Novidades do SolidWorks

Versão 2010

Conteúdo
Novidades: Destaques do SolidWorks 2010.....................................................................x Avisos legais...................................................................................................................12 1 Administração..............................................................................................................15
Aprimoramentos da instalação..............................................................................................................15 SolidWorks Rx.......................................................................................................................................16 Diagnósticos para placas gráficas e drivers.....................................................................................16 Fluxo de trabalho do SolidWorks Rx................................................................................................16 Conversão de arquivos para o SolidWorks 2010..................................................................................17

2 Interface do usuário.....................................................................................................18
Personalização da barra de ferramentas transparente Exibir ..............................................................18 Barras de ferramentas de contexto.......................................................................................................18 Aprimoramentos do Instant3D...............................................................................................................19 Suporte a gesto do mouse ....................................................................................................................19 Gestos do mouse.............................................................................................................................19 Melhorias do PropertyManager ............................................................................................................24 Melhorias dos controles da área de gráficos ........................................................................................24 Ícones maiores no Windows Vista.........................................................................................................24 Guia Migração de dados do CommandManager...................................................................................25 Suporte para toque e multitoque ..........................................................................................................25

3 Fundamentos...............................................................................................................26
Documentação do SolidWorks..............................................................................................................26 Documentação baseada na Web.....................................................................................................26 Novos tutoriais..................................................................................................................................26 Lição de 30 Minutos renomeada......................................................................................................27 Política para novas ilustrações.........................................................................................................27 Estados de exibição para peças............................................................................................................27 Propriedades personalizadas................................................................................................................28 Planos de referência .............................................................................................................................28 Criar planos de referência................................................................................................................28 Modificar planos de referência.........................................................................................................29 Selecionar pontos para criar planos.................................................................................................30 Exibir decalques no SolidWorks............................................................................................................31 Salvar múltiplos documentos.................................................................................................................31 Comando Normal a................................................................................................................................31

4 Application Programming Interface (API).....................................................................33

ii

Conteúdo

5 3D ContentCentral.......................................................................................................35
Publicação de catálogo de auto-atendimento........................................................................................35 Meu 3D ContentCentral.........................................................................................................................35 Solicitar conteúdo..................................................................................................................................36 Comunidade do 3D ContentCentral.......................................................................................................36

6 Montagens...................................................................................................................37
Visualização de montagem ...................................................................................................................37 Visão geral da Visualização de montagens.....................................................................................37 Ativação da ferramenta Visualização de montagem........................................................................37 Visualizar a montagem.....................................................................................................................39 Alterar a propriedade de classificação.............................................................................................41 Criar uma equação para a classificação..........................................................................................41 Espelhar componentes .........................................................................................................................43 Selecionar as opções de espelhamento..........................................................................................43 Definir a orientação..........................................................................................................................44 Criar configurações espelhadas.......................................................................................................44 Editar um recurso de componente espelhado..................................................................................45 Componentes virtuais ...........................................................................................................................46 Tornar virtuais os componentes externos........................................................................................46 Nomeação de componentes virtuais................................................................................................47 Copiar componentes virtuais............................................................................................................47 Mover componentes virtuais............................................................................................................48 Salvar novos componentes no contexto..........................................................................................49 Referência de componente por instância..............................................................................................51 Estados de exibição...............................................................................................................................52 SpeedPak..............................................................................................................................................52 Posicionamentos....................................................................................................................................53 Realocar componentes....................................................................................................................53 Substituir componentes....................................................................................................................53 Posicionamentos do Sistema de coordenadas................................................................................54

7 CircuitWorks.................................................................................................................55
Interface do usuário...............................................................................................................................55 Atualizar montagens..............................................................................................................................55 Importar do SolidWorks montagens que não são do CircuitWorks.......................................................55 Selecionar o componente de placa e a orientação..........................................................................56 Usar arestas de silhueta para determinar a forma de componentes...............................................56 Suporte a PADS.....................................................................................................................................56

8 Configurações..............................................................................................................57
Configuration Publisher .........................................................................................................................57 Iniciar com múltiplas configurações.................................................................................................58 Iniciar com uma única configuração.................................................................................................61 Modificar configurações ........................................................................................................................66
iii

Conteúdo

Configurar materiais.........................................................................................................................66 Configurar propriedades personalizadas.........................................................................................67 Editar uma vista de tabela................................................................................................................68

9 Design Checker............................................................................................................71
Integração do Design Checker..............................................................................................................71 Validação segundo os padrões de desenho ANSI/ISO/JIS...................................................................71 Corrigir todos os erros com um botão...................................................................................................72 Melhorias da interface do usuário..........................................................................................................72 Verificação de ponto virtual....................................................................................................................72 Opção de correção automática no Agendador de tarefas.....................................................................73 Amostras de verificações verticais personalizadas por setor do 3D ContentCentral............................73

10 Estudos de Projeto.....................................................................................................74 11 DFMXpress................................................................................................................76
Validação de chapa metálica.................................................................................................................76 Gerenciar tamanhos de furo padrão......................................................................................................76 Zoom na seleção...................................................................................................................................76

12 Desenhos e detalhamento.........................................................................................77
Anexos de anotação..............................................................................................................................77 Balões....................................................................................................................................................77 Lista de materiais...................................................................................................................................78 Blocos....................................................................................................................................................79 Marcas de centro...................................................................................................................................80 Representações de rosca......................................................................................................................80 Dimensões.............................................................................................................................................81 Dimensão rápida .............................................................................................................................81 Paleta de dimensão .........................................................................................................................82 Dimensões de ordenada..................................................................................................................83 Dimensões fracionais.......................................................................................................................83 Excluir dimensões............................................................................................................................84 Nomes de dimensões.......................................................................................................................84 Notas......................................................................................................................................................84 Tabelas..................................................................................................................................................84 Tabelas de Bloco de Título em peças e montagens..............................................................................85 Desenhos...............................................................................................................................................86 Vistas de seção alinhada.................................................................................................................86 Fonte da linha do componente.........................................................................................................86 Configurações..................................................................................................................................87 Templates de desenho.....................................................................................................................87 Vistas de desenho de peças multicorpos ........................................................................................87 Ocultar e exibir arestas.....................................................................................................................88 Abrir peças e montagens em desenhos...........................................................................................88 Vistas de seção................................................................................................................................88
iv

...103 Nomear desenhos com nomes de modelos usando Copiar árvore.................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................106 Atribuição centralizada de permissões.......................104 Versões em armazenamento frio no submenu Obter versão...............................................................................................................................................................................................................93 Melhoramentos da impressão no Apple Mac................................................................................................................................................................................................................................................................105 Exibir formatos de BOMs de item................................................................104 Emissão de um aviso quando o arquivo está aberto em outro aplicativo.................................89 Arestas tangentes.......................................102 Utilização do Toolbox com o Enterprise PDM................98 Tarefas de conversão e impressão......................................................................................................105 Gerar IDs de item a partir de atributos de arquivo........................96 Imagens de esboço..................................100 Suplementos de Tarefas.............105 Caixas de seleção opcionais de nó-pai........................................101 Configurar o Enterprise PDM e o Toolbox.................................................................................106 Suporte a suplementos e formatos de arquivo.....................................92 Suporte aprimorado para BOMs...................................................................................99 Executar tarefas...............................................................................................................................................................................105 Expandir e recolher a estrutura do item..............................................................................................................106 Ferramenta Administração.............................................................................................................................................................Conteúdo Imagens de esboço................................................................................................................105 BOMs nomeadas para itens..........92 Publisher integrado.................................................................104 Desenhos com múltiplas referências não têm check-out automático.........................................106 Recursos Exportar e Importar ampliados ...............................................................................................................................................................104 Aviso de reconstrução da Visualização de arquivos ................................................................................................................................................................................100 Monitorar tarefas..........................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................92 Visualizar impressão.....................................................................................................................................................................................................................................................................................94 Estados de exibição vinculados a configurações..................................................................................108 Configuração de correio SMTP...........................................................................................106 Suporte de API para itens.........................................................................................................................................................................................102 File Explorer e o suplemento SolidWorks........98 Configurar tarefas...............................................................................................................................................................................................................101 Integração do Enterprise PDM e do Toolbox .............................................................................................................95 Decalques..........104 Alterar os nomes e a ordem das colunas no suplemento SolidWorks..................................................................98 Gerenciar tarefas ....................................89 Propriedades do sistema......................................108 v .....96 14 Enterprise PDM..............................89 13 eDrawings..........................................................................................................................................................107 Melhoramentos nos números de série.....................94 Tabelas Bloco de Título.......................................................................103 Nomear arquivos com números de série usando Copiar árvore ........................104 Gerenciamento de item.....

........120 Contato curva-curva...........................................................................................................................................................................................................124 Visualização de padrão e espelhamento...............................................................................................127 Recurso de forma..........109 Configuração de conjunto de dados predefinido....................................114 Estudo de movimento com base em eventos................................................................................................................111 Importar arquivos Rhino em computadores de 64 bits..........................................................................................................................................110 Documentação baseada na Web .........................................................................128 Superfícies...............................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................123 Melhoramentos em beira e ranhura.......................112 16 Estudos de Movimento................................................................................................................122 Aprimoramentos do Instant3D...................................................................................................................................................................................................................112 Salvar arquivos TIF..........................................110 15 Importar/Exportar................................................ JPG ou PSD com um tamanho personalizado....................................................................119 Melhoramentos nos PropertyManagers de Força e de Motor.......111 PropertyManager de Saída DXF/DWG.............................................................109 Documentação..............................................................................................................................................127 Melhoramentos das Linhas de divisão...................127 Melhoramento do recurso Envolver.................................................................................113 Servomotores para análise de movimento com base em eventos........................................................................................................................................................................................120 Definir o tempo exato para pontos-chave e a barra de tempo............120 Grupos de contato para movimento....................................115 Grupos rígidos.........112 Importar arquivos do Adobe Illustrator.............................................................................127 FeatureWorks .........................................122 Materiais e peças multicorpos..................................120 17 Peças e recursos...........................................123 Recursos Mover face ...........................................................................................................................................................111 Importar e exportar arquivos do Adobe Photoshop em computadores de 64 bits.................................................................131 vi ............................................................................................................................................................................................................................................................................122 Assistente de Perfuração.................................................................................113 Análise de movimento baseada em eventos .................................................................118 Análise de simulação estrutural para Movimento....................................109 Comando Definir variável de cartão do Dispatch ..........................................................................................................Conteúdo API...............................................................................................................................113 Análise de movimento baseada em eventos................................................114 Novo sensor de movimento de proximidade.............................................112 Importar arquivos do Autodesk Inventor..........................................................................................................................................................................................................108 Suporte de API para itens.........................................................................109 Instalação.....................................108 Métodos de API para usuários e grupos.............................122 Recursos........................................................120 Alteração de nome do PropertyManager de Contato........................119 Contato.......................................................................................................................................................................................................................................................

...Conteúdo 18 PhotoView 360.................................................................................135 19 Rotas.................................162 Interface do Simulation.156 Melhoramentos em cantos fechados.....................145 Inserir uma peça para criar uma peça de chapa metálica multicorpos........................................................................................................................................................162 vii ........................135 Salvar vistas personalizadas................................146 Localizar a peça inserida...............................................................161 Otimização no SimulationXpress.............................................................................................................................................162 Melhoramentos na árvore de estudo do Simulation...........................141 Acesso a coberturas de tubo rígido..................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................159 Exportar peças de chapa metálica para arquivos DXF ou DWG .....................................................................................................................................................................................................143 20 Chapa metálica..............134 Tutoriais em vídeo.......................................................................................135 Efeitos de câmera..137 Planificação no estilo de manufatura ..............................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................148 Mesclar corpos de chapa metálica inserindo flanges de aresta.............159 Melhoramentos no padrão plano........................................158 Melhorias do recurso Bainha................................................................................144 Criar uma peça de chapa metálica espelhada.........................................133 Decalques do PhotoWorks no PhotoView 360...............................................................................................................................................................................................................................................................................................................................161 Nova interface do SimulationXpress.................................................137 Planificação para manufatura....................152 Dividir a peça............................................................133 Suporte para imagens de plano de fundo e ambientes personalizados............................................................................................152 Preparar para dividir a peça.......141 Cotovelos de 180 graus ou dobras para tubulação rígida..............................................................137 Adicionar componentes e acessórios de montagem a rotas................................................. tubo flexível ou chicote elétrico................141 Processo de importação e modelagem de dados P&ID..........................................................144 Peças de chapa metálica multicorpos ...................................................................150 Dividir uma peça de chapa metálica.........................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................141 Aprimoramentos para múltiplos PontosC.............................142 Melhoramentos da Biblioteca de Rotas........................133 Controle de cenas.....................................................161 SimulationXpress.................147 Acessar corpos de chapa metálica em peças multicorpos..................................................................................................................................................142 Melhoramentos na exportação de rotas de tubulação rígida e flexível................................................................................................................................................................................160 21 Simulation...................................................................................................................................................................................................154 Editar corpos de chapa metálica...........................................142 Identificações de referência..........................141 Desenhos de rota de tubulação rígida....................................................................153 Inserir uma peça de chapa metálica usando um flange-base.............................................162 Valores de referência NAFEMS.................................................................................................................

.........................187 Desempenho de grandes esboços.......................................191 Configuração das opções de manufatura e uso...........................................................................................................................................................................................................................................................Conteúdo Melhorias do PropertyManager.........................................................................................................183 Visualização de resultados..............................................................................165 Estudo de fadiga simplificado e aprimorado (Professional)...........................................................................184 Plotagem de tensão durante etapas de tempo em movimentos..........165 Aprimoramentos gerais.................................................................................................................................................................................................................................................................................177 Conectores de parafuso.....................................................................186 Número de instâncias configurável em padrões de entidade de esboço...181 Melhoramentos de malha.................................................................................................186 Ferramenta Ajustar spline..............................................................................192 Comparar materiais semelhantes................................................................................................................................182 Contato de componentes .......................188 Visão geral do SolidWorks Sustainability ...166 Novo estudo de projeto ...........................................................................................................................................................................................................................................................187 Dimensões em esboços 3D..............................................180 Malha.............175 Conectores...................................................................................177 Conectores aplicados a séries de furos.........................................................................................................177 Conectores de mola para cascas................................................................................184 Melhoramentos na plotagem......................174 Vigas.........................187 23 SolidWorks Sustainability ...................................................................................................................................................................................................................................................................178 Conectores de mancal entre peças.................................................................................................................................185 22 Criação de esboços..194 viii ................................................................................................................190 Selecionar um material.................................................................................188 Geração de projetos para o Sustainability.....................................................................................................................................187 Curvas acionadas por equação.................................................................................................................167 Offset para laminados compostos (Premium).............180 Cargas de mancal para furos circulares em cascas..........................................................................186 Ferramenta Filete de esboço......183 Contato para estudos não lineares (Premium).........................................................................................................................................................................................................................181 Definição de casca pela seleção de faces.......................165 Recursos ampliados do Consultor do Simulation................................................................................................................................................182 Melhoramentos dos conjuntos de contato.............................................................................................................................193 Configurar o material............................................................164 Estudos de simulação.................................................187 Ferramenta de esboço Converter entidades.......................................................................................165 Simplificar montagens em estudos não lineares (Premium)..................................................................................186 Vincular textos de esboço a propriedades de arquivo..........................................................................................................................................178 Conectores de solda de aresta (Professional).......................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................182 Contato..........................184 Tratamento de arquivos de resultados muito grandes (Premium).

194 24 SolidWorks Utilities...................................198 Integração do Toolbox com o Enterprise PDM .................200 Novo reconhecimento de recursos............................................................................................................................................................................................................200 DimXpert..........................................................205 28 Workgroup PDM................................................................................................................................206 Suporte para a opção /3GB...............................................................................................196 Melhorias de usabilidade......................................................................................204 Materiais em listas de corte.................................................................................................199 Criação de propriedades personalizadas....................................................................196 Utilitário de comparação de BOMs......................................................................198 Visibilidade de propriedades personalizadas no PropertyManager......................................................................................................198 Propriedades personalizadas do Toolbox ..........................................................................................................................................................................199 26 Tolerâncias...................................202 27 Soldagens..200 Esquema de dimensão automática............................................................................................................................................................................................................................................Conteúdo Criar um relatório..............................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................206 ix ...........................................................204 Itens de lista de corte.........................................................................202 Dimensões do local..198 Propriedades específicas da configuração na tabela de configurações.................................................................................................205 Gerador de Guias de Propriedades.............206 Suporte para componentes virtuais no SolidWorks Explorer.............................................................204 Vistas de desenho de soldagens..................................198 Padrão australiano............................................................196 25 Toolbox ................................................................................................................................196 Utilitários de simplificação........................................................................................................................198 Número de peça único por tamanho de componente....................................................................................................................................................................................................................

Em todo o manual. Esta versão tem como foco os seguintes temas: • Experiência do usuário • Confiabilidade • Desempenho Principais aprimoramentos Os principais aprimoramentos do SolidWorks 2010 oferecem melhorias dos produtos existentes e novas funcionalidades inovadoras. procure o símbolo áreas: Interface do usuário Fundamentos Montagens Suporte a gesto do mouse na página 19 Planos de referência na página 28 Visualização de montagem na página 37 Espelhar componentes na página 43 Componentes virtuais na página 46 Configurações Configuration Publisher na página 57 Modificar configurações na página 66 Desenhos e detalhamento Dimensão rápida na página 81 Paleta de dimensão na página 82 Vistas de desenho de peças multicorpos na página 87 Enterprise PDM Integração do Enterprise PDM e do Toolbox na página 101 Gerenciar tarefas na página 98 Estudos de Movimento Peças e recursos Rotas Chapa metálica Simulation Sustainability Análise de movimento baseada em eventos na página 113 Recursos Mover face na página 124 Planificação no estilo de manufatura na página 137 Peças de chapa metálica multicorpos na página 144 Novo estudo de projeto na página 167 SolidWorks Sustainability na página 188 nas seguintes Para obter mais informações Use os seguintes recursos para saber mais sobre o SolidWorks: Manual Novidades em Este manual está disponível nos formatos PDF e HTML. Clique em: PDF e HTML • Ajuda > Novidades > PDF x .Novidades: Destaques do SolidWorks 2010 O SolidWorks® 2010 inclui muitos melhoramentos e aprimoramentos. na maior parte atendendo especificamente solicitações dos clientes.

amostras e exemplos. xi . incluindo detalhes sobre a interface do usuário. Para ativar a funcionalidade do Novidades interativo. clique em Ajuda > Novidades > Interativo.• Ajuda > Novidades > HTML Novidades interativas No SolidWorks. clique no símbolo para exibir a seção do manual que descreve um aprimoramento. Esse símbolo aparece ao lado dos novos itens de menu e dos títulos de PropertyManagers novos e melhorados. Fornece informações sobre as mais recentes modificações nos nossos produtos. Ajuda on-line Notas de versão Apresenta uma cobertura completa dos nossos produtos.

6. 7.898.603.712.ex.190 e JP 3.184.643). (Não aplicável fora dos Estados Unidos da América. eletrônico ou mecânico. 7. SOFTWARE PARA COMPUTADOR COMERCIAL .990. SolidWorks Simulation. 7.560.PROPRIETÁRIO Direitos restritos do Governo dos Estados Unidos. e nada que estiver declarado ou implícito neste documento ou seu conteúdo deve ser considerado ou julgado como modificações ou alterações dessas garantias. 6. 7. 6. 7.877.Direitos restritos). 6. SolidWorks Flow Simulation e SolidWorks 2010 são nome de produtos da DS SolidWorks. Premium e Professional Patentes nos EUA 5.844.558.822 e patentes estrangeiras (p. Massachusetts.027.7202 (Software para computador comercial e documentação de Software para computador comercial) e no contrato de licença.486. Marcas comerciais outras informações legais para todos os produtos SolidWorks SolidWorks.. FeatureWorks é marca comercial registrada da Geometric Ltd. 6.705.049. Nenhum material pode ser reproduzido ou transmitido sob qualquer forma ou por qualquer meio.227-19 (Software para computador comercial .906.Avisos legais © 1995-2010.477. para qualquer finalidade.517.A. 01742 EUA. sem a expressa permissão por escrito da DS SolidWorks.590. eDrawings e o logotipo eDrawings são marcas registradas. As informações e o software discutidos neste documento estão sujeitos a modificações sem aviso e não constituem compromissos da Dassault Systèmes SolidWorks Corporation (DS SolidWorks).154.815.. 7.027. PDMWorks. 6.079.079. Dassault Systèmes SolidWorks Corporation.055. Outras marcas ou nomes de produtos são marcas comerciais ou marcas registradas de seus respectivos proprietários. 3D PartStream.044.116. 7. Informações sobre patentes de produtos SolidWorks Standard. PhotoWorks. e FeatureManager é uma marca registrada de co-propriedade da DS SolidWorks. a duplicação ou a divulgação pelo Governo estão sujeitos às restrições estabelecidas em FAR 52. 3D ContentCentral. 300 Baker Avenue. Todas as garantias fornecidas pela DS SolidWorks referentes a software e documentação estão estabelecidas no Contrato de Licença e Serviço de Assinatura da SolidWorks Corporation. 7.219.) O uso.643.NET.262. como aplicável. uma empresa da Dassault Systèmes S.725. EP 1. FloXpress.571. DFARS 227.611. Todos os direitos reservados.502. Contratante/fabricante: 12 .497. TolAnalyst e XchangeWorks são marcas comerciais da DS SolidWorks. Concord. SolidWorks Enterprise PDM.219. 7. CircuitWorks.672. Feature Palette. O software discutido neste documento é fornecido sob licença e pode ser utilizado ou copiado somente de acordo com os termos dessa licença. 6. Patentes pendentes nos EUA e no exterior.

o logotipo Adobe PDF. 5. mas não se limitando às garantias de comercialização e adequação a um propósito em particular. especiais.593. Adobe. Partes deste software incorporam o PhysX™ by NVIDIA 2006-2010. 300 Baker Avenue.063. 6. Copyright 1984-2010 Adobe Systems Inc. os quais estão isentos de qualquer garantia. Massachusetts 01742 EUA Informações sobre direitos autorais dos produtos SolidWorks Standard. 2. perda de uso ou dados.502. Runtime: sha2 Copyright © 2000-2001.289.754. expressa ou implícita. Todos os direitos reservados. Este software é fornecido "como está" pelo autor e contribuidor(es). A redistribuição e uso na forma de código-fonte ou arquivos binários. indiretos. patentes pendentes. Todos os direitos reservados. 6. Gifford. Concord. 6. Redistribuições do formato binário precisam reproduzir o aviso de direitos autorais acima. 6.866.639. Em nenhuma eventualidade o autor ou seus contribuidor(es) poderão ser responsabilizados por quaisquer danos diretos. Inc. Todos os direitos reservados. Partes deste software © 2007 . Partes deste software © 2001 . o logotipo Adobe.943. © 2010. Partes deste software © 2000-2010 Tech Soft 3D. Partes deste software © 1998-2010 Geometric Ltd.364. Todos os direitos reservados. punitivos ou conseqüentes (incluindo. são permitidas contanto que sejam atendidas as seguintes condições: 1. Premium e Professional Partes deste software © 1990-2010 Siemens Product Lifecycle Management Software III (GB) Ltd.382. nos EUA e em outros países. aquisição de bens ou serviços substitutos. com ou sem modificação. e seus licenciados. lucros cessantes ou interrupção dos negócios) seja qual for a causa e em qualquer teoria de 13 . Aaron D.563. incidentes. O nome do detentor dos direitos autorais e os nomes dos contribuidores não podem ser usados para endossar ou promover produtos derivados deste software sem a prévia permissão específica por escrito. esta lista de condições e a declaração de isenção de responsabilidades a seguir na documentação e/ou outros materiais fornecidos com a distribuição. KG. 3. Acrobat. Partes deste software são protegidas por copyright e são propriedade da UGS Corp. Partes deste software © 1996-2010 Solversoft Corporation. Todos os direitos reservados. Partes deste software © 1998-2010 3Dconnexion.2010 Luxology.929.Dassault Systèmes SolidWorks Corporation. Redistribuições do código-fonte precisam reter o aviso de direitos autorais acima. Este software é baseado em parte no trabalho do Independent JPEG Group.2010 DriveWorks Ltd. Distiller e Reader são marcas registradas ou marcas comerciais da Adobe Systems Inc. incluindo. Partes deste software © 1986-2010 mental images GmbH & Co. esta lista de condições e a declaração de isenção de responsabilidades a seguir. sem se limitar a. patentes pendentes. Protegido pelas patentes nos EUA 5.

Inc. Partes deste produto são distribuídas sob licença da DC Micro Development. Copyright © 1994-2005 DC Micro Development. mesmo que tenham sido informados da possibilidade de tais danos.responsabilidade. Inc. no menu Ajuda > Sobre o SolidWorks. Outras partes do SolidWorks 2010 são concedidas por licenciados da DS SolidWorks. seja por contrato. de qualquer forma. Informações sobre direitos autorais do SolidWorks Simulation Partes deste software © 2008 Solversoft Corporation. do uso deste software. responsabilidade objetiva ou ato ilícito (incluindo negligência ou de outra maneira) e sejam tais danos decorrentes. Mais informações sobre direitos autorais. estão disponíveis no SolidWorks. PCGLSS © 1992-2007 Computational Applications e System Integration. 14 . Todos os direitos reservados. Todos os direitos reservados.

• Os fluxos de trabalho predeterminados são muito mais curtos. fazer download de arquivos ou remover a instalação. seleção de componentes do produto.exe.1 Administração Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • Aprimoramentos da instalação SolidWorks Rx Conversão de arquivos para o SolidWorks 2010 Aprimoramentos da instalação O SolidWorks 2010 contém muitos melhoramentos no Gerenciador de instalação e no próprio processo de instalação.exe). em geral uma janela para os números de série do SolidWorks seguida de uma janela de resumo. Os arquivos de log do Gerenciador de Instalação foram aprimorados para facilitar a leitura por revendedores e usuários na solução de problemas encontrados na instalação ou atualização. na qual você pode iniciar a instalação. no computador onde você executou a instalação: • No Microsoft Windows Vista : C:\Users\nome do usuário\AppData\Roaming\SolidWorks\Installation Logs\ • Nas versões do sistema operacional Windows anteriores ao Windows Vista: C:\Documents and Settings\nome do usuário\Application Data\SolidWorks\Installation Logs\ ® ® ® 15 . Os arquivos de log ficam localizados na pasta de dados de aplicativo do SolidWorks. comportamento opcional da instalação e opções do ToolBox). Você agora pode iniciar o Gerenciador de Instalação do SolidWorks usando o arquivo setup. • Todas as configurações opcionais estão disponíveis na tela de resumo (por exemplo. indicando a etapa atual do processo. Gerenciador de Instalação O processo do Gerenciador de Instalação foi replanejado para simplificar o fluxo de trabalho e aprimorar a facilidade de uso: • O fluxo de trabalho agora é exibido à esquerda. Mensagens de erro e arquivos de log As mensagens de erro do Gerenciador de Instalação foram modificadas para permitir um diagnóstico mais fácil dos problemas de instalação. Entretanto. você não precisa passar por várias janelas apenas para aceitar as configurações predeterminadas. localizado na raiz do DVD ou no diretório de instalação (além do arquivo sldim\sldim.

download e desinstalação. particularmente para os Service Packs. você agora pode fazer o download do conjunto completo de arquivos da versão. • O novo botão Verificar BC permite acessar a Base de Conhecimento na caixa de diálogo Detalhes de captura do problema. o novo botão Download de driver permite fazer o download do driver mais recente certificado pela SolidWorks. uma mensagem de aviso é exibida.Administração Tamanho e tempo de processamento do arquivo de instalação O processo de instalação e de download agora tem suporte para a aplicação de patches (correções) em componentes mais específicos do produto. sem a necessidade de qualquer outro arquivo local. não apenas os arquivos necessários para atualizar o computador onde você está fazendo a instalação. Se você tiver problemas com o download de uma biblioteca chamada GfxDbMash. a instalação de um novo Service Pack atualiza a última versão principal correspondente. Ativação de licenças do SolidNetWork O Gerenciador de Licenças SolidNetWork agora utiliza a tecnologia de ativação de licenças do SolidWorks. 16 . Os seguintes aprimoramentos foram efetuados para melhorar o fluxo de trabalho do SolidWorks Rx: • A guia Diagnósticos foi atualizada para incluir links para novos diagnósticos de placa gráfica. oferecendo um processo simples de configuração por meio de um assistente e eliminando a necessidade de "dongles". Fluxo de trabalho do SolidWorks Rx O fluxo de trabalho do SolidWorks Rx foi aprimorado para criar solicitações de serviço com base nas informações que você fornece no arquivo Rx. Esse suporte a patches reduz o tamanho dos arquivos e o tempo de processamento para instalação. Esse conjunto inclui todos os arquivos do DVD da versão. Não existe suporte para instalação em paralelo de Service Packs da mesma versão principal no mesmo computador.dll do site. Esse problema pode estar relacionado a um servidor proxy ou a certas restrições de firewall. obtido por download ou de um DVD. Alterações na instalação de Service Packs A partir do SolidWorks 2010. Os usuários em um local podem compartilhar esse conjunto completo de arquivos baixados para instalação em qualquer dos computadores. O SolidWorks Rx não pode acessar o banco de dados on-line da placa gráfica devido a esse erro. Se o driver estiver desatualizado. SolidWorks Rx Diagnósticos para placas gráficas e drivers Você agora pode determinar se sua placa gráfica tem suporte e se o driver está atualizado usando a guia Diagnósticos no SolidWorks Rx. Download do conjunto completo de arquivos da versão Usando o Gerenciador de Instalação do SolidWorks. • A nova guia Solução de problemas apresenta soluções para problemas comuns nas áreas listadas usando a Base de Conhecimento do SolidWorks.

se já foram relatados problemas semelhantes. Você pode usar o Agendador de Tarefas do SolidWorks (no SolidWorks Professional) para converter múltiplos arquivos de versões anteriores para o formato do SolidWorks 2010. Depois que você abrir e salvar o arquivo. recrie o problema clicando em Iniciar gravação.Administração Na guia Captura de problemas. clique em Descrever o problema. use o utilitário fornecido com o Enterprise PDM. No Agendador de Tarefas: • Clique em Converter arquivos e especifique os arquivos ou pastas a serem convertidos. Clique em Iniciar. 17 . na base de conhecimento. Para digitar uma explicação sobre o problema. Conversão de arquivos para o SolidWorks 2010 A abertura de um documento de uma versão anterior do SolidWorks pode levar um tempo adicional. Para arquivos em um vault do SolidWorks Enterprise PDM. Clique em Verificar BC para verificar. digite um resumo do problema. o tempo das aberturas subseqüentes volta ao normal. Todos os programas > SolidWorks 2010 > Ferramentas do SolidWorks > Agendador de Tarefas do SolidWorks. • Para arquivos no vault do SolidWorks Workgroup PDM. use Converter arquivos do Workgroup PDM. Na caixa de diálogo Detalhes de captura do problema. os arquivos não podem mais ser abertos em versões anteriores do software SolidWorks. Depois de convertidos para o formato do SolidWorks 2010.

Barras de ferramentas de contexto As barras de ferramentas de contexto aparecem quando você clica com o botão direito nas seguintes entidades de desenhos: • • • • Componentes Vistas de desenho Arestas Vértices 18 . • Selecione a guia Comandos para adicionar. remover ou reordenar os botões da barra de ferramentas. Para personalizar a barra transparente Exibir.2 Interface do usuário Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • • • • • • Personalização da barra de ferramentas transparente Exibir Barras de ferramentas de contexto Aprimoramentos do Instant3D Suporte a gesto do mouse Melhorias do PropertyManager Melhorias dos controles da área de gráficos Ícones maiores no Windows Vista Guia Migração de dados do CommandManager Suporte para toque e multitoque Personalização da barra de ferramentas transparente Exibir Você pode personalizar a barra de ferramentas transparente Exibir com diferentes configurações para modelos e desenhos. clique em Ferramentas > Personalizar e selecione a guia Barras de ferramentas: • Marque ou desmarque Exibir (barra transparente) para exibir ou ocultar a barra de ferramentas transparente. Também é possível exibir ou ocultar a barra de ferramentas transparente Exibir marcando ou desmarcando Exibir > Barras de ferramentas > Exibir (barra transparente).

para baixo. agora são abertas réguas com a tríade para permitir mover os componentes até um local determinado. para a esquerda e para a direita. A tríade é exibida quando você seleciona o recurso na área de gráficos. Para cancelar um gesto do mouse. quando você clica em Mover com tríade no menu de atalho. na área de gráficos. Esse guia realça o comando e você está prestes a selecionar. Você pode usar a tríade para editar um recurso Mover face (do tipo Transladar ou Girar) criado com a tríade Instant3D. 19 . você pode usar gestos do mouse para executar os comandos rapidamente. Quando você clica com o botão direito e arrasta. Uma vez familiarizado com o mapeamento dos comandos. solte o ponteiro dentro do guia de gestos do mouse. clique com o botão direito e arraste em uma das quatro direções: para cima. de forma semelhante a um atalho de teclado. Suporte a gesto do mouse Gestos do mouse Você pode usar um gesto do mouse como atalho para executar um comando. uma guia é aberta mostrando o mapeamento dos comandos para cada direção. Para ativar um gesto do mouse.Interface do usuário Aprimoramentos do Instant3D Nas montagens.

Clique em Esboço . você cria uma peça simples criando um esboço. Gestos do mouse para esboços e peças Neste exemplo. desenhos. (barra de ferramentas Esboço) e selecione o plano Frontal. Na caixa de diálogo Personalizar. selecione 8 gestos e clique em OK. clique com o botão direito e arraste. Na área de gráficos. 4. Você executa as seguintes ações usando gestos do mouse: • • • • Esboçar um retângulo e um círculo Salvar o esboço Dimensionar o esboço Alterar a vista da peça extrudada Para ver o mapeamento de comandos de gestos do mouse para esboços. montagens. clique com o botão direito e arraste o mouse para baixo. Para ver ou editar as atribuições atuais dos gestos do mouse. clique em Ferramentas > Personalizar. Esboçar a peça Primeiro. você abre uma peça e usa um gesto do mouse para abrir a ferramenta de esboço de retângulo. adicionando uma dimensão e extrudando-a. clique em Ferramentas > Personalizar e. 1. Na guia Gestos do mouse. Clique em Arquivo > Novo e clique duas vezes em Peça 2. selecione a guia Gestos do mouse. clique em Ferramentas > Personalizar. Para habilitar gestos do mouse em oito direções. 3. na guia Gestos do mouse. selecione Todos os comandos e Exibir somente comandos com gestos de mouse atribuídos. clique com o botão direito e arraste o cursor na área de gráficos para longe dos componentes para evitar girar um componente. Para usar gestos do mouse com montagens. ou pressione Alt +. peças e esboços.Interface do usuário Guia para desenhos com oito gestos Guia para montagens com quatro gestos Pode também personalizar até oito gestos para cada um: desenhos. peças e montagens. 20 .

você abre a ferramenta de esboço de círculo com um gesto do mouse. você pode passar por outro comando para selecioná-lo. Clique em Retângulo central . Arraste o cursor através da ferramenta de esboço de retângulo realçada. com o cursor dentro da guia. A ferramenta de esboço de círculo está mapeada para o gesto do mouse para a direita . Abrir a ferramenta de esboço de círculo A seguir. 8. A ferramenta de esboço de retângulo está mapeada para o gesto do mouse para baixo .Interface do usuário Na guia de gestos do mouse o ícone da ferramenta de esboço de retângulo é realçada. O PropertyManager de Retângulo é aberto. e está pronto para desenhar um retângulo centralizado. Clique com o botão esquerdo para alongar um retângulo a partir do centro da área de gráficos. 5. 6. 7. 21 . 1. Clique novamente para concluir o retângulo. Antes de selecionar um comando realçado. Clique com o botão direito e arraste para a direita. através da ferramenta de esboço de círculo realçada. O cursor assume a forma de um lápis.

Clique em para fechar a caixa de diálogo Modificar. Clique com o botão direito e arraste para cima passando pela ferramenta de esboço de dimensão que está realçada. Selecione os dois cantos superiores do retângulo e clique para posicionar a dimensão. Esboce um círculo centralizado no retângulo. 2. 3. 22 . você abre a ferramenta de dimensão com um gesto do mouse e salva o esboço.Interface do usuário O PropertyManager de Círculo é exibido. 2. A ferramenta para salvar o esboço está mapeada para o gesto do mouse na diagonal à direita e para cima . A ferramenta de esboço de dimensão é mapeada para o gesto do mouse para cima . 3. Clique para definir o raio e concluir o círculo. Abrir a ferramenta de dimensão A seguir. 1.

Interface do usuário

4. Clique com o botão direito e arraste o cursor para cima na direção diagonal à direita para salvar o esboço.

Extrudar o esboço e visualizar a peça O comando da vista posterior está mapeado para o gesto do mouse diagonal à esquerda e para baixo . Para concluir a peça, você extruda o esboço e usa um gesto do mouse para exibir a vista posterior. 1. Clique em Ressalto/base (barra de ferramentas Recursos). O PropertyManager de Extrusão é aberto. 2. Para Profundidade , insira 0,40 pol. e clique em .

3. Clique com o botão direito e arraste para baixo na direção diagonal à esquerda para exibir a vista posterior da peça.

23

Interface do usuário

Melhorias do PropertyManager
As melhorias no PropertyManager incluem: • Retenção de configurações, visibilidade de caixa de grupo e valores entre usos do mesmo comando entre sessões • Transferência automática do foco de um controle para outro para facilitar o fluxo de trabalho • Uso de números arredondados como valores predeterminados

Melhorias dos controles da área de gráficos
Quando você interage com os PropertyManagers, os seguintes controles da área de gráficos são aplicados de maneira mais consistente: • Ponteiros de OK do botão direito do mouse • Ponteiros de Avançar no botão direito do mouse Clique com o botão direito em um cursor Avançar na área de gráficos para avançar pelas seleções do PropertyManager quando for necessário selecionar múltiplas opções.

Ícones maiores no Windows Vista
Para o Microsoft Vista estão disponíveis versões de 256 x 256 pixels dos ícones de aplicativo e de documentos do SolidWorks, dependendo das suas configurações de exibição de ícones no Windows. Ícones grandes aparecem em várias interfaces do sistema operacional, incluindo o Windows File Explorer.
24

Interface do usuário

Guia Migração de dados do CommandManager
A nova guia Migração de dados no CommandManager contém ferramentas para ajudar a migrar dados de sólidos ou de superfície. Por padrão, essa tela não é exibida no CommandManager. Para ativar a guia Migração de dados, clique com o botão direito numa guia do CommandManager e selecione Migração de dados.

Suporte para toque e multitoque
Se você instalou o SolidWorks em um computador com recursos de toque, pode usar ações de movimentos e gestos multi-toques no SolidWorks.

As ações de movimento para trás, para a frente, arrastar e rolar são mapeadas para rotações de vista do SolidWorks. Os comandos de todas as outras ações de movimento, por exemplo Desfazer, acionam o mesmo comando no SolidWorks. Por exemplo, o movimento para trás corresponde à rotação da vista com a seta para a esquerda (15 graus, por padrão). Quando você executa uma ação de movimento, o ícone de comando predeterminado do Windows para essa ação é exibido, embora os comandos estejam mapeados para a rotação de vista do SolidWorks com as teclas de seta. Você pode também usar gestos multitoque para operações de zoom, girar, panorâmica, rolar, clique com o botão direito e zoom para ajustar. Para aprender como usar os gestos de toque e multitoque em computadores com esse recurso, consulte a documentação do produto. Para obter mais informações sobre a interpretação do SolidWorks dos gestos de toque e multitoque, consulte a Ajuda do SolidWorks: Ações de movimentos e multitoque.

25

3 Fundamentos
Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • • • • Documentação do SolidWorks Estados de exibição para peças Propriedades personalizadas Planos de referência Exibir decalques no SolidWorks Salvar múltiplos documentos Comando Normal a

Documentação do SolidWorks
Documentação baseada na Web
A documentação do SolidWorks, SolidWorks Enterprise PDM e eDrawings agora está disponível na Web. Por padrão, quando você acessa a Ajuda, a versão da documentação da Web é exibida em uma janela de exibição baseada na internet. Você ainda pode optar por usar os arquivos da Ajuda local (.chm) quando, por exemplo, a conexão com a Internet é lenta ou não está disponível. As vantagens da Ajuda baseada na Web são: • Funcionalidade de pesquisa aprimorada, incluindo classificação por relevância melhorada, sugestões para correção de erros de digitação, descrições mais curtas nos resultados da pesquisa e navegação guiada para ajudar a identificar os tópicos relevantes. • Melhor navegação pelos tópicos, incluindo botões para acessar os tópicos seguinte e anterior e navegação estrutural. • Recursos para enviar sugestões diretamente à equipe da documentação sobre tópicos individuais da Ajuda. • Documentação sempre atualizada sem a necessidade de fazer o download de grandes arquivos da Ajuda compilada (.chm). Marque ou desmarque Ajuda > Usar Ajuda do SolidWorks na Web para alternar entre a Ajuda local e a baseada na Web.
®

Novos tutoriais
Novos tutoriais estão disponíveis: • SolidWorks • DimXpert • Rota elétrica

26

Fundamentos

• • • •

TolAnalyst API do SolidWorks para C# API do SolidWorks para Visual Basic API do SolidWorks para .NET
®

• SolidWorks Simulation

• Design Check para montagens com malha mista • Design Check para conectores Clique em Ajuda > Tutoriais do SolidWorks para acessar os tutoriais do SolidWorks e da API do SolidWorks. Clique em Simulation > Ajuda > Tutorial on-line do Simulation para acessar os tutoriais do SolidWorks Simulation.

Lição de 30 Minutos renomeada
A Lição de 30 Minutos foi renomeada como Introdução ao SolidWorks para refletir melhor seu escopo.

Política para novas ilustrações
Atendendo a pedidos de clientes, nossa documentação agora contém mais imagens do que nas versões anteriores. Anteriormente, todas as imagens que continham texto eram traduzidas, o que limitava o número e tipo de ilustrações que podiam ser fornecidas. Nesta versão, incluímos ilustrações em inglês na documentação traduzida quando o texto não precisa ser traduzido para que seja possível entender o conceito, por exemplo, o local de um item ou o layout geral da interface do usuário.

Estados de exibição para peças
Você agora pode especificar estados de exibição para peças da mesma maneira que fazia para montagens nas versões anteriores do SolidWorks. Os estados de exibição permitem alternar rapidamente entre diferentes representações visuais da peça sem alterar as configurações. Os estados de exibição de peça controlam aparência, modo de exibição, ocultar/exibir e transparência de corpos, recursos, faces e peças, de acordo com a seguinte tabela: Modo de exibição Peça Corpo (sólido e de superfície) Recurso Recursos que podem ser ocultos (incluindo esboços, geometrias de referência, curvas, linhas de partição, pontos de rota) Face X X X Ocultar/Exibir Transparência X X X Aparência X X X

X

X

Quando uma peça contém vários estados de exibição, você pode vê-los:
27

Fundamentos

• Quanto o painel de exibição está: • Fechado, clicando com o botão direito em no canto superior direito da árvore de ® projeto do FeatureManager . • Aberto, clicando com o botão direito no painel de exibição e posicionando o ponteiro sobre Ativar estado de exibição. • No ConfigurationManager em Estados de exibição. Para adicionar um estado de exibição, clique com o botão direito em qualquer área vazia do ConfigurationManager e selecione Adicionar estado de exibição. Você pode selecionar quais estados de exibição de um componente devem ser usados na montagem. Consulte Estados de exibição na página 52.

Propriedades personalizadas
A guia Propriedades personalizadas do Painel de tarefas agora oferece suporte a componentes de peso leve. Ao selecionar um componente de peso leve em uma montagem, você pode visualizar as propriedades personalizadas do componente no Painel de tarefas. Você não pode salvar as alterações em componentes de peso leve. Se editar um valor, o software pede que você resolva o componente.

Planos de referência
Agora é mais fácil criar planos de referência. Você seleciona a geometria e aplica restrições a ela para definir os planos de referência. O novo processo permite criar mais tipos de planos de referências que anteriormente.

Criar planos de referência
1. Abra diretório_de_instalação\samples\whatsnew\RefGeom\Bracket.sldprt.. 2. Clique em Plano (barra de ferramentas Geometria de referência). A caixa Mensagem do PropertyManager solicita que você selecione as referências e restrições. 3. Para a Primeira referência , selecione a face exibida.

O software cria um plano deslocado em relação à face selecionada. A caixa Mensagem indica que o plano está totalmente definido. Você pode ajustar a distância de offset ou selecionar outro tipo de referência a usar para criar o plano.
28

Fundamentos

O software cria o plano mais provável com base nas entidades que você selecionar. 4. Clique em .

Modificar planos de referência
1. Clique com o botão direito no plano que você criou e selecione Editar recurso . 2. No PropertyManager, selecione a face cilíndrica exibida para Primeira referência.

O software cria um plano tangente à face. O tipo de plano Tangente 3. Selecione a face curva indicada.

é selecionado.

O plano se estende para se tornar tangente às duas faces. 4. Em Segunda referência, selecione Inverter.

O plano é invertido para se tornar tangente ao lado oposto da face cilíndrica. 5. Clique em .

29

Selecione o vértice na extremidade oposta à aresta para Segunda referência. selecione o vértice exibido. para Terceira referência. Clique em Sombreado com arestas (barra de ferramentas Exibir). é O software cria um plano coincidente a ambas as referências.Fundamentos Selecionar pontos para criar planos 1. aproximadamente como exibido. O software cria um plano coincidente ao vértice. Para Primeira referência. 5. 30 . O tipo de plano Coincidente selecionado. Clique em Plano (barra de ferramentas Geometria de referência). 2. 3. 4. Selecione uma aresta.

Selecione o ponto final da aresta. Comando Normal a Você pode usar o comando Normal a para orientar a normal de um modelo com as coordenadas globais XYZ mais próximas. A caixa Mensagem informa que a combinação de referências atual não é válida. como nas versões anteriores. Clique em . Salvar documentos modificados. indicando seleções inválidas. 31 . Quando você salva ou fecha uma montagem ou outro documento que inclui documentos modificados. A caixa Mensagem indica que o plano está totalmente definido. 7. A mensagem Erros de reconstrução sugere a substituição da seleção por um ponto ou plano. você precisa primeiro ativar o PhotoWorks. pode fazer o seguinte na caixa de diálogo Salvar documentos modificados: • Salvar todos documentos modificados • Salvar seletivamente os documentos modificados de nível superior • Descartar as alterações feitas em todos os documentos Os documentos somente para leitura e os salvos por outros usuários durante a sua sessão no software são indicados na caixa de diálogo. Exibir decalques no SolidWorks Um novo item de menu permite exibir decalques no SolidWorks sem ativar o PhotoWorks™. 6.Fundamentos O plano fica vermelho. Para exibir ou ocultar decalques. Exibir Decalques (barra de ferramentas Exibir) Salvar múltiplos documentos Os diálogos que são apresentados no processo de salvar ou fechar múltiplos documentos foram consolidados em uma única caixa de diálogo. O software cria um plano válido que é coincidente com as três referências selecionadas. clique em um dos seguintes: • Exibir > Decalques • Ocultar/Exibir itens • Exibir Decalques (barra transparente Exibir). Para aplicar decalques.

Na caixa de diálogo Orientação. 2. Quando você aplica este método a um esboço 2D. pressione a barra de espaços. 32 . consulte a Ajuda do SolidWorks: Orientação. Para obter mais informações sobre o comando Normal a. . Em um modelo ou esboço 3D aberto. sem ter nada selecionado. clique duas vezes em Normal a O modelo é alinhado ao sistema de coordenadas girado.Fundamentos Para orientar a normal de um modelo com as coordenadas globais XYZ mais próximas: 1. o modelo é alinhado normal ao esboço.

montagens e desenhos • Quando usuários interativos pré-selecionam entidades em peças. paramétricas 2D e 3D • Obter ou definir uma referência de componente • Selecionar entidades em caixa com a seleção em caixa • Especificar a distância a partir da linha de seção da vista de seção • Determinar se um esboço é derivado • Inserir uma linha de rota em uma linha de explosão ou um esboço 3D • Girar ou copiar entidades de esboço 3D em torno de um vetor ou coordenadas x.4 Application Programming Interface (API) Os melhoramentos principais são novas interfaces. métodos. você pode: • Acessar recursos do DimXpert • Incluir atributos em recursos de biblioteca • Acessar linhas tangentes associadas a linhas de curva em desenhos de peças de chapa metálica • Criar uma matriz de posicionamentos para um componente • Criar menus genéricos. y e z • Adicionar componentes inteligentes e componentes virtuais a montagens • Criar uma nova montagem a partir de componentes pré-selecionados • Inserir uma tabela de bloco de título em uma peça ou montagem • Obter IDs de referência persistente para folhas e configurações 33 . propriedades e delegações. montagens e desenhos • Após todos os gráficos do SolidWorks terem sido desenhados • Comparar duas IDs de referência persistente para determinar se elas apontam para os mesmos dados do SolidWorks • Criar dicas de ferramenta de bolha para controles de página do PropertyManager • Adicionar e modificar dimensões na área de gráficos em padrões de esboço circulares e lineares • Obter os nomes de todos os componentes em um documento de montagem antes de abrir o documento seletivamente • Obter e definir pontos de captura para lofts • Adicionar e eliminar estados de exibição e acionar notificações quando um estado de exibição é alterado • Criar equações para curvas explícitas 2D. do botão direito e instantâneos • Especificar o alinhamento dos eixos quando é inserido um posicionamento de sistemas de coordenadas • Localizar as faces. arestas e vértices correspondentes em uma peça de chapa metálica dobrada e planificada • Acionar notificações: • Para desfazer e refazer operações em peças. Agora.

Application Programming Interface (API) • Criar um corpo de loft usando parâmetros específicos em vez de usar seleções interativas do usuário • Criar múltiplos tipos de macros (VBA.NET e C#) ao gravar uma macro • Retardar a solução de equações até todas terem sido adicionadas • Personalizar o tamanho de balões • Ocultar colunas de tabelas • Personalizar rótulos em tabelas de furos • Obter os parâmetros UV de uma curva • Obter um componente no contexto da montagem superior após obtê-lo no contexto de uma submontagem. e obter o componente no contexto de uma submontagem após obtê-lo no contexto da montagem superior • Acessar estatísticas dos recursos Clique em Ajuda > Ajuda da API > Ajuda da API do SolidWorks > APIs do SolidWorks > Notas da versão. VB. 34 .

Os fornecedores obtêm acesso a um sistema de gerenciamento de conteúdo seguro. Meu 3D ContentCentral Você pode personalizar o seu espaço de trabalho no 3D ContentCentral. recursos de biblioteca e macros. clique em Registrar agora. revisar rótulos. Clique em Supplier Services no 3D ContentCentral para explorar os recursos oferecidos para publicar seus modelos na comunidade CAD e no seu próprio site da internet. Pode atualizar seu perfil. clique em Registro. comentários. Você pode também gerar relatórios sobre a atividade no seu catálogo. Clique em 3D ContentCentral para saber mais sobre esse serviço. além de várias outras atividades. download e solicitação de peças e montagens 3D. um utilitário para upload de arquivos baseado no browser. Consulte Configuration Publisher na página 57 para obter mais informações sobre como usar a ferramenta Configuration Publisher com o 3D ContentCentral. e páginas para visualização e edição de modelos. O acesso a esses recursos para assinantes é feito on-line e num sistema de auto-atendimento. favoritos ou atualizações. Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • Publicação de catálogo de auto-atendimento Meu 3D ContentCentral Solicitar conteúdo Comunidade do 3D ContentCentral ® Publicação de catálogo de auto-atendimento Os Serviços de Fornecedor (Supplier Services) oferece aos fornecedores de OEM e componentes industriais as ferramentas necessárias para publicar modelos CAD de seus produtos à vasta comunidade 3D ContentCentral. Clique em My 3D ContentCentral (Meu 3D ContentCentral) no site do 3D ContentCentral para acessar sua área pessoal. que já conta com mais de meio milhão de usuários de CAD. vistas e downloads. A ferramenta Configuration Publisher do SolidWorks permite criar regras que definem as configurações permitidas para um modelo antes do upload do modelo no 3D ContentCentral. e compartilhar seus modelos ou fazer o download de modelos fornecidos por outros usuários e certificados por fornecedores. Você pode participar dessa comunidade. 35 . tudo em sua própria página. adicionar modelos ao seu portfólio. monitorar suas solicitações.5 3D ContentCentral O 3D ContentCentral é um serviço gratuito para localização. o que torna mais fácil e rápida a publicação de catálogos. blocos 2D. configuração. Para registrar uma conta Supplier Services. Para registrar-se.

3D ContentCentral Solicitar conteúdo Se você tem uma necessidade específica. Você pode aproveitar as vastas comunidades de usuários e fornecedores. montagens ou outro conteúdo específico à comunidade. Clique em Request Content (Solicitar conteúdo) no 3D ContentCentral para solicitar peças. publique uma solicitação e deixe que os membros ativos respondam. Clique em Updates (Atualizações) em My 3D ContentCentral para adicionar contatos e acompanhar as atividades dos seus contatos. 36 . Você pode convidar seus colegas ou amigos para serem seus contatos no 3D ContentCentral e manter-se atualizado sobre as atividades de todos em My Updates (Minhas atualizações). Comunidade do 3D ContentCentral A comunidade do 3D ContentCentral é um grupo ativo de pessoas que compreendem as vantagens do compartilhamento de projetos. Também pode solicitar novos fornecedores.

estão disponíveis na ferramenta. como uma planilha ® do Microsoft Excel ou um arquivo de texto. Se você definiu propriedades não calculadas como Fornecedor ou Status nos arquivos de componentes. Adicionalmente. pode acessar essas propriedades para modificação e classificação. As propriedades do SolidWorks Sustainability também estão disponíveis. você pode criar critérios personalizados dependentes de vários valores numéricos. densidade e volume do componente. Se você classificar por SW-Material. onde as estruturas das submontagens são ignoradas (semelhante à BOM somente de peças) Você pode classificar a lista por uma propriedade de cada vez. Ativação da ferramenta Visualização de montagem Para ativar a ferramenta Visualização de montagem: 37 . (consulte Visão geral do SolidWorks Sustainability na página 188). como a massa. É possível salvar as informações da lista em um arquivo separado. onde as submontagens são recuadas • A vista simples. As cores facilitam a identificação dos valores relativos da propriedade para cada componente. Na área de gráficos. Dados numéricos calculados. o software aplica cores aos componentes com base no valor da propriedade que você está usando para classificação. Você pode listar os componentes das seguintes maneiras: • A vista aninhada.6 Montagens Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • • • • Visualização de montagem Espelhar componentes Componentes virtuais Referência de componente por instância Estados de exibição SpeedPak Posicionamentos Visualização de montagem Visão geral da Visualização de montagens Visualização de montagem oferece diversas maneiras de exibir e classificar os componentes de uma montagem em uma lista e na área de gráficos. poderá editar os materiais dos componentes diretamente na lista.

onde as submontagens são recuadas • A vista simples. Componente com várias instâncias e todas são exibidas. 38 . (barra de ferramentas Ferramentas ou A guia Visualização de montagem .sldasm. Quando as barras de valores barras de valores estão ativas. consulte a Ajuda do SolidWorks: Guia Visualização de montagem. / Os ícones na lista indicam o seguinte: Peça Submontagem Descrição Componente com uma única instância. / Vista Alterna entre: simples/recuada • A vista aninhada. Para ver uma lista de todos os ícones. 2. no painel da árvore do projeto do FeatureManager. Os comprimentos de todas as outras barras são calculados como uma porcentagem do valor maior. onde as estruturas das submontagens são ignoradas (semelhante à BOM somente de peças) Exibir/Ocultar Ativa ou desativa as barras de valores. Abra diretório_de_instalação\samples\whatsnew\assemblies\visualize\food_processor. inicialmente classificados por nome de arquivo. a mais longa se aplica ao componente com o valor maior. Você pode clicar para alterar a aparência da lista. Clique em Visualização de montagem guia Avaliar do CommandManager).Montagens 1. contém uma lista de todos os componentes da montagem.

Para adicionar outra cor ao espectro: a) Clique na área em branco à esquerda da barra vertical. As cores indicam a massa relativa dos componentes. selecione (amarelo) e clique em OK.Montagens Visualizar a montagem Para visualizar a montagem: 1. os mais leves em azul e os outros em tonalidades intermediárias. No lado esquerdo do painel. 39 . de vermelho a azul. b) Na caixa de diálogo Cor. clique na barra vertical. A barra vertical exibe um espectro de cores. 2. No topo da última coluna. Na área de gráficos. clique em Massa para classificar os componentes pela massa. Um controle deslizante amarelo é adicionado ao espectro. 3. Os componentes mais pesados são mostrados em vermelho. os componentes mudam para a cor que está ao lado de sua entrada no painel Visualização de montagem. As peças mudam de cor na área de gráficos.

arraste a barra horizontal para baixo e posicione-a abaixo de gear-caddy (suporte da engrenagem). Nos cabeçalhos das colunas. Observe que o espectro é ajustado aos componentes visíveis. 6. Clique com o botão direito no controle de uma cor para mudar sua cor ou excluí-lo. mostrando seus valores relativos. é oculto. 4.Montagens Você pode mover os controles deslizantes das cores para cima e para baixo para modificar o espectro. o componente mais pesado. clique com o botão direito em qualquer controle e selecione Redefinir todos. Para voltar aos dois controles originais. No final da lista. arraste a barra horizontal para cima e posicione-a acima de shaft gear insert. b) Clique com o botão direito na barra inferior e clique em Reverter até o final. Na área de gráficos. 5. 40 . gear-caddy. Os três componentes mais leves são ocultos. Posicione as barras de volta às suas posições originais: a) Clique com o botão direito na barra superior e clique em Reverter até o início.

Custo aparece no topo da coluna de propriedades e os componentes são classificados por custo. Custo aparece no Cabeçalho da coluna. 1. em Propriedades. as cores das peças são alteradas de acordo. selecione Custo. Você pode também selecionar qualquer propriedade personalizada já definida nos componentes. Crie e classifique uma lista usando uma equação que calcula o custo estendido de cada peça. Na caixa de diálogo. como demonstrado nas etapas a seguir. Por exemplo. Clique na seta à direita de Custo. há cinco pés de borracha na parte inferior da placa base. Você pode selecionar propriedades personalizadas definidas nos arquivos do componente e criar equações que usam essas propriedades. 2. 41 . Clique em OK. Clique na seta à direita de Massa.Montagens Alterar a propriedade de classificação É possível alterar a propriedade usada para classificar os componentes. 3. do maior para o menor. Na área de gráficos. Clique em Mais. Criar uma equação para a classificação Alguns componentes aparecem na montagem várias vezes. 4. O componente rubber feet (pé de borracha) aparece no final da lista porque é o que custa menos. Para alterar a propriedade de classificação: 1. A lista flyout contém algumas propriedades usadas com mais freqüência.

Salve a montagem. 3. d) Digite * na caixa de equação. clique em Sair da visualização O painel é fechado e sua guia desaparece. . O componente rubber feet passa para o meio da lista. Na caixa de diálogo: a) Em Propriedades. Na parte superior do painel. Na área do cabeçalho da lista. b) Para Nome do arquivo. Custo estendido aparece no alto da coluna da propriedade e os componentes são classificados do maior para o menor custo estendido. selecione Quantidade.txt). Na caixa de diálogo Salvar como: a) Para Salvar em. Os dados da coluna personalizada são salvos e serão exibidos na próxima vez em que você acessar Visualização de montagem neste modelo. A equação define o custo estendido como o custo multiplicado pela quantidade. 4. selecione Custo. b) No Cabeçalho da coluna. digite Custo estendido. clique com o botão direito e clique em Salvar como. Clique em OK. e) Em Propriedades. Clique em Mais. Custo aparece na caixa de equação.Montagens 2. selecione Texto(*. 8. c) Para Salvar como tipo. Você pode clicar como o botão direito na área do cabeçalho e selecionar Precisão de unidade para alterar o número de casas decimais. 42 . d) Clique em Salvar. 5. selecione Meus documentos. c) Selecione Usar fórmula. digite meu_processador_de_alimentos. 6. Na área de gráficos. 7. O arquivo de texto contém uma lista com as informações do painel Visualização de montagem. Você pode salvar as informações da lista em um arquivo separado. as cores das peças são ajustadas de acordo.

na árvore de projeto flyout do FeatureManager. No PropertyManager: a) Para Plano de espelho. selecione Plano direito . b) Para Componentes a espelhar. Clique em Espelhar componentes (barra de ferramentas Montagem) ou em Inserir > Espelhar componentes. selecione o plano de espelhamento e os componentes a espelhar. • Você pode criar uma versão oposta como uma configuração derivada do componente que está sendo espelhado. Selecionar as opções de espelhamento Primeiro. 4. 2. Clique em Avançar . você espelha uma submontagem com dois componentes. • As alterações feitas no PropertyManager de Espelhar componentes simplificam o fluxo de trabalho. Abra diretório_de_instalação\samples\whatsnew\assemblies\mirror\vise. 3.sldasm. Neste exemplo. Você cria versões opostas da submontagem e de um componente. É exibida uma visualização dos componentes espelhados. 43 .Montagens Espelhar componentes Melhoramentos: • Um recurso ComponenteEspelhado é adicionado à árvore de projeto do FeatureManager para manter a posição dos componentes espelhados em relação aos componentes originais. Crie uma segunda instância do outro componente. 1. selecione a submontagem jaw_and_support. salvando-as como configurações derivadas.

Clique em Criar versão oposta . Clique em Criar versão oposta 5. 44 . e em para remover o ícone . Para cópias. 1. você não precisa criar uma versão oposta. Para seus componentes. Em Orientar componentes. Em vez disso. O ícone aparece ao lado de jaw_and_support-1 e de cada um dos componentes para indicar que você está criando uma versão oposta para cada item. pode criá-la em um novo arquivo ou como uma nova configuração derivada no arquivo existente do componente. Selecione Criar nova configuração derivada nos arquivos existentes. você especifica a orientação. 1. expanda jaw_and_support-1. Neste exemplo. Criar configurações espelhadas Quando você cria uma versão oposta de um componente. você cria a versão oposta da submontagem jaw_and_support. Clique em Avançar . 3. A submontagem e o componente de suporte aparecem em Versões opostas. Clique em Reorientar selecione a correta. Como o mordente é simétrico. 2. você cria uma versão oposta de support e uma cópia de jaw. você especifica se quer criar uma versão oposta ou apenas uma cópia. crie uma cópia do mordente e oriente-a como necessário. 4. para passar pelas quatro orientações possíveis e Correta 6.Montagens Definir a orientação Para cada componente. selecione jaw-1. Em Orientar componentes.

sldprt. selecione o grampo na área de gráficos. Em support. 3. 6. Predeterminada MirrorDefault 6. No PropertyManager. Clique com o botão direito em ComponenteEspelhado e clique em Editar recurso . 4. você não precisa criar uma versão oposta. MirrorDefault é a nova configuração de versão oposta que você criou. Expanda ComponenteEspelhado e depois expanda jaw_and_support. Clique em Avançar . Em jaw_and_support. em Componentes a espelhar. clique em OK. Um grampo aparece no modelo. selecione clamp-1. 5. Em Orientar componentes. expanda Predeterminado. 3. Clique em Reorientar e em . Editar um recurso de componente espelhado Os recursos de componentes espelhados podem ser editados. clique como o botão direito em clamp (grampo) e clique em Cancelar supressão . 5. 4. 2. 45 . Feche a peça e clique em Não quando perguntado se deseja salvar as alterações. Na árvore de projeto do FeatureManager. 1. se necessário para obter a orientação correta. Se aparecer uma mensagem sobre posicionamentos. na guia do ConfigurationManager. ComponenteEspelhado aparece na árvore de projeto do FeatureManager. Clique em . Como o grampo é simétrico.Montagens 2. clique com o botão direito em support e clique em Abrir peça .

Montagens 7.sldasm. Clique em Inserir > Componente > Montagem/peça existente. 2. isso quebra o vínculo com o arquivo externo do componente. 46 . Você pode tornar virtuais os componentes quando os insere na montagem ou depois. Abra diretório_de_instalação/samples/whatsnew/assemblies/virtual/conveyor. Componentes virtuais Tornar virtuais os componentes externos Você pode tornar virtuais os componentes salvos externamente. Outra instância de clamp é adicionada à montagem. Essa montagem contém dois componentes: uma submontagem de trilho e um pino. Clique em . As referências existentes são ignoradas e o componente é renomeado. 1.

Digite pino_especial e pressione Enter. clique em Procurar. Na árvore de projeto do FeatureManager ou na área de gráficos. o que assegura que o componente virtual terá um nome exclusivo.0^conveyor] e clique em Renomear peça. 6. agora você pode modificar somente o primeiro nome. O componente virtual é renomeado como [pino_especial^conveyor]. o nome de um componente virtual sempre inclui o nome da montagem-pai. O formato do nome predeterminado para componentes virtuais continua o mesmo: [Peçan^nome_da_montagem] Porém. nome_da_montagem. 1.0^conveyor]. em Opções. Clique em OK.75x3. selecione Tornar virtual. No PropertyManager. clique com o botão direito no pino e clique em Tornar virtual. Copiar componentes virtuais Você pode copiar componentes virtuais entre montagens. transforme o pino em um componente virtual. O software avisa que tornar um componente virtual quebra o vínculo com o arquivo externo. 2. Na árvore de projeto do FeatureManager.Montagens 3. Peçan. 5.75x3. 4. Clique em OK. Nomeação de componentes virtuais Agora. O nome do pino é alterado para [Cópia de pin . A peça é adicionada à montagem como um componente virtual chamado [Cópia de rod_clevis^conveyor]. Quando você move ou copia um componente virtual para outra montagem. 7. O software avisa que tornar um componente virtual quebra o vínculo com o arquivo externo. e não o "sobrenome". abra rod_clevis. A cópia não é vinculada ao componente virtual original.sldprt e clique para colocá-lo na área de gráficos. Em Peça/montagem a inserir. clique como o botão direito em [Cópia de pin . Agora. 47 . o "sobrenome" é alterado de acordo. As referências existentes não são copiadas e a cópia recebe um novo nome.

selecione [bumper^support_assembly_2] e arraste-o para a área de gráficos de conveyor. A montagem contém um componente virtual chamado [bumper^support_assembly_2]. Clique em Janela > Lado a lado na horizontal para que tanto conveyor. 48 . selecione o eixo e tente arrastá-lo. Ele está restrito por um posicionamento No local e seu esboço contém referências a outro componente da submontagem. A peça é copiada em conveyor. 2.sldasm.sldasm. As referências existentes são ignoradas e o componente é renomeado. Na árvore de projeto do FeatureManager de support_assembly_2. 3.Montagens 1.sldasm e renomeada como [Cópia de bumper^conveyor]. Abra diretório_de_instalação/samples/whatsnew/assemblies/virtual/support_assembly_2. Na área de gráficos. Você não pode mover o eixo porque ele é um componente virtual criado no contexto da submontagem RH_rail. 4. O software avisa que copiar um componente virtual para outro arquivo quebra o vínculo com o arquivo original.sldasm como support_assembly_2.sldasm e maximize a janela de conveyor.sldasm.sldasm. Clique em OK.sldasm fiquem visíveis. Mover componentes virtuais Você pode mover os componentes virtuais na hierarquia da árvore de projeto do FeatureManager. 1. 2. Feche support_assembly_2.

se você mover um componente virtual para outra montagem.sldasm. Clique em Mover. 6. Ela informa que o posicionamento No local do eixo será excluído e seu esboço no contexto ficará fora de contexto. Salvar novos componentes no contexto Você pode especificar o comportamento predeterminado para salvar novos componentes no contexto como: • Arquivos externos (como no SolidWorks 2007 e anteriores) • Componentes virtuais (como no SolidWorks 2008 e 2009) Uma nova opção em Opções do sistema . Para salvar novos componentes no contexto em arquivos externos: 1.Montagens 3. O software avisa que. Abra diretório-de-instalação/samples/whatsnew/assemblies/virtual/flanges. A caixa de diálogo Edição da estrutura da montagem é exibida. 49 . O componente é renomeado como [Cópia de shaft^conveyor] para indicar que ele agora é um componente de conveyor. 3. Clique em OK. O eixo pode ser movido porque não está mais restrito pelo posicionamento No local e pelo esboço no contexto. Na área de gráficos. salva os novos componentes no contexto no arquivo da montagem como componentes virtuais.Montagens determina o comportamento predeterminado: Salvar novos componentes Se marcado. ele será renomeado e o vínculo com o componente original será quebrado. Clique em Ferramentas > Opções e selecione Montagens. arraste-o para baixo e solte-o quando o cursor mudar para . 4. Selecione Salvar novos componentes em arquivos externos. Clique em OK.sldasm. Clique em Inserir > Componente > Nova peça. solicita o nome e salva os novos componentes em arquivos externos no contexto em arquivos externos. 5. 4. 2. Na árvore de projeto do FeatureManager: a) Expanda a submontagem RH_rail. selecione o eixo e arraste-o. Se desmarcado. 5. b) Selecione [shaft^RH_rail].

10. 7. no Canto de confirmação para fazer o foco da edição voltar à Depois de concluir o exemplo acima. 8. digite gaxeta1 e clique em Salvar. 50 . A nova peça. aparece na árvore de projeto do FeatureManager. Selecione a face onde posicionar a nova peça. se você quiser redefinir o comportamento predeterminado para salvar peças novas como componentes virtuais. para Nome do arquivo. Selecione a face do flange com três parafusos. Na caixa de diálogo. 11. Faça a extrusão do esboço com uma profundidade de 10 para criar a peça.Montagens A caixa de diálogo Salvar como é aberta para que você possa salvar a nova peça em um arquivo externo. aos furos dos parafusos e ao furo central. 9. Use Converter entidades para criar entidades de esboço com referências às arestas do flange . Feche o esboço. Clique em montagem.Montagens e desmarque Salvar novos componentes em arquivos externos. gaxeta1. O foco da edição muda para a nova peça e um esboço é aberto na face selecionada. volte a Opções do sistema . 6.

Por exemplo. clique com o botão direito em um componente e selecione Propriedades do componente . selecione REFERÊNCIA DE COMPONENTE para Tipo de coluna. você pode usar Referência de componente para armazenar os identificadores de referências de uma montagem de chicote elétrico ou placa de circuito impresso. Para que seja possível vincular balões aos valores de referência dos componentes. Em montagens ou desenhos. O valor é exibido entre chaves ({ }) no final do nome do componente na árvore de projeto do FeatureManager. Quando diferentes instâncias do mesmo componente têm diferentes valores de Referência de componente. o desenho precisa conter uma BOM com uma coluna REFERÊNCIA DE COMPONENTE. então defina um valor para Referência de componente. quando inserir uma coluna numa BOM. selecione Referência de componente para Texto do balão. Em desenhos. 51 . quando inserir balões.Montagens Referência de componente por instância Na caixa de diálogo Propriedades de componentes você pode atribuir valores diferentes em Referência de componente para cada instância de um componente na montagem. Nas montagens. No SolidWorks Routing você pode atribuir valores automaticamente quando importa um documento P&ID. Em desenhos você pode também vincular o valor de uma referência de componente ao texto de um balão. você pode exibir as instâncias como itens em linha individuais numa BOM.

selecione um estado de exibição na lista de estados disponíveis para o componente. Consulte Estados de exibição para peças na página 27. Você pode substituir o estado de exibição padrão para cada instância do componente sem alterar a configuração da instância. execute um destes procedimentos: • No Painel de exibição.Montagens Estados de exibição Enquanto edita uma montagem. clique com o botão direito em um componente realçado e selecione Estado de exibição do componente > nome_do_estado_de_exibição. Agora é possível também atribuir estados de exibição às peças. O valor substituto é armazenado no estado de exibição da montagem-pai. Por padrão. em Estado de exibição referido. Para especificar outro estado de exibição de um componente. É possível usar diferentes estados de exibição para cada instância. cada instância de um componente (peça ou submontagem) é exibido no estado de exibição em que o componente foi salvo. SpeedPak Você agora pode criar uma configuração SpeedPak para uma montagem mesmo quando ela contém submontagens com configurações de SpeedPak ativas. • Na caixa de diálogo Propriedades do componente. agora você pode especificar qual dos estados de exibição de um componente deve ser usado na montagem. 52 .

• Ativar e desativar alinhamentos de posicionamentos. 53 . Nessa barra de ferramentas instantânea. você agora pode selecionar um componente substituto em uma lista de arquivos abertos. é possível: • Exibir a peça substituta sozinha. • Desfazer seleções e operações. Substituir componentes São fornecidas mais orientações que você possa identificar quais referências de posicionamento precisam ser substituídas. Exibir posicionamentos agora é exibido em uma janela separada. Um barra horizontal separa os posicionamentos de localização dos outros. • Uma vista do componente original é exibida em uma janela separada.Montagens Posicionamentos Realocar componentes Exibir posicionamentos agora indica quais posicionamentos estão entre o componente e o chão. No PropertyManager de Substituir. para tornar mais fácil a identificação dos posicionamentos que precisam ser modificados para permitir a realocação do componente. A entidade de posicionamento que falta é realçada. somente com as peças relacionadas a ela ou com a montagem inteira. • Excluir posicionamentos. No PropertyManager de Entidades posicionadas: • Uma barra de ferramentas instantânea ajuda a navegar entre os posicionamentos existentes conforme você substitui as referências. O novo ícone indica os posicionamentos que determinam posições em relação ao chão. Esses posicionamentos de localização são exibidos apresentados no começo da lista. • Ignorar posicionamentos.

Pode também usar Posicionamentos inteligentes para criar posicionamentos que envolvem sistemas de coordenadas e origens. 54 . O ponteiro indica um posicionamento potencial entre dois sistemas de coordenadas ou entre um sistema de coordenadas e uma origem. pode selecionar Alinhar eixos na barra de ferramentas instantânea.Montagens Posicionamentos do Sistema de coordenadas Os posicionamentos que envolvem sistemas de coordenadas foram aprimorados. Para referências de posicionamento. Quando você arrasta e solta um componente para criar um Posicionamento inteligente de um sistema de coordenadas. Posicionamentos coincidentes Referências de posicionamento Posicionamentos inteligentes É possível criar posicionamentos coincidentes entre um sistema de coordenadas e uma origem. você pode selecionar sistemas de coordenadas e origens como entidades de referência e optar por alinhar os eixos.

Atualizar montagens O CircuitWorks agora por atualizar uma montagem que está aberta no SolidWorks quando você faz pequenas alterações como. que substitui a caixa de diálogo Editar informações do componente. Para atualizar uma montagem. 55 . clique na guia CircuitWorks . abra-a no SolidWorks. que substitui a caixa de diálogo Localizar componentes. excluir ou mover componentes. o CircuitWorks agora exibe o progresso da construção em um painel na parte inferior da janela. Importar do SolidWorks montagens que não são do CircuitWorks A importação de montagens PCB do SolidWorks que não foram criadas no CircuitWorks foi aprimorada. Além disso. que substitui a caixa de diálogo Anotar componentes.7 CircuitWorks Disponível no SolidWorks Premium. Antes. Por exemplo. Consulte Ajuda do CircuitWorks para obter detalhes sobre essas alterações. adicionar. Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • Interface do usuário Atualizar montagens Importar do SolidWorks montagens que não são do CircuitWorks Suporte a PADS Interface do usuário A interface do usuário do CircuitWorks foi aprimorada para melhor integração com o SolidWorks. em vez de em uma janela separada. o CircuitWorks reconstruía toda a montagem quando qualquer alteração era feita. clique em Anotar componentes (barra de ferramentas CircuitWorks). • Para exibir a árvore de recursos do CircuitWorks. clique com o botão direito na árvore de recursos do CircuitWorks e selecione Propriedades. a árvore de recursos do CircuitWorks agora está disponível no SolidWorks. . • Para exibir a caixa de diálogo Propriedades. • Para exibir o PropertyManager de Anotar componentes. faça as alterações no arquivo de dados correspondente no CircuitWorks e clique em Construir modelo Consulte Ajuda do CircuitWorks: Atualizar montagens.

clique no menu do aplicativo CircuitWorks e depois em Opções . Para importar uma montagem para o CircuitWorks. Suporte a PADS O leitor do CircuitWorks para arquivos Mentor Graphics PADS ASCII (. Na página Exportação do SolidWorks da caixa de diálogo Opções do CircuitWorks.asc) agora importa esses arquivos com maior rapidez e tem suporte para furos metalizados. Consulte Ajuda do CircuitWorks: Exportar modelos do SolidWorks para o CircuitWorks. selecione uma opção para Se não forem encontrados esboços com nomes adequados. clique em Importar modelo (barra de ferramentas Ferramentas). clique em Exportar para o CircuitWorks CircuitWorks). a caixa de diálogo Selecionar orientação é exibida. Usar arestas de silhueta para determinar a forma de componentes Se os esboços apropriados não estiverem disponíveis. Se a montagem não foi criada no CircuitWorks. você pode especificar a orientação da montagem selecionando a face plana que representa a parte superior da placa. Consulte Ajuda do CircuitWorks: Regras de exportação e Opções do CircuitWorks Exportação do SolidWorks. Para controlar o reconhecimento de arestas de silhueta. clique em CircuitWorks > Opções do CircuitWorks. siga um dos seguintes procedimentos: • No CircuitWorks.CircuitWorks Selecionar o componente de placa e a orientação Quando exportar do SolidWorks. o CircuitWorks pode usar arestas de silhueta para determinar a forma dos componentes. ® 56 . Selecione a face superior do componente de placa e clique em Continuar. (barra de ferramentas • No SolidWorks. siga um dos seguintes procedimentos: • No CircuitWorks. • No SolidWorks.

ele conterá somente a configuração que eles especificaram. você agora pode usar essa caixa de ® diálogo para preparar modelos para upload no 3D ContentCentral .8 Configurações Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • Configuration Publisher Modificar configurações Configuration Publisher A caixa de diálogo Criar PropertyManager foi renomeada como Configuration Publisher. você pode definir todas as configurações em uma tabela de projeto com múltiplas linhas. Quando eles fizerem o download do seu modelo. na caixa de diálogo Configuration Publisher. Como alternativa. Como nas versões anteriores do SolidWorks. Você define os atributos de cada controle no painel à direita. Na caixa de diálogo Configuration Publisher. caixas de número e caixas de seleção) da paleta à esquerda para o painel central. Além das funcionalidades existentes anteriormente. Você agora pode usar regras para definir as configurações de um modelo. você define a interface para configurações específicas. Nessa caixa de diálogo. Como nas versões anteriores do SolidWorks. O seu modelo precisa conter uma tabela de projeto (com uma ou várias linhas). Você pode fazer upload de modelos no 3D ContentCentral diretamente na caixa de diálogo. No 3D ContentCentral seus usuários finais selecionam os valores para construir a configuração desejada. Em seguida. você ainda pode criar um PropertyManager que permite selecionar uma configuração quando você colocar o modelo em uma montagem. Você atribui valores às variáveis e define os relacionamentos entre elas. Outros melhoramentos: 57 . você pode arrastar controles (caixas de lista. você cria regras para definir as configurações. você pode criar uma tabela de projeto com uma só linha contendo todas as variáveis necessárias.

Configurações • Você pode configurar propriedades personalizadas. Salve a peça como haste_múltipla. A caixa de diálogo Configuration Publisher é aberta e. a paleta oferece um controle para cada parâmetro na tabela. Abra diretório_de_instalação\samples\whatsnew\configurations\rod_multiple.sldprt para não substituir o arquivo de exemplo original. clique com o botão direito no nome da peça e selecione Configuration Publisher. O comprimento. 3.sldprt. Acessar a caixa de diálogo Para criar um PropertyManager: 1. • Você pode criar PropertyManagers para montagens. 2. No alto da guia do ConfigurationManager . Iniciar com múltiplas configurações Neste exemplo. a tabela do projeto também é aberta. o furo é suprimido. Como a tabela de projeto tem múltiplas linhas. Em algumas configurações. diâmetro externo e diâmetro do furo da peça variam entre as configurações. 58 . em uma nova janela. que estão definidas numa tabela de projeto. o modelo possui múltiplas configurações.

8. Arraste $STATE@Furo da paleta para o painel central. Em Atributos de controle. Lista1 é inserida no painel central e seus atributos de controle aparecem no painel direito. 59 . 5. Em Visibilidade do controle: a) Em Visibilidade do pai. clique na guia Visualização SW. 9. 4. Selecione a guia Editar no painel central. Na visualização do PropertyManager: a) Para Diâmetro externo. 1. 3. em Atributos de controle. Torne o controle Diâmetro do furo disponível somente quando Furo estiver selecionado. É exibida a interface. O PropertyManager aparece no ConfigurationManager. Arraste Rod-Length@Rod da paleta para abaixo de Diâmetro externo na painel Editar. clique duas vezes em Nome e digite Diâmetro externo. abaixo de Comprimento. selecione Furo. Arraste Diâmetro do furo@Sketch2 da paleta para o painel central. estado de supressão do furo e diâmetro do furo. 2. digite Furo. No painel central. b) Para Comprimento. 1. No modo de visualização pode ocorrer uma demora enquanto você seleciona os valores. diâmetro externo. como ela aparecerá no PropertyManager do SolidWorks. Arraste Rod-Diameter@Sketch1 da paleta para o painel central. 11. 6. Em Nome. selecione 4. digite Diâmetro do furo. clique duas vezes em Nome e digite Comprimento. Adicione uma nova caixa de verificação para controlar o estado de supressão do furo. d) Para Diâmetro do furo. b) Em Exibir.Configurações Criar o PropertyManager Crie um PropertyManager para a seleção de comprimento.5. Clique em Aplicar. No painel central. Diâmetro externo aparece no controle no painel central. O PropertyManager é salvo. Em Nome. 2. selecione 20. c) Selecione Furo. defina: • Marcado como • Desmarcado como O controle Diâmetro do furo ficará disponível somente quando Furo estiver selecionado. selecione 10. 10. Visualizar o PropertyManager do SolidWorks Você pode visualizar o PropertyManager para ver como ele aparecerá no SolidWorks. abaixo de Furo. 7.

3. como ela aparecerá no 3D ContentCentral.Configurações Configuração muda para Rod-10M-H45. 1. 60 . Na área de gráficos a peça muda para a configuração selecionada. Clique em Atualizar modelo. Visualizar a interface do 3D ContentCentral Visualize a interface para ver como ela ficará no 3D ContentCentral. Clique na guia Visualização 3DCC . c) Desmarque Furo. 3. No modo de visualização pode ocorrer uma demora enquanto você seleciona os valores. Na área de gráficos a peça muda para a configuração selecionada. Na visualização do 3D ContentCentral: a) Para Diâmetro externo. b) Para Comprimento. Clique em Atualizar modelo. selecione 10. É exibida a interface. O controle Diâmetro do furo é fechado e Configuração muda para Rod-10L-N. selecione 10. 2.

A tabela de projeto contém uma única linha de valores para os parâmetros do modelo.com. 61 . o modelo possui uma única configuração. Iniciar com uma única configuração Neste exemplo. Clique em Fechar e em Sim para salvar o modelo.Configurações Não faça o upload do exemplo de modelo. Se o seu modelo não contém uma tabela de projeto.com. Salve a peça como haste_única. clique em Register Now em www. que está definida numa tabela de projeto. o software perguntará se você quer que uma seja criada automaticamente. Antes de fazer o upload de um modelo você precisa ter uma conta de Serviços de Fornecedor (Supplier Services) registrada no 3D ContentCentral. No alto da guia do ConfigurationManager . clique em Fazer o upload para o 3D ContentCentral para fazer o login na sua conta e inicie o processo de upload. • Para obter mais informações sobre as contas de Serviços de Fornecedor consulte Supplier Services em www.sldprt. 3. Você cria regras para definir as configurações. Para criar um PropertyManager: 1. Você atribui valores às variáveis e define os relacionamentos entre elas. 4. clique com o botão direito no nome da peça e selecione Configuration Publisher. 2. 5. Abra diretório_de_instalação\samples\whatsnew\configurations\rod_single. • Para registrar uma conta de Serviços de Fornecedor. Clique na guia Editar. As contas de Serviços de Fornecedor são gratuitas.3dcontentcentral. Quando tiver um modelo real para o 3DCC.sldprt para não modificar o arquivo de exemplo original.3dcontentcentral. Acessar a caixa de diálogo O processo do Configuration Publisher requer uma tabela de projeto.

Você pode também especificar o incremento para os valores em cada intervalo. a tabela do projeto também é aberta. selecione Rod-Length@Rod. Número e Caixa de seleção na paleta. c) Em Tipo. Arraste um controle Número da paleta para o painel central. Agora defina o intervalo de valores para o comprimento da haste que corresponde a cada diâmetro externo. No painel direito. Criar o PropertyManager Crie um PropertyManager para a seleção de comprimento. são oferecidos os controles genéricos Lista. em uma nova janela. b) Em Variável de Tabela de projeto. 1. Lista1 é inserida no painel central e seus atributos de controle aparecem no painel direito. 62 . b) Em Variável de Tabela de projeto. Em Atributos de controle: a) Clique duas vezes em Nome e digite Comprimento. Arraste um controle de Lista da paleta para o painel central. selecione Rod-Diameter@Sketch1. c) Em Pai dos dados. 3. abaixo de Diâmetro externo. 5. estado de supressão do furo e diâmetro do furo. 2. Selecione Editar no painel central. 4. selecione Diâmetro externo. diâmetro externo. d) Em Valores de lista. selecione Lista. Como essa tabela tem somente uma linha.Configurações A caixa de diálogo Configuration Publisher é aberta e. em Atributos de controle: a) Clique duas vezes em Nome e digite Diâmetro externo. digite o seguinte nas células: Você pode usar as teclas Tab e Shift + Tab para mover-se pelas células.

8. Uma tabela é aberta com uma coluna para cada valor de Diâmetro externo. c) Em Tipo. Em Visibilidade do controle. uma tabela é aberta com uma linha para cada valor de Diâmetro externo. d) Em Requisitos de intervalo. Arraste um controle Lista da paleta para o painel central. b) Em Variável de Tabela de projeto. c) Em Pai dos dados. b) Em Variável de Tabela de projeto. d) Em Pai dos dados. selecione $State@Furo. digite Diâmetro do furo. Desmarque a caixa de seleção de 7. selecione Hole-Diameter@Sketch2. mas não quando ele é definido com o valor 7. selecione Diâmetro externo. 9. selecione Nenhum. 7. selecione Lista. Em Atributos de controle: a) Em Nome. Como a caixa de verificação não é necessária. 10 ou 13. você pode especificar que ela não fique visível. para Visibilidade do pai. A caixa de seleção Furo não ficará visível quando Diâmetro externo estiver definido como 7. 11. Neste exemplo você quer que essa caixa de verificação fique disponível quando Diâmetro externo é definido com o valor 5. digite Furo. e) Em Valores de lista. Agora defina os valores para o diâmetro do furo. 6. 10. digite o seguinte nas células: Adicione uma nova caixa de verificação para controlar o estado de supressão dos furos. Neste exemplo você quer que o furo não fique disponível para nenhuma configuração com Diâmetro externo definido com o valor 7. digite o seguinte nas células: 63 . Arraste um controle Caixa de seleção da paleta para o painel central.Configurações Em Requisitos de intervalo. Em Atributos de controle: a) Em Nome. abaixo de Comprimento. abaixo de Furo. selecione Diâmetro externo.

selecione 4. O intervalo de valores e incrementos aceitáveis.5. 64 . 13. digite 20. No modo de visualização pode ocorrer uma demora enquanto você seleciona os valores. defina: • Marcado como • Desmarcado como O controle Diâmetro do furo ficará disponível somente quando Furo estiver selecionado. Na visualização do PropertyManager: a) Para Diâmetro externo. d) Para Diâmetro do furo. é exibido abaixo da caixa Comprimento. 20-80(por incrementos de 15). Em Visibilidade do controle: a) Em Visibilidade do pai. 12. 1. selecione 10.Configurações Torne o controle Diâmetro do furo disponível somente quando Furo estiver selecionado. Clique na guia Visualização SW. Clique em Atualizar modelo. Clique em Aplicar. Visualizar o PropertyManager do SolidWorks Você pode visualizar o PropertyManager para ver como ele aparecerá no SolidWorks. Na área de gráficos a peça muda para a configuração selecionada. b) Em Exibir. O PropertyManager aparece no ConfigurationManager. selecione Furo. 3. b) Para Comprimento. 2. c) Selecione Furo. O PropertyManager é salvo.

selecione haste_única e clique na área de gráficos para inserir a peça. Abra uma nova montagem. c) Desmarque Furo.5. Clique na guia Visualização 3DCC . 2. d) Para Diâmetro do furo. digite 70. No modo de visualização pode ocorrer uma demora enquanto você seleciona os valores. b) Para Comprimento. O PropertyManager de Configurar componente é aberto. Salve a peça. Clique em Fechar. No PropertyManager de Iniciar montagem. 3. 4. selecione 5. selecione 13. Na área de gráficos a peça muda para a configuração selecionada. é exibido abaixo da caixa Comprimento. Não faça o upload do exemplo de modelo. 1. 2. Clique em Atualizar modelo. 4. mas não feche o arquivo. Clique na guia Editar. 3. 10-50(por incrementos de 10). Clique em . Na visualização do 3D ContentCentral: a) Para Diâmetro externo. Em Parâmetros: a) Para Diâmetro externo. 5. O intervalo de valores e incrementos aceitáveis. 6. b) Para Comprimento. digite 20. c) Selecione Furo. selecione 5. Inserir a peça em uma montagem 1.Configurações Visualizar a interface do 3D ContentCentral Visualize a interface para ver como ela ficará no 3D ContentCentral. 65 .

Desfazer a configuração de parâmetros. 12. Adicionar e remover parâmetros de recursos da tabela. 66 . Para obter mais informações sobre a edição e navegação de tabelas. 5. Modificar configurações A caixa de diálogo Modificar configurações foi aprimorada. editar e excluir propriedades personalizadas específicas da configuração. Salvar vistas da tabela. Na caixa de diálogo Salvar documentos modificados.sldprt. Criar.Configurações A configuração especificada da peça aparece na montagem. clique com o botão direito em um Material e selecione Configurar material . Você pode: • • • • • • • • Renomear recursos e dimensões.5 20 25 2. Configurar o material de peças. Salve a montagem como haste. Na árvore de projeto do FeatureManager. consulte Tabelas na página 84. a configuração que você especificou na montagem aparece no ConfigurationManager como Default_New2.sldprt. Configurar materiais 1. A peça tem três configurações. Em haste_única.sldasm. Abra diretório_de_instalação\samples\whatsnew\configurations\flange_1. Reorganizar colunas na tabela. clique em Salvar todos. Editar e acessar a tabela de maneira semelhante a como você faria no Microsoft Excel.

Configurações

A caixa de diálogo Modificar configurações é aberta, com uma coluna chamada Material. 3. Em Material, selecione um material para cada configuração: Configuração 12,5 20 25 Material Latão Cobre Aço carbono simples

4. Clique em Aplicar. 5. Clique em <Insira o nome> e digite Material. 6. Clique em Salvar vista de tabela . . Os materiais

A tabela é salva na pasta Tabelas da guia ConfigurationManager especificados são aplicados a cada configuração. Não feche a caixa de diálogo ainda.

12,5

20

25

Configurar propriedades personalizadas
1. Na parte inferior da caixa de diálogo Modificar configurações, clique em Exibir/ocultar propriedades personalizadas . A coluna Propriedades personalizadas é exibida, contendo uma coluna chamada Nova propriedade. 2. Clique com o botão direito em Nova propriedade e clique em Renomear. 3. Digite Fornecedor e pressione a tecla Enter. 4. Digite valores para cada configuração: Configuração 12,5 20 25 Fornecedor ABC Cia. XYZ Cia. BCD Cia.

Agora configure algumas das propriedades existentes. 5. Clique em no alto da coluna Propriedades personalizadas e selecione Custo e LeadTime.

67

Configurações

Você pode criar novas propriedades adicionais selecionando **Nova propriedade na lista. 6. Clique em uma área vazia da caixa de diálogo. São incluídas colunas para Custo e LeadTime. 7. Digite valores para cada configuração: Configuração 12,5 20 25 Custo 6,00 7,00 8,00 . LeadTime 3 dias 4 dias 5 dias

8. Clique em Salvar vista de tabela 9. Clique em OK.

Editar uma vista de tabela
Neste exemplo, você edita uma vista de tabela salva e executa as seguintes ações: • • • • Renomear um recurso de esboço Adicionar uma dimensão Mover uma coluna Desfazer a configuração de um parâmetro

1. No ConfigurationManager, expanda Tabelas . A tabela que você acaba de criar (Material) aparece com outras duas que foram salvas anteriormente. 2. Clique com o botão direito em Base e selecione Exibir tabela. A vista de tabela é aberta na caixa de diálogo Modificar configurações. Ela contém três dimensões de Esboço1. 3. Na caixa de diálogo, clique duas vezes em Esboço1.

4. Digite Esboço base e pressione a tecla Enter. O nome do esboço muda para Esboço base na caixa de diálogo.

5. Clique em Aplicar. O nome do esboço é atualizado na árvore de projeto do FeatureManager. Agora adicione outra dimensão de esboço.
68

Configurações

6. Além de Esboço base, clique em , selecione J, e clique em uma área vazia. Uma coluna para J é adicionada e a dimensão aparece na área de gráficos.

7. Em J: a) Para 20, digite 90 e pressione Enter. b) Para 25, digite 100. 8. Clique em Aplicar.

Reorganize as colunas na tabela. 9. Selecione o cabeçalho da coluna J, arraste a coluna e solte-a à esquerda da coluna L. Desfaça a configuração de um parâmetro. 10. Clique no cabeçalho da coluna N. As dimensões aparecem na área de gráficos.

11. Clique com o botão direito no cabeçalho da coluna N e clique em Desfazer configuração. O valor da configuração ativa para N é aplicado a todas as configurações.

69

Configurações

12. Clique em Salvar vista de tabela 13. Clique em OK.

.

12.5

20

25

70

DIN. Você pode definir o local para arquivos do Design Checker em Opções > Locais de arquivos.9 Design Checker Disponível no SolidWorks Professional e no SolidWorks Premium. Um botão para a barra de ferramentas do Design Checker foi adicionado à guia Avaliar do CommandManager. Quando você seleciona um comando relacionado. o suplemento é carregado dinamicamente. 71 . é adicionada ao Validação segundo os padrões de desenho ANSI/ISO/JIS Os seguintes melhoramentos foram implementados: • Os padrões de desenho (ANSI. contanto que ele tenha sido instalado e você esteja executando o SolidWorks Professional ou o SolidWorks Premium. A guia Design Checker Painel de Tarefas. Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • • • • Integração do Design Checker Validação segundo os padrões de desenho ANSI/ISO/JIS Corrigir todos os erros com um botão Melhorias da interface do usuário Verificação de ponto virtual Opção de correção automática no Agendador de tarefas Amostras de verificações verticais personalizadas por setor do 3D ContentCentral Integração do Design Checker A interface do usuário do SolidWorks Design Checker foi totalmente integrada às barras de ferramentas e menus do software SolidWorks. JIS. A validação usando esses arquivos assegura que o documento do SolidWorks está em conformidade com os respectivos padrões de desenho. Clique em Ferramentas > Design Checker. ISO. BSI. GOST e GB) são fornecidos com um conjunto de arquivos de padrão de desenho integrado no software. Você pode carregar qualquer padrão de desenho fornecido no SolidWorks Design Checker para ver suas configurações de documento personalizadas. Os arquivos de padrão de desenho estão localizados em diretório_de_instalação\dsgnchk\Data.

que são especificados no arquivo *. Alto . A correção seletiva de entidades que falharam está disponível com a opção Corrigir selecionados.swstd selecionado. • Somente a lista de verificações que falharam é exibida. seus valores preferenciais substituem os valores predefinidos da correção automática. permite que você especifique um nome para o padrão de desenho definido pelo usuário. na caixa de diálogo Verificação de padrão de dimensões. • A nova ferramenta Verificar documento novamente permite revalidar um documento sem executar uma correção. Quando você seleciona Corrigir todos. 72 . • O botão Atualizar e verificar novamente foi removido. Corrigir todos os erros com um botão A nova ferramenta Corrigir todos permite corrigir todos os erros mostrados no Design Checker.swstd selecionado. Médio ou Baixo . Melhorias da interface do usuário As melhorias realizadas na interface do Design Checker incluem: • Você agora pode especificar valores preferenciais de correção para a correção de parâmetros que têm suporte para verificação. O documento ativo é aprovado quando satisfaz os critérios especificados de estilo de ponto virtual. • Uma nova caixa de fator de criticalidade foi adicionada à interface do usuário. Um ícone de fator de criticalidade é exibido ao lado de cada definição de verificação. Crie uma verificação de parâmetro no módulo Design Checker e especifique os valores desejados em Valores de correção automática preferenciais. Verificação de ponto virtual A verificação Ponto virtual verifica se o documento usa o estilo correto de ponto de esboço virtual. Os parâmetros de suporte para a verificação são corrigidos automaticamente de acordo com o arquivo de padrão de desenho *.Design Checker • A nova caixa de seleção Definido pelo usuário. Selecione um fator de criticalidade entre Crítico .

O Design Checker pode corrigir todas as falhas com suporte de correção automática. 73 . Clique em Design Checker na barra lateral do Agendador de Tarefas do SolidWorks. O documento corrigido é salvo no local do documento original para facilitar a comparação.Design Checker Ative Ponto virtual em Verificações de documento . Opção de correção automática no Agendador de tarefas Uma nova tarefa do Agendador de Tarefas do SolidWorks permite que o Design Checker corrija automaticamente todos os erros. Amostras de verificações verticais personalizadas por setor do 3D ContentCentral O Design Checker fornece amostras de verificações verticais personalizadas por setor que são adicionadas ao 3D ContentCentral.

use um sensor de Massa e especifique a otimização da massa da garrafa. especifique um intervalo de 75 mm a 150 mm para o comprimento (C). Por exemplo. para este modelo com múltiplos corpos de uma garrafa d'água. 30 mm. Os resultados do Estudo de Projeto informam o volume de água em cada combinação de C. Como meta. O Estudo de Projeto itera os 74 . 55 mm e 80 mm para a altura (A). Como restrição. e um intervalo de 10 mm a 20 mm para o raio (R). para o modelo acima. O software executa interações dos valores e gera relatórios sobre a combinação ótima de valores para atingir a meta que você especificou. seja como valores discretos ou como intervalos.000 mm^3. como Cenários de Projeto e Estudos de Otimização. Há dois modos principais de executar um Estudo de Projeto: Avaliação Você especifica valores discretos para cada variável e usa sensores e restrições. Agora. a funcionalidade Estudo de Projeto estava disponível somente no SolidWorks Simulation. e 10 mm e 20 mm para o raio (R). Otimização Você especifica valores para cada variável. 100 mm e 150 mm para o comprimento (C). Você também usa sensores como restrições e como metas. especifique um sensor de Volume que mantém o volume do corpo líquido entre 299. O software executa o estudo usando vários combinações dos valores e gera um relatório do resultado de cada combinação. 55 mm e 80 mm para a altura (A). Por exemplo.10 Estudos de Projeto Você pode avaliar e otimizar os modelos usando um Estudo de Projeto. especifique valores de 75 mm. você pode executar Estudos de Projeto no SolidWorks. Antes. R e A.000 mm^3 e 301. os valores discretos 30 mm. Especifique um sensor de Volume para monitorar o volume do corpo líquido.

selecione um cenário ou iteração na guia Vista de resultados. consulte Novo estudo de projeto na página 167. A e Volume e informa a combinação ideal que produz a massa mínima. clique em Estudo de Projeto (barra de ferramentas Ferramentas) ou em Inserir > Estudo de Projeto > Adicionar. o modelo é atualizado com os valores do cenário ou iteração selecionado. R. Para obter informações sobre os Estudos de Projeto no SolidWorks Simulation. dependendo da licença do SolidWorks que você tem e se você está executando um estudo de Avaliação ou de Otimização. Vários sensores estão disponíveis para o uso em Estudos de Projeto. A guia Estudo de Projeto é exibida na parte inferior da área de gráficos.Estudos de Projeto valores especificados para C. SolidWorks Standard SolidWorks Professional SolidWorks Premium SolidWorks Simulation Professional SolidWorks Simulation Premium Propriedades de massa Dimensão Dados da simulação Para criar um estudo. Na área de gráficos. 75 . Depois de executar um estudo.

Em Processo de manufatura. clique com o botão direito do mouse em uma instância que falhou e clique em Zoom na seleção. clique em Configurações. o espaçamento entre furos e os raios de dobra. Consulte Ajuda do DFMXpress: Regras de chapas metálicas. as distâncias entre furo e aresta. Zoom na seleção Você pode visualizar facilmente uma instância que falhou fazendo zoom na seleção. clique em Configurações. clique em Editar. Consulte Ajuda do DFMXpress: Tamanhos de furo padrão. Em Tamanhos de furo padrão. na área de gráficos do SolidWorks. selecione Chapa metálica. Novas regras validam as razões diâmetro/espessura do furo. 76 . Após executar o DFMXpress. Gerenciar tamanhos de furo padrão Você pode gerenciar a lista de tamanhos de furo padrão que o DFMXpress usa para validar as peças.11 DFMXpress Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • Validação de chapa metálica Gerenciar tamanhos de furo padrão Zoom na seleção Validação de chapa metálica O DFMXpress agora valida peças de chapa metálica. No painel do DFMXpress. No painel do DFMXpress.

símbolos de recurso referencial e símbolos de acabamento de superfície. Você pode: • Anexar anotações a linhas de extensão de dimensão • Mover anotações em torno de linhas de extensão de dimensão • Usar alças para destacar as anotações das linhas de extensão de dimensão Balões Usar a numeração de BOMs especificadas Ao inserir balões e balões empilhados em uma montagem. As anotações com suporte incluem símbolos de tolerância geométrica.12 Desenhos e detalhamento Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • • • • • • • • Anexos de anotação Balões Lista de materiais Blocos Marcas de centro Representações de rosca Dimensões Notas Tabelas Tabelas de Bloco de Título em peças e montagens Desenhos Anexos de anotação Agora é mais fácil anexar as anotações entre si. você pode definir esses balões para seguir a numeração de item de uma BOM selecionada na montagem em Origem 77 .

Tamanhos de balão personalizados Você pode definir qualquer valor de tamanho para o balão usando o PropertyManager de Balão ou Ferramentas > Opções > Propriedades do documento > Anotações > Balões.Desenhos e detalhamento do texto do balão no PropertyManager de Balão. As alterações em uma BOM atualizam a outra BOM. Consulte Ajuda do SolidWorks: PropertyManager de Balão. clique com o botão direito em um componente na coluna de estrutura da montagem e selecione Opções de componente. A formatação de BOMs vinculadas é independente. Os tamanhos personalizados estão disponíveis em balões. Nas versões anteriores. Referências de componentes Você pode exibir as referências de componentes de balões no PropertyManager de Balão. O texto não era atualizado parametricamente. era necessário adicionar o texto fora do balão e. você pode importar os balões para um desenho. Lista de materiais Opções de montagens É possível definir as opções para componentes de montagem específicos diretamente na BOM. Consulte também Referência de componente por instância na página 51. BOMs vinculadas Você pode vincular BOMs de desenho copiadas de uma BOM de montagem criada anteriormente usando o PropertyManager de Lista de materiais. Você pode excluir itens da BOMs clicando com o botão direito em um componente na estrutura da montagem e selecionando Excluir da BOM. Depois. depois. balões automáticos e balões empilhados. apenas os 78 . Você pode editar a BOM da montagem original ou as BOMs do desenho copiado. agrupar o texto com o balão. Também é possível: • Editar a exibição de componentes-filhos • Mudar a maneira como o número da peça é definido • Controlar como a quantidade é calculada Para acessar essas opções. Quantidades paramétricas Você pode definir um valor de quantidade no PropertyManager de Balão para ser atualizado parametricamente.

De forma semelhante. o PropertyManager de Propriedades de configuração contém a opção Usar na lista de materiais. selecione Copiar tabela existente e Vinculada. Você pode desvincular as BOMs do desenho e da montagem quando desejar. mas não pode restabelecer o vínculo. Se a visualização do componente não aparecer quando você posicionar o cursor sobre seu ícone. no PropertyManager de Lista de materiais. Para vincular BOMs. tamanho e cor da fonte. Selecionar um item na BOM o realça na área de gráficos da montagem ou na vista de desenho. largura da coluna. em Opções de BOM. selecionar um componente na área de gráficos. 79 . Mover BOMs para diferentes folhas Você pode mover as BOMs para diferentes folhas arrastando-as até: • Guias das folhas • Ícones de folha na árvore de projetos do FeatureManager • Diferentes janelas do mesmo desenho Blocos Você pode alterar o estilo e o tamanho das pontas de setas em linhas de chamada de blocos clicando com o botão direito do mouse na alça ou na ponta da seta. É preciso criar uma nova BOM para vincular as BOMs novamente. Esse realce também tem suporte para BOMs do eDrawings. Consulte Suporte aprimorado para BOMs na página 93.Desenhos e detalhamento dados são vinculados. abra e salve o componente e posicione o cursor sobre o ícone novamente. e direção do texto. O texto tem precedência sobre qualquer propriedade personalizada ou específica da configuração. Realce É mais fácil visualizar itens que estão representados na BOM. Descrições Em peças e montagens. mas não altera seus valores. na vista de desenho ou na árvore de projeto do FeatureManager o realça na BOM. Uma visualização em miniatura está disponível para cada item da BOM quando você posiciona o cursor sobre seu ícone na coluna da estrutura da montagem. o texto é usado como descrição na BOM. Quando você digita um texto em Descrição e seleciona Usar na lista de materiais. Os itens de formatação incluem altura da linha.

txt. você pode selecionar um padrão de dimensionamento e tamanho. SolidWorks 2009 SolidWorks 2010 Representações de rosca Você pode definir as representações de rosca usando tamanhos internacionais padronizados no PropertyManager de Representação de rosca. aparece um espaçamento entre a marca de centro e a linha de extensão da dimensão. 80 .Desenhos e detalhamento Marcas de centro Quando você adiciona uma marca de centro a um furo já dimensionado. As chamadas de rosca também podem ser criadas automaticamente. As chamadas são preenchidas com o texto apropriado do arquivo calloutformat. se você dimensionar um furo que já tem uma marca de centro. aparecerá um espaçamento. Ao selecionar a aresta de uma representação de rosca. De maneira similar.

use a • tecla Tab para mudar para os vários locais do manipulador • barra de espaços para colocar a dimensão em um local apropriado fora da geometria do modelo Você pode controlar o espaçamento usado pelo dimensionamento rápido em Ferramentas > Opções > Propriedades do documento > Dimensões em Distâncias de offset. O manipulador de dimensão rápida aparece como: 81 . Clique na aresta indicada. se você inserir uma dimensão entre duas outras.Desenhos e detalhamento Dimensões Dimensão rápida Você pode usar o manipulador de dimensão rápida para posicionar dimensões com espaçamento uniforme. Quando o manipulador de dimensão rápida cria dimensões em uma linha de centro simétrica. Abra diretório_de_instalação\samples\whatsnew\detailing\dimension. 3. a nova dimensão é posicionada com espaçamento uniforme entre elas. Clique em Dimensão inteligente (barra de ferramentas Dimensões/Relações) ou em Ferramentas > Dimensões > Inteligente. Por exemplo. Usar Dimensão rápida Para usar o dimensionamento rápido: 1. Para inserir dimensões rapidamente. O manipulador de dimensão rápida aparece quando você insere dimensões em vistas de desenho. quaisquer dimensões que se sobreponham são escalonadas para desenhos do padrão ANSI.slddrw. tornando-as mais fáceis de serem lidas. 2. Use o manipulador para posicionar dimensões em intervalos com espaçamento uniforme.

A dimensão aparece abaixo e à direita da aresta. Clique na parte inferior do manipulador de dimensão rápida. 5. A dimensão é colocada abaixo da entidade selecionada. Clique nas duas arestas indicadas. O manipulador de dimensão rápida aparece como: 8. Clique em uma das arestas circulares. 6. permitindo alterar facilmente as propriedades e a formatação da dimensão. Repita a etapa 5 para essas duas arestas: 7. depois clique novamente na parte inferior do manipulador.Desenhos e detalhamento 4. 82 . Pressione Tab três vezes para alternar entre os locais de dimensão e pressione a barra de espaços para colocar a dimensão. Paleta de dimensão A paleta de dimensões aparece quando você insere ou seleciona uma dimensão.

elas permancem nas vistas de detalhe. Na parte de Estilo da paleta. Da mesma forma. Se você selecionar mais de uma dimensão. as propriedades e a formatação definidas na paleta são aplicadas a todas as dimensões. precisão. texto e outras opções de formatação na paleta sem acessar o PropertyManager. você pode selecionar qualquer uma das configurações de formatação aplicadas a outras dimensões no desenho. Dimensões fracionais Você pode desativar as aspas duplas (") em dimensões fracionárias. 83 .Desenhos e detalhamento Você pode alterar tolerância. estas usam o ponto 0 da vista de detalhe. Dimensões de ordenada Quando você insere dimensões de ordenada em vistas-pai. quando você insere dimensões de ordenada em vistas de detalhe e aplica dimensões de ordenada em vistas-pai. A vista de detalhe usa o ponto 0 existente na vista-pai. poupando tempo ao formatar dimensões. estilo.

A configuração Exibir nomes de dimensões foi removida da caixa de diálogo Opções do sistema . clique em Exibir > Nomes de dimensões ou.Desenhos e detalhamento Clique em Ferramentas > Opções > Propriedades do documento > Dimensões e defina as opções em Exibição de fração. Nomes de dimensões A configuração Exibir nomes de dimensões agora é controlada e salva por documento em vez de para todos os documentos. End e Ctrl + End 84 . Shift + Seta. Ao inserir ou editar uma nota. Para exibir os nomes das dimensões. Tabelas Você pode editar tabelas e navegar por elas como faz no Microsoft® Excel®. na barra transparente Exibir. Tab.Geral. Notas Você pode aplicar bordas a partes de notas. Aspas duplas ativadas Aspas duplas desativadas Excluir dimensões Se você excluir uma dimensão ou remover o texto de uma dimensão. clique em Ocultar/Exibir itens > Exibir nomes de dimensões. Você pode: • Controlar o preenchimento vertical das células • Navegar usando as teclas Enter. Ctrl + Home. Shift + Tab. Seta. o software pode reajustar automaticamente o espaço entre as dimensões restantes. como uma configuração do sistema. Home. Três novas bordas têm suporte: quadrada. círculo em um quadrado e inspeção. Shift + Enter. Clique em Ferramentas > Opções > Propriedades do sistema > Desenhos e selecione Ajustar o espaçamento quando dimensões são excluídas ou texto é removido. escolha qualquer parte e selecione uma borda no PropertyManager de Nota.

os blocos de título que são parte do formato de folha. clique em Inserir > Tabelas > Tabela Bloco de Título. 85 . substituindo os dados existentes • Pressionar F2 em uma célula realçada para ativá-la para edição e mover o cursor até o final do texto na célula • Clicar duas vezes em uma célula para mover o cursor até a posição do duplo clique • Pressionar Alt + Enter para adicionar múltiplas linhas de texto a uma célula • Pressionar Del para apagar todo o texto em uma célula sem ativá-la para edição • Pressionar Backspace para apagar todo o texto em uma célula e ativá-la para edição • Selecionar múltiplas linhas ou colunas e alterar suas alturas ou larguras arrastando ou usando as ferramentas de formatação • Travar a altura das linhas e a largura das colunas • Copiar células do Microsoft Excel e colá-las em tabelas do SolidWorks Tabelas de Bloco de Título em peças e montagens Agora você pode gerar uma tabela Bloco de Título em um documento de peça ou montagem nos documentos para a manufatura que não são impressos.Desenhos e detalhamento • Selecionar uma célula. No PropertyManager de Tabela de Bloco de Título. clique no canto superior direito para abrir o PropertyManager de Tabela Bloco de Título. Você pode basear a tabela Bloco de Título no template de amostra fornecido pela SolidWorks ou criar seu próprio template. Para adicionar uma tabela Bloco de Título a uma peça ou montagem. Não é possível adicionar tabelas Bloco de Título em desenhos. digitar dados e vê-los imediatamente na célula.sldtbt. Nos desenhos. defina o tamanho e as bordas para a tabela ou clique em . para procura um template existente com a extensão de arquivo Depois de inserir a tabela. o SolidWorks preencherá os valores na tabela Bloco de Título automaticamente. Se você definir propriedades personalizadas para a peça ou montagem e usar um template que contém referências a essas propriedades. que fornece um controle de escala para dimensionar a tabela mantendo suas proporções. usando as propriedades personalizadas.

clique com o botão direito do mouse em uma aresta do desenho e clique em Fonte da linha do componente. . Você também pode acessar as ferramentas Cor da linha e Estilo de linha no menu de contexto.Desenhos e detalhamento Consulte Ajuda do SolidWorks: Tabelas Bloco de Título. Desenhos Vistas de seção alinhada Você agora pode dimensionar entre vistas de seção alinhada. Para acessar a caixa de diálogo. Fonte da linha do componente A caixa de diálogo Fonte da linha do componente foi reorganizada para facilitar seu uso. Espessura da linha 86 .

Desenhos e detalhamento Configurações Você pode alterar as configurações de vistas de desenho nos respectivos PropertyManagers. 2.sldprt é aberto. em Configuração de referência. Selecione a vista de desenho. Vistas de desenho de peças multicorpos Você pode criar 3 vistas padrão e modelar vistas de peças multicorpos. 87 . Multibody. 3. 4. Para padrões planos de peças de chapa metálica com múltiplos corpos. Abra diretório_de_instalação\samples\whatsnew\drawings\multibody. Templates de desenho Templates de desenho adicionais foram incluídos para os padrões de desenho com suporte. Antes. Selecione os dois corpos mostrados e clique em . clique em Selecionar corpos . No PropertyManager. Multibody. era necessário acessar a caixa de diálogo Propriedades da vista de desenho. Exibir vistas de desenho de peças multicorpos 1.slddrw é aberto e a vista de desenho mostra os dois corpos selecionados. você pode usar um corpo por vista.slddrw.

Arestas tangentes Novas opções no PropertyManager de Exibir/Ocultar arestas ajudam a ocultar e exibir diferentes tipos de arestas tangentes. esse recurso estava disponível apenas em desenhos de montagem. 88 . só era possível abrir a peça. Cotas de diâmetro Quando você insere cotas de diâmetro em vistas de seção. e Exibir aresta foram combinados em um só botão: Seleção de aresta Você pode usar os seguintes métodos para selecionar arestas quando usa a ferramenta Exibir/Ocultar arestas : • Clicar nas arestas individuais. • Seleção em caixa. excluindo as arestas que não estavam selecionadas anteriormente. Antes. você pode abrir a peça ou a montagem. o símbolo do diâmetro aparece na cota. • Shift + seleção em caixa para selecionar as arestas totalmente contidas na seleção em caixa. Consulte Opções de exibição na página 89. • Alt + seleção em caixa para desfazer a seleção das arestas totalmente contidas na seleção em caixa. Nas versões anteriores. O corte da seção deve ser efetuado através do centro do diâmetro. Ele está disponível em Profundidade da seção no PropertyManager de Vista de seção . incluindo as arestas que não estavam selecionadas anteriormente. Abrir peças e montagens em desenhos Ao clicar com o botão direito do mouse no desenho de uma montagem. Vistas de seção Profundidade da seção Você agora pode especificar a profundidade das vistas de seção de peças determinando até onde deseja visualizar além da linha da vista de seção.Desenhos e detalhamento Ocultar e exibir arestas Botão da barra de ferramentas Os botões Ocultar aresta Exibir/Ocultar arestas .

As cores se aplicam somente a Tangent Edges Use Font.Desenhos e detalhamento Imagens de esboço Se você inserir uma imagem de esboço em uma peça ou montagem. Propriedades do sistema Há duas novas propriedades do sistema para documentos de desenho: SW-Nome da vista e SW-Escala da vista. Clique em Ferramentas > Opções > Opções do sistema > Cores. Elas são semelhantes às propriedades do sistema SW-Nome de folha e SW-Escala de folha. Em Configuração de esquemas de cores. selecione Desenhos. Arestas tangentes Cores Você pode definir a cor das arestas tangentes. Opções de exibição Há novas opções disponíveis para filtrar as arestas tangentes nas vistas de desenho com linhas ocultas removidas ou linhas ocultas visíveis. 89 . a imagem aparece nas vistas de desenho associadas. Clique em Exibir/Ocultar arestas (barra de ferramentas Formato de linha) para acessar essas opções (com exceção de Ocultar extremidades). arestas tangentes do modelo e defina a cor.

Clique com o botão direito numa vista de desenho e clique em Aresta tangente > Ocultar extremidades.Desenhos e detalhamento Opção Ocultar Oculta os extremidades segmentos inicial e final das arestas tangentes. Antes Depois Ocultar Oculta arestas arestas não-planas tangentes que limitam faces não planas 90 .

91 .Desenhos e detalhamento Ocultar Oculta arestas arestas mescladas tangentes que: • Limitam faces planas que são normais à direção de visualização • Têm uma continuidade de segunda ordem (C2) no limite entre duas faces Ocultar arestas menores que Oculta arestas tangentes menores que um determinado comprimento.

Você pode também visualizar múltiplas folhas sem sair de Visualizar impressão. selecione a parte do desenho a ser impressa. Com a opção Imagem da tela atual. Para publicar no eDrawings. Clique em Arquivo > Imprimir e em Exibir visualização para ajustar com precisão a seleção. Como parte desta integração. eliminando o desperdício de tempo e papel. você pode aplicar zoom ou panorâmica para ajustar com precisão a seleção antes de imprimir. Não é mais necessário carregar o suplemento eDrawings manualmente. Na caixa de diálogo Imprimir. ® Visualizar impressão Com o recurso Visualizar impressão do eDrawing. Consulte Ajuda do SolidWorks: SolidWorks eDrawings. você pode ver o seu desenho ou modelo exatamente como ele será impresso. clique em Arquivo > Publicar arquivo do eDrawings ( na barra de ferramentas flyout Salvar). o botão Animar do eDrawings foi eliminado do software SolidWorks. 92 . Feche a visualização clicando em Ocultar visualização. Você pode publicar um arquivo do eDrawings e animar diretamente no eDrawings.13 eDrawings Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • • • • • Publisher integrado Visualizar impressão Suporte aprimorado para BOMs Melhoramentos da impressão no Apple Mac Estados de exibição vinculados a configurações Tabelas Bloco de Título Decalques Imagens de esboço Publisher integrado A capacidade de publicar no eDrawings agora está totalmente integrada às barras de ferramentas e aos menus do SolidWorks.

assim como em arquivos do eDrawings salvos no SolidWorks. Suporte aprimorado para BOMs O suporte para listas de materiais (BOMs) de peças e montagens foi melhorado no eDrawings. Nas versões anteriores. No SolidWorks. Selecione linhas individuais para realçar. pode exibir. na barra de No SolidWorks. selecione Salvar recursos da tabela no arquivo do eDrawings. O eDrawings exibe as BOMs em documentos nativos do SolidWorks. 93 . Clique em Opções e. Peças ou montagens do SolidWorks que contém BOMs são publicadas no eDrawings da mesma forma que qualquer outro projeto. ocultar e reposicionar as BOMs. ocultar ou exibir os componentes correspondentes ou torná-los transparentes. clique em Arquivo > Salvar como e salve no formato do eDrawings. Agora. . você podia ver as BOMs criadas em montagens do SolidWorks. na caixa de diálogo Opções de exportação. O eDrawings já tem suporte para BOMs em desenhos.eprt ou . você pode salvar explicitamente o projeto contendo uma BOM como um arquivo do eDrawings. essa funcionalidade não foi alterada.easm. com a opção do menu Arquivo > Publicar arquivo do eDrawings ( ferramentas flyout Salvar).eDrawings Consulte Ajuda do SolidWorks eDrawings: Imprimir.

Clique em Arquivo > Imprimir para usar os novos controles de impressão. Você agora pode imprimir em cores ou em escala de cinza. Na caixa de diálogo Salvar configurações em arquivo eDrawings.eDrawings Consulte Ajuda do SolidWorks eDrawings: Listas de materiais. além de definir um fator de escala. selecione as configurações a serem salvas no arquivo do eDrawings. crie uma configuração e publique a peça ou montagem que a contém clicando em Arquivo > Publicar arquivo do eDrawings ( na barra de ferramentas flyout Salvar). para vincular estados de exibição a configurações. como no SolidWorks. No eDrawings. ® Estados de exibição vinculados a configurações O eDrawings agora tem suporte para atribuição de estados de exibição a configurações. É possível também imprimir uma folha inteira ou somente o que está sendo exibido. 94 . No SolidWorks. abra a guia Configurações e selecione Vincular estados de exibição às configurações. Você pode optar por vincular um estado de exibição a uma configuração ou manter os estados de exibição independentes das configurações. em vez de somente em preto-e-branco. Melhoramentos da impressão no Apple Mac A impressão do Apple Mac para o eDrawings foi aprimorada. Desmarque Vincular estados de exibição às configurações para tornar os estados de exibição independentes das configurações.

essa funcionalidade não foi alterada. ocultar e reposicionar as tabelas Bloco de Título. O eDrawings exibe essas tabelas em documentos nativos do SolidWorks. na árvore de projeto do componente. Tabelas Bloco de Título As tabelas Bloco de Título para peças e montagens são visíveis no eDrawings. na barra de No eDrawings. além de em arquivos do eDrawings salvos no SolidWorks. No SolidWorks. crie uma tabela Bloco de Título e publique a peça ou montagem que a contém clicando em Arquivo > Publicar arquivo do eDrawings ( ferramentas flyout Salvar). 95 .eDrawings Consulte Ajuda do SolidWorks eDrawings: Configurações. expanda Tabelas e clique na tabela Bloco de Título para exibir sua alça. Você pode exibir. O eDrawings tem suporte para tabelas Bloco de Título em desenhos.

Imagens de esboço As imagens de esboços aplicadas a folhas de desenho e peças do SolidWorks agora são visíveis no eDrawings. O eDrawings exibe decalques em peças. O modelo é exibido com o decalque no eDrawings. Aplique um decalque do PhotoWorks no SolidWorks e publique a peça. montagens e arquivos do eDrawings salvos no SolidWorks. O decalque precisa estar visível quando o modelo for salvo em um arquivo do eDrawings. Decalques Os decalques do PhotoWorks aplicados a modelos do SolidWorks agora são visíveis no eDrawings.eDrawings Consulte Ajuda do SolidWorks eDrawings: Tabelas Bloco de Título. montagem ou desenho clicando em Arquivo > Publicar arquivo do eDrawings ( na barra de ferramentas flyout Salvar). 96 .

97 .eDrawings Aplique uma imagem de esboço em uma peça. Vista de desenho de uma peça com uma imagem de esboço no nível da peça e outra no formato da folha. O modelo ou desenho é exibido com as imagens de esboço mostradas no eDrawings. Modelo com imagem de esboço. montagem ou desenho do SolidWorks e publique clicando em Arquivo > Publicar arquivo do eDrawings ( na barra de ferramentas flyout Salvar).

Uma tarefa Imprimir ou Converter do SolidWorks pode ser iniciada em qualquer computado que execute o Enterprise PDM. Os administradores podem configurar tarefas para execução em um determinado computador ou distribuí-las tanto para os computadores clientes como para servidores dedicados. contanto que o computador onde a tarefa é executada tenha o SolidWorks instalado. 98 . • Habilite a execução de tarefas nos computadores host. com base em uma agenda ou acionadas pelo fluxo de trabalho do SolidWorks Enterprise PDM. Para ativar as tarefas: • Inclua as opções Converter e Imprimir quando criar um novo vault e especifique os detalhes da configuração do vault. Podem também definir todas as opções da tarefa. sem requerer intervenção do usuário. Consulte Ajuda da Ferramenta de Administração do SolidWorks Enterprise PDM: Criar um vault. Usando a API e os templates de tarefas fornecidos com o software Enterprise PDM. Os administradores podem definir as tarefas como interativas.14 Enterprise PDM Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • • • • • Gerenciar tarefas Integração do Enterprise PDM e do Toolbox File Explorer e o suplemento SolidWorks Gerenciamento de item Ferramenta Administração API Instalação Documentação Gerenciar tarefas O novo recurso Tarefas da ferramenta de Administração torna mais fácil a execução de tarefas como conversão e impressão de documentos do SolidWorks. A estrutura de tarefas permite aos administradores e usuários executar tarefas sob demanda. permitindo aos usuários iniciar a tarefa e escolher suas opções. Configurar tarefas Use a ferramenta de Administração para instalar e configurar tarefas do Enterprise PDM. os programadores podem também estender as funcionalidades para adicionar suporte para tarefas personalizadas. de maneira que ela seja executada silenciosamente.

que têm suporte com o suplemento Tarefas do SolidWorks. Tarefas de conversão e impressão O recurso Tarefas da ferramenta de Administração permite configurar as propriedades das tarefas. • Converter somente as folhas especificamente nomeadas de um desenho. As tarefas Converter e Imprimir ficam disponíveis quando você as seleciona durante a criação do vault. • Inicie e monitore tarefas usando a caixa de diálogo Lista de tarefas. Use a caixa de diálogo Lista de tarefas para monitorar tarefas e ver informações sobre as tarefas concluídas. você pode criar uma configuração silenciosa que não requer informações do usuário.Enterprise PDM Consulte Ajuda da Ferramenta de Administração do SolidWorks Enterprise PDM: Permitir a execução de tarefas. e uma configuração iniciada pelo usuário que permite que eles modifiquem as definições da tarefa. você pode: • Especificar como os arquivos convertidos são nomeados. • Inclua a execução de tarefas nas transições do fluxo de trabalho. como padrões de chapa metálica planificada. como um diretório usado por um aplicativo Enterprise Resource Planning (ERP). você pode criar uma ação de transição que converte peças e desenhos em arquivos . são listadas e. • Dirigir a saída para impressoras com base nos requisitos de tamanho de papel. Por exemplo. 99 . Por exemplo. Tarefas na ferramenta de Administração. você pode: • Imprimir desenhos em um servidor de impressão.pdf com várias páginas. Consulte Ajuda da Ferramenta de Administração do SolidWorks Enterprise PDM: Iniciar uma tarefa usando o fluxo de trabalho. É possível copiar uma tarefa existente e modificá-la para ter várias configurações da tarefa. • Configure as tarefas Converter e Imprimir. As tarefas Converter permitem converter arquivos do SolidWorks usando os formatos de saída e as opções com suporte no SolidWorks. usando o nome do arquivo original e um número de revisão. Use Adicionar tarefas na caixa de diálogo Lista de tarefas para iniciar uma tarefa imediatamente. • Converter um desenho com várias folhas em um arquivo . de forma que os computadores dos usuários não fiquem ocupados. por exemplo. Se você usar a API do Enterprise PDM para programar um suplemento de tarefas. adicione as tarefas com suporte no suplemento ao recurso Tarefas criando novas tarefas. • Salvar arquivos convertidos no vault ou outro destino. As tarefas Imprimir também são executadas nos arquivos do SolidWorks. Por exemplo. • Crie novas tarefas usando o Assistente de Tarefas. Por exemplo. • Mapear variáveis a partir do cartão de dados do arquivo original para o cartão de dados do arquivo de saída. como Descrição e Número de peça. Essas tarefas.pdf quando a montagem está pronta para revisão.

Você pode também usar notificações para informar os usuários sobre o sucesso ou falha das tarefas. 100 . Como administrador você pode: • Acionar tarefas usando uma transição de fluxo de trabalho Por exemplo.pdf quando o estado muda para Finalizado.pdf quando os arquivos do SolidWorks atingem o estado Finalizado. Você pode também iniciar tarefas nesta caixa de diálogo. pode incluir a infra-estrutura de agendamento de tarefas. você pode gerar automaticamente arquivos . • Especificar o seguinte para os arquivos de origem com referências: • Quais referências imprimir: nenhuma. como nomes de arquivo. propriedades. • Converter todos os desenhos de uma montagem para o formato . de forma que elas possam ser executadas quando os hosts estão disponíveis. e pastas de destino. Como parte da configuração de tarefas. os usuários com permissão para executar tarefas podem selecionar arquivos e usar os menus do botão direito para convertê-los ou imprimí-los. peças ou montagens • Qual versão deve ser impressa: a mais recente ou a versão referida da última vez que o arquivo de origem foi construído Você pode iniciar uma tarefa Imprimir ou Converter adicionando-a a uma transição do fluxo de trabalho. você pode: • Imprimir todos os desenhos de uma montagem quando o estado da montagem muda para Revisado. A caixa de diálogo Lista de tarefas. • Use a caixa de diálogo Lista de tarefas para executar uma tarefa sob demanda A execução de tarefas sob demanda permite iniciar a impressão de arquivos do SolidWorks a partir de um cliente do Enterprise PDM que não tem o software SolidWorks instalado. Monitorar tarefas A ferramenta principal para monitorar tarefas é a caixa de diálogo Lista de tarefas. que é exibida com o recurso Tarefas na ferramenta de Administração. • Agende a execução das tarefas Se você cria tarefas personalizadas usando as APIs. você pode especificar opções para arquivos recém-criados. monitorar as que estão sendo executadas e ver as informações sobre tarefas concluídas. • Configure as tarefas de forma que elas possam ser iniciadas pelos usuários Com o File Explorer. consulte na Ajuda da Ferramenta de Administração do SolidWorks Enterprise PDM os tópicos: • Configurar a tarefa Converter • Configurar a tarefa Imprimir Executar tarefas A infra-estrutura de tarefas fornece várias maneiras de iniciar as tarefas. Para obter instruções sobre como configurar tarefas. desenhos.Enterprise PDM • Definir permissões para que os usuários possam imprimir arquivos em uma impressora próxima. permite identificar as tarefas que estão pendentes. Por exemplo.

Esses códigos são também relatados em logs de erros que são criados para as tarefas que falham. você precisa programar em Visual Basic . O Enterprise PDM contém o suplemento executor de tarefas SWTaskAddIn. como impressoras e plotadoras ® Integração do Enterprise PDM e do Toolbox O Enterprise PDM agora pode gerenciar integralmente os arquivos de peças do SolidWorks Toolbox e o banco de dados do Toolbox em um vault do Enterprise PDM. a notificação contém links para os arquivos convertidos. Um suplemento de tarefas amplia as funcionalidades do executor de tarefas. Opções de lista de tarefas permite especificar o número de registros de tarefas a manter na lista Tarefas concluídas. Por exemplo.Net. • A lista Tarefas concluídas mostra o status das tarefas concluídas. • Se uma tarefa de conversão é concluída com êxito. • Se uma tarefa falhar. Se uma tarefa falhar. Consulte a descrição da A`PI no Manual de Referência do Programador do SolidWorks Enterprise PDM. Suplementos de Tarefas As tarefas são definidas por suplementos de execução de tarefas. ver as propriedades do arquivo e seu histórico. Você pode programar o suplemento de tarefas para: • Enviar parâmetros e dados para o executor de tarefas como parte das instruções da tarefa ® • Executar qualquer comando MS-DOS /Windows • Iniciar qualquer programa do Windows com um número arbitrário de parâmetros • Enviar comandos a qualquer programa do Windows • Acessar e enviar comandos a recursos instalados.Enterprise PDM • A lista Tarefas pendentes mostra a lista de tarefas. Você pode configurar mensagens de notificação a serem enviadas aos usuários e iniciadores de tarefas quando uma tarefa é concluída com êxito ou falha. incluindo as que estão em execução e as que estão agendadas ou aguardando para serem executadas. pode ver o andamento da tarefa. Os programadores podem usar a API do Enterprise PDM para criar um suplemento que executa tarefas exclusivas para seus ambientes. quem a iniciou e os arquivos em que ela está sendo executada.html. eles adicionam as tarefas que ele define ao nó Tarefas criando novas tarefas. O Enterprise PDM automaticamente: 101 . um suplemento de tarefas pode abrir arquivos no Microsoft Word e salvá-los em outro formato. você pode ver em seus detalhes uma mensagem de erro e um código do erro. Se você selecionar uma tarefa pendente ou uma que está sendo executada e clicar em Detalhes. Para criar um suplemento de tarefas. a notificação contém um link para o log de erros. Você pode suspender e retomar tarefas pendentes ou cancelá-las completamente. Depois que os administradores instalam o suplemento no vault. de forma que você pode abrir o arquivo no visualizador de arquivos do Enterprise PDM. como . Os usuários indicam a pasta do vault do Toolbox no SolidWorks e usam o Toolbox como antes. que permite a conversão e impressão de arquivos do SolidWorks. C# ou C++.

Na ferramenta Administração do Enterprise PDM. b) Clique em Configurar para configurar o Toolbox usando a respectiva ferramenta de configuração. você pode esvaziar o cache do Enterprise PDM. Quando você esvazia o cache da pasta-raiz do vault (no File Explorer. o que remove os arquivos locais. Para reduzir o espaço em disco. No SolidWorks. Você pode remover os arquivos do Toolbox em cache desmarcando Não remover arquivos do Toolbox. para que as versões mais recentes sejam usadas • Adiciona peças do Toolbox que faltam ao vault • Redireciona referências de montagem para as peças do Toolbox no vault • Replica os arquivos e o banco de dados do Toolbox (se forem configurados servidores de replicação) O Enterprise PDM ainda oferece suporte para a integração do Toolbox em versões do SolidWorks pré-2010. Faça check-in da pasta-raiz do Toolbox (SolidWorks Data por padrão) no vault do Enterprise PDM. a caixa de diálogo Limpar cache local aparece. 2. Se você possui o SolidWorks 2010. Faça com que todos os usuários configurem a Pasta do Assistente de Perfuração e Toolbox de seus SolidWorks como a pasta do vault do Toolbox. Configurar o Enterprise PDM e o Toolbox O administrador deve configurar o Enterprise PDM e o Toolbox para que os usuários possam acessar o Toolbox. Para obter detalhes sobre esse procedimento. 4. o Enterprise PDM gerencia o cache automaticamente. O Enterprise PDM armazena os arquivos em cache novamente quando necessário. 3. mas alguns detalhes exigem atenção. Cache local Quando você insere um componente do Toolbox em uma montagem pela primeira vez. a nova integração é recomendada. clique com o botão direito do mouse no vault e selecione Limpar cache local). afetando o desempenho. Para configurar a integração do Enterprise PDM 2010 com o Toolbox: 1. clique em Ferramentas > Opções > Assistente de Perfuração/Toolbox: a) Defina a Pasta do Assistente de Perfuração e Toolbox para corresponder à configuração da ferramenta Administração do Enterprise PDM. o Enterprise PDM armazena em cache a última versão do arquivo da peça na vista local do vault. nas quais a biblioteca principal do Toolbox fica fora do vault e o Enterprise PDM cria cópias no vault à medida que as peças são usadas. clique duas vezes em Toolbox e selecione as opções de configuração. Utilização do Toolbox com o Enterprise PDM O gerenciamento do Toolbox pelo Enterprise PDM está mais transparente para os usuários.Enterprise PDM • Faz check-out e check-in das peças do Toolbox conforme necessário. consulte a ajuda da ferramenta Administração do SolidWorks Enterprise PDM: Configurar o Toolbox. Durante o uso do Toolbox. 102 .

Copiar arquivos com referências. Caminhos de pesquisa O SolidWorks sempre procura as peças do Toolbox primeiro no vault do Enterprise PDM. você pode usar tamanhos de componentes existentes. Se o Toolbox estiver ajustado para adicionar configurações ao arquivo de peça principal. • Clique com o botão direito na lista de arquivos e selecione Renomear com Número de Série. Se o tamanho ainda não existe. mas não pode criar novos tamanhos.Locais de arquivos. Por exemplo.Enterprise PDM Criação automática de peça O Toolbox detecta quando as montagens contêm configurações que não existem na biblioteca e pode criar automaticamente os tamanhos que faltam para você. o Enterprise PDM cria automaticamente um novo arquivo no vault sem verificar primeiro o cache local. Trabalhar desconectado Você pode trabalhar com as peças do Toolbox quando não tiver acesso ao vault. O Enterprise PDM exibe uma mensagem se você não tiver permissão para executar uma operação. File Explorer e o suplemento SolidWorks Nomear arquivos com números de série usando Copiar árvore O comando Copiar árvore agora pode nomear arquivos copiados automaticamente usando números de série. colocando as peças no cache local antes de desconectar. 103 . Na caixa de diálogo Copiar árvore. são usados os números de série configurados para nomear peças. No File Explorer. Consulte a Ajuda do File Explorer do SolidWorks Enterprise PDM. mas você pode selecionar qualquer número de série. Se o Toolbox estiver configurado para criar arquivos de peça para cada novo tamanho. Essas permissões determinam as operações que podem ser realizadas. Permissões Dependendo de como o administrador configurou a integração do Toolbox. o Enterprise PDM verifica o cache e recupera o arquivo mais recente se necessário. montagens e desenhos nas opções do suplemento SolidWorks. as operações do Enterprise PDM são realizadas usando suas permissões no Enterprise PDM ou as permissões do usuário designado. se tem acesso de leitura ao Toolbox mas não tem permissão para fazer check-out de arquivos. Você não precisa adicionar a pasta do vault à lista de pastas Opções do sistema . use Obter mais recente na pasta do vault do Toolbox. Por padrão. o Enterprise PDM cria uma nova versão do arquivo de peça principal contendo a nova configuração. execute um desses procedimentos: • Clique em Transformar > Renomear com Número de Série. Você não pode criar novos tamanhos ao trabalhar desconectado. Clique com o botão direito num arquivo e selecione Copiar árvore.

Na caixa de diálogo Propriedades. Versões em armazenamento frio no submenu Obter versão O comando Obter versão agora lista as versões em armazenamento frio num submenu. na guia Configurações de vista. Desenhos com múltiplas referências não têm check-out automático O Enterprise PDM não faz mais automaticamente o check-out ou obtenção de desenhos que contém referências a mais de um arquivo quando você faz o check-out ou obtém uma peça ou montagem referida. arraste o cabeçalho (legenda) da coluna para o novo local. Para Operação afetada. Essa alteração foi feita para evitar as situações em que os desenhos continuavam em check-out depois que era feito o check-in do arquivo referido. você pode executar operações a partir do suplemento sem ter que fechar o arquivo. Por padrão. Feche o arquivo no outro aplicativo e tente novamente executar a operação no Enterprise PDM. selecione Nomear desenhos de acordo com seus modelos. Para renomear uma coluna. Aviso de reconstrução da Visualização de arquivos A guia Visualização agora exibe um aviso se um desenho ou montagem precisar ser reconstruído. Alterar os nomes e a ordem das colunas no suplemento SolidWorks Agora você pode renomear e reorganizar as colunas no cliente Enterprise PDM SolidWorks. na ferramenta Administração do Enterprise PDM. esta condição bloqueia check-ins e check-outs. Copiar arquivos com referências. No File Explorer. Se o arquivo estiver aberto no SolidWorks com o suplemento Enterprise PDM instalado. Arquivo / Variável precisa ser a primeira coluna. Emissão de um aviso quando o arquivo está aberto em outro aplicativo O File Explorer agora avisa quando você faz o check-in ou check-out. Consulte a Ajuda do File Explorer do SolidWorks Enterprise PDM. Na caixa de diálogo Copiar árvore. Isso acontece quando as peças ou submontagens referidas foram modificadas. no SolidWorks. Na caixa de diálogo Opções do Enterprise PDM. mas o desenho ou montagem selecionado não foi aberto e salvo novamente no SolidWorks. selecione Check-in ou Check-out. clique em Enterprise PDM > Opções. 104 . clique em Avisos. desmarque O arquivo está aberto em outro aplicativo e clique em OK. expanda Usuários ou Grupos e clique duas vezes num usuário ou grupo. o que reduz o tamanho da lista principal a somente as versões que você pode obter. em Exibir informações.Enterprise PDM Nomear desenhos com nomes de modelos usando Copiar árvore O comando Copiar árvore permite copiar desenhos usando os nomes dos arquivos de peças ou montagens associados a eles. Para reorganizar as colunas no painel de tarefas do SolidWorks Enterprise PDM. digite um novo Legenda. clique com o botão direito em um arquivo e selecione Obter versões > Versões em armazenamento frio. ou edita o cartão de dados de um arquivo que está aberto em outro aplicativo. Para evitar esse bloqueio. Clique com o botão direito num arquivo e selecione Copiar árvore.

o Enterprise PDM usa por padrão o item existente. Consulte Ajuda da Ferramenta de Administração do SolidWorks Enterprise PDM: Configurar itens. O administrador seleciona para qual variável do cartão de dados de arquivo essa função deve ser mapeada. e existe um item com o mesmo ID. clique em Expandir níveis comando. Você pode expandir um. Se o mapeamento de variáveis não estiver ativado ou se a variável não tiver um valor. Quando gera um item a partir de um arquivo.Enterprise PDM No suplemento SolidWorks. (barra de ferramentas) e clique em um 105 . e recolher todos os níveis da hierarquia. o valor predeterminado para o ID é o valor mapeado. BOMs nomeadas para itens As listas de materiais (BOMs) nomeadas agora têm suporte para itens. selecione uma variável ou selecione <Não ler o ID em uma variável>. três ou todos os níveis da hierarquia. por exemplo. clique em Salvar BOM como BOM. • Somente peças exibe somente os itens sem itens-filho. Na ferramenta de Administração. No Item Explorer. Um usuário pode optar por gerar um ID diferente. clique em Obter versões frio. filtrar. > Versões em armazenamento Versões em armazenamento frio só fica disponível quando há pelo menos uma versão em armazenamento frio. o Enterprise PDM usa o número de série do item para gerar o ID. clique em Exibição da BOM em uma das seguintes opções: • Recuada exibe todos os itens da BOM hierarquicamente. caso contrário. para Número de peça. dois. na guia Lista de materiais. alterar números de posição e comparar BOMs. Você pode criar uma ou mais visualizações de BOM e classificar. expanda um vault e clique duas vezes em Itens. para Variável de ID do item. Gerenciamento de item Gerar IDs de item a partir de atributos de arquivo O Enterprise PDM agora pode gerar IDs de item a partir de atributos de arquivo. No Item Explorer. No Item Explorer. • Somente nível superior exibe somente os itens de nível superior. e clique Expandir e recolher a estrutura do item Você agora pode expandir todos os itens exibidos no painel principal do Item Explorer para exibir seu conteúdo. Consulte Ajuda do Item Explorer: BOMs nomeadas. na guia Lista de materiais. Na página ID do item. > Salvar Exibir formatos de BOMs de item Você agora pode controlar quais itens são exibidos nas BOMs de item.

clique com o botão direito na lista de arquivos e marque ou desmarque Exibir caixas de verificação de nó-pai. Quando você importa um cartão de dados. todos os cartões de um tipo específico ou cartões individuais. 106 . Caixas de seleção opcionais de nó-pai Quando gera itens a partir de arquivos com referências. clique com o botão direito do mouse no nome do vault. variáveis. Importar e exportar cartão de dados Você pode exportar um cartão de dados criado com o editor de cartões para um arquivo .cex para outro vault.cex e importar o arquivo .Enterprise PDM Consulte Ajuda do Item Explorer do SolidWorks Enterprise PDM: Expandir e recolher itens e pastas. Antes. Consulte Ajuda do Item Explorer: Seleção de referências em massa em caixas de diálogo. Você pode exportar cartões de dados para: • • • • • Arquivos Pastas Itens Pesquisas Templates Você pode exportar todos os cartões do vault. Ferramenta Administração Suporte a suplementos e formatos de arquivo Os suplementos e formatos de arquivo do Enterprise PDM 2010 foram atualizados para oferecer suporte ao SolidWorks 2010.ex. clique em Importar e acesse o local do arquivo . Também pode exportar todas as configurações do vault para um único arquivo .cex). Suporte de API para itens O Enterprise PDM agora oferece uma API para itens. clicando em Exportar. em seguida. números de série e listas de cartões) também são importadas. Use essas caixas de seleção para definir seleções de forma mais eficiente ou desative-as para simplificar a interface do usuário.cex clicando com o botão direito do mouse no nome do vault e. Na caixa de diálogo Gerar item ou Vincular arquivos ao item. todas as suas dependências (p. Recursos Exportar e Importar ampliados O recurso de exportação da ferramenta Administração foi ampliado no Enterprise PDM 2010 para facilitar a transferência de configurações de um vault para outro.cex.. você agora pode optar por exibir ou não as caixas de seleção em massa para os nós-pai. Consulte Suporte de API para itens na página 108. Para importar arquivos administrativos de exportação. Você agora pode exportar todos os recursos configuráveis para arquivos administrativos de exportação (. essas caixas de seleção em massa sempre eram exibidas.

que oferece vínculos às páginas de permissões. você ainda expande Grupos e clica duas vezes num grupo para abrir sua caixa de diálogoPropriedades. Para exportar um suplemento individual.cex para outro vault. É possível exportar apenas um suplemento ou todos os suplementos atualmente registrados. as guias usadas nas versões anteriores foram substituídas por uma lista de controles no painel esquerdo. clique com o botão direito no template e selecione Exportar.cex e importar o arquivo . expanda Templates. 107 . Tarefas e Templates. Importação e exportação de templates Você pode exportar um template criado com o Assistente de template para um arquivo . todos os arquivos incluídos nesse suplemento também são importados. clique com o botão direito do mouse no suplemento e clique em Exportar. O acesso às caixas de diálogo não mudou. As configurações de grupo são incluídas nos arquivos de template exportados. clique com o botão direito do mouse em Suplemento e clique em Exportar. Para facilitar a localização e exibição das permissões a serem definidas. são importados. Para exportar um template individual.Enterprise PDM Importar e exportar suplementos Você pode exportar um suplemento de API para um arquivo . clique com o botão direito em Templates e selecione Exportar. expanda Suplemento. Para exportar todos os templates no vault. todas as dependências do template. O gráfico a seguir mostra os novos controles da caixa de diálogo Propriedades de grupo. listas de materiais e templates. Quando você importa um template. Por exemplo. As configurações de usuário não são incluídas. Atribuição centralizada de permissões A caixa de diálogo Propriedades de usuários e grupos oferece um local central para atribuir permissões. Listas de materiais. Quando você importa um suplemento de API. realçando os vínculos para Cartões de pesquisa. incluindo as permissões para cartões de pesquisa. como formulários de entrada de dados. Para exportar todos os suplementos de API registrados em um vault.cex e importar esse arquivo em outro vault. variáveis e números de série.

Antes. Selecionando SMTP na caixa de diálogo Sistema de mensagens. se você definisse uma numeração de série. clique em Testar configurações. Se houver erros nas suas configurações. ao adicionar a maioria dos controles. na guia SMTP. 108 . selecione Sobrescrição de valor predeterminado e digite os nomes das configurações nas quais os valores predeterminados devem ser excluídos. Suporte de API para itens O Enterprise PDM agora oferece uma API para itens. eram gerados valores predefinidos para todas as configurações. Agora. Na caixa de diálogo Testar configurações. API Para obter informações sobre o uso da API do Enterprise PDM.Enterprise PDM Melhoramentos nos números de série Você tem mais controle sobre como o Enterprise PDM trata os números de série de arquivos adicionados ou renomeados. o Enterprise PDM apresenta uma mensagem de erro detalhada para ajudá-lo a localizar o problema. Para acessar esse manual. clique com o botão direito do mouse em Suplementos e clique em Manual de Referência do Programador. consulte o Manual de Referência do Programador do Enterprise PDM. O Enterprise PDM também: • Gera valores predeterminados quando você cria novas configurações do SolidWorks • Preserva os valores de cartões quando você renomeia uma configuração Configuração de correio SMTP Você agora pode verificar rapidamente as configurações de correio SMTP realizando um teste de e-mail para validá-las. você pode definir os cartões de dados para especificar as configurações para as quais não serão gerados valores predeterminados. No Editor de cartões. digite o nome do destinatário do e-mail e clique em OK para enviar a mensagem de teste.

MRP e outros Importar itens para o Enterprise PDM Acessar informações para gerar relatórios Personalizar a numeração de itens Os recursos específicos de API incluem: • • • • • Ler.Enterprise PDM A API permite criar aplicativos para executar tarefas personalizadas como: • • • • Sincronizar itens entre o Enterprise PDM e sistemas externos como ERP. Na caixa de diálogo Selecionar comando. 109 . construída usando variáveis do Dispatch Instalação Configuração de conjunto de dados predefinido O Enterprise PDM fornece várias configurações predefinidas que consistem de conjuntos de cartões de dados fluxos de trabalho. Os administradores podem selecionar e configurar o comando Definir variáveis de cartão e adicioná-lo a uma ação. Você agora pode usar a API para: • • • • • Copiar permissões e configurações de um usuário existente Atribuir permissões de pastas para usuários e grupos Adicionar e remover usuários de grupos existentes Excluir usuários e grupos existentes Verificar permissões de pastas para usuários e grupos Comando Definir variável de cartão do Dispatch O módulo Dispatch inclui o novo comando Definir variáveis de cartão. 3. clique com o botão direito do mouse em Dispatch e clique em Ações administrativas. modificar e criar links de itens para itens filhos e arquivos Ler e modificar listas de materiais (BOM) de itens Localizar itens e abri-los no Item Explorer Métodos de API para usuários e grupos Os métodos de API existentes para usuários e grupos foram ampliados. Na caixa de diálogo Ações administrativas. Na caixa de diálogo Editar ação. clique em Adicionar. selecione Definir variáveis de cartão. clique com o botão direito do mouse em Adicionar. Use a caixa de diálogo Definir variáveis de cartão para: • Configurar o comando para especificar arquivo ou pasta alvo. modificar e criar itens Gerar itens a partir de arquivos Ler. templates e colunas de listas de materiais (BOM). configurações e valor de variável • Especificar o valor da variável como uma cadeia de caracteres estática ou como uma cadeia de caracteres parametrizada. 4. 2. Expanda Suplementos. Esse comando define as variáveis de cartão de arquivo e de pasta com valores especificados pelo usuário. variável de cartão de dados. Para acessar o comando Definir variáveis de cartão: 1. quando criar vault você pode escolher qual configuração importar. Para tornar mais fácil o uso inicial do Enterprise PDM.

cex. incluindo botões para acessar os tópicos seguinte e anterior e navegação estrutural.chm) quando. na ferramenta de Administração. o que permite às companhias que estão instalando o Enterprise PDM pela primeira vez começar a usar o software imediatamente em um ambiente de produção. Por padrão. incluindo classificação por relevância melhorada.Enterprise PDM As configurações são definidas usando arquivos . a versão da documentação da Web é exibida em uma janela de exibição baseada na internet. Marque ou desmarque Usar Ajuda do SolidWorks na Web em todos os menus da Ajuda do SolidWorks Enterprise PDM para alternar entre a Ajuda local e a baseada na Web. a conexão com a Internet é lenta ou não está disponível. Instala o conjunto de dados de versões anteriores do Enterprise PDM. sugestões para correção de erros de digitação. quando você acessa a Ajuda. • Recursos para enviar sugestões diretamente à equipe da documentação sobre tópicos individuais da Ajuda. Para selecionar uma configuração.chm instalado localmente. Documentação Documentação baseada na Web A documentação do SolidWorks Enterprise PDM agora está disponível na Web. por exemplo. você pode procurar o arquivo e exportá-lo. o que facilita a importação ou criação de objetos como cartões de dados e fluxos de trabalho. • Documentação sempre atualizada sem a necessidade de fazer o download de grandes arquivos da Ajuda compilada (. selecione uma das configurações padrão incluídas no Enterprise PDM: Vazio Predeterminada Início rápido do SolidWorks Cria uma pasta de dados sem arquivos. Para acessá-lo. As vantagens da Ajuda baseada na Web são: • Funcionalidade de pesquisa aprimorada. Se a sua companhia já tem um conjunto de dados personalizado baseado em um arquivo de exportação administrativo. O Manual de Referência do Programador do SolidWorks Enterprise PDM está disponível somente como um arquivo .chm). clique com o botão direito em Suplementos e selecione Manual de Referência do Programador. clique com o botão direito no nome do servidor na ferramenta de Administração e selecione Criar novo vault. Você ainda pode optar por usar os arquivos da Ajuda local (. • Melhor navegação pelos tópicos. Instala um conjunto de dados simples com grupos e permissões predefinidas. 110 . descrições mais curtas nos resultados da pesquisa e navegação guiada para ajudar a identificar os tópicos relevantes. Na tela Configurar vault.

Uma visualização mostra o que foi selecionado para que você possa remover entidades. • Selecionando uma ou mais faces planas.dxf ou . Importar arquivos Rhino em computadores de 64 bits Você pode importar arquivos Rhino (no formato .3dm) em computadores de 64 bits. JPG ou PSD com um tamanho personalizado PropertyManager de Saída DXF/DWG O novo PropertyManager de Saída DXF/DWG permite exportar qualquer face plana ou vista nomeada de um arquivo de peça para um ou mais arquivos DXF ou DWG. • Selecionando uma ou mais faces planas e clicando em Exportar para DXF/DWG.dxf ou . Nas versões anteriores.dwg.15 Importar/Exportar Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • • • PropertyManager de Saída DXF/DWG Importar arquivos Rhino em computadores de 64 bits Importar e exportar arquivos do Adobe Photoshop em computadores de 64 bits Importar arquivos do Autodesk Inventor Importar arquivos do Adobe Illustrator Salvar arquivos TIF. clicando em Arquivo > Salvar como e escolhendo o tipo de arquivo . você podia importar arquivos Rhino apenas em computadores de 32 bits. Para obter mais informações sobre este PropertyManager. • Na árvore de projeto do FeatureManager de uma peça de chapa metálica. As restrições estão listadas na Ajuda do SolidWorks.dwg. Consulte Ajuda do SolidWorks: Arquivos Rhino. Um conjunto ampliado de entidades geométricas fica disponível quando você exporta um padrão plano de chapa metálica. abra o PropertyManager com uma dessas ações: • Salvando a peça (Arquivo > Salvar como) em um arquivo do tipo . clicando com o botão direito em Padrão plano e selecionando Exportar para DXF/DWG. Com uma peça aberta. Quando você clica em Salvar. o PropertyManager é aberto. 111 . consulte Ajuda do SolidWorks: PropertyManager de Saída DXF/DWG.

112 . Importar arquivos do Autodesk Inventor Quando importa um arquivo de peça ou montagem do Autodesk® Inventor®. Na caixa de diálogo Opções de exportação. Na caixa de diálogo Salvar como.psd) em computadores de 64 bits. Quando você importa um arquivo do Inventor. Importar arquivos do Adobe Illustrator Para importar um arquivo do Adobe® Illustrator® para o SolidWorks. consulte a Ajuda do SolidWorks: Opções de Exportação de TIFF. Consulte Ajuda do SolidWorks: Arquivo do Adobe Photoshop (*. você pode optar por importar o objeto como um corpo único ou importá-lo com seus recursos. Para obter mais informações. JPG ou PSD com um tamanho personalizado Quando você salva uma peça ou montagem no formato . era possível importar arquivos do Photoshop somente para computadores de 32 bits. pode salvar a imagem com um tamanho personalizado especificando o número de pontos por polegada (DPI) ou o tamanho do papel.psd.Importar/Exportar Importar e exportar arquivos do Adobe Photoshop em computadores de 64 bits Você pode importar e exportar arquivos do Adobe® Photoshop® (no formato . A importação de recursos fornece informações mais detalhadas sobre o modelo original. você deve ter a versão CS3 ou superior do Illustrator instalada no seu sistema.psd). Salvar arquivos TIF. . Nas versões anteriores. Você pode importar geometrias com o Inventor Viewer instalado. clique em Opções para especificar o tamanho da captura para impressão. O Inventor precisa estar instalado no seu computador para que seja possível importar recursos. selecione o formato de arquivo na lista Salvar como tipo.tif.jpg ou . é solicitada a seleção de um tipo de importação. Photoshop e JPEG.

Você pode definir ações para ativar ou suprimir posicionamentos. em tarefas anteriores ou em valores detectados. Você pode definir acionadores de tarefa com base no tempo. Detecta o movimento de um corpo que cruza uma linha.16 Estudos de Movimento Disponível no SolidWorks Premium. ® • Tarefas anteriores na programação de eventos • As horas de início e fim das ações da tarefa Uma ação de tarefa define ou restringe o movimento de um ou mais componentes na montagem. Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • • • Análise de movimento baseada em eventos Grupos rígidos Análise de simulação estrutural para Movimento Melhoramentos nos PropertyManagers de Força e de Motor Contato Definir o tempo exato para pontos-chave e a barra de tempo Análise de movimento baseada em eventos Análise de movimento baseada em eventos Com o suplemento SolidWorks Simulation Professional ativado. você pode usar Análise de movimento para calcular o movimento de uma montagem que incorpora o controle de movimentos com base em eventos. por exemplo. É possível criar acionadores a partir de: • Sensores: Detecção de interferência Proximidade Dimensão Detecta colisões. O movimento baseado em evento requer um conjunto de tarefas. As ações de tarefa controlam ou definem o movimento durante a tarefa. parar movimentos ou alterar os valores de motores. Detecta a posição relativa de componentes a partir das dimensões. a posição de um componente. Você pode definir uma ação de tarefa para: 113 . Um acionador de tarefa é um evento que aciona a ação de controle de movimento para uma tarefa. Essas tarefas podem ser seqüenciais ou sobrepostas no tempo. Cada tarefa é definida por um evento acionador e sua ação de tarefa associada. forças ou torques.

Pode especificar o local. clique em Vista de movimento baseado em evento (barra de ferramentas do MotionManager). força constante. Insira a descrição da tarefa e especifique seu acionador e sua ação de controle. Servomotores para análise de movimento com base em eventos Pode usar servomotores para implementar ações de controle em análises de movimento baseadas em eventos. Criar uma tarefa Crie os sensores. e especifique o servomotor no PropertyManager de Motor. • Instalar o suplemento SolidWorks Motion. 114 . Em um estudo de Análise de Movimento. você precisa: • Obter uma licença do SolidWorks Simulation Professional. Novo sensor de movimento de proximidade Você pode usar sensores de proximidade para ativar ações em análises de movimento baseadas em eventos. Clique na linha da tarefa seguinte. clique em Motor (barra de ferramentas do MotionManager).Estudos de Movimento • Iniciar. Por exemplo. selecione Servomotor para Tipo de motor. se você ainda não está em uma vista baseada em evento. a direção e o raio de ação de uma linha que detecta quando é cruzada por um corpo em movimento. motores. torque constante ou um servomotor • Parar o movimento • Suprimir o posicionamento selecionado Para usar o movimento baseado em evento. clique com o botão direito na pasta Sensores e selecione Adicionar sensor. • Selecionar Análise de movimento como o tipo de estudo de movimento. 3. Para criar uma tarefa de movimento acionada por evento em um estudo de análise de movimento: 1. Para criar um sensor. É possível criar os seguintes tipos de servomotores lineares ou rotativos: • Velocidade • Aceleração • Deslocamento Quando acionados. os servomotores controlam o movimento de um componente. parar ou alterar o valor de um motor de velocidade constante. use sensores de proximidade para modelar detectores de posição a laser. Especifique os acionadores e os parâmetros dos motores correspondentes na Vista de movimento baseado em evento . 2. na árvore de projeto do FeatureManager. torques ou forças necessários antes de configurar o estudo. Para criar um servomotor.

• Tarefa 5: Ative os servomotores para mover o robô para as posições de soldagem X. Este estudo de movimento é configurado para as seguintes tarefas: • Tarefa 1: Use um sensor de posição para parar o movimento de uma placa em determinado local após 0. você precisa abrir o modelo e examinar alguns componentes. 115 . • Tarefas 2 a 4: Ativar três servomotores de deslocamento. Essas tarefas podem ser seqüenciais ou sobrepostas no tempo. Abrir o modelo Primeiro. As ações de tarefa controlam ou definem o movimento durante a tarefa. Y e Z. Cada tarefa é definida por um evento acionador e sua ação de tarefa associada. Cada servomotor é configurado para se mover em uma de três direções espaciais. • Tarefa 6: Comece a soldagem quando o robô estiver em posição. Selecione a guia Estudo de movimento 1.sldasm. 2. Para executar este tutorial você precisa ter uma licença do SolidWorks Simulation Professional e adicionar o suplemento SolidWorks Motion. Observe que os quatro motores lineares no MotionManager e um sensor são listados na árvore de projeto do FeatureManager. O movimento baseado em evento requer um conjunto de tarefas. 1. • Tarefa 7: Ative os servomotores para mover o robô de volta à posição original. Abra diretório_de_instalação\samples\whatsnew\motionstudies\weldingrobot\weldingrobot.Estudos de Movimento Estudo de movimento com base em eventos Neste tutorial você examina um estudo de movimento baseado em eventos de um robô soldador.01 segundos.

parar movimentos ou alterar os valores de motores. • Você pode clicar em Adicionar sensor para criar um novo acionador de sensor. Não altere a seleção do acionador e clique em OK para fechar a caixa de diálogo. em tarefas anteriores ou em valores detectados. 1. você verifica os valores para os motores e o sensor deste estudo. na árvore de projeto do FeatureManager. Também é possível aplicar uma ação que interrompe o movimento completamente. ou alternando a supressão do posicionamento. ou baseados no tempo. A caixa de diálogo Acionador aparece com Sensor1 selecionado. Na coluna Acionador. Esta etapa coloca os componentes da montagem em suas posições iniciais e inicializa os valores do motor. 2. É possível especificar ações ativando ou alterando os motores. clique duas vezes em Sensor1. 2. a posição de um componente. e selecione Editar recurso. 3. forças ou torques. clique duas vezes em Motor linear4. o sensor de posição está posicionado para indicar quando a placa a ser soldada chega ao local adequado. Você pode definir ações para ativar ou suprimir posicionamentos. • Você pode especificar os acionadores a partir de sensores ou tarefas. Calcular o movimento A seguir. torques ou forças. A seguir. com Motor linear4 selecionado. que detecta a posição de um componente na montagem em movimento. Note que este é um sensor de proximidade. Para este modelo. você abre as caixas de diálogo Acionador e Ação para entender melhor a configuração de movimentos acionados por eventos. 116 . 4. Clique com o botão direito em Motor linear4 no MotionManager e clique em Editar recurso para ver os parâmetros do motor. você calcula o movimento de um robô acionado por eventos. Na coluna Recurso da Tarefa1.Estudos de Movimento Exibir os parâmetros de motores e sensores A seguir. Você pode definir acionadores de tarefa com base no tempo. por exemplo. o acionador da Tarefa1. Posicione o cursor sobre o controle deslizante de tempo do MotionManager para verificar o tempo e arraste-o totalmente para a esquerda. Exibição de acionadores e ações de controle Um acionador de tarefa é um evento que aciona a ação de controle de movimento para uma tarefa. 4. Não altere a seleção da ação e clique em OK para fechar a caixa de diálogo. A caixa de diálogo Ação aparece. Uma ação de tarefa define ou restringe o movimento de um ou mais componentes na montagem. Note que a velocidade constante está configurada como 75 mm/s. 1. Repita a Etapa 2 para os outros motores deste estudo e observe que eles são servomotores de deslocamento. Clique com o botão direito no sensor. 3.

a duplicata. Clique em Calcular (barra de ferramentas MotionManager). 3. 6. Clique em Calcular (barra de ferramentas MotionManager). Posicione o cursor sobre o controle deslizante de linha do tempo do MotionManager. Clique com o botão direito na guia Estudo de Movimento 1 do estudo e clique em Duplicar. Clique com o botão direito em LinearMotor8 no MotionManager e selecione Editar recurso . A tarefa de soldagem não começa até que a placa esteja na posição correta.6776 segundos. 3.2566 segundos. Observe que alterar a velocidade com que a placa é movida para a posição não afeta o movimento geral simulado. 5. 117 . A simulação dura 2. Altere a velocidade do motor para 35 mm/s e clique em . Posicione o cursor sobre um ponto-chave para ver as informações sobre o evento para um determinado componente. Pontos-chave baseados em eventos aparecem na linha de tempo à medida que os eventos ocorrem. 2. duplique o estudo e altere a velocidade do motor linear. Posicione o cursor sobre o controle deslizante de linha do tempo do MotionManager. A simulação leva 3. 1. Alterar a velocidade do motor linear Em seguida. 2. Clique em Vista de linha do tempo (barra de ferramentas MotionManager) para ver os eventos de movimento na linha de tempo. devido à velocidade reduzida do motor na Tarefa1. 4. Selecione Estudo de Movimento 2.Estudos de Movimento 1.

Grupos rígidos Você pode reduzir o tempo da simulação da Análise de movimento selecionando os componentes e colocando-os em um grupo rígido. Posicione o cursor sobre o controle deslizante de linha do tempo do MotionManager. 2. 118 . 9. 5. Selecione o perfil Aceleração constante para o Motor linear11 na Tarefa8. Ajuste as larguras das colunas sob Ações para poder ver os nomes dos recursos e seus perfis. Clique em Calcular (barra de ferramentas MotionManager). 1. 6. A simulação dura 2. • Todos os componentes do grupo contribuem para a massa e o momento de inércia do grupo rígido.5 segundos. você calcula o movimento depois de alterar o perfil de deslocamento do servomotor. Clique com o botão direito na guia Estudo de movimento 1 do estudo e selecione Duplicar. 4. Os grupos rígidos de componentes se comportam como um único componente nos cálculos de movimento: • O movimento entre componentes do mesmo grupo é ignorado. • Os posicionamentos entre componentes do grupo são ignorados.4566 segundos. Feche a montagem e clique em Não se for solicitado a salvar o documento. 3. 7. Selecione o perfil Harmônico para o Motor linear9 na Tarefa6.Estudos de Movimento Alterar o perfil do servomotor A seguir. Note que todos os motores têm um perfil linear. O perfil do servomotor especifica o caminho de deslocamento do motor. Altere a duração das tarefas 8 a 11 para 0. 8. Selecione Estudo de movimento 3. o estudo duplicado.

• Você pode usar interpolação linear para motores ou forças interpoladas. clique com o botão direito no componente ou submontagem na árvore do MotionManager e selecione Adicionar a novo grupo rígido. você pode executar análises de tensão. fator de segurança ou deformação de componentes e definir condições de cargas e limites. As cargas necessárias são obtidas automaticamente de um estudo de Análise de Movimento calculado. • Você pode especificar o local e a direção do motor na mesma seção do PropertyManager de Motor. • Você pode especificar uma troca de fase para motores oscilantes. Clique em uma opção de resultado da simulação flyout (barra de ferramentas MotionManager) para exibir uma plotagem dos resultados depois que o cálculo for concluído: • Plotagem de tensão • Plotagem de deformação • Plotagem de fator de segurança • Sem plotagem • Excluir resultados da simulação Melhoramentos nos PropertyManagers de Força e de Motor Os PropertyManagers de Força e de Motor estão mais consistentes e fáceis de usar: • As funções Força e Motor possuem gráficos de visualização. Quando um grupo rígido contém um componente fixo. • Você pode especificar um servomotor para o controle de movimento baseado em evento. os tempos de início e de duração de uma análise de tensão e a malha para cada resultado.Estudos de Movimento Para adicionar um componente ou submontagem a um grupo rígido. Análise de simulação estrutural para Movimento Com o suplemento SolidWorks Simulation. • O PropertyManager de Força agora é chamado de PropertyManager de Força/Torque. o grupo é considerado fixo para os cálculos de movimento. Clique em Calcular resultados da simulação (barra de ferramentas MotionManager) para calcular os resultados da análise de tensão depois de configurá-la. • Você pode especificar um componente para movimento relativo ao motor. 119 . Clique em Configuração da simulação (barra de ferramentas MotionManager) para selecionar uma peça.

2. 1. Você pode também restringir o contato contínuo de dois componentes com um contato curva-curva.Estudos de Movimento Contato Alteração de nome do PropertyManager de Contato O PropertyManager de Contato 3D agora é chamado Contato. quando é possível modelar os componentes em contato na montagem com duas curvas em contato durante o movimento você pode definir o contato curva-curva entre eles. 2. Clique em Contato (barra de ferramentas MotionManager). em Tipo de contato. em Seleções. Crie grupos de contato para reduzir o tempo do cálculo do movimento de montagens em que contatos precisam ser considerados. selecione Curvas sempre em contato. No PropertyManager de Contato. Clique com o botão direito em um ponto-chave e selecione Editar ponto-chave . Defina os grupos de contato no PropertyManager de Contato. Um grupo de contato é tratado como um componente individual nos cálculos de forças de contato. Grupos de contato para movimento Para estudos de Análise de Movimento. Definir o tempo exato para pontos-chave e a barra de tempo Você pode especificar o tempo exato para pontos-chave e a barra de tempo em nanossegundos ou em outra unidade de medida. você pode criar dois grupos de componentes para analisar o contato dos componentes entre grupos e ignorar os contatos dos componentes dentro dos grupos. • Selecione Tempo exato para definir o tempo exato do ponto-chave. quando a montagem inclui componentes que estão em contato durante o movimento. . Para configurar o tempo exato de um ponto-chave: 1. 3. clique nas caixas de valores ou digite um valor para o tempo do ponto-chave ou para o atraso. (barra de ferramentas Contato curva-curva Para estudos de Análise de Movimento. o contato curva-curva aplica forças de contato aos componentes. 120 . • Selecione Deslocamento para aplicar um valor de deslocamento ao tempo atual do ponto-chave. Para abrir o PropertyManager clique em Contato MotionManager). Arraste o mostrador. impedindo que eles se atravessem. Quando os dois componentes estão em contato intermitente durante a análise do movimento. clique em Curvas Quando as curvas estão em contato contínuo em todo o movimento. Clique em .

se necessário.Estudos de Movimento 4. clique em Zoom para ajustar redefinir a escala da vista da linha de tempo. No canto inferior direito do MotionManager. para Para especificar um tempo exato para a barra de tempo. clique na barra com o botão direito e selecione Mover barra de tempo. 121 .

Na guia Posições do PropertyManager do Assistente de Perfuração. Consulte Ajuda do SolidWorks: Visão geral do Assistente de Perfuração Roscas para tubulação rígida reta adicionadas a todos os padrões O Assistente de perfuração agora inclui furos roscados em tubulação rígida reta para todos os padrões. Antes. Recursos Assistente de Perfuração Assistente de perfuração cria esboços 2D por padrão Ao criar um furo com o Assistente de perfuração. As atribuições de material são usadas por propriedades de massa. Clique em Assistente de Perfuração (barra de ferramentas Recursos) sem pré-selecionar a face. Para afetar vários corpos. selecione-os antes de clicar com o botão direito. clique em Tarraxa reta . como Tipo. Para obter mais informações.17 Peças e recursos Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • Materiais e peças multicorpos Recursos Materiais e peças multicorpos Você agora pode atribuir diferentes materiais aos corpos individuais de uma peça com múltiplos corpos. vistas de seção de desenhos e pelo SolidWorks Simulation. o Assistente de perfuração oferecia suporte a furos roscados apenas para o padrão DIN. não é mais necessário pré-selecionar uma face plana para criar um esboço 2D. clique em Esboço 3D antes de clicar na face plana para criar um esboço 3D. O Assistente de perfuração cria um esboço 2D. 122 . em Tipo de furo. consulte a Ajuda do SolidWorks: Materiais e peças multicorpos. No PropertyManager do Assistente de Perfuração. selecione Furo roscado de tubulação rígida reta. selecione um Padrão e. clique com o botão direito em um corpo e selecione Material. a menos que você selecione uma face não-plana ou explicitamente exija um esboço 3D. Na árvore de projeto do FeatureManager. na pasta Corpos sólidos.

Peças e recursos Aprimoramentos do Instant3D Nas montagens. 123 . A tríade é exibida quando você seleciona o recurso na área de gráficos. por exemplo. quando você clica em Mover com tríade no menu de atalho. Você pode usar a tríade para editar um recurso Mover face (do tipo Transladar ou Girar) criado com a tríade Instant3D. No PropertyManager. você pode: • Criar um recurso de beira e ranhura quando a interface entre a beira e a ranhura contém múltiplas faces. um buraco de rato ou espaçamento na linha de partição. agora são abertas réguas com a tríade para permitir mover os componentes até um local determinado. selecione a nova opção Saltar espaçamentos para permitir que as nervuras se unam às faces com beira e ranhura. • Permitir geometrias adjacentes. Agora. onde as nervuras se unem às paredes laterais da peça. por exemplo. além de oferecer mais capacidade nos casos onde existem faces pequenas em torno da linha de partição. Melhoramentos em beira e ranhura O recurso de beira e ranhura agora abrange mais geometrias.

Mover face está disponível quando você não está usando nenhum comando e clica com o botão direito numa face. Siga um dos procedimentos abaixo: • Clique com o botão direito na face e selecione Mover face. Não é possível criar corpos desunidos usando a opção Copiar. 2. 4. Criar recursos Mover face transladados 1. • A barra de ferramentas instantânea Selecionar faces conectadas agora tem suporte para os recursos Mover face. Criar recursos Mover face O acesso à ferramenta Mover Face foi aprimorado. Vários outros aprimoramentos dão suporte à criação e edição de recursos Mover face. No PropertyManager. Abra diretório_de_instalação\samples\whatsnew\I3D\MoveFace. Uma barra de ferramentas instantânea gráfica aparece para ajudá-lo a selecionar as faces conectadas.sldprt. 3. • A nova guia Edição direta do CommandManager contém botões de ferramentas como Mover face. 124 . • O menu de atalho agora contém o comando Mover face. selecione Transladar. clique em Mover face e selecione a face. • Na guia Edição direta do CommandManager. em Mover face.Peças e recursos Saltar espaçamentos desmarcada Saltar espaçamentos selecionada Recursos Mover face • A nova opção Copiar do PropertyManager de Mover face usa recursos do Instant3D para editar faces copiadas. Clique com o botão direito em qualquer guia do CommandManager e selecione Edição direta para ativar essa guia. A tríade aparece.

desmarque a face selecionada e selecione-a novamente. 6. afastando-a da face. Uma régua aparece para ajudá-lo a arrastar até uma distância específica.Peças e recursos 5. Clique na imagem da barra de ferramentas instantânea exibida para selecionar todas as faces coplanares. 7. Criar recursos Mover face girados 1. Arraste o braço da tríade exibido. Gire o modelo e selecione a face exibida. 125 . Clique em . Se a barra de ferramentas instantânea não aparecer. As faces selecionadas são transladadas por essa distância.

Uma visualização do corpo girado aparece. 4.Peças e recursos 2. Girar é selecionada em Mover face. Um transferidor aparece para ajudá-lo a girar a face em um ângulo discreto. Clique em Frontal (barra de ferramentas Vistas Padrão). 5. No PropertyManager. Arraste o anel azul da tríade para girar a face. Selecione Mover face (guia do CommandManager Edição direta). 126 . Clique em . 3.

Os recursos de forma existentes ainda têm suporte. Melhoramento do recurso Envolver Agora é possível projetar um recurso Envolver para múltiplas faces. A tríade é exibida quando você seleciona o recurso na área de gráficos. 127 . a menos que você altere seus recursos-pai. Aplique um padrão a recursos de linha de divisão criados usando curvas projetadas. Use. Recurso de forma O recurso Forma foi removido do software SolidWorks. Melhoramentos das Linhas de divisão Agora. Visualização de padrão e espelhamento A visualização completa agora está disponível para recursos de padrão e espelhamento.Peças e recursos Você pode usar a tríade para editar um recurso Mover face (do tipo Transladar ou Girar) criado com a tríade Instant3D. em vez dele. Divida curvas em múltiplos corpos com apenas um comando. Não há suporte para criação e edição de recursos Forma no SolidWorks 2010. Isto é útil para criar itens como decalques. A visualização oferece suporte à condição final Até a superfície para padrões e espelhos. Crie linhas de divisão usando texto esboçado. você pode: • • • • Selecione múltiplos contornos do mesmo esboço para divisão. o recurso Forma livre.

uma mensagem de erro detalhada é exibida para explicar a razão da falha e sugerir possíveis soluções. Além de reconhecer recursos semelhantes. Localização do menu e barra de ferramentas A interface do usuário do FeatureWorks foi totalmente integrada às barras de ferramentas e menus do software SolidWorks. Para acessar os comandos do FeatureWorks. o suplemento é carregado dinamicamente. o FeatureWorks agora pode reconhecer recursos não semelhantes se eles tiverem uma face paralela à face selecionada. Quando você seleciona um comando associado. abra uma peça que contém recursos importados e execute uma das seguintes ações: • Clique em Reconhecer recursos Recursos) ou em Opções (barra de ferramentas • Clique em Reconhecer recursos (guia Migração de dados do CommandManager) • Clique em Inserir > FeatureWorks e em Reconhecer recursos ou Opções. desde que ele tenha sido instalado e você esteja executando o SolidWorks Professional ou o SolidWorks Premium. se o software falhar ao reconhecer um recurso. 128 . Mensagens de diagnóstico As mensagens de erro que aparecem quando um recurso não pode ser reconhecido foram melhoradas. A mensagem também inclui um link para um tópico da Ajuda. Essas mensagens são exibidas quando os seguintes recursos não são reconhecidos: • • • • • • • Chanfro Filete Furo Extrusão de ressalto Extrusão de corte Revolução de ressalto Revolução de corte Ressaltos e cortes Reconhecimento interativo de ressaltos e cortes O reconhecimento interativo de recursos de extrusão (ressaltos e cortes) foi aprimorado.Peças e recursos FeatureWorks Disponível no SolidWorks Professional e no SolidWorks Premium. Durante o reconhecimento interativo.

Neste exemplo. Todos os tipos de recursos de extrusão (ressaltos e cortes) que são reconhecidos pelo FeatureWorks têm suporte. selecione Verificar faces paralelas. quando você seleciona uma face.Peças e recursos Durante o reconhecimento interativo dos recursos de extrusão Ressalto e Corte. Se um corpo importado permanece após a conclusão do reconhecimento automático. o FeatureWorks reconhece quatro recursos de extrusão de ressalto: Reconhecimento automático de ressaltos e cortes O reconhecimento automático de recursos de extrusão (ressaltos e cortes) foi aprimorado para reconhecer mais recursos. o software automaticamente executa algoritmos de reconhecimento interativo para recursos de extrusão. Na área de gráficos. clique com o botão direito num recurso de extrusão não reconhecido em um corpo importado e clique em Editar recurso . você agora pode reconhecer os recursos-filhos da face. Recursos-filhos em corpos importados Ao usar Editar recurso para reconhecer a face de um corpo importado. Recursos-filhos Recursos-filhos de recursos reconhecidos Você agora pode usar Editar recurso para reconhecer recursos-filhos de recursos já reconhecidos. clique com o botão direito em um recurso-filho não reconhecido de um recuso que já foi reconhecido e clique em Editar recurso . Na área de gráficos. Edição direta de ressaltos e cortes Você agora pode usar Editar recurso para reconhecer recursos de extrusão (ressaltos e cortes). 129 .

todos os filetes e inclinações associados à face. O FeatureWorks reconhece dois recursos de furo individuais. selecione Perguntar. na área de gráficos. em uma só etapa. Em Tipo de recurso. Inclinação No modo de reconhecimento interativo. Use o modo de reconhecimento automático para reconhecer os furos. No modo de reconhecimento interativo. em uma etapa. selecione Furos em Recursos automáticos. na página Ferramenta Redimensionar. era necessário usar uma etapa para reconhecer os filetes e etapas adicionais para reconhecer cada uma das inclinações. selecione Inclinação e depois Reconhecer filetado. Em seguida. No modo de reconhecimento automático.Peças e recursos Na caixa de diálogo Opções do FeatureWorks. o FeatureWorks reconhece. Furos em faces não planas Você pode reconhecer os furos em faces não planas. selecione Recursos padrão. Sim ou Não. Quando você seleciona a face neutra. Combinar furos Você pode combinar furos no mesmo plano em um único recurso. Antes. Use os modos de reconhecimento automático ou interativo ou. clique com o botão direito na face de um recurso não reconhecido e clique em Editar recurso . selecione os furos em Recursos reconhecidos e clique em Combinar recursos. Furos Furos que se interceptam Você pode reconhecer furos que se interceptam. no PropertyManager de Estágio intermediário. todos os filetes e inclinações associadas a uma face neutra selecionada. você pode reconhecer. em Reconhecer automaticamente recursos-filhos quando usar Editar recurso. 130 .

Controle de espaçamento. A opção Ajuste mínimo foi removida do PropertyManager de Costurar superfície em todos os novos recursos de superfície costurada. resultando em arquivos menores e melhor desempenho. era necessário excluir esses recursos para fazer o reconhecimento da peça. esboços e recursos de superfície. Para obter mais informações.Peças e recursos Geometria de referência. 131 . Selecione Controle de espaçamento para controlar quais espaçamentos são fechados com a costura e quais permanecem abertos. consulte a Ajuda do SolidWorks: PropertyManager de Costurar superfície . Melhoramentos no recurso Aparar superfície As cópias de corpos aparados não são mais armazenadas quando você cria recursos padrão para aparar superfície. Os recursos com suporte para recriação mas não para reconhecimento são: • Esboços: • Esboço 2D • Esboço 3D • Recursos: • Excluir face • Mover face • Recursos de superfície: • Offset de superfície • Recursos de geometria de referência: • Plano • Eixo Superfícies Recursos de costurar superfície O PropertyManager de Costurar superfície oferece novas opções: • Selecione Mesclar entidades para mesclar faces com o mesmo tipo de geometria subjacente. Antes. esboços e recursos de superfície O FeatureWorks recria (mas não reconhece) algumas geometrias de referência.

selecione Padrão. 2. Selecione outras opções de aparar superfície e clique em . Para estender os recursos de superfície. Melhoramentos no recurso Estender superfície As superfícies tangentes não se deformam mais quando você as estende. 3. clique em Inserir > Superfície > Estender. No PropertyManager.Peças e recursos Para criar recursos padrão de aparar superfície: 1. Clique em Inserir > Superfície > Aparar. em Tipo de aparagem. 132 .

Eixo invertido 133 . faça as alterações na guia Configurações de ambiente.18 PhotoView 360 Disponível no SolidWorks Professional e no SolidWorks Premium. Eixo superior = Y Eixo superior = Y. criar ou excluir decalques. Na caixa de diálogo Configurações. Como nas versões anteriores. Pode também exibir ou ocultar o ambiente. agora você pode ver decalques do PhotoWorks que foram aplicados no SolidWorks e estavam visíveis quando a peça ou montagem foi salva. você precisa usar o SolidWorks com o suplemento PhotoWorks ativado para poder editar. Controle de cenas Você pode orientar o piso de uma cena em relação ao modelo. Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • • • Decalques do PhotoWorks no PhotoView 360 Controle de cenas Suporte para imagens de plano de fundo e ambientes personalizados Tutoriais em vídeo Salvar vistas personalizadas Efeitos de câmera Decalques do PhotoWorks no PhotoView 360 No PhotoView 360. o piso ou a imagem de fundo.

Na guia Configurações de ambiente: • Clique em Carregar imagem de plano de fundo. Suporte para imagens de plano de fundo e ambientes personalizados Você agora pode incluir imagens de plano de fundo 2D a serem exibidas atrás do modelo. Pode também carregar imagens "High Dynamic Range Images" (HDRI) para substituir o ambiente atual. Você pode ocultar ambas as imagens.PhotoView 360 Eixo superior = X Eixo superior = Z Para obter mais informações sobre o controle de ambientes no PhotoView. consulte Ajuda do PhotoView 360: Caixa de diálogo Configurações . mas só pode exibir uma por vez. A imagem a seguir foi renderizada com o ambiente 3 Point Beige e um plano de fundo 2D personalizado: 134 . os reflexos e a iluminação da renderização. • Clique em Carregar imagem de ambiente. • Selecione Exibir plano de fundo ou Exibir ambiente para exibir ou ocultar o respectivo tipo de imagem. Clique em Configurações.Guia Configurações de ambiente. Carregar uma imagem HDRI personalizada altera o plano de fundo.

clique em Salvar vista personalizada e dê um nome à vista.PhotoView 360 Para obter mais informações sobre o controle de planos de fundo no PhotoView. Abra uma vista que você salvou anteriormente para assegurar que a renderização tem uma orientação específica. • Você pode um efeito bloom à renderização final para criar brilho em aparências emissivas ou áreas com reflexos do ambiente muito brilhantes. Clique com o botão direito na área de trabalho.Guia Configurações do ambiente. clique em Lembrar a vista personalizada e selecione uma vista na lista. Para restaurar uma vista salva. Efeitos de câmera A câmera agora tem suporte para efeitos adicionais. Tutoriais em vídeo Novos tutoriais em vídeo estão disponíveis para o PhotoView 360. Clique em Ajuda > Tutoriais on-line para começar. • Controles de profundidade de campo permitem criar renderizações onde parte da imagem está em foco e outras partes estão fora de foco. Exemplo: Efeito de alteração da distância focal Distância focal = 50 mm (valor predeterminado) Distância focal = 35 mm 135 . clique com o botão direito na área de trabalho. Faça alterações na guia Configurações de saída na seção Processamento de imagem e na guia Configurações de câmera. Clique em Configurações. Salvar vistas personalizadas Você pode salvar orientações de vista personalizadas no PhotoView 360. • Você pode alternar entre as vistas em perspectiva e ortogonal. consulte Ajuda do PhotoView 360: Caixa de diálogo Configurações . Esses tutoriais estão disponíveis no site Galeria.

PhotoView 360 Para obter mais informações sobre configurações de câmera. consulte Ajuda do PhotoView 360: Caixa de diálogo Configurações .Guia Configurações de saída e Caixa de diálogo Configurações .Guia Configurações de câmera. Exemplo: Resultado do efeito Bloom Imagem sem bloom Imagem com bloom 136 .

19 Rotas Disponível no SolidWorks Premium. clique com o botão direito na rota planificada na árvore de projeto do FeatureManager e clique em Editar rota planificada. 137 . Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • • • • • • • Planificação no estilo de manufatura Adicionar componentes e acessórios de montagem a rotas Cotovelos de 180 graus ou dobras para tubulação rígida Desenhos de rota de tubulação rígida Acesso a coberturas de tubo rígido. A rota planificada do estilo manufatura pode ser usada para projetar rotas de cabos elétricos para a manufatura. Você pode editar o seguinte: • Curvatura do segmento • Ângulo do segmento • Centro da rota planificada Não é possível aplicar a planificação no estilo usado para manufatura a cabos de fita. Selecione Manufatura no PropertyManager de Planificar rota para criar uma rota planificada no estilo de manufatura. Para editar uma rota planificada no estilo de manufatura. tubo flexível ou chicote elétrico Aprimoramentos para múltiplos PontosC Processo de importação e modelagem de dados P&ID Identificações de referência Melhoramentos na exportação de rotas de tubulação rígida e flexível Melhoramentos da Biblioteca de Rotas Planificação no estilo de manufatura Planificação para manufatura Uma rota do estilo para manufatura desdobra a rota em escala e define os limites de uma cama de pregos onde colocar a rota planificada. Desenho em escala de uma rota elétrica Neste exemplo. você abre uma rota elétrica e cria um desenho planificado em escala.

encontre o novo diretório no seu computador e renomeie o arquivo como meu_5conector. você planifica a submontagem de rota. 1. 2.sldasm. abra a submontagem de rota e salve-a com outro nome. 138 .sldasm. Planificar a rota A seguir.Rotas Abrir e salvar o modelo Primeiro. Abra diretório_de_instalação\samples\whatsnew\routing\manufactureflatten\5connector. Clique em Arquivo > Salvar como.

No PropertyManager. 3. 1. 2. selecione Opções de desenho e Tabela de conectores e desmarque todas as outras opções de desenho. 2. você altera a curvatura de um dos cabos. Verificar o desenho Você verifica o desenho e decide se deve editar a rota planificada. Clique em Rota > Elétrica > Planificar rota 2.Rotas 1. Clique com o botão direito em ManufactureFlattendRoute1 na árvore de projeto do FeatureManager e selecione Editar rota planificada. 3. selecione Manufatura. Clique em . . 139 . Selecione o spline curvo. Editar a rota planificada Edite a rota planificada para alterar a curvatura de um cabo. No PropertyManager. quando solicitado. Feche o desenho e. clique em Salvar todos e Salvar. 1. O segmento selecionado está listado no PropertyManager de Planificar rota. No próximo procedimento. Selecione o segmento superior direito do chicote. Examine o desenho para decidir se deve editar a rota planificada. como indicado.

Altere Raio para 20 mm e Ângulo de dobra para 10 graus. Verifique as alterações antes de clicar em . 4. 3. Clique em Arquivo > Salvar como e salve a montagem da rota planificada em um arquivo com o nome que você quiser. então clique em Aplicar. 140 . Clique em Ajustar curvatura .Rotas O spline está listado na caixa de seleção abaixo de Ferramentas de edição no PropertyManager de Editar rota planificada. 5. 6.

Rotas 7. uma gaxeta e outro flange até uma rota para inserir nela a gaxeta entre os flanges. Para criar um desenho de tubulação rígida. Acesso a coberturas de tubo rígido. válvulas e outros acessórios. • Arrastar cotovelos até flanges. • Arraste um flange. • Arrastar montagens inteiras com as referências apropriadas até um tubo rígido. dimensões e uma BOM numa vista isométrica. Adicionar componentes e acessórios de montagem a rotas Você pode: • Criar conexões entre acessórios: • Arrastar flanges até cotovelos. você pode selecionar os PontosC a serem incluídos na rota na caixa de diálogo Múltiplos PontosC. Por exemplo. • Criar linhas de ramificação em um tubo rígido arrastando um tê até o tubo. válvulas e outros acessórios. 141 . • Dividir um tubo principal arrastando um acessório ou par de flanges até o tubo. você pode arrastar uma montagem composta por uma válvula e quatro flanges até um tubo rígido. Desenhos de rota de tubulação rígida Os desenhos de rotas de tubulações incluem acessórios. Também pode criar coberturas personalizadas com diâmetros fixos. tubos rígidos. em Salvar documentos modificados. contanto que o componente esteja configurado para a seleção de múltiplos PontosC. Feche a montagem da rota planificada e. clique em Desenho de tubulação rígida (barra de ferramentas Tubulação rígida). tubo flexível ou chicote elétrico Você pode acessar coberturas para tubos rígidos e flexíveis ou chicotes elétricos na Biblioteca de Coberturas. Clique em Coberturas (barra de ferramentas Ferramentas de rota) para acessar a biblioteca ou adicionar coberturas a ela. clique em Salvar todos. Aprimoramentos para múltiplos PontosC Quando arrasta um componente de rota com múltiplos PontosC para criar uma rota. Cotovelos de 180 graus ou dobras para tubulação rígida É possível usar cotovelos de 180 graus ou criar dobras de 180 graus em tubos rígidos.

Identificações de referência A propriedade de componente Referência de componente pode ser usada para armazenar identificadores de referência nos chicotes elétricos.xml. importe os diagramas esquemáticos de arquivos P&ID para projetar uma rota de tubulação rígida: • Os tamanhos das conexões e tubos do projeto serão correspondentes aos do diagrama esquemático. No assistente.pcf. • Exportar rotas separadas para diferentes arquivos . Você pode atribuir um valor diferente de Referência de componente para cada instância do componente. Para importar especificações de rota de um arquivo P&ID. selecione Selecionar PontosC para selecionar os pontos C para a rota. 142 . clique em Tubulação rígida e instrumentação no Painel de Tarefas do SolidWorks. Você precisa ter os arquivos ocultos visíveis para poder ver esta pasta.pcf. O o arquivo de dados P&ID precisa ser importado no formato . • As ferramentas para validação de projeto avisam quando há qualquer diferença em relação ao diagrama esquemático. Você pode: • Ver as referências de componentes na árvore de projeto do FeatureManager.xml. Como uma regra de melhores práticas. Diagrama de tubulação e instrumentação) criado num sistema externo e usá-lo como guia na criação de montagens de rota. selecione o arquivo P&ID e. • Selecione Pesquisa com realce no painel de tarefas para pesquisar as referências a componentes. em seguida. Melhoramentos na exportação de rotas de tubulação rígida e flexível Você pode: • Especificar o nome e o local dos arquivos . Essas referências são adicionadas automaticamente quando você importa de uma lista De-Para ou um arquivo P&ID. Veja um exemplo em Documents and Settings\All Users\Dados de aplicativos\SolidWorks\versão_do_SolidWorks\design library\routing\piping\pnid sample. você pode controlar o tratamento de múltiplos PontosC quando cria ou edita componentes da rota.Rotas Pode também clicar com o botão direito em um PontoC na área de gráficos para adicioná-lo ou removê-lo da rota. Na página Salvar componente na biblioteca do Assistente de Componente de Rota. Processo de importação e modelagem de dados P&ID Você pode importar um arquivo P&ID (Piping and Instrumentation Diagram. O caminho para a pasta de dados de aplicativos depende do seu sistema operacional. • Incluir referências a componentes em desenhos e tabelas de BOM. clique em Importar P&ID.

Além disso. os códigos SKEY de componentes comuns têm suporte para melhorar a criação de rotas com acessórios em linha. 143 . Para acessar as opções de exportação de dados de tubos rígidos e flexíveis.Rotas • Selecionar a origem da montagem no ponto da origem do arquivo . Melhoramentos da Biblioteca de Rotas Novos acessórios.pcf. peças de equipamento de amostra e componentes de válvulas estão disponíveis na Biblioteca de Rotas. • Exportar componentes de rota como dobras formadas e tubos rígidos penetrados. clique com o botão direito na rota e selecione Exportar dados de tubulação rígida/flexível.

As peças de chapa metálica com múltiplos corpos podem conter várias peças de chapa metálica ou uma combinação de peças de chapa metálica e outros corpos. como corpos de soldagem. ou usando o comando Mover/Copiar corpo. • Insira uma ou mais peças de chapa metálica. Para criar uma peça de chapa metálica multicorpos: • Crie novos corpos em uma peça de chapa metálica existente usando os comandos Flange-base. Converter em chapa metálica. Listas de corte Na árvore de projeto do FeatureManager.20 Chapa metálica Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • • Peças de chapa metálica multicorpos Melhoramentos em cantos fechados Melhorias do recurso Bainha Melhoramentos no padrão plano Exportar peças de chapa metálica para arquivos DXF ou DWG Peças de chapa metálica multicorpos A funcionalidade de peça multicorpos do SolidWorks foi estendida para as chapas metálicas. uma pasta de lista de corte contém uma representação separada para cada corpo. o que permite criar projetos complexos de chapas metálicas. a árvore principal lista todos os corpos e seus recursos na ordem em que são adicionados. • Divida uma única peça de chapa metálica em múltiplos corpos. Além disso. espelhando o corpo. soldagem ou outros corpos em uma peça de chapa metálica existente • Duplique um corpo de chapa metálica em uma peça criando um padrão linear ou circular. 144 . Inserir dobras e Dobra com loft. com um padrão plano específico para o corpo.

Selecione Plano frontal e clique em Inserir > Espelhar peça.sldprt. incluindo a capacidade de organizar e atualizar automaticamente os corpos da chapa metálica e exibir suas propriedades. Uma nova peça é aberta. clique em Quebrar vínculo com a peça original.Chapa metálica As listas de corte de chapa metálica multicorpos oferece os mesmos recursos que as listas de corte de soldagens. 145 . 2. . Você pode copiar os recursos da peça original para a peça espelhada quebrando o vínculo com a peça original. Você pode usar as propriedades relacionadas aos corpos nas listas de materiais e desenhos. Abra diretório_de_instalação\samples\whatsnew\Sheetmetal\corner. No PropertyManager de Inserir peça: a) Em Vínculo. Para criar uma peça de chapa metálica espelhada: 1. Os recursos de chapa metálica copiados são adicionados à árvore de projeto do FeatureManager da nova peça. Criar uma peça de chapa metálica espelhada O comando Espelhar peça agora tem suporte para peças de chapa metálica. uma nova peça é criada. A peça de origem está visível na área de gráficos. 3. Mesclar corpos de chapa metálica Você pode mesclar corpos de chapa metálica que têm a mesma espessura: • Usando a opção Até a aresta e mesclar quando insere um flange de aresta entre dois corpos com arestas lineares paralelas. Quando você espelha uma peça de chapa metálica. • Usando a opção Mesclar resultado quando adiciona um flange-base que se sobrepõe aos perfis de múltiplos corpos com faces coplanares.

expanda corner_Espelhada Recursos1. Na árvore de projeto do FeatureManager. Os recursos da peça original são exibidos e podem ser totalmente editados. clique em Orientação da vista > Frontal 146 .Chapa metálica b) Clique em . Salve a peça como canto_espelhado. Você pode: • • • • Editar os recursos do corpo Dar a cada corpo sua própria definição de material e propriedades personalizadas Isolar e planificar um corpo selecionado Exibir os corpos individualmente nos desenhos Para criar uma peça com múltiplos corpos inserindo uma peça em outra: 1. Também é possível acessar os recursos expandindo Lista de corte(1) Corpo-Mover/Copiar1. 4. Quando você insere um corpo e quebra os vínculos com a peça original. 6.sldprt. c) Clique em para fechar o PropertyManager de Localizar peça. > Inserir uma peça para criar uma peça de chapa metálica multicorpos O comando Inserir peça agora permite criar peças de chapa metálica multicorpos inserindo uma peça de chapa metálica em outra. Na barra de ferramentas transparente Exibir. o corpo de chapa metálica resultante tem sua própria definição. Deixe essa peça aberta para ser usada na próxima seção. 5. A peça aparece na área de gráficos espelhada em relação ao plano.

3. digite 4.prt até ela se alinhar com canto_espelhado. Localizar a peça inserida Para localizar a peça inserida: 1.00pol. se o PropertyManager de Localizar peça for aberto com Configurações de posicionamento. Se o PropertyManager abrir com Transladar. Clique para colocar a peça na área de gráficos e abra o PropertyManager de Localizar peça. em Localizar peça. Para Delta Z . Clique em Inserir > Peça. clique em Orientação da vista > Direita As peças são alinhadas em seqüência. selecione corner. clique em Transladar/girar. mova a imagem transparente de corner. A imagem da peça inserida é movida quatro polegadas para a esquerda. Você não precisa selecionar nada no modelo. Em Vínculo. 6. No PropertyManager. 2.prt. Na área de gráficos. 147 . Para separar as peças.sldprt e clique em Abrir. selecione Quebrar vínculo com a peça original. salte para a etapa 3. 5. Expanda Transladar. selecione Iniciar diálogo Mover.Chapa metálica 2. 4. 4. Na barra de ferramentas transparente Exibir. 3.

sldprt. Na árvore de projeto do FeatureManager. 148 . Salve a peça como canto_multipeças. Acessar corpos de chapa metálica em peças multicorpos Você pode acessar os corpos de uma peça de chapa metálica com múltiplos corpos na árvore de projeto principal do FeatureManager ou em uma lista de corte adicionada no alto da árvore. Na barra de ferramentas transparente Exibir. expanda corner_Espelhada Recursos1 para ver os recursos do corpo espelhado. 1. Clique em . 7. que era o corpo original da peça.Chapa metálica 5. clique em Orientação da vista > Isométrica . 6.

Corpo-Mover/Copiar1 e Corpo-Mover/Copiar2 3. expanda a lista de corte A lista de corte mostra dois corpos: . Clique com o botão direito em Corpo-Mover/Copiar1 e clique em Planificar Corpo-Mover/Copiar1 é planificado e o segundo corpo é oculto. Próximo ao topo da árvore. 149 . . Expanda Corpo-Mover/Copiar1.Chapa metálica 2. 4. Os recursos listados são os mesmos de corner_Espelhada Recursos1.

Os dois corpos ficam inteiramente visíveis. em Parâmetros do flange. As arestas precisam ser paralelas. Esta opção fica disponível quando você seleciona uma única aresta em Parâmetros do flange. selecione a aresta frontal externa de corner Recursos1. No PropertyManager de Flange de aresta. A opção Até a aresta e mesclar calcula automaticamente o ângulo entre as arestas. Na caixa de diálogo Isolar. 6. Clique em Sair de Isolar. Clique com o botão direito em Corpo-Mover/Copiar1 novamente e selecione Sair da planificação para restaurar o corpo ao estado dobrado. Para mesclar os corpos de chapa metálica em corner_multipart. no canto de Ambos os corpos ficam visíveis. 7. para Aresta. clique em Visibilidade dos corpos removidos selecione Transparente . Corpo-Mover/Copiar1 é oculto. 2. Clique com o botão direito em Corpo-Mover/Copiar2 e selecione Isolar. 150 . parte da peça de chapa metálica base e pertencer a corpos diferentes.sldprt: 1.Chapa metálica 5. Clique em Flange de aresta (barra de ferramentas Chapa metálica). e 8. Mesclar corpos de chapa metálica inserindo flanges de aresta A nova opção Até a aresta e mesclar do PropertyManager de Flange de aresta conecta duas arestas paralelas em uma peça multicorpos. Corpo-Mover/Copiar1 aparece no estado transparente. Somente Corpo-Mover/Copiar2 fica visível. 9. Clique em novamente e clique em Oculto. Você pode também clicar em Sair da planificação confirmação. Você pode desbloquear o ângulo para substituir o cálculo de forma a aumentar ou diminuir o flange de conexão.

selecione a aresta frontal externa de corner_espelhada Recursos1. 7. . posicione o mouse sobre uma aresta e pressione G para ampliar a área.Chapa metálica 3. Você precisa selecionar arestas correspondentes (por exemplo. O flange de aresta mescla os dois corpos. na lista Condição final de comprimento. 151 . Sob Posição do flange. 5. Para a aresta de referência . Agora há somente um corpo na Lista de corte da árvore de projeto do FeatureManager: Edge-Flange6. Clique em . Para facilitar a seleção. selecione Até a aresta e mesclar. selecione Dobrar para fora 6. as arestas externas) nos dois corpos para que o recurso Planificar funcione. Em Comprimento do flange. Clique com o botão direito em Edge-Flange6 e selecione Planificar A peça mesclada é planificada. . 4.

No canto de confirmação.Chapa metálica 8. Para criar um esboço: 1. 3. 6. para Orientação. 2. Você pode dividir as peças de chapa metálica usando cortes extrudados/revolucionados. Preparar para dividir a peça Crie um esboço para ser usado na divisão da peça. clique em Sair da planificação corpo a seu estado dobrado. Pode também editar e planificar separadamente os corpos criados. Estenda-a além da face do modelo. Abra diretório_de_instalação\samples\whatsnew\Sheetmetal\casing_base_part. 5. Este exemplo descreve o uso do recurso Dividir. Selecione o plano frontal. Clique em Esboço (barra de ferramentas Esboço).sldprt. para restaurar o Dividir uma peça de chapa metálica Agora você pode dividir uma peça de chapa metálica para criar uma peça com múltiplos corpos. selecione Vertical. 152 . Esboce uma linha vertical através dos pontos médios da face. Clique em Linha > Linha (barra de ferramentas Esboço). 4. linhas de divisão e outros recursos que podem cortar um corpo em várias peças. No PropertyManager de Inserir linha.

Dividir a peça Para dividir a peça de chapa metálica: 1. em Nome do arquivo.sldprt e clique em Salvar. 5. 153 . Clique em Cortar peça.Chapa metálica 7. digite caixa_esquerda. Em Corpos resultantes. No PropertyManager. 3. selecione o esboço. clique duas vezes no primeiro corpo. Saia do esboço. Na caixa de diálogo Salvar como. Clique em Inserir > Recursos > Dividir . Esse nome aparece no PropertyManager e na chamada de Corpo 1. 4. 2. em Ferramentas de aparar.

sldprt. Inserir uma peça de chapa metálica usando um flange-base Você pode usar os comandos que criam peças de chapa metálica para criar novos corpos numa peça de chapa metálica existente. Clique com o botão direito em Split1[2] e selecione Sair da planificação para restaurar o corpo ao estado dobrado. Na árvore de projeto do FeatureManager. Repita as etapas 4 e 5 para dar ao Corpo 2 o nome caixa_direita. A peça agora contém duas peças de chapa metálica. Split1[2] é planificado e Split1[1] é oculto. O software nomeia os corpos na lista de corte de acordo com o último recurso adicionado ao corpo. Ambos os corpos ficam visíveis. Split1[1] (ou Split1) e Split1[2] (ou Dividir1) são peças separadas. 7.Chapa metálica 6. 10. Clique em . o último arquivo adicionado foi o recurso de divisão. Entre eles: 154 . os nomes na lista de corte mudam 9. Clique com o botão direito em Split1[2] e selecione Planificar. expanda Lista de corte(2). À medida que você adiciona recursos. 8. Neste caso.

Estenda o plano para a direita. 5. Clique em Retângulo de canto (barra de ferramentas Esboço) e crie um retângulo estendendo-o do canto inferior do flange para a direita. clique em Orientação da vista > Frontal 4. selecione a face do flange. 6. 3.Chapa metálica Converter em chapa metálica Dobra com loft Inserir dobras Flange-base/Aba Este procedimento ilustra o uso do comando Flange-base/Aba para inserir uma aba sem mesclá-la com outro corpo na peça. . Clique em Flange-base/Aba Um esboço é aberto no plano. Na barra de ferramentas transparente Exibir. 155 . No PropertyManager: a) Para Primeira referência. b) Selecione Coincidente c) Clique em . 1. 2. (barra de ferramentas Chapa metálica). Selecione Inserir > Geometria de referência > Plano.

para Aresta selecione a aresta direita da flange-base. desmarque Mesclar resultado.00. expanda a lista e o corpo Edge-Flange4 . O recurso Flange-base1 aparece na base da árvore de projeto do FeatureManager e na lista de corte. Todas as opções de edição estão disponíveis para os dois métodos de seleção. Editar corpos de chapa metálica Em uma peça de chapa metálica com múltiplos corpos você pode editar recursos de um corpo individual selecionando o recurso na árvore de projeto do FeatureManager ou na pasta do corpo. 8. 9. Clique em Flange de aresta (barra de ferramentas Chapa metálica).Chapa metálica 7. defina Condição final de comprimento como Cego e Comprimento como 35. selecione Material no exterior d) Clique em . 3. Clique em . . 1. 2. b) Em Comprimento do flange. Para editar o recurso de flange na lista de corte. Saia do esboço. No PropertyManager: a) Em Parâmetros do flange. No PropertyManager de Flange-base. c) Sob Posição do flange. 156 . na lista de corte. em Parâmetros de chapa metálica.

No PropertyManager: a) Em Parâmetros. 6. No PropertyManager: a) Em Parâmetros. Na área de gráficos. . defina a Coordenada X b) Clique em . como 55.Chapa metálica 4. defina Coordenada X b) Clique em . 7. 9. O flange de aresta é redimensionado. clique no ponto de interseção do topo do flange de aresta com Aba1. 5. 8. como 10. Clique no ponto de interseção da base do flange de aresta com Aba1. Clique com o botão direito no recurso Edge-Flange4 e selecione Editar esboço . Clique em Sair do esboço 157 .

a opção é desativada para permitir seleções manuais. Você pode usar o comando Canto fechado para adicionar material entre recursos de chapa metálica: • Quando existe um corte entre flanges • Com dobras de grande raio • Quando a peça é criada usando Inserir dobras ou Converter em chapa metálica • Com faces que são parte de um canto maior A nova opção Propagarção automática controla o reconhecimento automático de faces correspondentes. Se você excluir uma face de uma das caixas de seleção de conjunto de faces.Chapa metálica Melhoramentos em cantos fechados Você agora pode usar o comando existente Canto fechado com uma maior variedade de peças de chapa metálica. 158 . Essa opção está ativada por padrão.

Quando você adiciona uma bainha a uma aresta de peça de chapa metálica. Você pode: 1. Você pode criar a bainha de acordo com os requisitos do projeto. Alterar o tamanho do recurso de bainha. agora pode editar o perfil da bainha para controlar o comprimento. Adicionar bainhas a arestas em diferentes níveis.Chapa metálica Melhorias do recurso Bainha A funcionalidade aprimorada para bainhas de chapas metálicas permite criar projetos de peças de chapa metálica mais complexos. Melhoramentos no padrão plano O realce gráfico de padrões planos de auto-interseção facilita o reconhecimento de áreas que precisam de melhoramento para fabricação. 159 . Você também pode desativar a opção Corte normal. Isso minimiza o espaçamento da soldagem para a fabricação de peças de chapa metálica laminadas com extrusões de corte e produz um padrão plano com diferentes contornos nas faces interna e externa do corte. 2. Pode também adicionar bainhas a arestas não lineares selecionadas. mesmo quando ela não é aplicada à aresta inteira.

Clique em Salvar. 4.Chapa metálica Exportar peças de chapa metálica para arquivos DXF ou DWG O novo PropertyManager de Saída DXF/DWG exporta corpos de chapa metálica para arquivos . • Clicando com o botão direito no recurso Padrão-Plano e selecionando Exportar para DXF/DWG. 3. Uma visualização mostra suas seleções e permite remover as entidades indesejadas.dwg. esboços e ferramentas de conformação. . como furos ou recortes. cancele a visualização e volte ao PropertyManager. 2. selecione-as e clique em Remover entidades. 5.dxf ou . 1. Se quiser fazer alterações. Com uma peça de chapa metálica aberta. 160 . Selecione os corpos e entidades a serem exportadas e clique em A janela de visualização Limpeza de DXF/DWG é aberta. abra o PropertyManager seguindo um desses métodos: • Salvando a peça (Arquivo > Salvar como) em um arquivo do tipo dxf ou dwg. O PropertyManager é aberto. Para remover entidades. Você pode também exportar entidades como linhas de dobra.

como a árvore de estudos do Simulation e os PropertyManagers. Os aprimoramentos marcados com (Professional) estão disponíveis no SolidWorks Simulation Professional e no SolidWorks Simulation Premium. Os aprimoramentos descritos a seguir estão disponíveis no SolidWorks Simulation. Esse Assistente interage com os componentes da interface do Simulation. Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • • • • • SimulationXpress Valores de referência NAFEMS Interface do Simulation Estudos de simulação Conectores Malha Contato Visualização de resultados SimulationXpress Nova interface do SimulationXpress A interface do SolidWorks SimulationXpress foi redesenhada para aumentar a clareza visual. fornecer melhor orientação aos novos usuários e permitir que os usuários experientes criem simulações mais rapidamente. Os aprimoramentos marcados com (Premium) estão disponíveis no SolidWorks Simulation Premium. 161 .21 Simulation Disponível no SolidWorks Premium. Clique no Assistente de Análise do SimulationXpress ou em Ferramentas > SimulationXpress e siga as orientações. O novo Assistente usa elementos da interface completa do Simulation Professional e do Premium para permitir uma transição mais fácil para o Simulation. para guiá-lo pelo fluxo de trabalho da simulação.

de freqüência e dinâmicos lineares. não lineares. o SimulationXpress permite que você execute uma otimização. Valores de referência NAFEMS Novos valores de referência NAFEMS (National Agency for Finite Element Methods and Standards) foram incluídos nos estudos estáticos. no menu Ajuda clique em SolidWorks Simulation > Validação > Valores de referência NAFEMS. Pode definir uma restrição. O SimulationXpress usa a nova interface de Novo estudo de projeto na página 167 com certas restrições. 162 .Simulation Otimização no SimulationXpress Após executar uma simulação em um corpo e informar os resultados. como valores de forças e tipos de parafusos. Você pode minimizar a massa variando uma dimensão do modelo. Para acessar esses valores de referência. a tensão máxima de von Mises ou o deslocamento máximo resultante. Interface do Simulation Melhoramentos na árvore de estudo do Simulation • Os nomes dos recursos na árvore de estudo do Simulation agora são mais descritivos e fornecem mais informações. que pode ser o fator de segurança. permitindo que você aprenda rapidamente a usar esse novo recurso de estudo de projeto. térmicos.

• Os ícones de acessórios de fixação na árvore do estudo indicam o tipo de acessório. • Agora é possível organizar os acessórios de fixação.Simulation • Quando você posiciona o cursor sobre um recurso na árvore ou sobre seus símbolos na área de gráficos. o Simulation exibe detalhes do recurso. 163 . as cargas e os conectores em pastas.

164 . para editar as entradas comuns. enquanto o percevejo está ativo agrupa os conectores criados em uma pasta separada. Acessórios de fixação ou Cargas externas na árvore do estudo do Simulation e selecione Criar nova pasta. os acessórios de fixação ou as cargas externas correspondentes até a pasta. você pode selecionar uma delas como uma geometria de referência. quando aplicar uma força a um grupo de faces.Simulation Clique com o botão direito do mouse em Conexões. o software Melhorias do PropertyManager • Você agora pode selecionar uma entidade em duas áreas de seleção nos PropertyManager. • Você pode selecionar múltiplos recursos. . Arraste as conexões. • No PropertyManager de Conectores. Por exemplo. ou clique com o botão direito do mouse no nome da pasta e selecione um item a ser criado na pasta. como conectores.

o tempo decorrido. o tempo decorrido. 1. A janela Progresso da Malha mostra o uso da memória. definir. Você tem a opção de fazer o backup e recuperar informações de arquivos após gerar malhas e executar um estudo. Na guia Opções do sistema. informações do solver e o andamento do processo. . A janela Status do Solver foi redesenhada para mostrar o uso da memória. Posicione o cursor sobre a guia de um estudo do Simulation em execução para ver o status do estudo. Recursos ampliados do Consultor do Simulation O Consultor do Simulation foi aprimorado com uma nova interface do usuário que interage com os PropertyManagers do Simulation para ajudar os novos usuários a criar. clique com o botão direito e selecione Editar definição. as propriedades Estudos de simulação Aprimoramentos gerais Recurso de recuperação automática aprimorado As configurações de backup e recuperação do SolidWorks agora se aplicam ao Simulation. 2. Clique em Opções (barra de ferramentas Padrão) ou em Ferramentas > Opções. além das informações exibidas nas versões anteriores. Estudo de fadiga simplificado e aprimorado (Professional) Os aprimoramentos dos estudos de fadiga incluem o seguinte: 165 . A nova dica de ferramenta minimizada dos estudos do Simulation permite acompanhar o status do solver sem a necessidade de exibir uma janela separada específica. Melhoramentos das janelas de Malha e de Solver As janelas Progresso da Malha e Status do Solver agora incluem informações sobre o uso da memória. clique em Backup/Recuperar e selecione Salvar informações de recuperação automática após executar um estudo de simulação.Simulation Selecione vários conectores do mesmo tipo. Edite as propriedades. o número de componentes onde a malha falhou e o andamento da geração. resolver e visualizar os resultados de estudos estáticos. Quando você clica em são aplicadas a todos os conectores selecionados.

Simulation • As curvas de material S-N agora são definidas no estudo de fadiga. e não nos estudos associados. Para obter mais informações sobre a Plotagem de verificação de fadiga. • Quando cria um estudo de fadiga. O PropertyManager de Alterar tipo de evento foi removido. A Plotagem de verificação de fadiga não está disponível para cascas compostas e vigas. • As regiões em vermelho indicam que a carga especificada consumirá uma porcentagem da vida útil da peça. clique com o botão direito em Resultados Definir plotagem de verificação de fadiga. fixando-os no espaço ou excluindo-os da 166 . • Você agora pode usar os resultados de tensão em uma determinada etapa da solução nos estudos dinâmicos lineares e não lineares. e selecione A plotagem é baseada em um único evento de fadiga com amplitude constante e com um carregamento totalmente reversível ou baseado no valor zero. • Os danos são mostrados como porcentagem. Você pode ver outras propriedades de material nos estudos de fadiga.Plotagem de verificação. Após executar um estudo estático. nas plotagens Danos. consulte Ajuda do Simulation: Fadiga . A Plotagem de verificação de fadiga mostra o modelo em duas cores: • As regiões em azul indicam que os níveis de tensão são tão baixos que a fadiga não deve ser uma preocupação com a carga especificada. Plotagem de verificação de fadiga (Professional) A Plotagem de verificação de fadiga alerta quando determinadas regiões do modelo provavelmente falharão devido a carregamento e descarregamento repetidos por tempo infinito. • Os ícones de corpos são exibidos na árvore dos estudos de fadiga para permitir que você defina as curvas de fadiga S-N. Você pode avaliar antecipadamente a segurança do seu modelo sem executar um estudo de fadiga com base nos resultados de estudos estáticos. em vez de fração. você pode escolher uma amplitude constante ou variável. É recomendável executar um estudo de fadiga para avaliar em detalhe a segurança do projeto do seu modelo. Simplificar montagens em estudos não lineares (Premium) Você pode simplificar as montagens e peças multicorpos nos estudos não lineares tratando os corpos selecionados como se fossem rígidos.

Se você optar por definir Variáveis como um Intervalo ou definir Metas. Estas opções podem diminuir o tempo de cálculo durante a análise de grandes montagens. o programa marca automaticamente a caixa de seleção de otimização. Tornar rígido ou Fixo. na guia Estudo de projeto. e o volume como restrição. Estudo de otimização de projeto Para executar uma otimização. é possível minimizar a massa de uma montagem tendo como variáveis a densidade e as dimensões do modelo.Simulation análise. clique com o botão direito num corpo e selecione uma das opções disponíveis: Excluir da análise. Na maioria dos casos. Novo estudo de projeto Você agora pode criar um novo estudo de projeto para executar otimizações ou avaliar determinados cenários de projeto. Defina as variáveis como Intervalo. Com base nas informações fornecidas por você. marque a caixa de seleção Otimização. use a guia Vista variável para configurar os parâmetros dos estudos de otimização. o programa seleciona automaticamente um estudo de projeto com ou sem otimização. Você pode também usar o estudo de projeto para modelos sem os resultados do Simulation. Os estudos de otimização de projeto baseados no Simulation estão disponíveis no SolidWorks Simulation Professional e no SolidWorks Simulation Premium. Você pode usar todos os parâmetros e variáveis globais de acionamento do Simulation. Na árvore de um estudo não linear. Por exemplo. Use a guia Vista de tabela para definir manualmente determinados cenários com todas as variáveis discretas. • Variáveis: Selecione um parâmetro na lista de parâmetros predefinidos ou defina um novo parâmetro selecionando Adicionar parâmetro. A nova interface de estudo de projeto consolida as interfaces anteriores para estudos de otimização e cenários de projeto. Valores discretos ou Intervalo com etapa. Você pode plotar os corpos atualizados e os resultados calculados para diferentes iterações ou cenários clicando em suas colunas na guia Vista de resultados. Clique com o botão direito na guia de um estudo e selecione Criar novo estudo de projeto. 167 . executá-los e identificar entre eles o cenário ótimo.

uma deflexão de 1mm de uma ponta com comprimento cantiléver como a variável. por exemplo. • Restrições: Selecione um sensor na lista de sensores predefinidos ou defina um novo sensor. O estudo de projeto executa os estudos do Simulation selecionados e rastreia os valores do sensor em todas as iterações.Simulation É possível definir uma combinação de variáveis discretas e contínuas. Árvore de projeto do FeatureManager Guia de estudo de projeto • Metas: Use sensores para definir as metas. Se você definir somente variáveis discretas. Defina os seguintes itens para configurar o estudo de projeto sem otimização: • Variáveis: Selecione em uma lista de parâmetros de configuração ou defina um novo parâmetro selecionando Adicionar parâmetro. antes de executar o estudo. se necessário. Use a Vista variável para permitir que o programa defina automaticamente os cenários com base em todas as combinações possíveis de variáveis discretas definidas. Se você selecionar Intervalo. Use a guia Vista de tabela somente para especificar cada cenário manualmente ou para limpar determinados cenários. selecione o estudo associado ao sensor. • Restrições: Você pode selecionar em uma lista de sensores predefinidos ou definir um novo sensor. o programa encontra o cenário ótimo somente entre os predefinidos. Quando usar os resultados do Simulation. o programa executará um Estudo de Otimização de Projeto. 168 . Defina as variáveis como Valores discretos ou Intervalo com etapa. Você pode também definir metas exatas. Estudo sem otimização do projeto Esse módulo permite avaliar determinados cenários e ver seus resultados sem executar uma otimização.

Simulation

Exibir resultados de estudos de projeto Clique na guia Vista de resultados para ver os resultados. Os cenários são destacados em diferentes cores. Clicar em um cenário atualiza o modelo na janela de gráficos com as variáveis do cenário. Cor do cenário Verde (disponível somente no módulo de otimização) Vermelho Cor de fundo Texto cinza com cor de fundo Indica uma violação de uma ou mais restrições no cenário Indica o cenário atual e todos os que não são ótimos ou que falharam Indica falha ao reconstruir o cenário ou interpolar os resultados para o cenário durante o uso de um estudo de baixa qualidade com variáveis discretas Significado Indica o cenário melhor ou ótimo

Você pode plotar os resultados do Simulation no modelo e exibir os gráficos, dependendo da combinação de variáveis e da qualidade do estudo de projeto. Resultados de estudo de projeto As tabelas resumem os resultados esperados para diferentes combinações de variáveis e de qualidade de estudo. Estudo de otimização de projeto Tipo de variável Qualidade do estudo Alta qualidade Contínua (Intervalo) Operação Encontra a solução ótima usando várias iterações e exibe o cenário inicial, o cenário ótimo e todas as iterações. Resultados Você exibe as plotagens e corpos atualizados para todas as iterações na guia Vista de resultados. Você plota os gráficos de tendência local para as variáveis. Resultados rápidos Encontra a solução ótima usando poucas etapas e exibe os cenários inicial e ótimo.

Você exibe as plotagens e corpos atualizados somente para os cenários inicial e ótimo. Você plota os gráficos de tendência local para as variáveis.

169

Simulation

Discreta (Valores discretos e Intervalo com etapa)

Operação Calcula inteiramente os resultados para cada cenário. Encontra a solução ótima entre os cenários definidos. Se você usar variáveis contínuas, o programa calcula inteiramente os resultados para todas as iterações. Resultados Você exibe plotagens e corpos atualizados para todos os cenários. Você plota gráficos históricos do projeto para as variáveis.

Calcula os cenários inicial e ótimo com exatidão, e interpola os resultados para os cenários restantes. Encontra a solução ótima entre os cenários.

Você exibe plotagens e corpos atualizados para os cenários inicial e ótimo, e somente os corpos atualizados para os cenários restantes. Você plota gráficos históricos do projeto e gráficos de tendência local para as variáveis. As plotagens dos gráficos de tendência local incluem resultados interpolados.

Combinação Operação Opera em um espaço de contínua e contínuo mesmo para discreta variáveis discretas enquanto encontra a solução ótima. Apresenta os resultados no espaço discreto enquanto relata a solução ótima. Encontra a solução ótima usando várias iterações e exibe o cenário inicial, o cenário ótimo e todas as iterações. Resultados Você exibe plotagens e corpos atualizados para todas as iterações. Você plota os gráficos de tendência local para as variáveis. Estudo de Projeto de Avaliação

Opera em um espaço contínuo mesmo para variáveis discretas enquanto encontra a solução ótima. Apresenta os resultados no espaço discreto enquanto relata a solução ótima. Encontra a solução ótima usando poucas etapas e exibe os cenários inicial e ótimo.

Você exibe as plotagens e corpos atualizados somente para os cenários inicial e ótimo. Você plota os gráficos de tendência local para as variáveis.

170

Simulation

Tipo de variável Discreta

Qualidade do estudo Alta qualidade Operação Calcula inteiramente os resultados para cada cenário. Resultados rápidos Interpola os resultados para determinados cenários. Você exibe plotagens e corpos atualizados para cenários totalmente calculados. Você exibe somente os corpos atualizados para os cenários com resultados interpolados. Você plota gráficos históricos do projeto e gráficos de tendência local para as variáveis. Uma coluna cinza indica os resultados interpolados. Para calcular totalmente um resultado interpolado, clique com o botão direito no cabeçalho da coluna e selecione Executar.

(Valores discretos e Intervalo Resultados Você exibe plotagens e com etapa) corpos atualizados para todos os cenários. Você plota gráficos históricos do projeto para as variáveis.

Não use variáveis contínuas com um Estudo de Avaliação de Projeto pois os cenários discretos não podem ser definidos com intervalos de valores de variável. Estudo de projeto de um botão de controle Explore a nova interface de Estudos de projeto resolvendo este modelo de exemplo. Execute uma otimização do botão de controle para minimizar a massa por meio da definição de variáveis, restrições e metas. Minimizar a massa diminui o custo da peça, reduzindo o material sem violar as restrições de validação. Para ver o modelo, abra diretório_de_instalação\samples\whatsnew\Optimization\knob.sldprt. A cada iteração deste exemplo, o Estudo de Projeto executa o estudo do Simulation para determinar o fator de segurança. Clique na guia Ready_Torsion para rever o estudo do Simulation. O estudo submete o botão a uma carga torcional. Ele aplica um torque à alça e não permite que as faces amarelas sejam torcidas.

171

Simulation

Definir as variáveis Você pode selecionar os parâmetros do Simulation e as variáveis globais acionadoras para as Variáveis. Neste exemplo, você varia diversas dimensões de modelos dentro de um intervalo determinado para otimizar a massa do botão. Para abrir a peça e definir as variáveis para o estudo de projeto: 1. Na guia do estudo Otimizar, clique em Opções . 2. No PropertyManager, em Qualidade do estudo de projeto, selecione Alta qualidade (mais lento) e clique em . O programa encontra a solução ideal usando várias etapas sem comprometer a precisão da solução. Consulte a Ajuda do SolidWorks Simulation: Resultados de estudo de projeto. 3. Na guia Vista de variáveis, em Variáveis, selecione Rib_Thickness. O parâmetro representa a espessura das três nervuras definidas pelo recurso Rib4 . As nervuras aumentam a resistência à carga torcional, mas também aumentam a massa do botão. 4. Para Rib_Thickness, selecione Intervalo. Para Mín. digite 1mm e para Máx. digite 3mm. 5. Em Variáveis, selecione Cut_Depth. Esse parâmetro representa a profundidade do corte definido pelo recurso Extrude3 . Você pode poupar massa aumentando a profundidade do corte. 6. Para Cut_Depth, selecione Intervalo. Para Mín. digite 1mm e para Máx. digite 10mm. 7. Em Variáveis, selecione Cyl_Ht. Esse parâmetro representa a altura do cilindro definido pelo recurso Boss-Extrude1 . 8. Para Cyl_Ht, selecione Intervalo. Para Mín. digite 11mm e para Máx. digite 15mm.

172

3. 1. Clique em Executar. O estudo do projeto atualiza o valor do sensor a cada iteração executando o estudo Ready_Torsion. abre um estudo do Simulation a cada iteração e encontra a solução ideal. Consulte a Ajuda do SolidWorks Simulation: Propriedades para o Estudo de Otimização de Projeto para ver uma descrição do método. Essa variável usa o valor rastreado do sensor do fator de segurança (FOS) na árvore de projeto do FeatureManager. em Restrições selecione FOS. digite 2. Você precisa que o projeto ótimo do botão suporte pelo menos o dobra da sua carga operacional. Selecione a condição é maior que e para o valor Mín. O programa seleciona as variáveis usando o método Projeto de experimentos. Para FOS selecione Ready_Torsion. Você quer reduzir a massa do botão tanto quanto possível sem violar a restrição do FOS. 4.Simulation Definir as restrições e metas Use sensores para definir as restrições e metas para o estudo do projeto. 2. Na guia Vista de variáveis. Também é possível usar variáveis globais acionadas para as restrições. Para Massa1 selecione Minimizar. Executar um estudo de otimização de projeto 1. 5. 173 . Em Metas selecione Massa1 na lista de sensores.

FOS < 2.Simulation 2. Offset para laminados compostos (Premium) Você agora pode controlar a posição de um laminado composto ou pilha em relação à sua superfície. 3. Clique na coluna Otimizado (Optimal). 4. O PropertyManager de Definição de casca para compostos agora tem estas opções: Superfície média Posiciona no meio da pilha no corpo de superfície (como nas versões anteriores). Observe os dados da Iteração1. Superfície superior Posiciona no topo da pilha no corpo de superfície. A massa ideal do botão agora é de 33. 174 . Superfície inferior Posiciona na base da pilha no corpo de superfície. durante a criação do modelo. Antes. Analise a coluna Otimizado. realçada em verde. você tinha que considerar a folga entre superfícies com diferentes espessuras de casca porque o programa sempre posicionava a superfície no plano médio do laminado. Nesta iteração.8779 g. A massa inicial do botão era de 49.8646 g. As iterações que não satisfazem as restrições são realçadas em vermelho. uma redução de 32%. O estudo atualiza o corpo de acordo com as variáveis ótimas na janela de gráficos.

Isso elimina a necessidade de redefinir a geometria sempre que você alterar o número de camadas ou a espessura dos laminados. O novo recurso Definir o eixo neutro da viga permite substituir o eixo neutro das vigas selecionadas pelo programa.Simulation Especificar razão Posiciona na parte da pilha definida por um valor de offset que é uma fração da espessura total. O Simulation oferece suporte para todos os recursos pós-processamento e plotagens para vigas. Crie duas superfícies usando o raio interno do eixo e selecione a opção Superfície inferior. clique com o botão direito na definição da viga e selecione Definir o eixo neutro da viga. Detecção de eixo neutro aprimorada Anteriormente. 175 . medida da superfície média até a superfície de referência. A figura mostra o significado dos valores de offset positivos e negativos. considere um eixo oco escalonado composto por duas pilhas de compostos diferentes. Vigas Suporte para vigas em estudos não lineares (Premium) Você agora pode definir vigas em estudos não lineares (estáticos e dinâmicos) e combiná-las com sólidos e cascas. Por exemplo. Selecione no corpo da viga uma aresta paralela à direção desejada para o eixo neutro. de forma similar aos estudos estáticos. Para modificar a direção do eixo neutro de uma viga. a identificação de eixos neutros em componentes estruturais curtos (com razão comprimento/largura < 3) nem sempre era exata.

A constante torsional. O programa usa tamanhos de elementos de vigas compatíveis com os tamanhos de malha da superfície. Enrigecedores de viga para superfícies curvas Você agora pode unir vigas (retas ou curvas) que atuam como enrigecedores a superfícies curvas de cascas ou de corpos de chapa metálica. a distância de tensão de cisalhamento máxima e o fator de cisalhamento dependem da forma e das dimensões da seção transversal da viga. em Propriedades da seção. No PropertyManager de Aplicar/Editar viga. defina as opções apropriadas.Simulation Editar rigidez torsional e fator de cisalhamento para vigas Você agora pode inserir a constante torsional e o fator de cisalhamento de vigas usados no cálculo de tensões torsionais e de cisalhamento. Contato de união aprimorado para enrigecedores de viga A precisão do contato da união entre faces de sólidos ou entre cascas e vigas que atuam como enrigecedores foi aprimorada. Selecione a força de cisalhamento e sua direção em Componente . 176 . consulte Ajuda do Simulation: Aplicar/Editar viga. O software automaticamente une as vigas às superfícies curvas que possuem geometrias que se tocam ou estão situadas dentro de folgas razoáveis. Para obter mais informações sobre propriedades de viga. de freqüência e de flambagem. clique com o botão direito em Resultados e selecione Definir diagramas de viga. O recurso está disponível para estudos estáticos. respectivamente. Para listar as forças de cisalhamento da viga.

Conectores de parafuso O Simulation seleciona na biblioteca Materiais do SolidWorks. 2.eprt). Clique em Simulation > Relatório. Conectores Conectores aplicados a séries de furos Os seguintes aprimoramentos estão disponíveis: • O software automaticamente agrupa os conectores com base em uma série de furos em uma pasta separada. Clique em Sim para propagar os parafusos para todos os furos. selecione Arquivos eDrawings (*. Crie o parafuso para um furo de uma série de furos. Você pode restaurar a série de parafusos após dissolvê-la. • Você pode dissolver a série de parafusos e quebrar os vínculos para editar cada recurso. clique com o botão direito do mouse na mesma pasta e selecione Restabelecer a série de parafusos. Em Salvar como tipo. Uma nova pasta contendo o conjunto de parafusos aparece em Conexões . • Selecione Juntas ou Todo o comprimento. Para dissolver uma série de parafusos. selecione Vigas. 3. Liga de aço como o material de parafusos. Em Resultados. por padrão. Uma caixa de diálogo é exibida para permitir que você propague o parafuso para todos os furos da série.analysis. Para restaurar a série. clique com o botão direito do mouse na pasta contendo a série e selecione Dissolver série de parafusos. em Configurações de formato de relatório: • Em Seções incluídas. 2. 177 . clique com o botão direito do mouse na plotagem e selecione Salvar como. clique duas vezes na plotagem para exibi-la. clique com o botão direito do mouse em Resultados e selecione Salvar todas as plotagens como eDrawings. A edição de qualquer parafuso do grupo é aplicada a todos os parafusos da série. Para salvar os resultados de viga em um arquivo do eDrawings: 1.Simulation Informações de vigas em relatórios Você pode incluir as informações de vigas em relatórios e salvar os resultados de vigas em um arquivo do eDrawings. Para incluir as informações de vigas em relatórios: 1. Na caixa de diálogo. Em Resultados. • Selecione ou desmarque Incluir forças de viga e Incluir tensões de viga. Para salvar todos os resultados de plotagem de vigas em arquivos do eDrawings.

Os quatro 178 . de freqüência e de flambagem. Clique com o botão direito em Conexões tipos disponíveis são: • • • Filete. A figura mostra uma conexão de mola entre as faces cilíndricas do sólido e os corpos de superfície. O programa calcula o tamanho da solda em cada local de nó ao longo da aresta da soldagem. um lado Ranhura. Esse conector de fácil utilização estima o tamanho apropriado da solda necessária para unir dois componentes metálicos.Simulation Conectores de mola para cascas Você agora pode definir um conector de mola com entidades (faces ou arestas) pertencentes a corpos de superfície e de chapa metálica. Modelo (as superfícies estão nas extremidades e o sólido ao longo de todo comprimento do cilindro) Zoom na seção transversal Conectores de solda de aresta (Professional) O Simulation agora tem suporte para conectores de solda de aresta entre duas faces. dois lados e selecione Solda de aresta. dois lados Filete. Esse aprimoramento do conector de mola está disponível para estudos estáticos.

Verifica a adequação dos conectores de solda durante a exibição dos resultados. como.Plotagem de verificação de solda. Para especificar uma resistência de solda definida pelo usuário. Eletrodo Tamanho estimado da solda Visualizar resultados para conectores de solda de aresta Após executar um estudo do Simulation. Caso contrário. O software automaticamente seleciona a aresta de soldagem das faces que se tocam em peças terminadas e correspondentes. tamanho da garganta da solda. a aresta da solda é mostrada na cor vermelha (inseguro). e selecione Listar resultados Para criar um gráfico com o tamanho da solda e os valores de garganta de solda ao longo da costura da solda. Você também pode visualizar os resultados da soldagem ao longo da costura da solda. chapa metálica ou sólido. Se o tamanho estimado da solda for maior que o tamanho máximo calculado. Também é possível fazer a seleção manualmente. selecione Aço personalizado ou Alumínio personalizado. (PropertyManager de Resultado de solda de 179 . um lado Defina as propriedades do conector de solda: Face para o Conjunto 1 A face de um corpo de casca ou chapa metálica. A plotagem de verificação de solda só está disponível em estudos estáticos. Arestas que se interceptam Uma aresta que pertence à peça terminada onde a costura de solda é aplicada. Face para o Conjunto 2 A face de um corpo de casca. consulte Ajuda do Simulation: Conector . a aresta da solda é mostrada na cor verde (seguro). Clique com o botão direito do mouse em Resultados da soldagem. força no eixo de cisalhamento da solda. você pode avaliar a adequação dos conectores de solda na união de peças selecionadas. por exemplo: tamanho da solda. Material para o eletrodo com resistência de solda predefinida. Clique com o botão direito do mouse em Resultados de verificação de solda. força normal. força normal de cisalhamento de superfície e momento de dobra.Simulation • Ranhura. clique em Plotar aresta). e selecione Definir plotagem Para obter mais informações sobre a plotagem de verificação de conectores de solda de aresta.

clique com o botão direito em Acessórios de fixação na árvore de estudo do Simulation e selecione Suporte de rolamento. Selecione as faces do encaixe no PropertyManager de Conectores. Cargas de mancal para furos circulares em cascas Você agora pode definir forças de rolamento nas seguintes entidades: • Arestas circulares de casca • Faces cilíndricas de casca A força de rolamento é normal às arestas ou faces selecionadas e tem as seguintes distribuições: • Senoidal • Parabólica 180 .Simulation Conectores de mancal entre peças Você agora pode definir um conector de mancal entre faces cilíndricas divididas de um eixo e entre faces cilíndricas ou esféricas de um encaixe. Para definir um mancal entre o eixo e o chão. A vista explodida mostra a face cilíndrica do eixo conectada a uma face esférica do encaixe. Crie no eixo as faces divididas que representam as áreas de contato antes de definir um conector de mancal.

181 . Observe que a carga aplicada tem um componente vertical. Como resultado. A detecção de interferência só está disponível quando você define um contato unido com malha compatível. Se forem detectadas interferências. • O uso da memória pelo gerador de malha foi melhorado. a geração da malha é interrompida e você pode acessar o PropertyManager de Detecção de interferência para ver as peças interferentes. Versão Número de loops executados com êxito 5 4* Graus de liberdade (x 10 ) 6 Tempo do solver (em segundos) Atual Anterior 2. A tabela mostra uma comparação do gerenciamento de memória para uma análise h-adaptativa entre as versões atual e anterior do software executado em um computador com o sistema operacional Windows XP 32 bits e 3 gigabytes (GB) de memória física.855 433 288** * O gerador de malha interrompe a execução devido a memória insuficiente. a carga é transferida somente para o lado direito da casca. Certifique-se resolver todas as interferências antes de gerar a malha novamente. Malha Melhoramentos de malha • O gerador de malhas com base em curvatura tem suporte para malhas compatíveis entre faces sólidas em contato.963 1. • O gerador de malhas com base em curvatura agora pode gerar malhas para modelos com recursos pequenos para os quais a geração de malha anteriormente falhava. agora você pode gerar malhas maiores com tamanhos de elemento menores do que nas versões anteriores.Simulation No caso abaixo. • A malha no limite comum entre cascas e vigas que atua como enrijecedor agora é compatível. • Ele pode verificar se há interferência entre os corpos antes de gerar a malha.

• Você pode usar a ferramenta de detecção automática para localizar conjuntos de contato das faces que estão ou não em contato considerando uma folga definida. Você pode selecionar componentes. Pode agrupar as faces com propriedades comuns em subpastas separadas na árvore de estudo. Os corpos originais são excluídos da análise. Clique com o botão direito em Conexões e selecione Conjunto de contato. Melhoramentos dos conjuntos de contato • Você pode selecionar conjuntos de contato (manual ou automaticamente) e definir completamente seus tipos. você pode poupar tempo de análise definindo-os como cascas. As cascas são adequadas para corpos sólidos finos. Quando uma montagem possui muitos corpos sólidos finos. Você pode: • Gerar a malha de corpos sólidos finos como cascas. pois eles são elementos bidimensionais. • Crie múltiplas definições de casca para uma superfície ou corpo de chapa metálica. em uma única interface de usuário. As modificações tornam mais intuitiva a configuração adequada das condições de contato para seus modelos e asseguram que as forças são transferidas corretamente entre componentes e corpos. Você pode atribuir diferentes espessuras de casca e propriedades de material a faces que pertencem ao mesmo corpo. chapas metálicas e corpos de superfície para definí-los como cascas. como Sem penetração ou Unido. Clique com o botão direito em um sólido. defina a opção para seleção manual ou automática. Definição de casca pela seleção de faces Você pode selecionar as faces de sólidos. Em Contato. corpos ou montagens de nível superior para permitir que o 182 .Simulation ** Tempo mostrado para 4 loops. A figura mostra três diferentes definições de casca criadas com um único corpo de superfície. Contato O fluxo de trabalho de contatos foi modificado. superfície ou corpo de chapa metálica na árvore de estudos do Simulation e selecione Definir casca pela seleção de faces.

Por padrão. corpos e montagens de nível superior selecionados. Para aplicar Sem contato a componentes ou a uma montagem de nível superior. Resolva os conflitos de contato antes de executar a simulação. Os novos conjuntos de contato substituem os definidos anteriormente. você precisa ter definido previamente um tipo de contato. Selecione Localizar conjuntos de contato automaticamente para ativar essa opção. Use definições de conjunto de contato para aplicar o contato Sem penetração entre corpos selecionados. os corpos não penetram a si mesmos quando a deformação durante a simulação é suficiente para provocar a auto-interseção. • Na árvore de estudos do Simulation. Os recursos Contato de componente são: • Para o contato Sem penetração. seja qual for sua condição de contato inicial. • Para aplicar um comportamento global de contato. Clique com o botão direito em Conexões e selecione Contato de componente. A opção de contato de componente Sem penetração não está disponível para estudos não lineares. selecione o comportamento desejado para o contato. selecione toda a montagem e configure Tipo de contato como Unidas (sem folga). os componentes ou corpos que você seleciona no PropertyManager de Contato de componente não penetram uns nos outros durante a simulação. Contato para estudos não lineares (Premium) Os melhoramentos incluem: 183 . • A opção Sem contato substitui os contatos de componentes existentes. Contato de componentes A ferramenta Contato de componente define os tipos de contato para os componentes. os ícones de erro conjuntos de contato conflitantes. Em Tipo de contato.Simulation programa localize automaticamente os conjuntos de contato entre os componentes selecionados. • Use a nova opção Localizar contatos com o resto da montagem para selecionar um único componente ou corpo e deixar o programa encontrar os conjuntos de contato para as faces em contato dos componentes vizinhos. indicam as definições de Posicione o cursor sobre um conjunto de contato conflitante para ver a mensagem de erro.

selecione flutuante ou geral. • Você não precisa exibir uma plotagem para modificar os PropertyManagers de Editar definição. • Você pode aplicar o contato Sem penetração a ambos os lados das cascas. Visualização de resultados Tratamento de arquivos de resultados muito grandes (Premium) O tempo para carregar e exibir as plotagens de resultados dos estudos dinâmicos lineares ou não lineares pela primeira vez foi reduzido consideravelmente. As unidades são am. e pés. • Pode também arrastar definições de contato de estudos estáticos para não lineares. cm. em Posição/Formato.). Certifique-se de que essas definições de contato estão disponíveis em ambos os tipos de estudo. Opções de diagrama e Configurações. m. mm. • As plotagens com valores flutuantes ou gerais de Formato de número agora aceitam a vírgula separadora de milhar (. em Formato de número.Simulation • As opções de contato de argamassa Sem penetração e Unido agora estão disponíveis para estudos não lineares. mícron. No PropertyManager de Opções de diagrama. Melhoramentos na plotagem • Você pode usar unidades ksi em plotagens de tensão. • As unidades disponíveis para plotagens de deslocamento coincidem com as unidades fornecidas no aplicativo SolidWorks. e vice-versa. 184 .). nm. e selecione Usar separador 1000 (. As definições de contato de argamassa fornecem resultados contínuos e mais exatos de tensões nas regiões das superfícies em contato com malhas incompatíveis. mícron. pol. mil.

Os resultados de tensão. A figura mostra a plotagem de tensão de um mecanismo articulado de quatro barras em uma etapa de tempo durante a simulação de movimento. Plotagem de tensão durante etapas de tempo em movimentos Você pode calcular a tensão. clique em Exibir tensão e selecione suas opções na lista. Pode também calcular os resultados de elementos finitos na etapa de tempo especificada ou em todo o intervalo de tempo. 185 . deslocamento e fator de segurança nas etapas ou intervalos de tempo selecionados são exibidos nas peças durante a simulação do movimento. Nos estudos de Análise de Movimento. depois de configurar e analisar os elementos finitos. o fator de segurança e os resultados da deformação em peças selecionadas quando executa um estudo de análise de movimento.Simulation • Você agora pode controlar a largura de plotagens de vigas para melhor visibilidade.

Ajustar a tolerãncia dinamicamente atualiza as visualizações da spline. Este parâmetro pode ser exibido e usado para alterar diretamente o padrão. Os filetes não são criados até você clicar em OK no PropertyManager. • Você pode especificar múltiplos filetes em uma única operação de esboço de filete. seleção de entidade antes e depois de iniciar a ferramenta. você pode arrastar os filetes para ajustar o raio. Número de instâncias configurável em padrões de entidade de esboço Agora você pode usar o parâmetro Número de instâncias de padrões de entidades de esboço para criar configurações (por exemplo. Ferramenta Ajustar spline A ferramenta Ajustar spline agora permite visualizar a spline e seus pontos de inflexão. 186 . em tabelas de projeto). estendendo as entidades na visualização se necessário para mostrar filetes possíveis para a entidade selecionada.22 Criação de esboços Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • • • • • Ferramenta Filete de esboço Ferramenta Ajustar spline Número de instâncias configurável em padrões de entidade de esboço Vincular textos de esboço a propriedades de arquivo Ferramenta de esboço Converter entidades Curvas acionadas por equação Dimensões em esboços 3D Desempenho de grandes esboços Ferramenta Filete de esboço A ferramenta Filete de esboço contém numerosos melhoramentos que incluem modo de visualização. • Você pode definir o raio do filete no PropertyManager antes ou depois de selecionar as entidades. você pode usar um controle deslizante horizontal para ajustar o valor da Tolerância. • Durante a visualização. curvatura máxima e pente de curvatura. • A visualização de filete mostra interseções virtuais entre entidades. No PropertyManager de Ajustar spline. e um PropertyManager aprimorado.

clique em Vincular à propriedade selecione a propriedade na caixa de diálogo Vincular à propriedade. você pode clicar em Propriedades do arquivo na caixa de diálogo Vincular à propriedade para especificar valores para as propriedades de arquivo existentes. que são transformados em um loop e depois convertidos em entidades de esboço. Copiar e Colar também é mais rápido. Dimensões em esboços 3D Você agora pode usar o Dimensionamento inteligente para criar dimensões ponto a ponto e ao longo de X/Y/Z em esboços 3D e configurar essas dimensões. Ferramenta de esboço Converter entidades A ferramenta de esboço Converter entidades foi aprimorada para se tornar mais consistente com as outras ferramentas de esboço. No PropertyManager de Texto do esboço. • Existe agora um PropertyManager de Converter entidades. • Você pode selecionar uma face e várias arestas nos limites internos da face. você pode especificar Selecionar cadeia. que permite converter entidades de esboço contíguas. ou criar propriedades e valores personalizados e específicos da configuração. usando as propriedades para exibir valores de texto no esboço e criar configurações em tabelas de projeto. Se as propriedades do arquivo ou seus valores ainda não tiverem sido especificados. • É possível selecionar múltiplas entidades para conversão. Você pode selecionar as entidades após abrir o PropertyManager. Título e Assunto. Também é possível agora arrastar curvas acionadas por equação. Curvas acionadas por equação Você agora pode criar curvas acionadas por equações paramétricas (além das explícitas) em esboços 2D e 3D. Desempenho de grandes esboços Selecionar um grande número de entidades de esboço para criar blocos é agora muito mais rápido. • Você não precisa mais pré-selecionar os tipos corretos de entidade antes de começar.Criação de esboços Vincular textos de esboço a propriedades de arquivo Você pode vincular textos de esboço a propriedades de arquivo. 187 . a referência aparece em Texto no PropertyManager de Texto do esboço . • No PropertyManager. como Autor. e Depois que você vincular o texto do esboço à propriedade.

siga um destes procedimentos: • SustainabilityXpress (barra de ferramentas Ferramentas ou guia Avaliar do CommandManager) • Ferramentas > SustainabilityXpress O aplicativo é aberto no Painel de Tarefas. Trabalha com peças (somente corpos sólidos) e montagens. Disponível como um produto individual. Outras funcionalidades incluem o suporte para configuração. Os resultados são exibidos no Painel de Impacto Ambiental. Painel e relatórios de impacto ambiental O SolidWorks Sustainability fornece informações atualizadas em tempo real sobre os fatores de impacto ambiental. Você pode comparar os resultados de diferentes projetos para assegurar uma solução sustentável para o produto e o meio-ambiente.23 SolidWorks Sustainability Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • Visão geral do SolidWorks Sustainability Geração de projetos para o Sustainability Visão geral do SolidWorks Sustainability O SolidWorks Sustainability avalia o impacto ambiental de um projeto por todo o ciclo de vida do produto. 188 . que é atualizado dinâmicamente. Para começar a trabalhar com o SustainabilityXpress. Dois produtos estão disponíveis: SolidWorks SustainabilityXpress SolidWorks Sustainability Trabalha com documentos de peças (somente corpos sólidos) e é incluído no software central. geração de relatórios expandida e opções ampliadas de impacto ambiental.

Você especifica vários parâmetros que o SolidWorks Sustainability usa para executar uma avaliação completa de todas as etapas do projeto. você pode ver como as decisões sobre materiais. O LCA inclui: • • • • • • • Extração de minérios Processamento do material Manufatura das peças Montagem Utilização do produto pelo consumidor final Fim da vida útil (EOL) – Depósito de lixo. Avaliação do Ciclo de Vida Integrando a Avaliação do Ciclo de Vida (LCA) no processo de desenvolvimento do projeto. manufatura e locais (onde as peças são fabricadas e onde são usadas) influencia o impacto ambiental do projeto. 189 . reciclagem ou incineração Todo o transporte que ocorre entre e durante cada uma dessas etapas.SolidWorks Sustainability Você pode gerar relatórios personalizados para compartilhar os resultados.

manufatura e locais que você fornece. resultando na abundância de algas e na eventual morte morte de toda a vida marinha em certas regiões costeiras. que percorrem rios e águas costeiras. que são liberadas na atmosfera. A poluição do ar devida principalmente à queima de combustíveis fósseis. que são mensurados e totalizados. a trava que prende a unidade de disco rígido dentro do computador. Eutrofização da água Contaminação por fertilizantes. O SolidWorks Sustainability então distila os resultados em fatores de impacto ambiental. eventualmente resultando em chuva ácida. resultado no aquecimento global.SolidWorks Sustainability Fatores do Impacto ambiental O SolidWorks Sustainability avalia todas as etapas do ciclo de vida com base nas informações de materiais. 190 . Energia consumida Acidificação do ar Todas as formas de energia consumidas durante todo o ciclo de vida do produto. Emissões de carbono As emissões de dióxido de carbono e equivalentes. como o monóxido de carbono e o metano. Geração de projetos para o Sustainability Este exemplo demonstra o uso do SustainabilityXpress para executar a análise do impacto ambiental de uma peça. Você analisa uma peça comum em computadores.

1.SolidWorks Sustainability O Sustainability avalia as seguintes áreas do impacto ambiental da peça: Pegada de carbono Uma medida das emissões de dióxido de carbono e equivalentes. 2. Consumo de energia Todas as formas de energia não renovável consumidas durante todo o ciclo de vida do produto. Eutrofização da água Contaminação dos ecossistemas aquáticos por águas residuais e de fertilizantes. Abra diretório_de_instalação\Samples\WhatsNew\Sustainability\Drive Sled. que eventualmente levam à ocorrência de chuvas ácidas. que são liberadas na atmosfera principalmente pela queima de combustíveis fósseis. Siga um destes procedimentos: 191 . como dióxido de enxofre e óxidos nitrosos. resultando na abundância de algas e na eventual morte da flora e fauna aquática.. O software mede o impacto ambiental com base nos seguintes parâmetros: • • • • Material usado Processo de manufatura e região onde ele ocorre Transporte e região onde ocorre o uso da peça Fim da vida útil da peça Siga as seguintes etapas para analisar a peça: Selecionar um material Comece ativando o aplicativo e selecionando um material. Acidificação do ar Emissões ácidas.sldprt. como monóxido de carbono e o metano.

192 . Não há dados disponíveis para todas as regiões. 3. selecione Plásticos. O software mostra o peso da peça. 2. selecione PC Alta Viscosidade . selecione Moldado por injeção. selecione América do Norte na mapa. O painel Impacto ambiental na base do Painel de Tarefas fornece informações em tempo real sobre o impacto ambiental do seu projeto. Em todos os mapas do Sustainability. Para Região. Em Manufatura. para Região de uso. Configuração das opções de manufatura e uso Selecione o processo de manufatura e as regiões onde a peça será fabricada e usada. selecione América do Norte. Em Material: a) Em Classe. 3.SolidWorks Sustainability • Clique em SustainabilityXpress (barra de ferramentas Ferramentas ou guia Avaliar do CommandManager) • Clique em Ferramentas > SustainabilityXpress O aplicativo é aberto no Painel de Tarefas. o Japão tem uma região própria. para Processo. As regiões que contêm dados são realçadas quando o cursor é posicionado sobre elas. b) Em Nome. 1. Em Transporte e Uso.

Você pode modificar o Processo de manufatura usando o menu próximo ao gráfico de torta. marque a caixa de seleção próxima aos materiais a inserir . 6. Clique em Definir linha de base na base do Painel de Tarefas. então tente minimizar o impacto ambiental usando o painel Impacto ambiental. É aberta uma lista de materiais semelhantes. 193 . Na coluna Materiais. na lista e clique em Exibir somente os selecionados 5. é uma opção melhor para o ambiente do que o material original. Selecione materiais nesta lista para comparar ao material original. Em seguida. tente encontrar um material semelhante que seja uma opção melhor para o meio ambiente. As barras e o gráfico de torta são atualizados. abaixo de Material. próximo à lista na caixa de diálogo. Clique em Aceitar. Acrílico (impacto médio-alto).SolidWorks Sustainability Comparar materiais semelhantes Defina um material para servir como linha de base com o qual comparar outros materiais. Para filtrar a lista. A cor e o comprimento mais curto da barra verde indicam que o material selecionado. A caixa de diálogo é fechada. PC Alta Viscosidade. No painel Impacto ambiental da caixa de diálogo. apresenta imediatamente informações sobre a sua seleção. Os diagramas de torta no painel Impacto ambiental são atualizados. 2. As indicações visuais mostram que este material é uma opção ainda melhor que Acrílico (impacto médio-alto). clique em Localizar semelhante. PC Alta Viscosidade. A barra Linha de base de cada tipo de impacto ambiental é ajustada para mostrar os valores do material selecionado. Clique em Localizar semelhante. 3. Em Material. na base da caixa de diálogo. selecione Acrílico (impacto médio-alto). Agora. No Painel de Tarefas. Você decide aceitar este material. Os gráficos de torta são atualizados. uma barra verde para Selecionados aparece acima da barra preta para Original em todas as áreas de impacto. selecione Náilon 101 na lista para ver sua comparação com o material original. 1. 7. Defina esses valores: Propriedade Densidade Resistência à tração Condição ~ (aproximadamente) > (maior que) 4. Plásticos Náilon 101 é o material atual. A caixa de diálogo mostra o material atual com valores para vários parâmetros. O painel Impacto ambiental.

Náilon 101 se torna o Material ativo na árvore de projeto do FeatureManager. Clique em e na base do Painel de Tarefas para percorrer as seções do relatório que apresentam o impacto ambiental do material selecionado em termos de carbono. Clique em Gerar relatório na base do Painel de Tarefas. 2. ar e água. 3. As cores do gráfico representam os parâmetros usados para medir o impacto ambiental. O tamanho das fatias representa a porcentagem do parâmetro no impacto ambiental total. em Material. Posicione o cursor sobre as fatias do gráfico de torta. 194 . incluindo comparações entre o material final e o material da linha de base. 2. O link no final de cada seção leva de volta ao site do SolidWorks Sustainability onde você pode encontrar mais informações sobre o produto. O relatório é aberto em um documento separado. energia. clique em Definir material.SolidWorks Sustainability Configurar o material Defina Plásticos Náilon 101 como o material do seu modelo e verifique os resultados no painel Impacto ambiental. Criar um relatório Você pode gerar um relatório com detalhes sobre o impacto ambiental do seu projeto. Folheie o documento para ver as informações detalhadas sobre cada tipo de impacto ambiental. 1. No Painel de Tarefas. 1. O modelo é atualizado na área de gráficos.

195 . Salve o modelo e clique em para fechar o Painel de Tarefas do Sustainability. O software salva os resultados com o modelo. 4.SolidWorks Sustainability 3. Salve o relatório.

Os resultados listam as colunas e linhas que faltam. • Localizar/Modificar/Suprimir recursos foram combinados em um painel de tarefas. • Agora é mais fácil repetir a comparação de resultados porque não é mais necessário alternar entre os painéis de entrada de dados e de resultados. desde que ele tenha sido instalado e você esteja executando o SolidWorks Professional ou o SolidWorks Premium. o suplemento é carregado dinamicamente. Quando você seleciona um comando associado. consulte Ajuda do SolidWorks: Exibir os resultados da comparação. • A interface do usuário é melhor redimensionada quando o painel de tarefas é redimensionado. Você pode também selecionar Lista de materiais em Itens a comparar em qualquer Painel de Tarefas Comparar. Para acessar este utilitário. Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • Utilitário de comparação de BOMs Utilitários de simplificação Melhorias de usabilidade Utilitário de comparação de BOMs O novo utilitário Comparar BOMs compara as tabelas de Listas de Materiais (BOM) de dois documentos de montagem ou desenho do SolidWorks. Para obter mais informações sobre o utilitário Comparar BOMs. 196 . Comparar recursos. • Todos os utilitários de comparação foram combinados em um painel de tarefas: Comparar documentos.24 SolidWorks Utilities Disponível no SolidWorks Professional e no SolidWorks Premium. clique em Ferramentas > Comparar > BOM. as colunas e linhas adicionais e las linhas que falharam. A interface do usuário também foi remodelada para melhorar a usabilidade. Utilitários de simplificação Quando você cancela a supressão de um recurso. a nova opção Cancelar supressão de recursos filhos permite cancelar a supressão de seus recursos filhos. Melhorias de usabilidade A interface do usuário do SolidWorks Utilities foi totalmente integrada às barras de ferramentas e menus do software SolidWorks. Comparar geometria e Comparar lista de materiais.

clique em um deles na barra de ferramentas Ferramentas ou no menu Ferramentas. 197 .SolidWorks Utilities • A disposição de janelas lado a lado foi melhorada quando os resultados são exibidos. • A aparência da lista Resultados está mais consistente com a árvore de projetos do FeatureManager do SolidWorks. Para acessar os utilitários.

Personalize seu hardware. clique em 2. Antes. No menu do SolidWorks. clique em Toolbox > Configurar. as propriedades personalizadas sempre eram exibidas no PropertyManager. independentemente do 198 . que podem ser obtidos por download do Conteúdo do SolidWorks no painel de tarefas da Biblioteca de Projetos. Além disso. Número de peça único por tamanho de componente Para componentes com propriedades de comprimento editáveis agora você pode especificar um único número de peça para um tamanho de componente. Na ferramenta de configuração do Toolbox. todos os tamanhos dos componentes estruturais do padrão australiano são publicados como perfis de soldagem. Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • Integração do Toolbox com o Enterprise PDM Padrão australiano Propriedades personalizadas do Toolbox Integração do Toolbox com o Enterprise PDM O Enterprise PDM agora pode gerenciar totalmente o SolidWorks Toolbox. Propriedades personalizadas do Toolbox O Toolbox oferece maior controle sobre as propriedades personalizadas. consulte Integração do Enterprise PDM e do Toolbox na página 101. Na ferramenta de configuração do Toolbox. Selecione seu hardware e selecione AS . No menu do SolidWorks. Visibilidade de propriedades personalizadas no PropertyManager Você agora pode controlar a exibição de propriedades personalizadas no PropertyManager do componente no SolidWorks. Em Propriedades personalizadas. clique em Adicionar nova propriedade personalizada ou selecione uma propriedade personalizada e clique em Modificar propriedade personalizada . marque ou desmarque Exibir no PropertyManager.25 Toolbox Disponível no SolidWorks Professional e no SolidWorks Premium. Padrão australiano O Toolbox agora inclui o padrão australiano. Na caixa de diálogo Definição de propriedade personalizada. clique em 1. clique em Toolbox > Configurar. Para obter detalhes.

era necessário especificar um número de peça para cada comprimento. por exemplo. abrindo o arquivo do Toolbox no SolidWorks. Na caixa de diálogo Definição de propriedade personalizada. No menu do SolidWorks. Selecione um componente com uma propriedade de comprimento editável. clique em Toolbox > Configurar. Na ferramenta de configuração do Toolbox. Em Propriedades personalizadas. onde você pode digitar os valores. Personalize seu hardware. clique em Adicionar nova propriedade personalizada . você só podia inserir valores através do PropertyManager do SolidWorks. Nas versões anteriores. No menu do SolidWorks. selecione a nova propriedade personalizada. Aplique essa propriedade personalizada a uma pasta ou a um componente individual. Marque ou desmarque Usar número de peça único por tamanho. As propriedades personalizadas aparecem na guia Personalizar da caixa de diálogo Informações de resumo. defina uma propriedade personalizada de Caixa de texto ou Lista. Propriedades específicas da configuração na tabela de configurações As propriedades de texto específicas da configuração agora são exibidas na tabela de configurações. Na caixa de diálogo Definição de propriedade personalizada. aço estrutural.Toolbox comprimento. Criação de propriedades personalizadas Você agora pode criar propriedades personalizadas que não são específicas da configuração no Toolbox. 199 . seja qual for o comprimento. A propriedade aparece como uma coluna na tabela de configuração. Você pode digitar os valores diretamente na tabela ou exportar a tabela para o Microsoft Excel. clique em Toolbox > Configurar. clique em Toolbox > Configurar. defina uma propriedade personalizada de Caixa de texto. Em Propriedades personalizadas. clique em 2. No menu do SolidWorks. Antes. Na ferramenta de configuração do Toolbox. Em Propriedades personalizadas. Antes. selecione Adicionar como propriedade específica da configuração e clique em OK. clique em Adicionar nova propriedade personalizada . clique em 2. Personalize seu hardware. clique em 2. Para ver as propriedades personalizadas no SolidWorks. desmarque Adicionar como propriedade específica da configuração e clique em OK. abra a peça e clique em Arquivo > Propriedades. Na ferramenta de configuração do Toolbox. As propriedades personalizadas são adicionadas quando uma nova configuração é criada (ou uma peça copiada é gerada). Personalize seu hardware. era necessário criar as propriedades personalizadas manualmente.

clique em Exibir > Curvas. 200 . Padrões de recursos de ressalto O DimXpert oferece suporte à aplicação de dimensionamento e tolerâncias de padrões de recursos de ressalto. Para mostrar o círculo de referência criado pelo DimXpert.26 Tolerâncias Este capítulo contém os seguintes tópicos: • DimXpert DimXpert Novo reconhecimento de recursos Os seguintes recursos são agora reconhecidos pelas ferramentas do DimXpert: Círculos de interseção Círculo de interseção é aquele que deriva da interseção entre um cone e um plano.

201 .Tolerâncias Padrões de recursos de cone Os padrões de cones têm suporte desde que o ângulo incluído seja o mesmo. Padrões de recursos de largura Use a ferramenta Recurso de padrão para reconhecer recursos de largura.

Tolerâncias Esquema de dimensão automática Esquemas de dimensão polar mais e menos Você pode usar o Esquema de dimensão automática para aplicar esquemas de dimensão polar mais e menos. Use o esquema de dimensão polar para aplicar padrões do DimXpert com recursos axiais para definir o círculo de um parafuso. Layout da dimensão Quando você usa o Esquema de dimensão automática aprimorado para considerar a direção do esboço. No PropertyManager de Esquema de dimensão automática. 202 . defina o Número mínimo de furos a ser reconhecido como padrão. . mas cada esboço foi extrudado ao longo de um eixo diferente: Eixo X Eixo Y Eixo Z Dimensões do local Você pode aplicar dimensões do local entre pares de eixos e linhas inclinadas (sem interceptação e não paralelas). o layout de dimensões foi O exemplo abaixo apresenta a mesma peça.

Tolerâncias Os tipos de recurso com suporte incluem cilindros. furos com rebaixo. furos escareados. cones. furos simples. ranhuras e linhas de interseção. 203 .

você só podia editar um Item da lista de corte de cada vez. Na caixa de diálogo Propriedades da vista de desenho. • Modifique um Valor/expressão em texto e o Valor calculado será atualizado. Nas versões anteriores. em Balões. editar e exibir todas as propriedades de Item da lista de corte: Resumo de Lista de Gerencia uma lista de corte. mesmo se a exibição fizer referência a uma configuração diferente da lista de corte. ele será indicado como <não especificado>. você pode selecionar qualquer tabela de lista de corte associada ao modelo. Exibe uma visualização de como a lista de corte aparecerá em um desenho. 204 . clique com o botão direito na lista de corte e selecione Propriedades. permitindo que você acesse corte qualquer pasta de Itens de lista de corte.27 Soldagens Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • • • Itens de lista de corte Vistas de desenho de soldagens Materiais em listas de corte Gerador de Guias de Propriedades Itens de lista de corte A caixa de diálogo Propriedades de lista de corte foi aprimorada para facilitar seu uso e aumentar a eficiência. Resumo de propriedades Exibe as propriedades exclusivas do item de lista de corte em uma peça de soldagem. • Esse diálogo contém três guias para administrar. Clique em cada propriedade para exibir seu valor em todos os itens na lista de corte. Se um item de lista de corte não tiver uma propriedade exclusiva atribuída. • Selecione um Item da lista de corte na caixa de diálogo e as entidades contidas na pasta serão realçadas na área de gráficos. Agora. você pode gerenciar todos os itens Itens de lista de corte em uma caixa de diálogo. Tabela de Lista de corte Para abrir a caixa de diálogo Propriedades de lista de corte. Consulte Ajuda do SolidWorks: Propriedades da vista do desenho. Vistas de desenho de soldagens Você pode vincular uma vista de desenho a uma tabela de lista de corte para controlar a informação exibida em balões.

Se dois corpos forem geometricamente idênticos mas tiverem diferentes materiais. Quando você cria uma peça de soldagem. a lista de corte é atualizada automaticamente colocando o corpo na pasta apropriada. Quando você aplica material a um corpo. Gerador de Guias de Propriedades O Gerador de Guias de Propriedades pode ser usado para criar guias de propriedades personalizadas para itens de lista de corte de soldagem. eles são colocados em pastas separadas na lista de corte. Consulte Ajuda do SolidWorks: Listas de corte de soldagem. a lista de corte inclui Material como uma propriedade que vincula o material aplicado ao corpo. 205 .Soldagens Materiais em listas de corte As listas de corte de soldagem reconhecem os materiais ao determinar se os corpos são idênticos.

Considere usar desta opção para vaults grandes.com/whdc/system/platform/server/PAE/PAEmem.mspx 206 . selecione Componentes virtuais. Também é possível exibir os componentes virtuais na guia Local de uso. Clique em Opções (barra de ferramentas SolidWorks Explorer). No SolidWorks Explorer. Na caixa de diálogo Renomear documentos ou Substituir documentos. selecione um documento e clique em Renomear do SolidWorks ou em Substituir do SolidWorks na minibarra de ferramentas. Na guia Referências/Local de uso. na guia File Explorer no painel esquerdo. Este capítulo contém os seguintes tópicos: • • Suporte para componentes virtuais no SolidWorks Explorer Suporte para a opção /3GB Suporte para componentes virtuais no SolidWorks Explorer As caixas de diálogo Renomear documento e Substituir documento do SolidWorks Explorer podem exibir componentes virtuais e atualizar seus caminhos de referência.28 Workgroup PDM Disponível no SolidWorks Professional e no SolidWorks Premium. Para obter detalhes sobre a chave /3GB. Como a inclusão de componentes virtuais prejudica o desempenho. Não é possível gerenciar componentes virtuais em um vault do Workgroup PDM. selecione Incluir componentes virtuais. Suporte para a opção /3GB O Workgroup PDM agora tem suporte para a chave /3GB do Microsoft Windows. visite o site da Microsoft: http://www. você pode optar por incluí-los durante as operações de renomear e substituir documentos. A operação de check-in fica desativada para componentes virtuais. Consulte Ajuda do SolidWorks Workgroup PDM: Renomear ou substituir documento e Ajuda do SolidWorks Workgroup PDM: Local de uso.microsoft. em Procurar.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful