Cochilo esperto

A ciência leva para dentro das empresas a tradição da sesta. A moda, que começou nos Estados Unidos, começa a chegar ao Brasil. Acredite, uma dormidinha no trabalho dá lucro.
por Flavia Natércia
Os ponteiros marcam 2 da tarde. Os olhos pesam, o corpo amolece e o trabalho não rende. Não adianta pôr a culpa na noite maldormida. Nem na digestão. ³Todos nós, mamíferos, estamos sujeitos a um relógio biológico que baixa a atividade do organismo não só à noite, mas também no começo da tarde´, explica à SUPER o neurologista Rubens Reimão, do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Por quê? A ciência não sabe. A mudança de ritmo decorre de processos químicos chamados ciclos circadianos, que regulam, a cada 24 horas, a temperatura do corpo e o sono. ³Pode ser um vestígio de nossa origem comum com outros animais que dormem várias vezes ao dia´, diz o fisiologista Luiz Menna-Barreto, da Universidade de São Paulo. O fato é que, forçada por uma marcha lenta bioquímica, a sonolência vem e se acomoda. Agora as empresas começam a lucrar com a adoção da sesta durante o expediente. Segundo o psicólogo William Anthony, da Universidade de Boston, umas vinte companhias americanas já aderiram à moda, entre elas a New York Metropolitan Transportation Authority (a companhia de ônibus de Nova York) e a ferrovia Burlington Santa Fe Railway, do Texas. Nelas, os empregados ganharam um período de 15 a 30 minutos imunes à cobrança dos chefes. Aliás, eles também devem tirar um cochilo, para o bem de todos e dos negócios. Segundo a Fundação Nacional do Sono, em Washington, a cada ano os Estados Unidos perdem 80 bilhões de dólares com trabalhadores que dormem no ponto ou cometem enganos, às vezes fatais. ³Esse número pode cair com a sesta´, diz Anthony. Essa promessa levou multinacionais como a IBM e a Nike a estudar a medida e convenceu empresários a investir pesado no repouso remunerado. Craig Yarde, dono da Yarde Metals, em Bristol, Connecticut, construiu oito dormitórios para seus 175 funcionários tirarem uma pestana de 20 minutos, sem horário marcado, na hora em que o sono bater. ³Todos acordam mais produtivos, como se estivessem no início da jornada´, disse Yarde à SUPER. No Brasil, o laboratório farmacêutico Eli Lilly, em São Paulo, já aderiu à moda. Os 1 100 empregados dispõem de uma sala escurinha, com sofás confortáveis, para repor energias após o almoço ou a qualquer momento. Só que a sesta não serve para todo mundo. ³Alguns indivíduos sofrem da disfunção chamada inércia do sono´, explica Menna-Barreto.

Às 2 horas da tarde e às 11 da noite. 3. pode. a região bem atrás dos olhos. Normalmente. 2. elas causam reações diferentes. Ritmo químico Ativados. A mente torna-se lerda e incapaz de reagir a estímulos externos. O corpo fica mole. 1. Anestésico interno Os impulsos da acetilcolina viajam até os músculos e os nervos dos membros. Só que. a acetilcolina atua sobre os órgãos digestivos e a serotonina funciona como antidepressivo. sem problemas. esses neurônios produzem em excesso mensageiros químicos que ativam e desativam outras células do corpo: os neurotransmissores acetilcolina e serotonina. Rede de influências As duas substâncias lançam impulsos elétricos pelos neurônios para as demais partes do cérebro e para a medula espinhal. Relógio sem corda O culpado pelo sono depois do almoço é um grupo de neurônios que trabalha mesmo contra a sua vontade. Os olhos ficam pesados e o raciocínio.´ A maioria de nós. em quantidades maiores. gozar de matinês diárias de repouso. 4. Os neurocientistas não sabem por que isso ocorre. . Os efeitos Menos alerta A serotonina congestiona o cérebro e diminui a capacidade de resposta dos neurônios. de onde saem os nervos que se irradiam para o restante do corpo. ela dopa as células responsáveis pela rapidez de reação e pelos reflexos. Mas conseguem descrever o processo. lento.³Eles acordam mais lentos depois do cochilo. Ali. Na base do cérebro Tudo acontece no hipotálamo. no entanto ± os dorminhocos saudáveis ±. alguns neurônios trabalham mais do que no restante do dia.

. o corpo libera substâncias. Os cientistas desconfiam que. como a melatonina. Tirar um cochilo durante esse período ajuda. que atuam na recuperação do ânimo. Você fica pronto para entrar num sono profundo.5. À noite A acetilcolina e a serotonina se misturam a outros neurotransmissores e hormônios. dormindo. com direito a sonho. Às 11 da noite. Duas reações De dia Basta 1 hora para os níveis de acetilcolina e serotonina caírem e você voltar ao estado de alerta. como o neurotransmissor endorfina. e provocam um relaxamento maior que o diurno. o metabolismo e a temperatura do corpo começam a cair.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful