FATEK – FACULDADE DE TEOLOGIA KARPOS Aluno: Paulo Felipe Lauar Prof.: Oziel Barreira Disc.

: Religiões Comparadas 3º Ano de Bacharel em Teologia - 2011

OS SADUCEUS
Os saduceus foram um grupo de cunho político-religioso, extremamente rival dos fariseus. A sua origem e seu fundador tem-se divergido constantemente entre os pesquisadores, alguns defendem a ideia de que foram um partido político derivado dos judeus helenistas, outros que eram um partido religioso, alguns acreditam que originalmente foram um grupo aristocrático que faziam oposição aos fariseus, e outros, ainda, que eles eram controladores fiscais, ou seja, funcionários públicos. Não obstante, o que a maioria dos estudiosos aceita é que este grupo derivou-se da família do Sumo-sacertodote, Zadoque, que fora nomeado por Salomão (c.f. 1Rs 2.35). Não se sabe com precisão a data a qual este grupo foi fundado, mas se sabe que foi “durante o cativeiro babilônico, por parte de um grupo de judeus liberais na guarda da Lei”1, e tiveram como adeptos personalidades importantes, como João Hircano, Anás e Caifás. Dentre as suas principais doutrinas estão os fatos de aceitarem apenas o Pentateuco como Escritura Sagrada, negando, assim, todo o restante do A.T.. Negavam, também, a doutrina da ressurreição dos mortos e da imortalidade da alma e de sequer a existência dela, interpretavam literalmente o Pentateuco, desacreditavam completamente na existência de anjos e demônios e de céu e inferno, “sustentavam que o bem e o mal dependem exclusivamente da opção do homem e, por conseguinte, que Deus não exerce influência alguma sobre as ações humanas, mas é o próprio homem o causador de sua própria felicidade ou desgraça”2, negavam a providência divina e eram materialistas exímios. Em sua maior parcela, os saduceus, eram formados por sumo-sacerdotes, ricos e pessoas de alta posição. “Seu horizonte, limitado à vida terrena, os levava a tirar o maior partido possível dela. Sua posição religiosa nada mais era do que a justificativa de sua situação de poder” 3.
1

RANGEL, Marconi Pereira. Panorama do Novo Testamento (Apostila), página 36. 2009, Belo Horizonte, MG. 2 MATEOS, Juan, CAMACHO,Fernando. Jesus e a Sociedade de seu tempo. Editora PAULUS, São Paulo, SP, 3ª Edição, 2003. 3 Idem.

ANGUS. SP. 3ª Edição. Panorama do Novo Testamento (Apostila). Editora Hagnos. Editora Vida Nova. 3ª Edição. MATEOS. SP. São Paulo. . Belo Horizonte. Juan. O Novo Dicionário da Bíblia. São Paulo. 2009.D. Jesus e a Sociedade de seu tempo. Página 1203. Joseph.Fernando. Doutrina e Interpretação da Bíblia. MG. Editora PAULUS. J. 2006.BIBLIOGRAFIA • • • • RANGEL. SP. 2003. História. 2004. São Paulo. CAMACHO.1ª Edição. DOUGLAS. Marconi Pereira.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful