ensaios, tínhamos que ficar migrando de sala em sala
durante um bom tempo, até que por fim foi disponibilizado o local onde hoje
esta a Banda Municipal (prédio do projeto guri), dividimos o mesmo espaço ate
o fim do ano letivo.
Mas tivemos alguns problemas em relação à divisão do espaço, nós usávamos
o local na segunda, quarta e sexta – feiras, e a Banda apenas de quinta – feira,
mas em dias de apresentações da Banda o Maestro não nos permitia usar
nenhuma das salas do prédio, assim ficávamos sem um local para realizar os
ensaios e as aulas, o maestro dizia o seguinte: “Não tem nada oficial dizendo
que vocês podem utilizar o mesmo local que a banda, e vai atrapalhar” e
em alguns momentos foi dito que nós deixávamos o local desorganizado,
sendo que isso não é verdade, pois eu na condição de Professor mandava
todos os alunos arrumar as estantes e cadeiras nos devidos lugares deixando o
local limpo e organizado em todas as aulas.

Material:

Demorou certo tempo para chegar os materiais, como: Livros, métodos e


instrumentos. Então pedi para cada aluno que tivesse seu próprio material, a
maioria dos alunos comprou seu próprio instrumento e seus livros, até que
chegasse o material pedido.

Atividades:

Durante o ano letivo realizamos diversa atividade extraclasse, como:

- Viagem a Campos do Jordão, festival de inverno, para assistir a apresentação


da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

- Viagem a Pindamonhangaba, junto com os alunos do professor Clovis


(Violão), para apresentação em festival de musica da Igreja Batista.

- Apresentação com Camerata no Museu de Arte Sacra em São Sebastião.

- Apresentação com Camerata na Escola Iraydes no bairro Itatinga, São


Sebastião.

- Apresentação com Camerata na SECTUR no sarau de poesias.

- Apresentação no Teatro Municipal com Camerata e mais convidados para


fechamento das Oficinas.

Considerações, Sugestões e Agradecimentos:

Durante todo o ano letivo passaram muitos alunos, no inicio era media
de 30 alunos e por fim fechamos com 13 alunos, a disciplina de musica não é
tão simples quanto parece, pois exige do aluno e do professor muita dedicação
e esforço, e esses 13 anos alunos mostraram isso, dentre eles alguns alunos
se destacaram, como é o caso dos alunos: Victor, Arissa, Adiel, e Alberto, são
alunos que iniciaram do zero e em menos de 1 (um) ano já mostram que
sabem o que estão fazendo.
Terminamos o ano letivo com os 13 alunos sabendo: Ler Partitura, Entender
Musica, Executar escalas no instrumento e peças musicais.
Sugiro que no próximo ano tenhamos os 5 dias da semana de aulas,
pois a procura foi grande, mas o tempo era curto para atender todos os alunos,
por isso um dos motivos de terminarmos com 13 alunos, se tivéssemos mais
tempo e mais dias de aulas poderíamos ter finalizado com mais alunos, creio
que media de 20 alunos ou mais.

Peço que para o próximo ano tenhamos um local fixo para as aulas, sem
divisão com outras oficinas ou Banda Municipal, pois este ano tivemos sérios
problemas por falta de espaço e divisão de espaços, para que isso não se
repita e para o conforto das aulas e dos alunos e para que possamos executar
um trabalho de qualidade.

Já temos uma formação de Camerata, sugiro destacar esses alunos


para a primeira formação de orquestra de Câmara de São Sebastião, assim
igualando como a Banda Municipal, Banda Marcial, etc. Realizando
apresentações como uma Camerata profissional.

O evento do dia 11 de dezembro no Teatro Municipal com a Camerata e


todos os alunos tiveram grande destaque, recebemos muitos elogios por parte
do publico, creio que fizemos um ótimo trabalho durante o ano letivo.

Em nome de todos os alunos, quero agradecer o apoio da Secretaria de


Cultura e Turismo, a Prefeitura Municipal, e a Fundação Deodato Santana, por
terem acreditado no nosso trabalho, eu na condição de professor me sinto
honrado em poder passar para esses alunos tudo que aprendi nesses 12 anos
de profissão como musico violinista profissional.

_________________
Raphael Tavares
Violinista