A CURA PELO PERDÃO

Pesquisas e estudos vêm comprovando os benefícios, tanto mentais quanto físicos, do ato de perdoar. Entrevistamos o Dr. Fred Luskin, autor de O Poder do Perdão, que estuda o assunto há mais de quatro anos. Camilla Salmazi Segundo o dicionário (Dicionário Michaelis) a palavra perdão significa ³conceder perdão, absorver, remitir (culpa, dívida, pena, etc), desculpar e poupar-se´. Sim! O ato de perdoar envolve tudo isso e ainda muito mais. Pesquisas e estudos vêm sendo desenvolvidos nesses últimos anos para mostra e comprovar o poder e os benefícios do perdão. Porém, não é justo dizer que somente agora o mundo está se dando conta do poder do perdão. No aspecto científico, talvez, mas crença e religiões já pregam a importância do perdão há muitos e muitos anos, principalmente como um ato importante para a saúde do espírito. No ano passado, Charlotte Van OyenWitvliet, professora de psicologia do Hope College, em Michigan, EUA, e seus colega, fizeram uma experiência com 71 voluntários. Nela, foi pedido a eles que se lembrassem de alguma ferida antiga, algo que os tivesse feito sofrer. Nesse instante, foi registrado o aumento da pressão sanguínea, dos batimentos cardíacos e da tensão muscular, reações idênticas às que ocorrem quando as pessoas sentem raiva. E quando foi pedido que eles se imaginasse entendendo e perdoando as pessoas que lhes haviam feito mal, eles se mostraram mais calmos, e com pressão e batimentos menores. A questão principal, porém, é que o nato de perdoar não é uma das tarefas mais fáceis para nós, seres humanos. Tribos, sociedades, países, famílias e amigos já travaram e ainda travam batalhas, e verdadeiras guerras, por causa de diferenças entre as pessoas, ou devido a algum ato que desagradasse ou prejudicasse, espalhando pelo mundo ainda mais rancor e nem um pouco de paz. Mas o perdão não é impossível, nem mesmo nos casos mais graves, como vem tentando comprovar o Dr. Fred Luskin, autor de O Poder do Perdão e doutor em aconselhamento clínico e psicologia da saúde pela universidade de Stanford. Após ter sido muito magoado por um grande amigo, Luskinconseguiu, sozinho, achar uma forma de perdoar-lhe, e quis investigar se a sua técnica funcionaria com outras pessoas em casos semelhantes ou em casos mais graves. E desde então, deu início a suas pesquisas.

EM 1999, ELE CRIOU O PROJETO DA UNIVERSIDADE DE STANFORD PARA O PERDÃO, tendo combinado em sua pesquisa dissertativa uma técnica psicoterapêutica, focando e emotividade racional, com alguns estudos sobre o impacto das emoções negativas, como raiva, magoa e ressentimento no sistema cardíaco. Suas técnicas foram aplicadas em várias experiências, sendo uma delas com dois grupos

o autor ensina a sua técnica de perdão. no futuro. tanto com o outro quanto consigo mesmo. na coluna. rancor e desesperança são particularmente perigosos para o bem-estar. Em O Poder do Perdão. insônia e perda de apetite. Para esse projeto. Dizermos que é fazer as pazes com a palavra NÃO. Luskin descreve o perdão como sendo uma forma de se atingir a calma e a paz. assim. outro.. e tudo o que está envolvido nesse processo. é para isso que existe o perdão. Luskin contou com a cooperação de Carl Thoreses. viam-se menos irados e mais confiantes de que.. e serem mais realistas sobre os desafios e quedas de suas vidas. principalmente em seu Projeto da Universidade de Stanford para o Perdão. dores de cabeça.. pois esse grupo de pessoas apresentou uma diminuição significante em sintomas como dores no peito. de mães que tiveram seus filhos mortos. e passaram seis semanas tendo aulas sobre as técnicas de perdão de Luskin. o estudo mostrou que o perdão pode promover uma melhora na saúde física. a melhora continua a progredir. O acúmulo de mágoas pode causar problemas físicos e psicológicos? Claro. Luskin apresenta suas idéias sobre o ato de perdoar. de homens e mulheres que perderam algum parente. ao longo desses quatro meses. Luskin e Thoresen afirmam que essa melhora psicológica e física persiste pelo menos por quatro meses. eles perdoariam mais e mais facilmente. A terapia que ele propõe encoraja as pessoas a terem maior responsabilidade sobre suas emoções e ações. em alguns casos. na Irlanda: um grupo. Por meio de nove etapas (ver Box). Como pode ser definido. de fato. nos libertarmos. Além disso. Nessa entrevista exclusiva para a Sexto sentido. indicaram que os participantes apresentavam redução do nível de estresse. E o perdão pode ser considerado como uma cura para doença físicas e mentais advindas de problemas emocionais ou psicológicos? . PhD em Psicologia. Precisamos de um caminho para superá-las e. e contou com o apoio de uma militante irlandesa que há trinta anos trabalha pela paz em seu país. Os participantes foram separados em grupos experimentais e supervisionados. baseado suas afirmações em suas investigações e pesquisas.. A vida tem dificuldades freqüentes.de pessoas que foram atingidas pelos conflitos entre protestantes e católicos. Perdoar é a arte de fazer as pazes quando algo não acontece como queríamos. Os primeiros resultados. o ato de perdoar? É simples. ele explica p processo de formação de uma mágoa e demonstra como tal fato possui um efeito paralisante na vida das pessoas. segundo Thoresen. náuseas.

o perdão implica em reconciliar um relacionamento. às vezes. Dessa forma.. É possível que pessoas possa perdoar alguém. mesmo ainda estando irada ou magoada com ela? A diminuição da ira e de mágoa vem de se vivenciar o perdão. Ele também limita a ruminação que leva a sentimento de impotência que reduzem a capacidade de alguém cuidar de si mesmo. e a raiva volta depois. em abrir mão desse relacionamento.O perdão reduz a agitação que leva a problemas físicos.. . mas não pode ser mudado. e outras vezes. muitas vezes. Se a pessoa perdoar. O perdão é a experiência interior de se recuperar a paz e o bem-estar. ela pode ficar com a sensação de que a pessoa perdoada estava com a razão. Existe um momento certo para dar início ao processo do perdão? O momento é logo depois do tempo necessário para vivenciar a perda. O perdão reconhece o mal. o perdão é um processo que deve ser praticado. Perdoar reduz o estresse que vem de pensar em algo doloroso. O perdão não elimina esse fato. a pessoa foi realmente prejudicada. Você apenas não as faz de uma perspectiva rancorosa ou transtornada. apenas o torna menos importante. ou com a sensação de que um direito seu foi atingido. Como afastar ou ultrapassar essa idéia? Às vezes. Quando a pessoa se encontra num ³processo´ de perdoar alguém. Ajuda? Sim. ás vezes. faz a pessoa continuar intranqüila porque o problema ainda persiste. então o perdão ainda não aconteceu. Como ela deve agir num caso desses? Muitas situações são complexas e não se pode simplesmente distinguir nelas uma pessoa boa e uma ruim. pode acontecer dela perceber que ela mesma também tem culpa na situação e pode ter causado algum mal ao outro. mas permite que o prejudicado leve a vida em frente. Se você permanece falando ou pensando com rancor de alguém. Pode acontece de alguém perdoar um dia. O perdão pode conviver com a justiça e não impede que se faça as coisas justas ou adequadas. mas sim duas pessoas que criaram juntas uma situação difícil. O perdão é uma cura. e isso é normal. Não podemos escapa de todos os males. É bom lembrar que o perdão pode ser estendido à própria pessoa e que. O perdão implica que se pode ficar em paz mesmo tendo sofrido um mal.

Quando consegui. 3.Como a falta de perdão pode prejudicar as pessoas? A ausência de perdão causa estresse sempre que se pensa em alguém que nos feriu e com quem não fizemos as pazes. Fred Luskin 1. aplicáveis a todos os grupos de sociedades? Até o momento. 2. nem se tornar cúmplice dela. Tenha uma perspectiva correta dos acontecimentos. podem envolver esposas ou maridos que enganam maridos ou esposas. sócios fraudulento e até pessoas que tiveram seus filhos assassinados. Entenda seu objetivo.Segundo o Dr. Isso prejudica o corpo e provoca emoções negativas. O que você procura é paz. 4. Reconheça que o seu . como nós. relate a sua experiência a umas duas pessoas de confiança. Perdoar não significa necessariamente reconciliar-se com a pessoa que o perturbou. e tive de encontrar sozinho uma forma de me recuperar. O ato de perdoar é para você e ninguém mais. OS NOVE PASSOS DO PERDÃO . Foi o começo do meu primeiro projeto de pesquisa. Então. a pesquisa que eu e outros temos conduzido sugere que o perdão tem valor em dificuldades muito variadas. Existem outros cientistas no mundo realizando o mesmo tipo de pesquisa? Existem alguns que pesquisam o ensina do perdão. Essas descobertas são universais. Saiba exatamente como você se sente sobre o que ocorreu e seja capaz de expressar o que há de errado na situação. resolvi verificar se isso funcionava com outras pessoas. Ninguém mais precisa saber sua decisão. Como foi idealizado o Projeto do Perdão? Eu fui seriamente magoado por um amigo próximo. crianças que sofreram abuso. e outros tentam entender como o perdão pode ser benéfico à saúde. Também trabalhamos com uma grande variedade de nacionalidade aqui em São Francisco e região e tivermos bons resultados. Compromete-se consigo mesmo a fazer o que for preciso para se sentir melhor. Outros pesquisam as características que tornam as pessoas mais propensas ao perdão.

6. amizade e prosperidade e se esforçar para consegui-los. Em vez de se concentrar nas suas mágoas ± o que daria poder sobre você à pessoa que o magoou ± aprenda a busca o amor. Passe de vítima a herói na história que você contar. No momento em que você se sentir aflito. 8. 7.aborrecimento vem dos sentimentos negativos e desconforto físico de que você sofra agora. coisa que elas não escolheram dar a você. Em vez de reprisar mentalmente sua mágoa. Porém você sofrerá se exigir que essa coisa aconteçam quando você não tem o pode de fazê-las acontecer. Lembre-se de que uma vida bem vivida é a sua melhor vingança. à alma e às relações . Modifique a sua história de ressentimento de forma que ela o lembre da escolha heróicas que é perdoar. pratique técnicas de controle de estresse para atenuar os mecanismo de seu corpo.ou dez anos . a beleza e a bondade ao seu redor. e não daquilo que o ofendeu ou agrediu dois minutos . procure outros caminhos para seus fins. Desista de espera. de outras pessoas ou de sua vida. 5.learningtoforgive. O Poder do Perdão Dr. Lembre a si mesmo que você pode esperar saúde. Fred Luskin W11 Editores (11) 3812-3812 Site: www.com (Extraído da revista Sexto Sentido 50.atrás. Reconheça as ³regras não cobráveis´ que você tem para sua saúde ou para o comportamento seu e dos outros. Coloque sua energia em tenta alcançar seus objetivos positivos por um meio que não seja através de experiência que o feriu. 9. páginas 20-24) Perdoar faz bem ao corpo.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful