You are on page 1of 8

JUSTIFICATIVA:

A oficina de Experiências Matemáticas deve adotar a pesquisa, o estudo, debates


e outras atividades para organizar, selecionar, e elaborar as atividades a serem
desenvolvidas de forma diversificadas, devido a necessidade e a importância de o
aluno valorizá-la como instrumental para compreender o mundo à sua volta e de vê-la
como área do conhecimento que estimula o interesse, a curiosidade, o espírito de
investigação e o desenvolvimento da capacidade para resolver problemas, destacando a
importância de o aluno desenvolver atitudes de segurança com relação à própria
capacidade de construir conhecimentos matemáticos, de cultivar a auto-estima de
respeitar o trabalho dos colegas e de perseverar na busca de soluções.

OBJETIVOS:

- Rever e aprofundar conceitos e procedimentos matemáticos já estudados, por meio


de metodologias diferenciadas e inovadoras sempre fazendo a articulação necessária
do trabalho com a Matemática nos dois períodos.
- Identificar os conhecimentos matemáticos como meios para compreender e
transformar o mundo a sua volta estimulando o interesse, a curiosidade, o espírito de
investigação e o desenvolvimento da capacidade para resolver problemas.
- Desenvolver a auto-estima e a perseverança na busca de soluções interagindo com os
colegas de modo cooperativo.

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS:

- Resolução de problemas deve se constituir na principal diretriz a ser adotada nas


oficinas ganhando significado quando os alunos têm situações desafiadoras para
resolver e trabalham para desenvolver estratégias de resolução. É importante ter um
aspecto lúdico, neste sentido os jogos podem exercer um papel importante no processo
de ensino e de aprendizagem de atitudes e procedimentos matemáticos se forem
propostos em um contexto de resolução de problemas fazendo a articulação entre os
dois períodos. É importante que o aluno perceba que é capaz de resolver problemas,
de raciocinar como ele o faz cotidiamente.

- Projetos tem a finalidade de que o aluno aprenda a organizar informações e


descobrir relações que podem ser estabelecidas a partir de um tema selecionado. A
função principal é possibilitar aos alunos o desenvolvimento de estratégias de
organização dos conhecimentos escolares mediante o Tratamento de Informação. A
articulação dos conhecimentos escolares é uma forma de organizar as atividades de
ensino e aprendizagem.
- História da Matemática pode selecionar aspectos dessa história com a finalidade
principal podendo esclarecer idéias matemáticas que estão sendo construídas pelo
aluno, especialmente para dar respostas a alguns ¨porquês¨ e desse modo contribuir
para a constituição de um olhar mais crítico sobre os objetos de conhecimento e os
textos servem para contextualizar o próprio processo de construção histórica das idéias
e conceitos matemáticos.

- Tecnologia de Informação traz significativas contribuições para se repensar


sobre o processo de ensino e aprendizagem através de recursos como softwares e
calculadoras. O uso da calculadora é um recurso útil para verificação de resultados,
correção de erros, podendo ser um valioso instrumento de auto-avaliação, ela
possibilita trabalhar com valores da vida cotidiana cujos cálculos são mais complexos.
Os computadores podem ser usados junto com o professor de informática devido a
incompatibilidade de horários para uso da sala de informática.

- Clube da Matemática- desenvolver um projeto para criar um ambiente de


discussões de diversos assuntos de Matemática, e também para a montagem do jornal
mural.Construir um laboratório de Matemática ou um cantinho da Matemática com
materiais e jogos inventados e reinventados pelos alunos.

- Priorizar o fazer, as atividades devem ser propostas em diferentes contextos,


apresentando um caráter lúdico e desafiador como: jogos, gincanas, Jornal
Matemático, pesquisas, atividades articulando com o currículo básico e ao cotidiano
do aluno propondo aulas mais dinâmicas e atrativas para os alunos.

RECURSOS DIDÁTICOS E AÇÕES DESENVOLVIDAS

- Jornal Mural- Montar um painel, organizar a classe em grupos, para que a cada 15
dias aproximadamente, cada equipe se responsabilize pela montagem e a diagramação
do jornal. Combinar com os alunos as seções que poderão fazer parte do jornal, por
exemplo ( informações, curiosidades, recados, diversões matemáticas, problemas da
semana, atividades do clube, opiniões, entre outras que os alunos optarem ) e fazer um
concurso para escolha do nome.O jornal mural também pode ser uma atividade inter-
classes. Neste caso, é necessário que ele fique exposto numa área de uso comum. Cada
classe, pelo sistema de rodízio, poderá ficar responsável pela sua montagem, durante
um determinado período.

- Empinando formas geométricas- com o objetivo de enriquecer e aprimorar os


estudos de geometria , foi feito a confecção da pipa, pretendendo abordar diversos
temas matemáticos, como ( Ângulos, retas, medidas de comprimento, área, perímetro e
simetria,proporcionalidade, preço que custou para confeccioná-la ).

- Gincana dos sólidos- Para esta gincana, deve fazer grupos de 5 alunos, e cada
grupo deverá trazer de sua casa objetos, embalagens, frascos, etc, com formatos de
sólidos geométricos. Serão considerados para a contagem de pontos até três
exemplares de cada sólido geométrico, seguindo os pontos de uma tabela. Ganhará a
gincana o grupo que obtiver mais pontos; e assim os alunos identificaram os sólidos de
acordo com o número de arestas, vértices e faces.

- Construções de sólidos geométricos- Aproveitando o material que os alunos


trouxeram para gincana de sólidos: caixas e embalagens ( fazer planificação desses
sólidos). Em outro momento fazer a construção de sólidos geométricos, construindo
assim uma maquete da cidade do futuro utilizando o material construído.Também
podemos confeccionar esculturas artísticas e assim desenvolver a criatividade do aluno
em construir sólidos, formas , montagens e propriedades das figuras.

- Matemática e Publicidade- O aluno pertence ao departamento de criação de uma


agência de publicidade. Uma empresa vai lançar certo produto ( o aluno decide que
produto é esse, seu nome e o nome da empresa). Que eles criem a embalagem e a
logomarca ( do produto ou da empresa ). Apresentem a planificação e a embalagem
montada, colocar o preço de custo e o de venda para que se tenha lucro no produto.
Depois expor o trabalho e a classe escolherá o mais criativo e assim trabalhar com os
temas transversais ( ética e consumo ).

- Gincana Matemática falada- é um meio divertido de treinar a capacidade de


memorização e raciocínio. Elaborar desafios que possam ser resolvidos oralmente,
com estratégias e cálculo mental.

- Arte Japonesa
a) Origami- é a arte japonesa de dobrar o papel, também conhecido como dobradura.
Geralmente parte-se de um pedaço de papel quadrado, cujas faces podem ser de cores
diferentes, prosseguindo-se sem cortar o papel, podendo também usar a forma
retangular, circular, etc.O principal objetivo de se trabalhar com origami é a mescla
com a geometria, a transformação de formas planas em outras ou até mesmo em
figuras espaciais.
b) Kirigami- é parecido com dobradura, mais a técnica principal é a de cortar o papel.
O Kirigami é utilizado com enfoque educativo na confecção de cartões
comemorativos, convites, embalagens, capa para trabalhos, etc. O objetivo é
desenvolver a coordenação motora fina, o raciocínio lógico, as noções de simetria, a
visualização espacial, a imaginação e a criatividade.
Fazer uma exposição com os trabalhos confeccionados com os alunos.

-Matemática e as dobraduras- Fazer construções através de dobraduras como retas


perpendiculares, retas paralelas, fazer figuras geométricas ( retângulo, quadrado,
triângulo, hexágono, octógono) , fazer aviãozinho, borboleta, peixe, caixinha de papel,
coração entre outras e construir um livro de dobraduras mostrando cada dobradura
passo à passo com explicações envolvendo geometria.

- Construir o conceito de medida- Através de uma atividade feita com jornal ou


encarte de supermercado, distribuir para os alunos que estão reunidos em grupo, para
que procurem todas as medidas que encontrarem no encarte ou jornal procurando o
significado de cada uma delas no dicionário ou em livros didáticos, relacionando-as
com os instrumentos de medidas ( que podem ser confeccionados pelos alunos ).
Colocar essas informações em painéis e descobrir quais são as unidades de medidas
mais utilizadas na nossa cultura atualmente.

- Campanha de conscientização para evitar o desperdício de água e


energia elétrica- usando dados quantitativos com o consumo indevido em suas
residências, na escola ( sobre o desperdício, disponibilidade, distribuição de água no
planeta, etc. ), fazer uma apresentação através de cartazes com textos explicativos,
tabelas, gráficos e ilustrações para convencer as pessoas da importância do uso
racional da água e consequentemente energia elétrica..

- O jogo de damas na escola-O projeto consiste em criar um tabuleiro de damas


e as suas peças com as respectivas medidas do tabuleiro, utilizando o trabalho
com escalas.
A confecção do tabuleiro de damas e as peças teve como um dos objetivos
trabalhar conteúdos interligados na área de Matemática.
Foram desenvolvidos os seguintes conteúdos: área e perímetro( quadrado e do
triângulo), retas paralelas e perpendiculares,geometria plana ( linhas:diagonal,
horizontal e vertical), operações com números naturais, noções de espaço,
medidas de comprimento,frações, potenciação e radiciação.

- Construção de uma maquete da sala de aula- Medir a sala de aula usando


instrumentos de medidas ( régua, fita métrica, trena), e depois através do uso de escala,
construir uma maquete da sala de aula e posteriormente da escola.

- Mosaico- o objetivo é sempre transmitir mensagens que além de informar,


provocam emoções, sentimentos e sensações com diferentes efeitos nos observadores.
Com esse trabalho o aluno observa e assim construir o seu próprio mosaico usando
figuras geométricas, simetrias, que através das cores e da sua sensibilidade tornam
trabalhos com efeitos diferentes. E também fazer um mosaico utilizando material
reciclado ( tampinhas de refrigerantes, caixas de papelão, etc.).

- Matemática através de jogos e material concreto- tornar a Matemática mais


dinâmica, atraente, despertando e provocando o interesse e prazer nos alunos. O aluno
confeccionará 2 jogos adaptando conteúdos já estudados, após a confecção, ele irá
elaborar regras e estratégias, e assim haverá competições com os jogos confeccionados
por eles sendo inter e extra-classe, fazer uma exposição com os jogos e começar a
montar o laboratório de Matemática.

- Os números através dos tempos- estabelecer semelhanças e diferenças entre os


diferentes sistemas de numeração criados pelo homem através dos anos, também
através de material reciclado fazer a construção do ábaco e a partir das informações
coletadas os alunos criaram um Sistema de Numeração para o Futuro através de
colagens.

- Por entre as linhas do tempo- Construção de uma linha do tempo com a rotina
diária de cada um dos alunos. Trabalhar com as noções de tempo, calendário, medida e
proporção. Confecção de uma linha do tempo contendo as 24 horas do dia e a
distribuição de tarefas executadas a cada hora. Confecção de um mural a ser exposto
na escola com as atividades diárias de cada um dos alunos.

- História da Matemática- escolher um matemático famoso para estudar a


biografia, suas descobertas e contribuições para o conhecimento, apresentar uma peça
teatral relatando um ou mais episódios relacionados com a vida e a obra do
matemático pesquisado.Em outra atividade pesquisar a presença da Matemática na
cultura de determinado povo e suas contribuições para a evolução da ciência, fazer
uma exposição de cartazes com textos explicativos e ilustrações.

- Você é o autor?- O aluno é convidado a participar do processo de ensino e


aprendizagem quando vira autor da sua própria situação-problema e tem que elaborar
questões através de uma foto ou recorte de jornal ou revista sobre o tema que está
sendo estudado no currículo básico.

- Trabalhar as operações com os números naturais- os alunos realizam as


operações usando o material dourado e também através de jogos educativos,
confeccionados por eles ou não.

- Jogo dos Números e linhas curvas- Através de uma seqüência numérica os


números foram riscados usando segmentos de retas e assim formando figuras
geométricas e através de sua observação eles foram pintando as figuras e depois foi
feito uma outra atividade com linhas curvas, eles fecharam os olhos e foram riscando
sem tirar o lápis do papel utilizando apenas linhas curvas e assim houve uma
comparação entre segmentos de retas e linhas curvas.

- Álbum seriado- construir um livro para cada assunto passo a passo com
explicações , fotos ou ilustrações envolvendo geometria referentes aos seguintes
assuntos: sólidos geométricos, figuras geométricas planas, entre outros temas que
julgar necessário.

- Matemática Divertida - Trabalhar o quebra-cabeça chinês de 7 peças, para


descobrir o nome das figuras geométricas e também foi construir figuras, letras e
números; através do quebra-cabeça de 8 peças com figuras arredondadas foi
construído o Coração Partido e também através do Tangram Oval poderá ser
construído o ovo de Páscoa e outros tipos também poderá ser encontrado no livro do
CAEM_USP. O Stomachion é um quebra-cabeça de 14 partes. O objetivo do jogo é
depois de embaralhados, juntar esses 14 pedaços para formar novamente o quadrado.

- Instrumentos e materiais são usados em diversas atividades e em particular


naquelas que envolvem construções geométricas, constituem também recursos
didáticos da sala de aula de Matemática. Instrumentos tais como ( régua, esquadro,
transferidor, compasso, metro, trena, termômetro, relógio, cronômetro, entre outros) e
materiais ( malha triangular, papel quadriculado, material dourado,ábaco, tangrans,
sólidos geométricos, dobraduras, geoplano, formas geométricas, obras de arte, sólidos
geométricos, painéis, mosaicos, entre outros ).

- Jornais , revistas e folhetos de propaganda- A presença da Matemática é


muito marcante, pode usar esses recursos para chamar a atenção do aluno e mostrar
que ela está presente no seu cotidiano, que ela é útil no dia-a-dia das pessoas e
também é uma forma de linguagem. Muitos trabalhos interdisciplinares e projetos que
envolvem os temas transversais podem ter origem na leitura de artigos de jornais e
revistas e também através deles os alunos podem elaborar tabelas e fazer a construção
de gráficos.

- Panfletagem- Leitura atenta dos panfletos observando os números inteiros


racionais, juros e porcentagens. Elaborar situações problemas com respectivas
soluções. Por final produzir um panfleto contendo as situações /soluções, utilizando as
figuras encontradas no folders.

- Economia em casa- fazer levantamentos, por grupos, dos itens de alimentação


que constariam de uma compra de supermercado de cada grupo pesquisando no site ou
nos folhetos os preços nos diferentes estabelecimentos, as quantidades oferecidas e a
localização de cada estabelecimento. Calcular o custo da “compra” de cada grupo, e
verificando os melhores preços oferecidos. Fazer um levantamento, junto às famílias,
dos produtos da cesta básica e de seu custo aproximado. Recalcular o custo das cestas
básicas levando em conta os melhores preços e condições oferecidos. Pesquisar sobre
as necessidades nutricionais de cada grupo e montar uma cesta básica que atenda a
estas necessidades, calculando seu custo. Comparar os custos das três cestas
elaboradas - a das crianças, as das famílias e as montadas após pesquisa - discutindo as
diferenças e verificando os itens que encarecem a compra. Organizar palestras para
outras turmas da escola sobre pesquisa de preços, necessidades nutricionais, alimentos
supérfluos x necessários.

- Colar com rolinhos de papel - A atividade feita de colar de triângulos foi


realizado para dar de presente no Dia das Mães com o uso de folhetos de propaganda e
assim usando o material reciclado.

- Gráficos – Identificar os diferentes tipos de gráficos presentes em seu cotidiano, as


atividades com gráficos são um recurso para trabalhar com dados da realidade, além
de propiciar um contexto natural para desenvolver relações com outras áreas do
currículo.Ao final, montar com a classe um cartaz no qual apareçam todos os tipos de
gráficos e deixar exposto para ser utilizado sempre que for necessário.

- Explorando a primeira página de um jornal- este é um levantamento de dados


para descobrir quanto espaço o jornal dedica a cada tópico em sua primeira página.
Escolher 3 tópicos ( manchetes, figuras e texto ) .Os jornais são escritos em colunas
então recortar as figuras, manchetes que tenham a largura das colunas, separar os
recortes de acordo com os tópicos, dispondo as peças no chão agrupadas em 3 ou 4
colunas formando barras, e assim ver quanto espaço o jornal destinou a cada tópico
pelo tamanho das barras.

- Reportagem Jornalística- Entrevistar pessoas para descobrir o que ela usa de


matemática em seu trabalho. Que o aluno proceda como uma jornalista: prepare uma
ficha com os dados do entrevistado e a relação de perguntas formuladas pelo
entrevistador, depois escrever uma matéria sobre a importância do conhecimento
matemático na vida cotidiana das pessoas. A reportagem pode ser enriquecida com
imagens ou fotos em relação ao trabalho das pessoas.

- Ginástica artística- Simultaneamente com os Jogos Olímpicos trabalhar a


evolução de uma modalidade esportiva observando principalmente medições e
recordes envolvidos, fazendo assim uma exposição oral em forma de documentário
jornalístico, com auxílio de cartazes com tabelas, gráficos e fotos ou ilustrações.

- Projetos decorativos- Para equipar e mobiliar a casa que é representada através de


uma planta baixa. Pela comparação dos projetos, analisar a funcionalidade das
diferentes formas geométricas. Elaboração de 2 cartazes, um para cada projeto
decorativo ( planta arquitetônica com vista superior dos equipamentos e móveis
escolhidos ). Também pode ser feito em uma outra atividade a elaboração de uma
planta baixa da escola fazendo uso de escalas no estudo e na representação do espaço
físico. Ao final fazer uma mostra coletiva de todas as plantas elaboradas pelos grupos,
de modo que seja possível a comparação entre elas.

- Filmes e músicas a sua finalidade é motivar um assunto, complementar e debater


um tema, problematizar a partir de uma situação. Filmes tais como( Cyberchase,
Donald no país da Matemática, Vídeo Tabuada, Matemática sem problemas e outros) e
músicas como ( Aquarela, Os números, Cantando a Tabuada entre outras )podendo ser
apresentado através de desenhos, peça teatral, jogral ou cantando.

- Jogos e passatempos- por meio desse recurso os alunos aprendem brincando. Em


um jogo o aluno desempenha papel ativo na construção de seu conhecimento,
desenvolvendo raciocínio, autonomia, além de interagir com seus colegas.

a) Jogos tais como( Ensinar e Aprender- Divisão em Linha, Hex Multiplicativo,


Juggle-Monominós, dominós até pentaminós, Corrida de Obstáculos) outros jogos
como ( dominó, trilha, stop, jogo da memória, bingo, banco imobiliário, quatrilho,
jogo das frações, número secreto, entre outros).
b) Passatempos como ( cruzadinha, caça-palavras, sudoku, números lógicos, desafios,
quebra-cabeça. Etc.).e também fazer um livro com passatempos envolvendo conteúdos
matemáticos de acordo com os assuntos estudados no currículo básico.

-Livros paradidáticos são utilizados para proporcionar alternativas de aprofundar e


esclarecer melhor detalhes de assuntos importantes abordados no decorrer do ano.
Como os seguintes livros( Matemática em mil e uma história, O contador de histórias
e outras histórias da Matemática, Vivendo a Matemática, Pra que serve a Matemática?,
Contando a história da Matemática, entre outros ), podendo ser apresentado através de
desenhos ou peça teatral envolvendo situações problemas.

- Construções Geométricas
a) Construções em papel quadriculado- fazer a ampliação e redução de figuras planas,
podendo ser retirado os desenhos de Gibis, tabuada em papel quadriculado trabalhando
assim com a propriedade comutativa, área e perímetro de uma planta baixa de uma
casa, fazer um espiral formando um caracol, entre outras.
b) Construções com régua e esquadro – fazer desenhos bonitos e descobrir que com a
Matemática também fazemos arte, o resultado surpreende pois vê-se uma curva onde
foram traçadas apenas linha retas, também poderá ser feito através do ponto médio de
um quadrado ou triângulo repetindo várias vezes, traçando diagonais de um polígono é
possível fazer figuras muito interessantes, a diagonal também pode ser feita usando
madeira, pregos e linhas coloridas.

c) Construções com régua e compasso-


Mandala- propor que os alunos pesquisem na internet como é a imagem de uma
mandala e quais são as figuras geométricas que nela existem, propor que depois da
pesquisa os alunos construam a sua mandala , usando as propriedades identificadas nas
imagens.
Rosáceas- propor que os alunos pesquisem na internet diversas rosáceas e depois com
o uso de régua e compasso que eles construam uma rosácea usando os conceitos
estudados do currículo básico sobre circunferência e seus elementos.
Calendário indígena- propor que os alunos construam uma circunferência e a dividam
em 12 partes iguais, os calendários dos povos indígenas, geralmente, são relacionados
à agricultura e aos fenômenos naturais, como a chuva e o frio.
Ao final de todas as construções fazer uma exposição de todos os trabalhos feitos
pelos alunos.

- Informática: é fundamental que os alunos se familiarizem com o computador e


com os programas específicos tais como ( Cabri, fraccionando, Tangram, Números em
ação, Geometricks, Excell, entre outros) e a internet é um excelente recurso para
enriquecer as aulas. Nela há sites que exploram a História da Matemática,
Curiosidades, Desafios, Jogos, etc.

AVALIAÇÃO

- A avaliação será contínua e assim o aluno será avaliado diariamente, através de


sua participação, de suas atitudes, de seu desenvolvimento e aproveitamento no
processo ensino-aprendizagem
- A avaliação deve buscar um diagnóstico do processo de aprendizagem do aluno
e levantar elementos para corrigir distorções observadas nesse processo.
- Auto-Avaliação- é preciso que o aluno exercite a reflexão sobre seu próprio processo
de aprendizagem e socialização. A avaliação feita pelo aluno é muito construtiva para
favorecer uma análise crítica do seu desempenho. Ele pode expressar-se por escrito,
oralmente ou desenhando representando o que mais gostou ou de que menos gostou e
por quê, quanto acha que aprendeu, o que na sua opinião deveria ser feito para
melhorar seu desempenho.