You are on page 1of 12

Tn32) A n t o n i o

:
Tn33) Antonia.
Bn22) Beneditd. T i n h a 0 apelido de "Ruy Barhoza".
~ ~ 2 3Sinharinha,
) faleceu Solteira.
~ ~ 2 4 Sinliazinha,
) faleceu solteira.
~ 1 3 ) F R A N C I S C O ALVES - Piofessor. Morava em S. Sebastiáo no logar denomi-
nado T e v e vario8 filhos, as quais morreram tuberculoses.
~ 3 ~ 2 5NeiWn,
) que apanhcu tuberculose a a transmitiu aos irmãos;
BnZ6)
N14) INJJALECIO
... ALVES DE ABREU - Negociante em S. Sebastiáo. C. c. Maria
orselli ( ~ ~ ~ f êi l h) a , de Corlos Orsclli e de Rita Orselli. Pais de:
~ ~ 2 7 Carlos
) ( C a r l i t o ) , n. e m S. Sebastiáo, a 25-4-1899; c. c. lznbci. Com 3
filhus.
~ ~ 2 8 Julita,
) ri. e m S. Sebastiáo, a 18-5-1900, c. c. José Paccitii, n. da Italia.
Pai3 de:
~ ~ 3 M 4 a) r i a d e Lourdes;
TnS5) 'José.
~ ~ 2 9 Casimira
)
~ ~ 3 M
dc. Abrcu (Santinho). c. c. Jncy. Pais de:
6 a)r n a Eugenia.
Andradas . a

~ ~ 3 0 Geny,) n. em S. Sebastiáo, a 22-7-19. .. - solteira;
. Maria, n. e m S. Sebastião, a 3-9-19.. . c. c. Joel dos Santos. Pais de:
Tn371 M a r i s a ;
T&j Daisy.
~ ~ 3 2 celco,
) n. e m S. Sebastiáo, a 15-2-1915, solteiro;
~ 3 ~ 3 3Jacy,
) n. e m S. Sebastiáo, a 7-9-19.. ;.
~ ~ 2 Juventina,
4 ) n. em S. Sebastião, a 29-1-1921.
~ 1 5 ).MARIA E L I S A . casada- . Foi o cel. )os6 Ribeiro de Andrada, português, casado c o m Ana' da
MARIA BARBOSA, oitavo descendente de Antonio Henrique Vaz de Or- Silva Borges, natural de Santos, o tronco dos Andradas, no Brasil.
nellas e segunda filha d o , casamento deste com Maria Angelica. Casou-se com
Horacio Garcia de Oliveira. 0 casal morava no logar denominado Castelha- O cel. José Ribeiro de Andrada era filho de Gaspar Ribeiro e de
nos, atraz da Ilha d e São Sebastião. Consta ter Horacio Gomes de Oliveira Felipa de Andrada Machado. naturais de Portugal; Ana da Silva Borges.
se contagiado de molestia incuravel, que teria transmitido a todos os seus fi- natural de Santos, era filha de Baltazar da Silva Borges, português, e de
lhos. O casal teve: Luiza dos Reis, natural de Santos. Filhos:
N15) Rodrigo Garcia de Oliveira;
N16) Pedro; 1 Bonifácio José de Andrada - cap. I.
N17) Lilia; 2 José Bonifácio de Andrada - cap. I1
N18) Benedito; 3 Tobias Ribeiro de Andrada - cap. 111
N19) Criatina;
N20l
-.-., Eduardo; 4 João Roriano Ribeiro de Andrada - cap. IV.
N21) Amelia. 5 Marianna Genoveva Ribeiro de Andrada - cap. V.
~ g )JOAO ANTONIO VAZ ORNELLAS, c. c. Florencia Garcia. irmã de Ro-
-- --, sue ainda vive e mora na Ilha de S. Sebastião, no logar denominado
rlripo. -

S. ~ e d i o . S. d.'
FIO) FLORENCIA, que s e casou duas vezes, setido a primeira com Francisco Gon-
çalves e a segunda com Pedro de tal, conhecido pelo apelido dç Pedro Pitar-
r,. Sem descendencia- 1 Bonifácio José de Andrada, coronel do regimento de dragões au-
xiliares da capitania de São Paulo. Ocupou vários cargos públicos na
REFERENCIAS A REVISTA: vila de Santos. . Fiscal da intendência das minas de Paranapanema, 1746;
almoxarife da fazenda real, 1759-1764;escrivão da junta d a real fazenda
Da Erma. S w a . D. C e t i m dc Canindé Jobinc, do Rio de Jaticiro : da cidade de São Paulo, 1768-1772. . .
" Dou em meu poder um magnifico exemplar " . . . " .paciente trabalho da
- .. Casado com Maria Bárbara da Silva, filha.de Gonçalo Fernandes.
Revista Genealogica Brasileira".
Souto, português,. e de Rosa de V i t e h o da Silva. Filhos r .': :;. . .
. ' . L . '
$

Dr. Arthicr de V a s ~ o ~ e l l o s :
"Apreciei o primeiro exemplar da Revista, o seu meticuloso cuidado na erga-
nisação, O seu amor á causa genealogica e a sua disposiqo de espirito, sdicitando
informes, encarecendo O assunto e propagando-o, com animo. As minhas felicita- '

ções com um sincero aperto de mão".
D o escriptor Snr. Benedito Pires de Almeida, de TictE:
"Agradeço a V . S. a remessa do primeiro numero da Revista Genealogica Rra-
siZeira, que está magnifica. Escolhida e numerosa colaboração, impressão muito "i-
tida e caprichada indicio seguro da prosperidade c do prestigio de que gozará o novo.
Instituto. Aceite o distinto amigo, comq maior incentivador deste sodalicio, meus
calorosos parabens ".
I
268 . -ANUARIO GENEALOGICO BRASILEIRO

2-1 Padre Patricio Manoel de Andrada, abastado proprietririo em
Santos. Faleceu em 1847.

2-2 Conselheiro José Bonifácio de Andrada e Silva (o Patriarca).
Nascido em Santos, a 13 de j u n h o de 1763. Fez seus estudos primários, se-
cundários e superiores em S a n t o s , São Paulo e universidade d e Coimbra,
respectivamente. Formou-se em direito e ciência naturais. Fez viagens cien-
tíficas pela Europa. Sócio da sociedade filomática e dos naturalistas, de
Paris; da Lineaiia. de Iena; da dos investigadores da natureza, de Berlilm;
da academia real, de Stokolmo, de Copenhaguen e de muitos outros ins-
titutos. Amigo de grande numero de sábios europeus.
Recusou em p%íses estrangeiros, como na Suécia, cargos de grande
reçpnsabilidade profissional.
Em Portugal, na universidade de Coimbra, foi incumbido de inau-
gurar e ocupar a cadeira de mineralogia. Foi intendente geral das minas.
Desembargador da relação do Porto. Encarregado da canalização do
Mondego. Comandou o .batalhão acadêmico contra os franceses de Na-
pieão. Serviu como intendente da p o k i a do Pòrto,
Volta ao Brasil em 1820 com 57 anos, aureolado pelo saber e ufano
de haver erguido bem alto, c o m o nenhum outro anteriormente, o nome
de sua pátria.
Mais que qualquer outro, pelejou pela autonomia de sua terra gran-.
geou merecidamente o titulo que a hitória lhe confirmou de Patriarca da
Independência. Ministro, deputado à constituinte. Tutor de Pedra 11
por deiCão do primeiro imperador. o nlesnm que, em 1823, o exilava com
seus irmãos e amigos. A proposito escrevera-lhe d. Pedro 'I a seguinte
carta: "Anzicus certus in r c incerfa cornitur. E' chegada a ocasião de
me dar mais uma prova de amizade, tomando conta da educação do meu a

muito amado e prezado filfho. seu inwrador. - E u delego em tão patrió-
tico cidadão a tutoria de meu filho, e espero que. educando-o naqueles
scntimetltos de honra e de patriotisnio COlt1 que ~levcmser cclucadoç todos
0 5 soberanos. para serem dignos c k reinar, êle venha um dia fazer a
fortuna do Brasil, de que retiro saudoso. - E u espero que me faca &te
oi~séquioacreditando que a não mo 'fazer, eu viverei sempre amedronta-
do. -. Seu amigo constante - Pedvo."
A política, liostil aos Andradas na regência, afastára José Bonifácio
da tutoria do imperador-menino. Ferido no que chama seus "paternais :
e illalienaveis direitos," escreveu novamente ao patriarca o ex-imperãdor.
Dessa carta h a um tópico que convém registar-se. "O partido dominante
que hoje tiraniza o Brasil, deseja acabrunhar o meu amigo, só porque é
9." PARTE:. COLLABORAÇAO ESPECIAL 271
. -
meu amigo, só porque wze ajudou 9aa luta da independência, em que ne-
nhum, dos que hoje atroam os c i o s e a terra, to~.izouparte ativa e muitos
COW-(I. .."
Falcceu a G d e abril de 1838 e está sepultado em Santos.' -.
Foi rasado com Narciza O'Leary de Andrada, natural da Irlanda.
Filhos :
3-1 Carlota de Andrada, c. c. Alexandre Antonio Vandelli.
3-2 Gabriela Francisca Ribeiro de Andrada, c. c. seu tio Cons. Martim Francisco
de Andrada. . ,
3-3 Narciza Cándida de Andrada, casada 2 vezes. A com seu primo Fran-
cisco Eugenio de Andrada; a 2." com .Antonio Augusto da cos@ Aguiar.

D. Carlota de Andrada c. c, Alexandre Antonio Vandelli; Filhos: '

4-1 José Bonifácio de Andrada Vandelli, c. c. Maria Leonor 'souto.' :Filhos: '. . . ,
5-1 José Bonifácio de Andrada Vandelli.
5.2 Carlota de Andrada Vieira Souto c. c. o i r . Luis R a f d Vieira Souto, professor
na E ~ c o l aPolitécnica do Rio de Janeiro. Filhos:
6-1 Carlos Vieira Souto.
6-2 Olga Vieira Souto c. c. o cap. Inácio Amaral.
6-3 Luis Rafael Vieira Souto. ., , .
6-4 Júlio Vieira Souto.
6-5 Paulo Vieira Souto.
, . .-. .
. /

6-6 Carlota Vicira Sonto. . . . f
5-3 Olimpia de Anrlrada Pimentel c. c. João Pimente!.
5-4 Josefina de Andrada Vandelli.
4-2 Narciza Emilia de Andrada Oliveira Coutinho c. c. Aureliano d e ' Sousa
Oliveira Coutinho, visconde de Sepetiba. Nacceu Aureliano na provincia do
Rio de Janeiro, em 21 de julho de 1800, filho do cel. Aureliano, celebre ,
engenheiro, que construiu a velha estrada da Estrêla: .Educado no seminário . ,

de São José, desenvolveu ai bem cedo os seus talentos. Matriculou-se de- , .
pois na academia militar, onde foi sempre premiado. Dom João VI
mandou-o para Coimbra, onde se formou. Foi Juiz de Fóra em São 'João .
del-Rei. Presidente da provincia de S ã o Paulo. Desernbargador da. relaqão
do Rio de Janeiro e intendente geral da policia. Ministro da Justiça da
regência em 1832. A nomeação, infelicissima que então fez do padre -An-
tonio Maria de Moura para, bispo do Rio de Janeiro, esteve a ponto de
implantar o cisma no Brasil. Obstou a esse cleploravel êrro po1ítico.a visáo
patriotica do notavel estadista Bernardo de Vasconcelos, que aliás se
desquitava em tempo de velhos preconceitos regalistas e resgatava nobre-
mente êrros de seu passado, não muito distante. O Rio lhe deve a Casa da
correiçáo, o monte de socorro, o monte-pio dos funcionários públicos, a com-
panhia de onibus, etc. Quando presidente da provincia do Rio de Janeiro,
ajudado pelo engenheiro Koeler e ,pelo coiis. Paulo' Barbosa, -fundou . ' '

Petrópolis. Era grande do império, conselheiro, fidalgo d a , casa imperial,
gentil-homem da imperial câmara, senador pela província de Alagôas, ca-
c
valeiro, dignitário e grã-cruz de diversas ordens brasileiras e estrangeiras.
vice-presidente do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, 'membro da . ,:.

sociedade etenológica de Paris. Faleceu a 24 de setembro de 1855 (2).
Filhos : . . - , .L , -, . .. .-
I .
:

5-1 Aydiano de Scuza Oliveira Coutinho. nascido no Rio de Janeiro a 19 de.lja-. 'i';:..
n e m de 1847. Formado em Direito pela Faculdade de S ã o Paulo, 'juiz-.de,'-%
direito de Barbacena e TaubatE, chefe de polieis na c0rte. descmbargador, v prq.i:.$
fessor na faculdade de direito de Sáo Paulo. advogado e senador cstaduaLi:Fs-. - c i
'
i
272 NUAR RI^ GENEALOGICO BRASILEIRO 9.' PARTE: C O L L A B O R A Ç A O ESPECIAL
273

leceui eni S á o Paulo a 10 de abril de 1897. Casado com Joana Vitbrio d a Cosh,
I.
?
filha do tons. Vitóiio d a Costa. Filhos: relaqáo da Baía. Em 1817, na revolução de Pernambuco, sendo membro . . . i

6-1 li^^^ de Sousa Oliveira Coutinho, formado em direito. do governo provisório. foi preso e preso foi mantido até 1821. . Com lord :
6-2 ------- - -- . - - ~ Coutinho, formado em direito, c. C. Virpinia Quirino de
b,inifn Oliveira ,,
Oliveira Coutiuho. Cockrane planejou a fuga de Napoleáo da ilha de Santa Helena;.'. Depu- . ?..I '

6-3 J ~ S ; Bonifáci<i d e Oliveira Coutinho. professor ' d a faculdade d e direito de
s ã o Paulo, deputádo estadoal. C. em 1901 C. Sofia de Campos Salej, filha tado às cortes portuguesas, donde houve de s e afastar para não ser'imolado A

do dr. Manoel F e r r a z de Campos sales. presidente da Republica em 1902, e á sanha feroz ,da gentalha de Lisboa, irritada com a atitude desassombrada,
de Ana Gabriela d e Campos Sales. ' . 'r

Alberto de Oliveira Cputinho, engenheiro, c. c. Valentina Andrada de Souza com que propugnava pela caúsa do Brasil. Em 1823 deputado á assem-
Oueiroz. filba d e M a r i a Flora A n d o d a d e Souza Queiroz e Carlos d e Souza bléa constituinte e relator d o projeto da constituição. Deputado geral por . <
Queiroz: Adiante 1 4 . O - 3-2. Filhos:
7-1 Maria de O l i v e i r a Coutinho, C. em 1936 c. Otávio de Souza Queiror, São Paulo, foi quem agitou com mais ardor e eficácia o movimento d a . ,,;'
filho d e M f r i l de Souza Qiieir~z,e Lucia de Queiroz Lacerda, bisneto
paterno dos b a r õ e s de Souza Queiroz (Barros Brotero
São Paulo 1 9 3 7 ) . . .
- Queiroses - maioridade. Senador por Pernambuco. Grande orador, altivo, eloquente,. .t . .
Joana de Oliveira Coutinho.
desassotnbrado. Faleceu a 5 de dezembro de 1845 no Rio e está sepul- .. :..' '

4-3 Feliciana Andrada Nasceiltes de Azambuja, C. C. O com. Joaquim Maria tado no i~iosteirode São Bento.
.-- - - ...- - de Azambuja. Filhos :
-Wssrrntes -
Foi casado com sua sobrinha Ana Josefina de Andrada filha do
5.1
5.2
Marti= Francissr. A n d r a d a Nascentes de Azambuja.
Joaquim Maria Nascentes de. Azambuja.
3 9 . O . Filhos:
5-3 Artur Nascentes de h a m b u l a . 3-1 Antonio Carlos Ribeiro de Andrada e Silva.
4-4 Julia de Andrada Vandelli, solteira. 3-2 Brasilia Antonieta de Melo e Andrada.

3-1
Antonio Carlos Ribeiro de Andrada Machado e Silva doutor em di-
D. Gabriela Frederica Ribeiro de Andrada c. c. seu tio, o com. Mar- reito, professor da faculclade de São Paulo, deputado provincial e geral, '

tim Francisco Ribeiro de Andrada. Adeante $ 4.O. '- procurador geral c10 Estado de São Paulo.
J.

Nasceu em Smtos a 13 +de ouiubro de 1830 e faleceu no Rio a 19
de outubro de 1902.
Foi casado com Ana Marcelina filha de Diogo José de Carvalho.
i Filhos:
u. Narciza Candida de Andrada, C. em primeiras nupcias c. seu primo, 4-1 Ana Silva d e Andrada Machado.
lTrancisco Eugenio de Andrada, e em segundas c. Antonio Augusto da 4-2 Elisa Josefina de Andrada Machado.
Costa Aguiar. Filhos do 1.O inatrimonio : 4-3 Brasilia Carolina de Andrada 'Machado.
4-4 Antonio Carlos Riheiro de Andrada Machado e Silva. maestro diplomado
4-1 José Bonifácio de Andrada e silva t solteiro.
pela escola de M~lão.professor da escola normal de São Paulo. Nascido
- 4-2 Francisco Eugénio de Andrada. t solteiro. a 1 de junho de 1854. C. c. Zulinira Martins Furtado. Filhos: ' '

4-3 Narciza Josefina de Andrada. 5-1 Zulmira Furtado de Andrada Machado.
4-4 Maria Flor? de Andrada Dodsworth c. c. o deseinbargador Henrique João 5-2 JosC Furtado de Andrada Machado.
Dodsworth. Filhos : 4-5 Diogo Joré de Andrada Machado, bacharel em Direito, desembargador, da -
5-1 Eugenio de Andrada Dodswortli, engenheiro. Côrte de Apela~ão,juiz em Santa Rita de Passa Quatro, advogado em . , '

5-2 Alfredo de Andrada Dodsworih, oficial de marinha. Beleni de Descalvado, pretor e juiz no Distrito Federal. Nascido em São - .
5-3 Elvira de Andrada Dodswo*th, c. c. 0 dr. Oscar d e Sousa, professor da Facul-
dade de Medicina do Rio d e Janeiro. Paulo a 9 de maio de 1859. C. c. sua prima Brasilia PauIina de ,Aguiar, '
Do 2.0 matr.: . . . de Andrada, n. 4-6 do 5 3-3. Filhos: I .:
- . , .. . , I t,

4-5 Ana de Andrada Aguiar. 5-1 Zaira de Andrada Machado. 1 . .
. !. . ,... - .
- ., . . .
r l(
. .
.
4-6 Brasilia Paulina de Aguiar de Andrada C. c. o desembargador Diogo J o d
de Andrada Machado. Adiante 4-5 de 3-1 d o 3 3." 3-2
Brasiiia Antoniêta de Me10 e Andrada casada co
Carlos Cesar de Me10 e Andrada. Adeante.
. .
1

2-3 O Antonio Carlos R h i r o de Andrada Machado e Silva
tons.
.. 5 4.O
liasceu em Santos a 1 . O de novembro de 1773. Fez seus estudos em ' 2-4 O conselheiro Martim Francisco Ribeiro. de A
Santos, São Paulo e Coimbra, formando-se ein direito. Juiz de fóra em ";Santos no ano 1776. Como seus irinãos estudou em
Santos, ouvidor e corregedor da comarca de Olinda, desembargador da -. e Coimbra, onde se formou em matemáticas. Em 1
i
274 ANNUARIO GENEALOGICO BRASILEIRO 9.' PARTE: COLLABOIIAÇAO ESPECIAL
. 275 ' ,

fácio e o general Napier realizou excursões científicas, de que resultou honras de caniarjsta do iniprador. A ingratidão devia ainda turvar seus , ,.,. . '
,I

um trabalho seu, lido em 1812, c o m aplausos n a academia real d e ciências derradeiros dias e, até á ultima hora, o venerando ancião teve de sofrer. , , . - ' . '
,

de Lisboa. Voltou á patria, entregando-se às letras e aumentando esse pela pzítria (.3.) . , . - 8 ,

, ' l..' ,
cabedal de erudição e saber q u e ' t ã o alto o elevou daí a pouco na vida Faleceu a 23 de fevereiro de 1844 em Santos. ,
,
.
.
. . .. . . .. ,
.I

publica. Foi casado com sua sobrinha Gabriela Frederica Ribeiro de Andrada .: . '. , . . .
Secretário d o governo provisório de São Paulo concorreu com seu (3-2 do § 2 . O supra). Filhos :
irmão José Bonifácio para a gloriosa representação de 24 de dezembro 3-1 Mattiin Francisco Ribeiro de Andrada. 6
de 1821, 0 p-imeiro brado d e patriotismo no Brasil contra a prepotência 3-2 José Bonifácio de Andrada e Silva, " o Moço".
da metrópole. Em consequência é expulso do governo e conduzido prêso 3-3 Antonio Carlos Ribeiro de Andrada, formador do ramo mineiro. . >

ao Rio de Janeiro, onde, entretanto, o aguardava o mais brilhante triunfo 3-4 Maria Flora de Andrada.
- a sua entrada para o ministério da fazenda a 4 de julho de 1822. Foi 3-5 Narciza de Andrada. , ,

deputado constituinte pela provincia do Rio de Janeiro. Dissolvida a
Martim, cuja voz freme1lte de patriotismo ferira o poder, . .
e arrastado com seus irmãos e amigos às torturas do exílio. Absolvido 3-1 4 . . S . fs,
. _ . ...,,.
. . . .,
i . \
,. i.
e1n 1828, Minas Gerais, protesta~idocontra o poder, elege Martim Francisco . ,
I a

3-1 hlartim Francisco Ribeiro de Andrada. Nasceu em .Marselha .. .
para a legislatura de 1830. "Desgostoso, porém, por tantas decepções e i . , .

tão dolorosos, Bíartim protesta nunca mais levar aos labias a 10 d e junho de 1825. Formado em direito, professor d a faculdade de '' .: - c,. .. . .;
por . ., .
+ ,

o calix da vida pública, que para ele só encerrava o fel da direito d e São Paulo, conselheiro, deputado provincial e geral, ministro., ,::. . . . ?

- ingratidão.. . Martim Francisco e seus irmãos foram o s amigos que Teve sempre legitima influência em sua provincia, onde era chefe.do par-
Pedra I encontrou na advetsidade, porque OS áulicos, que o perderam, tido literal. Prestou ao pais serviços os mais relevantes e, durante a fase
abandonaram o sol no seu acaso. Recusou servir sob a regência que fôra . mais aguda e grave da guerra do Paraguai, foi um estadista de extrema
de uma revolução q u e reprovára. Teve parte saliente no mo- e patriótica clcdicação. Faleceu em São Paulo a 2 de março .de l S 6 . . . .

vimento da maioridade. Foi por esta ocasião (16-VII-1840) que dirigiu Era casado com Ana Benvinda Bueno de Andrada, 6 ' neta de Amador : : '
. , ,
~

Bueno de Ribeira, capitão-inór e ouvidor da capitania de São Vicente em . .
á =amara estas nobres e memoraveis palavras: "Quero que o monarca . . . . ,
suba ao trôno, não por amor d o poder, porque nunca o procurei, nem o 1627, o que foi aclamado rei em 1641 e que lealmente recusou, dando, ' .
prmuro ; tláo por amor de honras, pequenos nadas. futeis frivolidades da de espada erguida, vivas a d. João IV. . .i . . a
,
,
,
I . '

vaidade humana, porque t e n h o titu!os meus nas ações minhas; não por Filhos : 8

Martim Francisco Ribeiro de Andrada, nascido em São Paulo a 11 de fe-. , *'I
amor de riquezas, paixão baixa e vil a que nunca queimei incenso; mas
por amor da $ria, paixão nobre que arde em meu coração, pura como vereiro de 1853. Formado em Direito, advogado em Santos. Presidente da '
0 fogo da Vesta. - Quero o monarca 110 trôno, porque estou persuadido província do E~piritoSanto. Deputado provincial e geral, senador e secre-
tário das finanças do Estado de São Paulo. Polemista vigoroso, orador e.
de que êle será o anjo da paz, que virá salvar-nos do abismo, que nos ,piiblicista, advogado de grande destaque. É o mais ilustre dos Andradas . I ,
." ,'
anleaça; quero que o monarca suba ao trono, porque suponho que é a da terceira gerasão. C. c. Ursula de Lima Ribeiro de Andrada, natural
úniCa,medida, que pode trazer remédio aos nossos males; quero que o do Espirito Santo, neta do Barão de Itapemirim. .< .. /

. '.
I ,-I1
.:
monarca suba ao trôno. porque amo esta augusta familia, senhores, para Antonio Manoel Bueno de Andrada, nascido em São Paulo a 22 de janeir?' , .,
de 1875, engenheiro civil. Foi senador estadoal, deputado federal e desem: .:. i 1
cuja defêSa e tenho contribuido com todo O cabedal de tninhas for- . . I -:
peilhou elevada comissão no Alto Juruá. C. c. I+lina Huet Bacelar. : '. . ,, ..:
,
:
ças. Quero finalmente, para cumprir uma promessa dada a um respei- . , . . 1
>.

5-1 Martim Francisco Bueno d e Andrada, médico.
tavel velho, que jaz hoje na eternidade, meu falecido irmão, tão injusta- 5-2 Julieta de Andrada Noronha, c. c. o cap. Carlos Fre
mente maltratado por tantos, o qua!. no resto de seus dias. afirmava não José Bonifácio Bueno de Andrada, bacharel em Di
poder morrer feliz. senão vendo O sr. Pedro I1 no trôno, e o sistema ção em Viena. Faleceu no oceano em viagem de re
unia alma cativante, um espírito democrático, uma i
constitucional consolidado. Senhores, se eu consigo is'to, meus votos estão os mais notaveis de sua família" (Silva Jardim, de
satisfeitos e cheio de júbilo posso exclamar com o poeta - oh l @ria, teiro. I

inda esta glória me consentes!" Foi ainda ministro na tnaioridade. " 0 Gabriela de Andrade Dias de Mesquita c. c. O dr.
inesmo gênio que tinha assistido O império nos dias da independência, fora quita. Filhos :
5-1 Gabriela Dias de Andrada
fadado pela Providência para inaugurar O reinado do segundo imperador." 5-2 Teófilo Dias de Andrada:'
- Nenhuma parte tomou nos acontecimentos de 1842, entretanto suas -
canç foram desacatadas, e êle, com seu irmão, soleneiilente exautorado das M. P. dc Vasconcelos, ob.. cit. 258.
276 A N N U A R I O GENEALOGICO BRASILEIRO

, . ,
'
,

. 4-5 Ana Margarida Bueno d e A n d r a d a c. C. O dr. Antonio da Silva Jardim, o ' Martini Francisco Ribeiro de Andrada Sobrinho, nascido em S ã o Paulo a. . '
grande evangelista da republica, nascido e m Capivarí, da então província 28 de novembro de 1859, formado em direito, advogado em S ã o Paulo. C.
do Rio de Janeiro,' a 18 d e ?gosto de 1860. Falecido desastradamente em c. Julia. Olimpia de Campos e Andrada. Filhos: . , . ... ..
. .
Napoles, tragado pelo V e s u v l o , a 1." de julho de 1891. Fillios : 5-1 Mnrinn.
5-2 Gilberto. . , . I
5-1 Antonio. 5-3 Mário.
5.2 Danton. 5-4 W'anda.
5-3 Beatriz. 5-5 Dora.
5-4 Franklin. 5-6 Raul.
Maria Flora de Andrada Queiroz c. c. O dr. José Augusto Pereira de ., . , :, - ;. ,I
, ,

Queiroz, bacharel em D i r e i t o , foi delegado de policia, curador geral de Narciza Andrada de Souza Queiroz c. c. o dr. Pau10 de Souza Queiroz, ::
órfãos de São Paulo e advogado. Filhos:
5-1 ~~i~ AURUS~O Pereira d e
Noemia Fernandes. Filhos :
Queiros. engenheiro civil, deputado estadual. C. c. de Souza Queiroz, barão de Limeira e de Francisca de Paula Souza, por
esta neto d o cotiselheiro Francisco de Paula Souza e Melo.
.: , .,
9
-
forn1aclo e m direito, capitalista e agricultor e m São Paulo, filho de ~icente''*..;'~;f'~::<:'~.-.:
. .. , , ;
,
;: 5';

6-1 Marcelo A U ~ U S ~ C p e r e i r a de Queiroz. Maria Flora Andrada de Souza Queiroz c. c. Carlos de Souza Queiroz, * . . , ,
6-2 Angelina Pereira de Queiroz.
6.3 Carlos ~ , i g u s t o P e r e i r a de Queiroz. capitalista e agricultor e m São Paulo, filho do barão de Souza Queiroz, . -, .' -'L:

5.2 paulo Colombo Pereira de (aueiroz. bacharel em direito. foi promotor público em Francisco Antonio de Souza Queiroz, senador ,do império, e de Eufrozina . . , : .I

Cuial>á, 1.: curador de ÓrfU0s C ausentes de São Paulo, desembargador da C h e Vergueiro, filha do dr. Nicolau Pereira de Campos Vergueiro. Filhos : ;,i .
de ApelaCao C. c. Alice Corréa Pereira de Queiroz. Filhos:
6-1 -
los& gasto Pereira d e Queiroz Neto, estudante, auxiliar do gabinete do se- 5-1 Adelaide de Sousa Queiroz. . .
- -
crethrio d a justica. 5-2 Valeiitina de Sousa Queiroz, c. c. o dr. Alberto de Oliveira Coutinho (6-4 .de ' . .
6-2 otávio ~ u g u s t oPereira de Queiroz. 5-1 de 4-2 do D 2.0, - 3-1 -).
6.3 Benjamin Augusto Pereira de Queiroz. 5-3 Lucilia de Sousa Queiroz.
.-
Evangelina Pereira de Queiroz Penteado. c. c. Início Bueno Penteado Júnior. 5-4 Silvia de Suusa Queiroz.
. . ., .
Gahriela Aridrada de Oliveira c. c. Carlos Coelho de Oliveira, advogado
c111 SZo Paulo. Fillios:
,
,

. .
1
João Eugènio da Rocha. Filhos: 5-1 Carlos. 1
5-2 Otávio.
5-3 Renato.
5-4 Edgnrd.
5-5 Oscar.
5 - 6 Fábio.
Pública (Cf., desde 5-1 supra.

. .
.
,
.
3-2 O conselheiro José Bonifácio de Anclrada e Silva (o Moqo), R A M O MINEIRO .. . .. . .. .
formado em direito, professor das faculdades de Recife e de São Paulo. ..
. ., . . . . .
'Deputado povincial e geral, ministl-o e-senador. Poeta e grande orador Antonio Carlos Ribeiro de Andrada, nascido em Santos a 3 de . ".. , .." - .
parlamentar. Notavel na campanha abolicionista. "Morto, parece ainda março de 1836. Formado em direito. Juiz municipal, d
maior do que vivo! dizia Henrique 111, compassando com os olhos o corpo em Barbacena. Avêsso à política, foi entretanto obrigado
do duque d e Guise. E' a mesma impressão q u e nos salteia deante desta de amigos, a aceitar em 1884 o mandato de deputado ger
sombra, enquanto procurainos calcular 0 que era José Bonifácio pelo que o de senador n o Estado de Minas. Descrente dos anti
com a sua ausência deixánios d e ser, e tentamos medir o gigante pelo nárquicos, integrou-se no partido reyub1ican.o e foi d
=sto rasgão sombrio. que o seu desaparecinlento abriu no disco da ~átria". Minas. Faleceu na sua fazenda da Borda do, Campõ, mun
Assim comeqou Rui Barbosa o elogio fúnebre do ilustre paulista. Nasceu bacena, a 26 de dezembro de 1893.
---- Bordeos a 8 de novembro d e 1827 e faleceu em .São Paulo a 26 de
em - -
Era casado com Adelaide Duarte de Andrada, filha do comen
outubro de 1886. Feliciano Coelho Duarte e irmã do conselheiro L i y a 'Duarte. Filh '

Foi casado com sua prima Adelaide Eugênia de Andrada, filha de 411 Martirn Francisco Duarte de A n d r a d a Nasceu e m Barbacena a
Bento Francisco da Costa Aguiar de Andrada e d e Bárbara Pacheco março de 1866 e faleceu em Belo Horizonte a 22 de julho de 191
mado e m direito foi advogado em Belo Horizonte e professor no
($ 6."). Filhos : Mineiro. Governador fiscal na capital d o Estado. Foi cacad? co
4-1 José ~ o ~ ~ i f áde c i oAndrada e Silva, nasc:do e m S ã o Paulo a 2 de janeiro
José Fonseca de Andrada, filha d o comendador Francisco Fe
de 1857. Proprietário e comissário de café em santos. C. c. Maria Vi- Assis Fonseca. Filhos :
cêlicia de Azanibuja Andrada. Filhos :
-q.1- -Tos6
- - - Bonifácio.
5-1 Antonio Carlos Ribeiro d e Andrada Sobrinho.
5-2 Noemia. de policia em Minas, ex-diretor do Abriao de
5-3 Durpal. Maria Antonieta Oliveira de Andrada, filha
5-4 Olga. Braga de Oliveira, fazendeiros em Entre-Rios
5-5 Maria de Lourdes. Antonio Carlos (5-1) C nascido em Barbacena
, . 6-1 JosC Bonifácio, n a s c i d o em 10 d e outubro de 1926, em Entre Rios de &&as*
, ,

. , .
6-2 Martim Francisco. n a s c i d o em 21 de fevereiro de 1928 em Belo Horizontr
6-3 Antonio Carlos. n a s c i d o a 2 0 de asosto d e 1929, em Belo Horizonte.
6-4 Geraldo Francisco, n a s c i d o a 21 de setembro ,.de 1930. em .Belo Horizonte.
6-5 Tarcisio BoniMcio. nascido a 16 de outubro d e 1931.
' 5-2 Maria Tosé Fonseca D u a r t e de Andrada, nascida em Barbacena, funcionária do
Telégra'fo Nacional em B e l o Hcrizonte; solteira.
5-3 Adelaide d e Andrada N o g u e i r a de Almeida, nascida em Barbacena, c. c. D ~ .
C João Nogueira de A l m e i d a , nascido em Conselheiro Lafayette (olim Queluz de
Minas), advogado do s e r v i @ do Cpntencioso do Estado de Minas filho de Joáo
, . Antonio Nogueira Coelho e Joaquina Augusta Nogueira d e ~ l m e i d a , mineiros,
falecidos. Foram fazendeiros. S. g., residentes em Belo Horizonte.
5-4 ' hlartim Francisco D u a r t e d e Andtada, alto funcionário d a Delegacia ~ i do ~ ~ ~ l
., Tesouro Federal e m M i n a s ; nascido em Barbacena. C. c. Aracy Renault coelho
d e Andrada, naseida no E s t a d o do Rio. filha d e Edgar Nascentes Coelho, flumi-
nense, e D. Adelaide R c n a u l t Coelho, mineira. Filhos:
6-1 Martim Francisco. nascido em B. Horizonte a 4 d e fevereiro d e 1931.
6-2 ,Maria d a ConceigSo, n. em B. Horizonte a 8 de dezembro de 1933.
6-3 Maria do Rosario. n. em B. Horizonte a 7 d e março de 1934.
~ o d o sresidem em B. Horizonte.
5-5 J ~ S &Bonifácio Fonscca d e Andrada, engenheiro eletricista. C. c. Sabina d a pon-
seca Horta, filha de EuclydeS da Fonseca Horta. falecido. e d e Camilla Fonsma
Horta de Juiz d e F b r a . Filhos:
6-1 josé Carlos, nascido e m B. Horizonte a 8 d e julho de 1934.
6-2 Maria d e I a u r d e s , nascida a ' 1 2 d e fevereiro d e 1938.
5 4 Geraldina Fcnseca de A n d r a d a , funcionária d a Secretaria do 1nteri&.de Minas
Gerais, solteira, residente em B. Horizonte.
4-2 Antonio Carlos Ribeiro dc Andrada,' aclvogado, presidente da Carnara Mu-
nicipal de Juiz de Fóra, promotor da J u s t i ~ aem Ubá, professor da Escola
Normal de Juiz de Fóra, Secretário das Fiiianps no governo Fraiiciçco
Salles, prefeito de Bello Horizonte no mesmo governo, senador estadoal.
deputado federal em varias legislaturas, ministro da fazenda no governo
Wenceslau Braz, senador federal, presidente de Minas, creador da Allian~a
Liberal que deu em resultado a revolução de 1930, presidente da Assem-
blea Nacional Constituinte d e 1934, presidente da Camara dos Deputados
federais. E' atualmente um dos diretores da Cia. Sul America. Autor de
varias obras sobre finanças. Nasceu em Barbacena a 5 de setembro de
1870. C. C. Julieta Guimarães de Andrada, filha dos barões de Rio Preto
e neta do Marquez de Olinda, fallecida em 1938.
O dr. Antonio Carlos reside no Rio de Janeiro. Filhos:
5.1 Antonieti de Andrada Batista de Oliveira, nascida em Juiz de F ó r a c. c o D r
Francisco Batista de Oliveira, médico, diretor do Banco d e Crédito 'Real 'de ~ i :
nas Gerais, natural de E n t r e Rios de Minas, filho d e Francisco Batista de Oli.
"eira, falecido, e Eugenia Nunes Batista de Oliveira, residente em Juiz de F ó r a
Filhos :
6-1 Silvia Mariz, nascida f m Juiz d e Fbra. em 3 d e novembro de 1924.
6-2 Margarida Maria, nascida em Franca a 5 de junho d e 1926, registrada no
. Consulado brasileiro e m Paris.
5-2 José BonifAcio Olinda d e Andrada, solteiro, nascido em 1 d e março de 1904, em
B. Horizonte, advogado, ex-oficial de gabinete do presidente de Minas ex-profes-
sor da Faculdade d e Direito rle Belo Horizonte e da Escola Normal' d a mesma
capital, ex-secretário da Educacão d e Minas Gerais. Atualmente reside no Rio
dc Janeiro, onde C profcasor da Faculdzde de Direito da Universidade do Brasil,
d a cadeira d e Emnomia Politica.
5-3 Fsibio BonifAcio de Andrada e Silva, advogado, ex-deputado á assembléia consti.
tuinte de Mir)as em 1935. cx-deputado 5 assembl6ia legislativa de Minas ~ ~ ~ i d +
hoje no Rio de Janeiro, onde 6 procurador criminal no Distrito ~ e d e r i l . C. c,
Clarice Giffoni d e Andrada, n a t u r d d e Uberlandia. filha de Carmo Ciffoni e
Cornelina Giffoni. residentes estes em B. Horizonte. S. g.
. 5-4 Ilka Andrada Testes, nascida no Rio de Janeiro, c. c. o dr. Lahir de Reze"&
Tostes, advogado, residente no Rio d e Janeiro, filho do dr. João de Rezende
. , Tostes ex-deputado federal. e de D. Carmen Silvia Paleta de Rezende Toate?.
O dr.'JoZo Tostes é filho do dr. Candido Tostes e de D. Luiza Tostes, minei
ros. D. Carmen Silvia é filha do dr. Constantino Paleta. antigo constituinte
mineiro de 1891, mineiro. já falecido. Filhos:
6-1 Antonio Carlos. nascido no Rio a 25 de dezembro de 1933.
6-2 Teresinha, nascida no Rio em 23 d e abril d e 1935.
6-3 Vera Maria. nascida n c Rio a 9 d e fevereiro de 1937.
5-5 Luisa Maria Guimarães de Anclrada, solteira, residente no Rio de Janeiro.
. . . . .
:
a. 3
, Ai'.

4-3 José Bonifacio de Andrada e Silva. Nasceu em Barbacena aos 29 de'se-"'& ' . 1 .2 '

tembro de 1871. Advogado, professor catedrático do Gymnasio Mineira de ?i:':, - . ,* ., .

Barbacena, da Escola Normal da mesma cidade, vereador á camara munii;' !,L . ' - . . . .,
.,;.
-r$
cipal de Barbacena, deputado federal seguidamente em varias legislaturas, . . . . : :r ' '

embaixador extraordinario do Brasil nas festas do centenario de Ayacucho,, :. .. '<?.
, ' .h.:
; _ . , I

no Perú, em Lima, membro de varias sociedades científicas, históricas, , . . . .<..,. . "
- . * .".
beneficentes do paiz, autor de obras historicas, orador e jornalista, embai-:.'.i: ,., - , . . ,..- .,' ,+% 8

xador do Brasil em Portugal, na Republica Argentina, e na santa Sé. B - - " i* .
. . .,..
c. c. d. Corina Lafayette de Andrada, nascida no Rio de Janeiro, filha do ',!
.
,
:J+
,
' ,' '
.%

conselheiro Lafayette Rodrigues Pereira, jurisconsulto, ministro de 'estado ;:. : : '. :. . '

- , . , .::L?
. . I . '

no império, presidente da provincia, senador e jornalista, e de d. Frandisca .-':. r ' : '

Cautinlio Rodrigues Pereira. Elle mineiro; ella gaucha, filha do. advogado . - !: : . ,.. -,.:.e ,..
"L/.

José Julio de Freitas Coutinho. Filhos : ' .' ' . :.,,.: ...; -
. _
5-1 Antonio Carlos Lafayette d e Andrada, curador de acidentes d o trabalho no Rio,
u - j u i z de direito da 7.. vara criminal d o Distrito Federal, hoje juiz de direito . . .
d a 2.1 vara d e Órfãos e ausentes no mesmo Distrito Federal. em cuja C6rte de .
Apelação tem servido várias vezes como desembargador interino.: Nasceu e m . .I- -
Barbacena em 2 3 d e março d e 1900. E' c. c. Maria Hilda Diniz de Andrada,., :',i . , .
natural de Barbacena, filha d o f a l a i d o dr. Henrique Augusto d e Olivèira Diniz, ,
nat. de Barbacena, que foi secretário d a s finanças de Minas, presidente d a Câ.. ., * - . , . -
mara Municipal de Barbacena, senador estadoal e ' depois 'federal. diretor do Ban- '.I j &),.
ao do Brasil, e de Olga Tolentino d e Oliveira Diniz, que lhe sobrevive e reside , .!v.,
1
. .
'

Rio. -Filhosi .....-.
a ,
n.o - ....-.. . I: I

6-1 José Bonifacio, n. no Rio n 5-1-1928.
, o
.. , . .
A

6-2 Henrique Augiisto, n. no Rio a 17.5-1930. .-...i !
. .
6-3 Antonio Carlos, n. n o Rio a 21x1-1932.
6-4 Martim Francisco, n. iio Rio a 13-X-1936.
,
. . i > . , L.>
., , '<'. I
. 'r
I

-'
: ,.:i i

5-2 Lafasette Francisco Bonifacio d e Andrada, advogado e engenheiro civil pela an-

6-1 . J o s é Bonifácio, n. n o Rio a 20-V-1929.
6-2 Manoel Pedro, n. n o Rio a 23-V-19Z0.
, - . . .:
5-3 José BonifBcio Lafayette d e Andrada, advogado pela Faculdade de Direito d a '. , , .*,
Universidade do R i 3 de Janeiro. hoje Universidade do Brasil. Oficial de gabi- :

6-3 Luisa Maria, n. em Barbacena a 27 d e setembro de 1932 1 . ,
6-4 José B o n i f h i o , n. em B.' Horizonte a 26 d e junho de 193'5. : . '. . : .
, .
. ..

Rio em 21 de março de 1904.
4-5 João Evatigelista Ribeiro de Andrada. Primeiro '
Estatistica. Advogado. Primeiro representante do
. ao Tribunal de Contas. Nasceu em 5 de agosto d
falleceu no Rio, em 1931. Foi c. c. Laura da -
9." P A R T E : COLLABORAÇAO E S P E C I A L 283 ,

Minas, filha do commendador José, da Costa Rodrigues e Candida de La- .
cerda Rodrigues, mineiros. fallecidos. Filhos :
5-1 ceraido Magela Ribeiro d ': Andrade. advogado, residente no Rio, onde nasceu
em 1910. E' c. c. D i v n Dei V=chio, ~ r o f c s s o r d a Escola Naval e de Urigida j . .

cardoso ~~l Vecchio, rssidentoa no Rio. Filhos. Maria F l o r a d e A d r a d a . camareira i n ó r da imperatriz do Brasil. ..-.
6-1 Joáo E ~ a n ~ e l i s t an,a s c i d o no Rio, a 5 d e fevereiro de 1933. I
4-6 Narcisa Andrada de Mirarida ?beiro, n. em Barbacena. Falleceu em 1932.
- Foi c. C. o d=sembargador Jose, Cesario de Miranda Ribeiro, presidente da
provi~~ciad o Paraná, no imperio, e presidente da Corte de Appellação no .
.
Rio, na ,republica. E r a n e t o do visconde de Uberaba, cujo nome herdara.
v

2 ' .
..
i

G&riela Frederica Ribeiro de Andrade, irmã de caridade de São Vicente Bárbara Joaquim d e Aiidrada casada com o capitão-m&'Francirco. . i.,; '
_ .;
' 47 . L

de Pa"lo. Nascida em Barbacena, fallecida no Rio. Xavier da Costa Aguiar. Filhos: . . . , ..~
Maria Flora, nascida e fallecida em Barbacena. 5-1 Francisco Xavier dn Costa Aguiar d e Andrada, c. c. Maria Zelinda de Andrada. \
4-8 Filhos:
4-9 Constanqa Ribeiro de A n d r a d a (Irmã Adelaide) da congregação das irmãs 6-1 Maria Rrirbarn da Casta Aguiar de Andrada. +
solteira.
6-2 Carlota Emilia da Costa Aguiar de Andrada, c . c. o dr. Francisco Inácio '. .:
de caridade de São Vicente de Paulo. Ex-superiora da Casa da Provi-
dencia e ex-directora d a Escola Normal da mesma Casa em Marianna.
d e Carvnlho Moreira, barão de Penedo
Religiosa. Filhos:
-
o d a Missão a Roma, .na Ouestio , , ..
. .
Directora actualmente do Coilegio Immaculada Conceição de Botafogo, Rio. 7-1 Francisco Tnácio de Carvalho Moreira, +
solteiro.
7-2 Carlota Moreira Andrade Pinto, c. c. o cons. Josd Caetano de An- ', ' _
4-10 Maria Antonia de Andrada Serpa, normalista, nascida em Barbacena, c. c, drade Pinto. Filhos: _.. -
o cel. do exercito Jpsé M a p a Serpa, engenheiro militar e bacharel em 8 - 1 Artur Tosé de Andrade Pinto, advogado. . .. .-
matematica e ciencias físicas, actualmente professor catedratico do 7-3 Artur de Carvalho Morerra, advogado. diplomata Serviu como secre-
tário na embaixada conferência de H a y a
colegio militar do Rio d e Janeiro. Antes o fôra do colegio militar & 7-4 Alfredo de Carvalho Moreira, +
solteiro.
Barbacena. Nasceu no Estado da Parahyba, em 7 de setembro de 1874, 6-3 Francisco Xavier da Costa Aguiar de Andrada barão de Aguiar de An-
na Serra da Raiz. É filho legitimo do Tte. Cel. da Guarda Nacional, drada. Notavel diplomata de bons e utilissimos kervi-ps ao Brasil. Nasceu
em Sáo Paulo; xdvogado. Combateu energicamente o tráfico de escravos
professor Alypio Napoleáo Serpa e de Maria da Penha Serpa, já falk-, africanos. Serviu altos postos diplomáticos no Rio d a Prata, Chile c Esta- '

ridos. Filhos :
- -
dos Unidos. Faleceu nos Estados Unidos a 28 d e marso de 1892. Foi c: c.
(sua prima) Jesuina d a Costa Aguiar de Andrada. Filhos:
5-1 Jose Maria de Andrada. Serpa, 1.' Tenente de artilharia do exército, nascido
em Barbacena a 27 d e novembro d e 1915. Solteiro.
7-1 Alberto de Aguiar Andrada +
solteiro.
7-2 Matilde de Aguiar rindrada, c. c. Carlos dos Santos Silva. Filhos:
5-2 Antonio Carlos d e A n d r n d a Scrpa. 1.O Tenente de artilharia, n. em Barbacena
a 2 de dezembro d e 1916- Solteiro.
8-1 Maria.. . .. .
8-2 Francisco Xnvier.
5-3 hlypio Napoleão de A n d r a d a Scrpa, 2.O Tenente d e artilharia, nascido em Rar- 7-3 Georgina de Aguiar Andrada.
bacena a 16 de junho d e 1918. solteiro. 7-4 Ernesto de Aguiar Andrada.
5-4 Maria Adelaide de A n d r n d a Scrpa, nascida em 2 1 de agosto de 1919, em Bar- 7-5 Francisco Xavier d e Aguiar Andrada, c. c. Adalgisa Siqueira.
bacena. 7-6 Helena Aguiar d e Andrada. c. c. João Antonio dos Santos Silva. Filhos: . .
5.5 &faria Gabricla d e A. S e w a . nascida em Barbacena a 21 d e agosto d e 1919. 8-1 Francisco.
Solteiras 8-2 Maria.
5.6 ~~j~ Gouzaga de A. Scrpa. cadete d a Escola Militar do Rio. nascido em 21 de 7-7 Eduardo de Aguiar Andrada, engenheiro, c. c. Elisa d e Aguiar e Cas-
outubro d e 1920. Solteiro- tro. Filhos:
5.7 ~~~~i~~ Maria de A n d r a d a Serpa. nascida em 20 d e março d e 1923, em Bar- . 8-1 Antnnietrr
.
8-2 Matilde.
bacena. Solteira. 7-8 Maria de Aguiar Andrada, c. c. Anibal Roquette Pinto. Filhos:
4-11 Maria José de Andrade Lacerda Rodrigues, nascida em Barbacena, onde 8-1 Francisco Jose.
' 6-4 Jcsuina Aguiar de Andrada. c. c. Joaquim Guilherme Peixoto. Filhos:
reside, viuva do dr. Amadeu Lacerda Rodrigues, filho do commendador
7-1 Adolfo Andrada Peixoto, c. c. Maria Antonieta Pereira da Cunha.
José da Costa Rodrigues e Candida de Lacerda Rodrigues, mineiros. Foi Filhos:
engenheiro da E. F. Oeste de Minas. Falleceu no Rio. Filhos: 8-1 Adolfo Andrada Peixoto.
5.1 Amadeu Andrada d e Lncerda Rodrkues, nascido em Barbacena em 26 de feve- 8-2 Alfredo Andrada Peixoto.
reiro d e 1913. Advogado pela Faculdade de Direito da Universidade, hoje, do 8-3 Alvaro Andrada Peixoto - v

Brasil promotor público e m , B e l o Horizonte, prefeito do município de Barbacena, 8-4 Agueda Peixoto, c. c. Alfredo Navarro d e Andrada. . . :,: .
onde ktualmente advoga. E c. c. Arlette Aguiar Pessoa de Andrada nascida 8.5 A n a i a Peixoto, c. c. Teodoreto Barroso Franco.
em nnrlmcena, filha do .dr. José Carneiro de Aguiar Pcssoa, cirurgiã&dentista, 8.6 Afonso Cclsa ,de Andrada Peixoto. .' -
Julia Emilia Peixoto. c. c. AndrC Muller. Filho: , .-
residente em B. Horizonte. e Eugenia Carneiro de Aguiar Pessoa, niineiros. 8-1 André Miiller. c. c. Irene Navarro Caldeira. .<i
Filhos : . ,
Carlota do Atidrada Peixoto. c. c. o dr. Herculano Marcos Inglès d e . :..
6.1 Maria Eugenia. nascida em Barbacena a 20 d e janeiro de 1938. Souza, advogado e professor d e direito, no Rio. Filhos: r ..,!
. . . ..,. :- .
4-12 Maria Antonieta de Andrada. natural de Barbacena. Freira do ÇS. Sa- .
cramento, actualnietite em São Paulo, com o nome de soror Adelaide.
8-1 Henrique Inglês d e Souza, advogado, c. c. ~ A l z i r a Lemos.
8-2 Jecaina. c. c. Thomaz Lopts. , . . .
L

. :.r,
.,;,!i, ;,-i,.': :
I

,
8-3 C a ~ l o sInglêq de Souza. c. c. Guiomar P o r t e l l a ' .. - , , ,. . , . . , ,
4-13 Carlota de Andrada, nat. de Barbacena. Freira do. SS. Sacramento. Está . 8-4 1,uis Inglês d e Souza. . .
de residenca em São Paulo, com O nome de soròr Teresa. É superiora. 8-5 Marina Inglês d e Souza.
8-6 Ester Inglês d e Souza. , .
do seu convento (4). 8-7 Paulo Inglês d e Souza, advogado.
8-8 Guiomar Inglês de Souza.
8-9 Alice Inglês de Souza.
8-10 M a r c ~ sAntonio Inglês de Souza.
Devo as informacóes supra com r e h ç ã o ao ramo mineiro dos Andradaa ao dr. JosC Bo- Alice de Andrada Peixoto. c. c. Joaquim C
(4) Com descendência.
nificio Lafayettc de Andrada. ,

r. i
1 ,

. . .
>
9." P A R T E : COLLABORAÇAO ESPECIAL 285
I .

284 ANNUARIO GENEALOGICO BRASILEIRO ' r .

7-5 Heitor Peixoto, advogado, C. C. Mariana R i b e i ~ Rato.
7.6 Ricardo d e Aguiar Peixoto. .'
7.7 Joaquim G u i l h e r m e Peixoto. 7.O
6-5 Francisca d a Costa A n u i a r de Andrada. c. c. Lmpoldo Diedericksen. Filhos: Bonifácio José de Anclrada, faleceu solteiro.
7.1 Luis Diedericksen.
7-2 Elisaheth Diederick-en.
7-3 A r t u r Diederickselb dewtado Por São Paulo ao Congresso Nacional,
lavrador, c. c. A d e l a i d e de Arauio. Filhos:
8.1 Francisco.
8-2 Raul. 5 8.O
7-4 Brasi1,ia ~ i e d e r i c k s e n .

- 7-5 ' >-rancisco Il>iede t.lcksei1.
6.6 L~~~~~da Costa A g u i a r de Andrada, c. c. Charles Glenie. Filhos:
7-1 Carlos de A n d r w d a Glen~e.
Francisco Eugeiiio de Anrlratla, casaclo, deixou um filho.
5-1 Francisco E t i ~ e n i o de Andrada, c. c. sua prima Narciza Candida de Andrada
7.9 .-
Carolina d e A n d r a d a Gtenie, C. c.
8-1 Celina.
..... . Muller. Filhos: ( I . * matrimònio desta). Filhos acima 3-3 do 8 2.0.

8-2 Lronor.
7-3 ~~~i~ Zelinda Glenie. C. C. John Stewart Templeton. Filhos:
8-1 Maria.
-. 7-4 L~~~~~ de, ~ n d r a d aGlenie, c. c. Roberto J. Nisbet. Filhos:
8-1 Zelinda. . .
8-2 Artur. Anna Marcelina Ribeiro de Andrada, casada com o coronel José de'?. . ,
, ',

6-7 ~ i da C ~ o s t a ~Aguiar ~ d e Andrada,
d +
~ oficial de marinha, solteiro. Carvalho e Silva. Filhos : .. + . ,
5-2 ~~~t~ Francisco d a C o s t a Aguiar de Andrada. c. c. Barbara Pacheco. Filhos:
5-1 José Viriato de Carvalho e Silva.
6-1 nento Francisco d a Costa Aguiar de Andrada, c. c. Josefina de Andrada.
6-2
.- Tosefina da Costa A g u i a r d e Andrada, c. c. Francisco Martins dos Santos. 5-2 Ana Josefina de Carvalho, c. c. seu tio o cons. Antonio Carlos
§ 7 0
- Descendência
. . -
:'..
Filhos.
7-1 &,ncisco M a r t i n S dos Santos Júnior, c. c. Matilde Bloem. Com gera~ão. ~ & i =Barbara d e Carvalho. c. e. Manoel Joaqdim de Mello e Andrada. ' ~ i l h o :'
7-2 Horacio M a r t i n s . dos Santos, c. c. Maria Luiza Bloem. Com geração. 6.1 Antonio Carlos Cesar d e Mello e Andrada. . . ~.
7-3 t\ntotiio tguntomi Martins, c. c. Ana Flora d e Sá. Com geração. Diogo JasC de Carvalho, c. c. Elisa d e Aguiar. Filhos: '. , . - : .:,:
7-4 ~ ~ Martins
~ h d o s ~ Santos,
l C. c. dr. Silverio Fontes. Com gerasão. 6-1 Ana Marcelina de Andrada Machado c. c. o seu primo dr. Antonio Carlos. .
7-5 Elias Martins d o s Santos, c. c. Cecilia Aguiar. Com geração. Ribeiro de Andrada Machado e silva: Filhos acima no O 3.0 3-3. -
6-3 ~ d ~ l EiIgenia ~ i d ~ A g u i a r d e Andrada, c. c. o cons. José Bonifácio (o 6.2 Elisa d e Carvalho Whiiaker, c. c. o cel. Artur Whitaker. Filhos:. , , I

M ~ ~ Filhos: ~ ) . (Veja 5-2 d e 4-41, 7-1 A r t u r Horácio d e Carvalho Whitaker. c. c. Helena Pereira d e Carvalho:. .
6-4 ~~~i~ ~ ~ Aguiar
~ b de ~Andrada,
l c. c. JosC Goncalves Pimenta. Filhos: 7-2 Angela Whitakcr Ferreira Penteado. c.' c. Antonio Ferreira Penteado. .
7-3 Elisa Whitskcr de Morais Cohn, c. c. o dr. Ernesto de Morais Cohn.:
7.1 Josefina d e A n d r a d a , c. C. Joáo Nunes de Carvalho.
6-5 carlos da Costa A g u i n r de Andrnda, + solteiro.
6-3 Carolina de Carvalho Roch;i. c. c. o cel. J o d Elias do Amaral Rocha. Filhos: '
7-1 Carolitia Elisii do Amaral Rmha, c. c. seu primo Antonio de Assia '.
6-6 Luisa d e Costa A g u i a r d e Andrada.
Antonio Carlos d a Costa A g u i a r d e Andrada, c. c. Cesaria .. . . .. Psrhern
- -- . ---.
5-3 7-2 Jos6 EIias do Amaral Rocha Júnior.
7-3 Ana da Rocha Fajardo c. c. o dr. Artur Fajardo.
5-4 josé Ricardo da Costa A g u i ? r .de Andrada, advogado, deputado 5s Còrtes Por- 6-4 Josefina de Carvalho ~ e c h & o , c. c. o dr. Francisco d e Assis Pachsco 18- '
tuguesas, a Assembléia Constituinte, deputado geral, membro do Supremo Tribu-
nal de Justiga. Nasceu em santos a 15 d e outubro d e 1787. Formou-se na nior. Filhos: , . ,
universidade de Coimbra. Ainda no 4.0 ano alistou-se no batalhão acadêmico, 7-1 Francisco d e Assis Pacheco Neto, advogado.
comandnd<; l,or seu tio J o s i Bonifácio (o patriarca), para combater a invasão 7-2 Diogo de Assis Pacheco. , .
I .

francés;,. ~~i juiz d e f b r a em Belém d e P a r i , desembarpador na relacão da 7-3 Juvenal de Assis Pacheco, c. c. Ester Fernandes Pinheiro.
~ ~ c a si a d o~ c. .Jemina d e Souza Moreira. Faleceu no Rio d e Janeiro a 23 7-4 Antònio de Assia Pacheco.
de junho de 1846. Filha única: 7-5 Oscar de Assis Pacheco, cap. d e marinha, c. c. Agar Fernandes Pi- ,
-.- .
,
- ..h- d r n
n
6-1 jemina da Costa A g u i a r de Andrada, c. c. seu primo, barão d e Aguiar de
Anrlrada (Francisco Xavier d a Costa Aguiar de Andrada). Filhos: acima
7-6 Maria José de Assis Pacheco, c. c. dr. Rogerio P.;=.A.. - ..,-. ,
-----.---
----- 7-7 Silvio de Assis P a c h s o , c. c. Adelaid- r---:-. -.ulriO.
U
".

em 6-3 de' 4-6). Bento José de Carvalho c. c.. r . - a %
5-5 ~ i dat .Costa ~ Aguiar d e Andrarla. C. C. o marechal Candido d e Almeida e
6-5 M-
..-dchert.
7-1 Candida Elisa d e Carval ho.' c. c. Carln* Welchert.
Filhos: .
Souza. Filhcs : I 2 -
Diogo José de Carvalho. & - ------. -.
i v - - - ~ - - ~ -. -
~ . & h ,----,
7-3 Bento José de carvalho' Junior. c. c. Angela Dias de Aguiar.
i
Augenia
* .
Month..
61- Candido
-. - Xnvier d e Almeida e Souza, c. c. Basiliaa Ribeiro dos Santos Ca-
rnargo. Filhos: 7-4 José d e Carvalho Silva.
7-5 Adolfo Túfio d e Carvalho
7-1 qntonio Cnndido Xavier de Almeida e Souza. advogado, c. c. Fran- 7-6 Dulce d e Carvalho. -
Lacerda d e Almeida e Souza. Filhos: 7-7 Gumercindo de Carvalho.
i:i--.Antonio Candido Xavier d e Almeida e Souza.
7.2 Maria Joana d e Almeida e Souza Neves, c. c. o dr. José d a Costa
7-1B João de Carvalho. . . . ,
. ,
Rarros Pereira Neves, advogado.

6.2 Barbata de Almeida e Souza.
Amelia de Almeida e Soura, c. c.' Charles Glenie. /
L L., . _ ..
. I '
-.
6.3
6.1 Xavier dc Almeida e Souza.
5.6 ~~~~~i~ Maria d a Costa A ~ u i a rde Andrada, c. c. Miquelina d e Andrada. Filhos:
6.1 Francisca da Costa A ~ u i a rd e Andrada.
6-5 Antonio da Costa Agutar de 'Andrada.
6-3 joão da C ~ s t aApuiar d e Andrada.
. pnnatantino da Costa Aguiar de Andrada.
6-5
~

Gabriel da Costa Ag:iar d e Andrada.
6 - 6 . Tebfilo da Costa Apurar d e Andrada.
6-7 Maria Leopoldiiia da Costa Aguiar de Andrada.
6-8 Faustino d a Costa Aguiar d e Andrada.
t v

<
. I.
--. i
r

L <-
286 ANNUARIO G E N E A L O G I C O ' BRASILEIRO '
9.' PARTE: COLLABORAÇAO ESPECIAL 287

nado mês na matriz de Itapetininga; finalmente o presbyterato a 21 de dezembro 'do'
mesmo anno de 17%, na capella do paço episcopal de São Paulo. .,!.-. -. ~

Ainda não havia chegado a Mariatma o bispo D. Fr. Cypriano, já empossado' por
procurador desde agosto de 1798.
Padre João Floriano Ribeiro de Andrada, poeta. Escreveu uma vida A 15 de fevereiro de 1800 teve licença, por seis annos, para ausentar-se da' dio- ,.
de Sãp João Nepo~ruce~zo,de que restam fragtiicntos. cese, afim de ir-se a Portugal aperfeiçoar seus estudos. Bacharelou-se em Coimbra. ,
Foi apresentado para a igreja parochial de Pitanguy por carta régia de 28 de , .
abril d e 1810, que não teve efeito, sendo confirmado por outra C. R. de 23 de agosto
de 1813, porque só então se verificou a vacancia da parochia, com o falecimento d o Pe. :.
Domingos Soares Torres Brandão. Foi instituido e collado gessoalmente e m Marianiia . . :
pelo vigario geral dr. Marcos Antonio Monteiro de Barros, a 4 de maio de 1814: , ., ' *
1 Mariarma Genoveva Ribeircl de' Andrada, "nascida na fregi~ezia Falleceu em sua parocliia a 12 de junho de 1856.
de Nossa Senhora Apparecida da'vila de Santos", casada com Thornaz O Pe. Belchior, que havia sido eleito um dos representantes de Minas ás c&es . '
Antonio Pacheco Galindo, filho do dr. José d e Siqueira Vieira Forte, portuguesas, a que com seus companheiros de Minas não quiz comparecer, achava-se
natural do bispado da Guarda (Portugal) e de Isabel Barbosa de Brito, a 7 de setembro ao lado de Pedro I, quando ás margens do Ypiranga recebia o p r i n c i p e
os famosos despachos d e Lisboa. E foi então que uma palavra d o ilustre sacerdote
natural do Rio de Janeiro. mineiro decidiu da sorte do Brasil. . i .
;'
- Marianna Genoveva e -seu marido vieram para Minas em 1762. &si- ,,
"-S e V. Alteza não se faz rei do Brasil será prisioneiro das c ô r t a e talvez. .
diram em Bom Jesus e Almas, filial do Cu'rvêlho, depois em Santo An- desherdado por ellas. N ã o ha outro caminho. senão a independencia e a separação. .
tonio do Tijuco (hoje Diamantiiia) filial do Serro do Frio, e finalmeiite - Padre Belchior, eles o querem, terão a sua conta. A s côrtes' me perseguem, '
chaniani-me coni desprêso de rrrpazinlto e de brasileiro. Pois verão agora quanto
no sertão de Galheiro, onde faleceram. Filhos: vale o rafinzidzo. D e hoje em diante estão quebradas a s nossas r e l a ~ ó e s :nada mais--.
Padre 'Thomaz José Pacheco de A d r a d a 5 1.
quero d o governo português e proclamo o Brasil para sempre separado de Por-
Floriana Rosa de Oliveira 1 2- tugal " (5).
5 1.0 O Pe. Belcliior foi mais tarde deputado á constituinte d o imperio (1823). e em
1835 foi deputado á assembléia provincial.
2-1 Padre Thomae José Pacheco de Andrada, "natural da freguezia de Nossa Quando Pedro I dissolveu a constituinte, foi prêso e deportado com os tres An-
Senhora do R o ario da V i l a e P r a W de Santos ". Ordenado n o bispado
dradas, seus primos, (6) todos vitimas de Gonçalves Ledo.
de Marianna antes de 1784-

B
José Pinheiro de Oliveira, nascido a 14 de maio de 1780.
2-2 Floriana Rosa de Oliveira. baptizada em Santos a "dezessete de Abril de
mil setecentos e cincoenta e quatro ". Foram seus padrinhos o dr. ouvidor
de São Paulo Joié Luiz d e Brito e Mello, por seu procurador o dr. juiz C
de f ó r a da Villa de Santos Francisco Caetano de Almeida Lobo, e d. Anna
da Silva Borges, mulher d o cri.José Ribeiro de Andrada. Floriana Rosa de Oliveira, nascida a 15 de julho de 1782. Foi batizada pelo
C. em 19 de julho de 1772, na Capella do Senhor Bom Jesus e Almas, seu tio paterno, Pe. João Faustino d a Fontoura.
filial da matriz de Santo Antonio do Corveiio, arcebispado da Bahia '*,c. CJ . . , .
Tenente Belchior Pinheiro de Oliveira, nascido tio Tijuco (D'amantina), . I

filial d a matriz d a Vila d o Principe, nas Minas, filho d o alferes João D
Baptista de Oliveira e d. A n n a Rosa da Fontoura. Filhos:
3.1 padre Ddchior Pinheiro de Oliveira
José Pinliciru de Otivcira - B.
- A.
Totiiaz José 1'~chcco de Oliveira, nascido a 8 de maio de 1784. Foi batizado
. .
3.2
3.3 Floriana Rosa de Oliveira 7 C- pelo seu tio materno, Pe. Tomaz José Pacheco de Andrada. . . . . .. .'" . 2
3.4 Thoma. José Pacheco de ~~~~~~~a - D. Nota -Nenhuma noticia, além de seus registos de bati
Serro, dos irmãos do Pe. Belchior.

Pe. B E L C H I O R P I N H E I R O D E O L I V E
Padre Belchior Pinheiro de Oliveira. " Natural d o Tijuco, hoje Diamantina, en-
tão capela filial da freguezia de Nossa Senhora da Conceição da Villa do Principe". Documentos dos seus autos de gerzere; certidão de batis
Nasceu a 8 de dezembro de 1778. Foi aluno do Seminario de Mariana. Com Aos dezasette d o niez de Abril de mil sette centos e cincoent
. dimissorias do seu bispado - Mariana - recebeu todas a s ordens, menores e sacras,
das mãos d o bispo de S ã o Paulo, Dom Matheus de Abreu Pereira, a primeira tomura ' ( 5 ) ~xririssões recolliidas pelo pr6prio Po. ~ e l c h i o r . Cf. 'A& ~i
Grito do Independência, pbg. 211.
e as ordens menores a 5 de outubro de 17% e no dia seguinte o subdiaconato, estas (6) Tobias Monteiro engana-se quando lhe chama sobrinho do pat
na igreja parochial de Sant'Anna de Itapeva da F a x i n a ; o diaconato a 14 do rnencio- . A Elaboração d a Independência.
\
288 A N N U A R I O G E N E A L O G I C O BIIASILEIRO 9.' PARTE: COLLABORAÇAO E S P E C I A L 289
. .
- ,
&fartiz, Bathizey e puz os santos O l e o s a Floriana, filha de Thomaz Pacheco Galindo Da petição inicial de sua habilitação consta : "Diz Belchior Pinheiro de Oliveira
e de sua mülher D. Marianna Genmveva R i F y r a de Andrada : forão Padrinhos o que ...... precisa justificar os itens' seguintes pelas Fraternidades que tem com, seus
Doutor-Ouvidor de São Paulo, José L i n s de B"t0 e Mello por seo procurador o Doutor Tios abaixo declarados :
.Juiz de Fóra desta Villa Francisco Caetano de Almeyda Lobo e D. Anna da Silva
Rorges, mulher do Coronel José R í b e ~ r ode Andrade,, todos desta freguezia. O
'

Tt. .....................................................
It. que o sotxdO. pay do justificante é irmão inteiro do P'. Ioam Faustino da '
' :
vigario Farc~tinoXawier do Prado.
Pae do Pe. Belchior - Freguezia da Vila d e Principe. Reg. de batismo - AOS
vinte e sette dias do mez de Janeiro d e mil sette centos e quarenta e oito annos ba-
Fontoura ordenado neste por serem ambos fo". lepa. de João Baptista de pliveira e
de sua mulher Ana Rosa da Fontoura. -
It. .....................................................
- , .,, .. _ - . -
tizo" e pos 0s santos oleos o -reverendo Padre Missionario Frei Jacinto de Fu+ulginoa It. quc a ref. niay. do habil. é Irmã inteira do P". Thomaz José Pacheco ordenado : .
Belchior filho do alferes Joam Baptista de Ohvelra e de sua mulher Dona Arma Rosa neste bispado por serem filhos lego8. 'de Thomaz Anto. Pacheco Galindo e de sua mu-
da Fmtoura, neto por parte materna do Sargento-Mor Manoel Pinheiro Porto e de Ihcr Marianna Genoveva Ribeiro de Andrada ". . .-. j .
,

sua mulher Ignez Rodrigues de Oliveira, e paterna de Romam Dias e a sua mulher . ' ,

Catharina Baptista de Jesus, nascido a seis do dito mez, foi padrinho Belchior Isidro
, .
' . . , .
Rarret0.e Dona Francisca Tromazia de Almeida Cabra1 mulher do Doutor Luiz Men- ' a -
". BIBLIOGRAFIA
,. 1

des Teixeira de Miranda. O vigario simam Pacheco
-
Gencdogia Paztlista?ta, de Gonzaga Leme. .,
. .
DO Pe. BELCHIOR
José Bonifacio - Apontametatos Ge~tealogisosda Fawilia Andrada i~ ::- .c:, '
u ~ o vinte
s e tres de Dezembro de mil sette centos e settenta e cinco, nesta =a- Revisto do Inst. Hist. e Geogr. Brásileivo, Tomo LXXVI, parte I' -'1913. ':i: ;

peIla de Santo 'Autonio do Tejuco, baptizei sohnemente e puz os santos oleos a Bel- Autos de liabilitaqão para ordens do Pe. Belchior Pinheiro de,'0liveira, '-. '
&ior filho legitimo de Belchior Pinheiro de Oliveira e de sua mulher Dona Floriana . . ~,
Rosa de Oliveira, neto pela parte paterna de João Baptista de Oliveira e de sua
no Archivo da Archidiocese de Marianna
mulher dona Anna Rosa da Fontoyra e pela materna de Thornaz Antonio Pacheco Selecta Brasiliense - J . U. P. de Vasconcellos, 2a. serie, Rio, 1870. :r<
Galindo e de sua mulher dona Marianna Genoveva de Andrade, nasceo a oito de De- Queirozes :- Barros Brotero, S. Paulo - 1937. ' * ' ,. .. I
zembro padrinhos Diogo Velho Garboso Por ~ r o c u r a ç ã o que delle apresentou . ,. .
JO~O .......... da Silva e Izabel M a r i a da Soledade por procuração que apresentou Silva Jardim - José Leão. , . ... .
o sargento-mor Manoel Baptista Padrim e para constar mandei fazer este assento que I

- As fotografias que ilustram este artigo. e cujos originais estão autenticados pelo,
'

Nota:
assignei. O capellão Fructuoso Gomes da Costa". fotografados, foram cedidas pelo sr. Horacio d e Carvalho Toledo Martins, parente. ,doa Andradas .- :
0 s paes do Pe. Belchior casaram-se a 19-7-1772 na capella do "Senhor Bom e pertencentes ao seu archivo de familia. . .
Jesus e Almas, filial da Matriz de Santo Antonio do Corvello, Arcebispado da Bahia". , , - 8
. .

Pe. JOAO F A U S T I N O DE OLIVEIRA REFERENCIAS A REVISTA: ..
De sua habilitacão de generr consta "que O habil'tando João Faustino de Oliveira
natural e baptizado na freguezia de Nossa Senhora da Conceição da Villa do Principe
Do Dr. Anibal Antoniito Nelson Mnchado, Delegado Regional, no Estado do Rio: -
.
deste Bispado (de Marianna) ... é fillao legitimo de João Baptista de Oliveira da "Permita-me felicitar a V. Excia. o belo trabalho da revista que tão gentilmente
{regue& de Santa Luzia, e de sua mulher Anna Rosa da Fontoura, natural de Noesa me foi enviada. Admirador das tradições que enobrecem, inclusive os da bôa linha-
Senhora do Rosario do Arresife de Pernambuco e neto pela parte paterna de Urbão gem, não dcsejo ficar alheio a o belo movimento estudioso em tal sentido, razão pela
Dias, natural da fr6ga. de Nossa Senhora do Monte e de sua mulher Catharinna Baptista qual tomo a liberdade em solicitar me considere assinante do anuário e, se possivel,
de Jesus, natural da Villa de Santa Cruz de Bispado do Funchal e pela parte ma- providenciar .para que, preenchidas as formalidades devidas, ingresse eu, fio quadro
terna de Manoel Pinheiro Porto natural da freguezia de S. Nicoláo da Cidade do social do Instituto Genealogico Brasileiro, na categoria de efetivo".
porto e de sua mulher Ignez Rodrigues de Oliveira, nat. da frega. da Sé da Cidade
de Olinda. Do Snr. Capitão O m l d o P . Trindade, Sub-Director da Guarda Civil:
I \
"
.. .tratarido-se de assunto interessante e vasto, foi com prazer que tive a opor-
tunidade de constatar o valor da referida publicação, eficientemente redigida pelo
distinto amigo. .. "
Consta que é natural da frega. de Nossa Senhora do Rosario da Vila e Praça de
Santos, filho legitimo de Thomaz Antonio Pacheco Galbdo. natural da cidade do Rio
""m Do Dr. Anterico Jacobina Lacombr. Director da Casa de Ruy Barbosa:
"1. .Está visto que muito me entriitece a cisão havida no velho
de Janeiro, e de sua mulher Maria (*) Genoveva de Andrade Ribeira, da Vila de Santos, confio na sua tenacidade para reerguer a casa e pôr tudo a salvamento
neto pela parte paterna do Doutor José de Siqueira Vieira Forte nat. do bispado da
Guarda e de sua mulher Izabel Barbosa de Britto nat. da cidade do Rio de Janeiro e Do Dr. Francisco Alberto Veiga de Castro, medico em Tietê: ,
'

pela parte materna néto do Coronel José Ribeiro de Andrade. natural do Arcebispado
de Braga e de sua mulher Anna da Silva Borges, natural da Vila e P r a de~ Santos ". "Empregue o esforçado consocio todo o seu empenho e m ' não deixa
Revista Genealogica, magnifica consecução que honra a aquelles que,,
(1) Somente neste registro se lê Afaria. Em todos os demais Moriauma. avante ".

Related Interests