WEB-SATELLITE CENTRAL SATELLITE DE PRODUÇÃO

CAPÍTULO 39

CUBO MÁGICO
Novela de

JOÃO PEDRO TUSSET
Escrita por

João Pedro Tusset
Direção Ary Coslov Marcelo Travesso Direção geral Ricardo Waddington Personagens deste capítulo AMELINHA ANDRÉ BRANCA CAMILA CÁSSIO DANIEL ELISA EVA FERNANDA GUSTAVO HELENA INÁCIO LIA LUÍSA MAURÍCIO MIMI NICOLE RENATO RODRIGO SOLANGE STEPHANIE VITOR HUGO

Atenção “Este texto é de propriedade intelectual exclusiva da WEB-SATELLITE LTDA. e por conter informações confidenciais, não poderá ser copiado, cedido, vendido ou divulgado de qualquer forma e por qualquer meio, sem o prévio e expresso consentimento da mesma. No caso de violação do sigilo, a parte infratora estará sujeita às penalidades previstas em lei e/ou contrato.

CUBO MÁGICO

CAPÍTULO 39

PÁG.: 2

CENA 0/INTRODUÇÃO:
INSERIR LEGENDA: NO CAPÍTULO ANTERIOR DE CUBO MÁGICO... ESTA CENA FUNCIONA COMO UM COMPACTO QUE INICIA OS CAPÍTULOS, CONTENDO A ÚLTIMA CENA DO CAPÍTULO ANTERIOR, DANDO O CLIMAX PARA A CONTINUAÇÃO DO ACONTECIMENTO. LIA DE ROUPÃO, SENDO MAQUIADA POR DIVERSOS PROFISSIONAIS, SE PREPARANDO PARA O CASAMENTO. O CELULAR DELA TOCA, E ELA VAI VER QUEM É. LIA — Gente, vocês podem me dar uma licença?

OS MAQUIADORES SAEM DO QUARTO. LIA ATENDE O TELEFONE. LIA — (ATENDE) Pode falar. (PAUSA) Estou me arrumando para o casamento. Não era isso que você queria? Estou conseguindo... (PAUSA) Eu sei! Não esqueci. Imagina que quero voltar pra prisão. Eu não vou voltar pra prisão! HELENA — (EM OFF) Prisão?

LIA DEIXA O CELULAR CAIR E GIRA A CADEIRA. HELENA ESTAVA NA PORTA E OUVIU A CONVERSA TODA. HELENA — Você já foi presa Lia? Que história é essa?

LIA FICA SEM REAÇÃO. HELENA ESPERA A RESPOSTA. CLOSE EM LIA. CORTA PARA:

CENA

1/MANSÃO

DOS

CASTANHO/QUARTO

DE

LIA

INT/NOITE:
CONTINUAÇÃO DO FINAL DO CAPÍTULO ANTERIOR. LIA HELENA LIA — (SORRI) Helena? Você estava aqui? — Estava, e ouvi toda a sua conversa. — (NERVOSA) É/

CUBO MÁGICO
HELENA

CAPÍTULO 39

PÁG.: 3

— (CORTA) Você não respondeu à minha pergunta Lia. Você foi presa? Que história é essa?

LIA HELENA

— Eu, presa? Claro que não Helena! Que ideia! — Mas você falou ai no telefone que não ia voltar pra prisão, eu ouvi!

LIA

— Eu disse que não ia voltar pra prisão da minha vida de pobre, lá em Campos.

HELENA LIA HELENA

— (DESCONFIA) Ah... Era isso? — Era! — Tudo bem, assim fico mais tranqüila. Cheguei a me assustar. Com quem você estava falando?

LIA

— Alguém que você não vai gostar muito de saber. A Solange.

HELENA LIA HELENA LIA

— (CARA DE NOJO) Me dá até urticária... — Já chegou muita gente na igreja? — Sim, está ficando lotada. — Bom Helena, agora se você me dá licença, eu vou continuar a me arrumar. Não quero me atrasar.

HELENA

— Eu vou sair sim. Só queria te lembrar do nosso acordo.

LIA HELENA

— Eu não esqueci. — Que bom, é melhor assim. Ou senão eu mesmo te mando de volta pra prisão de onde você veio.

HELENA SORRI E SAI DA SALA. LIA SE OLHA NO ESPELHO, PREOCUPADA. CORTA PARA:

CENA 2/CASA DE SOLANGE/SALA – INT/NOITE:
MIMI TERMINA DE PASSAR BATOM NO ESPELHO DA SALA. SOLANGE VEM DO SEU QUARTO JÁ ARRUMADA PRO CASAMENTO.

CUBO MÁGICO
SOLANGE MIMI

CAPÍTULO 39

PÁG.: 4

— Mimi eu tô pronta. Cadê o sue irmão e a Stephanie? — Tão lá no quarto e eu espero que se arrumando! Vamos nos atrasar desse jeito.

SOLANGE

— (GRITA) André! Sai desse quarto menino, vamos logo pra esse casamento.

ANDRÉ E STEPHANIE CHEGAM BEM VESTIDOS, ASSUSTANDO SOLANGE E MIMI. ANDRÉ STEPHANIE SOLANGE — Estamos prontos, calma. — (GIRA) Como estou galera? — Nossa senhora, mas de onde vocês tiraram essas roupas chiques? MIMI — Ou melhor, de quem vocês ROUBARAM essas roupas chiques? STEPHANIE — Minha mãe que fez, ela é uma costureira de mão cheia, mais que a Solange. ANDRÉ SOLANGE — Isso ela é mesmo, não te desmerecendo mãe... — Tá bem, agora deixem de conversa e vamos logo que o táxi tá esperando. E TODOS VÃO SAINDO DA CASA. SOLANGE SAI POR ÚLTIM, DESLIGA A LUZ E FECHA A PORTA. CORTA PARA:

CENA 3/IGREJA – INT/NOITE:
DANIEL CONVERSANDO COM EVA E GUSTAVO NO ALTAR. BRANCA E RENATO SENTADOS NOS BANCOS DA FRENTE. VAI MOSTRANDO OUTROS CONVIDADOS CHEGANDO. CLOSE NA PORTA, QUANDO CÁSSIO, RODRIGO E FERNANDA CHEGAM. IMPACTO NA ENTRADA DE FERNANDA DE CADEIRA DE RODAS. DANIEL OS ENCARA. HELENA — (PARA MAURÍCIO) Era só o que me faltava essa vadiazinha aqui dentro.

CUBO MÁGICO
MAURÍCIO

CAPÍTULO 39

PÁG.: 5

— (COCHICHA) Não vai armar barraco em pleno casamento.

CÁSSIO E RODRIGO COLOCAM FERNANDA SENTADA NO BANCO E FECHAM A CADEIRA DE ROSAS. FERNANDA FICA OLHANDO PARA DANIEL. EVA DANIEL GUSTAVO DANIEL EVA — Tudo bem com você Daniel? — (SORRI) Tudo bem. — Aquela que chegou agora é a sua ex-mulher né cara? — Ela mesma... — Não sei pra que convidar eles Daniel, só pra todo mundo sofrer. DANIEL — É pra essa gente ver como eu sou muito melhor longe deles. EVA DANIEL — Então a presença da Fernanda não te incomoda? — (RI) Imagina! Eu estou mais feliz que nunca com a Lia, a Fernanda morreu pra mim. Morreu! INÁCIO APARECE NA PORTA DA IGREJA. EVA O AVISTA DE LÁ E ABANA. ELA SAI DO ALTAR E VAI EM DIREÇÃO À INÁCIO. EVA INÁCIO EVA INÁCIO EVA — (ABRAÇA) Inácio! Que bom que você veio. — Nossa Eva, você tá linda. — (SORRI) Obrigada! — E então, como que tá tudo aí? — Tudo bem. Vem, senta lá na frente pra gente conversar. Tenho que ficar no altar, sou madrinha! OS DOIS SE DÃO AS MÃOS E VÃO LÁ PRA FRENTE. HELENA — Que falta de vergonha. Um homem casado sair de mãos dadas com uma solteirona dentro da casa de Deus.

CUBO MÁGICO
MAURÍCIO HELENA

CAPÍTULO 39
— Deixa a sua filha ser feliz Helena.

PÁG.: 6

— Não gostei desse rapaz, olha que terno mais rampeiro que ele veio. Aposto que comprou na 25 de março em 30 vezes. É pobre, só podia!

EVA E INÁCIO FICAM CONVERSANDO. NICOLE OLHA PARA AMELINHA, ENTEDIADA. NICOLE — Odeio casamentos. Por isso que nunca me casei na igreja. AMELINHA — Será que não vai acontecer nada pra animar o local não? DE REPENTE, COMEÇA A TOCAR UMA MUSICA NAS CAIXAS DE SONS DA IGREJA. É A INTRODUÇÃO DE BAD ROMANCE, DE LADY GAGA. OS CONVIDADOS SE OLHAM, SEM ENTENDER. ATÉ QUE CAMILA PÕE O PÉ NA PORTA DA IGREJA E VAI ENTRANDO, PASSANDO PELO TAPETE VERMELHO JUNTO DE ELISA, VESTIDA IGUALZINHA À CANTORA LADY GAGA: UMA ROUPA INTEIRINHA FEITA DE CARNE, UMA PERUCA SUPER ESCANDALOSA E FAZENDO O FAMOSO “OLHO DE THUNDERA” DA GAGA. CAMILA CHEGA ATÉ A FRENTE DO ALTAR E VÊ QUE TODOS ESTÃO FALANDO SOBRE ELA. HELENA MANDA A MÚSICA PARAR E VAI ATÉ CAMILA, PEGANDO ELA PELO BRAÇO. HELENA — (APERTA) Que palhaçada é essa no casamento do seu irmão Camila? Que roupa é essa! CAMILA HELENA — (CANTA) Oh oh oh, caught in a bad romance... — Eu vou te tirar daqui agora, que vergonha meu Deus! CAMILA — (CANTA) Rah rah, rah ah ah, Roma roh mah mah, Gaga uh la la, want your bad romance! DANIEL HELENA — Deixa ela mamãe... — Mas isso é inadmissível Daniel!

CUBO MÁGICO
DANIEL

CAPÍTULO 39

PÁG.: 7

— Deixa ela, antes que aconteça algum escândalo nesse casamento.

HELENA LARGA CAMILA, COM ÓDIO. CAMILA E ELISA SENTEM NOS BANCOS BEM NA FRENTE. CAMILA CRUZA AS PERNAS E FAZ AS GARRINHAS DE LADY GAGA. NICOLE E AMELINHA RIEM BAIXINHO. NICOLE AMELINHA — Amelinha que arraso a roupa da menina, você viu? — Pois é amiga... E tinham boatos que ela tava na pior depois da morte do noivo. NICOLE AMELINHA — Se isso é estar na pior o que é estar bem, porra? — (RI) Adoro.

LUÍSA SAI DE ONDE ESTÁ SENTADA E VAI ATÉ GUSTAVO, NO ALTAR. LUÍSA GUSTAVO LUÍSA GUSTAVO LUÍSA — Oi meu amor! — Oi linda... — Logo seremos nós que vamos estar nessa situação. — Vai com calma Luísa, que pressa é essa de se casar? — É que eu quero mostrar pra todo mundo como você é meu! GUSTAVO — Orgulho besta. Agora vai lá e se senta, a Lia deve estar quase chegando. LUÍSA GUSTAVO LUÍSA — Que nada, noiva se atrasa. — (IRRITADO) Quer fazer o favor Luísa? — Vamos mostrar como a gente se ama Gustavo, que o nosso amor é maior que tudo. E ELA PUXA GUSTAVO, LHE DANDO UM BEIJO. GUSTAVO A AFASTA, RÁPIDO. GUSTAVO — Ficou doida de me beijar na igreja na frente de todo mundo? LUÍSA — Qual o problema? Nós somos noivos!

CUBO MÁGICO

CAPÍTULO 39

PÁG.: 8

CORTA PARA CAMILA E ELISA. RODRIGO SE APROXIMA DE CAMILA E SE SENTA AO LADO DELA. CAMILA RODRIGO CAMILA ELISA RODRIGO CAMILA RODRIGO ELISA — (SORRI) Rodrigo! — Que roupa mais diferente é essa Camila. — Gostou? (SE GABA) É toda de carne. — Carne pura! — Um tanto extravagante. — Isso porque você ainda não viu nada! Tem mais... — Mais? — A noite pra Camila será um tanto... polêmica nesse casamento. CAMILA — Eles não queriam que eu mudasse? Pois eu mudei, e pra melhor. CÁSSIO, DO OUTRO LADO, VÊ RODRIGO CONVERSANDO COM CAMILA E FAZ SINAL PRA ELE, MAS RODRIGO NÃO VÊ. CÁSSIO SAI PARA IR ATÉ LÁ QUANDO HELENA SE ENFIA A FRENTE DELE. HELENA CÁSSIO HELENA — Indo buscar o esfregão pra limpar o meu pé? — Helena. Que desprazer te ver aqui. — Eu que o diga. Quando a sua família entrou, jurei que era um assalto. Cheguei a esconder a bolsa. Porque você sabe né, sua filha é profissional em bater carteiras e também rodar bolsinha. CÁSSIO HELENA — Mais respeito com a minha família, sua cobra! — Se eu fosse cobra, não esperava nem um segundo pra te matar com meu veneno. CÁSSIO HELENA — Isso é uma ameaça Helena? — Se você quiser considerar assim, é. Ouse tentar armar alguma coisa contra o Daniel que eu te mato Cássio.

CUBO MÁGICO
CÁSSIO

CAPÍTULO 39

PÁG.: 9

— Mas antes de morrer, eu revelo pra todo mundo que eu e Alberto éramos irmãos.

HELENA CÁSSIO

— (POSSESSA) Fala baixo, molambento! — (RI) Ficou com medo agora é? Medo que a verdade apareça?

HELENA

— Nunca mais repita isso na sua vida, isso é uma mentira!

CÁSSIO HELENA CÁSSIO

— É a mais pura verdade e você sabe disso querida. — Cala a boca, rato imundo. — Te cuida comigo Helena, ou todo mundo vai saber do nosso segredinho.

CÁSSIO SAI E VOLTA PRO BANCO. CLOSE EM HELENA. HELENA SOBE NO ALTAR E FICA DO LADO DE MAURÍCIO. FERNANDA — Papai me leva lá pra fora. Eu quero ir em um lugar antes de falar com o Daniel. CÁSSIO — Pra onde você quer ir?

CLOSE EM FERNANDA. SOLANGE, ANDRÉ, STEPHANIE E MIMI ENTRAM NA IGREJA E VÃO SE SENTAR NOS ÚLTIMOS BRANCOS. SOLANGE VÊ MAURÍCIO E HELENA. ANDRÉ — (RECLAMA) Mimi vai mais pro lado, a gente tá apertado aqui. MIMI SOLANGE — Calma garoto, espera a mamãe sentar. — (TENSA) Não briguem dentro da igreja.

SOLANGE FICA TONTA POR UM INSTANTE, SE APOIA EM MIMI. MIMI SOLANGE STEPHANIE — Mãe? A senhora tá bem? — (ZONZA) Sim, estou. Foi apenas uma tontura. — Deve ser o calor. Tá igual um inferno aqui dentro.

CUBO MÁGICO
SOLANGE

CAPÍTULO 39

PÁG.: 10

— Tive uma sensação ruim Mimi. Parece que vai acontecer alguma coisa.

MIMI SOLANGE

— Lá vem a senhora com seus pressentimentos. — É algo muito estranho, mas já estou melhor. Fiquem tranqüilos...

CORTA PARA BRANCA E RENATO DE PÉ PRÓXIMOS AO ALTAR. BRANCA — Eu ainda não consigo acreditar com o que fizeram com Péricles. Tentativa de assassinato! RENATO — Na cadeia é assim Branca. Mata ou morre. É a lei da selva. BRANCA RENATO — Mas graças a Deus que ele está bem. — Qual é, vai defender o marginal marido da ladra da tua jóia? BRANCA — Não tô defendendo e sim tendo senso de solidariedade. RENATO BRANCA — As vezes você me irrita com essa bondade Branca. — Não precisa falar alto comigo Renato. Poxa, estávamos tão bem com a gravidez e de uma hora pra outra você mudou comigo. RENATO — Você perdeu mais uma vez o meu filho Branca. Sabe o que isso me machuca, me magoa? BRANCA — Então se separa de mim de uma vez, me deixa seguir a minha vida. RENATO — Não, eu não vou. E sabe porque? Porque você não vai gastar a fortuna dos seus pais com outro homem. BRANCA — Então você admite que se casou comigo sem amor e por dinheiro? RENATO — Admito. Se é isso que cê quer saber, é a verdade.

CUBO MÁGICO

CAPÍTULO 39

PÁG.: 11

E RENATO SAI, DEIXANDO BRANCA SOZINHA. CLOSE EM BRANCA, MUITO TRISTE. CORTA PARA:

CENA 4/MANSÃO DOS CASTANHO – EXT/NOITE:
CORTA PARA:

CENA 5/MANSÃO DOS CASTANHO/QUARTO DE DANIEL E LIA – INT/NOITE:
LIA NO CENTRO DO QUARTO, JÁ COM O VESTIDO DE NOIVA E PRONTA PARA O CASAMENTO. LULI VAI ARRUMANDO O VESTIDO DE LIA E DANDO OS RETOQUES FINAIS NA PRODUÇÃO. LULI — Deixa eu só dar uma arrumada no seu véu e você vai estar pronta pra ir pra igreja. LIA LULI LIA — (ANIMADA) Anda logo Luli, eu tô nervosa! — (AJEITA) É, agora tá linda, perfeita. — (SE OLHA NO ESPELHO) Eu realmente estou irresistível! FERNANDA — (EM OFF) Que espetáculo deplorável.

LIA SE VIRA E VÊ FERNANDA NA PORTA DO QUARTO. LIA — Mas que invasão é essa na minha casa? O que você tá fazendo aqui? Não cansou de me seguir até a loja pra me ofender? FERNANDA — É que eu precisava e ver vestida de noiva Lia. Você realmente fica linda. LIA — Eu sei que eu sou linda, agradável, maravilhosa... Tudo isso eu sei. Agora tira a cadeira de rodas da porta que eu preciso ir pra igreja. FERNANDA LIA — Eu não vou sair daqui enquanto você não me ouvir. — Não me obrigue a usar a força contra você aleijadinha!

CUBO MÁGICO
FERNANDA

CAPÍTULO 39

PÁG.: 12

— Você não vai se casar hoje Lia, eu tenho certeza que não.

LIA FERNANDA LIA

— Ah é? E quem vai impedir? Você? — Não. O destino vai se encarregar disso. — (RI) Coitada gente! Mais derrotada do que nunca vem fazer a recalcada no dia do meu casamento.

FERNANDA

— Você e essa sua gangue em que a Helena participa vão pagar pelo que fizeram comigo, por todas as humilhações.

LIA

— (ALTO) Agora chega Fernanda, sai daqui...

LIA SE APROXIMA PARA EMPURRAR FERNANDA, MAS FERNANDA SE MANTÉM IRREDUTÍVEL. LIA FERNANDA — (GRITA) Sai! Sai da minha frente! — Não saio!

E FERNANDA PUXA O VÉU DA CABEÇA DE LIA, ESTRAGANDO O PENTEADO DELA. LIA DÁ UM GRITO DE HORROR E SE OLHA NO ESPELHO. LIA — (PASMA) Olha o eu você fez com o meu penteado sua idiota! Estragou tudo. FERNANDA — Bem feito! Olha o destino fazendo sua passagem.

FERNANDA SE MOVE PARA TRÁS E SAI. LIA COMEÇA A CHORAR, E SE SENTA NA CADEIRA. LIA LULI — (CHORA) Ela estragou tudo Luli! Tudo! — Calma, não chora! Eu vou arrumar tudo o mais rápido possível. LIA LULI LIA CORTA PARA: — Que desgraçada! — Não chora que vai estragar a maquiagem! — (SE CONTROLA) Tem razão...

CUBO MÁGICO

CAPÍTULO 39

PÁG.: 13

CENA 6/MANSÃO DOS CASTANHO – EXT/DIA:
FERNANDA SAI CAMINHANDO COM A CADEIRA DE RODAS FECHADA. ELA COLOCA NO BANCO DE TRÁS E ENTRA NO CARRO DE CÁSSIO. FERNANDA — Vamos rápido pra igreja papai! Vamos ganhar tempo até que a Lia arrume todo o penteado. CÁSSIO FERNANDA CORTA PARA: — Tem certeza que você quer fazer isso? — Tenho! Anda, não vamos perder tempo!

CENA 7/IGREJA – INT/NOITE:
A IGREJA JÁ ESTÁ CHEIA. O PADRE JÁ ESTÁ NO ALTAR E OLHA NO RELÓGIO. DANIEL NERVOSO. DANIEL — A cerimônia já era pra ter começado fazem 15 minutos. Cadê a Lia! EVA — Calma Daniel, a Lia me ligou, disse que teve problemas e vai demorar. GUSTAVO — Difícil é fazer esse padre esperar...

HELENA CONVERSA COM MAURÍCIO. HELENA MAURÍCIO HELENA — Viu quem está lá no fundo? — Vi... — Veio e trouxe a macacada toda com ela. Gente mais mau vestida! MAURÍCIO — Ignora Helena, não quero que ela ache que estou preocupado com ela. HELENA — Eles estão sentados lá no fundo, próximos à porta, lugar deles. Bem feito! CORTA PARA NICOLE SE ABANANDO. AMELINHA DÁ UMAS COCHILADAS SENTADA. NICOLE — (BALANÇA) Acorda Amelinha!

CUBO MÁGICO
AMELINHA

CAPÍTULO 39

PÁG.: 14

— (ABRE OS OLHOS) Oi? O que? Cadê a noiva, já entrou?

NICOLE AMELINHA

— Não! Tá atrasada! — Gente que atraso é esse, já estamos a uma hora dentro dessa igreja.

NICOLE AMELINHA VITOR HUGO LUÍSA NICOLE

— E esse calor insuportável? — Nem me fala! Meu cabelo já foi pras cucuias... — Parece que a noiva teve um imprevisto. — E o padre parece estar bem entediado. — Alias, que padre é esse minha gente? Não deve ter 40 anos.

AMELINHA

— Pecado!

NICOLE PISCA PRO PADRE, SENSUAL. ESSE, FAZ O SINAL DA CRUZ. NICOLE VITOR HUGO AMELINHA — Ai Vitor Hugo, me abana! Me abana! — Eu lá tenho cara de ventilador? — Vamos lá pra rua Nicole, deve ter pelo menos uma brisa. NICOLE — Ai que ódio que eu estou gente. Calor dos infernos! Igreja miserável que não tem nenhum ar condicionado. (PAUSA/GRITA BEM ALTO) Diabo! TODOS OLHAM PARA NICOLE, CHOCADOS. SILÊNCIO NA IGREJA. NICOLE DÁ UMA RISADINHA, SEM GRAÇA. O PADRE FAZ NOVAMENTE O SINAL DA CRUZ. NICOLE SE LEVANTA E SAI COM AMELINHA. RODRIGO SE APROXIMA DE DANIEL. RODRIGO DANIEL RODRIGO — Daniel? Posso falar com você um segundo? — Claro Rodrigo... — A minha irmã quer conversar com você.

CUBO MÁGICO
DANIEL

CAPÍTULO 39

PÁG.: 15

— Desculpa Rodrigo, mas eu não pretendo falar com ela.

RODRIGO

— Por favor Daniel, vamos comigo até a sacristia. Eu prometo que não é bobagem.

DANIEL RODRIGO DANIEL CORTA PARA:

— É muito importante assim? — É! — Bom, então eu vou né...

CENA 8/IGREJA/SACRISTIA – INT/NOITE:
DANIEL VAI ENTRANDO NA SACRISTIA, EM SILÊNCIO. FERNANDA ESTÁ DE COSTAS E VIRA A CADEIRA DE RODAS. FERNANDA DANIEL — Que bom que você veio me encontrar. — Fala logo o que você quer Fernanda, eu tenho que me casar. FERNANDA — Quero falar um assunto muito sério com você Daniel. Um assunto que vai mudar a sua vida. DANIEL — Pára com esse mistério idiota Fernanda e vai logo ao ponto. FERNANDA DANIEL — Você não pode casar com a Lia. — Me chamou aqui pra dizer isso? Perdeu seu tempo, pois eu vou. FERNANDA DANIEL FERNANDA — Lia não é o nome dela de verdade. — (ESTRANHA) O que? — Meu irmão e eu investigamos a vida dela desde a nossa separação, Daniel. Lia é uma mentira! DANIEL FERNANDA — (RI) Que palhaçada é essa? — (ERGUE) Está tudo nesse dossiê. Rodrigo foi a Campos dos Goytacazes. Não existe registro de

CUBO MÁGICO

CAPÍTULO 39

PÁG.: 16

nenhuma pessoa chamada Lia Fagundes que tenha nascido lá, nem mesmo da tal pensão da avó dela existe. DANIEL FERNANDA — (PEGA A PASTA) Mas que brincadeira/ — (DIRETA) Você não pode se casar com essa farsa, essa mentira que é a Lia! CLOSE EM DANIEL. FERNANDA O ENCARA. A IMAGEM CONGELA E FORMA AS FACES DE UM CUBO MÁGICO. UMA MÃO “PEGA” O CUBO DA TELA E COMEÇA A ORGANIZAR OS LADOS. CORTA.

(FINAL DO CAPÍTULO) Os créditos sobem ao som de “Love The Way You Lie Part II – Rihanna featuring Eminem”.