You are on page 1of 5

15 - Manuseio e Embalagem

Revisão 00

- 19/11/1998 :
Documento Original Revisão 01 - 25/01/1999 : Alterado as gerências de acordo com a nova estrutura organizacional e incluído procedimentos para entrega de arquivos em meio eletrônico Revisão 02 - 23/09/1999: Alterado o local de armazenamentos dos CD’s virgens e os gravados. Revisão 03 - 16/11/1999 : Alterado o local de armazenamentos dos CD’s virgens e os gravados.

1. OBJETIVO E ABRANGÊNCIA Este documento descreve o procedimento de manuseio, armazenamento, embalagem, preservação e entrega adotado pelo CIASC, cobrindo todos os produtos e processos que possam afetar a qualidade da solução contratada pelo cliente.

2. PROCEDIMENTO
O procedimento de manuseio, armazenamento, embalagem, preservação e entrega adotado pelo CIASC, descreve os itens descritos no Tabela de Manuseio, Armazenagem, Embalagem, Preservação e Entrega (anexo 01), que encontra-se detalhado como segue:

2.1 – Armazenamento, Manuseio e Preservação de Materiais, Embalagens e CD’s
Os materiais e embalagens devem ser armazenados no Almoxarifado, manuseados e sob condições de preservação conforme instruções dos seus respectivos fabricantes. Os CD’s virgens, são armazenados em local especificamente designado para tal, num armário no almoxarifado, quanto os CD’s gravado as cópias de segurança são arquivadas na biblioteca, num armário com chave. Como os CD’s não são regraváveis não é necessária a sua identificação ou segregação para evitar regravações acidentais. Durante o manuseio de CD’s Virgens e CD’s já gravados os cuidados de manuseio são os mesmos, conforme especificados pelos próprios fabricantes do produto, descritos a seguir: a) Segurar somente pelo orifício central existente no CD; b) Sempre remover o CD do drive após o uso;

usando somente a área própria de impressão. Cada pasta possui várias sub-pastas. 2. Na sub-pasta 2. i) Não deixá-los ao sol. . uma para cada versão do aplicativo em questão. Já na sub-pasta 2.1 estão os programas já testado e aprovados. h) Não expor os CD’s a temperaturas acima de 40 graus Celsius. g) Não molhar. conforme procedimento de testes e vistoria da Empresa.2: Elaboração e Teste Sub-Pasta 3: Produção Cada Gerência de Soluções possui um diretório próprio. f) Não riscar. Esta montagem ocorre ainda no ambiente de desenvolvimento. Na sub-pasta 3 está o sistema pronto para ser copiado e comercializado. e) Usar somente produtos específicos para a limpeza dos CD’s. d) Não segurar os CD’s nas áreas de gravação. como descrito a seguir: Diretório: Área Sub-Diretório: nome do sistema Pasta 1: Versão XX Sub-Pasta 1: Dados Sub-Pasta 2: Desenvolvimento Sub-Pasta 2. Dentro deste diretório.2 estão os programas ainda em elaboração. Armazenamento e Preservação de Arquivos e Cópias Comerciais Durante as diversas fases de desenvolvimento e produção da solução. que pode estar ainda dividido em pastas para cada módulo do aplicativo em questão.1: Aprovados Sub-Pasta 2. existem diversos locais próprios para armazenamento dos arquivos. a base de dados do mesmo. cada solução em desenvolvimento ou desenvolvida possui um sub-diretório próprio. A sub-pasta 1 é onde encontra-se o desenho físico do sistema. Na sub-pasta 2 estão armazenados todos os programas em desenvolvimento. depois de todos os testes feitos. conforme demarcado no CD.c) Para a sua identificação usar somente canetas e/ou marcadores especiais. esperando para serem montados.Manuseio. Dentro deste sub-diretório existem diversas pastas. ou que estão sendo testados.2 .

o que é controlado através de senhas e registros de acesso no sistema da empresa. são fornecidas pela gerência de soluções responsável pelo aplicativo em questão. Pela restrição do acesso através de senhas. e pela limitação de poderes pelos diversos níveis de acesso (modificação de arquivos) estes estão preservados de possíveis danos. e que deverão ser entregues aos clientes. modificações e/ou uso involuntários. preservação e entrega adotado pelo CIASC. manuseados e sob condições de preservação conforme instruções dos seus respectivos fabricantes. que encontra-se detalhado como segue: 2. Embalagem. bem como a sua embalagem (ou instruções de embalagem) e etiqueta de identificação. para garantir a sua segurança.1 – Armazenamento. OBJETIVO E ABRANGÊNCIA Este documento descreve o procedimento de manuseio. num armário com chave. Manuseio e Preservação de Materiais. Preservação e Entrega (anexo 01).3 . pelo registro de acesso.A movimentação destes arquivos ocorre apenas pelas pessoas que possuem acesso a cada uma destas áreas. mesmo ainda nas pastas de desenvolvimento devem ser copiados a intervalos regulares para uma área de backup do sistema da Empresa. embalagem. embalagem. disquete ou outro meio apropriado). 2. descreve os itens descritos no Tabela de Manuseio. armazenamento. conforme definido por seus fabricantes. armazenamento. Caso contrário. são armazenados em local especificamente designado para tal. Todos os arquivos. disquetes e arquivos em meio eletrônico que portam cópias de aplicativos da Empresa. PROCEDIMENTO O procedimento de manuseio. cobrindo todos os produtos e processos que possam afetar a qualidade da solução contratada pelo cliente. Embalagens e CD’s Os materiais e embalagens devem ser armazenados no Almoxarifado. Como os CD’s não são . 2. num armário no almoxarifado.Embalagem e Entrega de Cópias Comerciais Os CD’s. preservação e entrega adotado pelo CIASC. 1. Quando a entrega é feita pela área de despacho da Empresa a cópia (CD. A embalagem deve seguir as instruções de embalagem elaboradas pela gerência de soluções responsável pelo aplicativo em questão. Os CD’s virgens. tanto a embalagem quanto a entrega do CD são de responsabilidade da gerência de soluções responsável pelo aplicativo em questão. Armazenagem. quanto os CD’s gravado as cópias de segurança são arquivadas na biblioteca. devem ser embalados de forma que preservem suas condições de usabilidade.

existem diversos locais próprios para armazenamento dos arquivos. Durante o manuseio de CD’s Virgens e CD’s já gravados os cuidados de manuseio são os mesmos.regraváveis não é necessária a sua identificação ou segregação para evitar regravações acidentais.Manuseio. conforme demarcado no CD. 2. como descrito a seguir: Diretório: Área Sub-Diretório: nome do sistema Pasta 1: Versão XX Sub-Pasta 1: Dados Sub-Pasta 2: Desenvolvimento Sub-Pasta 2. Dentro deste sub-diretório existem diversas pastas. h) Não expor os CD’s a temperaturas acima de 40 graus Celsius. g) Não molhar. i) Não deixá-los ao sol. Cada pasta possui várias sub-pastas. c) Para a sua identificação usar somente canetas e/ou marcadores especiais. conforme especificados pelos próprios fabricantes do produto. uma para cada versão do aplicativo em questão. Armazenamento e Preservação de Arquivos e Cópias Comerciais Durante as diversas fases de desenvolvimento e produção da solução. cada solução em desenvolvimento ou desenvolvida possui um sub-diretório próprio.2: Elaboração e Teste Sub-Pasta 3: Produção Cada Gerência de Soluções possui um diretório próprio. descritos a seguir: a) Segurar somente pelo orifício central existente no CD.1: Aprovados Sub-Pasta 2. b) Sempre remover o CD do drive após o uso. d) Não segurar os CD’s nas áreas de gravação.2 . . e) Usar somente produtos específicos para a limpeza dos CD’s. usando somente a área própria de impressão. Dentro deste diretório. f) Não riscar.

a base de dados do mesmo. A movimentação destes arquivos ocorre apenas pelas pessoas que possuem acesso a cada uma destas áreas. Esta montagem ocorre ainda no ambiente de desenvolvimento.Embalagem e Entrega de Cópias Comerciais Os CD’s. o que é controlado através de senhas e registros de acesso no sistema da empresa. Pela restrição do acesso através de senhas. Na sub-pasta 2 estão armazenados todos os programas em desenvolvimento. Quando a entrega é feita pela área de despacho da Empresa a cópia (CD. Na sub-pasta 2. esperando para serem montados. Todos os arquivos. A embalagem deve seguir as instruções de embalagem elaboradas pela gerência de soluções responsável pelo aplicativo em questão. conforme procedimento de testes e vistoria da Empresa. Na sub-pasta 3 está o sistema pronto para ser copiado e comercializado.2 estão os programas ainda em elaboração. tanto a embalagem quanto a entrega do CD são de responsabilidade da gerência de soluções responsável pelo aplicativo em questão.1 estão os programas já testado e aprovados. que pode estar ainda dividido em pastas para cada módulo do aplicativo em questão. e pela limitação de poderes pelos diversos níveis de acesso (modificação de arquivos) estes estão preservados de possíveis danos. Embalagem. disquetes e arquivos em meio eletrônico que portam cópias de aplicativos da Empresa. devem ser embalados de forma que preservem suas condições de usabilidade.3 . depois de todos os testes feitos. Caso contrário. pelo registro de acesso. Preservação e Entrega .A sub-pasta 1 é onde encontra-se o desenho físico do sistema. bem como a sua embalagem (ou instruções de embalagem) e etiqueta de identificação. para garantir a sua segurança. e que deverão ser entregues aos clientes. 2. mesmo ainda nas pastas de desenvolvimento devem ser copiados a intervalos regulares para uma área de backup do sistema da Empresa. conforme definido por seus fabricantes. ou que estão sendo testados. Já na sub-pasta 2. modificações e/ou uso involuntários. Anexo 01 – Tabela de: Manuseio. disquete ou outro meio apropriado). são fornecidas pela gerência de soluções responsável pelo aplicativo em questão. Armazenagem.