CURSO DE HARDWARE – NÍVEL I Introdução

Até a década de 40, possuir um automóvel era motivo de orgulho, preocupação e mais tarde passou a ser um luxo de classe média. Mas com o advento dos carros populares, mais baratos e econômicos, deixaram de ser um luxo e passou a ser uma necessidade, e o motorista profissional cedeu lugar ao motorista amador, isto é, não somos profissionais da automobilística. Somos amadores. Utilizamos nossos carros não como fonte de renda, mas como ferramenta que nos auxilia em nossas profissões e afazeres do dia-a-dia.

A história do computador é bastante semelhante. Na década de 60, apenas as grandes empresas podiam arcar com as despesas de compra e manutenção de um computador e somente os profissionais de informática sabiam como manejar aquela máquina tão complicada.

Na década de 80 a informática deixou de ser luxo e passou a ser necessidade. Surgiu então o usuário amador. É o usuário amador que, como o motorista amador, conduz o seu micro, sem conhecer mecânica ou eletrônica. É o usuário amador que, não sabe como o programa foi desenvolvido, mas conhece as regras de utilização e sabe definir os passos corretos para alcançar o seu objetivo. É o usuário amador, que utiliza o computador não como fonte de renda, mas como ferramenta que o auxilia na sua profissão e afazeres do dia-a-dia.

Entendendo como Funciona o Computador Para um melhor entendimento do funcionamento do computador, vamos fazer uma analogia entre o cérebro humano e o cérebro eletrônico, o nosso computador. O Cérebro Humano O cérebro é a parte do corpo utilizada para processar dados, isso quer dizer, armazenar e organizar informações na memória, tomar decisões em função dessas informações e fazer cálculos.

Fase 2: Procurou em sua memória uma imagem parecida com aquela. Fase 4: Diante das informações. Fase 5: Mandou uma ordem para a boca dizer “Bom-dia”. tomou a decisão de cumprimentá-la. Como vimos. encontramos importantes conceitos do processamento de dados: Entrada: Envio de uma informação para o cérebro Processamento: Análise e tomada de decisão diante das informações Saída: Resposta do cérebro à informação recebida Percebemos que ocorre um fluxo da informação e poderá ser representada pelo diagrama abaixo: . Fase 3: Ao encontrar a imagem. Agora vamos analisar quais os passos seguidos para resultar no cumprimento: Fase 1: Ao avistar o amigo. Andando pela rua você encontra um amigo e cumprimenta-o dizendo “Bom-dia”. Diante disto. capturou todas as informações referente àquela pessoa.Vamos imaginar uma situação do nosso cotidiano. você recebeu a imagem enviada através dos olhos. um simples processo envolve várias fases.

vem sendo programado a executar uma seqüência lógica de passos. e os periféricos mais utilizados são: monitor de vídeo. é seguir uma série ordenada de passos para atingir um objetivo. Analisando. . temos: Podemos dizer que nosso cérebro é uma Unidade Central de Processamento.Substituindo pelas partes do corpo envolvida no processo. percebemos que executar uma atividade. Os programas e os dados ficam armazenados nos discos e são carregados na memória somente durante o processamento. e a boca como periférico de saída. os olhos funcionaram como periférico de entrada. Além de periféricos e uma central de processamento. teclado. ainda. o exemplo. não importa de que tipo ou nível de complexidade. A unidade central de processamento é chamada CPU (Central Processing Unith. portanto. visto que são os periféricos. o cérebro. unidade central de processamento. disco flexível e disco rígido ou winchester. desde que nascemos. em inglês) ou UCP. O Cérebro Eletrônico O computador também é composto de uma unidade central de processamento e de periféricos. ou seja. (Lembre-se: memória é qualquer lugar onde os dados podem ser armazenados). e acionamos um determinado programa (guardado em nosso banco de dados) no momento apropriado. isto é. e os órgãos internos e externos. impressora. o computador também possui uma memória.

tem duas partes diferentes que funcionam em conjunto: · Hardware. têm aplicação profissional. placas e chips fazem parte dele. outro Dispositivo de Entrada Um computador. · Software são os programas que. Existem softwares de vários tipos. executam as diferentes tarefas necessárias ao processamento de dados. Podem ser utilizadas por leigos. Þ Software Aplicativos: executam tarefas comuns como escrever. que em inglês significa equipamento pesado (ferragem). fazer cálculos. é a parte física do computador. os mais importantes são: Þ Sistema Operacional ou Software Básico: prepara o computador para receber e executar os programas. periféricos. Memória e Winchester ficam dentro do Gabinete O Teclado Permite a Entrada de Dados Mouse. Þ Linguagens de Programação: utilizadas para escrever programas. cabos. desenhar ou armazenar informações.O Computador Monitor de Vídeo Exibe a Saída Unidade Central de Processamento. utilizando o hardware computador. Componentes de memória. pois são fáceis de manusear. . conjunto de componentes e equipamentos adequadamente estruturado.

G . por exemplo: para obter ã. isto é. isto é. de teclas alfanuméricas).Teclas de movimentação do cursor: Durante a digitação ou em um texto já digitado.Teclas Alfanuméricas (alfabéticas e numéricas): Como em uma máquina de escrever. B . já que qualquer programa pode redefini-la. a linha que está logo abaixo sobe. E . para obter letras maiúsculas sem usar a tecla Shift. Se o ponto de inserção estiver localizado no final de linha editada ou em uma linha em branco e você pressionar a tecla delete.O Teclado e Suas Funções As informações que você digita no teclado são transmitidas para o seu computador.Teclado Numérico: Outra opção para entrada de números. você obterá a letra em maiúsculo. quando está ativa.Tecla Delete: Essa tecla serve para apagar os caracteres localizados a direita do ponto de inserção. serve para obter letras maiúsculas. F .Tecla Shift: Como em uma máquina de escrever. mantenha essa tecla pressionada e escolha uma letra pressionando-a. este coloca as informações na memória principal e são rapidamente apresentas na tela do nosso sistema de computação. D . mas para isso a tecla Num Lock (representado pela letra K da figura) tem que estar ativa. Abaixo encontramos um teclado com as principais teclas indicadas: A . acende o indicador luminoso no canto superior direito do teclado. Serve também para obter o caracter da parte de cima em uma tecla com dupla função. C . servem para a entradas de letras e números. use essas setas para deslocar o ponto de inserção a qualquer parte do texto. Essas teclas têm funcionamento duplo: você pode usá-las para números ou para movimentar o cursor na tela.Tecla CapsLock: Para fixar maiúscula. mantenha a tecla Shift pressionada e tecle ~ (localizado no canto superior esquerdo do conj. .Teclas de função: O significado dessas teclas pode mudar de programa para programa. utilize esta tecla que. agora tecla a.

ITecla Barra: Essa tecla serve para incluirmos espaços em branco entre as palavras ou simplesmente incluir espaços. K . N .Tecla Esc: Essa tecla permite que você interrompa ou abandone a tarefa atual.Tecla Alt: A tecla Alt significa alternado.Tecla Ctrl: Também conhecida como “control” de controle. se for pressionada as teclas Ctrl (mantenha pressionada) Z.H . J . você desfaz o último procedimento.Tecla Num Lock: Ativa e desativa o conjunto numérico localizado abaixo dessa tecla. por exemplo: em um processador de texto.Tecla Enter: É uma das teclas mais importante. você irá alternar entre os aplicativos que estão carregados. isto é. P . como a tecla Ctrl.Tecla Page Down: Essa tecla rola uma janela para baixo. é utilizada em combinação com outras teclas mudando o significado desta. o indicador luminoso (logo acima) acende. muda o significado de outras teclas. O . M . No caso de um texto. por exemplo: Alt (mantenha pressionada) Tab. serve para apagar caracteres a esquerda do cursor.Tecla Page Up: Essa tecla rola uma janela para cima. . Quando está ativa. poderá ser utilizada para incluir uma nova linha (quando estiver no final de uma linha editada) ou deslocar todo o texto uma linha para baixo (quando estiver localizado no inicio da linha editada ou em uma linha em branco). L .Tecla Backspace: Também identificada por uma seta (¬).

Inserindo o disco na unidade de disco Insira o disco de 5¼ segurando-o com o seu polegar sobre a etiqueta. são rapidamente repassadas para os dispositivos de saída ou ficam residentes enquanto o computador estiver ligado. As outras grandezas são: Kilobyte = 1024 bytes. é o byte . mas nunca toque as superfícies magnéticas expostas. . quando rígido . flexíveis . Os discos. Coloque cada disco em seu envelope protetor e guarde-o em uma caixa quando fora de uso. O disco de 3½ deverá ser inserido com a seta. Trate-os sempre com cuidado. A abertura para o cabeçote no disco de 3½ polegadas é automaticamente coberta por um obturador quando o disco é removido do drive. Mas as informações contidas na memória. Os disquetes são delicados e podem ser facilmente danificados. programas. no lado superior esquerdo.winchester. Abaixo encontramos os disquetes mais utilizados: O disco é protegido por um envelope externo. A abertura no envelope permite que o cabeçote magnético entre em contato com a superfície do disco. Você pode pegar um disco pela sua cobertura externa. Gigabyte = 1024 megabytes.Os Discos Os dados são enviados para a memória do computador. Quando o disco está em uso. através do teclado ou um outro dispositivo de entrada. Diante desses fatos. são dispositivos de entrada e saída. especialmente na abertura para os cabeçotes magnéticos. O furo de sincronismo é usado para determinar a posição exata do disco. O orifício central permite que o motor da unidade de disco gire o disco magnético. ele gira dentro desse envelope.representa um caracter. para serem processados mediante instruções preestabelecidas. apontado para frente. capaz de armazenar um volume muito grande de dados.disquetes. Megabytes = 1024 kilobytes. A unidade que representa esse volume de dados gravados em um disco ou outro dispositivo de armazenamento. é necessário armazenar os dados em um meio capaz de mantê-los gravados de forma permanente.

Jogos.44 Mb de dados. Teclado. bem como o seu funcionamento. Ex. DISPOSITIVO DE ENTRADA. etc. . PLACA DE SOM: É a placa que serve para adaptarmos dispositivos de som ao computador. MEMÓRIA ROM. Fones de ouvido. O disquete também é chamado de Disco Flexível. Programas. etc. Disquete. Disquete. Impressora. PLACA DE SOM. componentes do PLACA MÃE: É a placa mais importante que existe dentro do gabinete. como por exemplo: PLACA DE VÍDEO. geralmente através de cabos. Ex. MEMÓRIA RAM E O PROCESSADOR.: Monitor. PLACA DE REDE. Ex.Resumo do Curso de Hardware – I PARTE – I Nesta primeira parte vamos conhecer os principais computador. PLACA DE FAX-MODEM.: Caixas de Som.: Arquivos. sendo esta placa geralmente utilizada para conectarmos o computador na INTERNET. DRIVE DE DISQUETE. este dispositivo também aceitará os atuais disquetes de 1. PLACA DE REDE: São placas que servem para conectarmos um computador a outro ou a vário outros computadores. DISPOSITIVOS DE SAÍDA: São dispositivos (ou periféricos) pelos quais nós retiramos ou visualizamos informações do computador. DISQUETE (Floppy disk): É um pequeno disco magnético. DISCO RÍGIDO (HD): É o local onde armazenamos todas as informações gravadas no computador. DRIVE DE DISQUETE: É o local ou drive onde inserimos ou colocamos o disquete para que este envie ou receba informações do computador. DRIVE DE CD-ROM: É o drive ou local onde inserimos o CD-ROM para ser lido (ou utilizado).44 Mb. através de uma LINHA TELEFÔNICA. PLACA DE VÍDEO: É a placa que utilizamos para conectarmos o MONITOR DE VÍDEO. DISPOSITIVOS DE ENTRADA: São os dispositivos pelos quais enviamos informações ao computador. Microfones. onde podemos armazenar informações de até 1.: Mouse. Ex. DISCO RÍGIDO. pois é nesta placa que conectamos todos os demais dispositivos do computador. PLACA DE FAX-MODEM: É a placa que serve para conectarmos um computador a outro. O HiDF é um Drive de Disquete que aceitará discos com capacidade de armazenar 200 Mb em cada lado. DISPOSITIVO DE SAÍDA. HiDF (High Capacity Floppy Disk): É a mais nova tecnologia existente em termo de Disquetes.

geralmente utilizados para jogos de ação. Somente podemos LER. INFORMÁTICA: COMPUTAÇÃO: DADO: É o elemento básico da Informação. alterar ou apagar esta memória. mas atualmente já temos monitores que servem para entrada de dados tipo os monitores touch-screen que tem o seu funcionamento parecido com o de um Mouse. MEMÓRIAS AUXILIARES . porém mesmo os mais modernos ainda são mais lentos do que as unidades de Disco Rígido. Dois Botões. MONITOR: É um dispositivo principal de saída de dados. INFORMAÇÃO: É um conjunto de dados. Ele foi introduzido inicialmente no Macintoch. MEMÓRIA RAM: É a memória em que podemos gravar. Três botões. MEMÓRIAS MEMÓRIA PRINCIPAL MEMÓRIA ROM: É a memória que já vem de fábrica. alterar ou apagar informações.CD-ROM (Compact Disk Read-Only Memory): É um dispositivo de armazenamento óptico somente para leitura com capacidade de armazenamento de mais ou menos 660 Mb de dados. utilizando uma interface infravermelha. Existem também o mouse sem fio. com informações do fabricante. Qualquer elemento que sirva de ponto de partida para uma decisão ou cálculo. Um CD-ROM é bem mais rápido que um Disquete. O mouse pode ser: De esfera (trackball). mas ao desligarmos o computador. todas as informações contidas nessa memória são perdidas. PARTE – II Nesta parte vamos conhecer alguns conceitos usuais da área de Informática. qualquer resultado de uma decisão ou cálculo. COMPUTADOR: É uma máquina eletrônica que processa e armazena dados. evitando assim que o computador queime por problemas de corrente elétrica. ou seja. pelo Windows e atualmente em outros Sistemas Operacionais. MOUSE: É um mecanismo que é ligado a saída serial do computador com o qual através de uma movimentação de um ponto na tela podemos selecionar a opção desejada de maneira rápida de funcionamento. JOYSTICK: É um dispositivo similar aos de vídeos game. ESTABILIZADOR DE ENERGIA: É o aparelho responsável pela estabilização da corrente elétrica que chega ao computador. não podemos gravar.

devemos gravar estas informações nas Memórias Auxiliares. . ou seja. antes de desligarmos o computador. Ex.: Disco Rígido (HD) e Disquete. para que não percamos as informações contidas na Memória RAM.São as memórias (ou meio de armazenamento) que auxiliam a Memória RAM.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful