P. 1
amostragem

amostragem

|Views: 169|Likes:
Published by Lú Santos

More info:

Published by: Lú Santos on Apr 03, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/04/2013

pdf

text

original

1. O QUE É AMOSTRAGEM ?

É uma técnica e/ou conjunto de té

AMOSTRAGEM
CAROLINA PROCÓPIO DE MOURA PROCÓ GUSTAVO ADOLFO MAIA P. L. LIMA JOSEVALDO DO AMARAL DE SOUSA Prof. Rodrigo Leone

procedimentos necessários para necessá descrever e selecionar as amostras, de maneira aleatória ou não, e quando bem aleató utilizada é um fator responsável pela responsá determinação da representatividade da determinaç amostra.

1. O QUE É AMOSTRAGEM ?
TÉCNICA; CONJUNTO DE PROCEDIMENTOS; PROCESSO DE SELEÇÃO DE SELEÇ AMOSTRAS; PROBABILIDADE DE QUALQUER ELEMENTO DA POPULAÇÃO SE POPULAÇ INCLUÍDA NA AMOSTRA; INCLUÍ INCLUSÃO DE APENAS ALGUNS ELEMENTOS NA AMOSTRA; FATOR DETERMINANTE DA REPRESENTATIVIDADE DA AMOSTRA

2. QUALIDADES DE UMA BOA AMOSTRA:
PRECISÃO: Refere-se à exatidão dos resultados Referede medições obtidos nas amostras em relação mediç relaç aos resultados que seriam obtidos se toda população fosse medida; populaç EFICIÊNCIA: Refere-se à medida de comparação Referecomparaç entre projetos amostrais, quando os resultados são mais confiáveis que os outros, resultados de confiá maior precisão, e com custos mais reduzidos;

1

3. 2 . PRECISÃO E EXATIDÃO DA PESQUISA: PRECISA E EXATA IMPRECISA E EXATA CORREÇÃO: Refere-se ao grau de ausência de CORREÇ Referevieses (amostras incorreta) não amostrais na amostra. PRECISA E INEXATA IMPRECISA E INEXATA 3. Avaliação da qualidade das Avaliaç estimativas. Uma amostra é dita como correta se as medidas super e subestimadas forem compensadas entre os membros da amostra. Definiç Acesso a base da dados. Planejamento e seleção da amostra. ETAPAS DA PESQUISA POR AMOSTRAGEM : 4. seleç Estimativa das quantidades de interesse. TIPOS DE AMOSTRAGEM: PROBABILÍSTICA E PROBABILÍ NÃO PROBABILÍSTICA PROBABILÍ Definição e objetivos da pesquisa.

TIPOS DE AMOSTRAGEM: PROBABILÍSTICA: PROBABILÍ Aleatória Simples.A amostra é definida proporcionalmente ao tamanho de cada estrato de população.Os elementos da amostra são escolhidos aleatoriamente. populaç . Aleató Aleatória Estratificada.Seleciona amostras aleatórias simples de cada aleató estrato. . Aleató Aleatória por Conglomerado.Combina o resultado de cada estrato para estimar parâmetros da população. . Aleató Sistemática Sistemá - AMOSTRAGEM PROBABILÍSTICA PROBABILÍ ALEATÓRIA SIMPLES: ALEATÓ AMOSTRAGEM PROBABILÍSTICA PROBABILÍ ESTRATIFICADA: . . ou atravé de sistemas de qualquer outra forma aleatória aleató . incluí 4. populaç 3 .A amostra é escolhida através de sorteio.AMOSTRAGEM PROBABILÍSTICA: PROBABILÍ Todos os elementos da população tem populaç probabilidade conhecida diferente de zero. podendo ser incluído na amostra.Subdivide a população em subgrupos populaç (estratos).

F 7º ANO – E. 4. uma fila).F 5º ANO – E.Número de alunos por série: sé SÉRIES E.F TOTAL POPULAÇÃO AMOSTRA POPULAÇ AMOSTRAGEM PROBABILÍSTICA PROBABILÍ POR CONGLOMERADO: .Cada elemento pode ser identificado pela sua posição (uma lista. sendo estes populaç localizaç pró homogêneos ou não. escolhidos aleatoriamente. 4 .É selecionado alguns aglomerados para formar a amostra desejada. 674 alunos 843 alunos 1.Subdivide a população em grupos (miniatura de populaç população) de localização próxima.F 9º ANO – E. x .004 alunos 50 alunos DADOS FICTÍCIOS FICTÍ Parte de um bairro dividido em quarteirões: x AMOSTRAGEM PROBABILÍSTICA PROBABILÍ SISTEMÁTICA: SISTEMÁ .Os elementos da amostra são escolhidos x segundo um fator de repetição (intervalo repetiç fixo). posiç Os quarteirões foram selecionados como amostra.F 8º ANO – E.F 6º ANO – E.068 alunos 766 alunos 653 alunos 8 alunos 11 alunos 14 alunos 10 alunos 7 alunos .

Número de alunos por série: sé SÉRIES E.F 6º ANO – E. TIPOS DE AMOSTRAGEM: NÃO-PROBABILÍSTICA NÃO.006 alunos 50 alunos DADOS FICTÍCIOS FICTÍ 5 .PROBABILÍ Por Conveniência ou Acidental.F 5º ANO – E. Intencional ou Por Julgamento. não. qualquer pode fazer parte da amostra.F 9º ANO – E. e o primeiro é escolhido através de sorteio entre os 32 atravé primeiros da fila. Nenhum elemento Os elementos da população serão populaç escolhidos de 32 em 32.Fila da perícia médica do INSS: perí mé População (N) Populaç Amostra (n) Fator de repetição (N/n) repetiç AMOSTRAGEM NÃO-PROBABILÍSTICA: NÃO.F 8º ANO – E.aleató existindo um 2.F TOTAL POPULAÇÃO AMOSTRA POPULAÇ 4.F 7º ANO – E.068 alunos 766 alunos 654 alunos 10 alunos 10 alunos 10 alunos 10 alunos 10 alunos - 4.PROBABILÍ A escolha dos elementos da amostra é feita de forma não-aleatória.400/75 = 32 DADOS FICTÍCIOS FICTÍ procedimento de seleção dos elementos da seleç população segundo critérios estabelecido populaç crité pelo pesquisador. Por Cotas ou Proporcional. e Por Tráfego Trá 675 alunos 843 alunos 1.400 elementos 75 elementos 2.

AMOSTRAGEM NÃO PROBABILÍSTICA PROBABILÍ INTENCIONAL OU POR JULGAMENTO: . na população onde o especí populaç pesquisador está interessado. está Verificar as razões da compra/não compra de uma determinada marca de produto.A amostra pesquisada muitas vezes está está disponível no local e no momento onde a disponí pesquisa estava sendo realizada. .AMOSTRAGEM NÃO PROBABILÍSTICA PROBABILÍ POR CONVENIÊNCIA OU ACIDENTAL: . escolher dois grupos de elementos a serem pesquisados: os usuários e os não usuá usuários do produto.Os elementos são selecionados conforme conveniência do pesquisador. Durante um programa de televisão a vivo. ou seja. colocar linhas telefônicas acopladas a computares para registrar opiniões de telespectadores a favor ou contra alguma questão formulada. usuá 6 .Os elementos da amostra são julgados como adequados baseado em escolhas de casos específicos.

grandes lojas de comé departamentos. como em trá ruas de comércio. AMOSTRAGEM NÃO PROBABILÍSTICA PROBABILÍ QUESTÃO 1: POR TRÁFEGO: TRÁ .A amostra é entrevistada ou observada em lugares de tráfego mais intenso. populaç .O pesquisador procura obter uma amostra que seja similar apenas em alguns aspectos à população. eventos esportivos.AMOSTRAGEM NÃO PROBABILÍSTICA PROBABILÍ POR COTAS OU PROPORCIONAL: Selecionar: Homens e mulheres.Há necessidade de conhecer características caracterí específicas da população para determinar a especí populaç amostra. Por que a amostragem é importante na aplicabilidade do Estudo? 7 . e Com idades entre 19 a 30 anos . etc.

.Sim.Resultados menos prospectíveis ao erro. a definição desde sua tipologia ao modelos definiç vai estar diretamente vincula a qualidade que é desejada na amostra.. . populaç .Desenvolvimento de um trabalho mais cuidadoso e minucioso. . 8 .Economia de tempo e de capital. QUESTÃO 2: Existe probabilidade do erro amostral trazido pelo processo de amostragem ? .Possibilidade de limitação no número de limitaç nú variáveis do estudo.Facilita a aplicabilidade dos resultados. pois se não for utilizado o tipo e modelo de amostragem correto. variá .Redução de números de elementos de Reduç nú grandes populações. detalhados e precisos). prospectí .Obtenção de melhores resultados (mais Obtenç exatos.

Amostra).anhembi. S. Pesquisa de Marketing: Metodologia. 2005. São Estatí administração.br/testes/lolu/metodologia http://www. J. 2002. Projeto de pesquisa (parte V .A. F. São Paulo: AAC.http://www. São Paulo: AAC. planejamento.BIBLIOGRAFIA CONSULTADA: . CASTRO. Projeto de pesquisa (parte Vlll – método estatístico / tamanho da amostra).L. . A. São Paulo: Atlas.MATTAR.CARVALHO. 2001.br/testes/lolu/metodologia pesquisa/lu 10/lo2/index. Paulo: Atlas. Estatística aplicada a administração. 2001. . E.A.SMAILES.M. estatí amostra)..htm 10/lo2/index.Amostra). A.LAVADO. .anhembi. CASTRO.htm 9 .N. . planejamento.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->