Centrais Hidroeléctricas

SISTE
2010-11

Classificação das Linhas
de transporte e interligação - 150, 220 e 400 kV Quanto à função de distribuição - primária - subest a subest ou a PT 60, 30, 15 kV de distribuição - secundária - BT 230/400 V

SISTE

HJJRS

2

A Cadeia de Energia

SISTE

HJJRS

3

Classificação das Linhas SISTE HJJRS 4 .

Classificação das Linhas SISTE HJJRS 5 .

Parque Electroprodutor SISTE HJJRS 6 .

Aproveitamentos .Barragens SISTE HJJRS 7 .

Barragens SISTE HJJRS 8 .Aproveitamentos .

Barragens SISTE HJJRS 9 .Aproveitamentos .

Barragens SISTE HJJRS 10 .Aproveitamentos .

Sistema Hidroeléctrico Nacional SISTE HJJRS 11 .

Esquema de um Aproveitamento Hidroeléctrico SISTE HJJRS 12 .

Elementos de um Aproveitamento Hidroeléctrico SISTE HJJRS 13 .

Sistema Homem-Cávado-Rabagão SISTE HJJRS 14 .

Sistema Homem-Cávado-Rabagão Perfil SISTE HJJRS 15 .

Barragem de Venda Nova Rio Rabagão SISTE HJJRS 16 .

Central de Vila Nova Rio Cávado SISTE HJJRS 17 .

Bacia Hidrográfica do Douro SISTE HJJRS 18 .

Aproveitamentos Hidroeléctricos do Douro SISTE 19 .

Aproveitamentos Hidroeléctricos do Douro Perfil SISTE HJJRS 20 .

Barragem de Vilar Rio Távora SISTE HJJRS 21 .

Aproveitamento de Picote Rio Douro SISTE HJJRS 22 .

Central de Carrapatelo Rio Douro SISTE HJJRS 23 .

Classificação dos Aproveitamentos Hidroeléctricos baixa ( h < 20 m ) quanto à queda média alta ( 20 < h < 400 m ) ( h > 400 m ) pequeno ( Q < 10 m3/s ) quanto ao caudal médio grande ( 10 < Q <100 m3/s ) ( Q > 100 m3/s ) SISTE HJJRS 24 .

Classificação dos Aproveitamentos Hidroeléctricos a fio d’água quanto ao sistema de aproveitamento da água de albufeira com bombagem de base quanto ao serviço desempenhado de ponta SISTE HJJRS 25 .

Classificação dos Aproveitamentos Hidroeléctricos Fio d’água Albufeira Belver – rio Tejo Alto Rabagão – rio Rabagão 26 SISTE HJJRS .

rio Tâmega 27 SISTE HJJRS .Classificação dos Aproveitamentos Hidroeléctricos Com bombagem Torrão .

Classificação das Centrais quanto ao Tipo de Serviço SISTE HJJRS 28 .

Classificação das Centrais quanto ao Tipo de Serviço SISTE HJJRS 29 .

caracterizadas por possuírem descarregadores na coroação. SISTE HJJRS 30 .Objectivo: armazenamento de água para regularizar o caudal do rio. de Albufeira .Classificação das Barragens de Derivação ou Açudes . Objectivo: elevar o nível da água para Quanto à função derivação.

4 MVA. rio Xarrama. 1.5 MVA ) Quanto aos materiais empregados Enrocamento .Classificação das Barragens Terra . rio Cávado. Vilar-Tabuaço.7.( Paradela.aproveitamentos hidroagrícolas ( Montargil .( Vale do Gaio. 60 MVA. Maranhão . rio Távora.22 MVA ) Betão SISTE HJJRS 31 . 80 MVA) Mistas .

Altura inferior a 60 ou 80 m. requerem cimentos e terrenos adequados. 17. rio Homem.6 MVA Arco . Podem ser maciças. Idanha.Barragens de Betão Gravidade . Podem ter alturas superiores a 200 m. 2. Ocreza.a mais segura.mais leves. Itália : 104 m. SISTE HJJRS 32 . Vilarinho das Furnas. porque resiste à pressão da água com o seu próprio peso. aligeiradas ou com contrafortes.Salto. Pracana. salvo casos excepcionais . rio Pônsul.6 MVA.

uma segundo o plano horizontal e outra segundo o plano vertical.têm duas curvaturas. Picote. 234 MVA. Douro Internacional. A forma de arcocúpula permite uma solicitação menor do material. especialmente nos pontos de apoio na rocha. Bemposta. 216 MVA. Arco-cúpula .Barragens de Betão Arco-gravidade – os esforços são contrariados quer pelo peso da barragem quer pelo apoio nas margens. Douro Internacional. SISTE HJJRS 33 .

Tipos de Barragens SISTE HJJRS 34 .

Tipos de Barragens SISTE HJJRS 35 .

Tipos de Barragens Alto Lindoso .rio Lima SISTE HJJRS 36 .

Tipos de Barragens Paradela – rio Cávado Pego do Altar – ribeira das Alcáçovas HJJRS 37 SISTE .

Itaipu Rio Paraná SISTE HJJRS 38 .Tipos de Barragens .

Barragem da Paradela Rio Cávado SISTE HJJRS 39 .

Barragem de Vilar Rio Távora SISTE HJJRS 40 .

Perfil Vilar-Tabuaço SISTE HJJRS 41 .

Tipos de Barragens SISTE HJJRS 42 .

Tipos de Barragens Idanha – rio Ponsul SISTE HJJRS 43 .

Tipos de Barragens SISTE HJJRS 44 .

Barragem de Pracana Rio Ocreza SISTE HJJRS 45 .

Tipos de Barragens SISTE HJJRS 46 .

Tipos de Barragens SISTE HJJRS 47 .

Sistema Zêzere-Tejo SISTE HJJRS 48 .

Aproveitamento do Cabril Rio Zêzere SISTE HJJRS 49 .

Luzia Rio Unhais SISTE HJJRS 50 .Barragem de Sta.

Sistema Ave SISTE HJJRS 51 .

Central de Guilhofrei Rio Ave SISTE HJJRS 52 .

Barragem das Andorinhas Rio Ave SISTE HJJRS 53 .

Barragem das Andorinhas Rio Ave SISTE HJJRS 54 .

Obras de Adução .Tomadas d’Água SISTE HJJRS 55 .

Aguieira Rio Mondego SISTE HJJRS 56 .Tomadas d’água .

Aguieira .perfil Rio Mondego SISTE HJJRS 57 .

Canal de Derivação SISTE HJJRS 58 .

Canal de Derivação SISTE HJJRS 59 .

Chaminé de Equilíbrio SISTE HJJRS 60 .

Tipos de Comportas SISTE HJJRS 61 .

Tipos de Comportas SISTE HJJRS 62 .

Tipos de Válvulas Válvula de Gaveta SISTE HJJRS 63 .

Aproveitamento de Alta Queda SISTE HJJRS 64 .

Parâmetros de um Aproveitamento Hidroeléctrico SISTE HJJRS 65 .

Parâmetros de um Aproveitamento Hidroeléctrico SISTE HJJRS 66 .

Regularização SISTE HJJRS 67 .

Regularização SISTE HJJRS 68 .

Critérios de Reserva

SISTE

HJJRS

69

Potência de um Aproveitamento Hidroeléctrico

SISTE

HJJRS

70

Potência e Número de Grupos

SISTE

HJJRS

71

altura piezométrica v .cota piezométrica SISTE HJJRS 72 .velocidade z+ p .Teorema de Bernoulli Equação de Bernoulli para um fluido privado de viscosidade: H z1 p1 v12 2g z2 p2 2 v2 2g const. H – carga total z – cota geométrica p – pressão relativa devido ao peso devido à pressão devido à velocidade p .

Teorema de Bernoulli
Trabalho por unidade de massa cedido à turbina

We g

p1

p2

v

2 1

v 2

2 2

g ( z1 z2 )

perdas

SISTE

HJJRS

73

Grandezas Características Energéticas

SISTE

HJJRS

74

Aproveitamento de Baixa Queda

SISTE

HJJRS

75

Grandezas Características Energéticas SISTE HJJRS 76 .

Voluta. Distribuidor e Difusor SISTE HJJRS 77 .

4 MW SISTE HJJRS 78 .Central do Ermal 2x5.

Central da Ponte da Esperança-1x2.8 MW SISTE HJJRS 79 .

Classificação das Turbinas Hidráulicas SISTE HJJRS 80 .

Kaplan. grupos bolbo e Straflo Axiais SISTE HJJRS 81 .Classificação das Turbinas Classificação quanto ao escoamento na roda Designação corrente De acção ou de impulsão Hélico-centrípetas (radiais-axiais) De reacção Mistas (diagonais) Pelton e Michell-Banki-Ossberger Francis Mistas (ou diagonais) e turbinas Dériaz Hélice (pás fixas).

Classificação das Turbinas Hidráulicas SISTE HJJRS 82 .

Características das Turbinas Hidráulicas SISTE HJJRS 83 .

Domínio de Aplicação das Turbinas Hidráulicas SISTE HJJRS 84 .

Domínio de Aplicação das Turbinas Hidráulicas SISTE HJJRS 85 .

Pelton SISTE HJJRS 86 .Tipos de Turbinas .

Pelton SISTE HJJRS 87 .Tipos de Turbinas .

Tipos de Turbinas .Pelton SISTE HJJRS 88 .

Tipos de Turbinas .Pelton SISTE HJJRS 89 .

Grupo Turbina-Gerador SISTE HJJRS 90 .

Francis SISTE HJJRS 91 .Tipos de Turbinas .

Francis SISTE HJJRS 92 .Tipos de Turbinas .

Francis SISTE HJJRS 93 .Tipos de Turbinas .

Kaplan SISTE HJJRS 94 .Tipos de Turbinas .

Kaplan SISTE HJJRS 95 .Tipos de Turbinas .

Tipos de Turbinas-Grupo Bolbo SISTE HJJRS 96 .

Grupo Straflo SISTE HJJRS 97 .

Características das Turbinas Hidráulicas Velocidade característica ou específica de uma turbina hidráulica nc nc nD H n P H 5 4 SISTE HJJRS 98 .

Aproveitamentos com Bombagem SISTE HJJRS 99 .

Miniturbinas SISTE HJJRS 100 .

Miniturbinas SISTE HJJRS 101 .

Miniturbinas SISTE HJJRS 102 .

Miniturbinas SISTE HJJRS 103 .

Turbina Michell-Banki-Ossberger SISTE HJJRS 104 .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful