P. 1
93

93

|Views: 1|Likes:
Published by Rafaela Müller

More info:

Published by: Rafaela Müller on Jul 11, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/25/2015

pdf

text

original

Capítulo IDAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Seção IDos Princípios
Art. 1o Esta Lei estaelece nor!as "erais sore licitaç#es e
contratos a$!inistrati%os pertinentes a oras& ser%iços& inclusi%e $e
pulici$a$e& co!pras& alienaç#es e locaç#es no '!ito $os Po$eres $a
(nião& $os Esta$os& $o Distrito )e$eral e $os *unicípios.
Par+"ra,o -nico. Suor$ina!.se ao re"i!e $esta Lei& al/! $os
0r"ãos $a a$!inistração $ireta& os ,un$os especiais& as autar1uias& as
,un$aç#es p-licas& as e!presas p-licas& as socie$a$es $e econo!ia
!ista e $e!ais enti$a$es controla$as $ireta ou in$ireta!ente pela
(nião& Esta$os& Distrito )e$eral e *unicípios.
Art. 2o As oras& ser%iços& inclusi%e $e pulici$a$e& co!pras&
alienaç#es& concess#es& per!iss#es e locaç#es $a A$!inistração P-lica&
1uan$o contrata$as co! terceiros& serão necessaria!ente prece$i$as $e
licitação& ressal%a$as as 3ip0teses pre%istas nesta Lei.
Par+"ra,o -nico. Para os 4ns $esta Lei& consi$era.se contrato to$o e
1ual1uer a5uste entre 0r"ãos ou enti$a$es $a A$!inistração P-lica e
particulares& e! 1ue 3a5a u! acor$o $e %onta$es para a ,or!ação $e
%ínculo e a estipulação $e ori"aç#es recíprocas& se5a 1ual ,or a
$eno!inação utili6a$a.
Art. 7
o
A licitação $estina.se a "arantir a oser%'ncia $o princípio
constitucional $a isono!ia& a seleção $a proposta !ais %anta5osa para a
a$!inistração e a pro!oção $o $esen%ol%i!ento nacional sustent+%el e
ser+ processa$a e 5ul"a$a e! estrita con,or!i$a$e co! os princípios
+sicos $a le"ali$a$e& $a i!pessoali$a$e& $a !orali$a$e& $a i"ual$a$e&
$a pulici$a$e& $a proi$a$e a$!inistrati%a& $a %inculação ao
instru!ento con%ocat0rio& $o 5ul"a!ento o5eti%o e $os 1ue l3es são
correlatos. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 12.7:;& $e 2<1<=
> 1o ? %e$a$o aos a"entes p-licos@
I . a$!itir& pre%er& incluir ou tolerar& nos atos $e con%ocação&
cl+usulas ou con$iç#es 1ue co!pro!eta!& restrin5a! ou ,rustre! o seu
car+ter co!petiti%o e estaeleça! pre,erAncias ou $istinç#es e! ra6ão
$a naturali$a$e& $a se$e ou $o!icílio $os licitantes ou $e 1ual1uer outra
circunst'ncia i!pertinente ou irrele%ante para o especí4co o5eto $o
contratoB
I . a$!itir& pre%er& incluir ou tolerar& nos atos $e con%ocação&
cl+usulas ou con$iç#es 1ue co!pro!eta!& restrin5a! ou ,rustre! o seu
car+ter co!petiti%o e estaeleça! pre,erAncias ou $istinç#es e! ra6ão
$a naturali$a$e& $a se$e ou $o!icílio $os licitantes ou $e 1ual1uer outra
circunst'ncia i!pertinente ou irrele%ante para o especí4co o5eto $o
contrato& ressal%a$o o $isposto nos >> Co a 12 $este arti"o e no art. 7o $a
Lei no D.2:D& $e 27 $e outuro $e 1;;1. 8Re$ação $a$a pela *e$i$a
Pro%is0ria n9 :;C& $e 2<1<=
I . a$!itir& pre%er& incluir ou tolerar& nos atos $e con%ocação&
cl+usulas ou con$iç#es 1ue co!pro!eta!& restrin5a! ou ,rustre! o seu
car+ter co!petiti%o& inclusi%e nos casos $e socie$a$es cooperati%as& e
estaeleça! pre,erAncias ou $istinç#es e! ra6ão $a naturali$a$e& $a
se$e ou $o!icílio $os licitantes ou $e 1ual1uer outra circunst'ncia
i!pertinente ou irrele%ante para o especí4co o5eto $o contrato&
ressal%a$o o $isposto nos >> C
o
a 12 $este arti"o e no art. 7
o
$a Lei n
o
D.2:D& $e 27 $e outuro $e 1;;1B 8Re$ação $a$a pela Lei n9 12.7:;& $e
2<1<=
II . estaelecer trata!ento $i,erencia$o $e nature6a co!ercial&
le"al& traal3ista& pre%i$enci+ria ou 1ual1uer outra& entre e!presas
rasileiras e estran"eiras& inclusi%e no 1ue se re,ere a !oe$a&
!o$ali$a$e e local $e pa"a!entos& !es!o 1uan$o en%ol%i$os
4nancia!entos $e a"Ancias internacionais& ressal%a$o o $isposto no
par+"ra,o se"uinte e no art. 7o $a Lei no D.2:D& $e 27 $e outuro $e
1;;1.
> 2o E! i"ual$a$e $e con$iç#es& co!o crit/rio $e $ese!pate& ser+
asse"ura$a pre,erAncia& sucessi%a!ente& aos ens e ser%iços@
I . pro$u6i$os ou presta$os por e!presas rasileiras $e capital
nacionalB 8Re%o"a$o pela Lei n9 12.7:;& $e 2<1<=
II . pro$u6i$os no PaísB
III . pro$u6i$os ou presta$os por e!presas rasileiras.
I . pro$u6i$os no PaísB 8Re$ação $a$a pela *e$i$a Pro%is0ria n9 :;C&
$e 2<1<=
II . pro$u6i$os ou presta$os por e!presas rasileirasB e 8Re$ação
$a$a pela *e$i$a Pro%is0ria n9 :;C& $e 2<1<=
III . pro$u6i$os ou presta$os por e!presas 1ue in%ista! e!
pes1uisa e no $esen%ol%i!ento $e tecnolo"ia no País. 8Re$ação $a$a
pela *e$i$a Pro%is0ria n9 :;C& $e 2<1<=
IE . pro$u6i$os ou presta$os por e!presas 1ue in%ista! e!
pes1uisa e no $esen%ol%i!ento $e tecnolo"ia no País. 8Incluí$o pela Lei
n9 11.1;F& $e 2<<C=
> 7o A licitação não ser+ si"ilosa& sen$o p-licos e acessí%eis ao
p-lico os atos $e seu proce$i!ento& sal%o 1uanto ao conte-$o $as
propostas& at/ a respecti%a aertura.
> :9 8Eeta$o=. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=

> C
o
Gos processos $e licitação pre%istos no caput& po$er+ ser
estaeleci$o !ar"e! $e pre,erAncia para pro$utos !anu,atura$os e
para ser%iços nacionais 1ue aten$a! a nor!as t/cnicas
rasileiras. 8Incluí$o pela Lei n9 12.7:;& $e 2<1<=
> F
o
A !ar"e! $e pre,erAncia $e 1ue trata o > C
o
ser+ estaeleci$a
co! ase e! estu$os re%istos perio$ica!ente& e! pra6o não superior a
C 8cinco= anos& 1ue le%e! e! consi$eração@ 8Incluí$o pela Lei n9 12.7:;&
$e 2<1<=
I . "eração $e e!pre"o e ren$aB 8Incluí$o pela Lei n9 12.7:;& $e
2<1<=
II . e,eito na arreca$ação $e triutos ,e$erais& esta$uais e
!unicipaisB 8Incluí$o pela Lei n9 12.7:;& $e 2<1<=
III . $esen%ol%i!ento e ino%ação tecnol0"ica reali6a$os no
PaísB 8Incluí$o pela Lei n9 12.7:;& $e 2<1<=
IE . custo a$icional $os pro$utos e ser%içosB e 8Incluí$o pela Lei n9
12.7:;& $e 2<1<=
E . e! suas re%is#es& an+lise retrospecti%a $e resulta$os. 8Incluí$o
pela Lei n9 12.7:;& $e 2<1<=
> H
o
Para os pro$utos !anu,atura$os e ser%iços nacionais
resultantes $e $esen%ol%i!ento e ino%ação tecnol0"ica reali6a$os no
País& po$er+ ser estaeleci$o !ar"e! $e pre,erAncia a$icional I1uela
pre%ista no > C
o
. 8Incluí$o pela Lei n9 12.7:;& $e 2<1<=
> D
o
As !ar"ens $e pre,erAncia por pro$uto& ser%iço& "rupo $e
pro$utos ou "rupo $e ser%iços& a 1ue se re,ere! os >> C
o
e H
o
& serão
$e4ni$as pelo Po$er EJecuti%o ,e$eral& não po$en$o a so!a $elas
ultrapassar o !ontante $e 2CK 8%inte e cinco por cento= sore o preço
$os pro$utos !anu,atura$os e ser%iços estran"eiros. 8Incluí$o pela Lei n9
12.7:;& $e 2<1<=
> ;
o
As $isposiç#es conti$as nos >> C
o
e H
o
$este arti"o não se
aplica! aos ens e aos ser%iços cu5a capaci$a$e $e pro$ução ou
prestação no País se5a in,erior@ 8Incluí$o pela Lei n9 12.7:;& $e 2<1<=
I . I 1uanti$a$e a ser a$1uiri$a ou contrata$aB ou 8Incluí$o pela Lei
n9 12.7:;& $e 2<1<=
II . ao 1uantitati%o 4Ja$o co! ,un$a!ento no > H
o
$o art. 27 $esta
Lei& 1uan$o ,or o caso. 8Incluí$o pela Lei n9 12.7:;& $e 2<1<=
> 1<. A !ar"e! $e pre,erAncia a 1ue se re,ere o > C
o
po$er+ ser
esten$i$a& total ou parcial!ente& aos ens e ser%iços ori"in+rios $os
Esta$os Partes $o *erca$o Co!u! $o Sul . *ercosul. 8Incluí$o pela Lei
n9 12.7:;& $e 2<1<=
> 11. Os e$itais $e licitação para a contratação $e ens& ser%iços e
oras po$erão& !e$iante pr/%ia 5usti4cati%a $a autori$a$e co!petente&
eJi"ir 1ue o contrata$o pro!o%a& e! ,a%or $e 0r"ão ou enti$a$e
inte"rante $a a$!inistração p-lica ou $a1ueles por ela in$ica$os a
partir $e processo isonL!ico& !e$i$as $e co!pensação co!ercial&
in$ustrial& tecnol0"ica ou acesso a con$iç#es %anta5osas $e
4nancia!ento& cu!ulati%a!ente ou não& na ,or!a estaeleci$a pelo
Po$er EJecuti%o ,e$eral. 8Incluí$o pela Lei n9 12.7:;& $e 2<1<=
> 12. Gas contrataç#es $estina$as I i!plantação& !anutenção e ao
aper,eiçoa!ento $os siste!as $e tecnolo"ia $e in,or!ação e
co!unicação& consi$era$os estrat/"icos e! ato $o Po$er EJecuti%o
,e$eral& a licitação po$er+ ser restrita a ens e ser%iços co! tecnolo"ia
$esen%ol%i$a no País e pro$u6i$os $e acor$o co! o processo pro$uti%o
+sico $e 1ue trata a Lei n
o
1<.1HF& $e 11 $e 5aneiro $e 2<<1. 8Incluí$o
pela Lei n9 12.7:;& $e 2<1<=
> 17. Ser+ $i%ul"a$a na internet& a ca$a eJercício 4nanceiro& a
relação $e e!presas ,a%oreci$as e! $ecorrAncia $o $isposto nos >> C
o
&
H
o
& 1<& 11 e 12 $este arti"o& co! in$icação $o %olu!e $e recursos
$estina$os a ca$a u!a $elas. 8Incluí$o pela Lei n9 12.7:;& $e 2<1<=
Art. :o Mo$os 1uantos participe! $e licitação pro!o%i$a pelos
0r"ãos ou enti$a$es a 1ue se re,ere o art. 19 tA! $ireito p-lico
su5eti%o I 4el oser%'ncia $o pertinente proce$i!ento estaeleci$o
nesta lei& po$en$o 1ual1uer ci$a$ão aco!pan3ar o seu
$esen%ol%i!ento& $es$e 1ue não inter4ra $e !o$o a perturar ou
i!pe$ir a reali6ação $os traal3os.
Par+"ra,o -nico. O proce$i!ento licitat0rio pre%isto nesta lei
caracteri6a ato a$!inistrati%o ,or!al& se5a ele pratica$o e! 1ual1uer
es,era $a A$!inistração P-lica.
Art. Co Mo$os os %alores& preços e custos utili6a$os nas licitaç#es
terão co!o eJpressão !onet+ria a !oe$a corrente nacional& ressal%a$o
o $isposto no art. :2 $esta Lei& $e%en$o ca$a uni$a$e $a A$!inistração&
no pa"a!ento $as ori"aç#es relati%as ao ,orneci!ento $e ens&
locaç#es& reali6ação $e oras e prestação $e ser%iços& oe$ecer& para
ca$a ,onte $i,erencia$a $e recursos& a estrita or$e! cronol0"ica $as
$atas $e suas eJi"iili$a$es& sal%o 1uan$o presentes rele%antes ra6#es
$e interesse p-lico e !e$iante pr/%ia 5usti4cati%a $a autori$a$e
co!petente& $e%i$a!ente pulica$a.
> 1o Os cr/$itos a 1ue se re,ere este arti"o terão seus %alores
corri"i$os por crit/rios pre%istos no ato con%ocat0rio e 1ue l3es
preser%e! o %alor.
> 29 A correção $e 1ue trata o par+"ra,o anterior correr+ I conta $as
!es!as $otaç#es orça!ent+rias 1ue aten$era! aos cr/$itos a 1ue se
re,ere.
> 2o A correção $e 1ue trata o par+"ra,o anterior cu5o pa"a!ento
ser+ ,eito 5unto co! o principal& correr+ I conta $as !es!as $otaç#es
orça!ent+rias 1ue aten$era! aos cr/$itos a 1ue se re,ere!. 8Re$ação
$a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 7o Oser%a$os o $isposto no caput& os pa"a!entos $ecorrentes
$e $espesas cu5os %alores não ultrapasse! o li!ite $e 1ue trata o inciso
II $o art. 2:& se! pre5uí6o $o 1ue $isp#e seu par+"ra,o -nico& $e%erão
ser e,etua$os no pra6o $e at/ C 8cinco= $ias -teis& conta$os $a
apresentação $a ,atura. 8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
Seção IIDas De4niç#es
Art. Fo Para os 4ns $esta Lei& consi$era.se@
I . Ora . to$a construção& re,or!a& ,aricação& recuperação ou
a!pliação& reali6a$a por eJecução $ireta ou in$iretaB
II . Ser%iço . to$a ati%i$a$e $estina$a a oter $eter!ina$a utili$a$e
$e interesse para a A$!inistração& tais co!o@ $e!olição& conserto&
instalação& !onta"e!& operação& conser%ação& reparação& a$aptação&
!anutenção& transporte& locação $e ens& pulici$a$e& se"uro ou
traal3os t/cnico.pro4ssionaisB
III . Co!pra . to$a a1uisição re!unera$a $e ens para ,orneci!ento
$e u!a s0 %e6 ou parcela$a!enteB
IE . Alienação . to$a trans,erAncia $e $o!ínio $e ens a terceirosB
E . Oras& ser%iços e co!pras $e "ran$e %ulto . a1uelas cu5o %alor
esti!a$o se5a superior a 2C 8%inte e cinco= %e6es o li!ite estaeleci$o na
alínea NcN $o inciso I $o art. 27 $esta LeiB
EI . Se"uro.Garantia . o se"uro 1ue "arante o 4el cu!pri!ento $as
ori"aç#es assu!i$as por e!presas e! licitaç#es e contratosB
EII . EJecução $ireta . a 1ue / ,eita pelos 0r"ãos e enti$a$es $a
A$!inistração& pelos pr0prios !eiosB
EIII . EJecução in$ireta . a 1ue o 0r"ão ou enti$a$e contrata co!
terceiros& so 1ual1uer $as se"uintes !o$ali$a$es@
EIII . EJecução in$ireta . a 1ue o 0r"ão ou enti$a$e contrata co!
terceiros so 1ual1uer $os se"uintes re"i!es@ 8Re$ação $a$a pela Lei n9
D.DD7& $e 1;;:=
a= e!preita$a por preço "loal . 1uan$o se contrata a eJecução $a
ora ou $o ser%iço por preço certo e totalB
= e!preita$a por preço unit+rio . 1uan$o se contrata a eJecução $a
ora ou $o ser%iço por preço certo $e uni$a$es $eter!ina$asB
c= 8EEMADO=
c= 8Eeta$o=. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
$= tare,a . 1uan$o se a5usta !ão.$e.ora para pe1uenos traal3os
por preço certo& co! ou se! ,orneci!ento $e !ateriaisB
e= e!preita$a inte"ral . 1uan$o se contrata u! e!preen$i!ento
e! sua inte"rali$a$e& co!preen$en$o to$as as etapas $as oras&
ser%iços e instalaç#es necess+rias& so inteira responsaili$a$e $a
contrata$a at/ a sua entre"a ao contratante e! con$iç#es $e entra$a
e! operação& aten$i$os os re1uisitos t/cnicos e le"ais para sua
utili6ação e! con$iç#es $e se"urança estrutural e operacional e co! as
características a$e1ua$as Is 4nali$a$es para 1ue ,oi contrata$aB
IO . Pro5eto P+sico . con5unto $e ele!entos necess+rios e su4cientes&
co! ní%el $e precisão a$e1ua$o& para caracteri6ar a ora ou ser%iço& ou
co!pleJo $e oras ou ser%iços o5eto $a licitação& elaora$o co! ase
nas in$icaç#es $os estu$os t/cnicos preli!inares& 1ue asse"ure! a
%iaili$a$e t/cnica e o a$e1ua$o trata!ento $o i!pacto a!iental $o
e!preen$i!ento& e 1ue possiilite a a%aliação $o custo $a ora e a
$e4nição $os !/to$os e $o pra6o $e eJecução& $e%en$o conter os
se"uintes ele!entos@
a= $esen%ol%i!ento $a solução escol3i$a $e ,or!a a ,ornecer %isão
"loal $a ora e i$enti4car to$os os seus ele!entos constituti%os co!
clare6aB
= soluç#es t/cnicas "loais e locali6a$as& su4ciente!ente
$etal3a$as& $e ,or!a a !ini!i6ar a necessi$a$e $e re,or!ulação ou $e
%ariantes $urante as ,ases $e elaoração $o pro5eto eJecuti%o e $e
reali6ação $as oras e !onta"e!B
c= i$enti4cação $os tipos $e ser%iços a eJecutar e $e !ateriais e
e1uipa!entos a incorporar I ora& e! co!o suas especi4caç#es 1ue
asse"ure! os !el3ores resulta$os para o e!preen$i!ento& se! ,rustrar
o car+ter co!petiti%o para a sua eJecuçãoB
$= in,or!aç#es 1ue possiilite! o estu$o e a $e$ução $e !/to$os
construti%os& instalaç#es pro%is0rias e con$iç#es or"ani6acionais para a
ora& se! ,rustrar o car+ter co!petiti%o para a sua eJecuçãoB
e= susí$ios para !onta"e! $o plano $e licitação e "estão $a ora&
co!preen$en$o a sua pro"ra!ação& a estrat/"ia $e supri!entos& as
nor!as $e 4scali6ação e outros $a$os necess+rios e! ca$a casoB
,= orça!ento $etal3a$o $o custo "loal $a ora& ,un$a!enta$o e!
1uantitati%os $e ser%iços e ,orneci!entos propria!ente a%alia$osB
O . Pro5eto EJecuti%o . o con5unto $os ele!entos necess+rios e
su4cientes I eJecução co!pleta $a ora& $e acor$o co! as nor!as
pertinentes $a Associação Prasileira $e Gor!as M/cnicas . APGMB
OI . A$!inistração P-lica . a a$!inistração $ireta e in$ireta $a
(nião& $os Esta$os& $o Distrito )e$eral e $os *unicípios& aran"en$o
inclusi%e as enti$a$es co! personali$a$e 5urí$ica $e $ireito pri%a$o so
controle $o po$er p-lico e $as ,un$aç#es por ele instituí$as ou
!anti$asB
OII . A$!inistração . 0r"ão& enti$a$e ou uni$a$e a$!inistrati%a pela
1ual a A$!inistração P-lica opera e atua concreta!enteB
OIII . I!prensa O4cial . %eículo o4cial $e $i%ul"ação $a
A$!inistração P-licaB
OIII . I!prensa O4cial . %eículo o4cial $e $i%ul"ação $a
A$!inistração P-lica& sen$o para a (nião o Di+rio O4cial $a (nião& e&
para os Esta$os& o Distrito )e$eral e os *unicípios& o 1ue ,or $e4ni$o nas
respecti%as leisB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
OIE . Contratante . / o 0r"ão ou enti$a$e si"nat+ria $o instru!ento
contratualB
OE . Contrata$o . a pessoa ,ísica ou 5urí$ica si"nat+ria $e contrato
co! a A$!inistração P-licaB
OEI . Co!issão . co!issão& per!anente ou especial& cria$a pela
A$!inistração co! a ,unção $e receer& eJa!inar e 5ul"ar to$os os
$ocu!entos e proce$i!entos relati%os Is licitaç#es e ao ca$astra!ento
$e licitantes.
OEII . pro$utos !anu,atura$os nacionais . pro$utos !anu,atura$os&
pro$u6i$os no territ0rio nacional $e acor$o co! o processo pro$uti%o
+sico ou re"ras $e ori"e! estaeleci$as pelo Po$er EJecuti%o )e$eralB
8Incluí$o pela *e$i$a Pro%is0ria n9 :;C& $e 2<1<=
OEIII . ser%iços nacionais . ser%iços presta$os no País& nas con$iç#es
estaeleci$as pelo Po$er EJecuti%o )e$eralB 8Incluí$o pela *e$i$a
Pro%is0ria n9 :;C& $e 2<1<=
OIO . siste!as $e tecnolo"ia $e in,or!ação e co!unicação
estrat/"icos . ens e ser%iços $e tecnolo"ia $a in,or!ação e
co!unicação cu5a $escontinui$a$e pro%o1ue $ano si"ni4cati%o I
a$!inistração p-lica e 1ue en%ol%a! pelo !enos u! $os se"uintes
re1uisitos relaciona$os Is in,or!aç#es críticas@ $isponiili$a$e&
con4aili$a$e& se"urança e con4$enciali$a$e. 8Incluí$o pela *e$i$a
Pro%is0ria n9 :;C& $e 2<1<=
OEII . pro$utos !anu,atura$os nacionais . pro$utos !anu,atura$os&
pro$u6i$os no territ0rio nacional $e acor$o co! o processo pro$uti%o
+sico ou co! as re"ras $e ori"e! estaeleci$as pelo Po$er EJecuti%o
,e$eralB 8Incluí$o pela Lei n9 12.7:;& $e 2<1<=
OEIII . ser%iços nacionais . ser%iços presta$os no País& nas con$iç#es
estaeleci$as pelo Po$er EJecuti%o ,e$eralB 8Incluí$o pela Lei n9 12.7:;&
$e 2<1<=
OIO . siste!as $e tecnolo"ia $e in,or!ação e co!unicação
estrat/"icos . ens e ser%iços $e tecnolo"ia $a in,or!ação e
co!unicação cu5a $escontinui$a$e pro%o1ue $ano si"ni4cati%o I
a$!inistração p-lica e 1ue en%ol%a! pelo !enos u! $os se"uintes
re1uisitos relaciona$os Is in,or!aç#es críticas@ $isponiili$a$e&
con4aili$a$e& se"urança e con4$enciali$a$e. 8Incluí$o pela Lei n9
12.7:;& $e 2<1<=
Seção IIIDas Oras e Ser%iços
Art. Ho As licitaç#es para a eJecução $e oras e para a prestação $e
ser%iços oe$ecerão ao $isposto neste arti"o e& e! particular& I se"uinte
se1QAncia@
I . pro5eto +sicoB
II . pro5eto eJecuti%oB
III . eJecução $as oras e ser%iços.
> 1o A eJecução $e ca$a etapa ser+ ori"atoria!ente prece$i$a $a
conclusão e apro%ação& pela autori$a$e co!petente& $os traal3os
relati%os Is etapas anteriores& I eJceção $o pro5eto eJecuti%o& o 1ual
po$er+ ser $esen%ol%i$o conco!itante!ente co! a eJecução $as oras
e ser%iços& $es$e 1ue ta!/! autori6a$o pela A$!inistração.
> 2o As oras e os ser%iços so!ente po$erão ser licita$os 1uan$o@
I . 3ou%er pro5eto +sico apro%a$o pela autori$a$e co!petente e
$isponí%el para eJa!e $os interessa$os e! participar $o processo
licitat0rioB
II . eJistir orça!ento $etal3a$o e! planil3as 1ue eJpresse! a
co!posição $e to$os os seus custos unit+riosB
III . 3ou%er pre%isão $e recursos orça!ent+rios 1ue asse"ure! o
pa"a!ento $as ori"aç#es $ecorrentes $e oras ou ser%iços a sere!
eJecuta$as no eJercício 4nanceiro e! curso& $e acor$o co! o respecti%o
crono"ra!aB
IE . o pro$uto $ela espera$o esti%er conte!pla$o nas !etas
estaeleci$as no Plano Plurianual $e 1ue trata o art. 1FC $a Constituição
)e$eral& 1uan$o ,or o caso.
> 7o ? %e$a$o incluir no o5eto $a licitação a otenção $e recursos
4nanceiros para sua eJecução& 1ual1uer 1ue se5a a sua ori"e!& eJceto
nos casos $e e!preen$i!entos eJecuta$os e eJplora$os so o re"i!e
$e concessão& nos ter!os $a le"islação especí4ca.
> :o ? %e$a$a& ain$a& a inclusão& no o5eto $a licitação& $e
,orneci!ento $e !ateriais e ser%iços se! pre%isão $e 1uanti$a$es ou
cu5os 1uantitati%os não correspon$a! Is pre%is#es reais $o pro5eto
+sico ou eJecuti%o.
> Co ? %e$a$a a reali6ação $e licitação cu5o o5eto inclua ens e
ser%iços se! si!ilari$a$e ou $e !arcas& características e especi4caç#es
eJclusi%as& sal%o nos casos e! 1ue ,or tecnica!ente 5usti4c+%el& ou
ain$a 1uan$o o ,orneci!ento $e tais !ateriais e ser%iços ,or ,eito so o
re"i!e $e a$!inistração contrata$a& pre%isto e $iscri!ina$o no ato
con%ocat0rio.
> Fo A in,rin"Ancia $o $isposto neste arti"o i!plica a nuli$a$e $os
atos ou contratos reali6a$os e a responsaili$a$e $e 1ue! l3es ten3a
$a$o causa.
> Ho Gão ser+ ain$a co!puta$o co!o %alor $a ora ou ser%iço& para
4ns $e 5ul"a!ento $as propostas $e preços& a atuali6ação !onet+ria $as
ori"aç#es $e pa"a!ento& $es$e a $ata 4nal $e ca$a perío$o $e a,erição
at/ a $o respecti%o pa"a!ento& 1ue ser+ calcula$a pelos !es!os
crit/rios estaeleci$os ori"atoria!ente no ato con%ocat0rio.
> Do Rual1uer ci$a$ão po$er+ re1uerer I A$!inistração P-lica os
1uantitati%os $as oras e preços unit+rios $e $eter!ina$a ora
eJecuta$a.
> ;o O $isposto neste arti"o aplica.se ta!/!& no 1ue couer& aos
casos $e $ispensa e $e ineJi"iili$a$e $e licitação.
Art. Do A eJecução $as oras e $os ser%iços $e%e pro"ra!ar.se&
se!pre& e! sua totali$a$e& pre%istos seus custos atual e 4nal e
consi$era$os os pra6os $e sua eJecução.
> 19 As oras& ser%iços e ,orneci!entos serão $i%i$i$os e! tantas
parcelas 1uantas se co!pro%are! t/cnica e econo!ica!ente %i+%eis& a
crit/rio e por con%eniAncia $a A$!inistração& proce$en$o.se I licitação
co! %istas ao !el3or apro%eita!ento $os recursos $isponí%eis no
!erca$o e I a!pliação $a co!petiti%i$a$e& se! per$a $a econo!ia $e
escala.
> 29 ? proii$o o retar$a!ento i!oti%a$o $a eJecução $e parcela $e
ora ou ser%iço& se eJistente pre%isão orça!ent+ria para sua eJecução
total& sal%o insu4ciAncia 4nanceira $e recursos ou co!pro%a$o !oti%o $e
or$e! t/cnica& 5usti4ca$os e! $espac3o circunstancia$o $as
autori$a$es a 1ue se re,ere o art. 2F $esta lei.
> 79 Ga eJecução parcela$a& inclusi%e nos casos a$!iti$os neste
arti"o& a ca$a etapa ou con5unto $e etapas $a ora& ser%iço ou
,orneci!ento& 3+ $e correspon$er licitação $istinta& preser%a$a a
!o$ali$a$e pertinente para a eJecução total $o o5eto $a licitação.
> :9 E! 1ual1uer caso& a autori6ação $a $espesa ser+ ,eita para o
custo 4nal $a ora ou ser%iço pro5eta$os.
Par+"ra,o -nico. ? proii$o o retar$a!ento i!oti%a$o $a eJecução
$e ora ou ser%iço& ou $e suas parcelas& se eJistente pre%isão
orça!ent+ria para sua eJecução total& sal%o insu4ciAncia 4nanceira ou
co!pro%a$o !oti%o $e or$e! t/cnica& 5usti4ca$os e! $espac3o
circunstancia$o $a autori$a$e a 1ue se re,ere o art. 2F $esta Lei.
8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Art. ;o Gão po$er+ participar& $ireta ou in$ireta!ente& $a licitação
ou $a eJecução $e ora ou ser%iço e $o ,orneci!ento $e ens a eles
necess+rios@
I . o autor $o pro5eto& +sico ou eJecuti%o& pessoa ,ísica ou 5urí$icaB
II . e!presa& isola$a!ente ou e! cons0rcio& respons+%el pela
elaoração $o pro5eto +sico ou eJecuti%o ou $a 1ual o autor $o pro5eto
se5a $iri"ente& "erente& acionista ou $etentor $e !ais $e CK 8cinco por
cento= $o capital co! $ireito a %oto ou controla$or& respons+%el t/cnico
ou sucontrata$oB
III . ser%i$or ou $iri"ente $e 0r"ão ou enti$a$e contratante ou
respons+%el pela licitação.
> 1o ? per!iti$a a participação $o autor $o pro5eto ou $a e!presa a
1ue se re,ere o inciso II $este arti"o& na licitação $e ora ou ser%iço& ou
na eJecução& co!o consultor ou t/cnico& nas ,unç#es $e 4scali6ação&
super%isão ou "erencia!ento& eJclusi%a!ente a ser%iço $a
A$!inistração interessa$a.
> 2o O $isposto neste arti"o não i!pe$e a licitação ou contratação
$e ora ou ser%iço 1ue inclua a elaoração $e pro5eto eJecuti%o co!o
encar"o $o contrata$o ou pelo preço pre%ia!ente 4Ja$o pela
A$!inistração.
> 7o Consi$era.se participação in$ireta& para 4ns $o $isposto neste
arti"o& a eJistAncia $e 1ual1uer %ínculo $e nature6a t/cnica& co!ercial&
econL!ica& 4nanceira ou traal3ista entre o autor $o pro5eto& pessoa
,ísica ou 5urí$ica& e o licitante ou respons+%el pelos ser%iços&
,orneci!entos e oras& incluin$o.se os ,orneci!entos $e ens e ser%iços
a estes necess+rios.
> :o O $isposto no par+"ra,o anterior aplica.se aos !e!ros $a
co!issão $e licitação.
Art. 1<. As oras e ser%iços po$erão ser eJecuta$os nos se"uintes
re"i!es@
Art. 1<. As oras e ser%iços po$erão ser eJecuta$os nas se"uintes
,or!as@ 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
I . eJecução $iretaB
II . eJecução in$ireta& nas se"uintes !o$ali$a$es@
II . eJecução in$ireta& nos se"uintes re"i!es@ 8Re$ação $a$a pela Lei
n9 D.DD7& $e 1;;:=
a= e!preita$a por preço "loalB
= e!preita$a por preço unit+rioB
c= 8EEMADO=
c= 8Eeta$o=. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
$= tare,aB
e= e!preita$a inte"ral.
Par+"ra,o -nico. 8EEMADO=
Par+"ra,o -nico. 8Eeta$o=. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e
1;;:=
Art. 11. As oras e ser%iços $estina$os aos !es!os 4ns terão
pro5etos pa$roni6a$os por tipos& cate"orias ou classes& eJceto 1uan$o o
pro5eto.pa$rão não aten$er Is con$iç#es peculiares $o local ou Is
eJi"Ancias especí4cas $o e!preen$i!ento.
Art. 12. Gos pro5etos +sicos e pro5etos eJecuti%os $e oras e
ser%iços serão consi$era$os principal!ente os se"uintes re1uisitos@
Art. 12. Gos pro5etos +sicos e pro5etos eJecuti%os $e oras e
ser%iços serão consi$era$os principal!ente os se"uintes re1uisitos@
8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
I . se"urançaB
II . ,uncionali$a$e e a$e1uação ao interesse p-licoB
III . econo!ia na eJecução& conser%ação e operaçãoB
IE . possiili$a$e $e e!pre"o $e !ão.$e.ora& !ateriais& tecnolo"ia
e !at/rias.pri!as eJistentes no local para eJecução& conser%ação e
operaçãoB
E . ,acili$a$e na eJecução& conser%ação e operação& se! pre5uí6o $a
$uraili$a$e $a ora ou $o ser%içoB
EI . a$oção $as nor!as t/cnicas a$e1ua$asB
EI . a$oção $as nor!as t/cnicas& $e sa-$e e $e se"urança $o
traal3o a$e1ua$asB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
EII . i!pacto a!iental.
Seção IEDos Ser%iços M/cnicos Pro4ssionais Especiali6a$os
Art. 17. Para os 4ns $esta Lei& consi$era!.se ser%iços t/cnicos
pro4ssionais especiali6a$os os traal3os relati%os a@
I . estu$os t/cnicos& plane5a!entos e pro5etos +sicos ou eJecuti%osB
II . pareceres& perícias e a%aliaç#es e! "eralB
III . assessorias ou consultorias t/cnicas e au$itorias 4nanceirasB
III . assessorias ou consultorias t/cnicas e au$itorias 4nanceiras ou
triut+riasB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
IE . 4scali6ação& super%isão ou "erencia!ento $e oras ou ser%içosB
E . patrocínio ou $e,esa $e causas 5u$iciais ou a$!inistrati%asB
EI . treina!ento e aper,eiçoa!ento $e pessoalB
EII . restauração $e oras $e arte e ens $e %alor 3ist0rico.
EIII . 8Eeta$o=. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 1o Ressal%a$os os casos $e ineJi"iili$a$e $e licitação& os
contratos para a prestação $e ser%iços t/cnicos pro4ssionais
especiali6a$os $e%erão& pre,erencial!ente& ser celera$os !e$iante a
reali6ação $e concurso& co! estipulação pr/%ia $e prA!io ou
re!uneração.
> 2o Aos ser%iços t/cnicos pre%istos neste arti"o aplica.se& no 1ue
couer& o $isposto no art. 111 $esta Lei.
> 7o A e!presa $e prestação $e ser%iços t/cnicos especiali6a$os 1ue
apresente relação $e inte"rantes $e seu corpo t/cnico e! proce$i!ento
licitat0rio ou co!o ele!ento $e 5usti4cação $e $ispensa ou
ineJi"iili$a$e $e licitação& 4car+ ori"a$a a "arantir 1ue os re,eri$os
inte"rantes reali6e! pessoal e $ireta!ente os ser%iços o5eto $o
contrato.
Seção EDas Co!pras
Art. 1:. Gen3u!a co!pra ser+ ,eita se! a a$e1ua$a caracteri6ação
$e seu o5eto e in$icação $os recursos orça!ent+rios para seu
pa"a!ento& so pena $e nuli$a$e $o ato e responsaili$a$e $e 1ue! l3e
ti%er $a$o causa.
Art. 1C. As co!pras& se!pre 1ue possí%el& $e%erão@ 8Re"ula!ento=
I . aten$er ao princípio $a pa$roni6ação& 1ue i!pon3a
co!patiili$a$e $e especi4caç#es t/cnicas e $e $ese!pen3o&
oser%a$as& 1uan$o ,or o caso& as con$iç#es $e !anutenção& assistAncia
t/cnica e "arantia o,ereci$asB
II . ser processa$as atra%/s $e siste!a $e re"istro $e preçosB
III . su!eter.se Is con$iç#es $e a1uisição e pa"a!ento
se!el3antes Is $o setor pri%a$oB
IE . ser su$i%i$i$as e! tantas parcelas 1uantas necess+rias para
apro%eitar as peculiari$a$es $o !erca$o& %isan$o econo!ici$a$eB
E . ali6ar.se pelos preços pratica$os no '!ito $os 0r"ãos e
enti$a$es $a A$!inistração P-lica.
> 1o O re"istro $e preços ser+ prece$i$o $e a!pla pes1uisa $e
!erca$o.
> 2o Os preços re"istra$os serão pulica$os tri!estral!ente para
orientação $a A$!inistração& na i!prensa o4cial.
> 7o O siste!a $e re"istro $e preços ser+ re"ula!enta$o por
$ecreto& aten$i$as as peculiari$a$es re"ionais& oser%a$as as se"uintes
con$iç#es@
I . seleção ,eita !e$iante concorrAnciaB
II . estipulação pr/%ia $o siste!a $e controle e atuali6ação $os
preços re"istra$osB
III . %ali$a$e $o re"istro não superior a u! ano.
> :o A eJistAncia $e preços re"istra$os não ori"a a A$!inistração a
4r!ar as contrataç#es 1ue $eles po$erão a$%ir& 4can$o.l3e ,aculta$a a
utili6ação $e outros !eios& respeita$a a le"islação relati%a Is licitaç#es&
sen$o asse"ura$o ao ene4ci+rio $o re"istro pre,erAncia e! i"ual$a$e
$e con$iç#es.
> Co O siste!a $e controle ori"ina$o no 1ua$ro "eral $e preços&
1uan$o possí%el& $e%er+ ser in,or!ati6a$o.
> Fo Rual1uer ci$a$ão / parte le"íti!a para i!pu"nar preço
constante $o 1ua$ro "eral e! ra6ão $e inco!patiili$a$e $esse co! o
preço %i"ente no !erca$o.
> Ho Gas co!pras $e%erão ser oser%a$as& ain$a@
I . a especi4cação co!pleta $o e! a ser a$1uiri$o se! in$icação
$e !arcaB
II . a $e4nição $as uni$a$es e $as 1uanti$a$es a sere! a$1uiri$as
e! ,unção $o consu!o e utili6ação pro%+%eis& cu5a esti!ati%a ser+
oti$a& se!pre 1ue possí%el& !e$iante a$e1ua$as t/cnicas 1uantitati%as
$e esti!açãoB
III . as con$iç#es $e "uar$a e ar!a6ena!ento 1ue não per!ita! a
$eterioração $o !aterial.
> Do O recei!ento $e !aterial $e %alor superior ao li!ite
estaeleci$o no art. 27 $esta Lei& para a !o$ali$a$e $e con%ite& $e%er+
ser con4a$o a u!a co!issão $e& no !íni!o& 7 8trAs= !e!ros.
Art. 1F. )ec3a$o o ne"0cio& ser+ pulica$a a relação $e to$as as
co!pras ,eitas pela A$!inistração Direta ou In$ireta& $e !aneira a
clari4car a i$enti4cação $o e! co!pra$o& seu preço unit+rio& a
1uanti$a$e a$1uiri$a& o no!e $o %en$e$or e o %alor total $a operação.
Art. 1F. Ser+ $a$a pulici$a$e& !ensal!ente& e! 0r"ão $e
$i%ul"ação o4cial ou e! 1ua$ro $e a%isos $e a!plo acesso p-lico& I
relação $e to$as as co!pras ,eitas pela A$!inistração Direta ou In$ireta&
$e !aneira a clari4car a i$enti4cação $o e! co!pra$o& seu preço
unit+rio& a 1uanti$a$e a$1uiri$a& o no!e $o %en$e$or e o %alor total $a
operação& po$en$o ser a"lutina$as por itens as co!pras ,eitas co!
$ispensa e ineJi"iili$a$e $e licitação. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7&
$e 1;;:=
Par+"ra,o -nico. O $isposto neste arti"o não se aplica aos casos $e
$ispensa $e licitação pre%istos no inciso IO $o art. 2:. 8Incluí$o pela Lei
n9 D.DD7& $e 1;;:=
Seção EIDas Alienaç#es
Art. 1H. A alienação $e ens $a A$!inistração P-lica& suor$ina$a
I eJistAncia $e interesse p-lico $e%i$a!ente 5usti4ca$o& ser+ prece$i$a
$e a%aliação e oe$ecer+ Is se"uintes nor!as@
I . 1uan$o i!0%eis& $epen$er+ $e autori6ação le"islati%a para 0r"ãos
$a a$!inistração $ireta e enti$a$es aut+r1uicas e ,un$acionais& e& para
to$os& inclusi%e as enti$a$es paraestatais& $epen$er+ $e a%aliação
pr/%ia e $e licitação na !o$ali$a$e $e concorrAncia& $ispensa$a esta nos
se"uintes casos@
a= $ação e! pa"a!entoB
= $oação& per!iti$a eJclusi%a!ente para outro 0r"ão ou enti$a$e
$a A$!inistração P-lica& $e 1ual1uer es,era $e "o%ernoB 8Ei$e *e$i$a
Pro%is0ria n9 77C& $e 2<<F= = $oação& per!iti$a eJclusi%a!ente
para outro 0r"ão ou enti$a$e $a a$!inistração p-lica& $e 1ual1uer
es,era $e "o%erno& ressal%a$o o $isposto nas alíneas f e hB 8Re$ação
$a$a pela Lei n9 11.:D1& $e 2<<H= = $oação& per!iti$a
eJclusi%a!ente para outro 0r"ão ou enti$a$e $a a$!inistração p-lica&
$e 1ual1uer es,era $e "o%erno& ressal%a$o o $isposto nas alíneas S,T& S3T
e SiTB 8Re$ação $a$a pela *e$i$a Pro%is0ria n9 :CD& $e 2<<;=
= $oação& per!iti$a eJclusi%a!ente para outro 0r"ão ou enti$a$e
$a a$!inistração p-lica& $e 1ual1uer es,era $e "o%erno& ressal%a$o o
$isposto nas alíneas f& h e iB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 11.;C2& $e 2<<;=
c= per!uta& por outro i!0%el 1ue aten$a aos re1uisitos constantes
$o inciso O $o art. 2: $esta LeiB
$= in%esti$uraB
e= %en$a a outro 0r"ão ou enti$a$e $a a$!inistração p-lica& $e
1ual1uer es,era $e "o%ernoB 8Incluí$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
,= alienação& concessão $e $ireito real $e uso& locação ou per!issão
$e uso $e ens i!0%eis construí$os e $estina$os ou e,eti%a!ente
utili6a$os no '!ito $e pro"ra!as 3aitacionais $e interesse social& por
0r"ãos ou enti$a$es $a a$!inistração p-lica especi4ca!ente cria$os
para esse 4!B 8Incluí$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:= 8Ei$e *e$i$a
Pro%is0ria n9 2;2& $e 2<<F= 8Ei$e *e$i$a Pro%is0ria n9 77C& $e 2<<F=
,= alienação "ratuita ou onerosa& a,ora!ento& concessão $e $ireito
real $e uso& locação ou per!issão $e uso $e ens i!0%eis resi$enciais
construí$os& $estina$os ou e,eti%a!ente utili6a$os no '!ito $e
pro"ra!as 3aitacionais ou $e re"ulari6ação ,un$i+ria $e interesse social
$esen%ol%i$os por 0r"ãos ou enti$a$es $a a$!inistração p-licaB
8Re$ação $a$a pela Lei n9 11.:D1& $e 2<<H=
"= proce$i!entos $e le"iti!ação $e posse $e 1ue trata o art. 2; $a
Lei no F.7D7& $e H $e $e6e!ro $e 1;HF& !e$iante iniciati%a e
$elieração $os 0r"ãos $a A$!inistração P-lica e! cu5a co!petAncia
le"al inclua.se tal atriuiçãoB 8Incluí$o pela Lei n9 11.1;F& $e 2<<C=
"= proce$i!entos $e re"ulari6ação ,un$i+ria $e 1ue trata o art. 2;
$a Lei no F.7D7& $e H $e $e6e!ro $e 1;HFB 8Re$ação $a$a pela *e$i$a
Pro%is0ria n9 :CD& $e 2<<;=
"= proce$i!entos $e le"iti!ação $e posse $e 1ue trata o art. 2; $a
Lei no F.7D7& $e H $e $e6e!ro $e 1;HF& !e$iante iniciati%a e
$elieração $os 0r"ãos $a A$!inistração P-lica e! cu5a co!petAncia
le"al inclua.se tal atriuiçãoB 8Incluí$o pela Lei n9 11.1;F& $e 2<<C=
3= alienação "ratuita ou onerosa& a,ora!ento& concessão $e $ireito
real $e uso& locação ou per!issão $e uso $e ens i!0%eis $e uso
co!ercial $e '!ito local co! +rea $e at/ 2C< !U 8$u6entos e cin1Qenta
!etros 1ua$ra$os= e inseri$os no '!ito $e pro"ra!as $e re"ulari6ação
,un$i+ria $e interesse social $esen%ol%i$os por 0r"ãos ou enti$a$es $a
a$!inistração p-licaB 8Incluí$o pela Lei n9 11.:D1& $e 2<<H=
i= alienação e concessão $e $ireito real $e uso& "ratuita ou onerosa&
$e terras p-licas rurais $a (nião na A!a6Lnia Le"al on$e inci$a!
ocupaç#es at/ o li!ite $e 1uin6e !0$ulos 4scais ou !il e 1uin3entos
3ectares& para 4ns $e re"ulari6ação ,un$i+ria& aten$i$os os re1uisitos
le"aisB 8Incluí$o pela *e$i$a Pro%is0ria n9 :CD& $e 2<<;=
i= alienação e concessão $e $ireito real $e uso& "ratuita ou onerosa&
$e terras p-licas rurais $a (nião na A!a6Lnia Le"al on$e inci$a!
ocupaç#es at/ o li!ite $e 1C 81uin6e= !0$ulos 4scais ou 1.C<<3a 8!il e
1uin3entos 3ectares=& para 4ns $e re"ulari6ação ,un$i+ria& aten$i$os os
re1uisitos le"aisB 8Incluí$o pela Lei n9 11.;C2& $e 2<<;=
II . 1uan$o !0%eis& $epen$er+ $e a%aliação pr/%ia e $e licitação&
$ispensa$a esta nos se"uintes casos@
a= $oação& per!iti$a eJclusi%a!ente para 4ns e uso $e interesse
social& ap0s a%aliação $e sua oportuni$a$e e con%eniAncia s0cio.
econL!ica& relati%a!ente I escol3a $e outra ,or!a $e alienaçãoB
= per!uta& per!iti$a eJclusi%a!ente entre 0r"ãos ou enti$a$es $a
A$!inistração P-licaB
c= %en$a $e aç#es& 1ue po$erão ser ne"ocia$as e! olsa&
oser%a$a a le"islação especí4caB
$= %en$a $e títulos& na ,or!a $a le"islação pertinenteB
e= %en$a $e ens pro$u6i$os ou co!erciali6a$os por 0r"ãos ou
enti$a$es $a A$!inistração P-lica& e! %irtu$e $e suas 4nali$a$esB
,= %en$a $e !ateriais e e1uipa!entos para outros 0r"ãos ou
enti$a$es $a A$!inistração P-lica& se! utili6ação pre%isí%el por 1ue!
$eles $isp#e.
> 1o Os i!0%eis $oa$os co! ase na alínea NN $o inciso I $este
arti"o& cessa$as as ra6#es 1ue 5usti4cara! a sua $oação& re%erterão ao
patri!Lnio $a pessoa 5urí$ica $oa$ora& %e$a$a a sua alienação pelo
ene4ci+rio.
> 2o A A$!inistração po$er+ conce$er $ireito real $e uso $e ens
i!0%eis& $ispensa$a licitação& 1uan$o o uso se $estina a outro 0r"ão ou
enti$a$e $a A$!inistração P-lica.
> 2o A A$!inistração ta!/! po$er+ conce$er título $e proprie$a$e
ou $e $ireito real $e uso $e i!0%eis& $ispensa$a licitação& 1uan$o o uso
$estinar.se@ 8Re$ação $a$a pela Lei n9 11.1;F& $e 2<<C=
I . a outro 0r"ão ou enti$a$e $a A$!inistração P-lica& 1ual1uer 1ue
se5a a locali6ação $o i!0%elB 8Incluí$o pela Lei n9 11.1;F& $e 2<<C=
II . a pessoa ,ísica 1ue& nos ter!os $e lei& re"ula!ento ou ato
nor!ati%o $o 0r"ão co!petente& 3a5a i!ple!enta$o os re1uisitos
!íni!os $e cultura e !ora$ia sore +rea rural situa$a na re"ião $a
A!a6Lnia Le"al& $e4ni$a no art. 2o $a Lei no C.1H7& $e 2H $e outuro $e
1;FF& superior I le"al!ente passí%el $e le"iti!ação $e posse re,eri$a na
alínea " $o inciso I $o caput $este arti"o& aten$i$os os li!ites $e +rea
$e4ni$os por ato nor!ati%o $o Po$er EJecuti%o. 8Incluí$o pela Lei n9
11.1;F& $e 2<<C= 8Re"ula!ento= II . a pessoa ,ísica 1ue& nos ter!os
$a lei& re"ula!ento ou ato nor!ati%o $o 0r"ão co!petente& 3a5a
i!ple!enta$o os re1uisitos !íni!os $e cultura& ocupação !ansa e
pací4ca e eJploração $ireta sore +rea rural situa$a na re"ião $a
A!a6Lnia Le"al& $e4ni$a no art. 1o& > 2o& inciso EI& $a Lei no :.HH1& $e
22 $e sete!ro $e 1;FC& superior a u! !0$ulo 4scal e li!ita$a a +reas
$e at/ 1uin6e !0$ulos 4scais& $es$e 1ue não eJce$a !il e 1uin3entos
3ectaresB 8Re$ação $a$a pela *e$i$a Pro%is0ria n9 :CD& $e 2<<;=
II . a pessoa natural 1ue& nos ter!os $a lei& re"ula!ento ou ato
nor!ati%o $o 0r"ão co!petente& 3a5a i!ple!enta$o os re1uisitos
!íni!os $e cultura& ocupação !ansa e pací4ca e eJploração $ireta sore
+rea rural situa$a na A!a6Lnia Le"al& superior a 1 8u!= !0$ulo 4scal e
li!ita$a a 1C 81uin6e= !0$ulos 4scais& $es$e 1ue não eJce$a 1.C<<3a
8!il e 1uin3entos 3ectares=B 8Re$ação $a$a pela Lei n9 11.;C2& $e 2<<;=
> 2o.A. As 3ip0teses $a alínea " $o inciso I $o caput e $o inciso II $o
> 2o $este arti"o 4ca! $ispensa$as $e autori6ação le"islati%a& por/!
su!ete!.se aos se"uintes con$iciona!entos@ 8Incluí$o pela Lei n9
11.1;F& $e 2<<C= > 2
o
.A. As 3ip0teses $o inciso II $o > 2
o
4ca!
$ispensa$as $e autori6ação le"islati%a& por/! su!ete!.se aos
se"uintes con$iciona!entos@ 8Re$ação $a$a pela *e$i$a Pro%is0ria n9
:CD& $e 2<<;=
> 29.A. As 3ip0teses $o inciso II $o > 2
o
4ca! $ispensa$as $e
autori6ação le"islati%a& por/! su!ete!.se aos se"uintes
con$iciona!entos@ 8Re$ação $a$a pela Lei n9 11.;C2& $e 2<<;=
I . aplicação eJclusi%a!ente Is +reas e! 1ue a $etenção por
particular se5a co!pro%a$a!ente anterior a 1o $e $e6e!ro $e 2<<:B
8Incluí$o pela Lei n9 11.1;F& $e 2<<C=
II . su!issão aos $e!ais re1uisitos e i!pe$i!entos $o re"i!e le"al
e a$!inistrati%o $a $estinação e $a re"ulari6ação ,un$i+ria $e terras
p-licasB 8Incluí$o pela Lei n9 11.1;F& $e 2<<C=
III . %e$ação $e concess#es para 3ip0teses $e eJploração não.
conte!pla$as na lei a"r+ria& nas leis $e $estinação $e terras p-licas& ou
nas nor!as le"ais ou a$!inistrati%as $e 6onea!ento ecol0"ico.
econL!icoB e 8Incluí$o pela Lei n9 11.1;F& $e 2<<C=
IE . pre%isão $e rescisão auto!+tica $a concessão& $ispensa$a
noti4cação& e! caso $e $eclaração $e utili$a$e& ou necessi$a$e p-lica
ou interesse social. 8Incluí$o pela Lei n9 11.1;F& $e 2<<C=
> 2o.P. A 3ip0tese $o inciso II $o > 2o $este arti"o@ 8Incluí$o pela Lei
n9 11.1;F& $e 2<<C=
I . s0 se aplica a i!0%el situa$o e! 6ona rural& não su5eito a
%e$ação& i!pe$i!ento ou incon%eniente a sua eJploração !e$iante
ati%i$a$es a"ropecu+riasB 8Incluí$o pela Lei n9 11.1;F& $e 2<<C=
II . 4ca li!ita$a a +reas $e at/ C<< 81uin3entos= 3ectares& %e$a$a a
$ispensa $e licitação para +reas superiores a esse li!iteB e 8Incluí$o pela
Lei n9 11.1;F& $e 2<<C=
II . 4ca li!ita$a a +reas $e at/ 1uin6e !0$ulos 4scais& %e$a$a a
$ispensa $e licitação para +reas superiores a esse li!iteB e 8Re$ação
$a$a pela *e$i$a Pro%is0ria n9 :22& $e 2<<D=.
II V 4ca li!ita$a a +reas $e at/ 1uin6e !0$ulos 4scais& $es$e 1ue
não eJce$a !il e 1uin3entos 3ectares& %e$a$a a $ispensa $e licitação
para +reas superiores a esse li!iteB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 11.HF7& $e
2<<D=
III . po$e ser cu!ula$a co! o 1uantitati%o $e +rea $ecorrente $a
4"ura pre%ista na alínea " $o inciso I $o caput $este arti"o& at/ o li!ite
pre%isto no inciso II $este par+"ra,o. 8Incluí$o pela Lei n9 11.1;F& $e
2<<C=
IE V 8EEMADO= 8Incluí$o pela Lei n9 11.HF7& $e 2<<D=
> 79 Enten$e.se por in%esti$ura& para os 4ns $esta lei& a alienação
aos propriet+rios $e i!0%eis lin$eiros $e +rea re!anescente ou
resultante $e ora p-lica& +rea esta 1ue se tornar inapro%eit+%el
isola$a!ente& por preço nunca in,erior ao $a a%aliação e $es$e 1ue esse
não ultrapasse a C<K 8cin1Qenta por cento= $o %alor constante $a alínea
a $o inciso II $o art. 27 $esta lei.
> 7o Enten$e.se por in%esti$ura& para os 4ns $esta lei@ 8Re$ação
$a$a pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
I . a alienação aos propriet+rios $e i!0%eis lin$eiros $e +rea
re!anescente ou resultante $e ora p-lica& +rea esta 1ue se tornar
inapro%eit+%el isola$a!ente& por preço nunca in,erior ao $a a%aliação e
$es$e 1ue esse não ultrapasse a C<K 8cin1Qenta por cento= $o %alor
constante $a alínea NaN $o inciso II $o art. 27 $esta leiB 8Incluí$o pela Lei
n9 ;.F:D& $e 1;;D=
II . a alienação& aos le"íti!os possui$ores $iretos ou& na ,alta $estes&
ao Po$er P-lico& $e i!0%eis para 4ns resi$enciais construí$os e!
n-cleos uranos aneJos a usinas 3i$rel/tricas& $es$e 1ue consi$era$os
$ispens+%eis na ,ase $e operação $essas uni$a$es e não inte"re! a
cate"oria $e ens re%ersí%eis ao 4nal $a concessão. 8Incluí$o pela Lei n9
;.F:D& $e 1;;D=
> :9 A $oação co! encar"o po$er+ ser licita$a& e $e seu instru!ento
constarão& ori"atoria!ente& os encar"os& o pra6o $e seu cu!pri!ento e
cl+usula $e re%ersão& so pena $e nuli$a$e $o ato.
> :o A $oação co! encar"o ser+ licita$a e $e seu instru!ento
constarão& ori"atoria!ente os encar"os& o pra6o $e seu cu!pri!ento e
cl+usula $e re%ersão& so pena $e nuli$a$e $o ato& sen$o $ispensa$a a
licitação no caso $e interesse p-lico $e%i$a!ente 5usti4ca$oB 8Re$ação
$a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> Co Ga 3ip0tese $o par+"ra,o anterior& caso o $onat+rio necessite
o,erecer o i!0%el e! "arantia $e 4nancia!ento& a cl+usula $e re%ersão
e $e!ais ori"aç#es serão "aranti$as por 3ipoteca e! se"un$o "rau e!
,a%or $o $oa$or. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> Fo Para a %en$a $e ens !0%eis a%alia$os& isola$a ou
"loal!ente& e! 1uantia não superior ao li!ite pre%isto no art. 27& inciso
II& alínea NN $esta Lei& a A$!inistração po$er+ per!itir o leilão. 8Incluí$o
pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> H
o
8EEMADO=. 8Incluí$o pela Lei n9 11.:D1& $e 2<<H=
Art. 1D. Ga concorrAncia para a %en$a $e ens i!0%eis& a ,ase $e
3ailitação li!itar.se.+ I co!pro%ação $o recol3i!ento $e 1uantia
correspon$ente a CK 8cinco por cento= $a a%aliação.
Par+"ra,o -nico. Para a %en$a $e ens !0%eis a%alia$os& isola$a ou
"loal!ente& e! 1uantia não superior ao li!ite pre%isto no art. 27& inciso
II& alínea $esta lei& a A$!inistração po$er+ per!itir o leilão. 8Re%o"a$o
pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Art. 1;. Os ens i!0%eis $a A$!inistração P-lica& cu5a a1uisição
3a5a $eri%a$o $e proce$i!entos 5u$iciais ou $e $ação e! pa"a!ento&
po$erão ser aliena$os por ato $a autori$a$e co!petente& oser%a$as as
se"uintes re"ras@
I . a%aliação $os ens alien+%eisB
II . co!pro%ação $a necessi$a$e ou utili$a$e $a alienaçãoB
III . a$oção $o proce$i!ento licitat0rio.
III . a$oção $o proce$i!ento licitat0rio& so a !o$ali$a$e $e
concorrAncia ou leilão. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Capítulo IIDa Licitação
Seção IDas *o$ali$a$es& Li!ites e Dispensa
Art. 2<. As licitaç#es serão e,etua$as no local on$e se situar a
repartição interessa$a& sal%o por !oti%o $e interesse p-lico&
$e%i$a!ente 5usti4ca$o.
Par+"ra,o -nico. O $isposto neste arti"o não i!pe$ir+ a 3ailitação
$e interessa$os resi$entes ou se$ia$os e! outros locais.
Art. 21. Os a%isos conten$o os resu!os $os e$itais $as
concorrAncias e to!a$as $e preços& e!ora reali6a$as no local $a
repartição interessa$a& $e%erão ser pulica$os co! antece$Ancia&
$urante 7 8trAs= $ias consecuti%os& ori"at0ria e conte!poranea!ente@
I . no Di+rio O4cial $a (nião& 1uan$o se tratar $e licitação ,eita por
0r"ão $a A$!inistração P-lica )e$eral ou $o Distrito )e$eral e& ain$a&
1uan$o se tratar $e oras& co!pras e ser%iços 4nancia$os parcial ou
total!ente co! recursos ,e$erais ou "aranti$os por instituiç#es ,e$eraisB
II . no Di+rio O4cial $o Esta$o on$e ser+ reali6a$a a ora ou ser%iço&
1uan$o se tratar $e licitação $e 0r"ãos $a A$!inistração Esta$ual ou
*unicipalB
III . e! pelo !enos u! 5ornal $i+rio $e "ran$e circulação no Esta$o
ou& se 3ou%er& no *unicípio on$e ser+ reali6a$a a ora ou ser%iço&
po$en$o ain$a a A$!inistração& para a!os os casos& con,or!e o %ulto
$a concorrAncia& utili6ar.se $e outros !eios $e $i%ul"ação para a!pliar a
+rea $e co!petição.
Art. 21. Os a%isos conten$o os resu!os $os e$itais $as
concorrAncias& $as to!a$as $e preços& $os concursos e $os leil#es&
e!ora reali6a$os no local $a repartição interessa$a& $e%erão ser
pulica$os co! antece$Ancia& no !íni!o& por u!a %e6@ 8Re$ação $a$a
pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
I . no Di+rio O4cial $a (nião& 1uan$o se tratar $e licitação ,eita por
0r"ão ou enti$a$e $a A$!inistração P-lica )e$eral e& ain$a& 1uan$o se
tratar $e oras 4nancia$as parcial ou total!ente co! recursos ,e$erais
ou "aranti$as por instituiç#es ,e$eraisB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7&
$e 1;;:=
II . no Di+rio O4cial $o Esta$o& ou $o Distrito )e$eral 1uan$o se
tratar& respecti%a!ente& $e licitação ,eita por 0r"ão ou enti$a$e $a
A$!inistração P-lica Esta$ual ou *unicipal& ou $o Distrito )e$eralB
8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
III . e! 5ornal $i+rio $e "ran$e circulação no Esta$o e ta!/!& se
3ou%er& e! 5ornal $e circulação no *unicípio ou na re"ião on$e ser+
reali6a$a a ora& presta$o o ser%iço& ,orneci$o& aliena$o ou alu"a$o o
e!& po$en$o ain$a a A$!inistração& con,or!e o %ulto $a licitação&
utili6ar.se $e outros !eios $e $i%ul"ação para a!pliar a +rea $e
co!petição. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 1o O a%iso pulica$o conter+ a in$icação $o local e! 1ue os
interessa$os po$erão ler e oter o teJto inte"ral $o e$ital e to$as as
in,or!aç#es sore a licitação.
> 2o O pra6o !íni!o at/ o recei!ento $as propostas ou $a
reali6ação $o e%ento ser+@
I . 7< 8trinta= $ias para a concorrAnciaB
II . :C 81uarenta e cinco= $ias para o concursoB
III . 1C 81uin6e= $ias para a to!a$a $e preços ou leilãoB
IE . :C 81uarenta e cinco= $ias para a licitação $o tipo !el3or t/cnica
ou t/cnica e preço& ou 1uan$o o contrato a ser celera$o conte!plar a
!o$ali$a$e $e e!preita$a inte"ralB
E . C 8cinco= $ias -teis para o con%ite.
I . 1uarenta e cinco $ias para@ 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e
1;;:=
a= concursoB 8Incluí$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
= concorrAncia& 1uan$o o contrato a ser celera$o conte!plar o
re"i!e $e e!preita$a inte"ral ou 1uan$o a licitação ,or $o tipo N!el3or
t/cnicaN ou Nt/cnica e preçoNB 8Incluí$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
II . trinta $ias para@ 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
a= concorrAncia& nos casos não especi4ca$os na alínea NN $o inciso
anteriorB 8Incluí$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
= to!a$a $e preços& 1uan$o a licitação ,or $o tipo N!el3or t/cnicaN
ou Nt/cnica e preçoNB 8Incluí$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
III . 1uin6e $ias para a to!a$a $e preços& nos casos não
especi4ca$os na alínea NN $o inciso anterior& ou leilãoB 8Re$ação $a$a
pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
IE . cinco $ias -teis para con%ite. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7&
$e 1;;:=
> 79 Os pra6os estaeleci$os no par+"ra,o anterior serão conta$os a
partir $a pri!eira pulicação $o e$ital resu!i$o ou $a eJpe$ição $o
con%ite& ou ain$a $a e,eti%a $isponiili$a$e $o e$ital ou $o con%ite e
respecti%os aneJos& pre%alecen$o a $ata 1ue ocorrer !ais tar$e.
> 7o Os pra6os estaeleci$os no par+"ra,o anterior serão conta$os a
partir $a -lti!a pulicação $o e$ital resu!i$o ou $a eJpe$ição $o
con%ite& ou ain$a $a e,eti%a $isponiili$a$e $o e$ital ou $o con%ite e
respecti%os aneJos& pre%alecen$o a $ata 1ue ocorrer !ais tar$e.
8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> :o Rual1uer !o$i4cação no e$ital eJi"e $i%ul"ação pela !es!a
,or!a 1ue se $eu o teJto ori"inal& rearin$o.se o pra6o inicial!ente
estaeleci$o& eJceto 1uan$o& in1Qestiona%el!ente& a alteração não
a,etar a ,or!ulação $as propostas.
Art. 22. São !o$ali$a$es $e licitação@
I . concorrAnciaB
II . to!a$a $e preçosB
III . con%iteB
IE . concursoB
E . leilão.
> 1o ConcorrAncia / a !o$ali$a$e $e licitação entre 1uais1uer
interessa$os 1ue& na ,ase inicial $e 3ailitação preli!inar& co!pro%e!
possuir os re1uisitos !íni!os $e 1uali4cação eJi"i$os no e$ital para
eJecução $e seu o5eto.
> 2o Mo!a$a $e preços / a !o$ali$a$e $e licitação entre
interessa$os $e%i$a!ente ca$astra$os ou 1ue aten$ere! a to$as as
con$iç#es eJi"i$as para ca$astra!ento at/ o terceiro $ia anterior I $ata
$o recei!ento $as propostas& oser%a$a a necess+ria 1uali4cação.
> 7o Con%ite / a !o$ali$a$e $e licitação entre interessa$os $o ra!o
pertinente ao seu o5eto& ca$astra$os ou não& escol3i$os e con%i$a$os
e! n-!ero !íni!o $e 7 8trAs= pela uni$a$e a$!inistrati%a& a 1ual
a4Jar+& e! local apropria$o& c0pia $o instru!ento con%ocat0rio e o
esten$er+ aos $e!ais ca$astra$os na correspon$ente especiali$a$e 1ue
!ani,estare! seu interesse co! antece$Ancia $e at/ 2: 8%inte e
1uatro= 3oras $a apresentação $as propostas.
> :o Concurso / a !o$ali$a$e $e licitação entre 1uais1uer
interessa$os para escol3a $e traal3o t/cnico& cientí4co ou artístico&
!e$iante a instituição $e prA!ios ou re!uneração aos %ence$ores&
con,or!e crit/rios constantes $e e$ital pulica$o na i!prensa o4cial
co! antece$Ancia !íni!a $e :C 81uarenta e cinco= $ias.
> C9 Leilão / a !o$ali$a$e $e licitação entre 1uais1uer interessa$os
para a %en$a $e ens !0%eis inser%í%eis para a A$!inistração ou $e
pro$utos le"al!ente apreen$i$os ou pen3ora$os& a 1ue! o,erecer o
!aior lance& i"ual ou superior ao $a a%aliação.
> F9 Ga 3ip0tese $o > 79 $este arti"o& eJistin$o na praça !ais $e 7
8trAs= possí%eis interessa$os& / %e$a$o repetir o con%ite aos !es!os
escol3i$os na licitação i!e$iata!ente anterior reali6a$a para o5eto
i$Antico ou asse!el3a$o.
> Co Leilão / a !o$ali$a$e $e licitação entre 1uais1uer interessa$os
para a %en$a $e ens !0%eis inser%í%eis para a a$!inistração ou $e
pro$utos le"al!ente apreen$i$os ou pen3ora$os& ou para a alienação $e
ens i!0%eis pre%ista no art. 1;& a 1ue! o,erecer o !aior lance& i"ual ou
superior ao %alor $a a%aliação. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e
1;;:=
> Fo Ga 3ip0tese $o > 7o $este arti"o& eJistin$o na praça !ais $e 7
8trAs= possí%eis interessa$os& a ca$a no%o con%ite& reali6a$o para o5eto
i$Antico ou asse!el3a$o& / ori"at0rio o con%ite a& no !íni!o& !ais u!
interessa$o& en1uanto eJistire! ca$astra$os não con%i$a$os nas -lti!as
licitaç#es. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> Ho Ruan$o& por li!itaç#es $o !erca$o ou !ani,esto $esinteresse
$os con%i$a$os& ,or i!possí%el a otenção $o n-!ero !íni!o $e
licitantes eJi"i$os no > 7o $este arti"o& essas circunst'ncias $e%erão ser
$e%i$a!ente 5usti4ca$as no processo& so pena $e repetição $o con%ite.
> Do ? %e$a$a a criação $e outras !o$ali$a$es $e licitação ou a
co!inação $as re,eri$as neste arti"o.
> ;o Ga 3ip0tese $o par+"ra,o 2o $este arti"o& a a$!inistração
so!ente po$er+ eJi"ir $o licitante não ca$astra$o os $ocu!entos
pre%istos nos arts. 2H a 71& 1ue co!pro%e! 3ailitação co!patí%el co!
o o5eto $a licitação& nos ter!os $o e$ital. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e
1;;:=
Art. 27. As !o$ali$a$es $e licitação a 1ue se re,ere! os incisos I a
III $o arti"o anterior serão $eter!ina$as e! ,unção $os se"uintes
li!ites& ten$o e! %ista o %alor esti!a$o $a contratação@
I . para oras e ser%iços $e en"en3aria@
a= con%ite . at/ CrW 1<<.<<<.<<<&<< 8ce! !il3#es $e cru6eiros=B
= to!a$a $e preços . at/ CrW 1.<<<.<<<.<<<&<< 83u! il3ão $e
cru6eiros=B
c= concorrAncia . aci!a $e CrW 1.<<<.<<<.<<<&<< 83u! il3ão $e
cru6eiros=B
II . para co!pras e ser%iços não re,eri$os no inciso anterior@
a= con%ite . at/ CrW 2C.<<<.<<<&<< 8%inte e cinco !il3#es $e
cru6eiros=B
= to!a$a $e preços . at/ CrW :<<.<<<.<<<&<< 81uatrocentos
!il3#es $e cru6eiros=B
c= concorrAncia . aci!a $e CrW :<<.<<<.<<<&<< 81uatrocentos
!il3#es $e cru6eiros=.
I . para oras e ser%iços $e en"en3aria@ 8Re$ação $a$a pela Lei n9
;.F:D& $e 1;;D=
a= con%ite . at/ RW 1C<.<<<&<< 8cento e cin1Qenta !il reais=B
8Re$ação $a$a pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
= to!a$a $e preços . at/ RW 1.C<<.<<<&<< 8u! !il3ão e 1uin3entos
!il reais=B 8Re$ação $a$a pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
c= concorrAncia@ aci!a $e RW 1.C<<.<<<&<< 8u! !il3ão e 1uin3entos
!il reais=B 8Re$ação $a$a pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
II . para co!pras e ser%iços não re,eri$os no inciso anterior@
8Re$ação $a$a pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
a= con%ite . at/ RW D<.<<<&<< 8oitenta !il reais=B 8Re$ação $a$a
pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
= to!a$a $e preços . at/ RW FC<.<<<&<< 8seiscentos e cin1Qenta !il
reais=B 8Re$ação $a$a pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
c= concorrAncia . aci!a $e RW FC<.<<<&<< 8seiscentos e cin1Qenta
!il reais=. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
> 19 Para os *unicípios& e! co!o para os 0r"ãos e enti$a$es a eles
suor$ina$os& aplica!.se os se"uintes li!ites e! relação aos %alores
in$ica$os no caput $este arti"o e nos incisos I e II $o art. 2: $esta lei@
I . 2CK 8%inte e cinco por cento= $os %alores in$ica$os& 1uan$o a
população $o !unicípio não eJce$er a 2<.<<< 8%inte !il= 3aitantesB
II . C<K 8cin1Qenta por cento= $os %alores in$ica$os& 1uan$o a
população $o !unicípio se situar entre 2<.<<1 8%inte !il e u!= e 1<<.<<<
8ce! !il= 3aitantesB
III . HCK 8setenta e cinco por cento= $os %alores in$ica$os& 1uan$o a
população $o !unicípio se situar entre 1<<.<<1 8ce! !il e u!= e
C<<.<<< 81uin3entos !il= 3aitantesB
IE . 1<<K 8ce! por cento= $os %alores in$ica$os& 1uan$o a
população $o !unicípio eJce$er a C<<.<<< 81uin3entos !il= 3aitantes.
> 29 Para os 4ns $o par+"ra,o anterior& a$otar.se.+ co!o par'!etro
o n-!ero $e 3aitantes e! ca$a !unicípio se"un$o os $a$os $o
Instituto Prasileiro $e Geo"ra4a e Estatística 8IPGE=.
> 79 A concorrAncia / a !o$ali$a$e $e licitação caí%el& 1ual1uer
1ue se5a o %alor $e seu o5eto& na co!pra ou alienação $e ens i!0%eis&
nas concess#es $e $ireito real $e uso& e! co!o nas licitaç#es
internacionais& a$!iti$a& neste -lti!o caso& a to!a$a $e preços& $es$e
1ue o 0r"ão ou enti$a$e $ispon3a $e ca$astro internacional $e
,ornece$ores e se5a! oser%a$os os li!ites $este arti"o.
> 1o As oras& ser%iços e co!pras e,etua$as pela A$!inistração
serão $i%i$i$as e! tantas parcelas 1uantas se co!pro%are! t/cnica e
econo!ica!ente %i+%eis& proce$en$o.se I licitação co! %istas ao !el3or
apro%eita!ento $os recursos $isponí%eis no !erca$o e I a!pliação $a
co!petiti%i$a$e se! per$a $a econo!ia $e escala. 8Re$ação $a$a pela
Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 2o Ga eJecução $e oras e ser%iços e nas co!pras $e ens&
parcela$as nos ter!os $o par+"ra,o anterior& a ca$a etapa ou con5unto
$e etapas $a ora& ser%iço ou co!pra& 3+ $e correspon$er licitação
$istinta& preser%a$a a !o$ali$a$e pertinente para a eJecução $o o5eto
e! licitação. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 7o A concorrAncia / a !o$ali$a$e $e licitação caí%el& 1ual1uer
1ue se5a o %alor $e seu o5eto& tanto na co!pra ou alienação $e ens
i!0%eis& ressal%a$o o $isposto no art. 1;& co!o nas concess#es $e
$ireito real $e uso e nas licitaç#es internacionais& a$!itin$o.se neste
-lti!o caso& oser%a$os os li!ites $este arti"o& a to!a$a $e preços&
1uan$o o 0r"ão ou enti$a$e $ispuser $e ca$astro internacional $e
,ornece$ores ou o con%ite& 1uan$o não 3ou%er ,ornece$or $o e! ou
ser%iço no País. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> :o Gos casos e! 1ue couer con%ite& a A$!inistração po$er+
utili6ar a to!a$a $e preços e& e! 1ual1uer caso& a concorrAncia.
> C9 ? %e$a$a a utili6ação $a !o$ali$a$e con%ite ou to!a$a $e
preços& con,or!e o caso& para parcelas $e u!a !es!a ora ou ser%iço&
ou ain$a para oras ou ser%iços $a !es!a nature6a 1ue possa! ser
reali6a$os si!ult'nea ou sucessi%a!ente& se!pre 1ue o so!at0rio $e
seus %alores caracteri6ar o caso $e to!a$a $e preços ou concorrAncia&
respecti%a!ente& nos ter!os $este arti"o& eJceto para as parcelas $e
nature6a especí4ca 1ue possa! ser eJecuta$as por pessoas ou
e!presas $e especiali$a$e $i%ersa $a1uela $o eJecutor $a ora ou
ser%iço.
> Co ? %e$a$a a utili6ação $a !o$ali$a$e Ncon%iteN ou Nto!a$a $e
preçosN& con,or!e o caso& para parcelas $e u!a !es!a ora ou ser%iço&
ou ain$a para oras e ser%iços $a !es!a nature6a e no !es!o local 1ue
possa! ser reali6a$as con5unta e conco!itante!ente& se!pre 1ue o
so!at0rio $e seus %alores caracteri6ar o caso $e Nto!a$a $e preçosN ou
NconcorrAnciaN& respecti%a!ente& nos ter!os $este arti"o& eJceto para as
parcelas $e nature6a especí4ca 1ue possa! ser eJecuta$as por pessoas
ou e!presas $e especiali$a$e $i%ersa $a1uela $o eJecutor $a ora ou
ser%iço. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> Fo As or"ani6aç#es in$ustriais $a A$!inistração )e$eral $ireta&
e! ,ace $e suas peculiari$a$es& oe$ecerão aos li!ites estaeleci$os no
inciso I $este arti"o ta!/! para suas co!pras e ser%iços e! "eral&
$es$e 1ue para a a1uisição $e !ateriais aplica$os eJclusi%a!ente na
!anutenção& reparo ou ,aricação $e !eios operacionais /licos
pertencentes I (nião. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> Ho Ga co!pra $e ens $e nature6a $i%isí%el e $es$e 1ue não 3a5a
pre5uí6o para o con5unto ou co!pleJo& / per!iti$a a cotação $e
1uanti$a$e in,erior I $e!an$a$a na licitação& co! %istas a a!pliação $a
co!petiti%i$a$e& po$en$o o e$ital 4Jar 1uantitati%o !íni!o para
preser%ar a econo!ia $e escala. 8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
> Do Go caso $e cons0rcios p-licos& aplicar.se.+ o $oro $os %alores
!enciona$os no caput $este arti"o 1uan$o ,or!a$o por at/ 7 8trAs=
entes $a )e$eração& e o triplo& 1uan$o ,or!a$o por !aior n-!ero.
8Incluí$o pela Lei n9 11.1<H& $e 2<<C=
Art. 2:. ? $ispens+%el a licitação@
I . para oras e ser%iços $e en"en3aria $e %alor at/ CK 8cinco por
cento= $o li!ite pre%isto na alínea NaN& $o inciso I $o arti"o anterior&
$es$e 1ue não se re4ra! a parcelas $e u!a !es!a ora ou ser%iço ou
ain$a $e oras e ser%iços $a !es!a nature6a 1ue possa! ser reali6a$os
si!ult'nea ou sucessi%a!enteB
I . para oras e ser%iços $e en"en3aria $e %alor at/ cinco por cento
$o li!ite pre%isto na alínea a $o inciso I $o arti"o anterior& $es$e 1ue
não se re4ra! a parcelas $e u!a !es!a ora ou ser%iço ou ain$a para
oras e ser%iços $a !es!a nature6a e no !es!o local 1ue possa! ser
reali6a$as con5unta e conco!itante!enteB 8Re$ação $a$a pela Lei n9
D.DD7& $e 1;;:=
I . para oras e ser%iços $e en"en3aria $e %alor at/ 1<K 8$e6 por
cento= $o li!ite pre%isto na alínea NaN& $o inciso I $o arti"o anterior&
$es$e 1ue não se re4ra! a parcelas $e u!a !es!a ora ou ser%iço ou
ain$a para oras e ser%iços $a !es!a nature6a e no !es!o local 1ue
possa! ser reali6a$as con5unta e conco!itante!enteB 8Re$ação $a$a
pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
II . para outros ser%iços e co!pras $e %alor at/ CK 8cinco por cento=
$o li!ite pre%isto na alínea a& $o inciso II $o arti"o anterior& e para
alienaç#es& nos casos pre%istos nesta Lei& $es$e 1ue não se re4ra! a
parcelas $e u! !es!o ser%iço& co!pra ou alienação $e !aior %ulto 1ue
possa ser reali6a$a $e u!a s0 %e6B
II . para outros ser%iços e co!pras $e %alor at/ 1<K 8$e6 por
cento= $o li!ite pre%isto na alínea NaN& $o inciso II $o arti"o anterior e
para alienaç#es& nos casos pre%istos nesta Lei& $es$e 1ue não se re4ra!
a parcelas $e u! !es!o ser%iço& co!pra ou alienação $e !aior %ulto
1ue possa ser reali6a$a $e u!a s0 %e6B 8Re$ação $a$a pela Lei n9 ;.F:D&
$e 1;;D=
III . nos casos $e "uerra ou "ra%e perturação $a or$e!B
IE . nos casos $e e!er"Ancia ou $e cala!i$a$e p-lica& 1uan$o
caracteri6a$a ur"Ancia $e aten$i!ento $e situação 1ue possa ocasionar
pre5uí6o ou co!pro!eter a se"urança $e pessoas& oras& ser%iços&
e1uipa!entos e outros ens& p-licos ou particulares& e so!ente para os
ens necess+rios ao aten$i!ento $a situação e!er"encial ou cala!itosa
e para as parcelas $e oras e ser%iços 1ue possa! ser concluí$as no
pra6o !+Ji!o $e 1D< 8cento e oitenta= $ias consecuti%os e ininterruptos&
conta$os $a ocorrAncia $a e!er"Ancia ou cala!i$a$e& %e$a$a a
prorro"ação $os respecti%os contratosB
E . 1uan$o não acu$ire! interessa$os I licitação anterior e esta&
5usti4ca$a!ente& não pu$er ser repeti$a se! pre5uí6o para a
A$!inistração& !anti$as& neste caso& to$as as con$iç#es
preestaeleci$asB
EI . 1uan$o a (nião ti%er 1ue inter%ir no $o!ínio econL!ico para
re"ular preços ou nor!ali6ar o aasteci!entoB
EII . 1uan$o as propostas apresenta$as consi"nare! preços
!ani,esta!ente superiores aos pratica$os no !erca$o nacional& ou
,ore! inco!patí%eis co! os 4Ja$os pelos 0r"ãos o4ciais co!petentes&
casos e! 1ue& oser%a$o o par+"ra,o -nico $o art. :D $esta Lei e&
persistin$o a situação& ser+ a$!iti$a a a$5u$icação $ireta $os ens ou
ser%iços& por %alor não superior ao constante $o re"istro $e preços& ou
$os ser%içosB 8Ei$e > 79 $o art. :D=
EIII . 1uan$o a operação en%ol%er eJclusi%a!ente pessoas 5urí$icas
$e $ireito p-lico interno& eJceto se 3ou%er e!presas pri%a$as ou $e
econo!ia !ista 1ue possa! prestar ou ,ornecer os !es!os ens ou
ser%iços& 3ip0tese e! 1ue 4carão su5eitas I licitaçãoB
EIII . para a a1uisição& por pessoa 5urí$ica $e $ireito p-lico interno&
$e ens pro$u6i$os ou ser%iços presta$os por 0r"ão ou enti$a$e 1ue
inte"re a A$!inistração P-lica e 1ue ten3a si$o cria$o para esse 4!
especí4co e! $ata anterior I %i"Ancia $esta Lei& $es$e 1ue o preço
contrata$o se5a co!patí%el co! o pratica$o no !erca$oB 8Re$ação $a$a
pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
IO . 1uan$o 3ou%er possiili$a$e $e co!pro!eti!ento $a se"urança
nacional& nos casos estaeleci$os e! $ecreto $o Presi$ente $a
Rep-lica& ou%i$o o Consel3o $e De,esa GacionalB 8Re"ula!ento=
O . para a co!pra ou locação $e i!0%el $estina$o ao ser%iço
p-lico& cu5as necessi$a$es $e instalação e locali6ação con$icione! a
sua escol3a& $es$e 1ue o preço se5a co!patí%el co! o %alor $e !erca$o&
se"un$o a%aliação pr/%iaB
O . para a co!pra ou locação $e i!0%el $estina$o ao aten$i!ento
$as 4nali$a$es precípuas $a a$!inistração& cu5as necessi$a$es $e
instalação e locali6ação con$icione! a sua escol3a& $es$e 1ue o preço
se5a co!patí%el co! o %alor $e !erca$o& se"un$o a%aliação pr/%iaB
8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
OI . na contratação $e re!anescente $e ora& ser%iço ou
,orneci!ento& e! conse1QAncia $e rescisão contratual& $es$e 1ue
aten$i$a a or$e! $e classi4cação $a licitação anterior e aceitas as
!es!as con$iç#es o,ereci$as pelo licitante %ence$or& inclusi%e 1uanto
ao preço& $e%i$a!ente corri"i$oB
OII . nas co!pras e%entuais $e "Aneros ali!entícios perecí%eis& e!
centro $e aasteci!ento ou si!ilar& reali6a$as $ireta!ente co! ase no
preço $o $iaB
OIII . na contratação $e instituição nacional se! 4ns lucrati%os&
incu!i$a re"i!ental ou estatutaria!ente $a pes1uisa& $o ensino ou $o
$esen%ol%i!ento institucional& cientí4co ou tecnol0"ico& $es$e 1ue a
pretensa contrata$a $eten3a in1uestion+%el reputação /tico.pro4ssionalB
OIE . para a a1uisição $e ens ou ser%iços por inter!/$io $e
or"ani6ação internacional& $es$e 1ue o Prasil se5a !e!ro e nos ter!os
$e acor$o especí4co& 1uan$o as con$iç#es o,erta$as ,ore!
!ani,esta$a!ente %anta5osas para o Po$er P-licoB
OII . nas co!pras $e 3orti,ruti"ran5eiros& pão e outros "Aneros
perecí%eis& no te!po necess+rio para a reali6ação $os processos
licitat0rios correspon$entes& reali6a$as $ireta!ente co! ase no preço
$o $iaB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
OIII . na contratação $e instituição rasileira incu!i$a re"i!ental
ou estatutaria!ente $a pes1uisa& $o ensino ou $o $esen%ol%i!ento
institucional& ou $e instituição $e$ica$a I recuperação social $o preso&
$es$e 1ue a contrata$a $eten3a in1uestion+%el reputação /tico.
pro4ssional e não ten3a 4ns lucrati%osB8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7&
$e 1;;:=
OIE . para a a1uisição $e ens ou ser%iços nos ter!os $e acor$o
internacional especí4co apro%a$o pelo Con"resso Gacional& 1uan$o as
con$iç#es o,erta$as ,ore! !ani,esta!ente %anta5osas para o Po$er
P-licoB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
OE . para a a1uisição ou restauração $e oras $e arte e o5etos
3ist0ricos& $e autentici$a$e certi4ca$a& $es$e 1ue co!patí%eis ou
inerentes Is 4nali$a$es $o 0r"ão ou enti$a$e.
OEI . para a i!pressão $os $i+rios o4ciais& $e ,or!ul+rios
pa$roni6a$os $e uso $a a$!inistração& e $e e$iç#es t/cnicas o4ciais&
e! co!o para prestação $e ser%iços $e in,or!+tica a pessoa 5urí$ica $e
$ireito p-lico interno& por 0r"ãos ou enti$a$es 1ue inte"re! a
A$!inistração P-lica& cria$os para esse 4! especí4coB8Incluí$o pela Lei
n9 D.DD7& $e 1;;:=
OEII . para a a1uisição $e co!ponentes ou peças $e ori"e! nacional
ou estran"eira& necess+rios I !anutenção $e e1uipa!entos $urante o
perío$o $e "arantia t/cnica& 5unto ao ,ornece$or ori"inal $esses
e1uipa!entos& 1uan$o tal con$ição $e eJclusi%i$a$e ,or in$ispens+%el
para a %i"Ancia $a "arantiaB 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
OEIII . nas co!pras ou contrataç#es $e ser%iços para o
aasteci!ento $e na%ios& e!arcaç#es& uni$a$es a/reas ou tropas e
seus !eios $e $esloca!ento 1uan$o e! esta$a e%entual $e curta
$uração e! portos& aeroportos ou locali$a$es $i,erentes $e suas se$es&
por !oti%o $e !o%i!entação operacional ou $e a$estra!ento& 1uan$o a
eJi"ui$a$e $os pra6os le"ais pu$er co!pro!eter a nor!ali$a$e e os
prop0sitos $as operaç#es e $es$e 1ue seu %alor não eJce$a ao li!ite
pre%isto na alínea NaN $o incico II $o art. 27 $esta Lei@ 8Incluí$o pela Lei
n9 D.DD7& $e 1;;:=
OIO . para as co!pras $e !aterial $e uso pelas )orças Ar!a$as&
co! eJceção $e !ateriais $e uso pessoal e a$!inistrati%o& 1uan$o
3ou%er necessi$a$e $e !anter a pa$roni6ação re1ueri$a pela estrutura
$e apoio lo"ístico $os !eios na%ais& a/reos e terrestres& !e$iante
parecer $e co!issão instituí$a por $ecretoB 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7&
$e 1;;:=
OO . na contratação $e associação $e porta$ores $e $e4ciAncia
,ísica& se! 4ns lucrati%os e $e co!pro%a$a i$onei$a$e& por 0r"ãos ou
enti$a$es $a A$!ininistração P-lica& para a prestação $e ser%iços ou
,orneci!ento $e !ão.$e.ora& $es$e 1ue o preço contrata$o se5a
co!patí%el co! o pratica$o no !erca$o. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e
1;;:=
OOI . Para a a1uisição $e ens $estina$os eJclusi%a!ente a
pes1uisa cientí4ca e tecnol0"ica co! recursos conce$i$os pela CAPES&
)IGEP& CGP1 ou outras instituiç#es $e ,o!ento a pes1uisa cre$encia$as
pelo CGP1 para esse 4! especí4co. 8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
OOI . para a a1uisição $e ens e insu!os $estina$os eJclusi%a!ente
I pes1uisa cientí4ca e tecnol0"ica co! recursos conce$i$os pela Capes&
pela )inep& pelo CGP1 ou por outras instituiç#es $e ,o!ento a pes1uisa
cre$encia$as pelo CGP1 para esse 4! especí4coB 8Re$ação $a$a pela Lei
n9 12.7:;& $e 2<1<=
OOII . na contratação $o ,orneci!ento ou supri!ento $e ener"ia
el/trica co! concession+rio& per!ission+rio ou autori6a$o& se"un$o as
nor!as $a le"islação especí4caB8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
OOII . na contratação $e ,orneci!ento ou supri!ento $e ener"ia
el/trica e "+s natural co! concession+rio& per!ission+rio ou autori6a$o&
se"un$o as nor!as $a le"islação especí4caB 8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D&
$e 1;;D=
OOIII . na contratação reali6a$a por e!presa p-lica ou socie$a$e
$e econo!ia !ista co! suas susi$i+rias e controla$as& para a a1uisição
ou alienação $e ens& prestação ou otenção $e ser%iços& $es$e 1ue o
preço contrata$o se5a co!patí%el co! o pratica$o no !erca$o. 8Incluí$o
pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
OOIE . para a celeração $e contratos $e prestação $e ser%iços co!
as or"ani6aç#es sociais& 1uali4ca$as no '!ito $as respecti%as es,eras
$e "o%erno& para ati%i$a$es conte!pla$as no contrato $e "estão.
8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
OOE . na contratação reali6a$a por Instituição Cientí4ca e
Mecnol0"ica . ICM ou por a"Ancia $e ,o!ento para a trans,erAncia $e
tecnolo"ia e para o licencia!ento $e $ireito $e uso ou $e eJploração $e
criação prote"i$a. 8Incluí$o pela Lei n9 1<.;H7& $e 2<<:=
OOEI V na celeração $e contrato $e pro"ra!a co! ente $a
)e$eração ou co! enti$a$e $e sua a$!inistração in$ireta& para a
prestação $e ser%iços p-licos $e ,or!a associa$a nos ter!os $o
autori6a$o e! contrato $e cons0rcio p-lico ou e! con%Anio $e
cooperação. 8Incluí$o pela Lei n9 11.1<H& $e 2<<C=
OOEII . para o ,orneci!ento $e ens e ser%iços& pro$u6i$os ou
presta$os no País& 1ue en%ol%a!& cu!ulati%a!ente& alta co!pleJi$a$e
tecnol0"ica e $e,esa nacional& !e$iante parecer $e co!issão
especial!ente $esi"na$a pela autori$a$e !+Ji!a $o 0r"ão. 8Incluí$o
pela Lei n9 11.1;F& $e 2<<C=
OOEII . na contratação $a coleta& processa!ento e co!erciali6ação
$e resí$uos s0li$os uranos recicl+%eis ou reutili6+%eis& e! +reas co!
siste!a $e coleta seleti%a $e liJo& e,etua$os por associaç#es ou
cooperati%as ,or!a$as eJclusi%a!ente por pessoas ,ísicas $e aiJa
ren$a recon3eci$as pelo po$er p-lico co!o cata$ores $e !ateriais
recicl+%eis& co! o uso $e e1uipa!entos co!patí%eis co! as nor!as
t/cnicas& a!ientais e $e sa-$e p-lica. 8Re$ação $a$a pela Lei n9
11.::C& $e 2<<H=.
OOEIII . 8Ei$e *e$i$a Pro%is0ria n9 7C2& $e 2<<H=
OOEIII V para o ,orneci!ento $e ens e ser%iços& pro$u6i$os ou
presta$os no País& 1ue en%ol%a!& cu!ulati%a!ente& alta co!pleJi$a$e
tecnol0"ica e $e,esa nacional& !e$iante parecer $e co!issão
especial!ente $esi"na$a pela autori$a$e !+Ji!a $o 0r"ão. 8Incluí$o
pela Lei n9 11.:D:& $e 2<<H=.
OOIO V na a1uisição $e ens e contratação $e ser%iços para aten$er
aos contin"entes !ilitares $as )orças Sin"ulares rasileiras e!pre"a$as
e! operaç#es $e pa6 no eJterior& necessaria!ente 5usti4ca$as 1uanto
ao preço e I escol3a $o ,ornece$or ou eJecutante e rati4ca$as pelo
Co!an$ante $a )orça. 8Incluí$o pela Lei n9 11.HD7& $e 2<<D=.
OOO . na contratação $e instituição ou or"ani6ação& p-lica ou
pri%a$a& co! ou se! 4ns lucrati%os& para a prestação $e ser%iços $e
assistAncia t/cnica e eJtensão rural no '!ito $o Pro"ra!a Gacional $e
AssistAncia M/cnica e EJtensão Rural na A"ricultura )a!iliar e na Re,or!a
A"r+ria& instituí$o por lei ,e$eral. 8Incluí$o pela Lei n9 12.1DD& $e 2.<1<=
Ei"Ancia
OOOI . nas contrataç#es %isan$o ao cu!pri!ento $o $isposto nos
arts. 7o& :o& Co e 2< $a Lei no 1<.;H7& $e 2 $e $e6e!ro $e 2<<:&
oser%a$os os princípios "erais $e contratação $ela constantes. 8Incluí$o
pela *e$i$a Pro%is0ria n9 :;C& $e 2<1<=
OOOI . nas contrataç#es %isan$o ao cu!pri!ento $o $isposto nos
arts. 7
o
& :
o
& C
o
e 2< $a Lei n
o
1<.;H7& $e 2 $e $e6e!ro $e 2<<:&
oser%a$os os princípios "erais $e contratação $ela constantes. 8Incluí$o
pela Lei n9 12.7:;& $e 2<1<=
Par+"ra,o -nico. Os percentuais re,eri$os nos incisos I e II $este
arti"o& serão 2<K 8%inte por cento= para co!pras& oras e ser%iços
contrata$os por socie$a$e $e econo!ia !ista e e!presa p-lica& e!
assi! por autar1uia e ,un$ação 1uali4ca$as& na ,or!a $a lei& co!o
A"Ancias EJecuti%as. 8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
Par+"ra,o -nico. Os percentuais re,eri$os nos incisos I e II $o caput
$este arti"o serão 2<K 8%inte por cento= para co!pras& oras e ser%iços
contrata$os por cons0rcios p-licos& socie$a$e $e econo!ia !ista&
e!presa p-lica e por autar1uia ou ,un$ação 1uali4ca$as& na ,or!a $a
lei& co!o A"Ancias EJecuti%as. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 11.1<H& $e
2<<C=
Art. 2C. ? ineJi"í%el a licitação 1uan$o 3ou%er in%iaili$a$e $e
co!petição& e! especial@
I . para a1uisição $e !ateriais& e1uipa!entos& ou "Aneros 1ue s0
possa! ser ,orneci$os por pro$utor& e!presa ou representante co!ercial
eJclusi%o& %e$a$a a pre,erAncia $e !arca& $e%en$o a co!pro%ação $e
eJclusi%i$a$e ser ,eita atra%/s $e atesta$o ,orneci$o pelo 0r"ão $e
re"istro $o co!/rcio $o local e! 1ue se reali6aria a licitação ou a ora ou
o ser%iço& pelo Sin$icato& )e$eração ou Con,e$eração Patronal& ou& ain$a&
pelas enti$a$es e1ui%alentesB
II . para a contratação $e ser%iços t/cnicos enu!era$os no art. 17
$esta Lei& $e nature6a sin"ular& co! pro4ssionais ou e!presas $e not0ria
especiali6ação& %e$a$a a ineJi"iili$a$e para ser%iços $e pulici$a$e e
$i%ul"açãoB
III . para contratação $e pro4ssional $e 1ual1uer setor artístico&
$ireta!ente ou atra%/s $e e!pres+rio eJclusi%o& $es$e 1ue consa"ra$o
pela crítica especiali6a$a ou pela opinião p-lica.
> 1o Consi$era.se $e not0ria especiali6ação o pro4ssional ou
e!presa cu5o conceito no ca!po $e sua especiali$a$e& $ecorrente $e
$ese!pen3o anterior& estu$os& eJperiAncias& pulicaç#es& or"ani6ação&
aparel3a!ento& e1uipe t/cnica& ou $e outros re1uisitos relaciona$os co!
suas ati%i$a$es& per!ita in,erir 1ue o seu traal3o / essencial e
in$iscuti%el!ente o !ais a$e1ua$o I plena satis,ação $o o5eto $o
contrato.
> 2o Ga 3ip0tese $este arti"o e e! 1ual1uer $os casos $e $ispensa&
se co!pro%a$o super,atura!ento& respon$e! soli$aria!ente pelo $ano
causa$o I )a6en$a P-lica o ,ornece$or ou o presta$or $e ser%iços e o
a"ente p-lico respons+%el& se! pre5uí6o $e outras sanç#es le"ais
caí%eis.
Art. 2F. As $ispensas pre%istas nos incisos III a OE $o art. 2:& as
situaç#es $e ineJi"iili$a$e re,eri$as no art. 2C& necessaria!ente
5usti4ca$as& e o retar$a!ento pre%isto no 4nal $o > 29 $o art. D9 $esta lei
$e%erão ser co!unica$os $entro $e 7 8trAs= $ias I autori$a$e superior
para rati4cação e pulicação na i!prensa o4cial no pra6o $e C 8cinco=
$ias& co!o con$ição $e e4c+cia $os atos.
Art. 2F. As $ispensas pre%istas nos >> 29 e :9 $o art. 1H e nos incisos
III a OO $o art. 2:& as situaç#es $e ineJi"iili$a$e re,eri$as no art. 2C&
necessaria!ente 5usti4ca$as& e o retar$a!ento pre%isto no 4nal $o
par+"ra,o -nico $o art. D9 $esta lei $e%erão ser co!unica$os $entro $e
trAs $ias I autori$a$e superior para rati4cação e pulicação na i!prensa
o4cial no pra6o $e cinco $ias& co!o con$ição para e4c+cia $os atos.
8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Art. 2F. As $ispensas pre%istas nos >> 2o e :o $o art. 1H e nos
incisos III a OOIE $o art. 2:& as situaç#es $e ineJi"iili$a$e re,eri$as no
art. 2C& necessaria!ente 5usti4ca$as& e o retar$a!ento pre%isto no 4nal
$o par+"ra,o -nico $o art. Do& $e%erão ser co!unica$os $entro $e trAs
$ias a autori$a$e superior& para rati4cação e pulicação na i!prensa
o4cial& no pra6o $e cinco $ias& co!o con$ição para e4c+cia $os atos.
8Re$ação $a$a pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
Art. 2F. As $ispensas pre%istas nos >> 2o e :o $o art. 1H e no inciso
III e se"uintes $o art. 2:& as situaç#es $e ineJi"iili$a$e re,eri$as no art.
2C& necessaria!ente 5usti4ca$as& e o retar$a!ento pre%isto no 4nal $o
par+"ra,o -nico $o art. Do $esta Lei $e%erão ser co!unica$os& $entro $e
7 8trAs= $ias& I autori$a$e superior& para rati4cação e pulicação na
i!prensa o4cial& no pra6o $e C 8cinco= $ias& co!o con$ição para a
e4c+cia $os atos. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 11.1<H& $e 2<<C=
Par+"ra,o -nico. O processo $e $ispensa& $e ineJi"iili$a$e ou $e
retar$a!ento& pre%isto neste arti"o& ser+ instruí$o& no 1ue couer& co!
os se"uintes ele!entos@
I . caracteri6ação $a situação e!er"encial ou cala!itosa 1ue
5usti41ue a $ispensa& 1uan$o ,or o casoB
II . ra6ão $a escol3a $o ,ornece$or ou eJecutanteB
III . 5usti4cati%a $o preço.
IE . $ocu!ento $e apro%ação $os pro5etos $e pes1uisa aos 1uais os
ens serão aloca$os. 8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
Seção IIDa Xailitação
Art. 2H. Para a 3ailitação nas licitaç#es eJi"ir.se.+ $os
interessa$os& eJclusi%a!ente& $ocu!entação relati%a a@
I . 3ailitação 5urí$icaB
II . 1uali4cação t/cnicaB
III . 1uali4cação econL!ico.4nanceiraB
IE . re"ulari$a$e 4scal.
E V cu!pri!ento $o $isposto no inciso OOOIII $o art. Ho $a
Constituição )e$eral. 8Incluí$o pela Lei n9 ;.DC:& $e 1;;;=
Art. 2D. A $ocu!entação relati%a I 3ailitação 5urí$ica& con,or!e o
caso& consistir+ e!@
I . c/$ula $e i$enti$a$eB
II . re"istro co!ercial& no caso $e e!presa in$i%i$ualB
III . ato constituti%o& estatuto ou contrato social e! %i"or&
$e%i$a!ente re"istra$o& e! se tratan$o $e socie$a$es co!erciais& e& no
caso $e socie$a$es por aç#es& aco!pan3a$o $e $ocu!entos $e eleição
$e seus a$!inistra$oresB
IE . inscrição $o ato constituti%o& no caso $e socie$a$es ci%is&
aco!pan3a$a $e pro%a $e $iretoria e! eJercícioB
E . $ecreto $e autori6ação& e! se tratan$o $e e!presa ou socie$a$e
estran"eira e! ,unciona!ento no País& e ato $e re"istro ou autori6ação
para ,unciona!ento eJpe$i$o pelo 0r"ão co!petente& 1uan$o a
ati%i$a$e assi! o eJi"ir.
Art. 2;. A $ocu!entação relati%a I re"ulari$a$e 4scal& con,or!e o
caso& consistir+ e!@
I . pro%a $e inscrição no Ca$astro $e Pessoas )ísicas 8CP)= ou no
Ca$astro Geral $e Contriuintes 8CGC=B
II . pro%a $e inscrição no ca$astro $e contriuintes esta$ual ou
!unicipal& se 3ou%er& relati%o ao $o!icílio ou se$e $o licitante&
pertinente ao seu ra!o $e ati%i$a$e e co!patí%el co! o o5eto
contratualB
III . pro%a $e re"ulari$a$e para co! a )a6en$a )e$eral& Esta$ual e
*unicipal $o $o!icílio ou se$e $o licitante& ou outra e1ui%alente& na
,or!a $a leiB
IE . pro%a $e re"ulari$a$e relati%a I Se"uri$a$e Social&
$e!onstran$o situação re"ular no cu!pri!ento $os encar"os sociais
instituí$os por lei.
IE . pro%a $e re"ulari$a$e relati%a I Se"uri$a$e Social e ao )un$o
$e Garantia por Me!po $e Ser%iço 8)GMS=& $e!onstran$o situação re"ular
no cu!pri!ento $os encar"os sociais instituí$os por lei. 8Re$ação $a$a
pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Art. 7<. A $ocu!entação relati%a I 1uali4cação t/cnica li!itar.se.+
a@
I . re"istro ou inscrição na enti$a$e pro4ssional co!petenteB
II . co!pro%ação $e apti$ão para $ese!pen3o $e ati%i$a$e
pertinente e co!patí%el e! características& 1uanti$a$es e pra6os co! o
o5eto $a licitação& e in$icação $as instalaç#es e $o aparel3a!ento e $o
pessoal t/cnico a$e1ua$os e $isponí%eis para a reali6ação $o o5eto $a
licitação& e! co!o $a 1uali4cação $e ca$a u! $os !e!ros $a e1uipe
t/cnica 1ue se responsaili6ar+ pelos traal3osB
III . co!pro%ação& ,orneci$a pelo 0r"ão licitante& $e 1ue receeu os
$ocu!entos& e& 1uan$o eJi"i$o& $e 1ue to!ou con3eci!ento $e to$as as
in,or!aç#es e $as con$iç#es locais para o cu!pri!ento $as ori"aç#es
o5eto $a licitaçãoB
IE . pro%a $e aten$i!ento $e re1uisitos pre%istos e! lei especial&
1uan$o ,or o caso.
> 19 A co!pro%ação $e apti$ão re,eri$a no inciso II $este arti"o& no
caso $e licitaç#es pertinentes a oras e ser%iços& ser+ ,eita por atesta$os
,orneci$os por pessoas 5urí$icas $e $ireito p-lico ou pri%a$o&
$e%i$a!ente certi4ca$os pela enti$a$e pro4ssional co!petente&
li!ita$as as eJi"Ancias a@
a= 1uanto I capacitação t/cnico.pro4ssional@ co!pro%ação $o
licitante $e possuir e! seu 1ua$ro per!anente& na $ata $a licitação&
pro4ssional $e ní%el superior $etentor $e atesta$o $e responsaili$a$e
t/cnica por eJecução $e ora ou ser%iço $e características se!el3antes&
li!ita$as estas eJclusi%a!ente Is parcelas $e !aior rele%'ncia e %alor
si"ni4cati%o $o o5eto $a licitação& %e$a$as as eJi"Ancias $e
1uanti$a$es !íni!as ou pra6os !+Ji!osB
= 8EEMADO=
> 1o A co!pro%ação $e apti$ão re,eri$a no inciso II $o NcaputN $este
arti"o& no caso $as licitaç#es pertinentes a oras e ser%iços& ser+ ,eita
por atesta$os ,orneci$os por pessoas 5urí$icas $e $ireito p-lico ou
pri%a$o& $e%i$a!ente re"istra$os nas enti$a$es pro4ssionais
co!petentes& li!ita$as as eJi"Ancias a@ 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7&
$e 1;;:=
I . capacitação t/cnico.pro4ssional@ co!pro%ação $o licitante $e
possuir e! seu 1ua$ro per!anente& na $ata pre%ista para entre"a $a
proposta& pro4ssional $e ní%el superior ou outro $e%i$a!ente
recon3eci$o pela enti$a$e co!petente& $etentor $e atesta$o $e
responsaili$a$e t/cnica por eJecução $e ora ou ser%iço $e
características se!el3antes& li!ita$as estas eJclusi%a!ente Is parcelas
$e !aior rele%'ncia e %alor si"ni4cati%o $o o5eto $a licitação& %e$a$as
as eJi"Ancias $e 1uanti$a$es !íni!as ou pra6os !+Ji!osB 8Incluí$o
pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
II . 8Eeta$o=. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
a= 8Eeta$o=. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
= 8Eeta$o=. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 29 As parcelas $e !aior rele%'ncia t/cnica ou $e %alor
si"ni4cati%o& !enciona$as no par+"ra,o anterior& serão pr/%ia e
o5eti%a!ente $e4ni$as no instru!ento con%ocat0rio.
> 2o As parcelas $e !aior rele%'ncia t/cnica e $e %alor si"ni4cati%o&
!enciona$as no par+"ra,o anterior& serão $e4ni$as no instru!ento
con%ocat0rio. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 7o Ser+ se!pre a$!iti$a a co!pro%ação $e apti$ão atra%/s $e
certi$#es ou atesta$os $e oras ou ser%iços si!ilares $e co!pleJi$a$e
tecnol0"ica e operacional e1ui%alente ou superior.
> :o Gas licitaç#es para ,orneci!ento $e ens& a co!pro%ação $e
apti$ão& 1uan$o ,or o caso& ser+ ,eita atra%/s $e atesta$os ,orneci$os
por pessoa 5urí$ica $e $ireito p-lico ou pri%a$o.
> Co ? %e$a$a a eJi"Ancia $e co!pro%ação $e ati%i$a$e ou $e
apti$ão co! li!itaç#es $e te!po ou $e /poca ou ain$a e! locais
especí4cos& ou 1uais1uer outras não pre%istas nesta Lei& 1ue inia! a
participação na licitação.
> Fo As eJi"Ancias !íni!as relati%as a instalaç#es $e canteiros&
!+1uinas& e1uipa!entos e pessoal t/cnico especiali6a$o& consi$era$os
essenciais para o cu!pri!ento $o o5eto $a licitação& serão aten$i$as
!e$iante a apresentação $e relação eJplícita e $a $eclaração ,or!al $a
sua $isponiili$a$e& so as penas caí%eis& %e$a$a as eJi"Ancias $e
proprie$a$e e $e locali6ação pr/%ia.
> Ho 8EEMADO=
> H9 8Eeta$o=. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
I . 8Eeta$o=. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
II . 8Eeta$o=. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> Do Go caso $e oras& ser%iços e co!pras $e "ran$e %ulto& $e alta
co!pleJi$a$e t/cnica& po$er+ a A$!inistração eJi"ir $os licitantes a
!eto$olo"ia $e eJecução& cu5a a%aliação& para e,eito $e sua aceitação
ou não& antece$er+ se!pre I an+lise $os preços e ser+ e,etua$a
eJclusi%a!ente por crit/rios o5eti%os.
> ;o Enten$e.se por licitação $e alta co!pleJi$a$e t/cnica a1uela
1ue en%ol%a alta especiali6ação& co!o ,ator $e eJtre!a rele%'ncia para
"arantir a eJecução $o o5eto a ser contrata$o& ou 1ue possa
co!pro!eter a continui$a$e $a prestação $e ser%iços p-licos
essenciais.
> 1<. Os pro4ssionais in$ica$os pelo licitante para 4ns $e
co!pro%ação $a capacitação t/cnico.pro4ssional $e 1ue trata o inciso I
$o > 1o $este arti"o $e%erão participar $a ora ou ser%iço o5eto $a
licitação& a$!itin$o.se a sustituição por pro4ssionais $e eJperiAncia
e1ui%alente ou superior& $es$e 1ue apro%a$a pela a$!inistração.
8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 11. 8Eeta$o=. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 12. 8Eeta$o=. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Art. 71. A $ocu!entação relati%a I 1uali4cação econL!ico.
4nanceira li!itar.se.+ a@
I . alanço patri!onial e $e!onstraç#es cont+eis $o -lti!o
eJercício social& 5+ eJi"í%eis e apresenta$os na ,or!a $a lei& 1ue
co!pro%e! a oa situação 4nanceira $a e!presa& %e$a$a a sua
sustituição por alancetes ou alanços pro%is0rios& po$en$o ser
atuali6a$os por ín$ices o4ciais 1uan$o encerra$o 3+ !ais $e 7
8trAs= !eses $a $ata $e apresentação $a propostaB
II . certi$ão ne"ati%a $e ,alAncia ou concor$ata eJpe$i$a pelo
$istriui$or $a se$e $a pessoa 5urí$ica& ou $e eJecução patri!onial&
eJpe$i$a no $o!icílio $a pessoa ,ísicaB
III . "arantia& nas !es!as !o$ali$a$es e crit/rios pre%istos no
NcaputN e > 1o $o art. CF $esta Lei& li!ita$a a 1K 8u! por cento= $o %alor
esti!a$o $o o5eto $a contratação.
> 19 A eJi"Ancia $e in$ica$ores li!itar.se.+ I $e!onstração $a
capaci$a$e 4nanceira $o licitante co! %istas aos co!pro!issos 1ue ter+
1ue assu!ir caso l3e se5a a$5u$ica$o o contrato.
> 1o A eJi"Ancia $e ín$ices li!itar.se.+ I $e!onstração $a
capaci$a$e 4nanceira $o licitante co! %istas aos co!pro!issos 1ue ter+
1ue assu!ir caso l3e se5a a$5u$ica$o o contrato& %e$a$a a eJi"Ancia $e
%alores !íni!os $e ,atura!ento anterior& ín$ices $e rentaili$a$e ou
lucrati%i$a$e. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 2o A A$!inistração& nas co!pras para entre"a ,utura e na
eJecução $e oras e ser%iços& po$er+ estaelecer& no instru!ento
con%ocat0rio $a licitação& a eJi"Ancia $e capital !íni!o ou $e patri!Lnio
lí1ui$o !íni!o& ou ain$a as "arantias pre%istas no > 1o $o art. CF $esta
Lei& co!o $a$o o5eti%o $e co!pro%ação $a 1uali4cação econL!ico.
4nanceira $os licitantes e para e,eito $e "arantia ao a$i!ple!ento $o
contrato a ser ulterior!ente celera$o.
> 7o O capital !íni!o ou o %alor $o patri!Lnio lí1ui$o a 1ue se
re,ere o par+"ra,o anterior não po$er+ eJce$er a 1<K 8$e6 por cento= $o
%alor esti!a$o $a contratação& $e%en$o a co!pro%ação ser ,eita
relati%a!ente I $ata $a apresentação $a proposta& na ,or!a $a lei&
a$!iti$a a atuali6ação para esta $ata atra%/s $e ín$ices o4ciais.
> :o Po$er+ ser eJi"i$a& ain$a& a relação $os co!pro!issos
assu!i$os pelo licitante 1ue i!porte! $i!inuição $a capaci$a$e
operati%a ou asorção $e $isponiili$a$e 4nanceira& calcula$a esta e!
,unção $o patri!Lnio lí1ui$o atuali6a$o e sua capaci$a$e $e rotação.
> C9 A co!pro%ação $e oa situação 4nanceira $a e!presa ser+
,eita $e ,or!a o5eti%a& atra%/s $o c+lculo $e ín$ices cont+eis pre%istos
no e$ital e $e%i$a!ente 5usti4ca$os no processo a$!inistrati%o 1ue
ten3a $a$o início ao processo licitat0rio.
> Co A co!pro%ação $e oa situação 4nanceira $a e!presa ser+
,eita $e ,or!a o5eti%a& atra%/s $o c+lculo $e ín$ices cont+eis pre%istos
no e$ital e $e%i$a!ente 5usti4ca$os no processo a$!inistrati%o $a
licitação 1ue ten3a $a$o início ao certa!e licitat0rio& %e$a$a a eJi"Ancia
$e ín$ices e %alores não usual!ente a$ota$os para correta a%aliação $e
situação 4nanceira su4ciente ao cu!pri!ento $as ori"aç#es
$ecorrentes $a licitação. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> Fo 8EEMADO=
> F9 8Eeta$o=. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Art. 72. Os $ocu!entos necess+rios I 3ailitação po$erão ser
apresenta$os e! ori"inal& por 1ual1uer processo $e c0pia autentica$a
por taelião $e notas ou por ,uncion+rio $a uni$a$e 1ue reali6a a
licitação& ou pulicação e! 0r"ão $e i!prensa o4cial.
Art. 72. Os $ocu!entos necess+rios I 3ailitação po$erão ser
apresenta$os e! ori"inal& por 1ual1uer processo $e c0pia autentica$a
por cart0rio co!petente ou por ser%i$or $a a$!inistração ou pulicação
e! 0r"ão $a i!prensa o4cial. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 1o A $ocu!entação $e 1ue trata! os arts. 2D a 71 $esta Lei
po$er+ ser $ispensa$a& no to$o ou e! parte& nos casos $e con%ite&
concurso& ,orneci!ento $e ens para pronta entre"a e leilão.
> 29 O certi4ca$o $e re"istro ca$astral a 1ue se re,ere o > 19 $o art.
7F sustitui os $ocu!entos enu!era$os nos arts. 2D e 2;& eJclusi%e
a1ueles $e 1ue trata! os incisos III e IE $o art. 2;& ori"a$a a parte a
$eclarar& so as penali$a$es caí%eis& a super%eniAncia $e ,ato
i!pe$iti%o $a 3ailitação& e a apresentar o restante $a $ocu!entação
pre%ista nos arts. 7< e 71 $esta lei.
> 2o O certi4ca$o $e re"istro ca$astral a 1ue se re,ere o > 1o $o art.
7F sustitui os $ocu!entos enu!era$os nos arts. 2D a 71& 1uanto Is
in,or!aç#es $isponiili6a$as e! siste!a in,or!ati6a$o $e consulta
$ireta in$ica$o no e$ital& ori"an$o.se a parte a $eclarar& so as
penali$a$es le"ais& a super%eniAncia $e ,ato i!pe$iti%o $a 3ailitação.
8Re$ação $a$a pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
> 7o A $ocu!entação re,eri$a neste arti"o po$er+ ser sustituí$a
por re"istro ca$astral e!iti$o por 0r"ão ou enti$a$e p-lica& $es$e 1ue
pre%isto no e$ital e o re"istro ten3a si$o ,eito e! oe$iAncia ao $isposto
nesta Lei.
> :o As e!presas estran"eiras 1ue não ,uncione! no País& tanto
1uanto possí%el& aten$erão& nas licitaç#es internacionais& Is eJi"Ancias
$os par+"ra,os anteriores !e$iante $ocu!entos e1ui%alentes&
autentica$os pelos respecti%os consula$os e tra$u6i$os por tra$utor
5ura!enta$o& $e%en$o ter representação le"al no Prasil co! po$eres
eJpressos para receer citação e respon$er a$!inistrati%a ou
5u$icial!ente.
> Co Gão se eJi"ir+& para a 3ailitação $e 1ue trata este arti"o&
pr/%io recol3i!ento $e taJas ou e!olu!entos& sal%o os re,erentes a
,orneci!ento $o e$ital& 1uan$o solicita$o& co! os seus ele!entos
constituti%os& li!ita$os ao %alor $o custo e,eti%o $e repro$ução "r+4ca
$a $ocu!entação ,orneci$a.
> Fo O $isposto no > :o $este arti"o& no > 1o $o art. 77 e no > 2o $o
art. CC& não se aplica Is licitaç#es internacionais para a a1uisição $e
ens e ser%iços cu5o pa"a!ento se5a ,eito co! o pro$uto $e
4nancia!ento conce$i$o por or"anis!o 4nanceiro internacional $e 1ue o
Prasil ,aça parte& ou por a"Ancia estran"eira $e cooperação& ne! nos
casos $e contratação co! e!presa estran"eira& para a co!pra $e
e1uipa!entos ,arica$os e entre"ues no eJterior& $es$e 1ue para este
caso ten3a 3a%i$o pr/%ia autori6ação $o C3e,e $o Po$er EJecuti%o& ne!
nos casos $e a1uisição $e ens e ser%iços reali6a$a por uni$a$es
a$!inistrati%as co! se$e no eJterior.
Art. 77. Ruan$o per!iti$a na licitação a participação $e e!presas
e! cons0rcio& oser%ar.se.ão as se"uintes nor!as@
I . co!pro%ação $o co!pro!isso p-lico ou particular $e
constituição $e cons0rcio& suscrito pelos consorcia$osB
II . in$icação $a e!presa respons+%el pelo cons0rcio 1ue $e%er+
aten$er Is con$iç#es $e li$erança& ori"atoria!ente 4Ja$as no e$italB
III . apresentação $os $ocu!entos eJi"i$os nos arts. 2D a 71 $esta
Lei por parte $e ca$a consorcia$o& a$!itin$o.se& para e,eito $e
1uali4cação t/cnica& o so!at0rio $os 1uantitati%os $e ca$a consorcia$o&
e& para e,eito $e 1uali4cação econL!ico.4nanceira& o so!at0rio $os
%alores $e ca$a consorcia$o& na proporção $e sua respecti%a
participação& po$en$o a A$!inistração estaelecer& para o cons0rcio& u!
acr/sci!o $e at/ 7<K 8trinta por cento= $os %alores eJi"i$os para
licitante in$i%i$ual& ineJi"í%el este acr/sci!o para os cons0rcios
co!postos& e! sua totali$a$e& por !icro e pe1uenas e!presas assi!
$e4ni$as e! leiB
IE . i!pe$i!ento $e participação $e e!presa consorcia$a& na
!es!a licitação& atra%/s $e !ais $e u! cons0rcio ou isola$a!enteB
E . responsaili$a$e soli$+ria $os inte"rantes pelos atos pratica$os
e! cons0rcio& tanto na ,ase $e licitação 1uanto na $e eJecução $o
contrato.
> 1o Go cons0rcio $e e!presas rasileiras e estran"eiras a li$erança
caer+& ori"atoria!ente& I e!presa rasileira& oser%a$o o $isposto no
inciso II $este arti"o.
> 2o O licitante %ence$or 4ca ori"a$o a pro!o%er& antes $a
celeração $o contrato& a constituição e o re"istro $o cons0rcio& nos
ter!os $o co!pro!isso re,eri$o no inciso I $este arti"o.
Seção IIIDos Re"istros Ca$astrais
Art. 7:. Para os 4ns $esta Lei& os 0r"ãos e enti$a$es $a
A$!inistração P-lica 1ue reali6e! ,re1Qente!ente licitaç#es !anterão
re"istros ca$astrais para e,eito $e 3ailitação& na ,or!a re"ula!entar&
%+li$os por& no !+Ji!o& u! ano. 8Re"ula!ento=
> 1o O re"istro ca$astral $e%er+ ser a!pla!ente $i%ul"a$o e
$e%er+ estar per!anente!ente aerto aos interessa$os& ori"an$o.se a
uni$a$e por ele respons+%el a proce$er& no !íni!o anual!ente& atra%/s
$a i!prensa o4cial e $e 5ornal $i+rio& a c3a!a!ento p-lico para a
atuali6ação $os re"istros eJistentes e para o in"resso $e no%os
interessa$os.
> 2o ? ,aculta$o Is uni$a$es a$!inistrati%as utili6are!.se $e
re"istros ca$astrais $e outros 0r"ãos ou enti$a$es $a A$!inistração
P-lica.
Art. 7C. Ao re1uerer inscrição no ca$astro& ou atuali6ação $este& a
1ual1uer te!po& o interessa$o ,ornecer+ os ele!entos necess+rios I
satis,ação $as eJi"Ancias $o art. 2H $esta Lei.
Art. 7F. Os inscritos serão classi4ca$os por cate"orias& ten$o.se e!
%ista sua especiali6ação& su$i%i$i$as e! "rupos& se"un$o a 1uali4cação
t/cnica e econL!ica a%alia$a pelos ele!entos constantes $a
$ocu!entação relaciona$a nos arts. 7< e 71 $esta Lei.
> 1o Aos inscritos ser+ ,orneci$o certi4ca$o& reno%+%el se!pre 1ue
atuali6are! o re"istro.
> 2o A atuação $o licitante no cu!pri!ento $e ori"aç#es
assu!i$as ser+ anota$a no respecti%o re"istro ca$astral.
Art. 7H. A 1ual1uer te!po po$er+ ser altera$o& suspenso ou
cancela$o o re"istro $o inscrito 1ue $eiJar $e satis,a6er as eJi"Ancias $o
art. 2H $esta Lei& ou as estaeleci$as para classi4cação ca$astral.
Seção IEDo Proce$i!ento e Yul"a!ento
Art. 7D. O proce$i!ento $a licitação ser+ inicia$o co! a aertura $e
processo a$!inistrati%o& $e%i$a!ente autua$o& protocola$o e nu!era$o&
conten$o a autori6ação respecti%a& a in$icação sucinta $e seu o5eto e
$o recurso pr0prio para a $espesa& e ao 1ual serão 5unta$os
oportuna!ente@
I . e$ital ou con%ite e respecti%os aneJos& 1uan$o ,or o casoB
II . co!pro%ante $as pulicaç#es $o e$ital resu!i$o& na ,or!a $o
art. 21 $esta Lei& ou $a entre"a $o con%iteB
III . ato $e $esi"nação $a co!issão $e licitação& $o leiloeiro
a$!inistrati%o ou o4cial& ou $o respons+%el pelo con%iteB
IE . ori"inal $as propostas e $os $ocu!entos 1ue as instruíre!B
E . atas& relat0rios e $elieraç#es $a Co!issão Yul"a$oraB
EI . pareceres t/cnicos ou 5urí$icos e!iti$os sore a licitação&
$ispensa ou ineJi"iili$a$eB
EII . atos $e a$5u$icação $o o5eto $a licitação e $a sua
3o!olo"açãoB
EIII . recursos e%entual!ente apresenta$os pelos licitantes e
respecti%as !ani,estaç#es e $ecis#esB
IO . $espac3o $e anulação ou $e re%o"ação $a licitação& 1uan$o ,or
o caso& ,un$a!enta$o circunstancia$a!enteB
O . ter!o $e contrato ou instru!ento e1ui%alente& con,or!e o casoB
OI . outros co!pro%antes $e pulicaç#esB
OII . $e!ais $ocu!entos relati%os I licitação.
Par+"ra,o -nico. As !inutas $os e$itais $e licitação& e! co!o as
$os contratos& acor$os& con%Anios ou a5ustes $e%e! ser pre%ia!ente
eJa!ina$as e apro%a$as pelo 0r"ão $e assessoria 5urí$ica $a uni$a$e
respons+%el pela licitação.
Par+"ra,o -nico. As !inutas $e e$itais $e licitação& e! co!o as
$os contratos& acor$os& con%Anios ou a5ustes $e%e! ser pre%ia!ente
eJa!ina$as e apro%a$as por assessoria 5urí$ica $a A$!inistração.
8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Art. 7;. Se!pre 1ue o %alor esti!a$o para u!a licitação ou para
u! con5unto $e licitaç#es si!ult'neas ou sucessi%as ,or superior a 1<<
8ce!= %e6es o li!ite pre%isto no art. 27& inciso I& alínea NcN $esta Lei& o
processo licitat0rio ser+ inicia$o& ori"atoria!ente& co! u!a au$iAncia
p-lica conce$i$a pela autori$a$e respons+%el co! antece$Ancia
!íni!a $e 1C 81uin6e= $ias -teis $a $ata pre%ista para a pulicação $o
e$ital& e $i%ul"a$a& co! a antece$Ancia !íni!a $e 1< 8$e6= $ias -teis $e
sua reali6ação& pelos !es!os !eios pre%istos para a pulici$a$e $a
licitação& I 1ual terão acesso e $ireito a to$as as in,or!aç#es pertinentes
e a se !ani,estar to$os os interessa$os.
Par+"ra,o -nico. Para os 4ns $este arti"o& e! co!o para os $o > C9
$o art. 27 e $o inciso I $o art. 2: $esta lei& consi$era!.se licitaç#es
si!ult'neas ou sucessi%as a1uelas co! o5eto se!el3ante& sen$o
licitaç#es si!ult'neas a1uelas co! reali6ação pre%ista para inter%alos
não superiores a 7< 8trinta= $ias e licitaç#es sucessi%as a1uelas e! 1ue o
e$ital suse1Qente ten3a u!a $ata anterior a 12< 8cento e %inte= $ias
ap0s o t/r!ino $as ori"aç#es pre%istas na licitação antece$ente.
Par+"ra,o -nico. Para os 4ns $este arti"o& consi$era!.se licitaç#es
si!ult'neas a1uelas co! o5etos si!ilares e co! reali6ação pre%ista
para inter%alos não superiores a trinta $ias e licitaç#es sucessi%as
a1uelas e! 1ue& ta!/! co! o5etos si!ilares& o e$ital suse1Qente
ten3a u!a $ata anterior a cento e %inte $ias ap0s o t/r!ino $o contrato
resultante $a licitação antece$ente. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e
1;;:=
Art. :<. O e$ital conter+ no pre'!ulo o n-!ero $e or$e! e! s/rie
anual& o no!e $a repartição interessa$a e $e seu setor& a !o$ali$a$e& o
re"i!e $e eJecução e o tipo $a licitação& a !enção $e 1ue ser+ re"i$a
por esta Lei& o local& $ia e 3ora para recei!ento $a $ocu!entação e
proposta& e! co!o para início $a aertura $os en%elopes& e in$icar+&
ori"atoria!ente& o se"uinte@
I . o5eto $a licitação& e! $escrição sucinta e claraB
II . pra6o e con$iç#es para assinatura $o contrato ou retira$a $os
instru!entos& co!o pre%isto no art. F: $esta Lei& para eJecução $o
contrato e para entre"a $o o5eto $a licitaçãoB
III . sanç#es para o caso $e ina$i!ple!entoB
IE . local on$e po$er+ ser eJa!ina$o e a$1uiri$o o pro5eto +sicoB
E . se 3+ pro5eto eJecuti%o $isponí%el na $ata $a pulicação $o
e$ital $e licitação e o local on$e possa ser eJa!ina$o e a$1uiri$oB
EI . con$iç#es para participação na licitação& e! con,or!i$a$e co!
os arts. 2H a 71 $esta Lei& e ,or!a $e apresentação $as propostasB
EII . crit/rio para 5ul"a!ento& co! $isposiç#es claras e par'!etros
o5eti%osB
EIII . locais& 3or+rios e c0$i"os $e acesso $os !eios $e co!unicação
I $ist'ncia e! 1ue serão ,orneci$os ele!entos& in,or!aç#es e
esclareci!entos relati%os I licitação e Is con$iç#es para aten$i!ento
$as ori"aç#es necess+rias ao cu!pri!ento $e seu o5etoB
IO . con$iç#es e1ui%alentes $e pa"a!ento entre e!presas
rasileiras e estran"eiras& no caso $e licitaç#es internacionaisB
O . o crit/rio $e aceitaili$a$e $os preços unit+rios e "loal&
con,or!e o casoB
O . crit/rio $e aceitaili$a$e $os preços unit+rios e "loal& con,or!e
o caso& %e$a$a a 4Jação $e preços !íni!os& crit/rios estatísticos ou
,aiJas $e %ariação e! relação a preços $e re,erAnciaB 8Re$ação $a$a
pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
O . o crit/rio $e aceitaili$a$e $os preços unit+rio e "loal& con,or!e
o caso& per!iti$a a 4Jação $e preços !+Ji!os e %e$a$os a 4Jação $e
preços !íni!os& crit/rios estatísticos ou ,aiJas $e %ariação e! relação a
preços $e re,erAncia& ressal%a$o o $ispossto nos par+"ra,os 19 e 29 $o
art. :DB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
OI . crit/rio $e rea5uste& 1ue $e%er+ retratar a %ariação $o custo $e
pro$ução& a$!iti$a a a$oção $e ín$ices especí4cos ou setoriais& $es$e a
$ata $a proposta ou $o orça!ento a 1ue esta se re,erir at/ a $ata $o
a$i!ple!ento $e ca$a parcelaB
OI . crit/rio $e rea5uste& 1ue $e%er+ retratar a %ariação e,eti%a $o
custo $e pro$ução& a$!iti$a a a$oção $e ín$ices especí4cos ou setoriais&
$es$e a $ata pre%ista para apresentação $a proposta& ou $o orça!ento a
1ue essa proposta se re,erir& at/ a $ata $o a$i!ple!ento $e ca$a
parcelaB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
OII . 8EEMADO=
OII . 8Eeta$o=. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
OIII . li!ites para pa"a!ento $e instalação e !oili6ação para
eJecução $e oras ou ser%iços 1ue serão ori"atoria!ente pre%istos e!
separa$o $as $e!ais parcelas& etapas ou tare,asB
OIE . con$iç#es $e pa"a!ento& pre%en$o@
a= pra6o $e pa"a!ento e! relação I $ata 4nal a ca$a perío$o $e
a,erição não superior a 7< 8trinta= $iasB
a= pra6o $e pa"a!ento não superior a trinta $ias& conta$o a partir
$a $ata 4nal $o perío$o $e a$i!ple!ento $e ca$a parcelaB 8Re$ação
$a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
= crono"ra!a $e $ese!olso !+Ji!o por perío$o& e!
con,or!i$a$e co! a $isponiili$a$e $e recursos 4nanceirosB
c= crit/rio $e atuali6ação 4nanceira $os %alores a sere! pa"os&
$es$e a $ata a ser $e4ni$a nos ter!os $a alínea a $este inciso at/ a
$ata $o e,eti%o pa"a!entoB
c= crit/rio $e atuali6ação 4nanceira $os %alores a sere! pa"os&
$es$e a $ata 4nal $o perío$o $e a$i!ple!ento $e ca$a parcela at/ a
$ata $o e,eti%o pa"a!entoB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
$= co!pensaç#es 4nanceiras e penali6aç#es& por e%entuais atrasos&
e $escontos& por e%entuais antecipaç#es $e pa"a!entosB
e= eJi"Ancia $e se"uros& 1uan$o ,or o casoB
OE . instruç#es e nor!as para os recursos pre%istos nesta LeiB
OEI . con$iç#es $e recei!ento $o o5eto $a licitaçãoB
OEII . outras in$icaç#es especí4cas ou peculiares $a licitação.
> 1o O ori"inal $o e$ital $e%er+ ser $ata$o& rurica$o e! to$as as
,ol3as e assina$o pela autori$a$e 1ue o eJpe$ir& per!anecen$o no
processo $e licitação& e $ele eJtrain$o.se c0pias inte"rais ou resu!i$as&
para sua $i%ul"ação e ,orneci!ento aos interessa$os.
> 2o Constitue! aneJos $o e$ital& $ele ,a6en$o parte inte"rante@
I . o pro5eto +sico eZou eJecuti%o& co! to$as as suas partes&
$esen3os& especi4caç#es e outros co!ple!entosB
II . $e!onstrati%o $o orça!ento esti!a$o e! planil3as $e
1uantitati%os e custos unit+riosB
II . orça!ento esti!a$o e! planil3as $e 1uantitati%os e preços
unit+riosB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
III . a !inuta $o contrato a ser 4r!a$o entre a A$!inistração e o
licitante %ence$orB
IE . as especi4caç#es co!ple!entares e as nor!as $e eJecução
pertinentes I licitação.
> 7o Para e,eito $o $isposto nesta Lei& consi$era.se co!o
a$i!ple!ento $a ori"ação contratual a prestação $o ser%iço& a
reali6ação $a ora& a entre"a $o e! ou $e parcela $estes& e! co!o
1ual1uer outro e%ento contratual a cu5a ocorrAncia este5a %incula$a a
e!issão $e $ocu!ento $e corança.
> :o Gas co!pras para entre"a i!e$iata& assi! enten$i$as a1uelas
co! pra6o $e entre"a at/ trinta $ias $a $ata pre%ista para apresentação
$a proposta& po$erão ser $ispensa$as@ 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e
1;;:=
I . o $isposto no inciso OI $este arti"oB 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e
1;;:=
II . a atuali6ação 4nanceira a 1ue se re,ere a alínea NcN $o inciso OIE
$este arti"o& correspon$ente ao perío$o co!preen$i$o entre as $atas $o
a$i!ple!ento e a pre%ista para o pa"a!ento& $es$e 1ue não superior a
1uin6e $ias. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Art. :1. A A$!inistração não po$e $escu!prir as nor!as e
con$iç#es $o e$ital& ao 1ual se ac3a estrita!ente %incula$a.
> 1o Rual1uer ci$a$ão / parte le"íti!a para i!pu"nar e$ital $e
licitação por irre"ulari$a$e na aplicação $esta Lei& $e%en$o protocolar o
pe$i$o at/ C 8cinco= $ias -teis antes $a $ata 4Ja$a para a aertura $os
en%elopes $e 3ailitação& $e%en$o a A$!inistração 5ul"ar e respon$er I
i!pu"nação e! at/ 7 8trAs= $ias -teis& se! pre5uí6o $a ,acul$a$e
pre%ista no > 1o $o art. 117.
> 29 Decair+ $o $ireito $e i!pu"nar os ter!os $o e$ital $e licitação
perante a A$!inistração o licitante 1ue& ten$o.os aceito se! o5eção&
%en3a a apontar& $epois $a aertura $os en%elopes $e 3ailitação& ,al3as
ou irre"ulari$a$es 1ue o %iciaria!& 3ip0tese e! 1ue tal co!unicação não
ter+ e,eito $e recurso.
> 2o Decair+ $o $ireito $e i!pu"nar os ter!os $o e$ital $e licitação
perante a a$!inistração o licitante 1ue não o 46er at/ o se"un$o $ia -til
1ue antece$er a aertura $os en%elopes $e 3ailitação e! concorrAncia&
a aertura $os en%elopes co! as propostas e! con%ite& to!a$a $e
preços ou concurso& ou a reali6ação $e leilão& as ,al3as ou irre"ulari$a$es
1ue %iciaria! esse e$ital& 3ip0tese e! 1ue tal co!unicação não ter+
e,eito $e recurso. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 7o A i!pu"nação ,eita te!pesti%a!ente pelo licitante não o
i!pe$ir+ $e participar $o processo licitat0rio at/ o tr'nsito e! 5ul"a$o $a
$ecisão a ela pertinente.
> :o A inailitação $o licitante i!porta preclusão $o seu $ireito $e
participar $as ,ases suse1Qentes.
Art. :2. Gas concorrAncias $e '!ito internacional& o e$ital $e%er+
a5ustar.se Is $iretri6es $a política !onet+ria e $o co!/rcio eJterior e
aten$er Is eJi"Ancias $os 0r"ãos co!petentes.
> 1o Ruan$o ,or per!iti$o ao licitante estran"eiro cotar preço e!
!oe$a estran"eira& i"ual!ente o po$er+ ,a6er o licitante rasileiro.
> 29 O pa"a!ento ,eito ao licitante rasileiro e%entual!ente
contrata$o e! %irtu$e $a licitação $e 1ue trata o par+"ra,o anterior ser+
e,etua$o e! !oe$a rasileira I taJa $e c'!io %i"ente na $ata $o
e,eti%o pa"a!ento.
> 2o O pa"a!ento ,eito ao licitante rasileiro e%entual!ente
contrata$o e! %irtu$e $a licitação $e 1ue trata o par+"ra,o anterior ser+
e,etua$o e! !oe$a rasileira& I taJa $e c'!io %i"ente no $ia -til
i!e$iata!ente anterior I $ata $o e,eti%o pa"a!ento. 8Re$ação $a$a
pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 7o As "arantias $e pa"a!ento ao licitante rasileiro serão
e1ui%alentes I1uelas o,ereci$as ao licitante estran"eiro.
> :o Para 4ns $e 5ul"a!ento $a licitação& as propostas apresenta$as
por licitantes estran"eiros serão acresci$as $os "ra%a!es conse1Qentes
$os !es!os triutos 1ue onera! eJclusi%a!ente os licitantes rasileiros
1uanto I operação 4nal $e %en$a.
> C9 Para a reali6ação $e oras& prestação $e ser%iços ou a1uisição
$e ens co! recursos pro%enientes $e 4nancia!ento ou $oação
oriun$os $e a"Ancia o4cial $e cooperação estran"eira ou or"anis!o
4nanceiro !ultilateral $e 1ue o Prasil se5a parte& po$erão ser a$!iti$as
na respecti%a licitação& !anti$os os princípios asilares $esta lei& as
nor!as e proce$i!entos $a1uelas enti$a$es e as con$iç#es $ecorrentes
$e acor$os& protocolos& con%enç#es ou trata$os internacionais apro%a$os
pelo Con"resso Gacional.
> Co Para a reali6ação $e oras& prestação $e ser%iços ou a1uisição
$e ens co! recursos pro%enientes $e 4nancia!ento ou $oação
oriun$os $e a"Ancia o4cial $e cooperação estran"eira ou or"anis!o
4nanceiro !ultilateral $e 1ue o Prasil se5a parte& po$erão ser a$!iti$as&
na respecti%a licitação& as con$iç#es $ecorrentes $e acor$os& protocolos&
con%enç#es ou trata$os internacionais apro%a$os pelo Con"resso
Gacional& e! co!o as nor!as e proce$i!entos $a1uelas enti$a$es&
inclusi%e 1uanto ao crit/rio $e seleção $a proposta !ais %anta5osa para a
a$!inistração& o 1ual po$er+ conte!plar& al/! $o preço& outros ,atores
$e a%aliação& $es$e 1ue por elas eJi"i$os para a otenção $o
4nancia!ento ou $a $oação& e 1ue ta!/! não con[ite! co! o
princípio $o 5ul"a!ento o5eti%o e se5a! o5eto $e $espac3o !oti%a$o
$o 0r"ão eJecutor $o contrato& $espac3o esse rati4ca$o pela autori$a$e
i!e$iata!ente superior. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> Fo As cotaç#es $e to$os os licitantes serão para entre"a no
!es!o local $e $estino.
Art. :7. A licitação ser+ processa$a e 5ul"a$a co! oser%'ncia $os
se"uintes proce$i!entos@
I . aertura $os en%elopes conten$o a $ocu!entação relati%a I
3ailitação $os concorrentes& e sua apreciaçãoB
II . $e%olução $os en%elopes ,ec3a$os aos concorrentes inailita$os&
conten$o as respecti%as propostas& $es$e 1ue não ten3a 3a%i$o recurso
ou ap0s sua $ene"açãoB
III . aertura $os en%elopes conten$o as propostas $os concorrentes
3ailita$os& $es$e 1ue transcorri$o o pra6o se! interposição $e recurso&
ou ten3a 3a%i$o $esistAncia eJpressa& ou ap0s o 5ul"a!ento $os recursos
interpostosB
IE . %eri4cação $a con,or!i$a$e $e ca$a proposta co! os re1uisitos
$o e$ital e& con,or!e o caso& co! os preços correntes no !erca$o ou
4Ja$os por 0r"ão o4cial co!petente& ou ain$a co! os constantes $o
siste!a $e re"istro $e preços& os 1uais $e%erão ser $e%i$a!ente
re"istra$os na ata $e 5ul"a!ento& pro!o%en$o.se a $esclassi4cação $as
propostas $escon,or!es ou inco!patí%eisB
E . 5ul"a!ento e classi4cação $as propostas $e acor$o co! os
crit/rios $e a%aliação constantes $o e$italB
EI . $elieração $a autori$a$e co!petente 1uanto I 3o!olo"ação e
a$5u$icação $o o5eto $a licitação.
> 1o A aertura $os en%elopes conten$o a $ocu!entação para
3ailitação e as propostas ser+ reali6a$a se!pre e! ato p-lico
pre%ia!ente $esi"na$o& $o 1ual se la%rar+ ata circunstancia$a& assina$a
pelos licitantes presentes e pela Co!issão.
> 2o Mo$os os $ocu!entos e propostas serão rurica$os pelos
licitantes presentes e pela Co!issão.
> 7o ? ,aculta$a I Co!issão ou autori$a$e superior& e! 1ual1uer
,ase $a licitação& a pro!oção $e $ili"Ancia $estina$a a esclarecer ou a
co!ple!entar a instrução $o processo& %e$a$a a inclusão posterior $e
$ocu!ento ou in,or!ação 1ue $e%eria constar ori"inaria!ente $a
proposta.
> :9 O $isposto neste arti"o aplica.se I concorrAncia e& no 1ue
couer& ao concurso& ao leilão& I to!a$a $e preços e ao con%ite&
,aculta$a& 1uanto a este -lti!o& a pulicação na i!prensa o4cial.
> :o O $isposto neste arti"o aplica.se I concorrAncia e& no 1ue
couer& ao concurso& ao leilão& I to!a$a $e preços e ao con%ite.
8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> Co (ltrapassa$a a ,ase $e 3ailitação $os concorrentes 8incisos I e
II= e aertas as propostas 8inciso III=& não cae $esclassi4c+.los por
!oti%o relaciona$o co! a 3ailitação& sal%o e! ra6ão $e ,atos
super%enientes ou s0 con3eci$os ap0s o 5ul"a!ento.
> Fo Ap0s a ,ase $e 3ailitação& não cae $esistAncia $e proposta&
sal%o por !oti%o 5usto $ecorrente $e ,ato super%eniente e aceito pela
Co!issão.
Art. ::. Go 5ul"a!ento $as propostas& a Co!issão le%ar+ e!
consi$eração os crit/rios o5eti%os $e4ni$os no e$ital ou con%ite& os
1uais não $e%e! contrariar as nor!as e princípios estaeleci$os por
esta Lei.
> 1o ? %e$a$a a utili6ação $e 1ual1uer ele!ento& crit/rio ou ,ator
si"iloso& secreto& su5eti%o ou reser%a$o 1ue possa ain$a 1ue
in$ireta!ente eli$ir o princípio $a i"ual$a$e entre os licitantes.
> 2o Gão se consi$erar+ 1ual1uer o,erta $e %anta"e! não pre%ista
no e$ital ou no con%ite& inclusi%e 4nancia!entos susi$ia$os ou a ,un$o
per$i$o& ne! preço ou %anta"e! asea$a nas o,ertas $os $e!ais
licitantes.
> 79 Gão se a$!itir+ proposta 1ue apresente preços "loal ou
unit+rios si!0licos& irris0rios ou $e %alor 6ero& inco!patí%eis co! os
preços $os insu!os e sal+rios $e !erca$o& acresci$os $os respecti%os
encar"os& ain$a 1ue o ato con%ocat0rio $a licitação não ten3a
estaeleci$o li!ites !íni!os.
> :9 O $isposto no par+"ra,o anterior se aplica ta!/! a propostas
1ue inclua! !ão.$e.ora estran"eira ou i!portação $e insu!os $e
1ual1uer nature6a& a$otan$o.se& co!o re,erAncia& os !erca$os nos
países $e ori"e!.
> 7o Gão se a$!itir+ proposta 1ue apresente preços "loal ou
unit+rios si!0licos& irris0rios ou $e %alor 6ero& inco!patí%eis co! os
preços $os insu!os e sal+rios $e !erca$o& acresci$os $os respecti%os
encar"os& ain$a 1ue o ato con%ocat0rio $a licitação não ten3a
estaeleci$o li!ites !íni!os& eJceto 1uan$o se re,erire! a !ateriais e
instalaç#es $e proprie$a$e $o pr0prio licitante& para os 1uais ele
renuncie a parcela ou I totali$a$e $a re!uneração. 8Re$ação $a$a pela
Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> :o O $isposto no par+"ra,o anterior aplica.se ta!/! Is
propostas 1ue inclua! !ão.$e.ora estran"eira ou i!portaç#es $e
1ual1uer nature6a.8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Art. :C. O 5ul"a!ento $as propostas ser+ o5eti%o& $e%en$o a
Co!issão $e licitação ou o respons+%el pelo con%ite reali6+.lo e!
con,or!i$a$e co! os tipos $e licitação& os crit/rios pre%ia!ente
estaeleci$os no ato con%ocat0rio e $e acor$o co! os ,atores
eJclusi%a!ente nele re,eri$os& $e !aneira a possiilitar sua a,erição
pelos licitantes e pelos 0r"ãos $e controle.
> 19 Para e,eitos $este arti"o& constitue! tipos $e licitação para
oras& ser%iços e co!pras& eJceto nas !o$ali$a$es $e concurso e leilão@
> 1o Para os e,eitos $este arti"o& constitue! tipos $e licitação&
eJceto na !o$ali$a$e concurso@ 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e
1;;:=
I . a $e !enor preço . 1uan$o o crit/rio $e seleção $a proposta !ais
%anta5osa para a A$!inistração $eter!inar 1ue ser+ %ence$or o licitante
1ue apresentar a proposta $e acor$o co! as especi4caç#es $o e$ital ou
con%ite e o,ertar o !enor preçoB
II . a $e !el3or t/cnicaB
III . a $e t/cnica e preço.
IE . a $e !aior lance ou o,erta . nos casos $e alienção $e ens ou
concessão $e $ireito real $e uso. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 2o Go caso $e e!pate entre $uas ou !ais propostas& e ap0s
oe$eci$o o $isposto no > 2o $o art. 7o $esta Lei& a classi4cação se ,ar+&
ori"atoria!ente& por sorteio& e! ato p-lico& para o 1ual to$os os
licitantes serão con%oca$os& %e$a$o 1ual1uer outro processo.
> 79 Go caso $a licitação $o tipo !enor preço& entre os licitantes
consi$era$os 1uali4ca$os a classi4cação se ,ar+ pela or$e! crescente
$os preços propostos e aceit+%eis& pre%alecen$o& no caso $e e!pate&
eJclusi%a!ente o crit/rio pre%isto no par+"ra,o anterior.
> :9 Para contratação $e ens e ser%iços $e in,or!+tica& a
A$!inistração P-lica oser%ar+ o $isposto no art. 79 $a Lei n9 D.2:D& $e
27 $e outuro $e 1;;1& le%an$o e! conta& co! a a$oção $a licitação $e
t/cnica e preço& os ,atores especi4ca$os e! seu > 29.
> 7o Go caso $a licitação $o tipo N!enor preçoN& entre os licitantes
consi$era$os 1uali4ca$os a classi4cação se $ar+ pela or$e! crescente
$os preços propostos& pre%alecen$o& no caso $e e!pate& eJclusi%a!ente
o crit/rio pre%isto no par+"ra,o anterior. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7&
$e 1;;:=
> :o Para contratação $e ens e ser%iços $e in,or!+tica& a
a$!inistração oser%ar+ o $isposto no art. 7o $a Lei no D.2:D& $e 27 $e
outuro $e 1;;1& le%an$o e! conta os ,atores especi4ca$os e! seu
par+"ra,o 2o e a$otan$o ori"atoria!ento o tipo $e licitação Nt/cnica e
preçoN& per!iti$o o e!pre"o $e outro tipo $e licitação nos casos
in$ica$os e! $ecreto $o Po$er EJecuti%o. 8Re$ação $a$a pela Lei n9
D.DD7& $e 1;;:=
> Co ? %e$a$a a utili6ação $e outros tipos $e licitação não pre%istos
neste arti"o.
> Fo Ga 3ip0tese pre%ista no art. 27& > H9& serão seleciona$as tantas
propostas 1uantas necess+rias at/ 1ue se atin5a a 1uanti$a$e
$e!an$a$a na licitação. 8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
Art. :F. Os tipos $e licitação !el3or t/cnica ou t/cnica e preço serão
utili6a$os eJclusi%a!ente para ser%iços $e nature6a pre$o!inante!ente
intelectual& e! especial na elaoração $e pro5etos& c+lculos& 4scali6ação&
super%isão e "erencia!ento e $e en"en3aria consulti%a e! "eral& e& e!
particular& para a elaoração $e estu$os t/cnicos preli!inares e pro5etos
+sicos e eJecuti%os.
Art. :F. Os tipos $e licitação N!el3or t/cnicaN ou Nt/cnica e preçoN
serão utili6a$os eJclusi%a!ente para ser%iços $e nature6a
pre$o!inante!ente intelectual& e! especial na elaoração $e pro5etos&
c+lculos& 4scali6ação& super%isão e "erencia!ento e $e en"en3aria
consulti%a e! "eral e& e! particular& para a elaoração $e estu$os
t/cnicos preli!inares e pro5etos +sicos e eJecuti%os& ressal%a$o o
$isposto no > :o $o arti"o anterior. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e
1;;:=
> 1o Gas licitaç#es $o tipo N!el3or t/cnicaN ser+ a$ota$o o se"uinte
proce$i!ento clara!ente eJplicita$o no instru!ento con%ocat0rio& o
1ual 4Jar+ o preço !+Ji!o 1ue a A$!inistração se prop#e a pa"ar@
I . serão aertos os en%elopes conten$o as propostas t/cnicas
eJclusi%a!ente $os licitantes pre%ia!ente 1uali4ca$os e ,eita então a
a%aliação e classi4cação $estas propostas $e acor$o co! os crit/rios
pertinentes e a$e1ua$os ao o5eto licita$o& $e4ni$os co! clare6a e
o5eti%i$a$e no instru!ento con%ocat0rio e 1ue consi$ere! a
capacitação e a eJperiAncia $o proponente& a 1uali$a$e t/cnica $a
proposta& co!preen$en$o !eto$olo"ia& or"ani6ação& tecnolo"ias e
recursos !ateriais a sere! utili6a$os nos traal3os& e a 1uali4cação $as
e1uipes t/cnicas a sere! !oili6a$as para a sua eJecuçãoB
II . u!a %e6 classi4ca$as as propostas t/cnicas& proce$er.se.+ I
aertura $as propostas $e preço $os licitantes 1ue ten3a! atin"i$o a
%alori6ação !íni!a estaeleci$a no instru!ento con%ocat0rio e I
ne"ociação $as con$iç#es propostas& co! a proponente !el3or
classi4ca$a& co! ase nos orça!entos $etal3a$os apresenta$os e
respecti%os preços unit+rios e ten$o co!o re,erAncia o li!ite
representa$o pela proposta $e !enor preço entre os licitantes 1ue
oti%era! a %alori6ação !íni!aB
III . no caso $e i!passe na ne"ociação anterior& proce$i!ento
i$Antico ser+ a$ota$o& sucessi%a!ente& co! os $e!ais proponentes&
pela or$e! $e classi4cação& at/ a consecução $e acor$o para a
contrataçãoB
IE . as propostas $e preços serão $e%ol%i$as intactas aos licitantes
1ue não ,ore! preli!inar!ente 3ailita$os ou 1ue não oti%ere! a
%alori6ação !íni!a estaeleci$a para a proposta t/cnica.
> 2o Gas licitaç#es $o tipo Nt/cnica e preçoN ser+ a$ota$o&
a$icional!ente ao inciso I $o par+"ra,o anterior& o se"uinte
proce$i!ento clara!ente eJplicita$o no instru!ento con%ocat0rio@
I . ser+ ,eita a a%aliação e a %alori6ação $as propostas $e preços& $e
acor$o co! crit/rios o5eti%os preestaeleci$os no instru!ento
con%ocat0rioB
II . a classi4cação $os proponentes ,ar.se.+ $e acor$o co! a !/$ia
pon$era$a $as %alori6aç#es $as propostas t/cnicas e $e preço& $e acor$o
co! os pesos preestaeleci$os no instru!ento con%ocat0rio.
> 7o EJcepcional!ente& os tipos $e licitação pre%istos neste arti"o
po$erão ser a$ota$os& por autori6ação eJpressa e !e$iante 5usti4cati%a
circunstancia$a $a !aior autori$a$e $a A$!inistração pro!otora
constante $o ato con%ocat0rio& para ,orneci!ento $e ens e eJecução $e
oras ou prestação $e ser%iços $e "ran$e %ulto !a5oritaria!ente
$epen$entes $e tecnolo"ia niti$a!ente so4stica$a e $e $o!ínio restrito&
atesta$o por autori$a$es t/cnicas $e recon3eci$a 1uali4cação& nos casos
e! 1ue o o5eto preten$i$o a$!itir soluç#es alternati%as e %ariaç#es $e
eJecução& co! repercuss#es si"ni4cati%as sore sua 1uali$a$e&
pro$uti%i$a$e& ren$i!ento e $uraili$a$e concreta!ente !ensur+%eis& e
estas pu$ere! ser a$ota$as I li%re escol3a $os licitantes& na
con,or!i$a$e $os crit/rios o5eti%a!ente 4Ja$os no ato con%ocat0rio.
> :9 8Eeta$o=. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Art. :H. Gas licitaç#es para a eJecução $e oras e ser%iços& 1uan$o
,or a$ota$a a !o$ali$a$e $e eJecução $e e!preita$a por preço "loal& a
A$!inistração $e%er+ ,ornecer ori"atoria!ente& 5unto co! o e$ital&
to$os os ele!entos e in,or!aç#es necess+rios para 1ue os licitantes
possa! elaorar suas propostas $e preços co! total e co!pleto
con3eci!ento $o o5eto $a licitação.
Art. :D. Serão $esclassi4ca$as@
I . as propostas 1ue não aten$a! Is eJi"Ancias $o ato con%ocat0rio
$a licitaçãoB
II . as propostas co! preços eJcessi%os ou !ani,esta!ente
ineJe1Qí%eis.
Par+"ra,o -nico. Ruan$o to$as as propostas ,ore! $esclassi4ca$as&
a A$!inistração po$er+ 4Jar aos licitantes o pra6o $e D 8oito= $ias -teis
para a apresentação $e outras propostas escoi!a$as $as causas
re,eri$as neste arti"o.
II . propostas co! %alor "loal superior ao li!ite estaeleci$o ou
co! preços !ani,esta!ente ineJe1Qi%eis& assi! consi$era$os a1ueles
1ue não %en3a! a ter $e!onstra$a sua %iaili$a$e atra%/s $e
$ocu!entação 1ue co!pro%e 1ue os custos $os insu!os são coerentes
co! os $e !erca$o e 1ue os coe4cientes $e pro$uti%i$a$e são
co!patí%eis co! a eJecução $o o5eto $o contrato& con$iç#es estas
necessaria!ente especi4ca$as no ato con%ocat0rio $a licitação.
8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Par+"ra,o -nico. Ruan$o to$os os licitantes ,ore! inailita$os ou
to$as as propostas ,ore! $esclassi4ca$as& a a$!inistração po$er+ 4Jar
aos licitantes o pra6o $e oito $ias -teis para a apresentação $e no%a
$ocu!entação ou $e outras propostas escoi!a$as $as causas re,eri$as
neste arti"o& ,aculta$a& no caso $e con%ite& a re$ução $este pra6o para
trAs $ias -teis.8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 19 Para os e,eitos $o $isposto no inciso II $este arti"o consi$era!.
se !ani,esta!ente ineJe1Qí%eis& no caso $e licitaç#es $e !enor preço
para oras e ser%iços $e en"en3aria& as propostas cu5os %alores se5a!
in,eriores a H<K 8setenta por cento= $o !enor $os se"uintes %alores@
8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
a= !/$ia arit!/tica $os %alores $as propostas superiores a C<K
8cin1Qenta por cento= $o %alor orça$o pela a$!inistração& ou 8Incluí$o
pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
= %alor orça$o pela a$!inistração. 8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D& $e
1;;D=
> 29 Dos licitantes classi4ca$os na ,or!a $o par+"ra,o anterior cu5o
%alor "loal $a proposta ,or in,erior a D<K 8oitenta por cento= $o !enor
%alor a 1ue se re,ere! as alíneas NaN e NN& ser+ eJi"i$a& para a
assinatura $o contrato& prestação $e "arantia a$icional& $entre as
!o$ali$a$es pre%istas no > 19 $o art. CF& i"ual a $i,erença entre o %alor
resultante $o par+"ra,o anterior e o %alor $a correspon$ente
proposta. 8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
> 79 Ruan$o to$os os licitantes ,ore! inailita$os ou to$as as
propostas ,ore! $esclassi4ca$as& a a$!inistração po$er+ 4Jar aos
licitantes o pra6o $e oito $ias -teis para a apresentação $e no%a
$ocu!entação ou $e outras propostas escoi!a$as $as causas re,eri$as
neste arti"o& ,aculta$a& no caso $e con%ite& a re$ução $este pra6o para
trAs $ias -teis. 8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
Art. :;. A autori$a$e co!petente para a apro%ação $o
proce$i!ento so!ente po$er+ re%o"ar a licitação por ra6#es $e
interesse p-lico $ecorrente $e ,ato super%eniente $e%i$a!ente
co!pro%a$o& pertinente e su4ciente para 5usti4car tal con$uta& $e%en$o
anul+.la por ile"ali$a$e& $e o,ício ou por pro%ocação $e terceiros&
!e$iante parecer escrito e $e%i$a!ente ,un$a!enta$o.
> 1o A anulação $o proce$i!ento licitat0rio por !oti%o $e
ile"ali$a$e não "era ori"ação $e in$eni6ar& ressal%a$o o $isposto no
par+"ra,o -nico $o art. C; $esta Lei.
> 2o A nuli$a$e $o proce$i!ento licitat0rio in$u6 I $o contrato&
ressal%a$o o $isposto no par+"ra,o -nico $o art. C; $esta Lei.
> 7o Go caso $e $es,a6i!ento $o processo licitat0rio& 4ca
asse"ura$o o contra$it0rio e a a!pla $e,esa.
> :o O $isposto neste arti"o e seus par+"ra,os aplica.se aos atos $o
proce$i!ento $e $ispensa e $e ineJi"iili$a$e $e licitação.
Art. C<. A A$!inistração não po$er+ celerar o contrato co!
preterição $a or$e! $e classi4cação $as propostas ou co! terceiros
estran3os ao proce$i!ento licitat0rio& so pena $e nuli$a$e.
Art. C1. A 3ailitação preli!inar& a inscrição e! re"istro ca$astral& a
sua alteração ou cancela!ento& e as propostas serão processa$as e
5ul"a$as por co!issão per!anente ou especial $e& no !íni!o& 7
8trAs= !e!ros& sen$o pelo !enos 2 8$ois= $eles ser%i$ores 1uali4ca$os
pertencentes aos 1ua$ros per!anentes $os 0r"ãos $a A$!inistração
respons+%eis pela licitação.
> 1o Go caso $e con%ite& a Co!issão $e licitação& eJcepcional!ente&
nas pe1uenas uni$a$es a$!inistrati%as e e! ,ace $a eJi"Qi$a$e $e
pessoal $isponí%el& po$er+ ser sustituí$a por ser%i$or ,or!al!ente
$esi"na$o pela autori$a$e co!petente.
> 2o A Co!issão para 5ul"a!ento $os pe$i$os $e inscrição e!
re"istro ca$astral& sua alteração ou cancela!ento& ser+ inte"ra$a por
pro4ssionais le"al!ente 3ailita$os no caso $e oras& ser%iços ou
a1uisição $e e1uipa!entos.
> 7o Os !e!ros $as Co!iss#es $e licitação respon$erão
soli$aria!ente por to$os os atos pratica$os pela Co!issão& sal%o se
posição in$i%i$ual $i%er"ente esti%er $e%i$a!ente ,un$a!enta$a e
re"istra$a e! ata la%ra$a na reunião e! 1ue ti%er si$o to!a$a a
$ecisão.
> :o A in%esti$ura $os !e!ros $as Co!iss#es per!anentes não
eJce$er+ a 1 8u!= ano& %e$a$a a recon$ução $a totali$a$e $e seus
!e!ros para a !es!a co!issão no perío$o suse1Qente.
> Co Go caso $e concurso& o 5ul"a!ento ser+ ,eito por u!a
co!issão especial inte"ra$a por pessoas $e reputação ilia$a e
recon3eci$o con3eci!ento $a !at/ria e! eJa!e& ser%i$ores p-licos ou
não.
Art. C2. O concurso a 1ue se re,ere o > :o $o art. 22 $esta Lei $e%e
ser prece$i$o $e re"ula!ento pr0prio& a ser oti$o pelos interessa$os no
local in$ica$o no e$ital.
> 1o O re"ula!ento $e%er+ in$icar@
I . a 1uali4cação eJi"i$a $os participantesB
II . as $iretri6es e a ,or!a $e apresentação $o traal3oB
III . as con$iç#es $e reali6ação $o concurso e os prA!ios a sere!
conce$i$os.
> 2o E! se tratan$o $e pro5eto& o %ence$or $e%er+ autori6ar a
A$!inistração a eJecut+.lo 1uan$o 5ul"ar con%eniente.
Art. C7. O leilão po$e ser co!eti$o a leiloeiro o4cial ou a ser%i$or
$esi"na$o pela A$!inistração& proce$en$o.se na ,or!a $a le"islação
pertinente.
> 1o Mo$o e! a ser leiloa$o ser+ pre%ia!ente a%alia$o pela
A$!inistração para 4Jação $o preço !íni!o $e arre!atação.
> 2o Os ens arre!ata$os serão pa"os I %ista ou no percentual
estaeleci$o no e$ital& não in,erior a CK 8cinco por cento= e& ap0s a
assinatura $a respecti%a ata la%ra$a no local $o leilão& i!e$iata!ente
entre"ues ao arre!atante& o 1ual se ori"ar+ ao pa"a!ento $o restante
no pra6o estipula$o no e$ital $e con%ocação& so pena $e per$er e!
,a%or $a A$!inistração o %alor 5+ recol3i$o.
> 79 O e$ital $e leilão $e%e ser a!pla!ente $i%ul"a$o&
principal!ente no !unicípio e! 1ue se %ai reali6ar.
> 7o Gos leil#es internacionais& o pa"a!ento $a parcela I %ista
po$er+ ser ,eito e! at/ %inte e 1uatro 3oras. 8Re$ação $a$a pela Lei n9
D.DD7& $e 1;;:=
> :o O e$ital $e leilão $e%e ser a!pla!ente $i%ul"a$o&
principal!ente no !unicípio e! 1ue se reali6ar+. 8Incluí$o pela Lei n9
D.DD7& $e 1;;:=
Capítulo IIIDOS COGMRAMOS
Seção IDisposiç#es Preli!inares
Art. C:. Os contratos a$!inistrati%os $e 1ue trata esta Lei re"ula!.
se pelas suas cl+usulas e pelos preceitos $e $ireito p-lico& aplican$o.se.
l3es& supleti%a!ente& os princípios $a teoria "eral $os contratos e as
$isposiç#es $e $ireito pri%a$o.
> 1o Os contratos $e%e! estaelecer co! clare6a e precisão as
con$iç#es para sua eJecução& eJpressas e! cl+usulas 1ue $e4na! os
$ireitos& ori"aç#es e responsaili$a$es $as partes& e! con,or!i$a$e
co! os ter!os $a licitação e $a proposta a 1ue se %incula!.
> 2o Os contratos $ecorrentes $e $ispensa ou $e ineJi"iili$a$e $e
licitação $e%e! aten$er aos ter!os $o ato 1ue os autori6ou e $a
respecti%a proposta.
Art. CC. São cl+usulas necess+rias e! to$o contrato as 1ue
estaeleça!@
I . o o5eto e seus ele!entos característicosB
II . o re"i!e $e eJecução ou a ,or!a $e ,orneci!entoB
III . o preço e as con$iç#es $e pa"a!ento& os crit/rios& $ata.ase e
perio$ici$a$e $o rea5usta!ento $e preços& os crit/rios $e atuali6ação
!onet+ria entre a $ata $o a$i!ple!ento $as ori"aç#es e a $o e,eti%o
pa"a!entoB
IE . os pra6os $e início $e etapas $e eJecução& $e conclusão& $e
entre"a& $e oser%ação e $e recei!ento $e4niti%o& con,or!e o casoB
E . o cr/$ito pelo 1ual correr+ a $espesa& co! a in$icação $a
classi4cação ,uncional pro"ra!+tica e $a cate"oria econL!icaB
EI . as "arantias o,ereci$as para asse"urar sua plena eJecução&
1uan$o eJi"i$asB
EII . os $ireitos e as responsaili$a$es $as partes& as penali$a$es
caí%eis e os %alores $as !ultasB
EIII . os casos $e rescisãoB
IO . o recon3eci!ento $os $ireitos $a A$!inistração& e! caso $e
rescisão a$!inistrati%a pre%ista no art. HH $esta LeiB
O . as con$iç#es $e i!portação& a $ata e a taJa $e c'!io para
con%ersão& 1uan$o ,or o casoB
OI . a %inculação ao e$ital $e licitação ou ao ter!o 1ue a $ispensou
ou a ineJi"iu& ao con%ite e I proposta $o licitante %ence$orB
OII . a le"islação aplic+%el I eJecução $o contrato e especial!ente
aos casos o!issosB
OIII . a ori"ação $o contrata$o $e !anter& $urante to$a a eJecução
$o contrato& e! co!patiili$a$e co! as ori"aç#es por ele assu!i$as&
to$as as con$iç#es $e 3ailitação e 1uali4cação eJi"i$as na licitação.
> 1o 8EEMADO=
> 19 8Eeta$o=. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 2o Gos contratos celera$os pela A$!inistração P-lica co!
pessoas ,ísicas ou 5urí$icas& inclusi%e a1uelas $o!icilia$as no
estran"eiro& $e%er+ constar necessaria!ente cl+usula 1ue $eclare
co!petente o ,oro $a se$e $a A$!inistração para $iri!ir 1ual1uer
1uestão contratual& sal%o o $isposto no > Fo $o art. 72 $esta Lei.
> 7o Go ato $a li1ui$ação $a $espesa& os ser%iços $e contaili$a$e
co!unicarão& aos 0r"ãos incu!i$os $a arreca$ação e 4scali6ação $e
triutos $a (nião& Esta$o ou *unicípio& as características e os %alores
pa"os& se"un$o o $isposto no art. F7 $a Lei no :.72<& $e 1H $e !arço $e
1;F:.
Art. CF. A crit/rio $a autori$a$e co!petente& e! ca$a caso& e $es$e
1ue pre%ista no instru!ento con%ocat0rio& po$er+ ser eJi"i$a prestação
$e "arantia nas contrataç#es $e oras& ser%iços e co!pras.
> 19 São !o$ali$a$es $e "arantia@
I . caução e! $in3eiro& e! títulos $e $í%i$a p-lica ou 4$e5uss0riaB
II . 8EEMADO=.
III . 4ança anc+ria.
> 1o Caer+ ao contrata$o optar por u!a $as se"uintes
!o$ali$a$es $e "arantia@ 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
I . caução e! $in3eiro ou títulos $a $í%i$a p-licaB 8Re$ação $a$a
pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
I . caução e! $in3eiro ou e! títulos $a $í%i$a p-lica& $e%en$o
estes ter si$o e!iti$os so a ,or!a escritural& !e$iante re"istro e!
siste!a centrali6a$o $e li1ui$ação e $e cust0$ia autori6a$o pelo Panco
Central $o Prasil e a%alia$os pelos seus %alores econL!icos& con,or!e
$e4ni$o pelo *inist/rio $a )a6en$aB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 11.<H;&
$e 2<<:=
II . se"uro."arantiaB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
III . 4ança anc+ria. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e D.F.;:=
> 29 As "arantias a 1ue se re,ere! os incisos I e III $o par+"ra,o
anterior& 1uan$o eJi"i$as& não eJce$erão a CK 8cinco por cento= $o %alor
$o contrato.
> 2o A "arantia a 1ue se re,ere o caput $este arti"o não eJce$er+ a
cinco por cento $o %alor $o contrato e ter+ seu %alor atuali6a$o nas
!es!as con$iç#es $a1uele& ressal%a$o o pre%isto no par+"ra,o 7o $este
arti"o. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 798EEMADO=
> 7o Para oras& ser%iços e ,orneci!entos $e "ran$e %ulto
en%ol%en$o alta co!pleJi$a$e t/cnica e riscos 4nanceiros consi$er+%eis&
$e!onstra$os atra%/s $e parecer tecnica!ente apro%a$o pela
autori$a$e co!petente& o li!ite $e "arantia pre%isto no par+"ra,o
anterior po$er+ ser ele%a$o para at/ $e6 por cento $o %alor $o contrato.
8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> :o A "arantia presta$a pelo contrata$o ser+ liera$a ou restituí$a
ap0s a eJecução $o contrato e& 1uan$o e! $in3eiro& atuali6a$a
!onetaria!ente.
> Co Gos casos $e contratos 1ue i!porte! na entre"a $e ens pela
A$!inistração& $os 1uais o contrata$o 4car+ $eposit+rio& ao %alor $a
"arantia $e%er+ ser acresci$o o %alor $esses ens.
Art. CH. A $uração $os contratos re"i$os por esta Lei 4car+ a$strita
I %i"Ancia $os respecti%os cr/$itos orça!ent+rios& eJceto 1uanto aos
relati%os@
I . aos pro5etos cu5os pro$utos este5a! conte!pla$os nas !etas
estaeleci$as no Plano Plurianual& os 1uais po$erão ser prorro"a$os se
3ou%er interesse $a A$!inistração e $es$e 1ue isso ten3a si$o pre%isto
no ato con%ocat0rioB
II . I prestação $e ser%iços a sere! eJecuta$os $e ,or!a contínua&
os 1uais po$erão ter a sua $uração esten$i$a por i"ual perío$oB
II . I prestação $e ser%iços a sere! eJecuta$os $e ,or!a contínua&
1ue $e%erão ter a sua $uração $i!ensiona$a co! %istas I otenção $e
preços e con$iç#es !ais %anta5osas para a a$!inistração& li!ita$a a
$uração a sessenta !eses. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
II . I prestação $e ser%iços a sere! eJecuta$os $e ,or!a contínua&
1ue po$erão ter a sua $uração prorro"a$a por i"uais e sucessi%os
perío$os co! %istas I otenção $e preços e con$iç#es !ais %anta5osas
para a a$!inistração& li!ita$a a sessenta !esesB 8Re$ação $a$a pela Lei
n9 ;.F:D& $e 1;;D=
III . 8EEMADO=
III . 8Eeta$o=. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
IE . ao alu"uel $e e1uipa!entos e I utili6ação $e pro"ra!as $e
in,or!+tica& po$en$o a $uração esten$er.se pelo pra6o $e at/ :D
81uarenta e oito= !eses ap0s o início $a %i"Ancia $o contrato.
E . Is 3ip0teses pre%istas nos incisos IO& OIO& OOEIII e OOOI $o art.
2:& cu5os contratos po$erão ter %i"Ancia por at/ cento e %inte !eses&
caso 3a5a interesse $a a$!inistração. 8Incluí$o pela *e$i$a Pro%is0ria n9
:;C& $e 2<1<=
E . Is 3ip0teses pre%istas nos incisos IO& OIO& OOEIII e OOOI $o art.
2:& cu5os contratos po$erão ter %i"Ancia por at/ 12< 8cento e %inte=
!eses& caso 3a5a interesse $a a$!inistração. 8Incluí$o pela Lei n9
12.7:;& $e 2<1<=
> 1o Os pra6os $e início $e etapas $e eJecução& $e conclusão e $e
entre"a a$!ite! prorro"ação& !anti$as as $e!ais cl+usulas $o contrato
e asse"ura$a a !anutenção $e seu e1uilírio econL!ico.4nanceiro&
$es$e 1ue ocorra al"u! $os se"uintes !oti%os& $e%i$a!ente autua$os
e! processo@
I . alteração $o pro5eto ou especi4caç#es& pela A$!inistraçãoB
II . super%eniAncia $e ,ato eJcepcional ou i!pre%isí%el& estran3o I
%onta$e $as partes& 1ue altere ,un$a!ental!ente as con$iç#es $e
eJecução $o contratoB
III . interrupção $a eJecução $o contrato ou $i!inuição $o rit!o $e
traal3o por or$e! e no interesse $a A$!inistraçãoB
IE . au!ento $as 1uanti$a$es inicial!ente pre%istas no contrato&
nos li!ites per!iti$os por esta LeiB
E . i!pe$i!ento $e eJecução $o contrato por ,ato ou ato $e terceiro
recon3eci$o pela A$!inistração e! $ocu!ento conte!por'neo I sua
ocorrAnciaB
EI . o!issão ou atraso $e pro%i$Ancias a car"o $a A$!inistração&
inclusi%e 1uanto aos pa"a!entos pre%istos $e 1ue resulte& $ireta!ente&
i!pe$i!ento ou retar$a!ento na eJecução $o contrato& se! pre5uí6o
$as sanç#es le"ais aplic+%eis aos respons+%eis.
> 2o Mo$a prorro"ação $e pra6o $e%er+ ser 5usti4ca$a por escrito e
pre%ia!ente autori6a$a pela autori$a$e co!petente para celerar o
contrato.
> 7o ? %e$a$o o contrato co! pra6o $e %i"Ancia in$eter!ina$o.
> :o E! car+ter eJcepcional& $e%i$a!ente 5usti4ca$o e !e$iante
autori6ação $a autori$a$e superior& o pra6o $e 1ue trata o inciso II $o
caput $este arti"o po$er+ ser prorro"a$o por at/ $o6e !eses. 8Incluí$o
pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
Art. CD. O re"i!e 5urí$ico $os contratos a$!inistrati%os instituí$o
por esta Lei con,ere I A$!inistração& e! relação a eles& a prerro"ati%a
$e@
I . !o$i4c+.los& unilateral!ente& para !el3or a$e1uação Is
4nali$a$es $e interesse p-lico& respeita$os os $ireitos $o contrata$oB
II . rescin$i.los& unilateral!ente& nos casos especi4ca$os no inciso I
$o art. H; $esta LeiB
III . 4scali6ar.l3es a eJecuçãoB
IE . aplicar sanç#es !oti%a$as pela ineJecução total ou parcial $o
a5usteB
E . nos casos $e ser%iços essenciais& ocupar pro%isoria!ente ens
!0%eis& i!0%eis& pessoal e ser%iços %incula$os ao o5eto $o contrato& na
3ip0tese $a necessi$a$e $e acautelar apuração a$!inistrati%a $e ,altas
contratuais pelo contrata$o& e! co!o na 3ip0tese $e rescisão $o
contrato a$!inistrati%o.
> 1o As cl+usulas econL!ico.4nanceiras e !onet+rias $os contratos
a$!inistrati%os não po$erão ser altera$as se! pr/%ia concor$'ncia $o
contrata$o.
> 2o Ga 3ip0tese $o inciso I $este arti"o& as cl+usulas econL!ico.
4nanceiras $o contrato $e%erão ser re%istas para 1ue se !anten3a o
e1uilírio contratual.
Art. C;. A $eclaração $e nuli$a$e $o contrato a$!inistrati%o opera
retroati%a!ente i!pe$in$o os e,eitos 5urí$icos 1ue ele& or$inaria!ente&
$e%eria pro$u6ir& al/! $e $esconstituir os 5+ pro$u6i$os.
Par+"ra,o -nico. A nuli$a$e não eJonera a A$!inistração $o $e%er
$e in$eni6ar o contrata$o pelo 1ue este 3ou%er eJecuta$o at/ a $ata e!
1ue ela ,or $eclara$a e por outros pre5uí6os re"ular!ente co!pro%a$os&
contanto 1ue não l3e se5a i!put+%el& pro!o%en$o.se a responsaili$a$e
$e 1ue! l3e $eu causa.
Seção IIDa )or!ali6ação $os Contratos
Art. F<. Os contratos e seus a$ita!entos serão la%ra$os nas
repartiç#es interessa$as& as 1uais !anterão ar1ui%o cronol0"ico $os
seus aut0"ra,os e re"istro siste!+tico $o seu eJtrato& sal%o os relati%os a
$ireitos reais sore i!0%eis& 1ue se ,or!ali6a! por instru!ento la%ra$o
e! cart0rio $e notas& $e tu$o 5untan$o.se c0pia no processo 1ue l3e $eu
ori"e!.
Par+"ra,o -nico. ? nulo e $e nen3u! e,eito o contrato %eral co! a
A$!inistração& sal%o o $e pe1uenas co!pras $e pronto pa"a!ento&
assi! enten$i$as a1uelas $e %alor não superior a CK 8cinco por
cento= $o li!ite estaeleci$o no art. 27& inciso II& alínea NaN $esta Lei&
,eitas e! re"i!e $e a$ianta!ento.
Art. F1. Mo$o contrato $e%e !encionar os no!es $as partes e os $e
seus representantes& a 4nali$a$e& o ato 1ue autori6ou a sua la%ratura& o
n-!ero $o processo $a licitação& $a $ispensa ou $a ineJi"iili$a$e& a
su5eição $os contratantes Is nor!as $esta Lei e Is cl+usulas contratuais.
> 19 A pulicação resu!i$a $o instru!ento $e contrato ou $e seus
a$ita!entos na i!prensa o4cial& 1ue / con$ição in$ispens+%el para sua
e4c+cia& ser+ pro%i$encia$a pela A$!inistração na !es!a $ata $e sua
assinatura para ocorrer no pra6o $e 2< 8%inte= $ias& 1ual1uer 1ue se5a o
seu %alor& ain$a 1ue se! Lnus.
> 29 8EEMADO=.
> 79 8EEMADO=
Par+"ra,o -nico. A pulicação resu!i$a $o instru!ento $e contrato
ou $e seus a$ita!entos na i!prensa o4cial& 1ue / con$ição
in$ispens+%el para sua e4c+cia& ser+ pro%i$encia$a pela A$!inistração
at/ o 1uinto $ia -til $o !As se"uinte ao $e sua assinatura& para ocorrer
no pra6o $e %inte $ias $a1uela $ata& 1ual1uer 1ue se5a o seu %alor& ain$a
1ue se! Lnus& ressal%a$o o $isposto no art. 2F $esta Lei. 8Re$ação $a$a
pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Art. F2. O instru!ento $e contrato / ori"at0rio nos casos $e
concorrAncia e $e to!a$a $e preços& e! co!o nas $ispensas e
ineJi"iili$a$es cu5os preços este5a! co!preen$i$os nos li!ites $estas
$uas !o$ali$a$es $e licitação& e ,acultati%o nos $e!ais e! 1ue a
A$!inistração pu$er sustituí.lo por outros instru!entos 3+eis& tais
co!o carta.contrato& nota $e e!pen3o $e $espesa& autori6ação $e
co!pra ou or$e! $e eJecução $e ser%iço.
> 1o A !inuta $o ,uturo contrato inte"rar+ se!pre o e$ital ou ato
con%ocat0rio $a licitação.
> 29 E! carta contrato& nota $e e!pen3o $e $espesa& autori6ação
$e co!pra& or$e! $e eJecução $e ser%iço ou outros instru!entos 3+eis
aplica.se& no 1ue couer& o $isposto no art. CF $esta lei.
> 2o E! Ncarta contratoN& Nnota $e e!pen3o $e $espesaN&
Nautori6ação $e co!praN& Nor$e! $e eJecução $e ser%içoN ou outros
instru!entos 3+eis aplica.se& no 1ue couer& o $isposto no art. CC $esta
Lei. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 7o Aplica.se o $isposto nos arts. CC e CD a F1 $esta Lei e $e!ais
nor!as "erais& no 1ue couer@
I . aos contratos $e se"uro& $e 4nancia!ento& $e locação e! 1ue o
Po$er P-lico se5a locat+rio& e aos $e!ais cu5o conte-$o se5a re"i$o&
pre$o!inante!ente& por nor!a $e $ireito pri%a$oB
II . aos contratos e! 1ue a A$!inistração ,or parte co!o usu+ria $e
ser%iço p-lico.
> :o ? $ispens+%el o Nter!o $e contratoN e ,aculta$a a sustituição
pre%ista neste arti"o& a crit/rio $a A$!inistração e in$epen$ente!ente
$e seu %alor& nos casos $e co!pra co! entre"a i!e$iata e inte"ral $os
ens a$1uiri$os& $os 1uais não resulte! ori"aç#es ,uturas& inclusi%e
assistAncia t/cnica.
Art. F7. ? per!iti$o a 1ual1uer licitante o con3eci!ento $os ter!os
$o contrato e $o respecti%o processo licitat0rio e& a 1ual1uer interessa$o&
a otenção $e c0pia autentica$a& !e$iante o pa"a!ento $os
e!olu!entos $e%i$os.
Art. F:. A A$!inistração con%ocar+ re"ular!ente o interessa$o
para assinar o ter!o $e contrato& aceitar ou retirar o instru!ento
e1ui%alente& $entro $o pra6o e con$iç#es estaeleci$os& so pena $e
$ecair o $ireito I contratação& se! pre5uí6o $as sanç#es pre%istas no art.
D1 $esta Lei.
> 1o O pra6o $e con%ocação po$er+ ser prorro"a$o u!a %e6& por
i"ual perío$o& 1uan$o solicita$o pela parte $urante o seu transcurso e
$es$e 1ue ocorra !oti%o 5usti4ca$o aceito pela A$!inistração.
> 2o ? ,aculta$o I A$!inistração& 1uan$o o con%oca$o não assinar o
ter!o $e contrato ou não aceitar ou retirar o instru!ento e1ui%alente no
pra6o e con$iç#es estaeleci$os& con%ocar os licitantes re!anescentes&
na or$e! $e classi4cação& para ,a6A.lo e! i"ual pra6o e nas !es!as
con$iç#es propostas pelo pri!eiro classi4ca$o& inclusi%e 1uanto aos
preços atuali6a$os $e con,or!i$a$e co! o ato con%ocat0rio& ou re%o"ar
a licitação in$epen$ente!ente $a co!inação pre%ista no art. D1 $esta
Lei.
> 7o Decorri$os F< 8sessenta= $ias $a $ata $a entre"a $as
propostas& se! con%ocação para a contratação& 4ca! os licitantes
liera$os $os co!pro!issos assu!i$os.
Seção IIIDa Alteração $os Contratos
Art. FC. Os contratos re"i$os por esta Lei po$erão ser altera$os&
co! as $e%i$as 5usti4cati%as& nos se"uintes casos@
I . unilateral!ente pela A$!inistração@
a= 1uan$o 3ou%er !o$i4cação $o pro5eto ou $as especi4caç#es&
para !el3or a$e1uação t/cnica aos seus o5eti%osB
= 1uan$o necess+ria a !o$i4cação $o %alor contratual e!
$ecorrAncia $e acr/sci!o ou $i!inuição 1uantitati%a $e seu o5eto& nos
li!ites per!iti$os por esta LeiB
II . por acor$o $as partes@
a= 1uan$o con%eniente a sustituição $a "arantia $e eJecuçãoB
= 1uan$o necess+ria a !o$i4cação $o re"i!e $e eJecução $a ora
ou ser%iço& e! co!o $o !o$o $e ,orneci!ento& e! ,ace $e %eri4cação
t/cnica $a inaplicaili$a$e $os ter!os contratuais ori"in+riosB
c= 1uan$o necess+ria a !o$i4cação $a ,or!a $e pa"a!ento& por
i!posição $e circunst'ncias super%enientes& !anti$o o %alor inicial
atuali6a$o& %e$a$a a antecipação $o pa"a!ento& co! relação ao
crono"ra!a 4nanceiro 4Ja$o& se! a correspon$ente contraprestação $e
,orneci!ento $e ens ou eJecução $e ora ou ser%içoB
$= 8EEMADO=.
$= para restaelecer a relação 1ue as partes pactuara! inicial!ente
entre os encar"os $o contrata$o e a retriuição $a a$!inistração para a
5usta re!uneração $a ora& ser%iço ou ,orneci!ento& o5eti%an$o a
!anutenção $o e1uilírio econL!ico.4nanceiro inicial $o contrato& na
3ip0tese $e sore%ire! ,atos i!pre%isí%eis& ou pre%isí%eis por/! $e
conse1QAncias incalcul+%eis& retar$a$ores ou i!pe$iti%os $a eJecução
$o a5usta$o& ou& ain$a& e! caso $e ,orça !aior& caso ,ortuito ou ,ato $o
príncipe& con4"uran$o +lea econL!ica eJtraor$in+ria e eJtracontratual.
8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 1o O contrata$o 4ca ori"a$o a aceitar& nas !es!as con$iç#es
contratuais& os acr/sci!os ou supress#es 1ue se 46ere! nas oras&
ser%iços ou co!pras& at/ 2CK 8%inte e cinco por cento= $o %alor inicial
atuali6a$o $o contrato& e& no caso particular $e re,or!a $e e$i,ício ou $e
e1uipa!ento& at/ o li!ite $e C<K 8cin1Qenta por cento= para os seus
acr/sci!os.
> 29 Gen3u! acr/sci!o ou supressão po$er+ eJce$er os li!ites
estaeleci$os no par+"ra,o anterior.
> 2o Gen3u! acr/sci!o ou supressão po$er+ eJce$er os li!ites
estaeleci$os no par+"ra,o anterior& sal%o@ 8Re$ação $a$a pela Lei n9
;.F:D& $e 1;;D=
I . 8EEMADO= 8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
II . as supress#es resultantes $e acor$o celera$o entre os
contratantes. 8Incluí$o pela Lei n9 ;.F:D& $e 1;;D=
> 7o Se no contrato não 3ou%ere! si$o conte!pla$os preços
unit+rios para oras ou ser%iços& esses serão 4Ja$os !e$iante acor$o
entre as partes& respeita$os os li!ites estaeleci$os no > 1o $este arti"o.
> :o Go caso $e supressão $e oras& ens ou ser%iços& se o
contrata$o 5+ 3ou%er a$1uiri$o os !ateriais e posto no local $os
traal3os& estes $e%erão ser pa"os pela A$!inistração pelos custos $e
a1uisição re"ular!ente co!pro%a$os e !onetaria!ente corri"i$os&
po$en$o caer in$eni6ação por outros $anos e%entual!ente $ecorrentes
$a supressão& $es$e 1ue re"ular!ente co!pro%a$os.
> Co Ruais1uer triutos ou encar"os le"ais cria$os& altera$os ou
eJtintos& e! co!o a super%eniAncia $e $isposiç#es le"ais& 1uan$o
ocorri$as ap0s a $ata $a apresentação $a proposta& $e co!pro%a$a
repercussão nos preços contrata$os& i!plicarão a re%isão $estes para
!ais ou para !enos& con,or!e o caso.
> Fo E! 3a%en$o alteração unilateral $o contrato 1ue au!ente os
encar"os $o contrata$o& a A$!inistração $e%er+ restaelecer& por
a$ita!ento& o e1uilírio econL!ico.4nanceiro inicial.
> Ho 8EEMADO=
> Do A %ariação $o %alor contratual para ,a6er ,ace ao rea5uste $e
preços pre%isto no pr0prio contrato& as atuali6aç#es& co!pensaç#es ou
penali6aç#es 4nanceiras $ecorrentes $as con$iç#es $e pa"a!ento nele
pre%istas& e! co!o o e!pen3o $e $otaç#es orça!ent+rias
suple!entares at/ o li!ite $o seu %alor corri"i$o& não caracteri6a!
alteração $o !es!o& po$en$o ser re"istra$os por si!ples apostila&
$ispensan$o a celeração $e a$ita!ento.
Seção IE Da EJecução $os Contratos
Art. FF. O contrato $e%er+ ser eJecuta$o 4el!ente pelas partes& $e
acor$o co! as cl+usulas a%ença$as e as nor!as $esta Lei& respon$en$o
ca$a u!a pelas conse1QAncias $e sua ineJecução total ou parcial.
Art. FH. A eJecução $o contrato $e%er+ ser aco!pan3a$a e
4scali6a$a por u! representante $a A$!inistração especial!ente
$esi"na$o& per!iti$a a contratação $e terceiros para assisti.lo e
susi$i+.lo $e in,or!aç#es pertinentes a essa atriuição.
> 1o O representante $a A$!inistração anotar+ e! re"istro pr0prio
to$as as ocorrAncias relaciona$as co! a eJecução $o contrato&
$eter!inan$o o 1ue ,or necess+rio I re"ulari6ação $as ,altas ou $e,eitos
oser%a$os.
> 2o As $ecis#es e pro%i$Ancias 1ue ultrapassare! a co!petAncia
$o representante $e%erão ser solicita$as a seus superiores e! te!po
3+il para a a$oção $as !e$i$as con%enientes.
Art. FD. O contrata$o $e%er+ !anter preposto& aceito pela
A$!inistração& no local $a ora ou ser%iço& para represent+.lo na
eJecução $o contrato.
Art. F;. O contrata$o / ori"a$o a reparar& corri"ir& re!o%er&
reconstruir ou sustituir& Is suas eJpensas& no total ou e! parte& o
o5eto $o contrato e! 1ue se %eri4care! %ícios& $e,eitos ou incorreç#es
resultantes $a eJecução ou $e !ateriais e!pre"a$os.
Art. H<. O contrata$o / respons+%el pelos $anos causa$os
$ireta!ente I A$!inistração ou a terceiros& $ecorrentes $e sua culpa ou
$olo na eJecução $o contrato& não eJcluin$o ou re$u6in$o essa
responsaili$a$e a 4scali6ação ou o aco!pan3a!ento pelo 0r"ão
interessa$o.
Art. H1. O contrata$o / respons+%el pelos encar"os traal3istas&
pre%i$enci+rios& 4scais e co!erciais resultantes $a eJecução $o contrato.
> 19 A ina$i!plAncia $o contrata$o& co! re,erAncia aos encar"os
estaeleci$os neste arti"o& não trans,ere I A$!inistração P-lica a
responsaili$a$e por seu pa"a!ento& ne! po$er+ onerar o o5eto $o
contrato ou restrin"ir a re"ulari6ação e o uso $as oras e e$i4caç#es&
inclusi%e perante o Re"istro $e I!0%eis.
> 29 A A$!inistração po$er+ eJi"ir& ta!/!& se"uro para "arantia
$e pessoas e ens& $e%en$o essa eJi"Ancia constar $o e$ital $a licitação
ou $o con%ite.
> 1o A ina$i!plAncia $o contrata$o& co! re,erAncia aos encar"os
traal3istas& 4scais e co!erciais não trans,ere I A$!inistração P-lica a
responsaili$a$e por seu pa"a!ento& ne! po$er+ onerar o o5eto $o
contrato ou restrin"ir a re"ulari6ação e o uso $as oras e e$i4caç#es&
inclusi%e perante o Re"istro $e I!0%eis. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 ;.<72&
$e 1;;C=
> 2o A A$!inistração P-lica respon$e soli$aria!ente co! o
contrata$o pelos encar"os pre%i$enci+rios resultantes $a eJecução $o
contrato& nos ter!os $o art. 71 $a Lei n9 D.212& $e 2: $e 5ul3o $e 1;;1.
8Re$ação $a$a pela Lei n9 ;.<72& $e 1;;C=
> 79 8Eeta$o=. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Art. H2. O contrata$o& na eJecução $o contrato& se! pre5uí6o $as
responsaili$a$es contratuais e le"ais& po$er+ sucontratar partes $a
ora& ser%iço ou ,orneci!ento& at/ o li!ite a$!iti$o& e! ca$a caso& pela
A$!inistração.
Art. H7. EJecuta$o o contrato& o seu o5eto ser+ recei$o@
I . e! se tratan$o $e oras e ser%iços@
a= pro%isoria!ente& pelo respons+%el por seu aco!pan3a!ento e
4scali6ação& !e$iante ter!o circunstancia$o& assina$o pelas partes e!
at/ 1C 81uin6e= $ias $a co!unicação escrita $o contrata$oB
= $e4niti%a!ente& por ser%i$or ou co!issão $esi"na$a pela
autori$a$e co!petente& !e$iante ter!o circunstancia$o& assina$o pelas
partes& ap0s o $ecurso $o pra6o $e oser%ação& ou %istoria 1ue
co!pro%e a a$e1uação $o o5eto aos ter!os contratuais& oser%a$o o
$isposto no art. F; $esta LeiB
II . e! se tratan$o $e co!pras ou $e locação $e e1uipa!entos@
a= pro%isoria!ente& para e,eito $e posterior %eri4cação $a
con,or!i$a$e $o !aterial co! a especi4caçãoB
= $e4niti%a!ente& ap0s a %eri4cação $a 1uali$a$e e 1uanti$a$e $o
!aterial e conse1Qente aceitação.
> 1o Gos casos $e a1uisição $e e1uipa!entos $e "ran$e %ulto& o
recei!ento ,ar.se.+ !e$iante ter!o circunstancia$o e& nos $e!ais&
!e$iante recio.
> 2o O recei!ento pro%is0rio ou $e4niti%o não eJclui a
responsaili$a$e ci%il pela soli$e6 e se"urança $a ora ou $o ser%iço&
ne! /tico.pro4ssional pela per,eita eJecução $o contrato& $entro $os
li!ites estaeleci$os pela lei ou pelo contrato.
> 7o O pra6o a 1ue se re,ere a alínea NN $o inciso I $este arti"o não
po$er+ ser superior a ;< 8no%enta= $ias& sal%o e! casos eJcepcionais&
$e%i$a!ente 5usti4ca$os e pre%istos no e$ital.
> :o Ga 3ip0tese $e o ter!o circunstancia$o ou a %eri4cação a 1ue
se re,ere este arti"o não sere!& respecti%a!ente& la%ra$o ou proce$i$a
$entro $os pra6os 4Ja$os& reputar.se.ão co!o reali6a$os& $es$e 1ue
co!unica$os I A$!inistração nos 1C 81uin6e= $ias anteriores I eJaustão
$os !es!os.
Art. H:. Po$er+ ser $ispensa$o o recei!ento pro%is0rio nos
se"uintes casos@
I . "Aneros perecí%eis e ali!entação prepara$aB
II . ser%iços pro4ssionaisB
III . oras e ser%iços $e %alor at/ o pre%isto no art. 27& inciso II&
alínea NaN& $esta Lei& $es$e 1ue não se co!pon3a! $e aparel3os&
e1uipa!entos e instalaç#es su5eitos I %eri4cação $e ,unciona!ento e
pro$uti%i$a$e.
Par+"ra,o -nico. Gos casos $este arti"o& o recei!ento ser+ ,eito
!e$iante recio.
Art. HC. Sal%o $isposiç#es e! contr+rio constantes $o e$ital& $o
con%ite ou $e ato nor!ati%o& os ensaios& testes e $e!ais pro%as eJi"i$os
por nor!as t/cnicas o4ciais para a oa eJecução $o o5eto $o contrato
corre! por conta $o contrata$o.
Art. HF. A A$!inistração re5eitar+& no to$o ou e! parte& ora&
ser%iço ou ,orneci!ento eJecuta$o e! $esacor$o co! o contrato.
Seção EDa IneJecução e $a Rescisão $os Contratos
Art. HH. A ineJecução total ou parcial $o contrato ense5a a sua
rescisão& co! as conse1QAncias contratuais e as pre%istas e! lei ou
re"ula!ento.
Art. HD. Constitue! !oti%o para rescisão $o contrato@
I . o não cu!pri!ento $e cl+usulas contratuais& especi4caç#es&
pro5etos ou pra6osB
II . o cu!pri!ento irre"ular $e cl+usulas contratuais& especi4caç#es&
pro5etos e pra6osB
III . a lenti$ão $o seu cu!pri!ento& le%an$o a A$!inistração a
co!pro%ar a i!possiili$a$e $a conclusão $a ora& $o ser%iço ou $o
,orneci!ento& nos pra6os estipula$osB
IE . o atraso in5usti4ca$o no início $a ora& ser%iço ou ,orneci!entoB
E . a paralisação $a ora& $o ser%iço ou $o ,orneci!ento& se! 5usta
causa e pr/%ia co!unicação I A$!inistraçãoB
EI . a sucontratação total ou parcial $o seu o5eto& a associação $o
contrata$o co! outre!& a cessão ou trans,erAncia& total ou parcial& e!
co!o a ,usão& cisão ou incorporação& não a$!iti$as no e$ital e no
contratoB
EII . o $esaten$i!ento $as $eter!inaç#es re"ulares $a autori$a$e
$esi"na$a para aco!pan3ar e 4scali6ar a sua eJecução& assi! co!o as
$e seus superioresB
EIII . o co!eti!ento reitera$o $e ,altas na sua eJecução& anota$as
na ,or!a $o > 1o $o art. FH $esta LeiB
IO . a $ecretação $e ,alAncia ou a instauração $e insol%Ancia ci%ilB
O . a $issolução $a socie$a$e ou o ,aleci!ento $o contrata$oB
OI . a alteração social ou a !o$i4cação $a 4nali$a$e ou $a estrutura
$a e!presa& 1ue pre5u$i1ue a eJecução $o contratoB
OII . ra6#es $e interesse p-lico& $e alta rele%'ncia e a!plo
con3eci!ento& 5usti4ca$as e $eter!ina$as pela !+Ji!a autori$a$e $a
es,era a$!inistrati%a a 1ue est+ suor$ina$o o contratante e eJara$as
no processo a$!inistrati%o a 1ue se re,ere o contratoB
OIII . a supressão& por parte $a A$!inistração& $e oras& ser%iços ou
co!pras& acarretan$o !o$i4cação $o %alor inicial $o contrato al/! $o
li!ite per!iti$o no > 1o $o art. FC $esta LeiB
OIE . a suspensão $e sua eJecução& por or$e! escrita $a
A$!inistração& por pra6o superior a 12< 8cento e %inte= $ias& sal%o e!
caso $e cala!i$a$e p-lica& "ra%e perturação $a or$e! interna ou
"uerra& ou ain$a por repeti$as suspens#es 1ue totali6e! o !es!o pra6o&
in$epen$ente!ente $o pa"a!ento ori"at0rio $e in$eni6aç#es pelas
sucessi%as e contratual!ente i!pre%istas $es!oili6aç#es e
!oili6aç#es e outras pre%istas& asse"ura$o ao contrata$o& nesses
casos& o $ireito $e optar pela suspensão $o cu!pri!ento $as ori"aç#es
assu!i$as at/ 1ue se5a nor!ali6a$a a situaçãoB
OE . o atraso superior a ;< 8no%enta= $ias $os pa"a!entos $e%i$os
pela A$!inistração $ecorrentes $e oras& ser%iços ou ,orneci!ento& ou
parcelas $estes& 5+ recei$os ou eJecuta$os& sal%o e! caso $e
cala!i$a$e p-lica& "ra%e perturação $a or$e! interna ou "uerra&
asse"ura$o ao contrata$o o $ireito $e optar pela suspensão $o
cu!pri!ento $e suas ori"aç#es at/ 1ue se5a nor!ali6a$a a situaçãoB
OEI . a não lieração& por parte $a A$!inistração& $e +rea& local ou
o5eto para eJecução $e ora& ser%iço ou ,orneci!ento& nos pra6os
contratuais& e! co!o $as ,ontes $e !ateriais naturais especi4ca$as no
pro5etoB
OEII . a ocorrAncia $e caso ,ortuito ou $e ,orça !aior& re"ular!ente
co!pro%a$a& i!pe$iti%a $a eJecução $o contrato.
Par+"ra,o -nico. Os casos $e rescisão contratual serão ,or!al!ente
!oti%a$os nos autos $o processo& asse"ura$o o contra$it0rio e a a!pla
$e,esa.
OEIII V $escu!pri!ento $o $isposto no inciso E $o art. 2H& se!
pre5uí6o $as sanç#es penais caí%eis. 8Incluí$o pela Lei n9 ;.DC:& $e
1;;;=
Art. H;. A rescisão $o contrato po$er+ ser@
I . $eter!ina$a por ato unilateral e escrito $a A$!inistração& nos
casos enu!era$os nos incisos I a OII e OEII $o arti"o anteriorB
II . a!i"+%el& por acor$o entre as partes& re$u6i$a a ter!o no
processo $a licitação& $es$e 1ue 3a5a con%eniAncia para a
A$!inistraçãoB
III . 5u$icial& nos ter!os $a le"islaçãoB
IE . 8EEMADO=
IE . 8Eeta$o=. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> 1o A rescisão a$!inistrati%a ou a!i"+%el $e%er+ ser prece$i$a $e
autori6ação escrita e ,un$a!enta$a $a autori$a$e co!petente.
> 2o Ruan$o a rescisão ocorrer co! ase nos incisos OII a OEII $o
arti"o anterior& se! 1ue 3a5a culpa $o contrata$o& ser+ este ressarci$o
$os pre5uí6os re"ular!ente co!pro%a$os 1ue 3ou%er so,ri$o& ten$o
ain$a $ireito a@
I . $e%olução $e "arantiaB
II . pa"a!entos $e%i$os pela eJecução $o contrato at/ a $ata $a
rescisãoB
III . pa"a!ento $o custo $a $es!oili6ação.
> 7o 8EEMADO=
> :o 8EEMADO=
> 79 8Eeta$o=.8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> :9 8Eeta$o=.8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
> Co Ocorren$o i!pe$i!ento& paralisação ou sustação $o contrato& o
crono"ra!a $e eJecução ser+ prorro"a$o auto!atica!ente por i"ual
te!po.
Art. D<. A rescisão $e 1ue trata o inciso I $o arti"o anterior acarreta
as se"uintes conse1QAncias& se! pre5uí6o $as sanç#es pre%istas nesta
Lei@
I . assunção i!e$iata $o o5eto $o contrato& no esta$o e local e!
1ue se encontrar& por ato pr0prio $a A$!inistraçãoB
II . ocupação e utili6ação $o local& instalaç#es& e1uipa!entos&
!aterial e pessoal e!pre"a$os na eJecução $o contrato& necess+rios I
sua continui$a$e& na ,or!a $o inciso E $o art. CD $esta LeiB
III . eJecução $a "arantia contratual& para ressarci!ento $a
A$!inistração& e $os %alores $as !ultas e in$eni6aç#es a ela $e%i$osB
IE . retenção $os cr/$itos $ecorrentes $o contrato at/ o li!ite $os
pre5uí6os causa$os I A$!inistração.
> 1o A aplicação $as !e$i$as pre%istas nos incisos I e II $este arti"o
4ca a crit/rio $a A$!inistração& 1ue po$er+ $ar continui$a$e I ora ou
ao ser%iço por eJecução $ireta ou in$ireta.
> 2o ? per!iti$o I A$!inistração& no caso $e concor$ata $o
contrata$o& !anter o contrato& po$en$o assu!ir o controle $e
$eter!ina$as ati%i$a$es $e ser%iços essenciais.
> 7o Ga 3ip0tese $o inciso II $este arti"o& o ato $e%er+ ser prece$i$o
$e autori6ação eJpressa $o *inistro $e Esta$o co!petente& ou Secret+rio
Esta$ual ou *unicipal& con,or!e o caso.
> :o A rescisão $e 1ue trata o inciso IE $o arti"o anterior per!ite I
A$!inistração& a seu crit/rio& aplicar a !e$i$a pre%ista no inciso I $este
arti"o.
Capítulo IEDAS SAGÇÕES AD*IGISMRAMIEAS E DA M(MELA Y(DICIAL
Seção IDisposiç#es Gerais
Art. D1. A recusa in5usti4ca$a $o a$5u$icat+rio e! assinar o
contrato& aceitar ou retirar o instru!ento e1ui%alente& $entro $o pra6o
estaeleci$o pela A$!inistração& caracteri6a o $escu!pri!ento total $a
ori"ação assu!i$a& su5eitan$o.o Is penali$a$es le"al!ente
estaeleci$as.
Par+"ra,o -nico. O $isposto neste arti"o não se aplica aos licitantes
con%oca$os nos ter!os $o art. F:& > 2o $esta Lei& 1ue não aceitare! a
contratação& nas !es!as con$iç#es propostas pelo pri!eiro
a$5u$icat+rio& inclusi%e 1uanto ao pra6o e preço.
Art. D2. Os a"entes a$!inistrati%os 1ue praticare! atos e!
$esacor$o co! os preceitos $esta Lei ou %isan$o a ,rustrar os o5eti%os
$a licitação su5eita!.se Is sanç#es pre%istas nesta Lei e nos
re"ula!entos pr0prios& se! pre5uí6o $as responsaili$a$es ci%il e
cri!inal 1ue seu ato ense5ar.
Art. D7. Os cri!es $e4ni$os nesta Lei& ain$a 1ue si!ples!ente
tenta$os& su5eita! os seus autores& 1uan$o ser%i$ores p-licos& al/!
$as sanç#es penais& I per$a $o car"o& e!pre"o& ,unção ou !an$ato
eleti%o.
Art. D:. Consi$era.se ser%i$or p-lico& para os 4ns $esta Lei& a1uele
1ue eJerce& !es!o 1ue transitoria!ente ou se! re!uneração& car"o&
,unção ou e!pre"o p-lico.
> 1o E1uipara.se a ser%i$or p-lico& para os 4ns $esta Lei& 1ue!
eJerce car"o& e!pre"o ou ,unção e! enti$a$e paraestatal& assi!
consi$era$as& al/! $as ,un$aç#es& e!presas p-licas e socie$a$es $e
econo!ia !ista& as $e!ais enti$a$es so controle& $ireto ou in$ireto& $o
Po$er P-lico.
> 2o A pena i!posta ser+ acresci$a $a terça parte& 1uan$o os
autores $os cri!es pre%istos nesta Lei ,ore! ocupantes $e car"o e!
co!issão ou $e ,unção $e con4ança e! 0r"ão $a A$!inistração $ireta&
autar1uia& e!presa p-lica& socie$a$e $e econo!ia !ista& ,un$ação
p-lica& ou outra enti$a$e controla$a $ireta ou in$ireta!ente pelo Po$er
P-lico.
Art. DC. As in,raç#es penais pre%istas nesta Lei pertine! Is
licitaç#es e aos contratos celera$os pela (nião& Esta$os& Distrito
)e$eral& *unicípios& e respecti%as autar1uias& e!presas p-licas&
socie$a$es $e econo!ia !ista& ,un$aç#es p-licas& e 1uais1uer outras
enti$a$es so seu controle $ireto ou in$ireto.
Seção IIDas Sanç#es A$!inistrati%as
Art. DF. O atraso in5usti4ca$o na eJecução $o contrato su5eitar+ o
contrata$o I !ulta $e !ora& na ,or!a pre%ista no instru!ento
con%ocat0rio ou no contrato.
> 1o A !ulta a 1ue alu$e este arti"o não i!pe$e 1ue a
A$!inistração rescin$a unilateral!ente o contrato e apli1ue as outras
sanç#es pre%istas nesta Lei.
> 2o A !ulta& aplica$a ap0s re"ular processo a$!inistrati%o& ser+
$esconta$a $a "arantia $o respecti%o contrata$o.
> 7o Se a !ulta ,or $e %alor superior ao %alor $a "arantia presta$a&
al/! $a per$a $esta& respon$er+ o contrata$o pela sua $i,erença& a 1ual
ser+ $esconta$a $os pa"a!entos e%entual!ente $e%i$os pela
A$!inistração ou ain$a& 1uan$o ,or o caso& cora$a 5u$icial!ente.
Art. DH. Pela ineJecução total ou parcial $o contrato a A$!inistração
po$er+& "aranti$a a pr/%ia $e,esa& aplicar ao contrata$o as se"uintes
sanç#es@
I . a$%ertAnciaB
II . !ulta& na ,or!a pre%ista no instru!ento con%ocat0rio ou no
contratoB
III . suspensão te!por+ria $e participação e! licitação e
i!pe$i!ento $e contratar co! a A$!inistração& por pra6o não superior a
2 8$ois= anosB
IE . $eclaração $e ini$onei$a$e para licitar ou contratar co! a
A$!inistração P-lica en1uanto per$urare! os !oti%os $eter!inantes
$a punição ou at/ 1ue se5a pro!o%i$a a reailitação perante a pr0pria
autori$a$e 1ue aplicou a penali$a$e& 1ue ser+ conce$i$a se!pre 1ue o
contrata$o ressarcir a A$!inistração pelos pre5uí6os resultantes e ap0s
$ecorri$o o pra6o $a sanção aplica$a co! ase no inciso anterior.
> 1o Se a !ulta aplica$a ,or superior ao %alor $a "arantia presta$a&
al/! $a per$a $esta& respon$er+ o contrata$o pela sua $i,erença& 1ue
ser+ $esconta$a $os pa"a!entos e%entual!ente $e%i$os pela
A$!inistração ou cora$a 5u$icial!ente.
> 2o As sanç#es pre%istas nos incisos I& III e IE $este arti"o po$erão
ser aplica$as 5unta!ente co! a $o inciso II& ,aculta$a a $e,esa pr/%ia $o
interessa$o& no respecti%o processo& no pra6o $e C 8cinco= $ias -teis.
> 7o A sanção estaeleci$a no inciso IE $este arti"o / $e
co!petAncia eJclusi%a $o *inistro $e Esta$o& $o Secret+rio Esta$ual ou
*unicipal& con,or!e o caso& ,aculta$a a $e,esa $o interessa$o no
respecti%o processo& no pra6o $e 1< 8$e6= $ias $a aertura $e %ista&
po$en$o a reailitação ser re1ueri$a ap0s 2 8$ois= anos $e sua aplicação.
8Ei$e art 1<; inciso III=
Art. DD. As sanç#es pre%istas nos incisos III e IE $o arti"o anterior
po$erão ta!/! ser aplica$as Is e!presas ou aos pro4ssionais 1ue& e!
ra6ão $os contratos re"i$os por esta Lei@
I . ten3a! so,ri$o con$enação $e4niti%a por praticare!& por !eios
$olosos& ,rau$e 4scal no recol3i!ento $e 1uais1uer triutosB
II . ten3a! pratica$o atos ilícitos %isan$o a ,rustrar os o5eti%os $a
licitaçãoB
III . $e!onstre! não possuir i$onei$a$e para contratar co! a
A$!inistração e! %irtu$e $e atos ilícitos pratica$os.
Seção IIIDos Cri!es e $as Penas
Art. D;. Dispensar ou ineJi"ir licitação ,ora $as 3ip0teses pre%istas
e! lei& ou $eiJar $e oser%ar as ,or!ali$a$es pertinentes I $ispensa ou
I ineJi"iili$a$e@
Pena . $etenção& $e 7 8trAs= a C 8cinco= anos& e !ulta.
Par+"ra,o -nico. Ga !es!a pena incorre a1uele 1ue& ten$o
co!pro%a$a!ente concorri$o para a consu!ação $a ile"ali$a$e&
ene4ciou.se $a $ispensa ou ineJi"iili$a$e ile"al& para celerar
contrato co! o Po$er P-lico.
Art. ;<. )rustrar ou ,rau$ar& !e$iante a5uste& co!inação ou
1ual1uer outro eJpe$iente& o car+ter co!petiti%o $o proce$i!ento
licitat0rio& co! o intuito $e oter& para si ou para outre!& %anta"e!
$ecorrente $a a$5u$icação $o o5eto $a licitação@
Pena . $etenção& $e 2 8$ois= a : 81uatro= anos& e !ulta.
Art. ;1. Patrocinar& $ireta ou in$ireta!ente& interesse pri%a$o
perante a A$!inistração& $an$o causa I instauração $e licitação ou I
celeração $e contrato& cu5a in%ali$ação %ier a ser $ecreta$a pelo Po$er
Yu$ici+rio@
Pena . $etenção& $e F 8seis= !eses a 2 8$ois= anos& e !ulta.
Art. ;2. A$!itir& possiilitar ou $ar causa a 1ual1uer !o$i4cação ou
%anta"e!& inclusi%e prorro"ação contratual& e! ,a%or $o a$5u$icat0rio&
$urante a eJecução $os contratos celera$os co! o Po$er P-lico& se!
autori6ação e! lei& no ato con%ocat0rio $a licitação ou nos respecti%os
instru!entos contratuais& ou& ain$a& pa"ar ,atura co! preterição $a
or$e! cronol0"ica $e sua apresentação@
Pena . $etenção& $e 2 8$ois= a : 81uatro= anos& e !ulta.
Art. ;2. A$!itir& possiilitar ou $ar causa a 1ual1uer !o$i4cação ou
%anta"e!& inclusi%e prorro"ação contratual& e! ,a%or $o a$5u$icat+rio&
$urante a eJecução $os contratos celera$os co! o Po$er P-lico& se!
autori6ação e! lei& no ato con%ocat0rio $a licitação ou nos respecti%os
instru!entos contratuais& ou& ain$a& pa"ar ,atura co! preterição $a
or$e! cronol0"ica $e sua eJi"iili$a$e& oser%a$o o $isposto no art. 121
$esta Lei@ 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Pena . $etenção& $e $ois a 1uatro anos& e !ulta. 8Re$ação $a$a pela
Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Par+"ra,o -nico. Inci$e na !es!a pena o contrata$o 1ue& ten$o
co!pro%a$a!ente concorri$o para a consu!ação $a ile"ali$a$e& ot/!
%anta"e! in$e%i$a ou se ene4cia& in5usta!ente& $as !o$i4caç#es ou
prorro"aç#es contratuais.
Art. ;7. I!pe$ir& perturar ou ,rau$ar a reali6ação $e 1ual1uer ato
$e proce$i!ento licitat0rio@
Pena . $etenção& $e F 8seis= !eses a 2 8$ois= anos& e !ulta.
Art. ;:. De%assar o si"ilo $e proposta apresenta$a e!
proce$i!ento licitat0rio& ou proporcionar a terceiro o ense5o $e $e%ass+.
lo@
Pena . $etenção& $e 2 8$ois= a 7 8trAs= anos& e !ulta.
Art. ;C. A,astar ou procura a,astar licitante& por !eio $e %iolAncia&
"ra%e a!eaça& ,rau$e ou o,ereci!ento $e %anta"e! $e 1ual1uer tipo@
Pena . $etenção& $e 2 8$ois= a : 81uatro= anos& e !ulta& al/! $a
pena correspon$ente I %iolAncia.
Par+"ra,o -nico. Incorre na !es!a pena 1ue! se ast/! ou
$esiste $e licitar& e! ra6ão $a %anta"e! o,ereci$a.
Art. ;F. )rau$ar& e! pre5uí6o $a )a6en$a P-lica& licitação
instaura$a para a1uisição ou %en$a $e ens ou !erca$orias& ou contrato
$ela $ecorrente@
I . ele%an$o aritraria!ente os preçosB
II . %en$en$o& co!o %er$a$eira ou per,eita& !erca$oria ,alsi4ca$a ou
$eteriora$aB
III . entre"an$o u!a !erca$oria por outraB
IE . alteran$o sust'ncia& 1uali$a$e ou 1uanti$a$e $a !erca$oria
,orneci$aB
E . tornan$o& por 1ual1uer !o$o& in5usta!ente& !ais onerosa a
proposta ou a eJecução $o contrato@
Pena . $etenção& $e 7 8trAs= a F 8seis= anos& e !ulta.
Art. ;H. A$!itir I licitação ou celerar contrato co! e!presa ou
pro4ssional $eclara$o ini$Lneo@
Pena . $etenção& $e F 8seis= !eses a 2 8$ois= anos& e !ulta.
Par+"ra,o -nico. Inci$e na !es!a pena a1uele 1ue& $eclara$o
ini$Lneo& %en3a a licitar ou a contratar co! a A$!inistração.
Art. ;D. Ostar& i!pe$ir ou $i4cultar& in5usta!ente& a inscrição $e
1ual1uer interessa$o nos re"istros ca$astrais ou pro!o%er
in$e%i$a!ente a alteração& suspensão ou cancela!ento $e re"istro $o
inscrito@
Pena . $etenção& $e F 8seis= !eses a 2 8$ois= anos& e !ulta.
Art. ;;. A pena $e !ulta co!ina$a nos arts. D; a ;D $esta Lei
consiste no pa"a!ento $e 1uantia 4Ja$a na sentença e calcula$a e!
ín$ices percentuais& cu5a ase correspon$er+ ao %alor $a %anta"e!
e,eti%a!ente oti$a ou potencial!ente au,erí%el pelo a"ente.
> 1o Os ín$ices a 1ue se re,ere este arti"o não po$erão ser
in,eriores a 2K 8$ois por cento=& ne! superiores a CK 8cinco por
cento= $o %alor $o contrato licita$o ou celera$o co! $ispensa ou
ineJi"iili$a$e $e licitação.
> 2o O pro$uto $a arreca$ação $a !ulta re%erter+& con,or!e o caso&
I )a6en$a )e$eral& Distrital& Esta$ual ou *unicipal.
Seção IEDo Processo e $o Proce$i!ento Yu$icial
Art. 1<<. Os cri!es $e4ni$os nesta Lei são $e ação penal p-lica
incon$iciona$a& caen$o ao *inist/rio P-lico pro!o%A.la.
Art. 1<1. Rual1uer pessoa po$er+ pro%ocar& para os e,eitos $esta
Lei& a iniciati%a $o *inist/rio P-lico& ,ornecen$o.l3e& por escrito&
in,or!aç#es sore o ,ato e sua autoria& e! co!o as circunst'ncias e!
1ue se $eu a ocorrAncia.
Par+"ra,o -nico. Ruan$o a co!unicação ,or %eral& !an$ar+ a
autori$a$e re$u6i.la a ter!o& assina$o pelo apresentante e por $uas
teste!un3as.
Art. 1<2. Ruan$o e! autos ou $ocu!entos $e 1ue con3ecere!& os
!a"istra$os& os !e!ros $os Mriunais ou Consel3os $e Contas ou os
titulares $os 0r"ãos inte"rantes $o siste!a $e controle interno $e
1ual1uer $os Po$eres %eri4care! a eJistAncia $os cri!es $e4ni$os nesta
Lei& re!eterão ao *inist/rio P-lico as c0pias e os $ocu!entos
necess+rios ao o,ereci!ento $a $en-ncia.
Art. 1<7. Ser+ a$!iti$a ação penal pri%a$a susi$i+ria $a p-lica&
se esta não ,or a5ui6a$a no pra6o le"al& aplican$o.se& no 1ue couer& o
$isposto nos arts. 2; e 7< $o C0$i"o $e Processo Penal.
Art. 1<:. Recei$a a $en-ncia e cita$o o r/u& ter+ este o pra6o $e
1< 8$e6= $ias para apresentação $e $e,esa escrita& conta$o $a $ata $o
seu interro"at0rio& po$en$o 5untar $ocu!entos& arrolar as teste!un3as
1ue ti%er& e! n-!ero não superior a C 8cinco=& e in$icar as $e!ais
pro%as 1ue preten$a pro$u6ir.
Art. 1<C. Ou%i$as as teste!un3as $a acusação e $a $e,esa e
pratica$as as $ili"Ancias instrut0rias $e,eri$as ou or$ena$as pelo 5ui6&
arir.se.+& sucessi%a!ente& o pra6o $e C 8cinco= $ias a ca$a parte para
ale"aç#es 4nais.
Art. 1<F. Decorri$o esse pra6o& e conclusos os autos $entro $e 2:
8%inte e 1uatro= 3oras& ter+ o 5ui6 1< 8$e6= $ias para pro,erir a sentença.
Art. 1<H. Da sentença cae apelação& interponí%el no pra6o $e C
8cinco= $ias.
Art. 1<D. Go processa!ento e 5ul"a!ento $as in,raç#es penais
$e4ni$as nesta Lei& assi! co!o nos recursos e nas eJecuç#es 1ue l3es
$i"a! respeito& aplicar.se.ão& susi$iaria!ente& o C0$i"o $e Processo
Penal e a Lei $e EJecução Penal.
Capítulo EDOS REC(RSOS AD*IGISMRAMIEOS
Art. 1<;. Dos atos $a A$!inistração $ecorrentes $a aplicação $esta
Lei cae!@
I . recurso& no pra6o $e C 8cinco= $ias -teis a contar $a inti!ação $o
ato ou $a la%ratura $a ata& nos casos $e@
a= 3ailitação ou inailitação $o licitanteB
= 5ul"a!ento $as propostasB
c= anulação ou re%o"ação $a licitaçãoB
$= in$e,eri!ento $o pe$i$o $e inscrição e! re"istro ca$astral& sua
alteração ou cancela!entoB
e= rescisão $o contrato& a 1ue se re,ere o inciso I $o art. HD $esta leiB
e= rescisão $o contrato& a 1ue se re,ere o inciso I $o art. H; $esta
LeiB 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
,= aplicação $as penas $e a$%ertAncia& suspensão te!por+ria ou $e
!ultaB
II . representação& no pra6o $e C 8cinco= $ias -teis $a inti!ação $a
$ecisão relaciona$a co! o o5eto $a licitação ou $o contrato& $e 1ue não
caia recurso 3ier+r1uicoB
III . pe$i$o $e reconsi$eração& $e $ecisão $e *inistro $e Esta$o& ou
Secret+rio Esta$ual ou *unicipal& con,or!e o caso& na 3ip0tese $o > : o
$o art. DH $esta Lei& no pra6o $e 1< 8$e6= $ias -teis $a inti!ação $o ato.
> 1o A inti!ação $os atos re,eri$os no inciso I& alíneas NaN& NN& NcN e
NeN& $este arti"o& eJcluí$os os relati%os a a$%ertAncia e !ulta $e !ora& e
no inciso III& ser+ ,eita !e$iante pulicação na i!prensa o4cial& sal%o
para os casos pre%istos nas alíneas NaN e NN& se presentes os prepostos
$os licitantes no ato e! 1ue ,oi a$ota$a a $ecisão& 1uan$o po$er+ ser
,eita por co!unicação $ireta aos interessa$os e la%ra$a e! ata.
> 2o O recurso pre%isto nas alíneas NaN e NN $o inciso I $este arti"o
ter+ e,eito suspensi%o& po$en$o a autori$a$e co!petente&
!oti%a$a!ente e presentes ra6#es $e interesse p-lico& atriuir ao
recurso interposto e4c+cia suspensi%a aos $e!ais recursos.
> 7o Interposto& o recurso ser+ co!unica$o aos $e!ais licitantes&
1ue po$erão i!pu"n+.lo no pra6o $e C 8cinco= $ias -teis.
> :o O recurso ser+ $iri"i$o I autori$a$e superior& por inter!/$io $a
1ue praticou o ato recorri$o& a 1ual po$er+ reconsi$erar sua $ecisão& no
pra6o $e C 8cinco= $ias -teis& ou& nesse !es!o pra6o& ,a6A.lo suir&
$e%i$a!ente in,or!a$o& $e%en$o& neste caso& a $ecisão ser pro,eri$a
$entro $o pra6o $e C 8cinco= $ias -teis& conta$o $o recei!ento $o
recurso& so pena $e responsaili$a$e.
> Co Gen3u! pra6o $e recurso& representação ou pe$i$o $e
reconsi$eração se inicia ou corre se! 1ue os autos $o processo este5a!
co! %ista ,ran1uea$a ao interessa$o.
> Fo E! se tratan$o $e licitaç#es e,etua$as na !o$ali$a$e $e
Ncarta con%iteN os pra6os estaeleci$os nos incisos I e II e no
par+"ra,o 7o $este arti"o serão $e $ois $ias -teis. 8Incluí$o pela Lei n9
D.DD7& $e 1;;:=
Capítulo EIDISPOSIÇÕES )IGAIS E MRAGSIM\RIAS
Art. 11<. Ga conta"e! $os pra6os estaeleci$os nesta Lei& eJcluir.
se.+ o $ia $o início e incluir.se.+ o $o %enci!ento& e consi$erar.se.ão os
$ias consecuti%os& eJceto 1uan$o ,or eJplicita!ente $isposto e!
contr+rio.
Par+"ra,o -nico. S0 se inicia! e %ence! os pra6os re,eri$os neste
arti"o e! $ia $e eJpe$iente no 0r"ão ou na enti$a$e.
Art. 111. A A$!inistração s0 po$er+ contratar& pa"ar& pre!iar ou
receer pro5eto ou ser%iço t/cnico especiali6a$o $es$e 1ue o autor ce$a
os $ireitos patri!oniais a ele relati%os e a A$!inistração possa utili6+.lo
$e acor$o co! o pre%isto no re"ula!ento $e concurso ou no a5uste para
sua elaoração.
Par+"ra,o -nico. Ruan$o o pro5eto re,erir.se a ora i!aterial $e
car+ter tecnol0"ico& insuscetí%el $e pri%il/"io& a cessão $os $ireitos
incluir+ o ,orneci!ento $e to$os os $a$os& $ocu!entos e ele!entos $e
in,or!ação pertinentes I tecnolo"ia $e concepção& $esen%ol%i!ento&
4Jação e! suporte ,ísico $e 1ual1uer nature6a e aplicação $a ora.
Art. 112. Ruan$o o o5eto $o contrato interessar a !ais $e u!a
enti$a$e p-lica& caer+ ao 0r"ão contratante& perante a enti$a$e
interessa$a& respon$er pela sua oa eJecução& 4scali6ação e pa"a!ento.
Par+"ra,o -nico. )ica ,aculta$o I enti$a$e interessa$a o
aco!pan3a!ento $a eJecução $o contrato.
> 1o Os cons0rcios p-licos po$erão reali6ar licitação $a 1ual& nos
ter!os $o e$ital& $ecorra! contratos a$!inistrati%os celera$os por
0r"ãos ou enti$a$es $os entes $a )e$eração consorcia$os. 8Incluí$o pela
Lei n9 11.1<H& $e 2<<C=
> 2o ? ,aculta$o I enti$a$e interessa$a o aco!pan3a!ento $a
licitação e $a eJecução $o contrato. 8Incluí$o pela Lei n9 11.1<H& $e
2<<C=
Art. 117. O controle $as $espesas $ecorrentes $os contratos e
$e!ais instru!entos re"i$os por esta Lei ser+ ,eito pelo Mriunal $e
Contas co!petente& na ,or!a $a le"islação pertinente& 4can$o os 0r"ãos
interessa$os $a A$!inistração respons+%eis pela $e!onstração $a
le"ali$a$e e re"ulari$a$e $a $espesa e eJecução& nos ter!os $a
Constituição e se! pre5uí6o $o siste!a $e controle interno nela pre%isto.
> 1o Rual1uer licitante& contrata$o ou pessoa ,ísica ou 5urí$ica
po$er+ representar ao Mriunal $e Contas ou aos 0r"ãos inte"rantes $o
siste!a $e controle interno contra irre"ulari$a$es na aplicação $esta Lei&
para os 4ns $o $isposto neste arti"o.
> 29 Os Mriunais $e Contas e os 0r"ãos inte"rantes $o siste!a $e
controle interno po$erão solicitar para eJa!e& antes $a aertura $as
propostas& c0pia $e e$ital $e licitação 5+ pulica$o& ori"an$o.se os
0r"ãos ou enti$a$es $a A$!inistração interessa$a I a$oção $as !e$i$as
correti%as 1ue& e! ,unção $esse eJa!e& l3es ,ore! $eter!ina$as.
> 2o Os Mriunais $e Contas e os 0r"ãos inte"rantes $o siste!a $e
controle interno po$erão solicitar para eJa!e& at/ o $ia -til
i!e$iata!ente anterior I $ata $e recei!ento $as propostas& c0pia $e
e$ital $e licitação 5+ pulica$o& ori"an$o.se os 0r"ãos ou enti$a$es $a
A$!inistração interessa$a I a$oção $e !e$i$as correti%as pertinentes
1ue& e! ,unção $esse eJa!e& l3es ,ore! $eter!ina$as. 8Re$ação $a$a
pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Art. 11:. O siste!a instituí$o nesta Lei não i!pe$e a pr/.
1uali4cação $e licitantes nas concorrAncias& a ser proce$i$a se!pre 1ue
o o5eto $a licitação reco!en$e an+lise !ais $eti$a $a 1uali4cação
t/cnica $os interessa$os.
> 1o A a$oção $o proce$i!ento $e pr/.1uali4cação ser+ ,eita
!e$iante proposta $a autori$a$e co!petente& apro%a$a pela
i!e$iata!ente superior.
> 2o Ga pr/.1uali4cação serão oser%a$as as eJi"Ancias $esta Lei
relati%as I concorrAncia& I con%ocação $os interessa$os& ao
proce$i!ento e I analise $a $ocu!entação.
Art. 11C. Os 0r"ãos $a A$!inistração po$erão eJpe$ir nor!as
relati%as aos proce$i!entos operacionais a sere! oser%a$os na
eJecução $as licitaç#es& no '!ito $e sua co!petAncia& oser%a$as as
$isposiç#es $esta Lei.
Par+"ra,o -nico. As nor!as a 1ue se re,ere este arti"o& ap0s
apro%ação $a autori$a$e co!petente& $e%erão ser pulica$as na
i!prensa o4cial.
Art. 11F. Aplica!.se as $isposiç#es $esta Lei& no 1ue couer& aos
con%Anios& acor$os& a5ustes e outros instru!entos con"Aneres
celera$os por 0r"ãos e enti$a$es $a A$!inistração.
> 1o A celeração $e con%Anio& acor$o ou a5uste pelos 0r"ãos ou
enti$a$es $a A$!inistração P-lica $epen$e $e pr/%ia apro%ação $e
co!petente plano $e traal3o proposto pela or"ani6ação interessa$a& o
1ual $e%er+ conter& no !íni!o& as se"uintes in,or!aç#es@
I . i$enti4cação $o o5eto a ser eJecuta$oB
II . !etas a sere! atin"i$asB
III . etapas ou ,ases $e eJecuçãoB
IE . plano $e aplicação $os recursos 4nanceirosB
E . crono"ra!a $e $ese!olsoB
EI . pre%isão $e início e 4! $a eJecução $o o5eto& e! assi! $a
conclusão $as etapas ou ,ases pro"ra!a$asB
EII . se o a5uste co!preen$er ora ou ser%iço $e en"en3aria&
co!pro%ação $e 1ue os recursos pr0prios para co!ple!entar a
eJecução $o o5eto estão $e%i$a!ente asse"ura$os& sal%o se o custo
total $o e!preen$i!ento recair sore a enti$a$e ou 0r"ão
$escentrali6a$or.
> 2o Assina$o o con%Anio& a enti$a$e ou 0r"ão repassa$or $ar+
ciAncia $o !es!o I Asse!l/ia Le"islati%a ou I C'!ara *unicipal
respecti%a.
> 7o As parcelas $o con%Anio serão liera$as e! estrita
con,or!i$a$e co! o plano $e aplicação apro%a$o& eJceto nos casos a
se"uir& e! 1ue as !es!as 4carão reti$as at/ o sanea!ento $as
i!proprie$a$es ocorrentes@
I . 1uan$o não ti%er 3a%i$o co!pro%ação $a oa e re"ular aplicação
$a parcela anterior!ente recei$a& na ,or!a $a le"islação aplic+%el&
inclusi%e !e$iante proce$i!entos $e 4scali6ação local& reali6a$os
perio$ica!ente pela enti$a$e ou 0r"ão $escentrali6a$or $os recursos ou
pelo 0r"ão co!petente $o siste!a $e controle interno $a A$!inistração
P-licaB
II . 1uan$o %eri4ca$o $es%io $e 4nali$a$e na aplicação $os recursos&
atrasos não 5usti4ca$os no cu!pri!ento $as etapas ou ,ases
pro"ra!a$as& pr+ticas atentat0rias aos princípios ,un$a!entais $e
A$!inistração P-lica nas contrataç#es e $e!ais atos pratica$os na
eJecução $o con%Anio& ou o ina$i!ple!ento $o eJecutor co! relação a
outras cl+usulas con%eniais +sicasB
III . 1uan$o o eJecutor $eiJar $e a$otar as !e$i$as sanea$oras
aponta$as pelo partícipe repassa$or $os recursos ou por inte"rantes $o
respecti%o siste!a $e controle interno.
> :o Os sal$os $e con%Anio& en1uanto não utili6a$os& serão
ori"atoria!ente aplica$os e! ca$ernetas $e poupança $e instituição
4nanceira o4cial se a pre%isão $e seu uso ,or i"ual ou superior a u! !As&
ou e! ,un$o $e aplicação 4nanceira $e curto pra6o ou operação $e
!erca$o aerto lastrea$a e! títulos $a $í%i$a p-lica& 1uan$o a
utili6ação $os !es!os %eri4car.se e! pra6os !enores 1ue u! !As.
> Co As receitas 4nanceiras au,eri$as na ,or!a $o par+"ra,o
anterior serão ori"atoria!ente co!puta$as a cr/$ito $o con%Anio e
aplica$as& eJclusi%a!ente& no o5eto $e sua 4nali$a$e& $e%en$o constar
$e $e!onstrati%o especí4co 1ue inte"rar+ as prestaç#es $e contas $o
a5uste.
> Fo Ruan$o $a conclusão& $en-ncia& rescisão ou eJtinção $o
con%Anio& acor$o ou a5uste& os sal$os 4nanceiros re!anescentes&
inclusi%e os pro%enientes $as receitas oti$as $as aplicaç#es 4nanceiras
reali6a$as& serão $e%ol%i$os I enti$a$e ou 0r"ão repassa$or $os
recursos& no pra6o i!prorro"+%el $e 7< 8trinta= $ias $o e%ento& so pena
$a i!e$iata instauração $e to!a$a $e contas especial $o respons+%el&
pro%i$encia$a pela autori$a$e co!petente $o 0r"ão ou enti$a$e titular
$os recursos.
Art. 11H. As oras& ser%iços& co!pras e alienaç#es reali6a$os pelos
0r"ãos $os Po$eres Le"islati%o e Yu$ici+rio e $o Mriunal $e Contas
re"e!.se pelas nor!as $esta Lei& no 1ue couer& nas trAs es,eras
a$!inistrati%as.
Art. 11D. Os Esta$os& o Distrito )e$eral& os *unicípios e as
enti$a$es $a a$!inistração in$ireta $e%erão a$aptar suas nor!as sore
licitaç#es e contratos ao $isposto nesta Lei.
Art. 11;. As socie$a$es $e econo!ia !ista& e!presas e ,un$aç#es
p-licas e $e!ais enti$a$es controla$as $ireta ou in$ireta!ente pela
(nião e pelas enti$a$es re,eri$as no arti"o anterior e$itarão
re"ula!entos pr0prios $e%i$a!ente pulica$os& 4can$o su5eitas Is
$isposiç#es $esta Lei.
Par+"ra,o -nico. Os re"ula!entos a 1ue se re,ere este arti"o& no
'!ito $a A$!inistração P-lica& ap0s apro%a$os pela autori$a$e $e
ní%el superior a 1ue esti%ere! %incula$os os respecti%os 0r"ãos&
socie$a$es e enti$a$es& $e%erão ser pulica$os na i!prensa o4cial.
Art. 12<. Os %alores 4Ja$os por esta lei serão auto!atica!ente
corri"i$os na !es!a perio$ici$a$e e proporção $a %ariação $o ]n$ice
Gacional $e Preços ao Consu!i$or 8IGPC=& co! ase no ín$ice $o !As $e
$e6e!ro $e 1;;1.
Art. 12<. Os %alores 4Ja$os por esta lei serão auto!atica!ente
corri"i$os na !es!a perio$ici$a$e e proporção $a %ariação $o ]n$ice
Geral $e Preços $o *erca$o 8IGP.*=& co! ase no ín$ice $o !As $e
$e6e!ro $e 1;;1. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Par+"ra,o -nico. O Po$er EJecuti%o )e$eral ,ar+ pulicar no Di+rio
O4cial $a (nião os no%os %alores o4cial!ente %i"entes por ocasião $e
ca$a e%ento cita$o no caput $este arti"o& $espre6an$o.se as ,raç#es
in,eriores a CrW 1.<<<&<< 8u! !il cru6eiros=.
Par+"ra,o -nico. O Po$er EJecuti%o )e$eral ,ar+ pulicar no Di+rio
O4cial $a (nião os no%os %alores o4cial!ente %i"entes por ocasião $e
ca$a e%ento cita$o no NcaputN $este arti"o& $espre6an$o.se as ,raç#es
in,eriores a CrW 1&<< 83u! cru6eiro real=. 8Re$ação $a$a pela Lei n9
D.DD7& $e 1;;:=
Art. 12<. Os %alores 4Ja$os por esta Lei po$erão ser anual!ente
re%istos pelo Po$er EJecuti%o )e$eral& 1ue os ,ar+ pulicar no Di+rio
O4cial $a (nião& oser%an$o co!o li!ite superior a %ariação "eral $os
preços $o !erca$o& no perío$o. 8Re$ação $a$a pela Lei n9 ;.F:D& $e
1;;D=
Art. 121. O $isposto nesta lei não se aplica Is licitaç#es instaura$as
e aos contratos assina$os anterior!ente I sua %i"Ancia.
Art. 121. O $isposto nesta Lei não se aplica Is licitaç#es instaura$as
e aos contratos assina$os anterior!ente I sua %i"Ancia& ressal%a$o o
$isposto no art. CH& nos par+"ra,os 1o& 2o e Do $o art. FC& no inciso OE $o
art. HD& e! assi! o $isposto no NcaputN $o art. Co& co! relação ao
pa"a!ento $as ori"aç#es na or$e! cronol0"ica& po$en$o esta ser
oser%a$a& no pra6o $e no%enta $ias conta$os $a %i"Ancia $esta Lei&
separa$a!ente para as ori"aç#es relati%as aos contratos re"i$os por
le"islação anterior I Lei no D.FFF& $e 21 $e 5un3o $e 1;;7. 8Re$ação
$a$a pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Par+"ra,o -nico. Os contratos relati%os a i!0%eis $o patri!Lnio $a
(nião continua! a re"er.se pelas $isposiç#es $o Decreto.lei no ;.HF<& $e
C $e sete!ro $e 1;:F& co! suas alteraç#es& e os relati%os a operaç#es
$e cr/$ito interno ou eJterno celera$os pela (nião ou a concessão $e
"arantia $o Mesouro Gacional continua! re"i$os pela le"islação
pertinente& aplican$o.se esta Lei& no 1ue couer.
Art. 122. Gas concess#es $e lin3as a/reas& oser%ar.se.+
proce$i!ento licitat0rio especí4co& a ser estaeleci$o no C0$i"o
Prasileiro $e Aeron+utica.
Art. 127. E! suas licitaç#es e contrataç#es a$!inistrati%as& as
repartiç#es se$ia$as no eJterior oser%arão as peculiari$a$es locais e os
princípios +sicos $esta Lei& na ,or!a $e re"ula!entação especí4ca.
Art. 12:. Esta Lei entra e! %i"or na $ata $e sua pulicação.
Art. 12:. Aplica!.se Is licitaç#es e aos contratos para per!issão ou
concessão $e ser%iços p-licos os $ispositi%os $esta Lei 1ue não
con[ite! co! a le"islação especí4ca sore o assunto. 8Re$ação $a$a
pela Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Par+"ra,o -nico. As eJi"Ancias conti$as nos incisos II a IE $o > 2o $o
art. Ho serão $ispensa$as nas licitaç#es para concessão $e ser%iços co!
eJecução pr/%ia $e oras e! 1ue não ,ora! pre%istos $ese!olso por
parte $a A$!inistração P-lica conce$ente. 8Incluí$o pela Lei n9 D.DD7&
$e 1;;:=
Art. 12C. Esta Lei entra e! %i"or na $ata $e sua pulicação.
8Renu!era$o por ,orça $o $isposto no art. 79 $a Lei n9 D.DD7& $e 1;;:=
Art. 12F. Re%o"a!.se as $isposiç#es e! contr+rio& especial!ente
os Decretos.leis nos 2.7<<& $e 21 $e no%e!ro $e 1;DF& 2.7:D& $e 2: $e
5ul3o $e 1;DH& 2.7F<& $e 1F $e sete!ro $e 1;DH& a Lei no D.22<& $e : $e
sete!ro $e 1;;1& e o art. D7 $a Lei no C.1;:& $e 2: $e $e6e!ro $e
1;FF. 8Renu!era$o por ,orça $o $isposto no art. 79 $a Lei n9 D.DD7& $e
1;;:=

cláusulas ou condições que comprometam, restrinjam ou frustrem o seu caráter competitivo e estabeleçam preferências ou distinções em razão da naturalidade, da sede ou domicílio dos licitantes ou de qualquer outra circunstância impertinente ou irrelevante para o específico objeto do contrato, ressalvado o disposto nos §§ 5o a 12 deste artigo e no art. 3 o da Lei no 8.248, de 23 de outubro de 1991. (Redação dada pela Medida Provisória nº 495, de 2010) I - admitir, prever, incluir ou tolerar, nos atos de convocação, cláusulas ou condições que comprometam, restrinjam ou frustrem o seu caráter competitivo, inclusive nos casos de sociedades cooperativas, e estabeleçam preferências ou distinções em razão da naturalidade, da sede ou domicílio dos licitantes ou de qualquer outra circunstância impertinente ou irrelevante para o específico objeto do contrato, ressalvado o disposto nos §§ 5o a 12 deste artigo e no art. 3o da Lei no 8.248, de 23 de outubro de 1991; (Redação dada pela Lei nº 12.349, de 2010) II - estabelecer tratamento diferenciado de natureza comercial, legal, trabalhista, previdenciária ou qualquer outra, entre empresas brasileiras e estrangeiras, inclusive no que se refere a moeda, modalidade e local de pagamentos, mesmo quando envolvidos financiamentos de agências internacionais, ressalvado o disposto no parágrafo seguinte e no art. 3o da Lei no 8.248, de 23 de outubro de 1991. § 2o Em igualdade de condições, como critério de desempate, será assegurada preferência, sucessivamente, aos bens e serviços: I - produzidos ou prestados por empresas brasileiras de capital nacional; (Revogado pela Lei nº 12.349, de 2010) II - produzidos no País; III - produzidos ou prestados por empresas brasileiras. I - produzidos no País; (Redação dada pela Medida Provisória nº 495, de 2010) II - produzidos ou prestados por empresas brasileiras; e (Redação dada pela Medida Provisória nº 495, de 2010) III - produzidos ou prestados por empresas que invistam em pesquisa e no desenvolvimento de tecnologia no País. (Redação dada pela Medida Provisória nº 495, de 2010) IV - produzidos ou prestados por empresas que invistam em pesquisa e no desenvolvimento de tecnologia no País. (Incluído pela Lei nº 11.196, de 2005) § 3o A licitação não será sigilosa, sendo públicos e acessíveis ao

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->