You are on page 1of 2

PROCESSO INDIVIDUAL DO ALUNO

- Regulamento -
(Pontos 10 a 14 do cap. I do Desp. Normativo n.º 1/2005, de 05 de Janeiro,
e artigo 71 do Reg. Interno do Agrupamento)

Do Processo Individual do Aluno deve constar o seguinte:

- Os elementos fundamentais de identificação do aluno.

- Cópia da folha do Livro de Ponto com as fotos dos alunos da turma ou

documento que a substitua.

- Ficha Biográfica ou de caracterização sócio-económica do aluno.

- Fichas de informação dos três períodos lectivos ou documento que os

substitua.

- Relatórios médicos e/ou de avaliação psicológica, quando existam.

- Plano de Recuperação / Acompanhamento / Desenvolvimento.

- Relatórios de retenção, quando existam.


- Plano Educativo Individual e Programa Educativo, com a respectiva
Avaliação Final, no âmbito do
Regime Educativo Especial.
- A auto-avaliação global das aprendizagens do aluno, no final de cada ano
lectivo.
Notas importantes:
- O Processo Individual do Aluno (em pasta própria do Agrupamento)
acompanha o aluno ao longo de
todo o ensino básico.
- É da responsabilidade do professor titular do 1.º ciclo e do director de
turma, nos 2.º e 3.º ciclos.
- Acompanha o aluno sempre que este mude de estabelecimento de ensino.
- Toda a documentação deve estar organizada e ordenada
cronologicamente.
- O processo individual está arquivado nos Serviços de Administração
Escolar, em caixa destinada à turma, podendo ser solicitado pelo director de
turma em qualquer altura e reposto de novo no seu ligar.
- Só pode ser livremente consultado pelos professores implicados na turma,
após solicitação ao
director de turma.
- Os alunos têm acesso ao seu processo individual desde que
acompanhados pelo professor titular do
1.º ciclo ou pelo director de turma, nos 2.º e 3.º ciclos.
- A consulta pelos pais/encarregados de educação e outros intervenientes no
processo educativo fica obrigada à apresentação, por escrito, de um pedido
fundamentado dirigido ao professor titular do 1.º ciclo ou ao director de
turma.
- Compete ao professor do 1.º ciclo ou ao director de turma, no final do ano
lectivo, proceder à
colocação dos documentos supracitados no Processo Individual do Aluno.
- O Processo Individual é entregue ao encarregado de educação ou, se
maior de idade, ao aluno, no
termo da escolaridade obrigatória.

1. O processo individual do aluno encontra-se regulamentado pelo Artigo 16º da Lei nº


30/2002 de 20 de Dezembro e pelos Pontos 10 a 14 do Despacho Normativo nº 1/2005.
2. O percurso escolar do aluno deve ser documentado, de forma sistemática, num dossier
individual que o acompanha ao longo de todo o ensino básico e proporciona uma visão
global do processo de desenvolvimento integral do aluno, facilitando o acompanhamento e
intervenção adequados dos professores, encarregados de educação e, eventualmente,
outros técnicos, no processo de aprendizagem.
3. O dossier previsto no número anterior é da responsabilidade do director de turma,
acompanhando, obrigatoriamente, o aluno sempre que este mude de estabelecimento de
ensino, sendo entregue ao encarregado de educação no termo do 3.º ciclo.
4. No dossier individual do aluno devem constar:
a. Os elementos fundamentais de identificação do aluno;
b. Os registos de avaliação;
c. Relatórios médicos e ou de avaliação psicológica, quando existam;
d. Planos e relatórios de apoio pedagógico, quando existam;
e. O programa educativo individual, no caso de o aluno estar abrangido pela
modalidade de educação especial;
f. Os registos e produtos mais significativos do trabalho do aluno que
documentem o seu percurso escolar;
g. Uma auto-avaliação do aluno, no final de cada ano
5. São registadas no processo individual do aluno as informações relevantes do seu percurso
educativo, designadamente as relativas a comportamentos meritórios e a infracções e
medidas disciplinares aplicadas, incluindo a descrição dos respectivos efeitos.
6. O processo individual do aluno constitui-se como registo exclusivo em termos disciplinares.
7. As informações contidas no processo individual do aluno referentes a matéria disciplinar e
de natureza pessoal e familiar são estritamente confidenciais, encontrando-se vinculados
ao dever de sigilo todos os membros da comunidade educativa que a elas tenham acesso.
8. A consulta do dossier individual do aluno pelo encarregado de educação far-se-á sempre
na presença do respectivo Director de Turma o durante o horário de atendimento. Têm
também acesso ao dossier os técnicos pertencentes às estruturas previstas no
Regulamento Interno