Ondas Estacionárias

Ondas Estacionárias Imaginemos uma corda com uma de suas extremidades presa à parede e a outra livre.

Suponhamos que um homem cause em uma das extremidades de uma corda, uma sucessão de ondas harmônicas com amplitude a, essas ondas irão sofrer reflexão na extremidade fixa da corda, e quando voltarem vão se superpor às ondas incidentes, que continuam sendo causadas pelo homem. Isso estabelecerá interferência entre as ondas refletidas e as ondas incidentes, resultando em ondas estacionárias. É importante sabermos que as ondas estacionárias são o resultado da superposição de ondas idênticas que se propagam em sentidos contrários no mesmo meio. Por mais que essas ondas possuam energia, elas não a transmitem, por possuir uma velocidade de propagação nula. É por esse fato que ela recebe este nome.
y

V

ventre da onda que corresponde ao ponto de crista ou vale, ou seja, ao ponto que sofre nó ou nodo da onda que corresponde ao ponto que sofre interferência destrutiva.

interferência construtiva. N
y

A distância entre dois nós ou dois ventres consecutivos é igual à metade do comprimento de onda ( /2). A distância entre um ventre e um nó consecutivo é igual a um quarto do comprimento de onda ( /4). Um fuso corresponde à distância entre dois nós consecutivos, ou seja, meio comprimento de onda. As ondas geradas numa corda dependem de vários fatores, como veremos. Dada a corda:

y

y y

Em uma onda harmônica progressiva, todas as partículas do meio executam movimentos harmônicos simples com a mesma amplitude. Em uma onda estacionária, as partículas do meio também executam movimentos harmônicos simples, mas as amplitudes dependem das posições das partículas. As partículas cujas posições correspondem aos nós de uma onda estacionária permanecem em repouso no referencial considerado. Como não pode haver fluxo de energia através dos nós, não há fluxo de energia através do meio quando, nele, existe uma onda estacionária. Cada partícula do meio executa o seu particular MHS sem perder ou ganhar energia das partículas vizinhas. Ondas progressivas corda, discutido acima, produzem ondas estacionárias mesmo diferentes. A discussão acima foi baseada nas ondas transversais em uma corda por motivos didáticos. Ondas estacionárias podem aparecer tanto associadas a ondas transversais quanto a ondas longitudinais.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful