PONTOS DE PRETO VELHO Oi lê lê, meu Deus do céu, que alegria!

O preto velho não carrega subervia Meu Deus do céu, isto aqui eu preferia A estrela d´alva no ponto do meio-dia Eu vou plantar nesse quintal pé-de-pinheiro Para mostrar como se quebra macumbeiro Lá no penacho bota abaixo na campanha Nesse terreiro, galo velho não apanha!

Oi isquidim, Oi isquidim, Oi isquidim, Oi Mujongo Olha lá no mar Olha lá no mar, Oi mujongo Bota mujongo no mar Sua terra é muito longe, Oi mujongo Ninguém pode ir lá Ninguém pode ir lá, oi mujongo Bota mujongo no mar

oi Sá Dona Para clarear Que brilha no céu? É lua Nova Oi que tem lá no céu É lua nova Deus lhe dê Boa Noite. Sá Dona Boa noite lhe dá Deus. eu vi! . Sá Dona Senhora do Rosário Foi quem me trouxe aqui A água do mar é santa Eu vi.Ora viva a estrela Ora Viva a glória Viva o rosário de Nª Senhora Na Bahia tem Vou mandar buscar Lampião de vidro. eu vi.

Vovó da Bahia chegou Saravando nesse congá Firma ponto. meu irmão Tira a casca do terreiro Não gosto de reportar Os tempos do cativeiro Quem vem de longe É Pai Jacinto de Angola (É vô Juvêncio de Angola) (É Pai Joâo de Angola) (É Pai Bento de Angola) Quem vem de longe É mãe Maria de Angola (É mãe Luzia de Angola) (É mae Joana de Angola) (É Mãe Zefa de Angola) Os seus cabelos brancos encaracolados Tem a brancura da pureza e da alegria São abençoados pelo filho de Maria Cateretê de Preto Velho . mi zi fio Que a vovó vai trabalhar E se você acredita E diz que é filho-de-fé Bate a cabeça e pede À vovó o que quiser Quebra coco.

Viva Ioiô Viva Nª Senhora O cativeiro já acabou Auiê. cativeirá Auê. meu cativeiro . meu cativeiro Meu cativeiro Meu cativerá Preto velho tava cansado Ia pra senzala.Como sai fumaça! Quando a lua lá no céu surgiu Clareou os caminhos de umbanda E na terra filho-de-fé já pediu Preto Velho ouviu Como é linda a nossa umbanda! Preto na senzala Bateu sua caixa Deu viva à Iaiá Preto na senzala bateu na sua caixa Deu viva à Ioiô Viva Iaiá. batia o tambor Preto velho dava viva à Iaiá Dava viva à Sinhá Dava viva ao Sinhô Cativeiro.

ele vem de Angola . é.Adorei as almas As almas me atenderem Eram santas almas Lá do cruzeiro É o vento que balança a folha Ô Guiné É. Pai Guiné É o vento que balança a folha As almas já acenderam o candeeiro Ê. lá no fundo do mar É nagô é É nagô é É nagô é Se ele é filho de nagô Seu padrinho é São José Lá vem vovô descendo a serra Com sua sacola É com a sua Rosária Com seu patuá. ê.

ô calunga Com dendê. eu quero ver Eu quero ver Se filho de pemba tem querer Que preto é esse. Vovô. é umbelê Umbelê é o rei de congo É congo. com dendê Preto Velho trabalha Com dendê Agora que eu quero ver Preto velho trabalha com dendê Congo ê.Eu quero ver. ô calunga É pai Joaquim. ô calunga Que chegou agora. é umbelê Umbelê é o naruê . congo ê Congo de sassaravá Congo de sassaravá Segura seus filhos Que Deus é maior É congo. ô calunga Que veio lá de Angola.

Que venha ver! Tá caindo fulô Tá caindo fulô Lá do céu Cá na terra . lê léo Ê de congo lê lê ô Caminhou. caminhou Preto velho caminhou Lá na Aruanda maior Preto velho caminhou Minha cachimba tem mironga Minha cachimba tem dendê Quem duvida da minha cachimba Que venha ver.Léu. léo. lê ô Ê de congo.

para viver junto a seus orixás.etc Flores: brancas Guias: lágrimas ou contas de Nossa Senhora (contas de rosários). rosários. bondosos. cura através das ervas. O Renascimento anuncia a iminência de uma mudança que constituirá uma boa surpresa. e apresentam-se tortos. capital de Angola). Regência Planetária : Saturno. para onde eles iriam depois de mortos. é preciso fazer um balanço do que aconteceu até agora e estar atento para o que está por vir. defumadores. fumo. resolução de problemas. para se preparar para a transformação iminente. velas. Seus trabalhos são de conselhos espirituais. marafo (aguardente). capengando. pacienciosos. bengalas. Ë lá do outro lado do oceano. morrem e renascem os fiéis. materiais. colares. passes. . eu vou Fica com Deus e Nª Senhora IORIMÁ (Pretos Velhos) Cor: branca Bebida: café/água de côco Saudação: saravá. etc. banquinhos. O desprendimento é a chave para a realização harmoniosa.Olelê. benção vovô. pai. tá caindo fulo A sineta do céu bateu Oxalá já diz que é hora Eu vou. Usam cachimbo ou pito. São simples. uma transformação positiva que tem sua origem no passado. e de lá eles vêm quando são chamados para ajudar seus “netos” Brasil e Aruanda formam um só coração onde vivem. canaliza a energia para novos caminhos. tolerantes. Mas só saberá apreciála quem estiver consciente de que tudo é temporário e é uma ilusão se entusiasmar demais com o presente. é ouro minhas almas. Elemento : Ar. eu vou. pois. limpeza da aura do consulente. Pretos velhos: Almas de negros e negras que morreram à época do cativeiro. psicológicos. Os escravos brasileiros criaram o mito da “Terra de Aruanda” (Luanda. que vivem os Pretos-Velhos. ao se unir aos seus deuses. libertando de falsas cadeias. como se os anos lhe pesassem no corpo.

o perfume é filtrado e guardado. por Pai João de Angola Do Povo de Benguela. etc) • • • • • • • Do Povo da Costa chefiada por Pai Cambinda Do Povo do Congo.) Perfume feito com álcool. Alguns chegam a levar pemba vermelha e rosas rubras ou papoulas. por Zum Guiné ou Pai Antônio de Guiné OFERENDA Rapadura Café Fumo Feijão preto OS PERFUMES DE AMOR DOS NAGÔS (M. Pétalas de Rosas Obi Orobô Pemba Essência de Patchuli Fava de Tonga ou do Divino Álcool Todos os ingredientes são postos a macerar no álcool durante alguns dias. essências e ervas. por Pai Francisco de Loanda Do Povo de Guiné. por Rei Congo Do Povo de Angola.F. por Pai Jerônimo de Moçambique Do Povo Loanda. .LINHA DE IORIMÁ (Iofá. por Pai Benguela Do Povo de Moçambique.H. Africana. depois. Um dos perfumes mais fortes leva os seguintes ingredientes : Essência de Almíscar Essência de Rosa. pós.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful