You are on page 1of 30

física

DINÂMICA
01. Um corpo é submetido simultaneamente a apenas duas 02. Represente todas as forças agentes no corpo da figura em
forças, de intensidades 9N e 12N, respectivamente. Determinar cada caso.
a intensidade da resultante agente no corpo, nos seguintes
casos: a) corpo em repouso em um plano horizontal

a) as forças têm a mesma direção e o mesmo sentido;


b) as forças têm a mesma direção e sentidos opostos;
c) são perpendiculares entre si;
d) possuem direções que formam entre si um ângulo de 60º.
b) superfície lisa
Resolução:
→ → →
R = F1 + F2
→ →
F1 F2
a) R = F1 + F 2 = 9 + 12 = 21N

R
→ c) pêndulo movendo-se da direita para a esquerda
F2

R →
F1
→ →
b) F1 R R = F 2 − F1 = 12 − 9 = 3N
Resolução:

a) N
c)

F2


P

2 2 2 N
R = F 1 + F 2 ⇒ R 2 = 92 + 122 ⇒ b)

R 2 = 81 + 144 = 225 ⇒ R = 15N

→ → →
d) F1 P
R

c)
60º →
→ T
F2

R 2 = F 12 + F 22 + 2 . F1 F2 cos 60 º ⇒ P

1
R 2 = 92 + 122 + 2 . 9 . 12 .
2
R 2 = 81 + 144 + 108 = 333
R ≈ 18,2N

CPV fiscol-med0405-r
1
2 FÍSICA

03. (FATEC) O caixote de peso P deve permanecer em equilíbrio Resolução:


na posição figurada, sendo sustentado pelo fio OA e por
outro fio que pode ser preso a um dos ganchos Na posição I o peso do bloco se distribui igualmente nos dois fios.
I, II, III, IV ou V. Se quisermos a menor força de tração no
Alternativa A
fio OA, deveremos prender o outro fio no gancho:
II I A
a) I
b) II III
c) III
IV 0
d) IV
e) V V
P

04. (CESGRANRIO) Sobre uma partícula agem as quatro forças Resolução:


representadas na figura. A intensidade da força resultante
é: R2 = (12 − 4)2 + (8 − 2)2 ⇒ R = 10 N
8N

a) 6N Alternativa E
b) 0N
c) 14N 4N
d) 26N 12N
e) 10N 2N

05. Um astronauta com o traje completo tem uma massa de Resolução:


120kg. Ao ser levado para a Lua, onde a gravidade é,
aproximadamente, 1,6m/s2, a sua massa e o seu peso serão, A massa não varia.
respectivamente:
a) 75kg; 120N P = m . g = 120 . 1,6 = 192 N
b) 120kg; 192N
Alternativa B
c) 192kg; 192N
d) 120kg; 120N
e) 75kg; 192N

06. (PUC) Um plano inclinado, que faz ângulo de 30º com a Resolução: →
N →
horizontal, tem uma polia em seu topo. Um bloco de 30kg T
sobre o plano é ligado, por meio de um fio que passa pela →
polia, a um bloco de 20kg, que pende livremente. Faça a T

figura que representa a situação acima indicando as forças P1
que atuam nos blocos. 30º →
P2

07. Um astronauta tem, na Terra, massa de 60kg e pesa 600N. Resolução:


O astronauta vai para a Lua, onde a aceleração da gravidade
é seis vezes menor do que na Terra. A massa e o peso do A masssa não se altera.
astronauta, na Lua, serão, respectivamente:
10
P = m . g = 60 . = 100 N
a) 60kg e 600N 6
b) 10kg e 100N
c) 60kg e 100N Alternativa C
d) 10kg e 600N
e) 60kg e 3 600N

CPV fiscol-med0405-r
física 3

08. Uma partícula é submetida simultaneamente à ação de 11. Um bloco está em repouso sobre a superfície de uma mesa.
apenas duas forças de intensidades 6N e 8N, De acordo com o princípio da ação e reação de Newton, a
respectivamente. Determinar a intensidade da resultante reação ao peso do bloco é:
agente na partícula, nos seguintes casos: a) a força que o bloco exerce sobre a mesa.
b) a força que a mesa exerce sobre o bloco.
a) as forças têm a mesma direção e o mesmo sentido; c) a força que o bloco exerce sobre a Terra.
b) as forças têm a mesma direção e sentidos opostos; d) a força que a Terra exerce sobre o bloco.
c) as forças são perpendiculares entre si; e) uma outra força aplicada ao bloco.
d) as forças formam entre si um ângulo de 60°. Resolução: O peso do bloco é a força com que a Terra atrai o bloco.
Resolução: Logo, a reação a esta força é recebida pela Terra e aplicada pelo
bloco. Alternativa C
a) R = 6 + 8 = 14 N
b) R = 8 − 6 = 2N
12. Dois blocos A e B de massas 3kg e 2kg, respectivamente,
c) R2 = 62 + 82 ⇒ R = 10 N encontram-se em contato e apoiados num plano horizontal
d) R2 = 62 + 82 + 2 . 6 . 8 . cos 60º = 100 + 48 ⇒ R = 12,17 N liso. Uma força constante F = 20N, paralela ao plano de
apoio, é aplicada ao corpo A, conforme mostra a figura.
09. (FATEC) Uma moto move-se a 72km/h numa estrada hori- →
F
zontal plana. A resultante de todas as forças que agem na A B
moto é zero. Nessas condições, a velocidade da moto:
Desprezando a resistência do ar, determine:
a) diminuirá de forma constante.
b) diminuirá de forma variável. a) a intensidade da aceleração adquirida pelo sistema;
c) aumentará de forma constante. b) a intensidade da força de contato trocada pelos blocos.
d) aumentará de forma variável. Resolução:
e) continuará a ser de 72km/h. a) Isolam-se os corpos e esquematizam-se as forças agentes em
cada corpo.
Resolução: →
γ →
Pelo Princípio da Inércia, um corpo em movimento, submetido a →
→ NA NB

uma Resultante Nula, manterá um Movimento Retilíneo e FBA
A → B F AB
Uniforme. F
Alternativa E
→ →
PA PB
→ →
10. (MED ABC) A figura representa a resultante R das forças FAB e FBA correspondem a um par ação e reação.
que atuam em uma partícula em um certo instante. Dos Aplicando o princípio fundamental para cada corpo temos:
segmentos orientados mostrados, o que poderia representar corpo A: R A = F − FBA = M A . γ
a aceleração da partícula no mesmo instante seria o
corpo B: R B = FAB = M B . γ
segmento número: →
R ∴ 20 – FBA = 3 . γ
1 I
a) 1
FAB = 2 . γ II
b) 2 2
c) 3
3 Resolvendo o sistema, temos:
d) 4
e) 5
5 4 20 − FBA = 3 γ
FAB = 2 . γ
+
Resolução: 20 = 3γ + 2 γ
O Princípio Fundamental é baseado no fato de que Resultante e
∴ 5 γ = 20 ⇒ γ = 4m/s2
aceleração “têm sempre” a mesma direção e sentido.
b) Aplicando o resultado do item anterior na equação
Alternativa B II , temos:
FAB = 2 . 4 = 8N

CPV fiscol-med0405-r
4 FÍSICA

13. No esquema abaixo os blocos 1 e 2 têm massas Resolução:


respectivamente iguais a 10 kg e 20 kg. Supondo a superfície
livre de atritos, calcule a aceleração dos blocos. F F 60
a= = = = 2 m/s2
→ m m1 + m 2 10 + 20
F = 60 N
2
1

14. Se a resultante das forças que agem num corpo é nula, pode- Resolução:
se afirmar que:
O corpo pode estar em MRU.
a) o corpo está em repouso.
b) o corpo está em M.R.U. Alternativa E
c) a aceleração do corpo pode ser nula.
d) o corpo pode estar em equilíbrio.
e) o corpo pode estar com velocidade escalar constante,
movendo-se em trajetória retilínea.

15. Um paraquedista desce verticalmente com velocidade Resolução:


constante de 0,4m/s. A massa do paraquedista é 90kg.
a) a = 0, pois V = cte
g = 10m/s2
→ →
a) Qual a aceleração do movimento? Justifique. b) R = 0 ⇒ FR = P = m . g = 90 . 10 = 900 N
b) Calcule a resultante das forças que se opõem ao
movimento.

16. Um homem tenta levantar uma caixa de 5kg, que está sobre Resolução:
uma mesa, aplicando uma força vertical de 10N. Nesta → →
T N
situação, o valor da força que a mesa aplica na caixa é: P = 5 . 10 = 50 N

g = 10m/s2 T = 10 N

a) 0 N ∴ N = 40 N
b) 5 N →
Alternativa D P
c) 10 N →
d) 40 N g
e) 50 N

5kg

17. (PUC) Quando a resultante das forças que atuam sobre um Resolução:
corpo é 10N, sua aceleração é 4m/s2. Se a resultante das F=m.a
forças fosse de 12,5N a aceleração seria de:
F 10
a) 2,5m/s2 m= =
4
= 2,5 kg
a
b) 5,0m/s2
c) 7,5m/s2 F' 12,5
a'= = = 5 m/s2
d) 2,0m/s2 m 2,5
e) 12,5m/s2 Alternativa B

CPV fiscol-med0405-r
física 5


18. (ESPM) Aplica-se uma força F de intensidade 50N ao bloco Resolução:
A, conforme a figura. Os blocos A e B possuem massas
respectivamente de 2,0kg e 3,0kg. As superfícies de contato F F 50
γ = = = = 10 m/s2
são perfeitamente lisas. Determine a aceleração dos corpos. m mA + mB 2+3


F = 50N
A B

19. (FUVEST) Uma força com intensidade de 160N produz o Resolução:


movimento, sobre um plano horizontal sem atrito, de dois →
corpos A e B de massas mA = 8kg e mB = 12kg, ligados a e b) γ
por um fio ideal, como mostra a figura. Determine: → → →
A T T B F


A B F
T = mA . γ F − T = mB . γ

a) a aceleração adquirida pelos corpos;  T = 8γ +



b) a intensidade da força de tração no fio.  160 − T = 12γ

160 = 20γ ⇒ γ = 8 m/s2 ⇒ T = 8 . 8

T = 64 N

20. (PUC) Na figura temos três blocos de massas m1 = 1,0kg, Resolução:


m2 = 2,0kg e m3 = 3,0kg, que podem deslizar sobre a →
γ
superfície horizontal, sem atrito, ligados por fios
inextensíveis. Dado F3 = 12N, obtenha F1 e F2. → → → → →
m1 F1 F1 m2 F2 F 2 m2 F3
→ → →
F1 F2 F3
m1 m2 m3
F1 = m1 . γ F2 − F1 = m2 . γ F3 − F2 = m3 . γ

 F1 = γ
F1(N) F2(N) 
 F2 − F1 = 2γ +

a) 12 12  12 − F2 = 3γ
b) 4,0 8,0
c) 2,0 6,0 12 = 6γ ⇒ γ = 2 m/s2 ⇒ F1 = 2 N
d) 6,0 2,0 F2 = 2γ + F1
e) 4,0 4,0
∴ F2 = 6 N

Alternativa C

CPV fiscol-med0405-r
6 FÍSICA

21. (FUVEST) Dois móveis A e B estão ligados por um fio Resolução: →


flexível e inextensível e movem-se sob a ação do campo de T
gravidade da Terra, suposto uniforme e de intensidade →
g = 10m/s2. Desprezando os atritos, determine o módulo A T B
da aceleração do conjunto e a intensidade da força que
traciona o fio. T = mA . γ PB − T = mB .
3,0kg γ

PB
A
T = 3 . γ

 10 − T = γ
→ 10 = 4γ ⇒ γ = 2,5 m/s2
B 1,0kg g
T = 3γ ⇒ T = 7,5 N

22. (FATEC) A terceira Lei de Newton é o princípio da ação e Resolução:


reação. Esse princípio descreve as forças que surgem na
interação de dois corpos. Podemos afirmar que: Pela teoria ⇒ Alternativa D

a) duas forças iguais em módulo e de sentidos opostos são


de ação e reação.
b) ação e reação estão aplicadas no mesmo corpo.
c) a ação é maior que a reação.
d) enquanto a ação está aplicada num corpo, a reação está
aplicada no outro corpo.
e) a reação em alguns casos pode ser maior que a ação.

23. De acordo com a 3a Lei de Newton (ação e reação), um corpo, Resolução:


ao ser empurrado por uma pessoa, reage em sentido
contrário ao da ação, e ainda assim pode entrar em I. Falsa → Para corpos em movimento, vale a lei da ação e reação.
movimento. Após analisar as afirmativas abaixo, assinale II. Verdadeira
a opção correta.
III. Falsa → Ação e reação têm mesmo módulo.
I. O corpo se movimenta porque a lei da ação e da reação
IV. Falsa → Elas ocorrem simultaneamente.
só é válida enquanto o corpo está em repouso.
II. O corpo se movimenta porque a ação é sobre ele e a Alternativa B
reação é aplicada na mão de quem o empurrou.
III. O corpo se movimenta porque a ação é maior do que
a reação.
IV. O corpo se movimenta porque a ação ocorre antes da
reação.

a) Apenas a afirmativa I está correta.


b) Apenas a afirmativa II está correta.
c) Apenas a afirmativa III está correta.
d) Apenas a afirmativa IV está correta.
e) Todas as afirmativas estão erradas.

CPV fiscol-med0405-r
física 7

24. Um bloco de massa M encontra-se em repouso sobre uma Sr. Professor: oriente os alunos quanto aos sinas das forças
→ →
mesa horizontal, num local onde a aceleração da gravidade −N1 e − Pmesa sobre a Terra.
é g. Faça um esquema representando o corpo, a mesa e a
Terra, assinalando em cada corpo as forças agentes, Resolução:
→ →
identificando os pares ação e reação. → N1 − N1
N

→ → → →


–N Pmesa – PM − Pmesa
PM
bloco mesa Terra

Obs.: Se fôssemos mais rigorosos, a força N1, (contato entre a
Terra e a mesa, deveria ser dividida entre os pés da mesa.


25. (VUNESP) Considere o esquema abaixo e despreze o atrito. Resolução: T g = 10 m/s2
A
Determine a intensidade da aceleração do sistema, a B
intensidade da força aplicada pelo corpo B sobre A e a
→ →
tensão na corda. FBA FAB

Dados: mA = 15 kg; mB = 5,0 kg mC = 20 kg C


Corpo A: T – FBA = mA . a

g = 10 m/s2 Corpo B: FAB = mB . a FBA = FAB


A
B Corpo C: PC – T = mC . a
A + B + C: PC = a . (mA + mB + mC)
mC . g = a . (15 + 5 + 20) ⇒ a = 5 m/s2
C Em B: FAB = mB . a ⇒ FAB = FBA = 25 N
Em A: T – 25 = 15 . 5 ⇒ T = 100 N

26. (FUVEST) A figura mostra dois blocos A e B empurrados Resolução:


por uma força horizontal, constante, de intensidade
F = 6,0 N, em um plano horizontal sem atrito. →
F
→ A
F B
FBA FAB
B

A Corpo A: F – FBA = mA . a FAB = FBA

O bloco A tem massa de 2,0 kg e o bloco B tem massa de Corpo B: FAB = mB . a


1,0kg.
a) A + B: F = a(mA + mB) ⇒ a = 2 m/s2
a) Qual o módulo da aceleração do conjunto?
b) Qual a intensidade da força resultante sobre o bloco A? b) FR = F – FBA

A: F – FBA = 2 . 2 = 4 N

FR = 4 N

CPV fiscol-med0405-r
8 FÍSICA

27. Dois blocos A e B de massas mA = 3,0 kg e mB = 2,0 kg estão Resolução:


unidos por um fio ideal (sem peso
PA – T = mA . a
e inextensível) que passa por uma +
T – PB = mB . a
polia a qual está pendurada em
um dinamômetro. PA – PB = (mA + mB)a
dinamômetro
Desprezam-se: o atrito no eixo da a) mAg – mBg = (mA + mB)a c) D
polia, o efeito do ar e a massa da 3 . 10 – 2 . 10 = (3 + 2) . a
polia. 30 – 20 = 5a ⇒ 10 = 5a
T T
Sendo g = 10 m . s–2, pede-se: a = 2 m/s2
D = 2T
a) o valor da aceleração dos D = 2 . 24
b) T – PB = mB . a
blocos; D = 48 N
T – 20 = 2 . 2
b) a intensidade da força tensora
T = 20 + 4
no fio;
B T = 24 N
c) a indicação do dinamômetro. A

28. Um corpo de massa 2kg está apoiado num plano inclinado Resolução:
sem atrito, conforme a figura.
F sen30º = I a) Num plano inclinado sem atrito, temos

GH 1
2
e cos 30 º =
3
2 JK R = Px = P . sen 30º
m . γ = m . g . sen 30º
1
γ = 10 . = 5m/s 2
2

Determinar: 30º b) N = Py = P. cos 30º


N = m . g . cos 30º
a) a aceleração do corpo;
b) a intensidade da força Normal que o apoio aplica sobre 3
N = 2 . 10 . = 10 3 N
o corpo. 2

29. As figuras mostram dois arranjos (A e B) de polias Resolução:


construídos para erguer um corpo de massa M = 8 kg.
Despreze as massas das polias e da corda, bem como os Isolando os corpos, temos:
atritos. → →
T T

FA →
T1

→ T1
P
(A) M

M P
(B)
FA FB Em (A) temos:
M
F A = P ⇒ F A = P = 8 . 10 = 80 N
(A) (B)
Em (B) temos:
Calcule as forças FA e FB, em newton, necessárias para P
manter o corpo suspenso e em repouso nos dois casos. 2F B = T1 = P ⇒ F B = = 40 N
2

CPV fiscol-med0405-r
física 9


V
Esta explicação refere-se aos exercícios 30 e 31.
Um homem de peso igual a 600N, apoiado em patins, é puxado para cima por meio de
uma corda, paralela ao plano inclinado. Atritos são desprezíveis.

30º

30. (FCC) Se o movimento tem velocidade constante, a Resolução:



força F aplicada para fazer o homem subir é, em módulo
Para velocidade constante:
e em newtons, igual a: N
F
F − Px = 0 ⇒
a) 600
F = Px = 300 N Px
3
b) 600 30º
2 P
Alternativa C
c) 300 30º

d) 450
e) n.d.a.

31. (FCC) O movimento do homem se faz agora com aceleração Resolução:



de 1m/s2, ascendente. A força F aplicada para fazer o
F − Px = m . a
homem subir é, em módulo e em newtons, igual a:
g = 10m/s2 F = Px + 60 . 1 = 360 N
a) 600
Alternativa B
b) 360
c) 1200
d) 300
e) nda

32. (FAAP) A pessoa da figura deseja puxar o tronco de 100N Resolução:


rampa acima. Despreze os atritos e determine a intensidade
da força que o homem deve aplicar para que o tronco suba 1
com velocidade constante. F = Px = P sen 30º = 100 . = 50 N
2
sen 30° = 0,50
N
F

Px
30º
P 30º

30°

CPV fiscol-med0405-r
10 FÍSICA

33. (UNISA) Na figura abaixo, a roldana R tem massa desprezível Resolução:


e não há atrito entre ela e o fio. O corpo A possui massa 4,0kg. → →
a e b) T T
Sabe-se que o corpo B desce com movimento acelerado e
aceleração de módulo 2,0m/s2. → →
A B
Adote g = 10m/s2 e calcule: γ γ

a) a massa de B. R
→ →
b) a intensidade da força PA PB
que traciona o fio.
T − PA = mA . γ PB − T = mB . γ
B
A  T − 40 = 4 . 2 T = 48 N

 mB . 10 − T = mB . 2

10mB − 40 = 8 + 2mB ⇒ 8 mB = 48
mB = 6 kg

34. (FUVEST) Considere o esquema representado na figura Resolução:


abaixo. As roldanas e a corda são ideais. O corpo suspenso
da roldana móvel tem peso P = 500N. → → P
a) T T T= = 250 N
2


P P

b) O corpo se eleva de metade do valor que o homem puxa; Como


ele puxou 1 metro, o corpo subiu 0,5 metro.
a) Qual o módulo da força vertical (para baixo) que o
homem deve exercer sobre a corda para equilibrar o 50 cm
sistema ?
b) Para cada 1 metro de corda que o homem puxa, de
quanto se eleva o corpo suspenso ?

35. (PUC) Tem-se as seguintes proposições: Resolução:

I. se nenhuma força externa atuar sobre um ponto material, I. correta


com certeza ele estará em equilíbrio estático ou dinâmico.
II. só é possível a um ponto material estar em equilíbrio se II. errada → o equilíbrio pode ser dinâmico
ele estiver em estado de repouso.
III. correta
III. inércia é a propriedade da matéria de resistir à variação
de seu estado de repouso ou movimento. Alternativa E

a) somente a proposição I é correta


b) somente a proposição II é correta
c) somente a proposição III é correta
d) as proposições I e II são corretas
e) as proposições I e III são corretas

CPV fiscol-med0405-r
física 11

36. (ITA) De acordo com as leis da mecânica newtoniana, se um Resolução:


corpo de massa constante:
Pela teoria ⇒ Alternativa C
a) tem velocidade escalar constante, é nula a resultante das
forças que nele atuam
b) descreve uma trajetória retilínea com velocidade escalar
constante, não há forças atuando nele
c) descreve um movimento com velocidade vetorial
constante, é nula a resultante das forças nele aplicadas
d) possui velocidade vetorial constante, não há forças
aplicadas no corpo
e) está em movimento retilíneo e uniforme é porque existem
forças nele aplicadas

37. (FEI/2001) Num levantamento de peso um atleta com Resolução: N


massa m = 90 kg consegue bater um recorde levantando
130 kg. Qual a reação normal do solo sobre o atleta: N = P 1 + P2 P2
N = m1g + m2g
a) 900 N N = 90 . 10 + 130 . 10
b) 1 300 N
N = 900 + 1 300
c) 400 N
N = 2200 N
d) 450 N
P1
e) 2 200 N Alternativa E

38. (PUC/2000) Um satélite em órbita ao redor da Terra é atraído Resolução:


pelo nosso planeta e, como reação, (3a Lei de Newton)
atrai a Terra. A figura que representa corretamente esse par As forças do par ação-reação têm mesmo módulo, mesma direção e
ação-reação é: sentidos opostos. Elas estão em corpos distintos e a figura que melhor
representa estas características é a da alternativa C.
a) b) c)
Alternativa C

d) e)

39. (SENAC/2001) Um automóvel de massa 1000 kg parte do Resolução:


repouso e, após 5s, adquire uma velocidade de 20m/s sob
a ação de uma força constante de intensidade: V = V0 + a . t F=m.a
a) 5000 N 20 = 0 + a . 5 F = 1 000 . 4
b) 4000 N 20 = 5a F = 4 000 N
c) 3000 N a = 4 m/s2
d) 2000 N
e) 1000 N Alternativa B

CPV fiscol-med0405-r
12 FÍSICA

40. (SENAC/2001) Cientistas americanos têm planos de enviar Resolução:


uma nave tripulada para Marte no ano de 2007. Na
superfície desse planeta, um homem de 70 kg de massa P=m.g
estaria sujeito a uma aceleração da gravidade de
P = 70 . 4
aproximadamente 4 m/s2. Logo, seu peso e sua massa
seriam, respectivamente, iguais a: P = 280 N
a) 280 N; 28 kg
b) 280 N; 70 kg A massa será a mesma.
c) 700 N; 28 kg
d) 700 N; 70kg Alternativa B
e) 0 N; 70 kg

41. (PUC/2002) Um carro está se movendo numa estrada 42. (PUC/2002) Leia a tira abaixo:
horizontal quando, em um determinado instante, o motorista
vê um animal na pista e freia o carro no intuito de pará-lo.
Supondo que a resultante das forças que atuam no carro
permaneça constante durante toda a frenagem, qual é o
conjunto de gráficos, entre os apresentados, que melhor
representa, para esse intervalo de tempo, a aceleração (a) e
a velocidade do carro (V), em função do tempo (t)?
a
a) a b) t

t A balança está equivocada em relação à indicação que deve


dar ao peso do sanduíche. Na tira apresentada, a indicação
V V
correta para o peso do sanduíche deveria ser
t t
a) 2000 N
b) 200 N
c) a a c) 2N
d)
d) 2 kg
t t e) 20 g
V V Resolução:

t t m = 200 g = 0,2 kg

P=m.g
e) a

P = 0,2 . 10
t

V P=2N

t Alternativa C

Resolução:

Se a força é constante, a aceleração será constante.

Logo, o movimento do carro é uniformemente variado.

Alternativa B

CPV fiscol-med0405-r
física 13

43. (FEI/2000) Observando-se a figura ilustrada abaixo e Resolução:


sabendo-se que N é a força normal e P é a força peso, F NB NA
podemos afirmar que:
F
B
A
a) NA = PA
b) NB = PB PB
NB
c) NA = PA + PB B NB = PB + Fy (I) PA NA = PA + NB (II)
d) NA > PA + PB
e) NA < PA + PB A Substituindo I em II: NA = PA + PB+ Fy ∴ NA > PA + PB+ Fy

Alternativa D

44. (MACK/2002) A esfera de 30 N e raio 60 cm da figura Resolução:


T
encontra-se apoiada sobre um plano inclinado em que o
atrito é desprezível. Seu equilíbrio é mantido pelo fio ideal,
de 75 cm de comprimento, preso ao centro e tracionado P
horizontalmente. A intensidade da força tensora nesse fio é: α

a) 10 N N 75 cm
P = 30 N α
(
b) 20 N
α( 60 cm
c) 30 N 45
d) 40 N T

e) 50 N T T 60 T
tg α = ⇒ tg α = = ⇒ T = 40 N
P 30 45 30
α
Alternativa D

45. (MACK/2001) Sobre uma superfície plana, horizontal e sem Resolução:


atrito, encontra-se apoiado um corpo de massa 2,0 kg, →
→ → F1
sujeito à ação das forças F 1 e F 2 , paralelas a ela.
→ → R
As intensidades de F1 e F2 são, respectivamente, 8 N e 6

N. A aceleração com que esse corpo se movimenta é: F2


F1

→ R2 = F12 + F22
F2
R2 = 82 + 62
R2 = 100
R = 10 N
a) 1 m/s2 R=m.a
b) 2 m/s2 10 = 2 . a
c) 3 m/s2
d) 4 m/s2 a = 5 m/s2
e) 5 m/s2 Alternativa E

CPV fiscol-med0405-r
14 FÍSICA

46. Os objetos L, M e N, cujos pesos são 10 N, 15 N e 8 N, Resolução:


respectivamente, estão suspensos por um arame muito leve,
como mostra a figura. Qual é a força que o fio suporta entre Alternativa C
L
LeM?
23 N
a) 33 N 23 N
L
b) 25 N
M
c) 23 N
15 N
d) 8N M 8N
e) 2N
8N
N N

8N

47. (FUVEST) Um veículo de 5,0 kg descreve uma trajetória Resolução:


retilínea que obedece à seguinte equação horária:
at 2
S = 3t2 + 2t + 1, onde S é medido em metros e t em segundos. S = S0 + V0t + ⇒ a = 2 . 3 = 6 m/s2
2
O módulo da força resultante sobre o veículo vale:
F = m . a = 5 . 6 = 30 N
a) 30 N
b) 5N Alternativa A
c) 10 N
d) 15 N
e) 20 N

48. (PUC) Os esquemas seguintes mostram um barco sendo Resolução:


retirado de um rio por dois homens. Em a, são usadas cordas
que transmitem ao barco forças paralelas de intensidades F1
F1 + F2 = 700
e F2. Em b, são usadas cordas inclinadas de 90° que  2 2 2
transmitem ao barco forças de intensidades iguais às F1 + F2 = 500
anteriores. Sabe-se que, no caso a, a força resultante
transmitida ao barco tem valor 700 N e, no caso b, 500 N. F1 = 700 − F2
Nessas condições, podemos afirmar que os esforços
desenvolvidos pelos dois homens têm valor:
(700 − F2)2 + F22 = 5002
→ b
F1
a 490 000 − 1 400F2 + F22 + F22 = 250 000
→ 90o
F1 → 2 F22 − 1 400F2 + 240 000 = 0
→ F2
F2
F22 − 700F2 + 120 000 = 0
F2 = 300 N ⇒ F1 = 400 N
a) 250 N e 250 N
ou F2 = 400 N ⇒ F1 = 300 N
b) 350 N e 350 N
c) 200 N e 500 N Alternativa E
d) 100 N e 600 N
e) 300 N e 400 N

CPV fiscol-med0405-r
física 15

49. (FEI/2000) No esquema de polias abaixo, sabe-se que a Resolução:


máxima força F que uma pessoa pode fazer é F = 30 N. Qual
é a carga máxima que ela conseguirá erguer?
a) 30 N
b) 90 N
15 N
c) 120 N 15 N
15 N
d) 180 N 15 N
e) 240 N
30 N 30 N
30 N F = 30 N

F 60 N 60 N
60 N

120 N 120 N
120 N

240 N
carga

carga
Alternativa E

50. (MACK/2001) Um estudante quis verificar experi- Resolução:


mentalmente a vantagem mecânica obtida numa associação
de polias, utilizada para equilibrar o peso de um determinado
corpo de massa m. Dentre várias montagens, destacou
duas, que se encontram ilustradas abaixo.
P
8 P
P 4
P 4
P
4
4
P P
D1 D2
P P 2 2
2 2 P
P P
8 P m 4
m
P
D1 D2 P

m
m
P
F1 8 P 4 1 F 1
= = . = ⇒ 1 =
F2 P 8 P 2 F2 2
4
Considerando as polias e os fios como sendo ideais e
desprezando os pesos dos dinamômetros e dos suportes, Alternativa D
a relação entre as intensidades das forças F1 e F2, medidas
respectivamente em D1 e D2, é:
F1 3 F1 2 F1
a) F = 2 b) =
F2 3 c) F = 2
2 2

F1 1 F1 1
d) F = 2 e) F = 4
2 2

CPV fiscol-med0405-r
16 FÍSICA

51. (MACK/2002) No sistema, o atrito e desprezível, o fio e a Resolução:


polia são ideais e a mola M, de massa desprezível, tem
constante elástica 200 N/m. Quando o corpo B é seguro, a
0N
fim de se manter o conjunto em equilíbrio, a mola está =1
T
deformada de __________ e, depois do corpo B ter sido kg
4
abandonado, a deformação da mola será de ___________. M
As medidas que preenchem correta e respectivamente as
lacunas, na ordem de leitura, são: PB x B P T = 10 N
Dado: g = 10 m/s2 30º
A
a) 2,5 cm e 3,0 cm
b) 5,0 cm e 3,0 cm 1,0 kg
c) 5,0 cm e 6,0 cm P = 10 N
d) 10,0 cm e 10,0 cm
T = Fel = k . x1 P – T = mA . a
e) 10,0 cm e 12,0 cm g
4k 10 = 200 . x1 T – PBx = mB . a
M
x1 = 0,05 m P – PB x = (mA + mB) . a
B
x1 = 5 cm 10 – 20 = (1 + 4) . a
30º –10 = 5a
A a = –2 m/s2
1,0 kg T – PBx = mB . a
T – 20 = 4 . (–2)
T = 20 – 8
T = 12 N
T = k . x2
12 = 200 . x2
x2 = 0,06 m = 6 cm

Alternativa C

52. (MACK/2000) Uma pessoa quer iluminar a frente de sua Resolução:


casa e, para tanto, dispõe de um conjunto constituído de r r
cordas ideais, de uma haste homogênea com secção ∑ F = O ⇒ P1 + P2 = RV + 0,8 T1 + 0,6 T2 ⇒
transversal constante, de massa 2,00 kg, e de uma luminária ⇒ 30 = 10 + 0,8T1 + 0,6T2 ⇒ 4 . T1 + 3 . T2 = 100
pendente de massa 1,00 kg. A haste, sustentando a luminária r r l
em uma de suas extremidades e articulada em A, permanece ∑ M 0 = O ⇒ RV . l = P1 .
2
⇒ RV = 10 N
em equilíbrio na horizontal, com auxílio das cordas 1 e 2,
P1 = 2 . 10 = 20 N
como mostra a → figura.

A relação entre as intensidades das
forças tensoras, T1 e T2, respectivamente nas cordas 1 e 2, é: P2 = 1 . 10 = 10 N

Dados: sen α = 0,8 1

1 sen β = 0,6 2
g = 10 m/s2
2 T1
α
a) T1 = T 2 Rv T2
b) 4.T1 = 3.T2 α β
c) 3.T1 = 4.T2 β A
Rh P2
A
d) 3.T1 + 4.T2 = 100 P1
e) 4.T1 + 3.T2 = 100
P2
Alternativa E

CPV fiscol-med0405-r
física 17

53. (FEI/2000) No porto de Santos existe um guindaste para Resolução:


carregar “containers”. Sabendo-se que o mesmo possui
um esquema de polias, como esquematizado abaixo e que a
máxima força que o motor faz no cabo é de 450 kgf, determine
o peso máximo que um “container” pode ter para que o 450 kgf
guindaste possa levantá-lo. Despreze o atrito. motor

a) 18,0 tonf 450 kgf


b) 1,7 tonf 900 kgf
c) 5,4 tonf
motor 1800 kgf
d) 1,0 tonf
e) 14,4 tonf 3600 kgf

7200 kgf

14400 kgf

“container”

Alternativa E
“container”

54. (UNIFESP/2000) Às vezes, as pessoas que estão num elevador Resolução:


em movimento sentem uma sensação de desconforto, em geral
na região do estômago. Isso se deve à inércia dos nossos A sensação de desconforto ocorre quando a ≠ 0.
orgãos internos localizados nessa região, e pode ocorrer:
a) quando o elevador sobe ou desce em movimento uniforme. Alternativa D
b) apenas quando o elevador sobe em movimento uniforme.
c) apenas quando o elevador desce em movimento uniforme.
d) quando o elevador sobe ou desce em movimento
variado.
e) apenas quando o elevador sobe em movimento variado.

55. Consideremos um corpo de massa m = 15 kg pendurado em Resolução:


um dinamômetro, o qual está preso no teto de um elevador.
A aceleração da gravidade tem intensidade g = 10 m/s2. Um
a) P = m . g b) Como T > P, o elevador sobe
indivíduo dentro do elevador observa que a marcação do
dinamômetro é 180 N. P = 15 . 10 acelerado ou desce retardado.
P = 150 N
a) Calcule o módulo da aceleração
do elevador. Sendo T = 180 N e T
b) O que podemos dizer sobre o R = m . a temos: m
movimento do elevador? m
P
T–P=m.a
180 – 150 = 15 . a
30 = 15a
a = 2m/s2

CPV fiscol-med0405-r
18 FÍSICA

56. Dois blocos A e B, de massas iguais a 6,0 kg, são ligados às Resolução:
extremidades de um fio ideal f que passa por uma polia
ideal, como mostra a figura. a) Como PA = PB ⇒ a = 0
Sendo g = 10 m/s2, calcule:
b) T = PA = mA . g
a) o módulo da aceleração do
bloco A; T = 6 . 10 T T
b) o módulo da tração no fio f; T = 60 N f
c) o módulo da força que o fio f f T
exerce sobre a polia. A
c) F = 2T
A T PA
F = 2 . 60
B
B F = 120 N PB

57. O esquema representa Resolução:


dois corpos A e B, de
pesos respectivamente PA = 40 N
iguais a 40N e 15N, presos PB = 15 N
às extremidades de um fio
T = PB = 15 N
ideal f que passa por uma f
polia também ideal. f
B T + NA = PA T
O corpo A está apoiado
B
sobre uma plataforma 15 + NA = 40 T
PB
horizontal. Calcule o A NA = 25 N NA
A
módulo da força exercida
PA
pela plataforma sobre o
corpo A.

58. No sistema representado na figura os blocos A e B têm Resolução:


massas 2,0 kg e 3,0 kg, respectivamente. O→fio e a polia são →
ideais e g = 10 m/s2. Uma força horizontal F de intensidade F – T = mB . a T F
T – PA = mA . a B
60N é aplicada ao bloco B. Desprezando o atrito, calcule o
módulo da aceleração do bloco A. → F – PA = (mA + mB)a T
F
B 60 – 20 = (2 + 3)a
A
40 = 5a
a = 8 m/s2 PA
A

59. Um bloco de massa M = 80 kg está Resolução:


preso em uma das extremidades de
um fio ideal que passa por uma polia T – P2 = m . a
também ideal e é puxado, conforme a T – 600 = 60 . 4
figura, por um indivíduo de massa
T = 600 + 240
m = 60 kg, de modo que tanto o T
indivíduo como o bloco sobem em T = 840 N
movimento acelerado.
Sabendo que g = 10 m/s2 e que o T – P 1 = m1 . a
T
módulo da aceleração do indivíduo 840 – 800 = 80 . a
é 4,0 m/s2 , calcule o módulo da 40 = 80a P2 = 600 N
aceleração do bloco. a = 0,5 m/s2 P1 = 800 N

CPV fiscol-med0405-r
física 19

60. No sistema representado na figura os blocos A, B e C têm Resolução:


FB A
massas respectivamente iguais a 4,0 kg, 3,0 kg e 13 kg. O fio a) PC – T = mC . a A
B FA
B
e a polia são ideais e o bloco A está apenas encostado no FA = mB . a
bloco B. Sabendo que g = 10m/s2 e desprezando o atrito, B
T – FB = mA . a T
calcule os módulos: A
A PC = (mA + mB + mC) . a C
B 130 = (13 + 3 + 4) . a
PC
130 = 20 . a
a = 6,5 m/s2
a) da aceleração do bloco C;
b) da tração no fio; b) PC – T = mC . a
C
c) da força exercida pelo bloco A sobre o bloco B. 130 – T = 13 . 6,5
T = 45,5 N
c) FA = mB . a
B
FA = 3 . 6,5
B
FA = 19,5 N
B

61. (PUC) O esquema representa um homem de peso 64 kgf que, Resolução:


por meio de uma corda que passa por uma polia fixa, mantém
suspenso em repouso um bloco A de peso 48 kgf. A força
T = PA = 48 kgf
que o homem exerce sobre o
solo vale: N
N+T=P T
a) 16 kgf N + 48 = 64 T
b) 64 kgf A
N = 16 kgf
c) 56 kgf PA
d) 48 kgf
A Alternativa A
e) 112 kgf
P

62. (PUC) O esquema representa dois corpos A e B de massas Resolução:


respectivamente iguais a 8,0 kg e 2,0 kg, ligados por um fio T
A
inextensível e de massa desprezível. No instante t = 0 os
corpos estão em repouso na posição indicada no esquema. T
Nesse instante abandona-se o sistema, que assume movi- M 5 m N
mento devido à tração exercida por B. Despreze as forças de B
atrito e suponha que a aceleração da gravidade tem intensi- PB 1 m solo
dade 10 m/s2. O tempo que A leva para ir de M até N é:

A PB – T = mB . a
T = mA . a
PB = (mA + mB) . a ⇒ 20 = (2 + 8)a = 10a ⇒ a = 2 m/s2
M 5m N
B
a) 1,0 s VB2 = V02 + 2 . a . ∆S ⇒ VB2 = 0 + 2 . 2 . 1 = 4 ⇒ VB = 2 m/s
1m solo
b) 2 s
VB = V0 + a . tB ⇒ 2 = 0 + 2 . tB ⇒ tB = 1 s para B chegar ao solo
c) 2,0 s
d) 5 s ∆S = V . tA ⇒ 4 = 2 . tA ⇒ tA = 2 s
e) 3,0 s
tT = tB + tA ⇒ tT = 1 + 2 ⇒ tT = 3 s
Alternativa E

CPV fiscol-med0405-r
20 FÍSICA

63. (FEI) No sistema indicado na figura, o fio e as polias são Resolução:


ideais.
Quando o bloco A desloca-se de ∆S, o bloco B, por ter uma polia móvel,
∆S
desloca-se de .
2
A Esta relação vale também para velocidade e aceleração.
a
Logo A = 2
bB

B T/2
A

T T
a 2 2
Qual a relação A entre as acelerações adquiridas pelos T
bB
B
corpos A e B, sabendo que as massas obedecem à relação
PB
mA 1
= ? (Despreze o atrito)
mB 4

→ Resolução:
64. (FEI) Faz-se uma força F atuar sucessivamente sobre dois
corpos, A e B, que adquirem, respectivamente, acelerações F = mA . a F = (mA + mB)a1
→ F = mB . b F = (mA + 2mA)a1
a e b, com a = 2 b. Se a mesma força F for aplicada ao mA . a = mB . b F = 3mA . a1
sistema formado pelos dois corpos A e B ligados mA . 2b = mB . b mA . a = 3 mA . a1
rigidamente, a aceleração do sistema será:
mB = 2mA a
a1 =
3
a) a+b
b) 3b Alternativa D
c) 3a
d) a/3
e) b/3


65. (ESPM) Aplica-se uma força F de intensidade 50 N ao Resolução:
bloco A, conforme a figura. Os blocos A e B possuem
F = mT . a
massas, respectivamente, 2,0 kg e 3,0 kg. As superfícies
50 = 5 . a
de contato são perfeitamente lisas. Determine a aceleração
dos corpos. a = 10 m/s2

F = 50 N B

CPV fiscol-med0405-r
física 21

66. (IME) Na figura a seguir os objetos A e B pesam, Resolução:


respectivamente, 40 N e 30 N e estão apoiados sobre planos
lisos, ligados entre si por uma corda inextensível, sem peso, T = PB . x ⇒ T = PB . sen θ (I)
1
que passa por uma roldana sem peso. Determine o ângulo T = PA . x = PA . sen 30 = 40 . ⇒ T = 20 N (II)
2
θ e a tensão na corda quando houver equilíbrio.
Substituindo (II) em (I) temos:
20 = 30 sen θ T
T
2
sen θ = A B
3 PAx PBx
A B
2 PA PB
θ = arc sen
3 30° θ
30° θ

67. (ITA) Dois blocos de massa M estão unidos por um fio de 68. (FUVEST) Uma aranha de 3g, fabricando um fio, desce 2 m
massa desprezível que passa por uma roldana com um eixo em 4 horas em movimento vertical uniforme.
fixo. Um terceiro bloco de massa m é colocado suavemente
sobre um dos blocos, como mostra a figura. Com que força a) Qual o valor da velocidade da aranha?
esse pequeno bloco de massa m pressionará o bloco sobre
b) Qual a tração no fio?
o qual foi colocado?
2mMg → Resolução:
a)
2M + m g
b) mg m = 3g = 3 . 10–3 kg
c) (m – M) g
mg ∆S 2m
a) V = ⇒ V = 4h = 0,5 m/h
d) ∆t
2M + m
M m b) T = P = m . g ⇒ T = 3 . 10–3 . 10 = 3 . 10–2 N
e) outra expressão
M
Resolução:
P+N–T=M.a 69. (MACK) Uma pessoa, no interior de um elevador que sobe
P1 – N = m . a com movimento acelerado, exerce no piso uma força de
T–P=M.a módulo:

P1 = (2M + m) . a g
a) maior que o do seu peso, somente quando a aceleração
m . g = (2M + m) . a
m.g é maior que a da gravidade
a= b) zero, quando a aceleração é a da gravidade
2M + m T
N c) igual ao do seu peso
M m
T d) maior que o do seu peso
P1 – N = m . a P1
M e) menor que o do seu peso
P1 – m . a = N P
N
 m.g  P
m . g – m =N Resolução:
 2M + m  N
2 2
m .g m . g(2M + m) − m . g
m.g– =N⇒ =N N>P
2M + m 2M + m
2 2 P
2mMg + m . g − m . g
=N Alternativa D
2M + m
2mMg
N= Alternativa A
2M + m

CPV fiscol-med0405-r
22 FÍSICA

70. (PUC) Um corpo de 100 kg 72. (FUVEST) Um projétil descreve uma trajetória parabólica,
de massa é elevado, a partir como indica a figura. A resistência do ar é desprezível.
do repouso no solo, até uma A resultante das forças que agem sobre o projétil na posição
alturade 10m,em 2s(figura). indicada pode ser representada pelo vetor:
Considere a aceleração da
gra-vidade igual a 10m/s2, → → →
o fio inextensível e de massa a) A B C
10m →
desprezível e a roldana sem b) B
massa ou atrito. Determine →
c) C →
a intensidade da força → →
→ A → D
motora F. d) D E

Resolução: e) E

Resolução:

A resultante pode ser representada pelo vetor E pois somente o
10m T peso age como força.

Alternativa E
P
2
at
T–P=m.a S = S0 + V0t +
2
T – 100 . 10 = 100 . a 73. (UNIP) Considere uma pedra arremessada para cima a partir
a . 22 da superfície terrestre. Enquanto a pedra estiver subindo,
T = 1 000 + 100 . a 10 =
2 podemos afirmar que:
T = 1 000 + 100 . 5 20 = 4a
T = 1500 N a = 5 m/s2

71. (ITA) Fazendo compras num supermercado, um estudante


utiliza dois carrinhos. Empurra o primeiro, de massa m, com
uma força F, horizontal, o qual, por sua vez, empurra outro
de massa M sobre um assoalho plano e horizontal. Se o atrito
entre os carrinhos e o assoalho puder ser desprezado, pode-
se afirmar que a força que está aplicada sobre o segundo a) a Terra atrai a pedra e a pedra repele a Terra, com forças
carrinho é: de mesma intensidade
a) F b) a Terra repele a pedra e a pedra atrai a Terra, com forças
MF de mesma intensidade
b)
m+M
c)
F m+M b g c) a Terra atrai a pedra e a pedra atrai a Terra, porém, a
atração da Terra é muitíssimo mais intensa
M d) a Terra e a pedra se repelem mutuamente, com forças de
F mesma intensidade
d)
2
e) A Terra e a pedra se atraem mutuamente, com forças de
e) outra expressão
mesma intensidade
Resolução:
F Resolução:
m M f
f O peso é uma força de campo. Pela 3a Lei de Newton, se a Terra
F–f=m.a f=M.a atrai a pedra, esta reage e atrai a Terra.
f=M.a F
f=M. Alternativa E
F = (M + m)a M+m
F M .F
a= f=
M+m M+m
Alternativa B

CPV fiscol-med0405-r
física 23

74. (MACK) Uma pedra é levantada por um fio com aceleração Resolução:
constante de 2,0 m/s2. Nessa condição, a tração no fio é metade fio
2T – P = m . a
da que faz o fio se romper. Adotando g = 10 m/s2, a máxima T
2(P + 2m) – P = m . a
aceleração com que esse fio pode levantar essa pedra é: M
2P + 4m – P = m . a
a) 4,0 m/s2 P P + 4m = m . a
b) 9,8 m/s2 T–P=m.a m . g + 4m = m . a
c) 10 m/s2 T=P+m.2 14 = a
d) 14 m/s2 T=P+2.m a = 14 m/s2
e) 34 m/s2
Alternativa D

75. (FUVEST) Um carrinho A, de 20 kg de massa, é unido a Resolução:


um bloco B, de 5 kg, por meio de um fio leve e inextensível,
conforme a figura abaixo. Inicialmente o sistema está em a) F = T = PB = m . g = 5 . 10 = 50 N
repouso devido à presença do anteparo C, que bloqueia o PB − T = mB . a
carrinho A (g = 10m/s2). b)  T = mA . a
+


PB = (mA + mB)a
A
C
50 = 25 . a ⇒ a = 2 m/s2

a) Qual o valor da força que o anteparo C exerce sobre o


carrinho A ?
b) Retirado o anteparo C, com que aceleração o carrinho A
se movimenta ?

76. (CESGRANRIO) Em cada uma das figuras seguintes é Resolução:


representada uma partícula com todas as forças que agem
sobre ela. Essas forças, constantes, são representadas por Em I e IV, pois em I não há forças agindo e em IV a resultante pode
ser zero.
vetores; todas têm o mesmo módulo. Em quais situações a
partícula pode estar executando um M.R.U.?

I II

III IV

CPV fiscol-med0405-r
24 FÍSICA

77. Um automóvel de 1 000kg de massa viaja em um trecho Resolução:


retilíneo e horizontal de uma estrada, com velocidade
constante de 54km/h. A resultante de todas as forças que Não há aceleração.
atuam sobre o veículo tem módulo:
Alternativa D
a) 54 000N
b) 15 000N
c) 0,015N
d) nula
e) n.d.a.

78. A figura abaixo representa o arranjo de Atwood. A força que Resolução:


→ →
traciona o fio, em N, vale: T T
R|m1 = 2 kg → m1 → m2
S|m2 = 4 kg
a) 20 γ γ

b) 50 g
c) 80 |Tg = 10 m / s2 →
P1

P2
d) 50/3
e) 80/3 T − P1 = m1 . γ  T − 20 = 2γ
⇒ 
P2 − T = m2 . γ  40 − T = 4γ
m1 20 = 6γ
10
γ= m/s2
3

m2 10 80
∴ T = m . γ + P1 = 2 . + 20 = N
3 3
Alternativa E

79. (UnB) A figura (1) representa um corpo suspenso por um fio. Resolução:
A figura (2) representa as forças atuantes sobre cada parte
do sistema da figura (1). Pela 3a Lei de Newton, podemos O teto puxa o fio, logo o fio puxa o teto.
afirmar que:
Alternativa E
a) D e P formam um par A
ação e reação.
B
b) P e B formam um par
ação e reação.
C
c) A e C formam um par
ação e reação. D
d) B e C formam um par
ação e reação. P P
e) A e B formam um par figura 1 figura 2
ação e reação.

80. (FCC) Um corpo P, parado, pesa 10N. Quando esse corpo cai Resolução:
de 10m de altura e está em queda livre, ele:
Ação e reação.
a) não exerce ação sobre a Terra.
b) atrai a Terra com força de módulo maior que 10N. Alternativa C
c) atrai a Terra com força de 10N.
d) atrai a Terra com força constante menor que 10N.
e) atrai a Terra com força menor que 10N, porém crescente
linearmente com a velocidade.

CPV fiscol-med0405-r
física 25

81. (PUC) No esquema, P1 = P2 = 10N. A tensão na corda, Resolução:


supondo g = 10m/s2, vale:
Para que os blocos fiquem em equilíbrio, a tração no fio deve ser
a) 100N igual ao peso.
b) 10N
c) 20N Alternativa B
d) zero
e) 200N P2
P1

82. (AMAN) Na figura abaixo, não havendo atrito, se B pesa Resolução:


N
10 N, o valor do peso de A para que o sistema esteja em T
equilíbrio é: Px = T = PB
Px
P sen 30º = 10 ⇒ P = 20 N
a) 10 N 30º
b) 17,32 N Alternativa C P
30º
c) 20 N
d) 22,5 N A B
e) 35 N 30º

83. (UNISA) Dois corpos A e B, de massas 2,0kg e 3,0kg, estão Resolução:


ligados por um fio inextensível e sem peso, que passa por → →
T T
uma polia sem atrito, como mostra a figura abaixo. A
aceleração em m/s2 dos corpos é de: (Adote g = 10m/s2)
→ A B →
γ γ
a) 1,0
→ →
b) 2,0 PA PB
c) 3,0
d) 5,0 T − PA = mA . γ PB − T = mB . γ
e) n.d.a.
A  T − 20 = 2γ
B 
 30 − T = 3γ

10 = 5γ ⇒ γ = 2 m/s2

Alternativa B

84. (Medicina Taubaté) A relação entre as massas m 1 e Resolução:


m 2 para o sistema abaixo esquematizado estar em
equilíbrio é: A polia móvel divide o peso por dois ⇒ m1 = 2 . m2

a) m 1 = m 2 Alternativa B
b) m 1 = 2 m 2
c) m 2 = 2 m 2
2
d) m 1 = m 2
e) m 1 = m 2 m2
m1

CPV fiscol-med0405-r
26 FÍSICA

85. (CESGRANRIO) A figura representa esquema- Resolução:


ticamente uma composição ferroviária com uma
locomotiva e três vagões idênticos, movendo-se com Sendo m a massa de cada região:

aceleração constante a. Sejam F 1 , F 2 e F 3 os módulos
F3 acelera uma massa m 
das forças exercidas por cada uma das barras de
 F F2 F
acoplamento (1), (2) e (3), respectivamente, sobre os  a= 3 = = 1
F2 acelera uma massa 2m  m 2m 3m
vagões. Se as forças de atrito exercidas sobre os 
vagões forem desprezíveis, podemos afirmar que: F1 acelera uma massa 3m 

1 1 → F2 F
a) F = F = F3
3 1 2 2
a ∴ F3 = = 1
2 3
1 1
b) F 1 = F2 = F3 Alternativa A
2 3 (3) (2) (1)
c) F 1 = F 2 = F 3

d) F 1 = 2F 2 = 3F 3

e) 3F 1 = 2F 2 = F 3

86. Considere o sistema repre- Resolução:


sentado na figura, onde os fios e
as polias são ideais. A aceleração a) aA = 4aB c) PA – TA = mAaA
da gravidade tem módulo 10 m/s2 b) 4PA – 4T = 4ma . aA 30 – TA = 3 . 8
e as massas de A e B são 4T – PB = mB . aB TA = 6N
respectivamente iguais a 3,0 kg e
4PA – PB = 4mAaA + mBaB
2,0 kg. Sendo aA e aB os módulos A
120 – 20 = 12aA + 2aB
das acelerações dos blocos A e B, T T
100 = 12aA + 2aB
determine: T T T
50 = 6aA + aB
50 = 6 . 4aB + aB A
a) a relação entre aA e aB; B 2T 2T
b) os valores de aA e aB; 50 = 25aB PA
c) o módulo da tração no fio ligado ao bloco A. aB = 2 m/s2 4T
B
aA = 8 m/s2 PB

87. (UE-CE) As massas m1 e m2 estão ligadas por um fio flexível Resolução:


e inextensível, apoiado sobre uma polia ideal. Inicialmente,
m1, é mantida sobre a mesa. Considere g = 10 m/s2. A razão T1 = P2 = m . g T2 – P1 = m1 . a
da intensidade da força de tração no fio (T1), enquanto m1 T1 = 3 . 10 T2 – 10 = 1 . 5
é mantida sobre a mesa, para a intensidade da força de tração T1 = 30 N T2 = 15 N
no fio (T1), enquanto m1 é mantida sobre a mesa, para a
intensidade da forçade tração no fio (T2), após m1 ser P2 – T2 = m2 . a T1 30
T2 – P1 = m1 . a =
liberada, é: T2 15
P2 – P1 = (m1 + m2)a
T1
a) 1/2 30 – 10 = (3 + 1)a =2
20 = 4a T2
b) 1
c) 2 a = 5 m/s2 Alternativa C
T
d) 3
m2 = 3 kg m2 = 3 kg
m1 = 1 kg

m1 = 1 kg P

CPV fiscol-med0405-r
física 27

88. A inércia é uma propriedade associada a um corpo, segundo Resolução:


a qual o corpo:
Alternativa D
a) estando a acelerar, tende a manter a sua aceleração;
b) estando suspenso, tende a cair para a Terra;
c) estando a mover-se livremente, acaba por parar;
d) estando a mover-se livremente, tende a manter sua
velocidade vetorial;
e) estando em órbita, tende a se manter em órbita.

89. (UNESP) As estatísticas indicam que o uso do cinto de Resolução:


segurança deve ser obrigatório para prevenir lesões mais
graves em motoristas e passageiros no caso de acidentes. Alternativa A
Fisicamente, a função do cinto está relacionada a:

a) Primeira Lei de Newton;


b) Lei de Snell;
c) Lei de Ampère;
d) Lei de ohm;
e) Primeira Lei de Kepler.

90. (UNICAMP) Um carrode massa 8,0 . 102 kg, andando a Resolução:


108 km/h, freia uniformemente e pára em 5,0 s.
a) V = V0 + at b) F = m . a
a) Qual o módulo da aceleração do carro, durante a freada?
0 = 30 + a . 5 F = 800 . 6
b) Qual a intensidade da força resultante no carro, durante F = 4 800 N
a freada? a = – 6 m/s2

91. Considere a figura abaixo: Resolução:


T2 T1
B B
T2
T1
A A
C Px A C
θ g
PA θ
g
PC
As massas de A, B e C são, respectivamente, iguais a 15 kg,
20 kg e 5,0 kg. Desprezando os atritos, a aceleração do PC – T1 = mC . a
conjunto, quando abandonadoa si próprio, tem intensidade T1 – T2 = mB . a
igual a: T2 – PxA = mA . a

Dados: g = 10 m/2 sen θ = 0,80 cos θ = 0,60 PC – PxA = (mA + mB + mC)a


50 – 150 . 0,8 = (15 + 20 + 5)a
a) 0,25 m/s2
– 70 = 40 . a
b) 1,75 m/s2
c) 2,50 m/s2 | a | = 1,75 m/s2
d) 4,25 m/s2
Alternativa B
e) 5,0 m/s2

CPV fiscol-med0405-r
28 FÍSICA


92. (FATEC) Uma força F paralela ao plano inclinado de ângulo Resolução:
q com a horizontal é aplicada aocorpo de massa 10 kg, para
F – Px = m . a →
que ele suba o plano com aceleração de módulo igual a F
2,0 m/s2 e dirigida para cima. Considerando-se desprezível F = P . sen θ = m . a
o atrito, adotando-se para g o→valor de 10m/s2, cos θ = 0,60 F – 100 . 0,8 = 10 . 2
Px
e sen θ = 0,80, o módulo de F vale: F = 80 + 20
→ P
F F = 100 N θ
a) 120 N
b) 100 N Alternativa B
c) 80 N
d) 60 N θ
e) 20 N

93. (MED. VIÇOSA) Um bloco de 3,0 kg é abandonado com Resolução:


velocidade inicial v0 = 0 sobre um plano inclinado de 37º com
a horizontal, como mostra a figura abaixo. O coeficiente de a) Px – Fat = m . a Fat
atrito entre o bloco e o plano inclinado é 0,50. Despreze o P . sen θ – µ . N = m . a
atrito com o ar. Px
30 . 0,6 – 0,5 . Py = 3 . a
18 – 0,5 . 30 . 0,8 = 3a P
Dados: sen 37º = cos 53º = 0,60 18 – 12 = 3a 37º
cos 37º = sen 53º = 0,80
g = 10 m/s2 6 = 3a
a = 2 m/s2
37º 2
at
b) ∆S = V0t +
2
a) Determine a intensidade da aceleração adquirida pelo 2
bloco; 2.2
∆S =
b) Calcule a distância percorrida pelo bloco após decorrido 2
∆S = 4 m
um tempo de 2,0 s.

94. (FEI) Na figura abaixo, o bloco A tem massa mA = 5,0 kg e o Resolução:


bloco B tem massa mB = 20 kg. Não há atrito entre os blocos

e os planos, nem na polia; o fio é inextensível. A força F tem a) F – T = mA . a

T
módulo F = 40 N e adota-se g = 10 m . s–2. T = PxB = mB . a F A
T
F – PxB = (mA + mB)a
→ 40 – 200 . 0,5 = 25a B
F PxB
A 40 – 100 = 25a 30º
–60 = 25a PB
B
| a | = 2,4 m/s2
30º b) T – 100 = 20(–2,4)
a) Qual o valor da aceleração do bloco B? T = 100 – 48
b) Qual a intensidade da força tensora no fio? T = 52 N

95. (PUC) Uma força de 10N é aplicada separadamente a dois Resolução:


corpos cujas massas são m 1 e m2, respectivamente, F = m . γ
produzindo neles acelerações de 4m/s2 e 20m/s2. Se os 10
corpos em questão fossem unidos, qual seria o valor da m1 = = 2,5 kg
4
aceleração do sistema sob a ação da mesma força ?
10 F 10
m2 =
20
= 0,5 kg ⇒ γ= = 2,5 + 0,5 ⇒ γ = 3,33 m/s2
m

CPV fiscol-med0405-r
física 29

96. (UF-MG) Na figura, considere os atritos e as massas dos fios Resolução:



e roldanas desprezíveis. As massas A, B, e C são, γ
respectivamente: 10,0kg, 4,0kg e 2,0kg. A aceleração da a e b) → →
gravidade pode ser considerada 10m/s2. T1 T2
a) Determine a aceleração de cada bloco. → →
→ T1 T2 → C
b) Determine as forças que cada fio exerce em cada A γ B
γ
bloco.
→ →
B PA PC

PA − T1 = mA . γ T1 − T2 = mB . γ T2 − PC = mC . γ

A C  100 − T1 = 10γ
 T − T = 4γ
 1 2
 T − 20 = 2γ
 2
80 = 16γ ⇒ γ = 5 m/s2
∴ T1 = 100 − 10γ = 50 N
e T2 = 2γ + 20 = 30 N

97. No sistema abaixo, o corpo 1 de massa 6kg está preso na Resolução:


posição A . O corpo 2 tem massa de 4kg. Despreze os atritos
e adote g = 10m/s2. Abandonando o corpo 1, a sua velocidade T = 6γγ
ao passar pela posição B será de: 40 − T = 4γγ
40 = 10γγ ⇒ γ = 4 m/s2
1
m1 será acelerado durante uma distância de 0,5m.
1,0m
A B
a) 0,5m/s V2 = V02 + 2 . a . ∆S ⇒ V= 2 . 4 . 0,5 = 2 m/s
2
b) 1m/s 0,5m
Alternativa C
c) 2m/s
d) 8 m/s
e) 4m/s

98. (FATEC) Um corpo de 3,0kg de massa está dependurado em Resolução:


um dinamômetro preso ao teto de um elevador. Uma pessoa
no interior desse elevador observa a indicação fornecida
pelo dinamômetro: 39N. Sendo a intensidade da aceleração T = 39 N
local da gravidade de 10m/s2, podemos concluir que:

a) o elevador pode estar em repouso.


b) o elevador pode estar subindo com aceleração de
3,0m/s2. P = 30 N
T − P = m . γ
c) o elevador pode estar em movimento uniforme para cima.
d) o elevador pode estar descendo com aceleração de
2,0m/s2. 9
γ = = 3 m/s2 (p/ cima)
e) o elevador pode estar em movimento uniforme para 3
baixo.
Alternativa B

CPV fiscol-med0405-r
30 FÍSICA

99. (AMAN) Na figura abaixo, as massas dos corpos A, B e C Resolução:


são respectivamente 2kg, 3kg e 5kg. A aceleração do
NC NB
sistema será: T1 T2
bloco C bloco B
a) 1m/s2 T1
PB
b) 2m/s2 B 30º PC
30º
c) 3 3 m/s2 C A
d) 3,5m/s2
C − T1 = mC . γ T1 + Px B − T2 = mB . γ
30º Px
e) 4 3 m/s2
T2

PA

T2 − PA = mA . γ

 PC . sen 30º − T1 = 5γ

 T1 + PB . sen 30º − T2 = 3γ

 T2 − PA = 2γ

1 1
50 . + 30 . − 20 = 10γ ⇒ 10γ = 25 + 15 − 20
2 2
20
γ= = 2 m/s2
10

Alternativa B

CPV fiscol-med0405-r