ELETROQUÍMICA

ALESSANDRO MATOS EVANDRO COSTA JESSYCA INGLES LEANDRO MERGULHÃO PAULO RODRIGO RAFAEL CASTRO

Eletroquímica
A eletroquímica abrange todos processo químicos que envolve transferência de elétrons. Quando um processo químico ocorre, produzindo transferência de elétrons, é chamado de pilha ou bateria, mas quando o processo químico é provocado por uma corrente elétrica (variação da quantidade de elétrons no temo), este processo é denominado de eletrólise. (Resumindo: pilha e bateria são processos químicos que ocorrem espontaneamente e gera corrente elétrica, já eletrólise é um processo químico (reação química) que ocorre de forma não espontânea, ou seja, ocorre na presença de uma corrente elétrica).

-Pilha de Daniell .

Eletrólise .

. a solução eletrolítica tem a capacidade de conduzir a corrente elétrica. estes íons coexistem em equilíbrio com este eletrólito.Solução eletrolítica É a solução que contém os íons livres derivados do eletrólito. Quando o eletrólito dissocia parcialmente. Devido a existência de íons livres.

Solução eletrolítica aquosa  Íons solvatados pela água .

Solução eletrolítica aquosa .

Desse modo. a água vai "desmanchando" o retículo cristalino do NaCl. o lado negativo de algumas moléculas de água tende a arrancar os íons NA+ do retículo cristalino do cloreto do sódio a porção positiva de outras moléculas de água tende a arrancar os ânions cloreto do retículo cristalino.Solução eletrolítica aquosa  Quando dissolvemos cloreto de sódio na água."passam" para a solução. e os íons Na+ e Cl. cada um deles solvatado (cercado por moléculas de água) .

.É aquela cujos íons foram liberados por aquecimento (processo de fusão).Solução eletrolítica ígnea  .

Células Galvânicas  cu2+(aq) Zn(s)  é reduzido é oxidado  ganha massa perde massa  solução de cu2+ aumenta a menos concentrada concentração de Zn2+ .

Células galvânicas  Reação Global da Célula: Zn(s) + Cu2+ Zn2+ + Cu(s) .

elétrons fluem do ânodo para o catódo por um circuito externo! .Fem de Pilhas  Por que os elétrons são transferidos de um atomo de Zn para um íon de Cu2+?  Zn(s) + Cu2+(s) Zn2+ + Cu(s)  Comparar ao fluxo de água em uma queda d¶água  Os elétrons fluem do ânodo para o catódo devido a diferença de potencial  ddp é maior no ânodo.

Fem de pilhas ddp: 1V =1 J/C .

1 atm para gases e 25ºC .Fem de pilhas  Fem: provoca movimento de elétrons  Fem da célula voltaicas depende das reações no cátodo e ânodo. além da concentração de reagentes e produtos e da temperatura  condições padrões: concentração 1 mol/L reagente-produto.

um associado ao cátodo e outro ao ânodo.Potenciais-padrão de redução  A fem ou pontencial da pilha de uma célula voltaica depende das semicélulas.  O potencial da célula é a diferença entre dois potenciaisde eletrodo. . Por convenção. envolvidas. o potencial associado a cada eletrodo é escolhido cocmo potencial para a redução que ocorre naquele eletrodo. em particular do cátodo e do ânodo.

Potencial-padrão de redução .

4-Escrever o eletrodo de menor Eºred como uma semi-reação de oxidação 5.Verificar qual deles apresenta maior potencial de redução.Potencial-padrão de redução e suas aplicações  Com os valores tabelados . podemos prever a diferença de pontencial(ddp.Igualar as quantidades de elétrons nas duas semi-reações 6. 3.Reconhecer o par de eletrodos envolvidos na pilha 2.Somar algebricamente as duas semi-reações resultando na reação completa da pilha 7-Obter a ddp da pilha somando os potenciais das duas semireações .Escrever o eletrodo de maior Eºred como uma semi-reação de redução. fem ou ¨Eº)  O cálculo da ddp de uma pilha nas condições-padrão requer os seguintes passos: 1.

Potenciais-padrão de redução e suas aplicações  Qual a diferença de potencial para a pilha de Daniell ?  Resolução : Oxidação: Zn(metal) Zn2+(aq)+ 2e Eºoxi= +0.34V _____________________________________________________ Zn(metal)+Cu2+(aq) Zn2+(aq) +Cu(metal) ¨Eº=+1.10V .76V Redução: Cu2+(aq)+ 2e Cu(metal) Eºred=+0.

Baterias  Bateria automotiva de Pb e H2SO4 .

Baterias automotivas são compostas por várias células voltaicas em uma única bateria tendo assim uma maior voltagem (12V).Baterias  As pilhas e baterias são Células Voltaicas que funcionam como fontes portáteis de eletricidade.As pilhas variam marcadamente Em tamanho e na reação eletroquímica usada para gerar eletricidade. .

Bateria de chumbo e ácido Cátodo: PbO2(s)+ HSO4 (aq) + 2e PbSO4(s) + 2H2O(l) Ânodo: Pb(s) + HSO4 (aq) PbSO4(s) + H+(aq) + 2e ________________________________________________ PbO2(S) + HSO4 (aq) + 2H+(aq) 2PbSO4(s) + 2H2O(l) ( O potencial-padrão da pilha pode ser obtido a partir dos potenciaispadrões de redução: Eºcel = Eºred(cátodo) ± Eº(ânodo)= (+1.356V)=+2.685V) .(-0.041V .

Corrosão  As reações de corrosão são reações redox espontâneas nas quais um metal é atacado por alguma substância em seu ambiente e é convertido um composto não desejado.  A um processo termodinamicamente favorável .

Fe(s) pode ser oxidado por O2 .  Como o potencial-padrão de redução para a redução de Fe2+(aq) é menos positivo que aquele para a redução de O2.  A ferrugem requer tanto oxigênio quanto água.Corrosão do ferro  A ferrugem é um processo de corrosão conhecido que implica um impacto econômico significativo.

23V Ânodo: Fe(s) Fe2+(aq)+2e Eºred=-0.Corrosão Cátodo: O2(g)+4H+(aq)+4e 2H2O(l) Eºred= 1.44 .

Prevenindo a corrosão do ferro  O ferro é em geral coberto com revestimento de pintura ou outro metal Fe(s) Zn(s) Fe2+(aq) + 2e Zn2+(aq) + 2e Eºred= .44V Eºred= -0.0.76V .