Caracterização Socioeconómica da Índia na Actualidade Situado no continente asiático, a Índia é o segundo país a nível mundial com o maior número

de população (mais de um bilião de habitantes). Esta população caracteriza-se por uma diversidade étnica, religiosa e cultural que marca toda a forma de vida da população. A partir dos anos 60, começou a existir um rigoroso controlo do crescimento da população, pois este agravou o quadro de social do país a nível de miséria e fome. Assim, surgiram algumas medidas de modo a diminuir este crescimento, tais como: d ivulgação de métodos

contraceptivos; esterilização da população pobre e a limitação do número de filhos por família. O crescimento tão elevado desta população, está relacionado com questões culturais. Pois os indianos acreditam que, quantos mais filhos tiverem mais condições de confortos terão na velhice. O forte aumento populacional, gerou sérios problemas em relação à produção de alimentos. Para o combate à fome, o governo incentiv ou, a partir de 1960, a Revolução Verde. Esta caracterizou-se pela modernização das actividades agrícolas por meio da introdução de técnicas avançadas de cultivo, como o uso de maquinaria moderna e sementes seleccionadas. Apesar, desta aumentar o volume da produção agrícola, não solucionou o problema da fome no país. Isto porque, a Índia destinava grande parte da sua produção agrícola à exportação, o que diminui a oferta destes géneros no mercado interno. O Hinduísmo é a principal religião da Índia, esta co nstitui um sistema social, uma vez que divide a sociedade em diferentes castas, que são

Devido a esta nova política. Em suma. . o sector industrial atravessou uma série de dificuldades. o governo indiano não reconhece a existência de cascas. no entanto. decretando falência ou sendo compradas por multinacionais. As castas são grupos de pessoas e famílias que se diferenciam uns dos outros. Oficialmente. eliminado as barreiras alfandegárias. o país a partir de 1990 teve que promover uma maior abertura da sua economia. e teve assim que obedecer às regras e politicas impostas por este. não têm conseguido concorrer com as multinacionais. a Índia apesar de pertencer a um mundo subdesenvolvido destaca-se por ser um país de forte influência política e económica. diminuindo o proteccionismo e dar uma maior liberdade às importações e ao capital externo. Isto originou um crescimento de aproximadamente 8%. Nas últimas décadas. estas marcam muito a sociedade e o modo de vida da população indiana. Em troca da ajuda financeira do FMI. Este sistema determina uma forte separação social. muitas empresas particulares indianas e do governo. Assim. com mais ou menos privilégios e deveres.estabelecidas pela hereditariedade. o governo recorreu a empréstimos do FMI (Fundo Monetário Internacional). que explica assim o papel de cada indivíduo na sociedade. nos últimos anos. de acordo com a posição social que ocupam. como a escassez de capital para novos investimentos.