Membranas celulares e a membrana plasmática (revisão

)
Introdução A membrana plasmática é uma estrutura delgada e hidrofóbica que circunda e delimita a célula

1999) .Algumas funções da membrana plasmática Formação de gradiente eletroquímico: -síntese de ATP -sinais elétricos Reconhecimento entre células processamento de informação (estímulos e sinais externos) Capacidade de movimento e expansão controle da entrada e saída de moléculas e íons na célula (Alberts et al..

espessura: 6 a 10 nm ∴ não é visível ao microscópio ótico .

Composição: Lipídios e proteínas (glicoproteínas) 50% na base de massa Funções dos componentes: Lipídios: barreira impermeável a substâncias hidrofílicas Proteínas: restante das funções .30 % das proteínas codificadas pelo genoma são proteínas de membrana .

Alguns fosfolipídos principais (ca. de 50 % dos fosfolipídios) .

Esteróis .

A maioria dos lipídios formam bicamada lipídica espontaneamente (mas não necessariamente) grupo polar hidrofílico micela de lipídios Cauda hidrofóbica bicamada lipídica .

formato do lipídio Agrupamento dos lipídios micela O formato do(s) lipídio(s). determina em grande parte. o tipo de estrutura formada bicamada .

Bordas não podem ficar expostas à água Formação de vesículas (compartimento fechado contendo água) Pequenas rupturas na membrana são consertadas espontaneamente (Alberts et al.. 1999) .

Modelo de membrana: mosaico fluído .Singer e Nicolson (1972) .

A membrana é um fluido bi-dimensional .

O estado físico (fase) da bicamada lipídica depende da temperatura Gel transição de fase Líquido .

A fluidez precisa ser regulada Fatores que afetam a fluidez da membrana temperatura composição comprimento da cadeia de ácidos graxos saturação da cadeia interações iônicas entre as cabeças polares .

Proteinas de membranas Algumas funções das proteínas da membrana plasmática (Alberts et al. 1999) ..

Associação de proteínas à bicamada lipídica (Alberts et al.. 1999) .

Proteínas integrais Proteínas periféricas São solúveis em água e podem ser dissociadas por tratamentos brandos (sal ou ácido) Se ligam a proteínas integrais ou lipídios por interações não covalentes (pontes de sal. pontes de hidrogênio. interações eletrostáticas) .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful