Página 1

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Pesquisa “Hábitos de Moradia de Pessoas com Idade Acima de 50 anos”

Relatório para a Construtora S. B. Mendes

Campinas, fevereiro de 1.996

Página 2

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Agenda
• Resumo executivo • Informações adicionais

Página 3

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

A pesquisa obteve dados sobre hábitos de moradia dos 136.442 habitantes de Campinas com idade superior a 50 anos (fonte: Fundação SEADE - 1994)
• 15,5 % da população de Campinas possui idade superior a 50 anos

54%

Mulheres

• Existe um equilíbrio entre o total de homens e mulheres – 54 % Mulheres – 46 % Homens
46%

Homens

Total de 136.442

Página 4

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

60% das pessoas com idade acima de 50 anos estão entre 50 e 59 anos
Entre 65 e 69 anos
15% 6%

Entre 70 e 74 anos

Entre 60 e 64 19% anos

60 %

33%

Entre 55 e 59 anos

Entre 50 e 54 anos

27%

Página 5

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

77 % dos entrevistados são casados

Viúvos
11%

Divorciados
6% 4% Solteiros 2%

Outros

77%

São Casados

Página 6

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Dividindo o gráfico anterior por idades identificamos que a maioria dos casados estão na faixa de 50 a 59 anos de idade

Casados (77 %) 50 - 59 anos 60 a 69 anos 70 a 74 anos 65.492

Viúvos (11 %) 5.448

Divorciados (6 %)

Solteiros (4 %) 1.364

5.457

32.746

8.189

2.729

1.364

6.822

1.364

--

--

Página 7

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Sendo que os casados na faixa de idade entre 50 e 59 anos de idade ainda possuem os filhos morando com eles
• A média de dependentes por grupos de idade cai conforme aumentamos a faixa etária: Entre 50 e 59 Entre 60 e 69 Ente 70 e 74 2,0 1,5 0,7

2 1,8 1,6 1,4 1,2 1 0,8 0,6 0,4 0,2 0 50 a 59 60 a 69 70 a 74

Página 8

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

89 % não recebem ajuda de parentes

1%

Até R$ 100,00

4% De R$ 100,00 a R$ 500,00 3 %De R$ 500,00 a R$ 1.000,00 2 % 1.500,00 1% 89%
De R$ 1.000,00 a R$

Não responderam

Não recebem ajuda de parentes

Página 9

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Este mesmo grupo predominante (50 - 59 anos) também possui o maior poder aquisitivo

Faixa Etária

Aposentadoria (67 %)

Imóveis (20 %)

Salário (65 %)

Abaixo de R$ 1.000,00

Acima de R$ 1.000,00

Abaixo de R$ 1.000,00

Acima de R$ 1.000,00

Abaixo de R$ 1.000,00

Acima de R$ 1.000,00

A maioria de alto poder econômico possuem idade entre 50 e 59 anos -- são casados e têm filhos

50 - 59 anos 60 a 69 anos 70 a 74 anos

33.147

13.330

10.574

6.140

22.668

38.393

26.446

9.041

5.799

3.070

10.350

7.388

6.024

3.684

682

--

2.982

--

Página 10

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

90 % dos entrevistados moram em residências próprias

Alugadas
10%

90%

Próprias

Página 11

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

79 % das residências são casas

Residem em Apartamentos

20% 1%

Residem em Sobrados

Residem em Casas

79%

Página 12

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

94 % dos entrevistados estão satisfeitos quanto ao tipo do imóvel

Insatisfeitos
6%

94%

Estão satisfeitos

Página 13

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

94 % dos entrevistados também estão satisfeitos quanto a localização do imóvel

Entre os insatisfeitos não foi identificada nenhuma predileção por região específica da cidade

Insatisfeitos
6%

94%

Estão satisfeitos

Página 14

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

75 % das residências têm 3 dormitórios ou mais

4 dormitórios
13% 3%

5 ou mais dormitórios

7% 1 dormitório

52%

2 dormitórios
25%

3 dormitórios

Página 15

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

88 % dos entrevistados estão satisfeitos quanto ao número de dormitórios

Insatisfeitos
12%

88%

Estão satisfeitos

Página 16

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Caso os entrevistados podessem escolher em qual residência viver, a maioria continuaria nas casas

Chácara
20%

Condomínio de casas

13%

19%

Apartamento

47%

Casa

Página 17

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

O principal motivo da escolha por casas foi o espaço para criação de plantas e animais domésticos

• Espaço para a criação de plantas, animais domésticos e estender roupas • Tradição -- nunca morou em outro tipo de residência • Espaço amplo para circulação do ar • Possibilidade de receber clientes em casa (autônomos/ profissionais liberais) • Liberdade para fazer festas, lavar o carro, ouvir música com volume alto, lavar as janelas com muita água e receber visitas dos filhos e netos • Relacionamento com os vizinhos é melhor -- menos atritos relacionados à privacidade • Não ter de pagar taxas, nem obedecer regulamentos, nem usar elevadores

Página 18

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Nos outros tipos de moradia os motivos são diversos, destacando-se: segurança, tranquilidade e liberdade

• Apartamentos: – Segurança – Não ter trabalho com lavar quintal, varrer o jardins e as calçadas • Sobrados: – Gostam de quartos separados do resto da casa – Gosta de dormir em lugar mais arejado, com janelas grandes • Chácaras: – Distância dos problemas urbanos e contato com a natureza • Condomínio de casas: – Segurança de apartamento com conforto de casa – Não ter muita gente morando no mesmo lugar

Página 19

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

As pessoas com idade acima de 50 anos não possuem preferência por nenhum tipo específico de vizinho -todos os tipos de pessoas são bem aceitos

70 60 50 40 30 20 10 0

63

1. Acima de 50 anos, sem filhos

50

57 49 46 44 39

2. Acima de 50 anos, com filhos adultos 3. Meia idade com filhos adultos 4. Meia idade com filhos adolescentes 5. Meia idade com filhos pequenos 6. Meia idade sem filhos 7. Recém casados sem filhos ou com filhos pequenos

1

2

3

4

5

6

7

Página 20

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Quando perguntamos se concordavam ou discordavam com um condomínio somente para pessoas acima de 50 anos a maior parte discordou (59 %) Tanto faz
35% 6%

Concordaram

Discordaram
59%

Página 21

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Somente os com idade acima de 60 anos (40%) realmente estavam pensando na solução como uma nova forma de morar (19.101)

Entre 60 e 69 anos

36%

4%

Entre 70 e 74 anos

Entre 50 e 59 anos

60%

Acharam a idéia interessante mas não aplicável

Página 22

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

7 % afirmaram que estão procurando um imóvel para comprar, ou seja 9.950 pessoas -- mesmo que apenas 26% (2.587) possuam renda acima de R$ 1.000,00
Apenas 26 % ou seja, 2.587 pessoas que estão procurando imóvel possuem renda superior a R$ 1.000,00
18%

Estão procurando um imóvel para comprar
93%

7%

A

40%

Não estão procurando

C
42%

B

Página 23

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Residir em uma casa destacou-se novamente como a opção desejada do grupo que está a procura de imóveis para comprar Chácaras
23%

U = 9.950 pessoas

Sobrados
3%

Apartamentos
15%

43%
15%

Condomínio de casas

Casas

Página 24

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Qualquer região tranquila e arborizada, vide área com circulos, seria satisfatória para os potenciais compradores (9.950)
B. Geraldo
o dr Pe D. ... d Ro I

Ch. Primavera Pq. Taquaral Castelo Guanabara Flamboyant Pq. S. Quirino Taquaral 20 Jd. Paineiras Cambuí Nova Campinas
C S aspin am sas ou

Sousas

Chapadão

N. aparecida

Botafogo Campo Grande
ste l-le Su

Bosque
Viaduto Cury

Guarani

Centro Pnte Preta
Linha Férrea

Ouro Verde

Du

mo nt

Campos Elíseos
s s do te ... an d. eir Ro and B
an tos

São Bernardo Nova Europa

.. d. Ro

d. S

Aeroporto

Jd. São José

Período da coleta: 15/11 à 20/12/95

Ro

an nh A a er gu

Página 25

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Concluímos que o empreendimento em estudo, destinado ao grupo selecionado por esta pesquisa, teria poucas chances de obter sucesso na região de Campinas
• O contingente estimado de pessoas com interesse em comprar um condomínio com as características do empreendimento estudado ficaria em torno de 3.100 pessoas • A grande maioria das pessoas com idade acima de 50 anos estão na faixa de 50 a 59 anos, residem em casas com mais de 3 dormitórios e, em média, possuem 2 filhos morando com eles • Do grupo que está procurando um novo lar, apenas 2.587 possuem renda acima de R$ 1.000 • Existe uma grande satisfação (maior que 94%) com o tipo e a localização do atual de imóvel

Página 26

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Informações Adicionais
I. II. III. IV. V. VI. Grupo pesquisado Estilo de vida Exposição à mídia Renda e investimentos Satisfação com a atual moradia Definição da moradia ideal

Página 27

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

I. Grupo Pesquisado

Página 28

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Foram realizadas 400 entrevistas em 20 bairros da cidade, onde residem as classes sociais de interesse para o estudo -- em média foram 20 entrevistas por bairro
B. Geraldo 20
o dr Pe D. ... d Ro I

Ch. Primavera 20 Pq. Taquaral Flamboyant 20 Castelo Pq. S. Quirino 20 20 21 Taquaral Guanabara 20 Jd. Paineiras 18 20 sas ou Nova Campinas -S Cambuí as pin Botafogo 10 am C 25 19
ste l-le Su
Viaduto Cury

Sousas 20

N. aparecida

Chapadão 20

Campo Grande

Bosque 21 Centro 23 Pnte Preta 20 Nova Europa 20

Guarani 20

Ouro Verde

an tos

Du

mo nt

Campos Elíseos
s s do te ... an d. eir Ro and B

São Bernardo 20
.. d. Ro

Linha Férrea

d. S

Aeroporto

Jd. São José

Período da coleta: 15/11 à 20/12/95

Ro

an nh A a er gu

Página 29

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

43 % das pessoas nesta idade já são aposentados -- entre as mulheres predominam as donas de casa com 30 %
Funcionário de empresa privada
8%

Funcionário Púb. Civil
7% 5% 4%

Profissional Liberal
3%

Autônomo

Empresário

30%

Dona de casa

72 %

43%

Aposentado

Página 30

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Em virtude dos objetivos comerciais do empreendimento imobiliário em estudo, introduzimos na pesquisa duas vezes mais indivíduos da Classe A, em detrimento da classe C

26%

Classe A

32%

Classe B

Classe C
42%

Página 31

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Em 75 % do total de lares visitados, os homens são os chefes da família -- a definição para o chefe da família foi: “aquele que contribui com a maior renda da casa”
Homens entrevistados (46 %) Mulher Mulheres entrevistadas (54 %)

6%
4%

29%

10%

Outros

Outros

90%

61%

O homem é o chefe

Página 32

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Em resumo, a grande maioria dos entrevistados estão na faixa de idade de 50 a 59 anos, são casados e o homem é a maior renda da casa • Por necessidade da pesquisa foram pesquisadas as classes A, B e C • Os entrevistados em sua maioria residem em casas • Possuem idade entre 50 e 59 anos -- as taxas de mortalidade são maiores a partir das faixas etárias acima de 60 anos • São casados • São aposentados ou donas de casa • Em sua maioria o homem é a maior renda da casa

Página 33

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

II. Estilo de vida

• Atividades de lazer • Animais domésticos e plantas • Locomoção e condução
– – – – – Frequência Os meios mais utilizados Os carros preferidos As marcas preferidas O tempo de vida da frota

Página 34

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

A atividade preferida de homens e mulheres acima de 50 anos é ficar em casa assitindo televisão, filmes de vídeo ou ouvindo música
90 80 70 60 50 40 30 20 10 0
85 % 81 %

Mulheres

64 % 55 % 58 % 51 %

54%

23 % 18 % 13 % 18 % 10 % 12 %

27 %

28 %

Mulheres Homens

46%
Homens

1
2 - Ler

2

3

4

5

6

7

1 - Caminhar/ Passear 3 - Teatro/ Cinema 4 - Música/ TV/ Vídeo

5 - Praticar Esportes 6 - Xadrez/ Dama/ Cartas 7 - Bares/ Restaurantes

Página 35

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Mais da metade dos entrevistados possuem animais domésticos em casa

Não possuem animais domésticos em casa

44%

56%

Possuem animais domésticos em casa

Página 36

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

6 % das pessoas que criam animais domésticos moram em apartamentos

Residem em Apartamentos
6% 2%

Residem em Sobrados

Residem em Casas

92%

Página 37

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Dos entrevistados que possuem animais, o cachorro é o animal preferido
Dos entrevistados que possuem animais: O cachorro é criado por 77 % dos entrevistados, com média de 1,74 por residência

O gato é criado por 17 % dos entrevistados, com média de 1,95 por residência

Os pássaros são criados por 21 % dos entrevistados, com média de 4 por residência

Página 38

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

A grande maioria (89%) dos entrevistados possui plantas em casa

Não possuem 11% plantas em casa

Possuem plantas em casa

89%

Página 39

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

As pessoas que possuem plantas vivem em sua maioria em casas

Residem em Apartamentos

17% 1%

Residem em Sobrados

Residem em Casas

82%

Página 40

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

As plantas se encontram igualmente em jardins, jarros e xaxins

58 %

Estão plantadas em jarros ou xaxins

42 % Estão plantadas em jardins ou quintais

Página 41

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

74 % dos entrevistados se utilizam de condução pelo menos uma vez na semana

Uma vez por mês Duas vezes por mês 10% 3% Uma vez na semana 5%
7% Raramente 1% Nunca

28%

Alguns dias na semana

74 %
46%

Todos os dias da semana

Página 42

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

O meio de transporte mais utilizado é o carro da casa

Utilizam ônibus
30% 1%

Utilizam táxi

Utilizam os carros próprios

69%

Página 43

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Dentre os que utilizam os próprios carros como meio de transporte, 70 % são os motoristas

As esposas/esposos dirigem
17%

12%

Parentes (filhos/netos) dirigem
1% Empregados

dirigem

Dirigem os próprios carros

70%

Página 44

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Os carros mais possuidos pelos entrevistados são Monza, Gol, Escort, Uno e Santana

18 16 14 12 10 8 6 4 2 0

18 % 17 % 11 % 11 % 8%

Monza

Gol

Escort

Uno Santana

Página 45

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

A marca de veículos preferida dos entrevistados é a Wolkswagem

60 50 40 30 20 10 0

52 % 38 % 28 % 17 % 12 %

VW

GM

Ford

Fiat Importados

Os importados incluem corros das marcas\ nacionais como: Tipo, Fiesta, Astra, Golf. etc

Página 46

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

93 % dos entrevistados possuem carros novos -veículos com menos de 5 anos de uso

70 60 50 40 30 20 10 0 15 % 11 %

66 %

93 %
27 %

28 %

89 5a

94 Ac im ad e9 5

é7

84

9

At

De e8

De 8

De 9

0a

0a

Página 47

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Podemos então resumir o estilo de vida dos entrevistados como pessoas que possuem uma vida caseira e sedentária • A atividade de lazer preferida é assistir vídeos, filmes e ouvir música • A grande maioria possui plantas e animais domésticos em casa • Possuem seu próprio meio de locomoção e o utilizam com frequência durante a semana • Possuem carros novos

Página 48

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

III. Exposição à mídia

• Horários que assitem TV • As redes de TV de maior audiência • Os jornais mais lidos

Página 49

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Os entrevistados preferem assistir T.V. a noite -- do período das 18 às 22 horas

Não assitem TV Período da Noite (18 - 22 h) Período da tarde (13 - 18 h) Período da manhã (06 - 12 h) 0

4%

86 %

9%

2% 50 100

Página 50

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Entre os que assitem televisão, 68 % consideram a Rede Globo a sua emissora preferida

Record Rede Bandeirantes TV a cabo SBT TV Cultura Rede Globo 0

2% 6% 10 % 11 % 12 % 63 % 20 40 60 80

A Rede Manchete foi citada por menos de 1 % dos entrevistados e portanto não aparecce no gráfico acima

Página 51

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Apenas 18 % dos entrevistados não lêem jornal -- o que mostra que o grupo selecionadas para o estudo são pessoas bem informadas

Não lêem jornal Outros Estado de São Paulo Diário do Povo Folha de São Paulo Correio Popular 0 4%

18 %

12 % 15 % 25 % 49 % 20 40 60

Página 52

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

A Rede Globo e o Jornal Correio Popular são os veículos de mídia que mais atingem o grupo selecionado para o estudo • Os entrevistados preferem assitir TV a noite • São pessoas que possuem o hábito de ler jornal • A Rede Globo possui a preferências entre as emissoras de TV • O jornal Correio Popular é o preferido entre os jornais

Página 53

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

IV. Renda e Investimentos

• Aposentadoria • Imóveis e telefones alugados • Salário • Ajuda de parentes

Página 54

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

67 % dos entrevistados possuem aposentadoria entre diferentes faixas de valores -- onde 33% estão na faixa de interesse, ou seja, acima de R$ 1.000,00
Não recebem aposentadoria

33%

4%
Não responderam

Até R$ 100,00

2% 10% 28%

Acima de R$ 1.500,00

De R$ 1.00,00 a R$ 1.500,00

6% 17%

De R$ 100,00 a R$ 500,00

De R$ 500,00 a R$ 1.000,00

Página 55

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

20 % possuem renda de imóveis alugados -- onde 7% possue o potencial desejado

0%

Até R$ 100,00 De R$ 100,00 a R$ 500,00 De R$ 500,00 a R$ 1.000,00 De R$ 1.00,00 a R$ 1.500,00 Acima de R$ 1.500,00 Não responderam

6%

Não possuem renda de imóveis alugados 80%

6% 3% 4% 1%

Página 56

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

65 % possuem salário referente a atividades profissionais -- onde 24% seriam potenciais compradores para o empreendimento

0%
55%

Até R$ 100,00 De R$ 100,00 a R$ 500,00

Não possuem renda referente a salário
24 %

7%

11%

De R$ 500,00 a R$ 1.000,00

6%
De R$ 1.00,00 a R$ 1.500,00

3%
Não responderam

18%
Acima de R$ 1.500,00

Página 57

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

6 % possuem renda referente a aluguel de telefones, que é uma renda que se compõem com as outras rendas já citadas

1%

Até R$ 100,00 De R$ 100,00 a R$ 500,00 Não responderam

4%

1%

94%

Não possuem renda de telefones alugados

Página 58

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Em resumo, dividindo os rendimentos anteriores por faixas de idades, indentificamos que o grupo de 50 a 59 anos possui o maior poder aquisitivo

Faixa Etária

Aposentadoria (67 %)

Imóveis (20 %)

Salário (65 %)

Abaixo de R$ 1.000,00

Acima de R$ 1.000,00

Abaixo de R$ 1.000,00

Acima de R$ 1.000,00

Abaixo de R$ 1.000,00

Acima de R$ 1.000,00

A maioria de alto poder econômico possuem idade entre 50 e 59 anos -- são casados e têm filhos

50 - 59 anos 60 a 69 anos 70 a 74 anos

33.147

13.330

10.574

6.140

22.668

38.393

26.446

9.041

5.799

3.070

10.350

7.388

6.024

3.684

682

--

2.982

--

Página 59

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

V. Satisfação com a atual moradia

• Tipo da residência • Número de dormitórios • Número de suites • Número de banheiros • Localização

Página 60

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

90 % dos entrevistados moram em residências próprias

Alugadas
10%

90%

Próprias

Página 61

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

79 % das residências são casas

Residem em Apartamentos

20% 1%

Residem em Sobrados

Residem em Casas

79%

Página 62

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

94 % dos entrevistados estão satisfeitos quanto ao tipo do imóvel

Insatisfeitos
6%

94%

Estão satisfeitos

Página 63

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

94 % dos entrevistados estão satisfeitos quanto a localização do imóvel

Entre os insatisfeitos não foi identificada nenhuma predileção por região específica da cidade

Insatisfeitos
6%

94%

Estão satisfeitos

Página 64

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

75 % das residências têm 3 dormitórios ou mais

4 dormitórios
13% 3%

5 ou mais dormitórios

7% 1 dormitório

52%

2 dormitórios
25%

3 dormitórios

Página 65

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

88 % dos entrevistados estão satisfeitos quanto ao número de dormitórios

Insatisfeitos
12%

88%

Estão satisfeitos

Página 66

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Os 12 % de insatisfeitos gostariam de possuir quatro dormitórios em sua moradia

5 ou mais dormitórios
13%

4% 1 dormitório
37%

4 dormitórios

23% 2 dormitórios

23%

3 dormitórios

Página 67

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

48 % das residências não possuem suites

2 suites
10% 3% 3 ou mais suites

39%

1 suite

48%

Nenhuma

Página 68

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

78 % dos entrevistados estão satisfeitos quanto ao número de suites

22%

Insatisfeitos

78%

Estão satisfeitos

Página 69

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Os 22 % de insatisfeitos gostariam de possuir uma suite em sua residência

2 suites
20%

3 ou mais suites
10%

6%

Nenhuma

64%

1 suite

Página 70

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

88 % dos entrevistados estão satisfeitos quanto ao número de banheiros da casa

Insatisfeitos
12%

88%

Estão satisfeitos

Página 71

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Os 12 % de insatisfeitos gostariam de possuir dois banheiros em sua residência

3 banheiros

4 ou mais banheiros
20% 7%

13% 1 banheiro

60%

2 banheiros

Página 72

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

A metragem quadrada média ideal para a moradia dos entrevistados é 195 m2 e aumenta conforme a classe social

Média geral

195

Classe C

165

Classe B

195

Classe A 0 100 200

245 300

Página 73

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

As facilidades externas mais importantes de se ter próximo à moradia são praças e áreas verdes, farmácia e padaria
Item: Padaria Açougue Ponto de ônibus Igreja Farmácia Mercearia Praças Ponto de táxi Posto de gasolina Video Locadora Banca de jornal Extremamente Importante 18 11 13 12 19 6 28 6 7 4 4 Muito Importante 39 30 25 26 36 24 35 25 22 16 19 Importante 38 43 40 39 40 44 28 38 44 30 44 Pouco Importante 4 14 15 16 3 20 7 24 20 32 21 Sem Importância 1 2 7 7 2 6 2 7 7 18 12

Página 74

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

As facilidades internas mais importantes de se ter no condomínio são enfermaria, jardim e garagem extra
Extremamente Importante 5 6 15 6 10 5 20 6 5 7 4 Muito Importante 20 28 33 20 28 28 28 18 16 16 14 Pouco Importante 21 15 10 22 11 25 14 27 27 20 29 Sem Importância 23 8 4 10 6 7 6 12 12 17 17

Item: Lavanderia Atividades em grupo Jardim Tv a cabo Garagem extra Sala de ginástica Enfermaria Playground Churrasqueira Piscina Sala de jogos

Importante 31 43 38 42 45 35 32 37 40 40 36

Página 75

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Em resumo, mesmo que os entrevistados entendam que seria melhor algumas facilidades hoje não existentes em suas atuais moradias, mais de 94% está satisfeito • 90% moram em residências próprias • 79% das residências são casas e 75% possuem mais de 3 dormitórios • 88% estão satisfeitos quanto ao número de dormitórios • 94% dos entrevistados estão satisfeitos quanto ao tipo de imóvel • 94% dos entrevistados estão satisfeitos quanto a localização do imóvel

Página 76

© IOPEQ / S. B. Mendes, 1.995

Ficha Técnica

Realização: Analistas Mercadológicos: Estatístico: Coord. de Campo: Tamanho da Amostra:

Período de coleta: Importante:

IOPEQ - Instituto de Opinião Pública, Estatística e Qualidade Ronaldo Nuzzi e Marcus Araújo Marcus Araújo (CONRE/SP: 7391-A) Marcos Gonzalez 400 pessoas acima de 50 anos de idade visitadas, de forma aleatória de acordo com a região da cidade (amostragem probabilística). O limite máximo sobre o erro nas estimativas é de 5 %. De 15 de novembro a 20 de dezembro de 1.995 Para este relatório foram utilizadas regras de arredondamento numérico visando facilitar ao entendimento.