Fraternidade e a Vida no Planeta

É este o tema da CF (Campanha da Fraternidade) deste ano que trata da gravidade das mudanças climáticas geradas pelo homem. O espírito quaresmal nos impele a reflexão sobre nosso comprometimento com a instauração do Reino de Deus aqui na terra, por isso, este ano, a pergunta que não pode nos perpassar sem resposta é como podemos, nós, cristãos que somos, louvar a Deus enquanto toda a Sua ³Criação geme em dores de parto´ (Rm 8,22)? Não seria hipocrisia? A narração do livro do Gênesis nos diz que Deus, ao criar o homem e a mulher disse-lhes: ³Sede fecundos e multiplicai-vos, enchei a terra e submetei-a! Dominai sobre os peixes do mar, as aves do céu e todos os animais da terra´ (Gn 1,28). Pois houve e há, ainda, quem interprete de forma deturbada este trecho, achando-se dono absoluto do planeta. ³A palavra dominar vem do latim dominus, que significa µsenhor¶. Dominar significa exercer o senhorio sobre os demais, e este exercício do senhorio deve ser feito do modelo de µSenhor¶ que é o próprio Deus´ (Texto-Base da CF 2011 §103) Jesus Cristo é o Senhor, dizem muitos, portanto que sejamos ³senhores´ do nosso planeta-casa como Ele é Nosso Senhor. O nosso planeta está criado e evoluído, Deus colocou o ser humano nele como guardião (cf. Gn 3,15). As grandes catástrofes como enchentes, furacões, secas e outros são, na verdade, reações climáticas ao aquecimento global, ou seja, nosso planeta está esquentando devido ao acúmulo de gases poluentes na atmosfera que impedem os raios solares de melhor se espalharem e voltarem para o espaço; É como se a Terra estivesse com ³febre´. Embora este seja um problema de escala mundial, que depende muito das decisões dos líderes de governos para ser, ao menos, minimizado, isso não significa que estamos à margem da situação. Cabe a nós conscientizar as demais pessoas, especialmente as crianças e os jovens sobre nosso papel neste mundo para que nossa relação com o meio ambiente seja solidária, que saibamos utilizar nossos bens com agradecimento, respeito, justiça e caridade. Além disso, cabe a nós exigir medidas efetivas por partes dos governantes para reduzir a emissão de gases poluentes e também cultivas boas atitudes, gestos simples, porém concretos como evitar sacolas plásticas, tomar banhos mais curtos, usar lâmpadas econômicas, separar o lixo recliclável entre outras. A CNBB disponibiliza excelentes materiais para serem usados em encontros de catequese, com jovens, nas casas em encontros com as famílias, via-sacras e outras celebrações, circulos bíblicos, DVD e textos para estudo e aprofundamento. Visite uma livraria católica ou acesse www.edicoescnbb.org.br e confira! João Melo Graduando em Filosofia e Pós-graduando em Catequese.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful