nOME e nFoRmações

da cr Ança
Nome da criança: ______________________________________________________
Data de nascimento: ______ / _______/______
Nome da mãe: _________________________________________________________
Nome do pai: __________________________________________________________
Endereço: _____________________________________________________________
Ponto de referência: ____________________ Telefone: _______________________
Bairro: ______________________________ CEP: ___________________________
Cidade: ___________________________ Estado: ___________________________
Unidade Básica de Referência: ___________________________________________
Peso ao nascer (g): _______________ Comprimento ao nascer (cm): __________
Perímetro cefálico (cm): ____________ APGAR 5’: __________________________
Raça/cor:

( ) Branca

( ) Preta

( ) Parda

( ) Indígena

( ) Amarela

Nº da Declaração de Nascido Vivo: _______________________________________
Nº do Registro Civil de Nascimento:_______________________________________
Nº do Cartão do SUS: __________________________________________________
Leve seu bebê até dia _____ / _____ ao local _______________________________
para realizar as ações da 1ª Semana de Saúde Integral, que incluem:
• avaliação global da saúde da criança;
• realização do “teste do pezinho”;
• orientações sobre amamentação;
• aplicação de vacinas, se necessário.

Caderneta Menino.indd 1

3

16/11/05 12:18:51

1º ( ) 2º ( ) 2º ( ) 3º ( ) 3º ( ) ) NR ( ) R ( ) Conduta: NI ( ) I ( Sorologias maternas realizadas ainda na maternidade para os agravos (CID 10): Z21: NR ( ) R ( ) Conduta: NI ( ) I ( ) A53: NR ( ) R ( ) Conduta: NI ( ) I ( ) Outros agravos (CID 10): ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ 4 (NR = Não Realizada. = Trimestre. Vale do Jequitinhonha e Mucuri). 1º ( ) 2º ( ) 2º ( ) 3º ( ) 3º ( ) ) NR ( ) R ( ) Conduta: NI ( ) I ( ) Trim.indd 2-3 São consideradas áreas endêmicas: Nordeste. 1º ( Trim. parto e puerpério: ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ Tipo de parto: ( ) Vaginal cefálico ( ) Cesáreo ( ) Outro Qual? __________________________ Parto realizado: ( ) Hospital/clínica ( ) Domicílio ( ) Outro Qual? __________________________ O parto foi coberto por algum plano de saúde? ( ( ) Não ) Sim Qual?__________________________________ 5 16/11/05 12:18:53 . MG (região norte. SP (Vale do Ribeira). I = Instituída) Caderneta Menino.daDos sObrE rav dez. Parto e puerpéR O Pré-natal iniciou no: ( ) 1º Trimestre ( ) 2º Trimestre ( ) 3º Trimestre Número de consultas do pré-natal: ___________________________________ Grupo sanguíneo da mãe: _______________ Gravidez: ( ) Simples ( Fator Rh: _________________ ) Múltipla Imunização Dupla Adulto ( ( ( ( ) Esquema completo ) Esquema incompleto ) Não realizou ) Sem informação Suplementação de ferro após a 20ª semana de gestação ( ( ( ( ) Esquema completo ) Esquema incompleto ) Não realizou ) Sem informação Megadose de vitamina A no pós-parto imediato (ainda na maternidade) ( ) Sim ( ) Não realizou ( ) Sem informação Sorologias realizadas no pré-natal para os agravos (CID 10): Z21: A53: B18: B58: NR ( ) R ( ) Conduta: NI ( ) I ( ) Trim. R = Realizada. Trim. 1º ( Trim. 1º ( Trim. NI = Não Instituída. Intercorrências clínicas da gravidez. 1º ( ) 2º ( ) 2º ( ) 3º ( ) 3º ( ) ) NR ( ) R ( ) Conduta: NI ( ) I ( ) Trim. 1º ( ) 2º ( ) 2º ( ) 3º ( ) 3º ( ) ) ) Trim. 1º ( Trim.

indd 4-5 7 16/11/05 12:18:55 .nformaçõEs sObRe o rECéM-nAsc do ODonTO RamA Idade gestacional (semanas):_____________________________________________ Chorou ao nascer: ( ( ) Imediatamente ) Demorou para chorar Reanimação? ( ( ) Sim ) Não Grupo sanguíneo: _______ Como? ________________________________ Fator Rh: _______ Teste de Coombs: _______ Data da alta: ____/____/____ Peso de alta do recém-nascido: ______________ g Alimentação na alta: ( ( ( ( ) ) ) ) Aleitamento materno exclusivo Aleitamento materno + fórmula infantil Somente fórmula infantil Outro Qual? ______________________________ Realizou o “teste do pezinho”? ( ) Sim ( ) Não Resultados Fenilcetonúria Anemia falciforme Hipotiroidismo Fibrose cística Outros _______________ ( ( ( ( ( ) Positivo ) Positivo ) Positivo ) Positivo ) Positivo ( ( ( ( ( ) Negativo ) Negativo ) Negativo ) Negativo ) Negativo Realizou o “teste da orelhinha”? ( ) Sim ( ) Não Condições de alta e intercorrências do recém-nascido: ______________________________________________________________________ Dente car ado Dente restaurado Extração nd cada Pulpotom a/endodont a 1˚ molar erupc onado 1 ______________________________________________________________________ 6 ______________________________________________________________________ Caderneta Menino.

achocolatados. Evite oferecer doces para as crianças entre as refeições. 7. como frutas. 9. com a finalidade de se criar hábitos de higienização. isso contribui para evitar a cárie. Ele é um dente maior do que os outros. a limpeza deve ser feita com fralda ou gaze umedecida com água. Para evitar que a criança engula pasta de dente. Os pais devem escovar os dentes de seus filhos até que eles aprendam a escovar corretamente. Caderneta Menino. a limpeza é feita com fio dental e escova de dente pequena. Entre 6 e 8 anos. deve-se fazer a higienização dos dentes. entre outros. 2. Essa troca termina por volta dos 13 anos. 8. logo evite adoçar alimentos que já são naturalmente doces. farinhas. 6. Logo que começarem a nascer os dentes de leite de trás.D cas de sAÚDE Bucal 1. nasce o primeiro molar permanente atrás do último dente de leite. inicia-se a troca dos dentes de leite pelos dentes permanentes. independente do horário. Em torno dos 6 anos. O açúcar é o principal responsável pelo aparecimento da cárie.indd 6-7 oBserVaçõEs soBre a saúde bucal. 10. macia e deve ser trocada quando suas cerdas estiverem gastas. 4. ocular e AUd t va Data Diagnóstico/Assinatura e Carimbo do Profissional de Saúde _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ 9 16/11/05 12:18:57 . principalmente à noite. use uma quantidade bem pequena (“do tamanho do grão de arroz”) e ensine a criança a cuspir. 5. Aos 3 anos. a dentição de leite se completa em um total de 20 dentes. leites. Após cada refeição e uso de remédios adocicados. 3. 8 Na ausência de dentes ou quando começarem a nascer os dentes de leite da frente.

indd 8-9 Data Diagnóstico/Assinatura e Carimbo do Profissional de Saúde _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ 11 16/11/05 12:18:59 .ntercorrênc as CL´n cAs e trATaMEntOs EfetuaDos A criança possui plano de saúde? ( ) Não ( ) Sim Data Qual? _________________________________ Diagnóstico/Assinatura e Carimbo do Profissional de Saúde _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ 10 Caderneta Menino.

sacos plásticos. Não deixe a criança sozinha perto de baldes com água. Os bebês assustam-se com sons fortes e. a partir de 4 meses. seu filho pode ter problemas nos olhos ou ouvidos e deve ser avaliado por um Profissional de Saúde. Observe se seu filho é desatento. assim como tomadas e fios elétricos devem ser cobertos. de líquidos quentes e do fogão. inseticidas e remédios devem ser mantidos fora do alcance da criança. Materiais de limpeza. Não ofereça chupetas. Evite acidentes.D cas de saúde mportantes Data Diagnóstico/Assinatura e Carimbo do Profissional de Saúde 1. banheiras. Caso seja notado algum desses sinais. procuram a direção dos sons e acompanham com o olhar os objetos movimentados à sua frente. pequenos objetos e talco podem causar sufocamento. Mamar no peito desde o nascimento faz seu bebê crescer forte e saudável e ajuda os dentes a nascerem na posição correta. mosquiteiros. Mantenha a criança longe de panelas. Ela pode se afogar. _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ _________ _____________________________________________________________ 12 Caderneta Menino. Verifique também se ele costuma aproximarse da TV ou da página dos livros e aperta muito os olhos para ler. 4. não responde quando chamado de longe e/ou tem dificuldades na escola. Roupas de cama. 7.indd 10-11 13 16/11/05 12:18:59 . procure um Profissional de Saúde. Caso isso não ocorra. 3. 2. 6. bicos e mamadeiras. tanques cheios. privadas e piscinas. 5.

Muitas crianças começam a fumar ao verem seus pais fumando. As lajes devem ser muradas. Se já come. Se você identificar uma situação de urgência. Caso você suspeite ou presencie algum tipo de agressão. com febre alta. Não deixe cadeiras e móveis perto de janelas e sacadas porque as crianças podem subir. não exigindo o uso de cartões telefônicos. 9. ao Conselho Tutelar ou à Promotoria Pública. Cigarro faz mal mesmo para quem não fuma. se a criança ainda mama. ele deve ser encaminhada a um Serviço de Saúde. 14 Caderneta Menino. com muita sede ou sem vontade de beber líquidos. mantenha o aleitamento materno. Em caso de diarréia. sangue nas fezes. Não tenha armas de fogo em casa. 14. 12. cadeiras) nem para pegar uma fralda. com olhos fundos. Evite que as crianças subam em locais muito altos ou com pisos rígidos. bem cozidos e da preferência da criança. Se seu filho estiver irritado ou muito abatido. trocadores. Deixe todo o material ao alcance das mãos antes de começar a trocá-lo ou leve-o com você. Disque 192 – SAMU. sofás. caso tenha que deixar o local. 16. 10. A laje é local de lesões graves e deve ser evitada enquanto não se instala proteção. As regras precisam ser colocadas com firmeza e sem agressão. Violência contra criança é crime. Esse número é gratuito. denuncie ao Serviço de Saúde. Instale redes seguras ou grades que possam ser abertas em caso de incêndio. Nunca deixe bebês sozinhos em cima de qualquer móvel (camas. ofereça alimentos limpos. Não fume perto de seu filho. frescos.indd 12-13 15. D sque Denúnc a contra Abuso e Exploração sexual nfanto.8. 17. O soro oral é o melhor remédio para evitar a desidratação e deve ser oferecido à criança que apresenta diarréia. Toda criança deve ser amada e protegida. 11. 13. As quedas são a primeira causa de lesão na infância.uven l: 0800 990 500 15 16/11/05 12:19:01 .

ACOMPAnHAMEnTO DO CREsC MEnTO DA CR AnÇA DE 0 A 10 AnOs ráf co de per´metro cefál co Data Idade Peso (g) Estatura (cm) ___________________ ________________ ___________ ___________ ___________________ ________________ ___________ ___________ ___________________ ________________ ___________ ___________ ___________________ ________________ ___________ ___________ ___________________ ________________ ___________ ___________ ������������������������ ������ �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� �� ���� ___________________ ________________ ___________ ___________ ���� �� �� ___________________ ________________ ___________ ___________ ___________________ ________________ ___________ ___________ ___________________ ________________ ___________ ___________ ___________________ ________________ ___________ ___________ ___________________ ________________ ___________ ___________ ___________________ ________________ ___________ ___________ DATA P ___________________ ________________ ___________ ___________ ________________ ________________ ________________ ___________________ ________________ ___________ ___________ ________________ ________________ ________________ ___________________ ________________ ___________ ___________ ________________ ________________ ________________ ___________________ ________________ ___________ ___________ ________________ ________________ ________________ ________________ ________________ ________________ 16 Caderneta Menino.indd 14-15 � � � � � � � � � � �� �� �� �������������� AVal ação de tanner G 17 16/11/05 12:19:04 .

Anote a ocorrênc a no mês correspondente: A Aleitamento materno Cuidado Seu filho está muito abaixo do peso ideal.indd 16-17 19 16/11/05 12:19:05 . Bom Linha subindo Perigo Linha reta Grande perigo Linha descendo Atenção Seu filho está um pouco abaixo do peso ideal. I Início da introdução de outros alimentos D Diarréia P Pneumonia H Hospitalização O Outra doença 18 Caderneta Menino.ráf co peso x dade Ótimo Observe a l nha: Seu filho está com peso ideal.

20 Caderneta Menino.indd 18-19 21 16/11/05 12:19:06 .

Responde ao sorriso. A alimentação complementar deve ser espessa desde o início e oferecida na colher. gradativamente. d ferentes. leguminosas. Assusta-se ou chora quando ouve sons fortes. Gosta de ver o rosto da mãe e de olhar em seus olhos. frutas e legumes) três vezes ao dia. chás ou qualquer outro alimento. levanta a cabeça e os ombros. frituras. carnes. Busca a direção dos sons. outros alimentos. PAssO 9 Cuidar da higiene no preparo e manuseio dos alimentos. garantir o armazenamento e a conservação adequados. nos espaços aba xo. refrigerantes. Isso contribui para deixar os laços entre mãe e bebê mais fortes. o bebê sente-se seguro e acalentado. 1 a 2 meses O bebê gosta quando é colocado em várias posições e quando lhe mostram objetos coloridos. Cada cr ança tem um e to própr o de se desenvolver. Escreva. de forma lenta e gradual. respeitando sua aceitação. Usar sal com moderação. dar alimentos complementares (cereais. se a criança receber leite materno. se estiver desmamada. oferecendo sua alimentação habitual e seus alimentos preferidos. café.indd 20-21 PAssO 7 Desenvolver-se é crescer. Gosta de olhar para as mãos e coloca-as na boca. começar com consistência pastosa (papas/purês) e. introduzir. aumentar sua consistência até chegar à alimentação da família. tubérculos. Estimular o consumo diário de frutas. O bebê gosta muito quando a mãe fala e cantarola para ele e já mostra sinais de prazer e de desconforto. enlatados. PAssO 2 PAssO 5 A partir dos 6 meses. balas. etc. acompanha com o olhar e responde com balbucios quando alguém brinca com ele. mesa. verduras e legumes nas refeições. Uma alimentação variada é uma alimentação colorida. Mame no pe to até Caderneta Menino. PAssO 6 Oferecer à criança diferentes alimentos ao dia. Idade ____ 3 a 4 meses O bebê está bem mais ativo: olha para quem o observa. 22 PAssO 4 Dar somente leite materno até os 6 meses. PAssO 8 Evitar açúcar. respeitandose sempre a vontade da criança. sem oferecer água. e cinco vezes ao dia. Idade_____ 23 16/11/05 12:19:10 . O bebê também gosta muito quando os pais brincam e conversam com ele. Conversar e br ncar com o bebê com mu to car nho. Quando colocado de bruços. No colo da mãe. a dade de seu f lho em cada fase do desenvolv mento. PAssO 3 A partir dos 6 meses. É mu to mportante para a saúde do bebê e da mãe que a amamentação comece lo o após o nasc mento. PAssO 10 Estimular a criança doente e convalescente a se alimentar. aprender e fazer co sas novas. Mas atenção! Já não fica quieto e pode cair da cama. mantendo o leite materno até os 2 anos de idade ou mais.desEnvOlV menTo do men no Dez passos para uma al mentação saudável PAssO 1 A alimentação complementar deve ser oferecida sem rigidez de horários. desde o nasc mento faz com que ele se desenvolva. salgadinhos e outras guloseimas nos primeiros anos de vida.

13 a 18 meses 5 a 6 meses O bebê já rola. tristezas e raivas. Pode aparecer o primeiro dentinho. testa limites e fala muito a palavra “não”. Pode falar. Idade_____ 7 a 9 meses Mesmo mamando. aos poucos e com paciência. segurando-se nos móveis ou nas pessoas. Vira a cabeça procurando a direção de vozes ou outros sons. o bebê já come outros alimentos e bebe água filtrada ou fervida. É hora de. Sabe falar seu nome e fala muito a palavra “meu”. pode se arrastar ou engatinhar e até mesmo tentar ficar em pé. Fala algumas palavras e. Gosta de ficar com quem conhece e pode estranhar algumas pessoas. subindo ou descendo degraus baixos. do seu jeito. Idade ______ 25 16/11/05 12:19:12 . Conversar com o bebê ajuda-o a aprender a falar. procura-a com o olhar. Idade ______ 2 a 3 Anos 10 a 12 meses O bebê gosta de imitar os pais. podendo até andar com apoio. Anda alguns passos. Idade ______ A criança está cada vez mais independente: quer comer sozinha e se reconhece no espelho. Já fica sentado sem apoio. Gosta de ouvir histórias. Aponta para o que quer e pega os objetos com o polegar e o indicador. Atende quando chamado pelo próprio nome. senta com apoio e leva os pés à boca. Idade_____ 24 Caderneta Menino. começar a tirar a fralda e ensinar a criança a usar o penico. Demonstra ter vontade própria. mas sempre busca o olhar dos pais ou familiares. É capaz de andar sem ajuda.indd 22-23 Está ficando cada vez mais sabida: dá nomes aos objetos. dizendo que tudo é seu e demonstra suas alegrias. Pode receber alimentos feitos para a família. Anda com segurança e dá pequenas corridas. Quando ouve uma voz. Engatinha e gosta de ficar em pé. mas sem temperos picantes e oferecidos amassados ou picados. por isso deve ser colocado no chão para que possa se movimentar sem perigo de cair. às vezes. frases curtas. bater palmas. algumas palavras. dar tchau. Idade______ 19 meses a 2 anos A criança brinca com vários objetos e gosta de brincar perto de outras crianças. Muito cuidado com acidentes! Gosta de brincar com objetos que são dados a ele.

Começa a ler e a escrever. Idade ______ 8 A 10 anos 4 a 6 anos A criança corre e pula alternando os pés e participando de jogos. que é o lugar onde. Idade ______ 26 Caderneta Menino. Surgem os primeiros sinais da puberdade. Gosta de brincar com outras crianças e tem interesse em aprender sobre tudo o que está em volta.indd 24-25 A criança tem interesse por grupos de amigos e por situações independentes da família. brinca e joga. Usa lápis e outros objetos para desenhar no papel ou no chão. Toma banho e veste-se sozinha. cai o primeiro dente de leite. Surgem os primeiros dentes permanentes. precisa da ajuda dos pais e professores. crescimento de pêlos e mudanças na voz. Idade _____ Após os 10 anos de dade. Ela está freqüentando a escola. olhar livros e revistas. desenhar. mas sofre quando encontra dificuldades. chamando a atenção dos adultos. Podem aparecer as primeiras transformações no corpo. aprender canções. Fala bem o que quer e sente. forma seu grupo de amigos e com eles estuda. Nessa hora. Gosta de participar de atividades na escola e fora dela. indicando que o menino está entrando na puberdade: mudança no tamanho e na forma dos genitais. Brinca de faz-de-conta. Escolhe seus amigos e também diz o que quer comer. o prof ss onal de saúde deverá acompanhar o cresc mento e desenvolv mento de seu f lho com a Caderneta do Adolescente. escolhendo suas roupas. além de aprender. Gosta de ouvir e contar histórias. Brinca imitando seus pais e as situações do dia-a-dia. Idade ______ 3 A 4 anOs Ajuda a vestir-se e a calçar os sapatos. 27 16/11/05 12:19:15 . Está muito orgulhosa por começar a ler e a escrever e gosta de mostrar o que aprendeu. Em torno dos 6 anos.6 a 8 AnOs A criança apresenta maior agilidade nas brincadeiras e jogos.

As crianças ficam sem ânimo para brincar. MG (região norte. Vale do Jequitinhonha e Mucuri). SP (Vale do Ribeira). 28 Caderneta Menino. entre outras). Todas as crianças de 6 a 18 meses devem tomar o suplemento de ferro uma vez por semana. Distribuição de doses VITAMINA A (6 a 59 meses) FERRO (6 a 18 meses) Distribuição de frascos 1 4 7 2 5 8 3 6 9 * São consideradas áreas endêmicas: Nordeste. Essa vitamina melhora a saúde de diversas maneiras: protege a visão. talassemia. não deve receber a suplementação de ferro. que pode ser encontrado nas Unidades de Saúde. 1 4 2 5 3 6 Fique atento: caso a criança tenha alguma doença que acumule ferro (anemia falciforme. As crianças de 6 meses a 4 anos e 11 meses residentes em área de risco para a deficiência* devem receber suplementos de vitamina A.indd 26-27 29 16/11/05 12:19:17 . Informe-se no Posto de Saúde sobre os alimentos que ajudam a prevenir a deficiência de vitamina A e a anemia. diminui o risco de diarréias e infecções respiratórias e ajuda no desenvolvimento e crescimento da criança.sUPLEMEnTAÇÃO PROF LÁT CA DE FERRO E V TAM nA A Evite que seu filho tenha anemia. A anemia provoca cansaço. fraqueza e falta de apetite.

Vacina tetravalente (DTP + Hib) 3ª dose Difteria. tétano e coqueluche Difteria. coqueluche. RR e TO). rubéola e caxumba VOP (vacina oral contra pólio) Reforço Poliomielite ou paralisia infantil Poliomielite ou paralisia infantil DTP (tríplice bacteriana) 1º reforço Difteria. 4 e 6 meses de idade com a vacina tetravalente e dois reforços com a tríplice bacteriana (DTP). RO. O primeiro reforço aos 15 meses e o segundo entre 4 e 6 anos. RS. Se viajar para áreas de risco. MS. meningite e outras infecções causadas pelo Haemophilus influenza tipo B DTP (tríplice bacteriana) 2º reforço Difteria. tétano. SC e SP) e área de risco potencial (alguns municípios dos Estados BA. coqueluche. PR.indd 28-29 VACINAS DOSES DOENÇAS EVITADAS BCG-ID Dose única Formas graves de tuberculose Vacina contra hepatite B (1) 1ª dose Hepatite B Vacina contra hepatite B 2ª dose Hepatite B VOP (vacina oral contra pólio) 1ª dose Vacina tetravalente (DTP + Hib) (2) 1ª dose IDADE VACINAS DOSES DOENÇAS EVITADAS 9 meses Vacina contra febre amarela (3) Dose única Febre amarela 12 meses SRC (tríplice viral) Dose única Sarampo.6 anos VOP (vacina oral contra pólio) 2ª dose Poliomielite ou paralisia infantil 6 . tétano. MG. tétano. O esquema básico se constitui de 3 doses. ES e MG). GO. meningite e outras infecções causadas pelo Haemophilus influenza tipo B (2) O esquema de vacinação atual é feito aos 2. PI.10 anos BCG-ID Reforço Formas graves de tuberculose Vacina tetravalente (DTP + Hib) 2ª dose Difteria. meningite e outras infecções causadas pelo Haemophilus influenza tipo B 10 anos Vacina contra febre amarela Reforço Febre amarela VOP (vacina oral contra pólio) 3ª dose Poliomielite ou paralisia infantil (1) A primeira dose da vacina contra a hepatite B deve ser administrada na maternidade. MT. coqueluche. com intervalos de 30 dias da primeira para a segunda dose e 180 dias da primeira para a terceira dose. DF. 31 16/11/05 12:19:18 . nas primeiras 12 horas de vida do recém-nascido. AM. MA. Vacina contra hepatite B 3ª dose Hepatite B (3) A vacina contra febre amarela está indicada para crianças a partir dos 9 meses de idade que residem ou que viajarão para área endêmica (Estados: AC.calendár o BÁs CO de Vac naçÃO da cr ança IDADE Ao nascer 1 mês 2 meses 4 meses 6 meses 30 Caderneta Menino. área de transição (alguns municípios dos Estados: BA. vacinar contra febre amarela 10 dias antes da viagem. AP. tétano e coqueluche SRC (tríplice viral) Reforço Sarampo. rubéola e caxumba 15 meses 4 . PA.

: Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Vacina: Data: Lote: Local: Assin.: Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin.: Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin.: Data: __/__/__ Data: __/__/__ Lote: ________ Lote: ________ Local: _______ Local: _______ Assin.: Campanha VAC nas 10 -10 anos Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin.: Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin.: Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin. 2º Reforço 1º Reforço 3ª Dose 2ª Dose 1ª Dose Doses/ Vacinas VAC nas .: Vacina: Data: Lote: Local: Assin.: Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin.: Vacina: Data: Lote: Local: Assin.: Febre amarela Vacina: Data: Lote: Local: Assin.: Assin.: Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Outras vacinas Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin.: Assin.: Situações especiais DTP Data: __/__/__ Data: __/__/__ Data: __/__/__ Lote: ________ Lote: ________ Lote: ________ Local: _______ Local: _______ Local: _______ Assin.: Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin. seguimento Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin.: Vacina: Data: Lote: Local: Assin. preencha sua assinatura de forma legível.: Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Vacina: Data: Lote: Local: Assin.: Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin.: Hepatite B BCG Profissional.: Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin.: Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin.: Camp.: Tríplice viral Vacina: Data: Lote: Local: Assin.: Vacina: Data: Lote: Local: Assin.: Antipolio Tetravalente DTP + Hib Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Vacina: Data: Lote: Local: Assin. Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin.: Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Assin.: Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin. preencha sua assinatura de forma legível.: Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.indd 30-31 33 16/11/05 12:19:20 Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Data: __/__/__ Lote: ________ Local: _______ Assin.: Vacina: Data: Lote: Dose: Local: Assin.: Vacina: Data: Lote: Local: Assin.: Profissional.32 Caderneta Menino.

V ver em amb ente afetuoso e sem v olênc a. ser acompanhada pelos pa s nos serv ços de saúde. devem arant r esses d re tos. ser amamentada. TER sEU rE stRO De nasC MEnTO rAtU to. untos. a comun dade e o overno. Ter oportun dade de br ncar e aprender.são d re tos Da cr Ança: 1. Contar com serv ços de saúde e ter acesso à escola públ ca e ratu ta perto do lu ar onde mora. 7. Receber ratu tamente as vac nas nd cadas no Calendár o Bás co de Vac nação. Ter acesso a al mentação adequada e ser acompanhada em seu cresc mento e desenvolv mento. 5. 8.indd 32 16/11/05 12:19:25 . 2. 3. V ver em lu ar l mpo. 9. 6. 34 Caderneta Menino. 4. A fam´l a. ensolarado e are ado.