You are on page 1of 14
tipo Em L980? jseveurla us Planérlo MENSAGEM we 162 2007-cac Brasilia, deggisde 2007. REGIME DE URGENCIA Excelentissimo Senhor Presidente da Camara Legislativa do Distrito Federal, Ge oa Assessors de Plane ¢ Tenho a honra de submeter a elevada apreciacao dessa Egrégia Camara Legislativa, o anexo Projeto de Lei que dispée sobre a Gestéo Compartilhada das unidades escolares da rede publica de ensino do Distrito Federal e dé outras providéncias, em cumprimento ao disposto no art. 206, inciso VI, da Constituicao Federal, dos arts. 3°, inciso VIII, e 14 da Lei de Diretrizes e Bases da Educago Nacional e do art. 222, da Lei Organica do Distrito Federal. A proposta foi desenvolvida com a ampla participacdo dos diversos segmentos educacionais e objetiva elevar o nivel de qualidade de gestéo das unidades de ensino, e, por conseqiléncia, efetivar a exceléncia da educa¢ao no Distrito Federal. A Gestao Compartilhada objetiva: 1 - implementar e executar as politicas’ publicas de educagdo, assegurando a qualidade, a eqilidade e a responsabilidade social de todos os envolvidos; PROTOCOLO LEGISLATIVO Excelentissimo Senhor Deputado ALIRIO DE OLIVEIRA NETO Presidente da Camara Legislativa do Distrito Federal Brasilia - DF PROTOCOLO LEGISLATIVO PL ne YSZ Oy Fis, NO = oS Il-- assegurar a transparéncia dos mecanismos administrativos, financeiros e pedagdgicos; Ill - otimizar os esforgos da coletividade para a garantia da eficiéncia, eficacia e relevancia do plano de trabalho e do projeto pedagdgico; IV - garantir a participagdo da comunidade escolar e local, pela via da representagao, consubstanciada no Conselho Escolar; V - assegurar 0 processo de avaliagao institucional mediante mecanismos internos e externos, a transparéncia de resultados e a prestaao de contas a comunidade; VI - viabilizar a autonomia das unidades de ensino, no que lhes couber pela legislagao vigente, na gestao pedagégica, administrativa e financeira. VII - assegurar mecanismos de suporte’ para a_utilizagao, com eficiéncia, dos recursos descentralizados diretamente as unidades de ensino. A legislagao nacional e as politicas educacionais, correntemente, prescrevem a organizacao administrativa e pedagégica dos sistemas de ensino de forma descentralizada, democratica e participativa, exigindo uma urgente mudanga na forma hoje implantada A efetivagao de uma nova relagao entre a educacao, a escola e a sociedade constitui um aprendizado politico-pedagégico cotidiano que requer a implementagao de novas formas de organizacdo e participagao interna e externa a escola, ou seja, a construgéo de uma educacdo emancipatéria e democratica se aperfeigoa com a efetivagao de mecanismos de distribuigao do poder, que s6 6 possivel a partir da participagao ativa dos cidadaios na vida publica. Nesse cenério, a presente proposta é a vid eleita por este Governo para iniciar a implementacéo de processos e praticas de participaco coletiva, fundamental para romper com uma légica existente em que se estruturam as concepgées € praticas dominantes de organizagao de gestdo escolar. Ante essa situagao, torna-se essencial a construgao coletiva de um projeto pedagdgico pela escola, elevando a auto-estima e envolvendo os diferentes segmentos da comunidade escolar e local, na discusséo do planejamento e tomadas de decisdes, provocando mudangas na organizacao do trabalho e na gestéo da escola, assim como da vivéncia e construgdo de novas formas de relacionamento interpessoal; nessa diregdo, a efetivagéo da gestéo compartilhada como aprendizado coletivo deve considerar a necessidade de se repensar no agir com a organizagao escolar. Nesse processo, 0 conhecimento e 0 redimensionamento da legislagao, visando garantir reais possibilidades de participagao e organizacao colegiada, so fundamentais para viabilizar a democratizacdo das relagdes e do poder na unidade escolar; e por outro lado, fortalecer as diferentes instancias, a exemplo do Conselho Escolar, buscando formas de ampliar a participacao ativa de professores, coordenadores e orientadores educacionais, estudantes, servidores, pais e responsaveis por estudantes, e da comunidade local, importantes na efetivacéo de um processo de gestéo compartilhada que expresse, a cada dia, as possibilidades de construgao de uma nova cultura escolar. Neste viés 0 Projeto apresentado visa possibilitar a reorganizacdo dos mecanismos de gestéo da rede de ensino do Distrito Federal e, ainda, estruturar uma gestéo com definicdo de metas, responsabilidades mutuas, avaliagéo que deveré funcionar como termémetro e biissola, indicando a temperatura e o melhor caminho a ser perseguido com a participagéo e comprometimento da equipe escolar gestora, e resultados a serem atingidos, buscando garantir condigées de eqilidade coletiva eo sucesso da escola. A iniciativa de apresentacao do presente Projeto de Lei fundamenta- se no disposto no art. 71, § 1°, inciso |e Il, combinado com o disposto no art. 58, inciso XII, da Lei Organica do Distrito Federal - LODF. Aproveito o ensejo para, na forma do art. 73 da Lei Organica do Distrito Federal, solicitar a Vossa Exceléncia que a matéria seja’apreciada em regime de urgéncia. Cabe esclarecer, que os recursos para fazer frente a implantagao do projeto, nos valores demonstrados nos quadros anexos (doc.1 e 2), encontram-se assegurados na proposta orgamentaria para 2008. Contando com o elevado espirito pubblico dessa Casa, renovo meus protestos de estima e distinta consideragdo. Atenciosfmente, PROTOCOLO LEGISLATIVO La NO_ASZ/ SY ROBERTO ARRUDA rnador do Distrito Federal