P. 1
port12_fernando_pessoa_ortonimo_zita_lopes[1]

port12_fernando_pessoa_ortonimo_zita_lopes[1]

|Views: 306|Likes:

More info:

Published by: Paulo César Gonçalves on Jul 09, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/09/2011

pdf

text

original

1

Teste 1
Cerca de grandes muros quem te sonhas. Depois, onde é visível o jardim Através do portão de grade dada, Põe quantas flores são as mais risonhas, Para que te conheçam só assim. Onde ninguém o vir não ponhas nada. Faz canteiros como os que outros têm, Onde os olhares possam entrever o teu jardim como lho vais mostrar. Mas onde és teu, e nunca o vê ninguém Deixa as flores que vêm do chão crescer E deixa as ervas naturais medrar. Faz de ti um duplo ser guardado; E que ninguém, que veja e fite, possa Saber mais que um jardim de quem tu és – um jardim ostensivo e reservado, Por trás do qual a flor nativa roça A erva tão pobre que nem tu a vês…
Fernando Pessoa © Assírio & Alvim / © Herdeiros de Fernando Pessoa

Após a leitura atenta do poema, responda com clareza e concisão às questões.

1. Considere o conselho dado pelo sujeito poético. 1.1 Transcreva expressões que indicam as acções / etapas do conselho. 1.1.1 Neste contexto, interprete a simbologia dos vocábulos: «muros» (v. 1), «jardim» (v. 2), «flores» (v. 4), «as flores que vêm do chão crescer» (v. 11), «ervas naturais» (v. 12).

2. Explicite o significado do verso «Faz de ti um duplo ser guardado» (v.14).

3. Identifique o tema do texto. 3.1 Relacione-o com o título «Conselho».

12). obstáculos difíceis de transpor. classifique e analise as orações transcritas.2 II 1. Assim. «e nunca o vê ninguém / Deixa as flores que vêm do chão crescer» (vs.1. «Faz de ti um duplo ser guardado» (v. 2. remetem para a ideia de mundo fechado no qual existem os sonhos. «Mas / (…) / Deixa as flores que vêm do chão crescer / E deixa as ervas naturais medrar» (vs. 2 e 4). preservando a sua identidade. os desejos íntimos. 17).1 Classifique morfologicamente as palavras destacadas. O tema é a fragmentação do eu. o sujeito poético aconselha também a plantar no jardim (espaço de perfeição. liberta Fernando Pessoa da dor de pensar. 5). 7).2 Divida.1 O sujeito poético aconselha o «tu» a proteger a sua interioridade do olhar dos outros. 1). 3. Identifique as relações estabelecidas no poema pelos seguintes conectores: «Depois» (v. que exiba perante os outros. Esta expressão significa que o eu poético aconselha o tu a criar uma identidade fictícia. Proposta de correcção I 1. II .1 As expressões que marcam as etapas do conselho são as seguintes: «Cerca de grandes muros quem te sonhas» (v. não se revelando. os muros. 10 e 11). 2). 10 e 11). Este jardim e estas flores representam o que se deseja mostrar aos outros. beleza exterior) flores «as mais risonhas» (símbolos da efemeridade da beleza). 10). 2. «Faz canteiros como os que outros têm» (v. 14). «Depois / (…) / Põe quantas flores são as mais risonhas» (vs. «E» (v. artificial. o Mestre. «Para que» (v. 2. «Mas» (v.1 O conselho do sujeito poético implica uma divisão (fragmentação) do eu num outro eu – um duplo – como forma de salvaguardar a privacidade. 1. III Elabore um texto expositivo-argumentativo (de cem a duzentas palavras) a propósito da afirmação: Alberto Caeiro. sendo que se revela apenas a parte superficial. 2. «Por trás» (v. porquanto as flores e ervas naturais somente crescerão na zona interior onde reside a verdadeira essência do ser. 3.

masculino. «E» – adição. dor de pensar • Caracterização de Alberto Caeiro. «o» – pronome pessoal. singular.pronome relativo». «que» .1 «nunca» – advérbio de negação. «Por trás» – ligação espacial. Modo Imperativo. poeta anti-lírico. «Para que» – relação de fim. heterónimo de Fernando Pessoa. «Mas» – relação de posição. intelectualização do sentir.3 1. . III Tópicos a desenvolver: • Fernando Pessoa – fingimento poético. 2. «ninguém» – pronome indefinido. «Deixa» – verbo «deixar». anti-metafísico. «Depois» – ligação temporal.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->