O Método Genealógico de Pesquisa Antropológica. W.H.R. Rivers.

Prof. Gabriel O. Alvarez PPGAS/UFG

W.H.R. Rivers 1864-1922

Expedição ao Estreito de Torres, 1898

Método

● ● ●

● ●

Coletar genealogias. Grande diferença de terminologia. Usar termos básicos: pai, mãe, filha, marido, mulher. Termos classificatórios Matrilinearidade, patrilinearidade Ao realizar a genealogia se obtém informação de ambas as linhas Matrimônios polígamos e poliândricos. Anotar a condição social de cada indivíduo, local de nascimento, organização totemica, clãs.

● ●

Anotar qualquer fato que possa ter significado, a pesquisa depois definirá o que entra e o que não. Dificuldades e fontes de erros: tabus em relação aos mortos; mudanças de nomes. Comprovar veracidade, cruzar as genealogias. Trabalhar com os mais velhos.

Usos do método genealógico
● ●

● ●

● ●

Execução dos sistemas de relações. Não se pode traduzir os termos do outro sistema para ou nosso. Trabalhar os termos que o informante aplicaria aos diferentes membros da sua genealogia e os termos que aqueles usariam para ele. Alinhar em colunas opondo os termos recíprocos. Em muitas relações usam-se duas formas, falando com ele, falando sobre ele. Obter as duas. Termos diferentes para sexos diferentes. Distinção de idade.

Termos usados para parentes afins e consanguíneos pode ser usado para outros que não são parentes. Quatro classes
– – – –

Relações que podem ser traçadas pela genealogia Relações de consanguinidade ou matrimônio que não podem ser traçadas mas tem base genealógica Relações dependentes da participação em divisões sociais Relações dependentes de algum laço artificial

usos
● ●

No estudo da regulamentação dos matrimônios. Com as genealogias podemos levantar os matrimônios ocorridos na comunidade, abrangendo 150 anos. Verificar quais são os matrimônios permitidos, ordenados, proibidos. Quando o matrimônio é regulado o metodo permite descobrir se há tendencias. Possibilita os estudo de formas matrimoniais como poligamia, poliandria, levirato, matrimonio entre primos cruzados. Permite determinar até que ponto as regulamentações são postas em prática.

usos
● ● ●

● ● ●

No estudo das leis que regulamentam a descendência e a transmissão da propriedade. Estudo das migrações Para alem da organização social, o método pode ser aplicado ao estudo da magia e da religião. Analise de rituais em que pessoas mantem certa relação com o realizador do ritual. Deveres e privilégios do parentesco. Dados demográficos. Miscigenação, herança de caracteres, etc Transmissão de nomes

Ventagens
● ●

● ● ●

Seu carácter concreto. O método genealógico permite investigar problemas abstratos, com uma base concreta. Fornecer os meios para testarmos a precisão de uma testemunha. Inspira confiança Equipara pesquisador e nativo A confiança mutua se estende a outros campos

Ventagens

Levar-nos ao tempo em que a influencia europeia não atingira o grupo (150 anos). Pode mostrar o efeito das influencias que afetaram o grupo. Alem de obter informações, permite demonstrar a veracidade destas. Através do método genealógico podem-se demonstrar os fatos da organização social com a mesma precisão encontrada nas Ciências Biológicas.

Referencia bibliográfica
Rivers W. H. R. 1969. “O método genealógico de pesquisa antropológica” In: Laraia, Roque de Barros, Organização Social. de Janeiro: Zahar Editores.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful