Escola Superior de Tecnologia de Abrantes

Licenciatura em Tecnologias de Informação e Comunicação

“Fernando Lopes Graça – biografia e elementos de pesquisa”

Elaborado por Fernando Lopes Aluno nº10842 Trabalho elaborado no âmbito da disciplina de Aquisição, Tratamento e Difusão de Informação, sob a orientação do professor Francisco Lopes.

Índice

Índice ................................................................................................................................. i  Introdução ......................................................................................................................... 2  Biografia ........................................................................................................................... 5  Obra Literária ................................................................................................................. 15  Composições Musicais ................................................................................................... 15  o  o  o  o  o  o  o  o  o  o  o  o  o  o  Música Dramática ................................................................................................ 15  Música para Orquestra ......................................................................................... 15  Música Coral-Sinfónica ....................................................................................... 16  Bailado ................................................................................................................. 16  Música Concertante ............................................................................................. 16  Música de Câmara ............................................................................................... 16  Piano .................................................................................................................... 17  Guitarra ................................................................................................................ 17  Canto e Piano ....................................................................................................... 18  Canto e Orquestra ................................................................................................ 18  Canto (Música de Câmara) .................................................................................. 19  Música Coral ....................................................................................................... 19  Partituras .............................................................................................................. 19  Registos Sonoros ................................................................................................. 20 

Sítios em linha para vídeos e imagens sobre o autor/compositor ................................... 20  Bibliografia ..................................................................................................................... 21  o  o  o  o  Documentos Impressos ........................................................................................ 21  Música Impressa .................................................................................................. 22  Registos Sonoros ................................................................................................. 23  Referências Electrónicas...................................................................................... 31 

i

“Fernando Lopes Graça - vida e obra do compositor”

Introdução
Pretende-se com este trabalho dar a conhecer a vida e obra do autor/compositor Fernando Lopes Graça, indicando os sítios mais relevantes para pesquisa, privilegiando as fontes dedicadas a este tipo obras musicais. Muitas cantigas populares correriam o risco de se perderem, e com elas uma parte de um património cultural com raízes populares profundas se não tivesse sido feita a sua recolha e posterior divulgação. Fernando Lopes Graça realizou este trabalho, especialmente com Michel Giacometti, um francês da Córsega que veio para Portugal e que conheceu em 1961, e com quem estabelece uma grande amizade. O trabalho do etnógrafo é completado pelo do músico. Giacometti calcorreia o País de norte a sul. Recolhe na origem canções que os camponeses cantam nas aldeias e transmitem de boca a ouvido, de pais para filhos. Lopes-Graça classifica e analisa todo o material recolhido que, depois de seleccionado, é divulgado em disco. Ele próprio harmoniza algumas destas canções para o Coro da Academia de Amadores de Música que serão ouvidas novamente pelos camponeses nas muitas digressões feitas pelo país. Sem esta perseverança muito do nosso património musical teria sido perdido Por outro lado, a sua obra própria é vasta e sobejamente conhecida por uma minoria de conhecedores, conscientes do valor do seu legado e peso na cultura do nosso país. No entanto, a informação que chega ao público em geral é escassa e não faz jus à importância desta figura tão singular. Serve este trabalho tanto para enaltecer a figura do autor/compositor aqui retratado, mas sobretudo fornecer elementos, o mais directos e fidedignos possíveis, de forma a possibilitar a cada um explorar a sua dimensão, tirando as suas próprias conclusões sobre este homem que tanto nos deixou, e que tanto contribuiu para o enriquecimento da cultura portuguesa. É também um trabalho biográfico, descrevendo as suas origens e o seu percurso até à sua morte. Pretende-se fornecer aos musicólogos, aos estudiosos da música popular portuguesa, e também de uma forma especial às novas gerações, uma forma sistematizada e organizada, tanto quanto possível, de ter acesso aos documentos referentes ao autor. 2

É através do instrumento. que o compositor dominava a contento como pianista. nos compromissos com a Música ou com o literário-crítico3 . observe-se que. Helena Moreira de Sá e Costa. A obra monumental e multifacetada de Fernando Lopes-Graça tem. Se os 24 Prelúdios e as 6 Sonatas revelam o autor criativo em pleno domínio das técnicas composicionais. uma relação amorosa.vida e obra do compositor” Faz parte deste trabalho a criação de um folheto com a informação resumida acerca do autor. um compartimento amplo. intérpretes que já se tornaram lendárias nessa dedicação ao autor. pianistas portugueses de alto nível têm revelado e expandido o repertório do grande músico tomarense. Maria da Graça Amado Cunha. Olga Prats. Miguel Henriques e Miguel Borges Coelho. Se possível. Mercê da interpretação desse inefável repertório. Nella Maissa. do elementar didáctico à mais competente virtuosidade.s sítios físicos existentes a que esteve ligado. e o reconhecimento do peso que este teve na divulgação da expressão cultural portuguesa. que muitas das mais importantes contribuições formais e pianísticas do século XX surgem em torrente criativa diversificada. o envio de uma newsletter aopara o maior número de endereços electrónicos de instituições possíveis. tanto na obra própria como nos trabalhos de recolha e divulgação do que de mais genuíno e popular existia. assim como mais presentemente António Rosado. Urge a sempre maior divulgação desse extraordinário compositor que é Fernando Lopes-Graça.“Fernando Lopes Graça . a obra para piano de Lopes-Graça tem sido revelada e estudada com entusiasmo. em relação ao piano. em princípio. Felizmente. assim como os endereços a visitar na rede global que é a internet. para melhor entender a influência do autor/compositor na cultura portuguesa. se as séries de colectâneas expõem Lopes-Graça em seu de profundis. Deveria ser em ordem geométrica. Sua opera omnia para piano representa uma das maiores contribuições à pianística universal. será endereçado o convite a órgãos de informação com esta mesma informação para explorarem o tema no sentido de dar a conhecer de uma forma mais abrangente. entre aqueles competentes pianistas ora lembrados. a personalidade. “A intimidade de um compositor com um instrumento deveria pressupor. entendida como consequência e não como finalidade (…). a contemplar todos os estágios. A prioridade que um criador determina em sua produção apontaria escolhas precisas.

há este explicar uma preferência determinante. ou à mais popular (e não alienada) colectividade filarmónica-recreativa da Outra Banda. a receber os aplausos medidos e convencionais que na generalidade se dignam dispensar à minha música os frequentadores habituais das salas de concerto da capital.“Fernando Lopes Graça .2006 / Dossier Fernando Lopes-Graça/ Fundação Calouste Gulbenkian). do ponto de vista da comunicação artística.actividade em que se mostrou igualmente competente . como confessaria em entrevista a Mário Vieira de Carvalho em Março de 1974: «Confesso-lhe com inteira sinceridade que prefiro.»” (José Eduardo Martins / 27. 4 . deslocar-me com o Coro da Academia de Amadores de Música à mais esquecida vila alentejana ou beirã.vida e obra do compositor” musical .Setembro.

que lhe é recusada por motivos políticos.“Fernando Lopes Graça .1961: Edita com Michel Giacometti o 1º volume da Antologia de Música Regional Portuguesa.1945: Faz parte da Comissão Distrital do MUD. . . Harmonizações de canções populares portuguesas.1994: Morre na noite de 27 Novembro na sua casa na Av. -1937: Parte para Paris. .vida e obra do compositor” Biografia 1906: Nasce a 17 de Dezembro em Tomar. .1969: Rostropovich interpreta o Concerto de Câmara para violoncelo encomendado a Lopes-Graça. . . Homenagem no seu 87º aniversário. . É preso e desterrado para Alpiarça. .1981: Convite do governo húngaro para as Comemorações do Centenário do nascimento de Béla Bartók.1934: Ganha uma bolsa para estudar em França. . da República.1931: Termina o Curso Superior de Composição. . . . onde inicia os estudos de piano. . .1973: Início da publicação das «Obras Literárias» (Editora Cosmos) em 18 volumes. 1938: A Maison de la Culture de Paris encomenda-lhe uma obra: «La fiévre du temps» (ballet-revue).1952: Novo prémio de composição do Círculo de Cultura Musical com a 3ª Sonata para Piano.1942: Obtém o prémio do Círculo de Cultura Musical com a «História Trágico-Marítima» (poema de Miguel Torga). -1940: Ganha o prémio de Composição do Círculo de Cultura Musical com o 1º Concerto para Piano e Orquestra. -1924: Ingressa no Conservatório Nacional de Lisboa. Estuda com Koechlin Composição e Orquestração.1941: Tomás Borba convida-o para professor na Academia de Amadores de Música.1993: Audição integral das sonatas e sonatinas para piano (Matosinhos).1944: Ganha pela 3ª vez o Prémio de Composição do CCM com a «Sinfonia». .1974: Assume a presidência da Comissão para a Reforma do Ensino Musical criada pelo Governo Provisório da Revolução de Abril. Início do In Memoriam Béla Bartók (8 suites progressivas para piano) que completa em 1975.1979: Compõe para grande orquestra.1927: É aluno da Classe de Virtuosidade de Viana da Mota. na Parede. junto a Cascais. . 5 . .1949: Faz parte do júri do Concurso Internacional Béla Bartók em Budapeste. solistas e coro o «Requiem pelas vítimas do fascismo em Portugal».

ouve pela primeira vez "O Mar" de Debussy. Entre os trastes que mobilam a casa. Petersburgo. em Tomar. Apesar de tudo. Descoberta decisiva nos caminhos futuros da sua 6 . como nos belos tempos em que o músico era ungido do Senhor ou de Sais!». Os republicanos começam a fazer das suas no Portugal monárquico cheio de contradições. O tenente Aboim é hóspede no hotel paterno. É o acaso que se lhe proporciona estudar música a sério. O pai toma de trespasse o hotel que fora do padrinho. e não pelas da Igreja ou da Nobreza. assim chamadas devido a estranhos ornamentos dos seus bonés. e a luz é o elemento transfigurador e glorificador da união quase consubstancial da Natureza com a Arte. insiste para que tenha lições com a filha do seu general. a «Música do pau teso». Sobre a sua pequena cidade natal escreverá que é onde «o monumento completa a paisagem. aristocratas e republicanos digladiam-se entre os sonidos da Serenata Tomarense e a Banda do Regimento. o pequeno Fernando matraqueia o teclado. A brincar. A 17 de Dezembro de 1906.» Cresce no seio de uma família da pequena burguesia. A 25 de Setembro o compositor russo Dimitri Chostokovich nasce em S. a «Música do cu aberto». através de um radio-receptor. num café de Tomar. e a Nabantina. A propósito do meio musical em que cresceu escreverá com humor Lopes-Graça: « Eu até entrei na música pelas mãos da tropa. a paisagem é o quadro digno do monumento. nasce Fernando LopesGraça. dirigido por Toscanini. não longe da capital.vida e obra do compositor” TEMA E VARIAÇÕES 1906: Na Hungria Bartók e Kodály publicam uma colecção de 20 canções populares. A populaça assiste à refrega entre as duas bandas rivais: Gualdim Pais. um velho piano.“Fernando Lopes Graça . Entusiasmado com as habilidades da criança. Em Lisboa Fernando Pessoa é aluno voluntário de Filosofia do Curso Superior de Letras que abandona por motivo das revoltas estudantis contra a ditadura de João Franco. A completar este cenário.

desterrado para Alpiarça e escreve: «Revolução e Liberdade são sinónimos. Em 1931 abandona a Faculdade de Letras de Lisboa como protesto contra certas medidas coercivas tomadas pelo Conselho Escolar durante uma greve académica. Contra o que é habitual toca Debussy e compositores russos contemporâneos. Aos 14 anos é pianista no Cine-Teatro de Tomar. onde estuda Composição e Orquestração com Koechlin.vida e obra do compositor” formação e linguagem musical. Termina o Curso Superior de Composição com a mais alta distinção. Em 1937 ganha uma bolsa para estudar em Paris. Funda em Tomar o semanário republicano «A Acção». Obtém a 1ª classificação para o lugar de professor de piano e solfejo do Conservatório. Matricula-se no ano seguinte na Faculdade de Letras de Lisboa em Ciências Históricas e Filosóficas. Apresenta-se pela primeira vez como compositor interpretando ele próprio as Variações sobre um tema popular português (1927) para piano solo. com Pedro Prado. grupo de vanguarda da poesia portuguesa. Em 1923 ingressa no Curso Superior do Conservatório de Lisboa. parte a expensas suas para Paris.“Fernando Lopes Graça . Não chega a tomar posse por motivos políticos. publica no Conservatório de Lisboa a revista «Música». São leis imutáveis gravadas na face do Cosmo. são equivalentes. Tomás Borba (Composição) e Luís de Freitas Branco (Ciências Musicais). a solo ou integrado no quinteto que formou. José Viana da Mota. eternas e divinas como ele. Convive com os poetas e escritores da revista «Presença». 7 .» Volta à Faculdade de Letras mas não chega a acabar o curso. É preso. seu mestre e amigo. Em 1929. Em 1927 inscreve-se na Aula de Virtuosidade de um antigo aluno de Liszt. No entanto. a qual acaba por lhe ser recusada pelas mesmas razões que o impediram de ser professor no Conservatório de Lisboa. São seus professores: Adriano Meira (Curso Superior de Piano).

Ah! esquecia-me de que tenho ainda uma coisa importante a dizer ou. Lopes-Graça é um homem bem humorado. é obrigado a regressar e fixa-se em Lisboa. Francine Benoit encontra-se entre os presentes. na companhia de uma jovem aluna e pianista.. "A ACADEMIA É O MEU LAR MUSICAL" 8 . Avizinha-se a 2ª Guerra Mundial. ao mesmo tempo que escreve canções originais e harmoniza canções regionais portuguesas.“Fernando Lopes Graça ." Organiza coros de amadores de música. pianista. não culpem outra pessoa do grito Basta! que.vida e obra do compositor” Dias antes de partir para Paris. Colabora com muitos patriotas espanhóis exilados no rescaldo guerra civil espanhola. o amigo e antigo colega de Conservatório. antes da bota nazi pisar a França. Pedro Prado. pois não sei se já disse de mais. antes. É o início de uma amizade que durará mais de 50 anos. no momento mais enfadonho da Pastoral. crítico teatral em "O Diabo" e musical na "Seara Nova". Recusa a naturalização francesa. retumbou no "galinheiro" de S. Fui eu quem o soltou. Em 1939 Lopes-Graça alista-se no corpo de voluntários dos Amis de la République Française. convida-o a assumir a direcção da secção de música da Emissora Nacional. Carlos. Lopes-Graça assiste a um concerto no Teatro Éden. agora director de programas. Grande actividade como compositor. Maria da Graça Amado da Cunha será a intérprete favorita de Lopes-Graça. Em Outubro. Diz o que pensa e pensa o que diz.. em Lisboa. Recusa por não querer satisfazer as formalidades de ordem política. a confessar. Numa crítica nada favorável a um bailado acaba da seguinte forma: "E mais não direi.

é grande amigo do Graça. Para o Graça. com o apoio do director artístico Tomás Borba da Academia de Amadores de Música. Mas em Portugal Salazar continua. Divulgar a música do século XX através de concertos. O matemático Bento de Jesus Caraça. O entendimento do mundo será então claro e humano. O músico e o matemático unidos na mesma luta. Juntamente com os poetas José Gomes Ferreira. que preserva a sua independência de espírito contra o statu quo vigente. entre outros. a 1ª audição integral dos quartetos de Bartók pelo Quarteto Húngaro. Dar a conhecer as duas linguagens conceptuais ao mais comum dos comuns. Maria da Graça Amado da Cunha apresenta também ao público português toda a obra para piano solo de Béla Bartók.vida e obra do compositor” Em 1941 inicia o eu magistério na Academia de Amadores de Música. fundador da Universidade Popular. no âmbito da Sonata. cantadas em defesa da paz e da liberdade nas ruas de Lisboa. As suas actividades inserem-se no conceito de intervenção politico-cultural. A guerra acaba e os povos da Europa celebram a paz em 1945. Proibição total. João José Cochofel. Agora o compositor.“Fernando Lopes Graça . palestras e audição pública de música gravada. Em 1942. Em 1948 promove. Carlos de Oliveira. censura. As democracias vencem Hitler. é o seu objectivo. Surge o Movimento de Unidade Democrática (MUD) de muitos patriotas portugueses. organiza a sociedade de concertos Sonata. o intérprete e o público são a consciência de uma comunidade que resiste. compõe as Canções Heróicas. um a música espectador contemporânea supõe atentamente crítico e uma atitude de confronto 9 .

Lopes-Graça conversa com o seu amigo. A grande ilusão e optimismo perpassa o pensamento progressista europeu. Checoslováquia e Hungria. enquanto 10 .Do Coro? Qual deles? O «Coiro» fino ou o «Coiro» grosso? Com humor. Depressa a Sonata torna-se num ponto de encontro de uma vanguarda intelectual. Por não concordar com a orientação ideológica assumida pela "Seara Nova". Lopes-Graça deixa a revista de que era secretário da redacção desde 1946.“Fernando Lopes Graça . É também na Academia de Amadores de Música que em 1951 aparece a publicação mensal a "Gazeta Musical". Lopes-Graça participa no 1º Congresso para a Paz na Polónia. Mais uma vez é impedido de sair do país. em 1949 é convidado para Júri do Concurso Internacional Béla Bartók. Chega a Amsterdão como secretário da secção portuguesa da Sociedade Internacional de Música Contemporânea. tenho de ir para o ensaio do Coro. Uma elite que sabe música constitui o Coro de Câmara que canta música erudita. os amigos passaram a chamar a um o Coro «fino» e ao outro o Coro «grosso». servindo de manipulação emocional para fins de propaganda. politicamente contra a ditadura salazarista. Através de Coros de músicos amadores o Graça desenvolve o gosto pela Música e a cultura cívica na Academia de Amadores de Música. na qual se insere a Sonata. Esteio da Arte dos Sons. Vai a Praga ao 2º Congresso dos Compositores e Musicólogos Progressistas. . em Budapeste. O exército vermelho domina a Polónia. Os que não sabem música cantam harmonizações suas da música regional portuguesa na Secção de Folclore. A Europa central é dividida entre os Aliados e a Rússia de Estaline. As divergências políticas começam a surgir no seio do movimento democrático. o escritor Manuel Mendes: . Novas repúblicas socialistas.Adeus.vida e obra do compositor” com a ideia vinculada pelos regimes totalitários de circunscrever a grande música a lugar-comum e mundano. No ano seguinte.

Não pode dar aulas na Academia de Amadores de Música e até mesmo em casa!. Maria da Graça Amado da Cunha e os poetas João José Cochofel e José Gomes Ferreira. Mas os amigos não o deixam partir. poetas.. Pensa novamente em ir para Paris.». A resposta será o seu caminhar resistente reflectido nestas palavras: «Poderia dizer-lhes enfim. como além de uma Arte a considero uma Religião..“Fernando Lopes Graça . mais uma vez por razões políticas. 11 . No "Século Ilustrado" Lopes-Graça escreve:« A Academia é o meu lar musical. Lopes-Graça. o regime retira-lhe o diploma do Ensino Artístico Particular.) Como artista. mas sobretudo como pedagogo. a única Religião de uma Humanidade Livre. Manuel Rodrigues das "Edições Cosmos" dá-lhe a oportunidade de realizar um projecto que há muito ambicionava fazer: publicar um "Dicionário de Música" em português. Mesmo debaixo do fogo da censura de imprensa. escritores e pintores.. Lançam uma campanha junto da comunicação social. Justa e Sábia».. aqui me realizei na medida em que me foi vedado realizarme noutros sectores. muitos intelectuais anti-salazaristas colaboram gratuitamente. "A MÚSICA É A MINHA ÚNICA RELIGIÃO" «Que hei-de dizer-lhes acerca da Música.. Em 1969 é movida uma acção de despejo contra a Academia de Amadores de Música que se acha instalada há trinta anos no nº 18 da Rua Nova da Trindade..vida e obra do compositor” actividade intelectual e cultural.Fica sem meios de subsistência. a minha única religião (. Em 1954. defendem mais uma vez este centro de cultura musical.) e como visiono uma única Religião do Futuro. que os interesse e que esteja ao meu alcance?» pergunta Lopes-Graça nos anos trinta. (. Até hoje a Academia continua no coração do Chiado em Lisboa. reúne à sua volta músicos. entre outros intelectuais.

depois de seleccionado. No Coliseu. LopesGraça entende que o ensino musical deve ser um contacto vivo. É a festa da esperança. pensar. sorri-se aos abraços.“Fernando Lopes Graça . Presente de Natal para as Crianças. Uma catedral de vozes ergue-se na noite: 12 . Necessário é ter prazer em fazer música. Não precisa de rostos sisudos e façanhudos. Grande amizade se estabelece entre os dois. Louis Saguer. Para ele a música é uma coisa tão necessária como respirar. O trabalho do etnógrafo é completado pelo do músico. Lopes-Graça dirige o Coro da Academia de Amadores de Música. Escreve várias obras para os mais novos: Álbum do Jovem Pianista. A sua pesquisa é feita em todas as direcções na certeza de encontrar sempre a síntese necessária à própria expressão enquanto músico e cidadão. Ele próprio harmoniza algumas destas canções para o Coro da Academia de Amadores de Música que serão ouvidas novamente pelos camponeses nas muitas digressões feitas pelo país. a Música de Fernando Lopes-Graça é uma multiplicidade de técnicas e de estilos: da tonalidade mais clássica ao atonalismo mais marcante. De olhar brilhante. O país desperta da morrinha secular. Imbuído das ricas polifonias da música regional portuguesa e alimentado por um vasto tesouro de obras-primas de todo o mundo. Segundo o compositor francês e seu grande amigo. de pais para filhos. fraternidade. nas árvores. permanente. amar.vida e obra do compositor” Em 1961 conhece Michel Giacometti. é divulgado em disco. Canções e Rondas Infantis. directo entre a Música e o jovem. Lopes-Graça classifica e analisa todo o material recolhido que. Recolhe na origem canções que os camponeses cantam nas aldeias e transmitem de boca a ouvido. A imaginação e a poesia estão na rua. um francês da Córsega que vem para Portugal. comer. nos candeeiros. Giacometti calcorreia o País de norte a sul. UMA CONSCIÊNCIA DO NOSSO TEMPO Noite de 25 de Maio de 1974. Comunica-se nas paredes. As Cançõezinhas da Tila. Há um mês que Lisboa fervilha. O pulular de reuniões de sindicatos desagua nas calçadas de Lisboa.

Aos 75 anos a lucidez e o seu espírito independente continuam a provocar polémica. Há o problema grave dos bascos.» Em 1994 uma jovem. emoção. Teresa 13 .. Condecorado com a Ordem da Amizade dos Povos em 1976 pelo Soviete Supremo da URSS. mas com um projecto social. Por sua conta e risco quer conhecer Lopes-Graça e estudar a sua obra.“Fernando Lopes Graça . embora este não tenha «uma ideia mítica.vida e obra do compositor” Vozes Vozes ao ao alto! alto! Unidos como os dedos da mão havemos de chegar ao fim da estrada ao sol desta canção. Em 1980 recebe do Presidente da República Mário Soares o grau de Grande Oficial da Ordem Militar de Santiago de Espada. político e económico comum. sem querer com isso dizer que deixássemos de ser portugueses. recém licenciada em musicologia. Continuo a defender essa ideia. Noite memorável! O grande músico. vem de terras de Espanha para Portugal. A poesia feita canção militante do poeta resistente José Gomes Ferreira. Mário Dioniso. Seguem-se as honrarias públicas. numa entrevista ao "Jornal de Letras" reafirma o seu «iberismo»: «Porque a separação de Portugal de Espanha foi um erro histórico. a Andaluzia e a Catalunha também não. cada um com a sua personalidade. agradece à assistência da sala imensa. figura frágil. tal como a federação dos povos soviéticos. Em 1982.. Penso que deveria haver uma federação. A própria Galiza não se considera espanhola. amigos que voltam do exílio e da clandestinidade. É a visibilidade do valor nacional da obra de Lopes-Graça. mas sim dialéctica do que possa ser uma música nacional» segundo o musicólogo Mário Vieira de Carvalho. sem a absorção de qualquer parte por outra. Outros estão presentes: Carlos de Oliveira.

Fernando Correia da – Vidas Lusófonas [Em linha]. Leonor – Fernando Lopes Graça. Obra fundamental para se ter uma ideia da dimensão da sua obra e proceder-se à edição criteriosa de um dos compositores mais significativos da história da Música Portuguesa e da Península Ibérica. Em 1995 é editado pela Câmara de Cascais/Museu da Música Portuguesa o Catálogo do Espólio Musical de Lopes-Graça. [Consultado em 13 de Dezembro de 2010]. d. Percorre a Av. s. está feliz mas um pouco cansado. da República e quase junto ao mar vê uma vivenda com um jardim na frente e uma horta nas traseiras. Romeu Pinto da Silva. Lopes-Graça.“Fernando Lopes Graça . O mérito de toda esta azáfama é de Conceição Correia. Uma fotocopiadora atravanca a entrada. (LAINS. É o próprio Graça quem lhe abre a porta.pt/lopes_graca. 14 . .vidaslusofonas. Disponível em: <URL: http://www. S. Testemunhos de uma vida intensa que se mistura com a história deste século estão finalmente a salvo.vida e obra do compositor” Cascudo chega à Parede.htm>). : s. Está sol e durante a tarde recebe algumas pessoas que o visitam. São edições caseiras com o seu anagrama FLG e que durante as últimas décadas serviram para divulgar a sua obra junto dos seus intérpretes. Conseguiu que a Câmara de Cascais disponibilizasse meios. Durante meses o trabalho prossegue com entusiasmo. directora do Museu da Música (Casa "Verdades Faria"). In SILVA. Na sala principal o velho piano de meia cauda tem em cima várias partituras passadas à mão pelo próprio compositor. Filipe de Sousa orienta os trabalhos com o apoio do Dr. que foi sempre meticuloso e organizado. Fazem-se cópias de segurança de toda a obra musical de Lopes-Graça. Francisco Mota da Veiga e o Arq. l. n. Morre a 27 de Novembro de 1994. Fim-de-semana de Novembro. Durante a noite está só como sempre vivera.

Euterpe & Terpsicore  A Canção Popular Portuguesa  Musicália Composições Musicais o Música Dramática  D.vida e obra do compositor” Obra Literária  Disto e Daquilo  A Música Portuguesa e os seus Problemas  Cartas com Alguma Moral  A caça aos coelhos e outros escritos polémicos  Ensaios Musicológicos  Diário (quase)  Reflexões sobre Música  Opúsculos I. Duardos e Flérida (cantata melodramática) o Música para Orquestra      Três Danças Portuguesas Sinfonia per Orquestra Suite Rústica No1 Cinco Estelas Funerárias Poema de Dezembro 15 . Opúsculos III  Música e Músicos Modernos  Talia.“Fernando Lopes Graça . Opúsculos II.

vida e obra do compositor”          Divertimento Para uma criança que vai nascer Quatro bosquejos Gabriela Cravo e Canela (abertura) Canto de Amor e de Morte (versão orquestral) Viagens na Minha Terra Sinfonieta Em louvor da Paz Scherzo Heróico o Música Coral-Sinfónica  Requiem pelas vítimas do fascismo em Portugal o Bailado   La Fièvre du temps (revista bailado) Dançares o Música Concertante      Concerto para Piano e Orquestra No1 Concerto para Piano e Orquestra No2 Concertino para piano.“Fernando Lopes Graça . metais. cordas e percussão Concertino para Violeta Concerto da Cammera col Violloncelo Obbligato o Música de Câmara      Quarteto de Cordas No1 Quarteto de Cordas No2 Suite Rústica No2 14 Anotações para Quarteto de Cordas Quarteto com Piano 16 .

vida e obra do compositor”          Canto de Amor e de Morte (para quarteto de cordas e piano) Sete Lembranças para Vieira da Silva (quinteto de sopros) O Túmulo de Villa-Lobos (quinteto de sopros) Sonatina para violino e piano No1 Sonatina para violino e piano No2 Capricho e Galope para violino e piano Tre Capriccetti para flauta e violão Partita e Prelúdio e Baileto para violão Homenagem a Beethoven (3 equale para quatro contrabaixos) o Piano                  Variações sobre um tema popular português Sonata No1 Sonata No2 Sonata No3 Sonata No4 Sonata No5 Sonata No6 Oito bagatelas Glosas 24 Prelúdios Elegia Melodias Rústicas Portuguesas Cinco Nocturnos In Memoriam Béla Bártok Seis Improvisos Ao Fio dos Anos e das Horas Album do Jovem Pianista o Guitarra    Partita Prelúdio e Baileto Quatro Peças 17 .“Fernando Lopes Graça .

damáticas. bucólicas e outras Canções sobre textos de:  Antero de Quental  Casais Monteiro  Fernando Pessoa  José Régio  Camões  Gomes-Ferreira  Teixeira de Pascoaes  António Nobre  Afonso Andrade  Gil Vicente  Sá de Miranda  Bocage  Camilo Pessanha  Sophia de Mello Breyner o Canto e Orquestra  História Trágico-Marítima 18 .“Fernando Lopes Graça .vida e obra do compositor”  Sonatina o Canto e Piano     Canções Populares dos Açores Danças e Canções Canções Heróicas.

html?/cimcp/dispatcher?where=2&what=2 &show=1&obra_id=2583&lang=EN%3EOlga%20Prats%3C/a%3E%20%3C/td%3E%3 C/tr%3E%3Ctr%3E%20%20%20%20%3Ctd%3E%3Cspan%20class=%22MMP_title_ document%22%3EAuthor%3C/span%3E%20%3Ca%20href=dispatcher?where=0 19 .“Fernando Lopes Graça .mic.vida e obra do compositor”   Nove Canções Populares Portuguesas Seis Cantos Sefardins o Canto (Música de Câmara)    Cuatro Canciones de Garcia Lorca Sete Predicações de «Os Lusíadas» Nove Cantigas de Amigo o Música Coral   Quatro Redondilhas de Camões Três líricas castelhanas de Camões  Ojos.pt/cimcp/port/apresentacao. herido me habéis  De vuestros ojos centellas  Dó la mi ventura      Balada duma heroína (Gomes-Ferreira) Avisamento (Camões) Em louvor do Sol (Afonso Duarte) Acordai (Gomes-Ferreira) Harmonizações de canções regionais portuguesas o Partituras Visitar os sítios em linha:  Centro de Informação da Música Portuguesa http://www.

google.com/Michel_Giacometti_%26_Fernando_Lopes-Gra%C3%A7a http://www.google.pt/images?q=Michel%20Giacometti%20e%20Fernando%20LopesGra%C3%A7a&hl=ptpt&tbs=isch:1&source=lnms&ei=sncGTbjxB8yM4gaFlZynBw&sa=X&oi=mode_link &ct=mode&ved=0CCoQ_AU&biw=1126&bih=480 20 .google.com/site/patrimoniomusical/lopes-graca-fernando http://www.pt/cgi-bin/pesquisa.vida e obra do compositor” o Registos Sonoros Visitar os sítios em linha:  Fonoteca Municipal de Lisboa http://fonoteca.cm-lisboa.cm-cascais.pt/search?q=fernando+lopes+gra%C3%A7a&tbo=p&tbs=vid%3A1 &source=vgc&hl=pt-pt&aq=f http://sites.pt/museumusica/flg/flg/galeria+FLG.pl?lg=0 Sítios em linha para vídeos e imagens sobre o autor/compositor http://mmp.“Fernando Lopes Graça .htm http://ckuik.

Fernando Lopes . Lisboa : Caminho. ISBN 97221-0793-3: 972-21-0716-X GRAÇA. 7)..GRA GRAÇA. Mem Martins : Europa-América. José Alberto – Tradições musicais da Estremadura. Existem + 2 exemplares. 6. ISBN 972-8644-00-0 21 .: ISBN 972-21-0716-X GRAÇA. 1992.Nossa companheira música: 2ª ed.. 10). Fernando Lopes . ISBN 972-210526GRAÇA. il. 278 p. 143 p. Sardinha. Fernando Lopes – Opúsculos: Lisboa : Caminho. 23). e aument. Remodelada.. 222. 18 cm. (Obras literárias. Existe + 1 exemplar. 22 cm2 vols. ISBN 972-21-0382-2 GRAÇA. 2 vols.090. 638. Cota: 805. 1989. (Sons da tradição).Música e músicos modernos: aspectos. Fernando Lopes . 22 cm. 8). aument..GRA GRAÇA. Existe + 1 exemplar do vol. (Obras literárias. Contém as letras.“Fernando Lopes Graça . 1992. personalidades: 2ª ed. GRAÇA. (Obras literárias. Lisboa: Caminho. [198-].090. 181 p. 1991. 172 p.Musicália: 2ª ed. (Obras literárias.A música portuguesa e os seus problemas: 2ª ed. Fernando Lopes . 1986: 215 p.39. 176. Fernando Lopes . [1] p. 12). Lisboa: Caminho. Existe + 1 exemplar. 1984. 5). (Saber. (204. Fernando Lopes: Vila Verde : Tradisom. : il.. Existe + 1 exemplar (oferta Strauss). [1] p.. pautas de música. 2.A canção popular portuguesa: 3ª ed.. Fernando Lopes . Euterpe & Terpsicore: Lisboa : Caminho.Talia. corrig. (Obras literárias. 32 cm + 3 CD. Cota: 650.). Fernando Lopes . 2 vol. 1990. (Obras Literárias.vida e obra do compositor” Bibliografia o Documentos Impressos GRAÇA. [1] p. 11). Lisboa: Caminho. 2000. (Obras literárias. il. obras.GRA GRAÇA. 3-4). Cota: 650. Existe + 1 exemplar. Lisboa: Caminho.A canção popular portuguesa: 4ª ed.

José Alves. Contém as letras e inclui folheto com 22 . RAPOSO. Tomás . Fernando Lopes – Apontamentos autobiográficos: Boletim da Associação Portuguesa de Educação Musical. MANZANO. Maria Aliete Dores./Mar. 3-4. PRADA. LEÇA. Mogadouro e Vimioso. MONTE. R. MARIZ.BOL BORBA. Tomás.Lisboa. MOURINHO.30. José Francisco. 'Clementina Rosa Afonso'. FERNANDES. 47 p. MARIA. color. RODRIGUES..Raízes musicais da Terra de Miranda: Miranda do Douro. 'Cantos de la nuôssa tiêrra'. : il. Grupo Almanaque. COCHOFEL. PARAFITA. Bento.). Rodney. BRUNETI.. FONTES.. Carolina Michaëlis de. Michel. 'José Maria Fernandes'. GRAÇA. Fernando Lopes – Marchas. GRAÇA. OLIVEIRA. '(An)cantos mirandeses'.090. Francisco Melo. 'Al son de las arribas' e 'Aqueilha antiga alegrie. 2 vols. 3ªed. PIMENTEL. FERREIRA. BETTENCOURT. 22 cm + CD (44 min. VASCONCELOS.“Fernando Lopes Graça .. GRAVES. 2007. . J. Contém as notas incluídas nos CD 'Modas de Dúes Ëigreijas'. JÚNIOR. A. RODRIGUES.. BESSA. Alexandre. SANTOS. Fernando Lopes. GOMES. 'José Francisco Rodrigues'. Cota: 803.BOR/AB . José Gomes. Urbano Tavares. Lisboa: Departamento de Cultura e Tempos Livres da CGTP. ALVES. Firmino A. OLIVEIRA. 'I Fiêsta da la Gaita de Fuolhes'. Joaquin. RIBAS. Anne. 2001. Fernando Lopes: Lisboa: Cosmos. José Ferreira. : il. 1995). Miguel. Francisco Manuel. Fernando. Carlos de. p. 24 cm. Joaquim. Roger. Ernesto Veiga de. dos Santos. assim como textos sobre as faixas do CD acompanhante e as respectivas letras CD acompanhante não incluído. António Maria. Mário. Cota: 090. COELHO. Diogo Marques. GALHOZ. GOMES. 'Gueiteiros de l praino mirandés'. CORREIA Mário. fot. Maria Arminda Zaluar. António de Santa.vida e obra do compositor” GRAÇA. Vila Nova de Gaia: Sons da Terra. Domingos. Arquimedes da Silva. Rebelo. Francisco.. NUNES. GIACOMETTI. 'Cantigas da segada'. 'Domingos Esteves Afonso'. CAILLOIS. danças e canções [Música impressa] : próprias para grupos vocais ou instrumentais populares.Dicionário de música. Adelino.Nº84.RAI o Música Impressa GRAÇA. 1962-1963. CRUZ. MORATO. 24 cm.. João José. DIONÍSIO. Walter. GALLOP. Armando. NAMORADO. 143 p.'. Cota: 804. (Jan. CAUFRIEZ. MARTINS. João da. Armindo. Edmundo. José Luís Borges. FERREIRA. Alberto. António Lourenço. . BONITO. DIAZ.

Gravação AAD. Cota: 390. Gyula. cordas. Cota: 390. Miklós. János.00030 GRAÇA. Attila. 1988. 1 disco (CD) (51 min. Divertimento para instrumentos de sopro. (Biblioteca Básica Nacional). 1988. Coral de Letras da Universidade do Porto. András. 1 disco (CD) (45 min. 12 cm + folheto. Tamara. Istváni. Concertino para piano. Existe + 1 exemplar (JS).Requiem : [Registo sonoro]: to the victims of fascism in Portugal. FULOP. Cota: 390. KALMÁR. GARRET. Lisboa: Portugalsom. CHAVES.) : stereo.GRA. János Sándor (direcção). José Luís Borges. KÓRODI.vida e obra do compositor” textos de Fernando Gomes e Urbano Tavares Rodrigues. Orquestra Filarmónica de Budapeste. 1987. János.ª edição do CD acompanhante. 12 cm. HORA. Kolos. Budapest Philharmonic Orchestra. Existe + 1 exemplar. Piano concertino. LOPES. Fernando Lopes . Helena Sá e. ISBN 978-972-99527-2-2 o Registos Sonoros GRAÇA. Lisboa: Portugalsom. Cota: 390. Ana Bela Chaves (violeta). 12 cm.“Fernando Lopes Graça . por José Luís Borges Coelho. e o texto de apresentação da 1. MATYAS. Budapest Symphony Orchestra. (Discoteca básica nacional). 1991. (Discoteca básica nacional). KOVÁTS. Coro da Opera Nacional Húngara. Hungarian Radio Chorus.Eleven commendations of the souls = Onze encomendações das almas [Registo sonoro]: Twelve pilgrims' songs = Doze cantos de romaria.) : stereo. Magda. Choir of the Department of Letters of the Oporto University. (Biblioteca básica nacional). TAKÁCS. 1 disco (CD) (47 min.00309 23 .) : stereo.00308 GRAÇA.00002 GRAÇA. Existe + 1 exemplar. Németh. Helena Sá e Costa (piano). SZALAY. Orquestra Filarmónica de Budapeste. Fernando Lopes . Ana Bela. Lisboa: Portugalsom. Almeida. metais e percussão. COSTA.GRA. Lisboa: Portugalsom. Fernando Lopes . bateria. 12 cm. COELHO.GRA. 1 disco (CD) (73 min. Divertimento. Orquestra Filarmónica de Budapeste.Concertino para violeta e orquestra.GRA. Joaquim Simões da.) : stereo. Oliveira.História trágico-marítima [Registo sonoro]: The tragic history of the sea. violoncelos e contrabaixo [Registo sonoro]: Viola concertino. GÁTI. tímpanos. SÁNDOR. Fernando Lopes .

HORA.160 = Quarteto de cordas Nº1.“Fernando Lopes Graça . Tamás. Fernando Lopes . 60 min. Obras para violoncelo e piano [Registo sonoro].220 [Registo sonoro].04036 GRAÇA. 12 cm. Cota: 390. Fernando Lopes.GRA. VITAL. Portugal : EMI. José Robert. Olga. 1 disco (CD) (44 min. 1995. 1994. 12 cm. Simões da. 12 cm. Portugal : Strauss.166 = Suite rústica Nº2.GRA.String quartet No. Cota: 090. 1994. Lisboa : EMI-Valentim de Carvalho. Coro da Academia de Amadores de Música.Orqestral works = Obras para orquestra [Registo sonoro].Songs and dances of Portugal = Cantos e danças de Portugal [Registo sonoro]. Coro da Academia de Amadores de Música.160 [Registo sonoro] : Fourteen annotations.) : stereo. 1991.). op.04159 GRAÇA. 70 min. Lisboa: EMI.) : stereo. 12 cm. Maria José. ed. Orquestra Sinfónica Nacional Húngara.04442 GRAÇA.) : stereo.) : stereo. 45 min.1. Cota: 390. Portugal : EMI.GRA. JORDÃO. Budapest Symphony Orchestra. MATEUS.167. 1995. Tátrai Quartet. PÁL. GRAÇA.170: Rustic suite No.): stereo. 1994.04161 GRAÇA. LEHEL. 1 disco (CD) (47 min. TÀTRAI. PRATS.GRA. Lisboa : Strauss.) : stereo. 12 cm + folheto (16 p.170 = Catorze Anotações. op.04686 24 .04682 GRAÇA. Fernando Lopes . op. Ede Banda. Michel . Portugal: Strauss.Canções heróicas [e] canções regionais portuguesas [Registo sonoro]. 1994. Cota: 390. Fernando Lopes . Mário. ed.2. 1 disco (CD) (ca. Fernando Lopes . György.166.GIA.GRA.GRA. 1 disco (CD) (35 min.) : stereo. Existe + 1 exemplar (1 Oferta Secretaria de Estado da Cultura). Cota: 390.Portuguese folk songs [Registo sonoro]. 12 cm. Adriano. Cota: 390.Obras para piano. Cota: 390. Vilmos. Direcção Geral da Acção Cultural. 1 disco (CD) (65 min. Fernando Lopes . Lisboa: Portugalsom : Secretaria de Estado da Cultura.Olga. op. 1 disco (CD) (ca.02693+ GRAÇA. 12 cm.04441 GRAÇA. György. Clélia. Cota: 390. 12 cm. 1994. 1 disco (CD) (44 min.) : stereo. Fernando Lopes . op. FALCÃO. VÁRKONYI. Sinfonieta. op. op.) : stereo. op. KONRÁD. Fernando Lopes – Concerto da cammera col violoncello obbligato. 1 disco (CD) (ca. István.Obras corais = choral Works [Registo sonoro]. 12 cm1 disco (CD) (44 min.vida e obra do compositor” GIACOMETTI. PRATS.GRA.

vida e obra do compositor” GRAÇA. PRATS. 1995.105. Jorge Costa Pinto. CHAVES. Filipe de Sousa. Existe + 1 exemplar. op. Produção: Secretaria de Estado da Cultura.“Fernando Lopes Graça . Maria da Graça Amado da. Gravação AAD. PRATS. 12 cm.08854 25 .GRA. Fernando Lopes . José.) : stereo. Fernando Lopes . Cota: 390.) : stereo. Lisboa : Strauss. op. op. Fernando Serafim. ed.) : stereo.GRA. Fernando Lopes – Maria da Graça Amado da Cunha interpreta LopesGraça Vol.72. Cota: 390. 1 disco (CD) (38 min. Mário Vieira de. 1995. 12 cm. Nella Maissa. Jorge Costa. 12 cm. 1 disco (CD) (49 min.82 [Registo sonoro]. Two impromptus.GRA. Olga.14.212 [Registo sonoro].08797 GRAÇA.05686 GRAÇA. Ana Bela. János. HORA. Cota: 390. 12 cm.GRA. 1 disco (CD) (ca.228 [Registo sonoro].GRA. ed. Orquestra Filarmónica de Budapeste.Viola concerto. Helena Sá e.05261 GRAÇA. Divertimento [Registo sonoro]. 50 min. Fernando Lopes – Sonata Nº 3. oito bagatelas [Registo sonoro]. op.GRA. Três velhos fandangos portugueses.146.) : stereo. 1996.GRA. op. CARVALHO.221. op. 1 disco (CD) (50 min. Fernando Lopes – Sonata No. Sonata Nº 1. op.204. Cota: 390.) : stereo. ISRC: EMI Classics7243 5 55610 2 2. Portugal : EMI Classics. 1995. Olga. Fernando Lopes – Camões Sonnets = Sonetos de Camões [Registo sonoro]. 70 min) : stereo. 1997. Cota: 390. Portugal : Strauss. Five nocturnes. Portugal : Strauss : Portugalsom. 12 cm. János Sándor (direcção). PINTO. ed. 44 min. ROBERT. p1973-1995. Jorge Costa Pinto. op. CUNHA. Helena Sá e Costa (piano). 12 cm. 1994. Lisboa: Strauss. Coro da Universidade de Lisboa. Joaquim Simões da. 1 cd (ca. COSTA. Cota: 390. Orquestra Filarmónica de Budapeste. SÁNDOR. (Biblioteca básica nacional). Fernando Lopes – Sonata Nº 6. I : onze closas.) : stereo. Piano concerto. 1 disco (CD) (48 min.05126 GRAÇA. Existe + 1 exemplar. 12 cm. Cota: 390. Existe + 1 exemplar. Over the Years and Hours. Ana Bela Chaves (viola). Four impromptus.Dezassete canções tradicionais brasileiras / Sete Romances tradicionais portugueses / Três exconjuros [Registo sonoro].5. Gravações realizadas em 1951 e 1952. Portugal : Strauss.05508 GRAÇA. op.05566 GRAÇA. Lisboa : Strauss. 1 disco (CD) (ca.

Vasco Barbosa. HENRIQUES. Quarteto de Cordas da Oficina Musical do Porto.GRA. Fernando Lopes-Graça. 1 disco (CD) (33 min. CABRITA. Gravação ADD. 1995. NAGY. 1 disco (CD) (47 min. José Manuel Costa. DUARTE. Lisboa : Portugalsom. Grazy Barbosa.08859 GRAÇA. CUNHA. 1 disco (CD) (ca. Lisboa : Strauss. Grazi.“Fernando Lopes Graça . BARBOSA.Strauss Studio de 25 e 26/02/98. Carlos. piano. SANTOS. (Portuguese Folk Music. 1 disco (CD) (36 min. Olga. Conjunto Instrumental de Câmara. 1 disco (CD) (48 min. Cota: 390. FONTES. George's Church. II : nove danças breves.GRA. Fernando Lopes – Vinte e quatro prelúdios = Twenty four preludes [Registo sonoro]. Maria da Graça Amado da Cunha (piano). Cota: 390. 12 cm. Recolhas realizadas por Michel Giacometti. piano. NAGY. CABRITA. Lisboa : Strauss.14620 GIACOMETTI. 1999.GRA. Cota: 390. Lisboa : Strauss : Portugalsom.14618 GRAÇA. Gravado em St.) : stereo. London : ASA Art and Technology. Fernando Lopes – Maria da Graça Amado da Cunha interpreta LopesGraça vol. Cota: 390. Fernando Lopes. Gravações efectuadas em 1951.) : stereo. Fernando Lopes – Obras para violino e piano [Registo sonoro]. Cota: 390. 1 disco (CD) (71 min. Gisela. Fernando Lopes – Canções e piano solo [Registo sonoro].14616 GRAÇA.vida e obra do compositor” GRAÇA.) : stereo. 43 min. direcção. Piñero. 1998. 1993. Cota: 090.14617 GRAÇA. 12 cm. guitarra. Miguel. 12 cm. Conjunto Instrumental de Câmara. Michel – Minho [Registo sonoro]. Maria da Graça Amado da. GRAÇA. Lisboa : Strauss. 12 cm. 1999.16433 26 . Vasco.) : stereo.) : stereo. 12 cm. Cota: 390. Fernando Lopes – Romances [Registo sonoro]. 12 cm.14619 GRAÇA. Piñeiro Nagy. NEVES. sonata nº 2.) : stereo. Olga Prats. BARBOSA. José Luiz.GIA. 12 cm. 1996. London : ASA Art and Technology. Piñero. Lisboa . PRATS. 1 disco (CD) (49 min.GRA. Fernando Lopes – Chamber works [Registo sonoro]. Dulce. variações sobre um tema popular português [Registo sonoro].GRA.) : stereo. 1999. Dulce Cabrita.GRA. Quarteto de Cordas da Oficina Musical do Porto. Dulce. 1). Existe + 1 exemplar. pertencentes aos arquivos do Ministério da Cultura. violino. mezzo-soprano.

Fernando Lopes – Integral das sonatas para piano [Registo sonoro]. 53 min. Michel – Algarve [Registo sonoro].) : stereo. GRAÇA. 1998. 12 cm. Michel – Beiras [Registo sonoro].Orquestra Nacional do Porto. Cota: 390. A ordem das faixas 16 e 17 está trocada no folheto (cf. Fernando Lopes. 1998.). pertencentes aos arquivos do Ministério da Cultura.) : stereo. 12 cm. 3).) : stereo.GRA. Lisboa : Strauss. 2 discos (CD) (44. 1 disco (CD) (44 min. 1998.19779+ GRAÇA. Lisboa : Strauss : Portugalsom. Fernando Lopes – Symphonic works [Registo sonoro]. 12 cm + folheto (27 p. Francisco de.GIA. (Portuguese Folk Music. Recolhas realizadas por Michel Giacometti.GIA.vida e obra do compositor” GIACOMETTI. CARNEIRO. ed. 1 disco (CD) (46 min. Paços de Brandão : Numérica. Recolhas realizadas por Michel Giacometti. GRAÇA. Cota: 090. (Portuguese Folk Music. 1 disco (CD) (61 min. Bento da Vitória . GRAÇA. 2004. Fernando Lopes. Gravado no Mosteiro de S.19888+ 27 . Recolhas realizadas por Michel Giacometti. Gdansk Orquestra Filarmónica do Estado do Báltico.“Fernando Lopes Graça . 12 cm. 1 disco (CD) (52 min.GRA.Trás-os-Montes [Registo sonoro]. pertencentes aos arquivos do Ministério da Cultura.16439 GIACOMETTI. 1994. MATEUS. 4). pertencentes aos arquivos do Ministério da Cultura. Michel – Alentejo [Registo sonoro].) : stereo.GIA. Warsaw : Dux Recording.16440 GIACOMETTI. Michel – Songs and dances of Portugal = Cantos e danças de Portugal [Registo sonoro]. Cota: 090. 2). Fernando Lopes. 5). Recolha de Michel Giacometti. LACERDA. Cota: 090. Michel . António. 12 cm + folheto (15 p.19785/AB+ GRAÇA. (Portuguese Folk Music. (Portuguese Folk Music.GIA. 1 disco (CD) (50 min. Lisboa : Strauss : Portugalsom.).16441 GIACOMETTI. pertencentes aos arquivos do Ministério da Cultura. Fryderyka Chopina w Gdansku. as notas de conteúdo). 2004. Cota: 090. Cota: 090.) : stereo. 1998. Mário.) : stereo. 12 cm. 1 disco (CD) (46 min.16438 GIACOMETTI. Orkiestra Polskiej Filharmonii Baltyckiej im. Fernando Lopes. Fernando Lopes.GIA. Lisboa : Strauss : Portugalsom.) : stereo. Cláudio. 12 cm + folheto (16 p. Cota: 390.). GRAÇA. GRAÇA. The Orchestra of the Frederic Chopin's Polish Baltic Philharmonic in Gdansk. Lisboa : Strauss : Portugalsom. ROSADO.

Mário. Guerra. DIONÍSIO.) : stereo. Edição integrada nas comemorações do XXV aniversário do 25 de Abril (Associação dos Municípios do Distrito de Setúbal). 1999. José Eduardo. Joaquim. Fernando Lopes . Eugénio de. 67 min. Joaquim. Teixeira de. ANDRESEN. PESSANHA. António. cop. ROBERT.Centenário Fernando Lopes-Graça (1906-1994) : Arquivos da RDP [Registo sonoro].19905+ GRAÇA. NAMORADO. Raul. João José. VISEU. SAQUE. BOTTO. Fernando. QUENTAL. COUTINHO. PESSOA. Sá de.Viagens na minha terra [Registo sonoro]. NOBRE. danças e canções [Registo sonoro]. Carlos de. NEMÉSIO. Elsa. 2004.“Fernando Lopes Graça . Piñero. ALMEIDA. Carlos de. Antunes da. FERREIRA. João Pereira. FERREIRA. Cota: 390. Cota: 390. 12 cm + folheto (18 p. BETTENCOURT. 1 disco (CD) (43 min. Gil.21659/AB+ GRAÇA. CARVALHO. João. BRANDÃO. FERREIRA. José Gomes. Luís de. JUNQUEIRO. Américo. RODRIGUES. 1 disco (CD) (48 min. Miguel. Cota: 390. Armindo. SANTOS. ANDRADE. Vitorino. Madalena Sá.). Paulo. João José. SERAFIM. RODRIGUES. Lisboa : Academia de Amadores de Música. José. Lisboa : Portugaler. José.) : stereo. Fernando Lopes . António. Andreia.).GRA. MIRANDA. António. 2006. PASCOAES. Carlos de. Raul de. Camilo. Edmundo. Fernando. 12 cm + folheto (18 p. COCHOFEL. BETTENCOURT. AFONSO.). José. Cota: 390. MARTINS. José Gomes. Gravado no Teatro José Lucio da Silva em Leiria de 13 a 15 Junho de 2003. OLIVEIRA. Arquimedes da Silva. p2004. OLIVEIRA. 12 cm + folheto (20 p. CAMÕES. GARRETT. ANDRADE. DUARTE. 12 cm + folheto (44 p. Eugénio de. Lopes-Graça : integral de l'obra per a guitarra = complete guitar works [Registo sonoro]. O folheto contém os poemas. DURÃO. MONTE. COCHOFEL. SAIOTE.) : stereo. RIOS.GRA.GRA. José Ferreira. Bárbara.Marchas. REIS. Vila Verde: Tradisom. Afonso.21526+ GRAÇA. Edmundo de. Nuno Vieira de.vida e obra do compositor” GRAÇA.) : stereo. 28 . Fernando Lopes – F. Antero de. ISRC: LMG4002. JUNQUEIRO. Guerra. 2 discos (CD) (54. Armindo. CESARINY. Sofia de Melo Breyner. Almeida.GRA. Sabadell : La Mà De Guido. 1 disco (CD) (69 min. Mário. AMORIM. PESSOA. Fernando Lopes . VICENTE. NAMORADO. O folheto contém as letras. Fernando Lopes . SILVA. VAZ.21626+ GRAÇA.Fernando Lopes-Graça e os poetas [Registo sonoro]. OLIVEIRA.). TORGA. Edição com o apoio da Fonoteca Municipal de Lisboa. NAGY. Coro Lopes-Graça da Academia de Amadores de Música. RÉGIO. José Gomes.

A faixa multimédia permite o acesso às faixas áudio e inclui as letras e informação 29 . MURER. LOPES. Dulce. HEINZ. Armando.vida e obra do compositor” António. 12 cm. Pedro. BIZINECHE. e coro a capella (faixas 1924). Rosado. António Cunha e. 78. FIGUEIREDO. João José. 2 discos (CD) (39. Armindo.Marchas. Miguel.GRA. TAVEIRA. RODRIGUES. MARCQ. Orquestra Sinfónica da Emissora Nacional. Marcel. João. José. Temas para coro e piano (faixas 1-18). Alicja. GOMES. Lisboa: RDP . AFONSO. Rudner. ROBERT. FALCÃO. Katherina.GRA. WHANON. Edição comemorativa do centenário do nascimento do compositor. Marc. CASSUTO. NAMORADO. BROOS. ERLICH-OLIVA. BURLE. 12 cm. 1 disco (CD) (44 min. VASQUES. Igrejas. Helena.) : stereo. Mário. 65. Acompanha o livro com a cota 300. 64. António. 56 min. Fernando. Carlos.21777/AB GRAÇA. Academia de Instrumentistas de Câmara. José. Orquestra Nacional do Porto. Álvaro. FERREIRA. Carlos de. POSSANTE. OLIVEIRA. Olga. HHENRIQUES. Fernando Lopes . José.Radiodifusão Portuguesa. CHAVES. Hélene. TORGA. PRATS. 72.In memoriam Béla Bartók. SANTOS. Madalena Sá. FONTES. Raúl de. LORIENTE. Jean Cristophe. CABRITA. José Oliveira. Alberto. David. SILVA. Liliana. Gabrielle. MIRANDA.126 [Registo sonoro].OLA. Mário. Antonino. op. BETTENCOURT. Le Concert Impromptu. 2007. Fernando Lopes . Ana Paula. RUSSO. VELTY. TARDUE. Felipe. TEIXEIRA. CHARPENTIER. MOUNK. Maria José. CAEIRO. 2006.30.GRA|05065. CARVALHO. Irene. Cota: 390. António. COELHO. Arquimedes da Silva. NUNES. RENNERT. José Ferreira. Didier.“Fernando Lopes Graça . COCHOFEL. REIS. Rodrigo. Joaquim.) : stereo. Rosado. 65. Ana Bela Chaves. João. LIMA. DUARTE.) : stereo. Afonso. SSERAFIM. PESSOA. CAMERINI. Yves. WENGLER. Mário. Rui. Quarteto de Cordas do Porto. Miguel. 78 min. DAVID. 10 discos (CD) (66. Rafael. Anne. CHAMUSSY. Frederico de. 62. Cota: 390. CARTAXO. Silva. danças e canções [Registo sonoro]. Lisboa: Departamento de Cultura e Tempos Livres da CGTP. DUARTE. Bruno. PEREIRA. Coro da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Opus Ensemble. FREITAS. José Luís Borges. PIZZAMIGLIO. MONTE. Coro Ricercare. François. Coro Lopes-Graça da Academia de Amadores de Música. 2006. Orquestra Clássica do Porto. Orquestra Sinfónica Portuguesa. Edmundo. ed. NOGUEIRA. Paços de Brandão : Numérica. CESARINY. 65.21669/AJ GRAÇA. 70. DIONÍNSIO. José Gomes. José Luís. COUTO. Carlos. 12 cm. Coro de Câmara da Universidade de Lisboa. Wolfgang. Orquestra Sinfónica da RDP. ROBERT. Alejandro.

Gil. CANHÃO. FREITAS. JUNQUEIRO. Clara Alcobia. João. Cota: 390. discografia. Frederico de. CABRITA. Graça. dos. Coro Sinfónico Lisboa Cantat. DUARTE. Guerra.) : stereo. SEQUEIRA. L. António. Mário de Sousa. RIBEIRO. CARTAGENO. Sampaio. Elvira de. CARRAPATOSO. Rufino. Carlos de. galeria de imagens. Jacques. 12 cm.GRA. J. SANTOS. Branco de. 12 cm. SILVA. Eurico. (U. VICENTE. KKAELIN. DUARTE. Maia dos. O folheto contém as letras. APOLLINAIRE. BRANDÃO. FARIA. SILVA. Sofia de Melo Breyner. Paulo.23842 .23542 GRAÇA. Filipe de.XXI : volume 2 [Registo sonoro]. televisão. VASCONCELOS. 30 .Cancioneiro antológico [Música impressa]: repertório coral. 2. Gravado em Junho e Julho de 2008 no auditório da F. . BARBOSA. Cota: 390. Casimiro. Pª. Jorge Alves. RODRIGUES. Joel. LOBO. Publicação: [Lisboa] : MU.GRA. SANTOS. M. António. Paulo. SILVA. MARQUES. Fernando Lopes – Compositores portugueses XX . Manuel. LEITÃO. Paul. Simão. M. ELUART. SANTOS. Fernando.ª edição (faixas 25-42). Jorge Croner de.) : stereo.vida e obra do compositor” sobre os intérpretes. OLIVEIRA. Dulce. LIMA. Coro de Câmara Lisboa Cantat. teatro e dança sobre (ou com música de) F. CAMACHO. 1 disco (CD) (45 min. J. St. Cândido. Afonso. e digitalizações da 1. 1997. Vasco Pearce de. Tiago. Pierre. 2008.). Fernando Lopes.L.22870+ GRAÇA. lista de partituras editadas e das obras para cinema. Helier : ASA Art and Technology. Maria de Lurdes. Fernando Lopes – Guirlanda [Registo sonoro]. GOMES.GRA. Filipe. Jaime. e extraídas do livro acompanhante. COELHO. PESSOA.T.M. P. TERSÍNIO. Eurico. Eugénio de. CHAILLEY. Alberto. Pautas cedidas pelo Coro Lopes-Graça (faixas 1-24). inclui ainda biografia. BARRAL.ª edição do livro acompanhante. AZEVEDO. CORTE-REAL. GRAÇA. MAMEDE. bibliografia activa e passiva. Sophia de Mello Breyner. cronologia. António. MATOS. Rui. ESCARAMEIA. 1 disco (CD) (54 min. PIRES. MARTINS. OLIVEIRA. Guillaume. SOUSA. Cota: 390. Recitais gravados no Estúdio A da RTP (Quelhas) e transmitidos respectivamente em 27 de Agosto de 1996 e 14 de Abril de 1968. CASTANHEIRA. ANDRESEN. Jorge Carvalho. CASTRO. da capa da edição russa e do auto de apreensão da PIDE. CARRAPATOSO. BARRETO. Paulo Maria. Humberto. Francisco Rodrigues. PONTES. BORBA. Eduardo Paes. ALVES. David. Nuno. Tomaz. Afonso.V.“Fernando Lopes Graça . ANDRESEN. O folheto contém as letras. FREITAS.

instituto-camoes..pt/lopes_graca. . d. Paulo. In Figuras da Cultura Portuguesa – Centro Virtual Camões – Instituto Camões Portugal [Em linha]. s. Cota: 90. S.n.wikipedia. Contém uma folha solta com errata. s. s. In Fundação Calouste Gulbenkian/Notas soltas – Dossier Lopes Graça [Em linha]. [Consultado em 13 de Dezembro de 2010]. s. s. S. José. Lisboa : ACAL . [Consultado em 14 de Dezembro de 2010]. Disponível em: <http://www.edu.gulbenkian. SILVA.pt/cgi31 em: . In Compositores portugueses – Academia de Música de Santa Cecília [Em linha].).vidaslusofonas. Disponível em: <URL: http://www. . n. [Consultado em 13 de Dezembro de 2010].d. [Consultado em 14 de Dezembro de 2010].. Disponível em: <http://cvc.pt – Patrono [Em linha].d. l.pt/poemasemana/05/02. d. Fernando Correia da – Vidas Lusófonas [Em linha]. S.n.html> OLIVEIRA. Leonor – Fernando Lopes Graça. n. : s. In wikipedia. MARQUES. 1999. S.l.l. d. 1 partitura (90 p. In esflg. Disponível <http://www. n. 30 cm.htm> .l: s.html> . S. Teresa – Fernando Lopes Graça.CAN o Referências Electrónicas LAINS. [Consultado em 29 de Novembro de 2010].pt/patrono.d.d. Disponível em: <http://cvc.amsc.institutocamoes. In SILVA. S. s.Associação de Coros da Área de Lisboa. Ivo Reis.pt/figuras/flgraca. MIRANDA..org [Em linha].. .00. Disponível em: <http://www.“Fernando Lopes Graça .edu.htm> – Fernando Lopes-Graça.: s.l. : s.pt/musica/compositores/lopesgra%C3%A7a. l. AFONSO. S.vida e obra do compositor” Fernando Corrêa de. : s. [Consultado em 06 de Dezembro].: s.esflg. s. Tavares da. Teresita Gutierrez. In Centro Virtual Camões – Instituto Camões Portugal [Em linha].: s.Fernando Lopes Graça: Uma cronologia.n. Disponível em: <http://pt. [Consultado em 13 de Dezembro de 2010].As Canções Heróicas.com.Fernando Lopes Graça. BRANDÃO. l. Carlos de .org/wiki/Fernando_LopesGra%C3%A7a> – Fernando Lopes-Graça.htm> CASCUDO.musica.n.

html http://www.com.pt/poemasemana/05/02.htm http://www.htm http://cvc.vida e obra do compositor” bin/wnp_db_dynamic_browse.edu. [Consultado em 13 de Dezembro de 2010]. In Fonoteca Municipal de Lisboa . S.com/pages/Fernando-Lopes-Graca/54453735847 32 .pt/lopes_graca.. Disponível em: <http://mmp. S.pt/cgibin/wnp_db_dynamic_browse.Lopes-Graça.cmcascais.gulbenkian.l.pt/patrono.pl?dn=db_notas_soltas_articles&sn=dossier_fernan do_lopes_graca http://www.google.“Fernando Lopes Graça .n.pt/cgi-bin/pesquisa.wikipedia.: s.web.myspace.: s.l.htm http://pt. s. Fernando Lopes.htm http://www. s.facebook.d.pt/figuras/flgraca.esflg. S.com/site/patrimoniomusical/lopes-graca-fernando> Graça.com/fernandograca http://wencesmc.pl?dn=db_notas_soltas_articles&sn=dossier_fernan do_lopes_graca> .cm-lisboa.n.n.html http://cvc... s.d. [Consultado em 13 de Dezembro de 2010].instituto-camoes.org/wiki/Fernando_Lopes-Gra%C3%A7a http://www.: s. Disponível em: < http://fonoteca.vidaslusofonas.l. Fernando.interacesso.pl?lg=0> Fernando Lopes Graça. In ATRIUM – base de dados de compositores portugueses [Em linha]. Disponível em: <http://sites.instituto-camoes.d.pt/flg1.amsc.Catálogo [Em linha].pt/musica/compositores/lopesgra%C3%A7a. In Museu da Musica Portuguesa [Em linha].pt/museumusica/flg/flg/> Endereços Electrónicos http://www.musica. [Consultado em 13 de Dezembro de 2010].

cm-cascais.pt/museumusica/flg/obramusical/Cat%C3%A1logo+FLG.pt/museumusica/flg/obramusical/discografia.htm http://mmp.com/ http://sites.pt/museumusica/flg/flg/ http://mmp.google.cm-lisboa.pt/cgi-bin/pesquisa.cm-cascais.pt/cgi-bin/pesquisa.pt/museumusica/flg/obramusical/requisicao.com/site/patrimoniomusical/lopes-graca-fernando http://a-trompa.pt/cimcp/port/apresentacao.net/ha-1-anoatras/ha-1-ano-atrasmarchas-dancas-e-cancoesfernando-lopes-graca http://estudossobrecomunismo2.html?/cimcp/dispatcher?where=2&wh at=2&show=1&obra_id=2583&lang=EN%3EOlga%20Prats%3C/a%3E%20%3C /td%3E%3C/tr%3E%3Ctr%3E%20%20%20%20%3Ctd%3E%3Cspan%20clas s=%22MMP_title_document%22%3EAuthor%3C/span%3E%20%3Ca%20href= dispatcher?where=0 http://jn.pt/index2.blogspot.cm-cascais.cmcascais.htm http://mmp.htm http://mmp.“Fernando Lopes Graça .mic.com/2006/07/07/marchas-dancas-ecancoes-de-fernando-lopes-graca-e-o-documento-do-mes-na-torre-do-tombo/ http://fonoteca.htm http://mmp.wordpress.cm-lisboa.htm 33 .vida e obra do compositor” http://casamemorialopesgraca.pt/museumusica/flg/obramusical/ http://mmp.cm-cascais.sapo.cm-lisboa.htm http://www.pl?lg=0 http://fonoteca.aspx?content_id=1147423 http://mmp.pl?lg=0 http://fonoteca.pt/PaginaInicial/Cultura/Interior.pt/museumusica/flg/obramusical/%C3%8Dndice+onom%C3%A1stico.cmcascais.cmcascais.pt/museumusica/flg/obramusical/%C3%8Dndice+de+obras+de+c%C3%A 2mara.

gulbenkian.htm Videos http://ckuik.rtp.google.pt/books?hl=pt-pt&q=Gra%C3%A7a.pt/images?q=Michel%20Giacometti%20e%20Fernando%20Lo pes-Gra%C3%A7a&hl=ptpt&tbs=isch:1&source=lnms&ei=sncGTbjxB8yM4gaFlZynBw&sa=X&oi=mode_li nk&ct=mode&ved=0CCoQ_AU&biw=1126&bih=480 http://www.com/classrev/2000/mar00/graca.com/Michel_Giacometti_%26_Fernando_Lopes-Gra%C3%A7a http://www.musica.+Fernando+Lopes http://catalogo.pt/images?hl=pt-PT&client=firefox-a&rls=org.pt/search?q=fernando+lopes+gra%C3%A7a&tbo=p&tbs=vid %3A1&source=vgc&hl=pt-pt&aq=f Imagens http://www.GW&term=gra%C3%A7a%2C+fernando+lopes&x=10&y=4&aspect=su btab95 http://www.mozilla:ptPT:official&channel=s&q=fernando+lopes+gra%C3%A7a&um=1&ie=UTF8&source=univ&ei=HXzYTP_ZHMO54AbXi8zBw&sa=X&oi=image_result_group&ct=title&resnum=6&ved=0CDwQsAQwBQ& biw=1280&bih=831 34 .php?article=1639&visual=4 http://books.pt/ipac20/ipac.pl?dn=db_notas_soltas_articles&sn=dossier_fernan do_lopes_graca&rn=5 http://www.bn.musicweb-international.pt/cgibin/wnp_db_dynamic_record.pt/programas/index.google.“Fernando Lopes Graça .google.vida e obra do compositor” http://www.google.100842&menu=tab2 0&aspect=subtab95&npp=20&ipp=20&spp=20&profile=bn&ri=2&source=~!bnp &index=.jsp?session=1F9T3G9697308.

vida e obra do compositor” http://www.mozilla:ptPT:official&channel=s&biw=1118&bih=471&tbs=isch:1&q=%22fernando+lopes+gra %C3%A7a%22&btnG=Pesquisar&aq=f&aqi=&oq=&gs_rfai=&uss=1 35 .pt/images?um=1&hl=pt-PT&client=firefox-a&rls=org.google.“Fernando Lopes Graça .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful