ORDO MISSÆ

Ordinário da Santa Missa Forma Ordinária do Rito Romano
Missale Romanum, editio typica tertia (MMII)
Pastoral dos Acólitos Paróquia Santíssima Trindade Arquidiocese de Florianópolis

Ordo Missæ – Ordinário da Missa – Latim/Português

Ordo Missæ – Ordinário da Missa – Latim/Português

ORAÇÕES PARA ANTES DA MISSA / COMUNHÃO
DE SÃO BASÍLIO MAGNO
Senhor Jesus Cristo, nosso Deus soberano, fonte da vida e imortalidade, Criador de todos os seres, visíveis e invisíveis, Filho eterno e unigênito de Deus eterno, que por Vossa inefável benevolência desejastes nos últimos dias revestir-Vos de corpo, ser crucificado e sepultado por causa de nós, indignos e maldosos, e renovar com Vosso Sangue nossa natureza corroída pelo pecado; Vós, Rei imortal, recebei a penitência deste pecador. Reclinai-Vos para mim e ouvi-me: pequei, Senhor, pequei perante o Céu e perante Vós, e já não sou digno de olhar para as alturas de Vossa glória. Enfureci Vossa bondade, transgredi as Vossas Leis e desobedeci Vossa vontade. Mas Vós, bondoso Senhor, paciente e misericordiosíssimo, não me deixastes perecer com toda a minha iniquidade, sempre aguardando o meu arrependimento. Vós dissestes, ó Senhor, a Vossos profetas: “não desejo a morte do pecador, mas que ele se arrependa e viva eternamente”. Vós não desejais, ó Soberano, que a obra de Vossas mãos pereça, nem Vos apetece a perdição do homem, mas desejais que todos se salvem e cheguem ao conhecimento da Verdade. Por isso eu mesmo sendo indigno do Céu, da terra e desta vida passageira, pois estou submerso no pecado e afundado nas paixões - sou, porém, obra e criatura de Vossas mãos, e por isso não me desespero da Salvação, mas me entrego todo à Vossa infinita misericórdia. Recebeime, ó Senhor benevolente, como recebestes a meretriz, o ladrão, o publicano e o pecador, e perdoai todos os meus pesados pecados. Vós que redimistes os pecados do mundo, que curais as doenças dos sofredores, que chamais a Vós os trabalhadores e sofredores e os consolais; que viestes para chamar não os justos, mas os pecadores, para o arrependimento e a penitência, limpai-me de toda iniquidade do corpo e da alma, e ensinai-me a praticar a santidade do Vosso temor. E, tendo assim limpa a consciência e recebendo os Vossos santos dons, uni-me aos Vossos santíssimos Corpo e Sangue e tende a Vós vivendo em mim, com o Pai e o Espírito Santo. Ó Senhor Jesus Cristo, Deus meu, que esta comunhão dos Vossos santos dons não seja para meu juízo, nem para enfraquecimento do corpo e da minha alma, pois sei que Os recebo indignamente. Porém, Senhor, até o meu último suspiro permitai-me receber sem condenação os Vossos santos Mistérios, unir-me ao Espírito Santo, receber a vida eterna e uma sentença favorável no Vosso Juízo Final, para que, assim, eu esteja entre os escolhidos e seja participante dos bens eternos que preparastes, Senhor, para os que Vos amam, nos quais sois bendito por todos os séculos dos séculos. Amém.

AÇÃO DE GRAÇAS DEPOIS DA MISSA / COMUNHÃO
ANIMA CHRISTI (SANTO INÁCIO DE LOYOLA)
Anima Christi, sanctifica me. Corpus Christi, salva me. Sanguis Christi, inebria me. Aqua lateris Christi, lava me. Passio Christi, conforta me. O bone Iesu, exaudi me. Intra tua vulnera absconde me. Ne permittas me separari a te. Ab hoste maligno defende me. In hora mortis meae voca me. Et iube me venire ad te, Ut cum Sanctis tuis laudem te in saecula saeculorum. Amen. Alma de Cristo, santificai-me; Corpo de Cristo, salvai-me; Sangue de Cristo, inebriai-me; Água do lado de Cristo, lavai-me; Paixão de Cristo, confortai-me; dentro de Vossas chagas escondei-me; não permitais que eu me separe de Vós; do espírito maligno defendei-me; na hora da morte chamai-me, e mandai-me ir para Vós, para que com Vossos Santos Vos louve por todos os séculos dos séculos. Amém.

DE SANTO AMBRÓSIO
Senhor Jesus Cristo, eu, pecador, não presumindo dos meus próprios méritos, mas confiando na vossa bondade e misericórdia, temo entretanto e hesito em aproximar-me da mesa do vosso doce convívio. Pois meu corpo e meu coração estão manchados por muitas faltas, e não guardei com cuidado o meu espírito e a minha língua. Por isso, ó bondade divina e temível majestade, na minha miséria recorro a Vós, fonte de misericórdia; corro para junto de Vós a fim de ser curado, refugio-me na vossa proteção, anseio ter como Salvador Aquele que não posso suportar como Juiz. Senhor, eu Vos mostro as minhas chagas e Vos revelo a minha vergonha. Sei que os meus pecados são muitos e grandes, e temo por causa deles, mas espero na vossa infinita misericórdia. Olhai-me, pois, com os vossos olhos misericordiosos, Senhor Jesus Cristo, Rei eterno, Deus e homem, crucificado por causa do homem. Escutai-me, pois espero em Vós; tende piedade de mim, cheio de misérias e pecados, Vós que jamais deixareis de ser para nós fonte de compaixão. Salve, Vítima salvadora, oferecida no patíbulo da Cruz por mim e por todos os homens. Salve, nobre e precioso Sangue, que brotas das chagas do meu Senhor Jesus Cristo crucificado e lavas os pecados do mundo inteiro. Lembrai-Vos, Senhor, da vossa criatura resgatada por vosso Sangue. Arrependo-me de ter pecado, desejo reparar o que fiz. Livrai-me, ó Pai clementíssimo, de todas as minhas iniqüidades e pecados, para que, inteiramente purificado, mereça participar dos Santos Mistérios. E concedei que o vosso Corpo e o vosso Sangue que eu embora indigno me preparo para receber, sejam perdão para os meus pecados e completa purificação de minhas faltas. Que eles afastem de mim os maus pensamentos e despertem os bons sentimentos; tornem eficazes as obras que Vos agradam, e protejam meu corpo e minha alma contra as ciladas dos meus inimigos. Amém.
1

DE SANTO TOMÁS
Dou-Vos graças, Senhor santo, Pai onipotente, Deus eterno, a Vós que, sem merecimento algum de minha parte, mas por efeito de Vossa misericórdia, Vos dignastes saciar-me, sendo eu pecador e Vosso indigno servo, com o Corpo adorável e com o Sangue precioso do Vosso Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo. Eu Vos peço que esta comunhão não me seja imputada como uma falta digna de castigo, mas interceda eficazmente para alcançar o meu perdão; seja a armadura da minha Fé e o escudo da minha boa vontade; livre-me de meus vícios; apague os meus maus desejos; mortifique a minha concupiscência; aumente em mim a caridade e a paciência, a humildade, a obediência e todas as virtudes; sirva-me de firme defesa contra os embustes de todos os meus inimigos, tanto visíveis como invisíveis; serene e regule perfeitamente todos os movimentos, tanto de minha carne como de meu espírito; una-me firmemente a Vós, que sois o único e verdadeiro Deus; e seja, enfim, a feliz consumação de meu destino. Dignai-Vos, Senhor, eu Vos suplico, conduzir-me a mim, pecador, a esse inefável festim onde, com o Vosso Filho e o Espírito Santo, sois para os Vossos santos luz verdadeira, gozo pleno e alegria eterna, cúmulo de delícias e felicidade perfeita. Pelo mesmo Jesus Cristo, Senhor Nosso, Amém.

DE SÃO BASÍLIO MAGNO
Ó Cristo, Deus soberano, Rei dos séculos e Criador de todas as coisas, agradeço-Vos por todos os bens que me tendes dado e pela comunhão dos Vossos puríssimos e vivificantes Mistérios. Rogo-Vos, misericordioso amante da humanidade: guardai-me sob a Vossa proteção e à sombra de Vossas asas, e concedei-me com consciência pura, até o meu último suspiro, receber dignamente os Vossos santos dons para a remissão dos pecados e para alcançar a vida eterna. Pois sois Vós o Pão da Vida, a fonte da santidade, o doador dos bens; a Vós rendemos glória, juntamente com o Pai e o Espírito Santo, agora e para sempre, pelos séculos dos séculos. Amém..

ORAÇÃO À NOSSA SENHORA
Ó Maria, Virgem e Mãe santíssima, eis que recebi o vosso amado Filho, que concebestes em vosso seio imaculado e destes à luz, amamentastes e estreitastes com ternura em vossos braços. Eis que humildemente e com todo amor vos apresento e ofereço de novo aquele mesmo cuja face vos alegrava e enchia de delícias, para que, tomando-o em vossos braços e amando-o de todo o coração, o apresenteis à Santíssima Trindade em supremo culto de adoração, para vossa honra e glória, por minhas necessidades e pelas de todo o mundo. Peço-vos pois, ó Mãe compassiva, que imploreis a Deus o perdão dos meus pecados, graças abundantes para servi-lo mais fielmente e a perseverança final, para que convosco possa louvá-lo para sempre. Amém.

ORAÇÃO A N. S. J. C. CRUCIFICADO
Eis-me aqui, ó bom e dulcíssimo Jesus! De joelhos me prostro em vossa presença e vos suplico com todo o fervor de minha alma que vos digneis gravar no meu coração os mais vivos sentimentos de fé, esperança e caridade, verdadeiro arrependimento de meus pecados e firme propósito de emenda, enquanto vou considerando, com vivo afeto e dor, as vossas cinco chagas, tendo diante dos olhos aquilo que o profeta Davi já vos fazia dizer, ó bom Jesus: “Traspassaram minhas mãos e meus pés, e contaram todos os meus ossos” (Sl 21,17-18).
Pastoral dos Acólitos – Paróquia da Santíssima Trindade – Florianópolis – SC

Pastoral dos Acólitos – Paróquia da Santíssima Trindade – Florianópolis – SC

10

Ordo Missæ – Ordinário da Missa – Latim/Português

Ordo Missæ – Ordinário da Missa – Latim/Português

S. Pax Dómini sit semper vobíscum. P. Et cum spíritu tuo. (S. Offerte vobis pacem.) Fractio Panis P. Agnus Dei, qui tollis peccáta mundi: miserére nobis. Agnus Dei, qui tollis peccáta mundi: miserére nobis. Agnus Dei. qui tollis peccáta mundi: dona nobis pacem. S. Ecce Agnus Dei, ecce qui tollit peccáta mundi. Beáti qui ad cenam Agni vocáti sunt. P. Dómine, non sum dignus(a), ut intres sub tectum meum, sed tantum dic verbo et sanábitur ánima mea.

S. A paz do Senhor esteja sempre convosco. P. O amor de Cristo nos uniu. (S. Saudai-vos em Cristo Jesus. ) Fração do Pão P. Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós. Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós. Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz. S. Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. Felizes os convidados para a ceia do Senhor. P. Senhor, eu não sou digno(a) de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo(a).

ORAÇÕES PARA ANTES DA MISSA / COMUNHÃO
DE SANTO TOMÁS
Ó Deus Eterno e Todo-Poderoso, eis que me aproximo do sacramento do Vosso Filho único, Nosso Senhor Jesus Cristo. Impuro, venho à fonte da misericórdia; cego, à luz da eterna claridade; pobre e indigente, ao Senhor do céu e da terra. Imploro, pois, a abundância da Vossa liberalidade, para que Vos digneis curar minha fraqueza, lavar minhas manchas, iluminar minha cegueira, enriquecer minha pobreza, vestir minha nudez. Que eu receba o Pão dos anjos, o Rei dos reis e o Senhor dos senhores, com o respeito e humildade, com a contrição e devoção, com a pureza da fé, com o propósito e intenção que convém à salvação de minha alma. Dai-me que receba não só o Sacramento do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus Cristo, mas também seu efeito e sua força. Ó Deus de mansidão, fazei-me acolher com tais disposições o Corpo que Vosso Filho único, Nosso Senhor Jesus Cristo, recebeu da Virgem Maria. Que eu seja incorporado ao Seu Corpo Místico e contado entre Seus membros. Ó Pai cheio de amor, fazei que, recebendo agora Vosso Filho sob o véu do sacramento, possa eternamente contemplá-lo face a face. Amém.

DE SÃO JOÃO CRISÓSTOMO
Creio, Senhor, e confesso que em verdade Vós sois o Cristo, Filho de Deus vivo, e que viestes ao mundo para salvar os pecadores, dos quais sou o primeiro. Creio ainda que este é o Vosso puríssimo Corpo e que este é o Vosso próprio precioso Sangue. Suplico-Vos, pois, tende misericórdia de mim e perdoai-me as minhas faltas voluntárias e involuntárias, que cometi por palavras ou ações, com conhecimento ou por ignorância, e concedei-me sem condenação receber Vossos puríssimos Mistérios para remissão dos pecados e para a vida eterna, Amém. Da Tua Ceia Mística, aceita-me hoje como participante, ó Filho de Deus; pois não revelarei o Teu Mistério aos Teus inimigos, nem Te darei o beijo como Judas, mas como o ladrão me confesso: lembra-Te de mim, Senhor, no Teu Reino, Que não seja para meu juízo ou condenação, a recepção de Teus Santos Mistérios, Senhor, mas para a cura da alma e do corpo.

ANT. AD COMMUNIONEM
S. (secundum diem) Communio S. Corpus Christi. P. Amen.

ANTÍFONA DA COMUNHÃO
S. (de acordo com o dia) Comunhão S. O Corpo de Cristo. P. Amém.

POST COMMUNIONEM
S. Orémus… P. Amen.

DEPOIS DA COMUNHÃO
S. Oremos:... P. Amém.

MÉTODO CURTO E DEVOTO, PARA ASSISTIR COM FRUTO À SANTA MISSA
(SÃO LEONARDO DE PORTO-MAURÍCIO, AS EXCELÊNCIAS DA SANTA MISSA)
Era opinião de São João Crisóstomo, opinião aprovada e confirmada por São Gregório, no quarto de seus Diálogos, que, no momento em que o padre celebra a Missa, os céus se abrem, e multidões de Anjos descem do Paraíso para assistir ao Santo Sacrifício. São Nilo abade, discípulo do mesmo São João Crisóstomo, afirma que via, quando este santo doutor celebrava, uma grande multidão daqueles espíritos celestes assistindo os ministros sagrados em suas augustas funções. Eis o meio mais adequado para assistir com fruto à Santa Missa: consiste em irdes à igreja como se fôsseis ao Calvário, e de vos comportardes diante do altar, como o faríeis diante do trono de DEUS, em companhia dos Santos Anjos. Vede, por conseguinte, que modéstia, que respeito, que recolhimento são necessários para receber o fruto e as graças que DEUS costuma conceder àqueles que honram, com sua piedosa atitude, mistérios tão santos. Entre os hebreus, enquanto se celebravam os sacrifícios da antiga Lei, nos quais se ofereciam apenas touros, cordeiros e outros animais, era coisa digna de admiração ver com quanto recolhimento, modéstia e silêncio o povo todo acompanhava. E, se bem que o número de assistentes fosse incalculável, além dos setecentos ministros que sacrificavam, parecia, no entanto, que o templo estava vazio, pois não se ouvia o menor ruído, nem um sopro. Ora, se havia tanto respeito e veneração por esses sacrifícios que, afinal, não eram mais que uma sombra e figura do nosso, que silêncio, que atenção, que devoção não merece a Santa Missa, na qual o próprio Cordeiro Imaculado, o Verbo de DEUS, se imola por nós?! Bem o compreendia Santo Ambrósio. No testemunho de Cesário, quando ele celebrava a Santa Missa, após o Evangelho virava-se para o povo e o exortava a um piedoso recolhimento e impunha a todos guardar o mais rigoroso silêncio, não só proibindo a menor palavra, mas ainda abstendo-se de tossir ou fazer qualquer ruído. E era obedecido. Quem quer que assistisse à Santa Missa do santo Bispo, sentia-se tomado de profundo respeito e comovido até ao fundo da alma, tirando assim grande proveito e acréscimo de graças.
Pastoral dos Acólitos – Paróquia da Santíssima Trindade – Florianópolis – SC 2

RITUS CONCLUSIONIS
S. Dóminus vobíscum. P. Et cum spíritu tuo. Benedictio S. Benedícat vos omnípotens Deus, Pater, et Filius, + et Spíritus Sanctus. P. Amen. S. Ite, missa est. P. Deo gratias.

RITOS FINAIS
S. O Senhor esteja convosco. P. Ele está no meio de nós. Benção S. Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho + e Espírito Santo. P. Amém. S. Ide em paz, e o Senhor vos acompanhe. P. Graças a Deus.

Pastoral dos Acólitos – Paróquia da Santíssima Trindade – Florianópolis – SC

9

Ordo Missæ – Ordinário da Missa – Latim/Português

Ordo Missæ – Ordinário da Missa – Latim/Português

RITUS INITIALES
INTROITUS
Sacerdos. In nómine Patris, et Fílii, et Spíritus Sancti. Populus. Amen S. Grátia Dómini nostri Iesu Christi, et cáritas Dei, et communicátio Sancti Spíritus sit cum ómnibus vobis. Vel: S. Grátia vobis et pax a Deo Patre nostro et Dómino Iesu Christo. P. Benedíctus Deus et Pater Dómini nostri Iesu Christi.

RITOS INICIAIS
ENTRADA
Sacerdote. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Povo. Amém. S. A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco. Ou: S. A graça e a paz de Deus, nosso Pai, e de Jesus Cristo, nosso Senhor, estejam convosco. P. Bendito seja Deus, que nos reuniu no amor de Cristo.

Vel: P. Salvátor mundi, salva nos, Qui per crucem et resurrectíónem tuam liberásti nos. S. … S. Per ipsum, et cum ipso, et in ipso, est tibi Deo Patri omnipoténti, in unitáte Spíritus Sancti, omnis honor et glória per ómnia sǽcula sǽculorum. P. Amen.

Ou: P. Salvador do mundo, salvai-nos, vós que nos libertastes pela cruz e ressurreição. S. … S. Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a Vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito santo, toda a honra e toda a glória agora e para sempre. P. Amém.

ACTUS PÆNITENTIALIS
Fratres, agnoscámus peccáta nostra, ut apti simus ad sacra mystéria celebránda. A) Omnes. Confíteor Deo omnipoténti et vobis, fratres, quia peccávi nimis cogitatióne, verbo, ópere et omissióne: mea culpa, mea culpa, mea máxima culpa. Ideo precor beátam Maríam semper Vírginem, omnes Angelos et Sanctos, et vos, fratres, oráre pro me ad Dóminum Deum nostrum. S. Misereátur nostri omnípotens Deus et, dimíssis peccátis nostris, perdúcat nos ad vitam ætérnam. P. Amen. B) S. Miserére nostri, Dómine. P. Quia peccávimus tibi. S. Osténde nobis, Dómine, misericórdiam tuam. P. Et salutáre tuum da nobis. S. Misereátur nostri omnípotens Deus et, dimíssis peccátis nostris, perdúcat nos ad vitam ætérnam. P. Amen. C) S. Qui missus es sanáre contrítos corde: Kýrie, eléison. P. Kýrie, eléison. S. Qui peccatóres vocáre venísti: Christe, eléison. P. Christe, eléison. S. Qui ad déxteram Patris sedes, interpellándum pro nobis: Kýrie, eléison. P. Kýrie, eléison. ad

ATO PENITENCIAL
Irmãos, reconheçamos os nossos pecados, para celebrarmos dignamente os santos mistérios. A) Todos. Confesso a Deus todo-poderoso e a vós, irmãos, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, atos e omissões, por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à virgem Maria, aos Anjos e Santos e a vós, irmãos, que rogueis por mim a Deus, nosso Senhor. S. Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. P. Amém. B) S. Tende compaixão de nós, Senhor P. Porque somos pecadores. S. Manifestai, Senhor, a vossa misericórdia. P. E dai-nos a vossa salvação. S. Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. P. Amém. C) S. Senhor, que vieste salvar os corações arrependidos, tende piedade de nós. P. Senhor, tende piedade de nós. Cristo, que viestes chamar os pecadores, tende piedade de nós. P. Cristo, tende piedade de nós. Senhor, que intercedeis por nós junto do Pai, tende piedade de nós. P. Senhor, tende piedade de nós. S. Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. P. Amém.
3

RITUS COMMUNIONIS
S. Præcéptis salutáribus móniti, et divína institutióne formáti, audémus dícere: Vel: S. Et nunc oratiónem, quam Christus Dóminus nos dócuit, omnes simul dicámus: O. Pater noster, qui es in cælis: sanctificétur nomen tuum; advéniat regnum tuum; fiat volúntas tua, sicut in cælo, et in terra. Panem nostrum cotidiánum da nobis hódie; et dimítte nobis débita nostra, sicut et nos dimíttimus debitóribus nostris; et ne nos indúcas in tentatiónem; sed líbera nos a malo. S. Líbera nos, quǽsumus, Dómine, ab ómnibus malis, da propítius pacem in diébus nostris, ut, ope misericórdiæ tuæ adiúti, et a peccáto simus semper líberi et ab omni perturbatióne secúri: exspectántes beátam spem et advéntum Salvatóris nostri Iesu Christi. P. Quia tuum est regnum, et potéstas, et glória in sǽcula. S. Dómine Iesu Christe, qui dixísti Apóstolis tuis: Pacem relínquo vobis, pacem meam do vobis: ne respícias peccáta nostra, sed fidem Ecclésiæ tuæ; eámque secúndum voluntátem tuam pacificáre et coadunáre digneris. Qui vivis et regnas in sǽcula sǽculorum. P. Amen.
Pastoral dos Acólitos – Paróquia da Santíssima Trindade – Florianópolis – SC

RITO DA COMUNHÃO
S. Obedientes à palavras do Salvador e formados por seu divino ensinamento, ousamos dizer: Ou: S. Rezemos, com amor e confiança, a oração que o Senhor Jesus nos ensinou: T. Pai nosso que estais nos céus, santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu; O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos q quem nos tem ofendido; e não nos deixeis cair em tentação, mas livrainos do mal. S. Livrai-nos de todos os males, ó Pai, e dai-nos hoje a vossa paz. Ajudados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres dos pecados e protegidos de todos os perigos, enquanto, vivendo a esperança, aguardamos a vinda do Cristo Salvador. P. Vosso é o reino, o poder e a glória para sempre. S. Senhor Jesus Cristo, dissestes aos vosso apóstolos: Eu vos deixo a minha paz, eu vos dou a minha paz. Não olheis os nossos pecados, mas a fé que anima a vossa Igreja; dai--lhe, segundo o vosso desejo, a paz e a unidade. Vós, que sois Deus, com o Pai e o Espírito Santo. P. Amém.
8

S. Misereátur nostri omnípotens Deus et, dimíssis peccátis nostris, perdúcat nos ad vitam ætérnam. P. Amen.
Pastoral dos Acólitos – Paróquia da Santíssima Trindade – Florianópolis – SC

Ordo Missæ – Ordinário da Missa – Latim/Português

Ordo Missæ – Ordinário da Missa – Latim/Português

PREX EUCHARISTICA
S. Dóminus vobíscum. P. Et cum spíritu tuo. S. Sursum corda. P. Habémus ad Dóminum. S. Grátias agámus Dómino Deo nostro. P. Dignum et iustum est. Præfatio (secundum diem) S. Vere dignum et iustum est... O. Sanctus, Sanctus, Sanctus Dóminus Deus Sábaoth. Pleni sunt cæli et terra glória tua. Hosánna in excélsis. Benedíctus qui venit in nómine Dómini. Hosánna in excélsis. S. …

ORAÇÃO EUCARÍSTICA
S. O Senhor esteja convosco. P. Ele está no meio de nós. S. Corações ao alto. P. Nosso coração está em Deus. S. Demos graças ao Senhor nosso Deus. P. É nosso dever e nossa salvação. Prefácio (de acordo com o dia) S. Na verdade é justo e necessário... T. Santo, Santo, Santo, Senhor Deus dos Exércitos. O céu e a terra estão cheios de vossa glória. Hosana nas alturas. Bendito o que vem em nome do Senhor. Hosana nas alturas. S. …

KYRIE
S. Kýrie, eléison. P. Kýrie, eléison. S. Christe, eléison. P. Christe, eléison. S. Kýrie, eléison. P. Kýrie, eléison.

SENHOR, TENDE PIEDADE
S. Senhor, tende piedade de nós. P. Senhor, tende piedade de nós. S. Cristo, tende piedade de nós. P. Cristo, tende piedade de nós. S. Senhor, tende piedade de nós. P. Senhor, tende piedade de nós.

GLORIA
Glória in excélsis Deo et in terra pax homínibus bonæ voluntátis. Laudámus te, benedícimus te, adorámus te, glorificámus te, grátias ágimus tibi propter magnam glóriam tuam, Dómine Deus, Rex cæléstis, Deus Pater omnípotens. Dómine Fili unigénite, Iesu Christe, Dómine Deus, Agnus Dei, Fílius Patris, qui tollis peccáta mundi, miserére nobis; qui tollis peccáta mundi, súscipe deprecatiónem nostram. Qui sedes ad déxteram Patris, miserére nobis. Quóniam tu solus Sanctus, tu solus Dóminus, tu solus Altíssimus, Iesu Christe, cum Sancto Spíritu: in glória Dei Patris. Amen.

GLÓRIA
Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Senhor Deus, rei dos céus, Deus Pai todopoderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças, por vossa imensa glória. Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai: Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica. Vós, que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. Só Vós sois o Santo; só Vós, o Senhor; só Vós, o Altíssimo, Jesus Cristo; com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.

COLLECTA
S. Orémus… (secundum diem) P. Amen.

COLETA
S. Oremos... (de acordo com o dia) P. Amém.

Consecratio ACCÍPITE ET MANDUCÁTE EX HOC OMNES: HOC EST ENIM CORPUS MEUM, QUOD PRO VOBIS TRADÉTUR. (…) ACCÍPITE ET BÍBITE EX EO OMNES: HIC EST ENIM CALIX SÁNGUINIS MEI NOVI ET ÆTÉRNI TESTAMÉNTI, QUI PRO VOBIS ET PRO MULTIS EFFUNDÉTUR IN REMISSIÓNEM PECCATORUM. HOC FACITE IN MEAM COMMEMORATIONEM. S. Mystérium fídei. P. Mortem tuam annuntiámus, Dómine, et tuam resurrectiónem confitémur, donec vénias. Vel: P. Quotiescúmque manducámus panem hunc et cálicem bíbimus, mortem tuam annuntiámus, Dómine, donec vénias.

Consagração TOMAI, TODOS E COMEI: ESTE É O MEU CORPO, QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS. (…) TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE, O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA, QUE POR VÓS E POR MUITOS PARA REMISSÃO DOS PECADOS. FAZEI ISSO EM MEMÓRIA DE MIM. S. Eis o mistério da fé! P. Anunciamos, Senhor, a vossa morte e proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus. Ou: P. Todas as vezes que comemos deste pão e bebemos deste cálice, anunciamos, Senhor, a vossa morte, enquanto esperamos a vossa vinda!
7

LITURGIA VERBI
PRIMA LECTIO
Lector. Verbum domini. P. Deo grátias.

LITURGIA DA PALAVRA
PRIMEIRA LEITURA
Leitor. Palavra do Senhor. P. Graças a Deus.

PSALMUS RESPONSORIUS
(SECUNDA LECTIO Lector.Verbum domini. P. Deo grátias. )

SALMO RESPONSORIAL
(SEGUNDA LEITURA Leitor.Palavra do Senhor. P. Graças a Deus. )

EVANGELIUM
Allelúia (secundum diem)
Pastoral dos Acólitos – Paróquia da Santíssima Trindade – Florianópolis – SC

EVANGELHO
Aleluia (de acordo com o dia)
4

Pastoral dos Acólitos – Paróquia da Santíssima Trindade – Florianópolis – SC

Ordo Missæ – Ordinário da Missa – Latim/Português

Ordo Missæ – Ordinário da Missa – Latim/Português

S. Dóminus vobíscum. P. Et cum spíritu tuo. S. Lectio sancti Evangélii secundum N. P. Glória tibi, Dómine. S. In illo tempore... S. Verbum Dómini. P. Laus tibi, Christe.

S. O Senhor esteja convosco. P. Ele está no meio de nós. S. Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, segundo N. P. Glória a Vós, Senhor. S. Naquele tempo... S. Palavra da Salvação. P. Glória a Vós, Senhor.

omnipoténtis, inde ventúrus est iudicáre vivos et mórtuos. Credo in Spíritum Sanctum, sanctam Ecclésiam cathólicam, sanctórum communiónem, remissónem peccatórum, carnis resurrectiónem, vitam ætérnam. Amen.

direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo; na Santa Igreja católica; na comunhão dos santos; na remissão dos pecados; na ressurreição da carne; na vida eterna. Amém.

(ORATIO UNIVERSALIS)

(ORAÇÃO UNIVERSAL)

HOMILIA CREDO
A) Symbolum Nicænum Constantinopolitanum Credo in unum Deum, Patrem omnipoténtem, factórem cæli et terræ, visibílium ómnium et invisibílium. Et in unum Dóminum Iesum Christum, Fílium Dei Unigénitum, et ex Patre natum ante ómnia sǽcula. Deum de Deo, lumen de lúmine, Deum verum de Deo vero, génitum, non factum, consubstantiálem Patri: per quem ómnia facta sunt. Qui propter nos hómines et propter nostram salútem descéndit de cælis. Ad verba quæ sequuntur, usque ad “factus est”, omnes se inclinant. Et incarnátus est de Spíritu Sancto ex María Vírgine, et homo factus est. Crucifíxus étiam pro nobis sub Póntio Piláto; passus et sepúltus est, et resurréxit tértia die, secúndum Scriptúras, et ascéndit in cælum, sedet ad déxteram Patris. Et íterum ventúrus est cum glória, iudicáre vivos et mórtuos, cuius regni non erit finis. Et in Spíritum Sanctum, Dóminum et vivificántem: qui ex Patre Filióque procédit. Qui cum Patre et Fílio simul adorátur et conglorificátur: qui locútus est per prophétas. Et unam, sanctam, cathólicam et apostólicam Ecclésiam. Confíteor unum baptísma in remissiónem peccatórum. Et exspécto resurrectiónem mortuórum, et vitam ventúri sǽculi.Amen. B) Symbolum Apostolorum Credo in unum Deum, Patrem omnipoténtem, Creatórem cæli et terræ, et in Iesum Christum, Fílium eius únicum, Dóminum nostrum, Ad verba quæ sequuntur, usque ad “Maria Virgine”, omnes se inclinant. qui concéptus est de Spíritu Sancto, natus ex María Vírgine, passus sub Póntio Piláto, crucifíxus, mórtuus, et sepúltus, descéndit ad ínferos, tértia die resurréxit a mórtuis, ascéndit ad cælos, sedet ad déxteram Dei Patris
Pastoral dos Acólitos – Paróquia da Santíssima Trindade – Florianópolis – SC

HOMILÍA CREIO
A) Símbolo Niceno-Constantinopolitano Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra, de todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação desceu dos Céus. Às palavras que seguem até “e se fez homem” todos se inclinam. E encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria, e Se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras; e subiu aos Céus, onde está sentado à direita do Pai. De novo há de vir em sua glória, para julgar os vivos e os mortos ; e o seu reino não terá fim. Creio no Espírito Santo, Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas. Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos, e a vida do mundo que há de vir. Amém. B) Símbolo dos Apóstolos Creio em Deus Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra. E em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, Às palavras que seguem até “Virgem Maria” todos se inclinam. que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria; padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado. Desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus; está sentado à
5

LITURGIA EUCHARISTICA
PRÆPARATIO DONORUM
S. Benedictus es, Dómine, Deus univérsi, quia de tua largitáte accépimus panem, quem tibi offérimus, fructum terræ et óperis mánuum hóminum: ex quo nobis fiet panis vitæ. P. Benedíctus Deus in sǽcula. S. Benedíctus es, Dómine, Deus univérsi, quia de tua largitáte accépimus vinum, quod tibi offérimus, fructum vitis et óperis mánuum hóminum, ex quo nobis fiet potus spiritális. P. Benedíctus Deus in sǽcula. S. Oráte, fratres: ut meum ac vestrum sacrifícium acceptábile fiat apud Deum Patrem omnipoténtem. Populus surgit et respondet: P. Suscípiat Dóminus sacrifícium de mánibus tuis ad laudem et glóriam nóminis sui, ad utilitátem quoque nostram totiúsque Ecclésiæ suæ sanctæ.

LITURGIA EUCARÍSTICA
PREPARAÇÃO DOS DONS
S. Bendito sejais, Senhor, Deus do universo, pelo pão que recebemos da vossa bondade, fruto da terra e do trabalho do homem, que hoje Vos apresentamos, e que para nós se vai tornar Pão da vida. P. Bendito seja Deus para sempre. S. Bendito sejais, Senhor, Deus do universo, pelo vinho que recebemos da vossa bondade, fruto da videira e do trabalho do homem, que hoje Vos apresentamos e que para nós se vai tornar Vinho da salvação. P. Bendito seja Deus para sempre. S. Orai, irmãos, para que o meu e vosso sacrifício seja aceite por Deus Pai todopoderoso. O povo se levanta e responde: P. Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para glória do Seu nome, para nosso bem e de toda a santa Igreja.

ORATIO SUPER OBLATA
S. (secundum diem) P. Amen.
Pastoral dos Acólitos – Paróquia da Santíssima Trindade – Florianópolis – SC

ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS
S. (de acordo com o dia) P. Amém.
6

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful