P. 1
1º Dia

1º Dia

|Views: 586|Likes:
Published by ajctrips

More info:

Categories:Types, Reviews
Published by: ajctrips on May 02, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/02/2011

pdf

text

original

1º Dia – 28-03-2011 Segunda-feira acordo bem cedo e às 8h da manhã já estou agarrado a telefones para tentar localizar o transporte

com o meu Discovery. Eram 9.15h, finalmente soube noticias do motorista. Estava a 250km de Marabá porque tinha tido um problema com o camion tendo ficado numa área sem cobertura de rede e incomunicável. Só que, esses 250km iriam demorar pelo menos umas 5 a 6h de viagem porque tinha partes muito esburacadas e com terra batida. Calculámos que chegaria pelas 15 a 16h e efectivamente pelas 15.30h chegou no local combinado. Que alivio voltar a ver o carro conforme o deixei, apenas com um pouco mais de pó resultante da viagem. Eram 5h,30m da tarde quando nos pusemos à estrada atravessando o Rio Tocantins e deixando Marabá para trás, o Sérgio e a Silvia sua navegadora e eu sózinho no meu carro.

Rio Tocantins em Marabá Chegamos a Tucuruí perto das 22h e ainda fomos jantar depois de encontrado o Hotel e o restante do grupo. Tinha acabado de fazer os primeiros 268km de asfalto primeiro na PA-150 até Goianésia do Pará e depois virando à esquerda pela PA-263 até Tucurui.

Percurso do 1º Dia Estrada muito esburacado com verdadeiras armadilhas que mereciam toda a atenção para não se cair dentro delas e destruir a mecânica ou provocar um despiste. Mas o mais engraçado, é que, com a estrada tão destruida e cheia de buracos, que não deixam ganhar muita velocidade, ainda existem umas lombas de desacelaração pelo meio do nada com uma altura incrivel, eram excusadas e esse asfalto podia muito bem ter sido usado a reparar as estradas.

Uma das armadilhas que encontrámos já perto do destino e de noite, era uma ponte enorme de placas de aço em que faltavam 3 placas em toda a ponte e sem iluminação nenhuma, as placas tinham cerca de 1,5mtx50cm!!!!. Pensei comigo mesmo, “Bem-Vindo à Transamazônica” e ainda nem tinha começado....

Foto do Luis Figueira

Foto do César Tucurui tem uma das maiores barragens Hidroeléctricas da América do Sul, uma visão fantástica da força da água que se estende por uma área muito grande. O Jantar foi servido num restaurante local, com peixe de rio chamado de Tucunaré, um verdadeiro manjar de deuses de tão delicioso que é. Conversa puxa conversa com o dono do restaurante, viemos a saber, por saber da referência do cozinheiro, que ele preparou esse mesmo peixe com muitos detalhes de segurança imposta pelo protocol numa visita que o ex-presidente Lula fez na Central Eléctrica naquela cidade. Realmente, o peixe estava um espectáculo. Banho tomado,carro arrumado e tudo preparado para sair no dia seguinte, fui dormir perto das 24h.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->