You are on page 1of 5

UNIVERSIDADEFEDERALDE SERGIPE DEPARTAMENTO DE Fisiologia DISCIPLINA DE BIOQUÍMICA PROF. Dr. CHARLES·DOS S.

ESTEVAM

1--Qual a importância co-evolutiva da glicolise para os organismos vivos?
A glicólise é uma rota central quase universal do catabolismo da glicose, a rota com o maior fluxo de carbono na maioria das células. A quebra glicolítica de glicose é a única fonte de energia metabólica em alguns tecidos de mamíferos e tipos celulares (hemácias, medula renal, cérebro e esperma, por exemplo). Alguns tecidos de plantas que são diferenciados para armazenar amido (como os tubérculos da batata) e algumas plantas aquáticas derivam a maior parte de sua energia da glicólise; muitos microorganismos anaeróbicos são inteiramente dependentes da glicólise.

2 - Qual a importância da via das pentoses fosfato para os organismos?
Sua maior importância é a produção de NADPH e pentoses extra mitocondrial As trioses e hexoses produzidas na via pentose podem ser utilizadas com facilidade na via glicolítica, ou seja se o indivíduo se tiver algum defeito enzimático da PFK a via das pentoses pode suprir. .

3- Qual a importância da fase não oxidativa da via das pentoses fosfato? 4 - Qual a importância da enzima glicose 6-fosfatodesidrogenase para avia das pentoses?
A G6PD gera no ciclo das pentoses contínua e ininterruptamente, o agente redutor mais importante da célula o NADPH e desta forma mantém funcionando o ciclo de EmbedenMeyerof. Este ciclo gera contínua e ininterruptamente o piruvato, forte desestruturador da água citoplasmática.

,8 -Qual rendimento energético global de três moléculas de glicose em todo o metabolismo explique sua 'resposta? 9 ~ Quais os pontos de regulação da glicolise? Explique sua resposta?
As três reações irreversíveis se constituem nos pontos de regulação da via glicolítica: Hexocinase é inibida pelo produto da reação, G6P. Esta enzima está presente na maioria dos tecidos e apresenta um Km menor que 0,1mM para a glicose presente no sangue. No fígado, além da hexocinase está presente uma isoenzima, a Glicocinase, que também fosforila a glicose, utilizando ATP, mas não é inibida pelo produto da reação. Esta enzima apresenta um Km cerca de 100 vezes maior para a glicose, do que a hexocinase e é inibida pela frutose-6-fosfato, enquanto a frutose-1-fosfato estimula a sua atividade. Por essa razão, quando os níveis de glicose circulante estão altos, o fígado utiliza glicose a uma velocidade considerável e com isso mantem normal a glicemia. Por outro lado, tecidos como o cérebro utilizam glicose mesmo quando a sua concentração no sangue e no tecido se encontra em níveis muito baixos. Fosfofrutocinase é uma enzima alostérica e por isso, deve catalisar a reação limitante da glicólise, se consitutindo no ponto regulatório mais importante na maioria dos tecidos. Esta enzima é inibida quando os níveis de citrato estão elevados. Por outro lado APM e frutose-2,6-bisfosfato atuam como efetor alostérico positivo.

.A piruvatocinase é outra enzima regulatória da glicólise. • estimula as células do fígado e dos músculos a fazer proteínas a partir de aminoácidos. 11 – Quais os caminhos que o piruvato pode seguir? Explique sua resposta? O Piruvato pode seguir dois caminhos diferentes após a sua Formação. O glucagon age nas mesmas células que a insulina.Forma-se o Acetil-CoA que vai entrar no Ciclo de Krebs 12 – Explique o processo de metabolismo anaeróbico de carboidratos nos tecidos em baixas concentrações de oxigênio? . • impede as células do fígado e dos rins de fazer glicose a partir de compostos intermediários das vias metabólicas (gliconeogênese). enquanto a presença de frutose-1. • estimula as células adiposas a formar gorduras a partir de ácidos graxos e glicerol.Formam-se produtos de Fermentação (Etanol e CO2 no caso da fermentação Alcoólica. 3) A formação do piruvato pela ação da piruvato quinase 10:. a insulina armazena os nutrientes logo após uma refeição. Ácido Láctico na Fermentação Láctica). 2)Formação da frutose 1. O glucagon é outro hormônio protéico feito e secretado pelascélulas alfa das ilhotas pancreáticas.6-bisfosfato aumenta a sua atividade.6-biosfato através da fosfofrutoquinase-1.Se a tx de glicose está baixa no sangue receptores no fígado são acionados para que ocorra a quebra de glicogênio em glicose.  Em condições Aeróbias: . ácidos graxos e aminoácidos na corrente sangüínea.A insulina coloca a glicose circulante no sangue p/ dentro da célula onde ela será consumida ou armazenada(no fígado em forma de glicogênio) e o glucagon aciona a quebra de glicogênio do fígado em glicose liberando-a no sangue p/ posterior consumo. dependendo das conduções do meio:  Em condições Anaeróbias: . • estimula a gliconeogênese no fígado e rins através da quantidade de glicose disponível no sangue.. Como os hormônios insulina e glucagon controlam o Metabolismo de carboidratos? Explique sua resposta. diminuindo assim as concentrações de glicose. a insulina faz o seguinte: • estimula as células do fígado e dos músculos a armazenar glicose em forma de glicogênio. A presença de ATP inibe a atividade da enzima. A glicólise é regulada em três pontos: 1) Conversão da Glicose em Glicose-6-fosfato através da enzima hexoquinase. Desse modo. mas tem efeitos opostos: • estimula o fígado e os músculos a quebrarem o glicogênio armazenado (glicogenólise) e liberar glicose.

Na glicólise. que atua no processo inverso. quando uma delas está ativa.fosfato a frutose 1.6-bifosfato na regulação da glicoIise? Explique sua resposta A gliconeogênese e a glicólise são reguladas de maneira separada e recíproca. ocorrendo no fígado(principal local) e córtex do rim(menor quantidade) Os principais percursores não glicídios são: Lactato. que catalisa a reação de fosforilação da frutose 6. 14. em ocasiões de um período de maior jejum. da degradação de proteínas no músculo esquelético.Por que a via glicolítica possui mais de um ponto de regulação? 20 .bisfosfatase. 16. . ela inibe a enzima frutose1. de forma indireta. A gliconeogênese inclui todos os mecanismos e vias responsáveis pela conversão de compostos aglicanos(não carboidratos ou não açúcares) a glicose e glicogênio. frutose .bisfosfato. Aminoácidos e glicerol.13 .Explique o mecanismod~ al{ao dafosfogliceratomutase? 15 . onde as reservas de glicose disponíveis à partir do glicogênio não são suficientes. Entra pelo dihidroxiacetona-P.-Expliquea importancia da gliconeogenese e como ela ocorre? Através da gliconeogênese as necessidades de glicose no organismo são supridas à partir de fontes não glicídicas.6. Já na gliconeogênese. a importância da frutose 2. A frutose 2.Qual a importância da via das pentoses fosfato para os tecidos que estão envolvidos na biossíntese de lipídeos 21 -·As reações celulares estão longe do equilíbrio? Explique sua resposta 22 – Explique o efeito Pasteur? A glicólise se constitue na etapa inicial no processo da oxidação completa de carboidratos envolvendo oxigênio molecular.. 17 -Qual a importância dos intermediários fosforilados no metabolismo de carboidratos? 19.Quais' os· destinos dos NADH + Hgerados naglic6lise? Explique sLla resposta. desacelerando a produção de glicose.Qual. O Lactato é formado pelo músculo esquelético ativo. quando a velocidade da glicólise excede a taxa metabólica do ciclo do ácido cítrico (ciclo de Krebs) e a cadeia respiratória (fosforilação oxidativa). isto é.6. suprimir a glicólise. a outra está desacelerada. ou durante períodos de exercícios intensos. ela atua como um ativador alostérico da enzima fosfofrutoquinase I. Entra pelo piruvato.bisfosfato é um dos reguladores dessas duas vias metabóbilcas. Os Aminoácidos são derivados de proteínas em dietas e jejum. Esse fenômeno é chamado efeito Pasteur 25 .6. A presença de oxigênio nessa primeira etapa pode. Entra pelo oxalacetato e piruvato. O Glicerol é produzido pelas células adiposas através da hidrólise (degradação) dos trigliceróis.Qual a importância da conversão das oses em glieose.

e processam-se cinco reações bioquímicas. Como há dois moles de triose fosfato formados. pelo contrário. Quais as. fatores de inibição da enzima piruvato quinase? Explique sua resposta 29 . o resultado da fase de geração de ATP é de quatro ATPs e dois NADH. A ponte de fosfato de alta energia gerada nesta etapa é transferida ao ADP para formar ATP. O fosfato restante é também rearranjado para formar outra ponte de fosfato de alta energia que é transferida ao ADP.A transformação de glicose em glicose 6-fosfato e um processo acoplado? Explique sua resposta? 26. o cátion Mg2+ é indispensável para as reações. gliceraldeído-3-fosfato (uma triose fosfato) é oxidado pelo NAD e fosforilada usando fosfato inorgânico.[2] Nesta fase.Qual 'a importância das fosforilases do glicogênio para o metabolismo de carboidratos? Explique sua resposta? 27-Quais as fases da glicolise? Explique sua resposta Na fase inicial preparatória da glicólise (fase de investimento).gliceraldeido? Explique sua resposta? 24 . não se estinguyindo a não ser na morte “Antonie Lavosier” 34-Explique porque as reações enzimáticas que envolvem o ATP como doador do grupo fosforil o verdadeiro substrato e o Mg+2? ' . O resultado é uma produção global de dois moles de ATP. Nenhuma energia é armazenada.Explique a frase de Antoine Lavoisier (1743-1794) "A tocha da Vida inflama-se a si mesmo no momento em que a criança respira pela primeira vez. explique sua resposta? 30 –Explique a relação ADP/ATP na regulação do metabolismo de carboidratos ? 31 – Qual o papel metabólico da vitamina niacina? Explique sua resposta 31 – Explique porque as variações de energia livre são aditivas 32 – Explique porque o ATP fornece energia por transferência de grupo e não por simples hidrolise? 33 . dois moles de NADH e dois moles de piruvato por mol de glicose. a glicose é fosforilada duas vezes por ATP e clivada em duas trioses fosfato.Explique o processo de deslocamento nucleofilicos do grupo fosforil do ATP e qual a importância desta reação? 33 . a célula gasta duas moléculas de ATP.[2] 28 -. duas moléculas de ATP são investidas nas reações de fosforilação Na fase de geração de ATP (de rendimento).Qual a função do NADPH2.

Porque o ATP fornece energia por transferência de grupos.Porque as reações de hidrolise com variações de energia livre negativa os produtos são mais estáveis que os reagentes ? 36 . estão relacionadas com os sistemas biológicos? .Como a 1°e 2° leis termodinâmicas.35 . e não PR simples hidrolise? 37 .