Ironia triste

21/04/2007

Quantos risos há em teus lábios Que fazem dos meus olhos saírem Lágrimas que lavam meu chão? O lugar onde piso está molhado, Cheio de poças nas quais eu me afogo. Não consigo nadar, nem mesmo boiar, Neste oceano que se forma das lágrimas Que de meus tristes olhos a dor, tristeza, Melancolia e solidão fazem jorrar. Morro. Afogado pelos risos e lágrimas, Por toda a alegria que me jogou no mar De lágrimas derramadas por mim. Estou morto. Não sinto mais nada. Só quero, agora, vagar.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful