P. 1
Eng Eletrico Instr_Tecnicas_automacao_CLP _UNICAMP

Eng Eletrico Instr_Tecnicas_automacao_CLP _UNICAMP

|Views: 9,868|Likes:
Published by lfrn2004

More info:

Published by: lfrn2004 on Apr 05, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/21/2013

pdf

text

original

São sensores digitais comumente utilizados para fornecer a realimentação de posição em

atuadores. O encoder é um transdutor que converte um movimento angular ou linear em uma série

de pulsos digitais elétricos. Esses pulsos gerados podem ser usados para determinar velocidade,

aceleração, distância, rotação, posição ou direção. Seu funcionamento está baseado na

interrupção ou não de um sinal óptico, normalmente um feixe luminoso, conseguido comumente

através de um emissor e um sensor separados pôr um nônio e um disco de vidro, plástico ou

metais estriados que alternadamente permitem ou não a passagem de luz do emissor (LED) para o

receptor. Quando o disco sofre um deslocamento angular interrompe a passagem de luz, gerando

um pulso. Este pulso representa um certo ângulo mínimo, que define a resolução do sistema.

As principais aplicações dos encoders são: Fornecem posicionamento para o controle dos

eixos de Máquinas Ferramentas CNC; medidas em eixos de Robôs; controle de velocidade e

posicionamento de motores elétricos; posicionamento de antenas parabólicas, telescópios e

radares; mesas rotativas; e medição das grandezas acima mencionadas de forma direta ou

indireta.

Podermos dividir estes equipamentos em dois tipos:

· Encoders incrementais;

O encoder incremental fornece três sinais: A,B e Z. Os sinais do canal A e B são dois

pulsos quadrados defasados em 90º. A leitura de somente um canal fornece apenas a velocidade,

enquanto que a leitura dos dois canais fornece também o sentido do movimento. O outro sinal Z ou

zero dá a posição absoluta "zero" do encoder. Este sinal é um pulso quadrado em fase com o

canal A

Encoders absolutos.

109

O princípio de funcionamento de um encoder absoluto e de um encoder incremental é

bastante similar, isto é, ambos utilizam o princípio das janelas transparentes e opacas, com estas

interrompendo um feixe de luz e transformando pulsos luminosos em pulsos elétricos.

A posição do encoder incremental é dada por pulsos a partir do pulso zero, enquanto a

posição do encoder absoluto é determinada pela leitura de um código e este é único para cada

posição do seu curso; conseqüentemente os encoders absolutos não perdem a real posição no

caso de uma eventual queda da tensão de alimentação (até mesmo se deslocados). Quando voltar

a energia ao sistema, a posição é atualizada e disponibilizada para o mesmo (graças ao código

gravado no disco do encoder) e, com isso, não se precisa ir até a posição zero do encoder para

saber a sua localização como é o caso do incremental. Os encoders absolutos transformam sua

posição em um número binário dado por um arranjo de janelas. Este valor digital normalmente é

codificado (código Gray) de tal forma que a cada incremento apenas um bit da palavra digital é

alterada.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->