1

FASSP FACULDADE DE SAÚDE DE SÃO PAULO

MANUAL DE METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Penápolis 2007

2

SUMÁRIO
IINTRODUÇÃO......................................................................................... 1.1. Porque devemos fazer pesquisa ?................................................... 1.1.1. Outros Motivos.............................................................................. 1.1.2. Mais motivos .... ............................................................................ 1.2. Necessidades básicas de uma pesquisa......................................... 1.3. O que é pesquisa?........................................................................... 1.4. Planejamento da Pesquisa .......................................................... 1.5. Tipos de Pesquisa........................................................................ 1.6. O que é metodologia?...................................................................... 1.7. O que é monografia?........................................................................ 1.8. O que é TCC? ................................................................................. 1.9. O que é dissertação de mestrado ?................................................. 1.10. O que é tese de doutorado ?.......................................................... 1.11. Qual o esquema geral de uma monografia?.................................. 1.12. Escolha do Tema para a Monografia/Pesquisa............................. 1.13. O que é uma pesquisa bibliográfica ?............................................ 1.14. Leitura do Material Bibliográfico..................................................... 1.14.1. 1ª leitura: EXPLORATÓRIA......................................................... 1.14.2. 2ª leitura: SELETIVA................................................................... 1.14.3. 3ª leitura: ANALÍTICA.................................................................. IIASPECTOS NORMATIVOS E TIPOGRÁFICOS................................. 2.1. Formatação...................................................................................... 2.2. Margens........................................................................................... 2.3. Paginação......................................................................................... 2.4. Parágrafos e Espaçamento.............................................................. 2.5. Fontes............................................................................................... 2.6. Títulos............................................................................................... 2.7. Subtítulos e Divisões........................................................................ III- ELEMENTOS DE APRESENTAÇÃO GRÁFICA................................... 3.1. Estrutura da Monografia................................................................... 6 6 6 6 7 7 8 8 16 16 16 16 17 17 17 18 18 18 18 18 19 19 19 19 20 21 22 22 23 23

3

3.1.1 Elementos pré-textuais................................................................... 3.1.1.1. Capa........................................................................................... 3.1.1.2. Folha de rosto............................................................................. 3.1.1.3. Errata.......................................................................................... 3.1.1.4. Folha de Aprovação................................................................... 3.1.1.5. Dedicatória(s)............................................................................. 3.1.1.6. Agradecimentos(s)..................................................................... 3.1.1.7. Epígrafe...................................................................................... 3.1.1.8. Resumo...................................................................................... 3.1.1.9. Listas......................................................................................... 3.1.1.10. Sumário.................................................................................... 3.1.2. Elementos textuais......................................................................... 3.1.2.1. Introdução...................................................................................

23 24 25 25 26 26 26 26 27 27 27 27 27

3.1.2.2. Desenvolvimento......................................................................... 28 3.1.2.2.1. Revisão Bilbiográfica................................................................ 28 3.1.2.2.2. Objetivos.................................................................................. 3.1.2.2.2.1. Objetivo geral........................................................................ 3.1.2.2.2.2. Objetivos específicos............................................................ 28 29 29

3.1.2.2.3. Metodologia.............................................................................. 28 3.1.2.2.4. Resultados............................................................................... 30

3.1.2.2.5. Discussão................................................................................. 30 3.1.2.2.6. Conclusão............................................................................... 31

3.1.3 Elementos pós-textuais................................................................... 31 3.1.3.1. Referências................................................................................. 3.1.3.2. Glossário..................................................................................... 3.1.3.3. Apêndices................................................................................... 3.1.3.4. Anexos........................................................................................ 3.2. Citações............................................................................................ 3.2.1. Citação direta, literal ou textual..................................................... 3.2.2. Citação indireta ou livre................................................................. 3.4.3. Citação de citação......................................................................... 31 32 32 32 32 32 33 34

4

3.2.4. Número de autores em citações no texto...................................... 3.3. Tabelas............................................................................................. 3.4. Gráficos............................................................................................ IV. ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA...................................... 4.1. Tema................................................................................................ 4.2. Delimitação do problema.................................................................. 4.3. Problema (problematização)………………………………………….. 4.4. Hipóteses……………………………………………………………….. 4.5. Justificativa...................................................................................... 4.6. Objetivos.......................................................................................... 4.6.1. Objetivo Geral……….……………………………………………….. 4.6.2. Objetivos Específicos.................................................................... 4.6.3. Objetivo de Monografia(TCC) do tipo Revisão Bibliográfica......... 4.6.4. Exemplos aplicáveis a objetivos…………………………………… 4.7. Metodologia.................................................................................... 4.7.1. Tipo de estudo............................................................................ 4.7.2. Local de estudo........................................................................... 4.7.3. Amostra....................................................................................... 4.7.4. Aspectos éticos........................................................................... 4.7.5. Critérios de inclusão e exclusão da amostra................................ 4.7.6. Coleta de dados........................................................................... 4.8. Cronograma...................................................................................... 4.9. Referências bibliográficas................................................................ 4.10. Anexos........................................................................................... 4.10. Termo de consentimento livre e esclarecido................................. 4.11. Corpo do Projeto de Pesquisa........................................................ 4.12. Capa do Projeto de Pesquisa......................................................... V. COMO FAZER REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.................................... 5.1 Aspectos gráficos.............................................................................. 5.1.2. Espaçamento................................................................................. 5.1.3. Margem.........................................................................................

35 35 40 43 43 43 43 44 44 45 45 45 46 46 47 47 47 47 47 47 47 47 48 48 48 50 50 51 51 51 51

5

5.1.4. Pontuação..................................................................................... 5.1.5. Maiúsculas.................................................................................... 5.1.6. Grifo.............................................................................................. 5.2. Nome de autores............................................................................. 5.2.1.Um autor........................................................................................ 5.2.2. Dois autores................................................................................ 5.2.3. Três autores................................................................................. 5.2.4. Mais de 3 autores.......................................................................... 5.3. Órgãos governamentais................................................................... 5.4. Modelos de referência...................................................................... 5.4.1. Monografia no todo........................................................................ 5.4.2. Partes de Monografia.................................................................... 5.4.3. Livros............................................................................................. 5.4.4. Capítulo de livro............................................................................. 5.4.5. Bíblias............................................................................................ 5.4.6. Dissertações e teses..................................................................... 5.4.7. Leis e Decretos............................................................................

51 52 52 52 52 52 52 52 53 53 53 53 53 53 54 54 54

5.4.8. Trabalhos apresentados em Congressos, Conferências, 54 Simpósios, Workshops, Jornadas, Encontros e outros Eventos Científicos................................................................................................. 5.4.9. Artigo de Revista............................................................................ 54 5.4.10. Artigo de Jornal............................................................................ 5.4.11. Documentos Eletrônicos.............................................................. 5.4.11.1. Base de Dados em Cd-Rom: partes de documentos............... 5.4.11.2. Artigos de Periódicos (On-line) ................................................ 5.4.11.3. Home-page............................................................................... 54 55 55 55 55

porque nos deleitamos compreendendo. Melhoria da qualidade de vida intelectual. ideamos uma teoria atrás da outra..... ". mas também para o resto da humanidade . mas vem em seguida outra." (ARISTOTELES). Gerando novas descobertas. o valor essencial da investigação científica reside no fato de que satisfaz a nossa curiosidade.. Mais motivos.." (EINSTEIN).. INTRODUÇÃO 1.6 I. Porque devemos fazer pesquisa ? ".. 1. novos produtos .1. realizando o nosso desejo de conhecer" (COPI). Ver seu trabalho ser reconhecido como de valor. "Há uma idade em que se ensina o que se sabe. Outros motivos: Aprofundar nossos conhecimentos Se imaginar capaz de realizar um estudo. não só para o filósofo.2. ".. 1." (BARTHES). em que se ensina o que não se sabe: isso se chama pesquisar.. Melhoria da qualidade de vida material.. aprender é o maior dos prazeres.

A pesquisa é um processo em que não é possível prever todas as etapas.4 O que é pesquisa? Procedimento racional e sistemático que tem como objetivo proporcionar respostas aos problemas que são propostos . sem passar por etapas imprevisíveis.7 1.3 Necessidades básicas em uma pesquisa: Responsabilidade Ética Perseverança Simplicidade e Humildade Disciplina. respeito e obediência às regras e procedimentos do trabalho científico. ∗ E não se esqueça !!! raramente uma pesquisa percorre um caminho em linha reta com começo. meio e fim. 1. Para se iniciar uma pesquisa: Conhecimento do assunto a ser pesquisado Recursos humanos Recursos materiais Recursos financeiros .

1 Planejamento da Pesquisa: 1.2 Tipos de Pesquisa Critérios de Classificação: Finalidade Objetivos Procedimentos Natureza Local de Realização .4.8 1.4.

5. Os conhecimentos são aplicados em pesquisas aplicadas Gera produtos e conhecimentos Melhoria da Qualidade de Vida Tipos de Pesquisa: Objetivos ∗ ∗ ∗ Exploratória Descritiva Explicativa Pesquisa Exploratória Primeira aproximação com o tema Visa conhecer os fatos e fenômenos relacionados ao tema Recuperar as informações disponíveis Descobrir os pesquisadores . Tipos de Pesquisa: Finalidade Básica Aplicada desenvolvimento de teorias para gerar conhecimento Aplicação de teorias às necessidades humanas.9 1.

10 É feita através de: Levantamentos bibliográficos Entrevistas com profissionais da área Visitas à instituições. Web sites. Pesquisa Descritiva tem por finalidade observar. que apenas procura perceber. Pretende explicar o modo e a causa dos fenômenos que . Pesquisa Descritiva = Pesquisa Explicativa Classificar. Propicia aprofundar o conhecimento da realidade Se ocupa com o porquê do fato/fenômeno/processo (identificação dos fatores que determinam a ocorrência) ou a forma que ocorre. registrar e analisar os fenônemos (variáveis) sem manipulá-los não há interferência do investigador. a freqüência com que o fenômeno acontece. etc. empresas. explicar e interpretar os fenômenos que ocorrem.” Pesquisa Explicativa Visa explicar e criar uma teoria a respeito de um fato/fenômeno/processo. etc. Ex: IBGE Trabalha sobre dados ou fatos colhidos da própria realidade. com o necessário cuidado.

Fato/fenômeno/processo da realidade é reproduzido de forma controlada. .11 Tipo de Pesquisa:Procedimentos ∗ ∗ ∗ ∗ Bibliográfica Documental Experimental Levantamento ∗ ∗ ∗ ∗ Estudo de Caso Estudo Descritivo Pesquisa de Opinião Pesquisa de Motivação Pesquisa Bibliográfica Pode ser realizada independ/ ou como parte da pesquisa descritiva ou experimental. com objetivo de descobrir os fatores que o produzem ou que por ele sejam produzidos. Pesquisa Documental São investigados documentos a fim de se poder descrever usos e costumes.” Objetivos:avaliar a qualidade das anotações de enfermagem contidas em prontuários de pacientes internados no período de agosto a dezembro de 2006.U. fazer experiência. tendências e diferenças.ESTUDO EXPLORATÓRIO EM H. Objetivo: Busca conhecer e analisar as contribuções culturais e/ou científicas do passado existentes sobre determinado assunto. DE MANAUS. Pesquisa Experimental Consiste em experimentar. Ex: “ANOTAÇÕES DE ENFERMAGEM . tema ou problema.

grupo ou comunidade que seja representativo de seu universo para examinar variados aspectos de sua vida. Levantamento Caracteriza-se pela interrogação direta das pessoas.12 Experimentos são geralmente feitos por amostragem–conjunto significativo que compõe uma amostra. . debruça-se sobre uma situação específica. procurando descobrir o que há nela de mais essencial e característico Ex: Intervenções de Enfermagem: a Cliente de Ginecologia Submetido a Radioterapia Convencional. por indução. Etapas: Seleção da amostra Aplicação de questionários. Visa conhecer o seu “como” e os seus “porquês . cuja opinião se quer conhecer Procedimento útil para pesquisas exploratórias e descritivas. Os resultados válidos para uma amostra. são válidos também para o universo. formulários ou entrevista. família. Tabulação dos dados Análise com auxílio de ferramentas estatísticas Estudo de Caso Pesquisa sobre determinado indivíduo.

pontos de vista e preferências que as pessoas têm a respeito de algum assunto. Tem por objetivo embasamento para tomada de decisões.13 Foi realizado descrição do acompanhamento da enfermagem( 6 consultas de enfermagem) em relação ao diagnostico. Ex: “Conhecimento dos escolares adolescentes sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis/ AIDS” “Gravidez na adolescência” “Prevalência de obesidade e sobrepeso em escolares do ensino fundamental e a influência na postura”. Tipo de Pesquisa: Local de Realização ∗ ∗ Pesquisa de Laboratório Pesquisa de Campo . evolução da lesão e aspectos fisiológicos do paciente. Visam identificar representações sociais e o perfil de indivíduos e grupos. Pesquisa de Motivação Busca saber as razões inconscientes que levam um indivíduo a certos comportamentos ou atitudes. grupo ou realidade pesquisada. tratamento. Estudos Descritivos Estuda e descrição das características. Pesquisa de Opinião Procura saber atitudes. propriedades ou relações existentes na comunidade. nutrição.

DIR XVI. Objeto de estudo : fatos naturais que podem ser descritos. preocupa-se em compreender os fenômenos. SP Pesquisa Qualitativa Busca compreensão. “o como”. “o por quê”. descrição e estabelecimento de correlações matemáticas (estatísticas) e causais entre os fatos. preocupa-se com as causas. Objeto de estudo: Fenômenos humanos apreendidos. Ex:A Tuberculose nos presídios da região de Presidente Prudente. . Pesquisa de Campo Onde acontece o fato/fenômeno/processo Coletade dados e observação do fato/fenômenos/processo in natura. Tipo de Pesquisa: Natureza ∗ ∗ Quantitativa Qualitativa Pesquisa Quantitativa Busca explicação. Os dados analisados tem caráter numérico. Objetivos: testar hipóteses.14 Pesquisa de Laboratório Interferir artificialmente na produção do fato/fenômeno/processo Artificializar o ambiente ou os mecanismos de percepção para que o fato/fenômeno/processo seja produzido e ou percebido adequadamente. se refere ao mundo dos símbolos e significados.

Ex:O trabalho do agente comunitário de saúde do município de Marília .SP Pesquisa Acadêmica Realizada no âmbito da academia (IES).15 Objetivos: Compreensão. explanação. Resumindo: . apreensão e interpretação da relação de significações de fenômenos para os indivíduos e a sociedade. Visa produzir conhecimento especificamente para uma disciplina acadêmica préexistente.

8. Deve ser feito sob a coordenação de um orientador.16 1. Tipo de trabalhado mais usado de curso de graduação e pós. Relatório científico baseado numa pesquisa bibliográfica e/ou num trabalho experimental. estudo independente. de levantamento. A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) assim define esse tipo de trabalho: “Documento que representa o resultado de estudo.C.” (NBR 14724. O que é monografia? Estudo detalhado de um só tema. 1. dos caminhos a serem percorridos.graduação.C. 2002) 1. investigação “É o estudo da organização.9 O que é dissertação de mestrado ? Deve evidenciar o conhecimento da literatura existente e a capacidade de investigação do candidato. É outro nome que se dá às monografias apresentadas ao final dos cursos de graduação. O que é metodologia ? méthodos = organização lógos = estudo sistemático. curso. podendo ser baseada em trabalho experimental. devendo expressar conhecimento do assunto escolhido.7. que deve ser obrigatoriamente emanado da disciplina. projeto especial ou contribuição técnica e desenvolvido em um curso de pós-graduação Strictu Sensu (sentido restrito). . módulo. pesquisa.6. programa e outros ministrados. para se realizar uma pesquisa ou estudo ou para fazer ciência”. 1. ago. exaustivamente estudado e bem limitado. O que é T.

Estabeleça limites precisos. ou mesmo da sugestão de um(a) colega superior da mesma área. Cuidados: Evitar questões amplamente conhecidas e difundidas.12. Escolha do Tema para a Monografia/Pesquisa Pode surgir de uma circunstância pessoal ou profissional. Escolha bem seu orientador.17 1. O qué é Tese de Doutorado? Deverá ser elaborada em base de investigação original devendo representar trabalho de real contribuição para o tema escolhido. 1.11 Qual o esquema geral de uma monografia? 1. Evitar tema complexo e complicado Escolha tema que vc goste e não o mais prático. .10. de uma experiência científica própria ou de outro autor.

2 2ª leitura: SELETIVA O material passará por uma avaliação mais profunda. pubmed.13 O que é uma pesquisa bibliográfica ? Levantamento contínuo e amplo do conteúdo relacionado ao tema a ser pesquisado.14. 1.14.18 1. lilacs. ovid.14 Leitura do Material Bibliográfico 1. medline. Leitura rápida. Ter em mente os objetivos Evitar leituras que não contribuam para a solução do tema proposto. 1.3 3ª leitura: ANALÍTICA Objetivos do autor Métodos utilizados Resultados *Dica*:olhar as referências bibliográficas . bancos de teses de faculdades…) 1.1 1ª leitura: EXPLORATÓRIA Intenção inicial de reconhecimento.14. Necessidade de conhecimento prévio. domínio público. Fontes: Livros e artigos científicos Bibliotecas Internet (scielo.

Havendo apêndices e anexos deve-se colocar a numeração de maneira continua.19 II. Em algarismos arábicos e aparece somente a partir da primeira folha da parte textual. . 50 e no máx. ASPECTOS NORMATIVOS E TIPOGRÁFICOS 2. 100 páginas de elementos textuais.2 Margens Devem apresentar margens esquerda e superior de 3 cm.1 Formatação: Papel branco Formato A4 (210 X 297 mm) Digitados na cor preta. 2. direita e inferior de 2 cm.3 Paginação Deve possuir no min. 2.

2.as legendas das ilustrações e tabelas. a área de concentração devem ser digitados em espaço simples. * monografias da FASSP não serão paginadas nos elementos pré-textuais.4 Parágrafos e Espaçamento Todo o texto deve ser digitado em espaço 1. As citações com + de 3 linhas. as referências.5). Formatar.5. da margem esquerda. o nome da instituição. as notas. . entre linhas: (colocar 1. Páragrafo…. espaçamento: antes 6pt e depois 6pt Os parágrafos iniciam-se a 3 cm.a natureza do trabalho.20 Os elementos pré-textuais podem* ser paginados em algarismos romanos a partir do RESUMO.

tam. 12 Títulos: Times New Roman ou Arial.n.45.2005 TRIBASTONE. Phys. J.legendas de ilustrações e tabelas: Times New Roman ou Arial. Differences in lower extremity alignment between males and females.D. tam. São Paulo: Manole. 10 .p.tam.355-359. Fitness. Fontes Texto: Times New Roman ou Arial . 2. v.3. Tratado de Exercícios Corretivos: aplicados à reeducação motora postural.notas. 14 e negrito Citações com mais de 3 linhas. 2001. Sports Med.F. Potential predisposing factors for knee injury.21 As referências ao final do trabalho devem ser escritas em espaço simples e separadas entre si em espaço duplo. et al. TILLMAN. M.5. 1ed.

separados do texto que os precede e sucede por 2 espaços . Os títulos situam-se a 3 cm.2. O indicativo numérico de uma seção precede seu título. São numerados conforme a técnica dos números pontuados: 2.12.letra tam.6 Títulos Os capítulos devem sempre iniciar em uma nova página. .2.22 2. alinhado à esquerda.1.1.7 Subtítulos e Divisões São escritos em negrito. Os títulos sem indicativos numéricos (pré-textuais e pós-textuais) devem ser apenas centralizados.1.1.2. separado por um caractere. da extremidade superior da folha e a dois espaçamentos do texto com alinhamento centralizado e numerados com algarismos romanos. 2.etc.

1 Elementos pré-textuais • • • • • • • Capa Folha de rosto Errata* Folha de Aprovação Dedicatória* Agradecimentos* Epígrafe* (*) opcional • • • • • • Resumo Lista de Ilustrações ou Figuras** Lista de Tabelas** Lista de Abreviaturas e ou Siglas** Lista de Símbolos** Sumário (**)elemento condicionado à necessidade .1.23 III.Elementos textuais . ELEMENTOS DE APRESENTAÇÃO GRÁFICA 3.Elementos pós-textuais 3.1 Estrutura da Monografia Elementos pré-textuais .

cidade.1.ano da apresentação no final da página(Times New Roman ou Arial.negrito) . Capa Nome do autor centralizado.14) . negrito. deve evidenciar subordinação ao título principal. 14. ( Times New Roman ou Arial.1.16. no início da página (Times New Roman ou Arial. Subtítulo(opcional).14.24 3. precedido de 2 pontos. Instituição.1.negrito) Título no centro da página (Times New Roman ou Arial. letras maiúsculas: caixa alta).

Errata Elemento condicionado à necessidade . Sempre à direita.Times New Roman ou Arial 10.Depois retirar as linhas da caixa de texto 3.3.1. Folha de rosto Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como exigência parcial para obtenção do título de Enfermeiro à Banca Examinadora do curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade de Saúde São Paulo Possui os mesmos elementos da capa com o acréscimo de uma explanação referente à natureza do trabalho.1.2.1. Inserir o texto em uma caixa de texto para melhor posicioná-lo. espaço simples.25 3.1. Essa explanação fica entre o título e os elementos do final da página.

7. colocado após a folha de aprovação.4.5.1. de um provérbio ou coisa que o valha. após agradecimentos É a citação de um pensamento. que está relacionado com o tema do trabalho acadêmico.1. por meio de um texto curto. o autor poderá dedicar seu trabalho a alguém que de alguma forma tenha colaborado. . de uma frase. 3. A data de aprovação a assinaturas dos membros da banca examinadora são colocadas após a aprovação do trabalho 3. 3.1. Dedicatória(s) Elemento opcional. sem a necessidade de seguir um padrão.26 3. após dedicatória. titulação e assinatura dos componentes da banca examinadora.6.1.1. Folha de Aprovação Constituída pelo nome. Na dedicatória.1.1. Agradecimentos(s) Elemento opcional. Epígrafe Elemento opcional.1.

1 Introdução É quando se introduz o tema proposto pelo autor para dar a quem vai ler a idéia do assunto sobre o que se vai focalizar.1. Listas de abreviaturas e siglas 3.9.2. Elementos textuais 3.1. 3.1. Cada lista (figura.1.1. . capítulos. 3. cada item designado por seu nome específico acompanhado do respectivo número da página.1. Esta introdução ao tema proposto deve conter uma apresentação clara. mostrando o objetivo principal da monografia.1.1.2. 3.) Logo abaixo.10.1.9.27 3.8. etc.9 Listas 3.1.1.2. tabelas e gráficos Deve ser elaborado de acordo com a ordem em que aparece no texto. Sumário Esquematiza as principais divisões do trabalho: partes. os objetivos e a importância do trabalho realizado.1. tabela ou gráfico) deve estar em uma pagina diferente. ( ferramentas…contar palavras. Resumo Não deve ultrapassar 500 palavras.colocar 5 palavras-chave e/ou descritores. seções. Listas de figuras.1. indicando a página em cada seção inicia.

2. Não são incluídas idéias ou experimentos do próprio autor da monografia.2. . posteriormente. comparações. as metas que se deseja alcançar.1. comprovações.1. realizar comparações e análises. antagonizam-se. reforçam-se. Dependendo dessa.2.2. a seção pode ser dividida em tantas subseções quanto desejáveis 3. Devem construir alicerces para as observações.1 Revisão Bibliográfica Apresenta as idéias principais dos principais autores da área do estudo.28 Para facilitar a introdução responder as perguntas: de que assunto trata a sua monografia. ou seja.2. teorias e/ou doutrinas complementam-se. A organização da revisão permite. levando a uma melhor compreensão do assunto. porque acha importante tratar desse assunto. o que acaba sendo uma das maiores contribuições da monografia. não serão discutidas ou criticadas. ou provar no decorrer da pesquisa. deve visar ao trabalho no seu todo.2. qual é o seu objetivo. As idéias são apenas apresentadas. deduções.1. Objetivos Indicam o que se pretende conhecer.2 Desenvolvimento 3. ou medir. O referencial teórico é apresentado de forma que conceitos. o que será feito nas próximas partes do estudo. 3. Um ponto importante da revisão é a forma como ela é organizada. o que pretende defender nessa dissertação? Uma introdução é sintética: nela devem ser evitadas explicações desnecessárias ou que aparecerão no corpo do trabalho.

Como será feita a análise dos resultados (estatística)..29 3. entre outros.2 Objetivos Específicos Indicação das metas das etapas que levarão à realização do objetivo geral 3.1.2. defina os instrumentos que utilizará para conseguir os trabalhos (Internet. Qual a população que será estudada.2.2.3 Metodologia Contendo o local onde será realizada a pesquisa Descrição dos equipamentos Etapas que deverão ser cumpridas. Quem realizará a pesquisa. Quais os fatores de inclusão e exclusão. Amostra : .2.2.1 Objetivo Geral Indicam uma ação muito ampla e o resultado pretendido . População ou universo da pesquisa: ∗ é a totalidade de indivíduos que possuem as mesmas características definidas para um determinado estudo.2.2.2. visitas às bibliotecas.1. 3. a metodologia será chamada de: estudo de caso com revisão bibliográfica. No caso de apresentação de caso. Não esquecer o aspecto ético do seu estudo! No caso de revisão bibliográfica.1.

quadros e gráficos. Não repita no texto todas as informações das tabelas ou ilustrações.1. Discussão Nesta etapa você interpretará e analisará os dados que tabulou e organizou na etapa anterior. 3.4.30 ∗ é parte da população ou do universo.5. . 3. tabelas. enfatize ou resuma só observações importantes.2. com o advento da informática. Atualmente. Resultados Nesta etapa você poderá lançar mão de recursos manuais ou computacionais para organizar os dados obtidos na pesquisa de campo. é natural que você escolha os recursos computacionais para dar suporte à elaboração de índices e cálculos estatísticos.2. Coleta de Dados: Nesta etapa você fará a pesquisa de campo propriamente dita. Para obter êxito neste processo.2. Apresente seus resultados em seqüência lógica no texto. duas qualidades são fundamentais: a paciência e a persistência. selecionada de acordo com uma regra ou plano.1. A análise deve ser feita para atender aos objetivos da pesquisa e para comparar e confrontar dados e provas com o objetivo de confirmar ou rejeitar a(s) hipótese(s) ou os pressupostos da pesquisa. nas tabelas e nas ilustrações.2.

sem rodeios.3. “É o mais livre dos itens e o que mais evidencia a vivência do pesquisador” 3. Aqui entram os depoimentos pessoais.1. 3. O tempo verbal deve acontecer no passado.1. mas sempre com muita clareza e objetividade. Deve-se evitar depoimentos do tipo impressões pessoais. A discussão deve fornecer elementos para as conclusões. dando destaque aos dados comprovados. O tempo verbal utilizado deve ser no presente.2.31 Neste capítulo os resultados da pesquisa (revisão bibliográfica ou dados de pesquisa de campo) serão analisados.1. Citar primeiro os dados alheios e depois os dados obtidos na pesquisa.6 Conclusão A(s) conclusão(ões) fundamentam-se nos resultados e na discussão. respeitando sempre a ordem cronológica. É breve e exata. comparando-os e fazendo críticas favoráveis ou não.1 Referências Relação padronizada dos elementos que descrevem os documentos consultados para a realização do trabalho e que permite sua identificação individual. É o capítulo da apreciação crítica. interpretados e comparados com os dados da literatura citada.2. Respondem aos objetivos elaborados na introdução e contém deduções lógicas.3 Elementos pós-textuais 3. Deve ser elaborado conforme a NBR 6023:2002 .

na identificação dos anexos. fundamentação. Excepcionalmente utilizam-se letras maiúsculas dobradas. Anexos Condicionado à necessidade. quando esgotadas as 23 letras do alfabeto.3.1). 3. interpretá-lo. 3. O(s) apêndice(s) são identificados por letras maiúsculas consecutivas. utilizadas no texto. quando esgotadas as 23 letras do alfabeto.4.3.3. podendo reproduzi-lo literalmente (citação direta). apresenta texto(s) ou documento(s) elaborados pelo autor do trabalho. Citações O autor utiliza-se de um texto original para extrair a citação.1. literal ou textual .2. que servem de complemento. 3. acompanhadas das respectivas definições. resumi-lo ou traduzi-lo (citação indireta). Menção de uma informação extraída de outra fonte (ABNT. Os anexos. comprovação e ilustração.3. na identificação dos apêndices.1 Citação direta.2 Glossário Opcional. os anexos são documentos não elaborados pelo autor do trabalho. elaborado em ordem alfabética que apresenta a relação de palavras ou expressões técnicas de uso restrito ou de sentido obscuro. p. a fim de complementar sua argumentação.1. 3.1. travessão e pelos respectivos títulos. sem prejuízo da unidade nuclear do trabalho.2. 2002. são devidamente ordenados e identificados por letras maiúsculas consecutivas. travessão e pelos respectivos títulos. Apêndices Condicionado à necessidade.32 3. Excepcionalmente utilizam-se letras maiúsculas dobradas.

a uma concepção alemã da nação como comunidades de destino (TOURAINE. Para citações diretas com mais de quatro linhas.33 Transcrição do trecho do texto de parte da obra do autor consultado. . 1994. 3. ∗ Citações diretas com menos de 4 linhas Pode ser colocada entre “aspas”. Autor em caixa alta. Ela é o quando se define simultaneamente pela vontade de viver junto no quadro de instituições livres e por uma memória coletiva. Usar com critério para não ficar repetitivo. ano.45). As características da "educação militar compartilhada pelos homens e mulheres espartanas" são tão conhecidas que não vale a pena perdermos tempo em descrevê-las (PONCE. Espaçamento simples.2 Citação Indireta ou Livre é o texto baseado na obra do autor consultado Indicação do Autor no começo do texto citar em Caixa Baixa seguida da data entre parênteses. p. Tornou-se habitual opor uma definição revolucionária da soberania nacional contra o rei. 1994.37). recuo de 4cm. ano e página entre parênteses Indicar o último nome do autor em caixa alta. página.2. com destaque a sua identidade comunitária através do seguinte trecho: A nação pode ser uma figura coletiva do Sujeito. deve-se observar o recúo de 4 cm da margem esquerda e o tamanho da fonte (10). letra tamanho 10. Colocar autor. p. Indicação do Autor no meio e final do texto: citar entre parênteses nome em caixa alta e ano. Ex: Podemos ilustrar o conceito de nação.

. . isoladamente.Fulano ressalta…. citado por Silva (1994).3 Citação de citação é aquela em que o autor do texto não tem acesso direto à obra citada. não produz conhecimento. Segundo Burton (1985). valendose de citação constante em outra obra. o que é pior. a criação voluntária no Brasil de uma base importante para sustentar a indústria transnacional de indústria da informação em ciência e tecnologia. a obesidade é definida como “um excesso de gordura corporal que freqüentemente leva a prejuízos à saúde”. Segundo …. Para…. sem. 3. tê-los criado (BARRETO.2.34 Esses três tipos de citações não necessitam estarem presentes em um mesmo parágrafo.. Indicação dos Autores separados pela expressão “apud” ou “citado por Ponce (1982). 1991. na qual o profissional é formado no país para funcionar como um mero executor de normas e regulamentos. Fulano cita que…. Produz estoques de informação organizada para uso imediato ou futuro. declara que instrução.. ou. no sentido moderno do termo. A indústria de informação. no entanto..Fulano define…. p. 1990 apud Utiliza-se palavras como: SOUZA.Fulano destaca… Damiani e Abreu (1989) ressaltam que as conseqüências de uma alteração metabólica tão extensa.. Fulano demonstra…. quase não existia entre os espartanos.. 183).

Assis et al (2005) demonstraram alta prevalência de sobrepeso e obesidade em escolares na cidade de Florianópolis...35 Na visão de Fisberg (1995). o comportamento postural da criança durante os primeiros anos escolares vem a ser o grande responsável pelos vícios posturais adquiridos 3.5%. “postura é um termo definido como uma posição ou atitude do corpo.. 2005) Três autores ou mais: Citar o nome do 1º autor e et al. ou Dois autores: Santos e Martins (2005) (SANTOS & MARTINS..1989) para a mesma faixa etária. (OLIVEIRA. ou uma maneira característica de sustentar o próprio corpo”. Ribeiro et al (2003) concluíram que em seu estudo a prevalência de obesidade em escolares foi de 10. pode ser considerada como uma síndrome.. sendo 2 vezes maior que a relatada na última pesquisa nacional (BRASIL.2005) ou .3 Tabelas Podem ser desenvolvidas no programa EXCEL e depois formatadas no programa WORD. a disposição relativa das partes do corpo para uma atividade específica. De acordo com Smith e Lehmkuhl (1997).4 Número de autores em citações no texto Autor único: Oliveira (2007) define.. caracterizada pelo aumento de tecido adiposo. Para Ascher (1976). 2007) ou (SANTOS e MARTINS.2. (colaboradores) 3..

...36 Selecionar e copiar. E colar a tabela no ord ( arquivo onde vc esta redigindo os seus resultados) .

) e Aplicar a: “ tabela”...37 Então vc seleciona a tabela e vai em “Formatar”. Seleciona “Caixa”. “Bordas e sombreamento”... “Estilo” (seleciona o de 2 linhas... .....

.. Então vc visualiza a tabela. .38 Para retirar as bordas laterais vc clica no diagrama que esta em visualização .. e OK.... e retira as bordas laterais...

vc seleciona novamente as células que irá introduzir as bordas.39 Depois para dividir as células internas.. “Estilo”...(seleciona de uma linha) e em “visualização” clicar para colocar borda superior e inferior....e OK... Daí vc novamente vai em “formatar”... “bordas sombreamento”. “Aplicar a”: célula. .

40 E quando visualizar não haverá linhas..”gráfico”... 3..ir em “Inserir”....4 Gráficos Selecionar as células do excel... ...

.e avançar.41 Etapa 1 de 4 – tipo de gráfico...etapa 2 de 4 ......vc pode optar por: linhas ou colunas...ou barras......e avançar. .Daí vc seleciona colunas . ou pizza. Abre-se um novo quadro...

.. Na etapa 4 de 4.Em título: colocar titulo do gráfico e nos eixos denominar as variáveis e avançar....42 Etapa 3 de 4. vc clica em concluir... Distribuição dos alunos da FASSP 100 80 60 40 20 0 enfermagem fisioterapia cursos pedagogia número de alunos Daí vc seleciona o gráfico no excel e cola no arquivo do word.. feminino masculino .

1 Tema É fundamental que o tema esteja vinculado a uma área de conhecimento com a qual a pessoa já tenha alguma intimidade intelectual sobre a qual já tenha alguma leitura específica e que. . sobre o qual se pretende debruçar. de alguma forma esteja vinculada à carreira profissional que esteja planejando para um futuro próximo O tema de pesquisa é. Exemplo: Tema: obesidade infantil Delimitação do problema: Influência da obesidade na postura da criança. 4.43 IV. ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA Só deve ser formalizado após estar definido o tema. uma área de interesse a ser abordada.3 Problema (problematização) Indica exatamente qual a dificuldade que se pretende resolver ou responder . 4. estabelecendo os limites extencionais e conceituais do tema. Prevalência de obesidade entre escolares 4. A escolha de um tema representa uma delimitação de um campo de estudo no interior de uma grande área de conhecimento. É uma primeira delimitação. ainda ampla. na verdade.2 Delimitação do problema Delimitar é indicar a abrangência do estudo.

Ex: A criança obesa apresenta alterações posturais mais importantes que as não obesas. . que tente responder ao Problema levantado no tema escolhido para pesquisa será confirmada ou negada através do trabalho de pesquisa. Essa é uma forma de introduzir o leitor no tema em que se encontra o problema. de ser comprovada. O tema escolhido pelo pesquisador e a Hipótese levantada são de suma importância. É um desenvolvimento da definição clara e exata do assunto a ser desenvolvido. Após a breve contextualização terminar com uma pergunta… Ex: A obesidade tem influência sobre as alterações posturais em escolares? A prevalência de obesidade está aumentando entre as crianças? 4. 4. permitindo uma visualização situacional da questão .4 Hipóteses O processo de pesquisa estará voltado para a procura de evidências que comprovem. tendo-se o cuidado de evitar termos equívocos e inexpressivos. para a sociedade ou para alguns indivíduos.44 É a apresentação da idéia central do trabalho. sustentem ou refutem a afirmativa feita na hipótese.5 Justificativa É o convencimento de que o trabalho de pesquisa é fundamental de ser efetivado. Hipótese é uma afirmação categórica (uma suposição).

4. ou seja.45 A Justificativa exalta a importância do tema a ser estudado.6.2 Objetivos Específicos Indicação das metas das etapas que levarão à realização do objetivo geral Ex: Estimar a prevalência de sobrepeso e obesidade em escolares do ensino fundamental. Avaliar quantitativamente a postura dos escolares através da biofotogrametria postural e verificar a relação com o estado nutricional. . 4. .6. ou justifica a necessidade imperiosa de se levar a efeito tal empreendimento. ou provar no decorrer da pesquisa. Ex: Avaliar a influência do sobrepeso e da obesidade sobre o sistema musculoesquelético de escolares do ensino fundamental.6 Objetivos Indicam o que se pretende conhecer. as metas que se deseja alcançar. 4. ou medir.1 Objetivo Geral Indicam uma ação muito ampla e o resultado pretendido .

julgar.3. concluir. produzir. 4. classificar. localizar. provar. conhecer. quando a pesquisa tem o objetivo de avaliar: Argumentar. demonstrar. selecionar. testar. traçar. discutir.6. quando a pesquisa tem o objetivo de compreender: Compreender. selecionar.6. estruturar. otimizar. experimentar. especificar. medir. reconhecer. operar. . investigar. medir. avaliar. formular.3 Objetivo de Monografia(TCC) do tipo Revisão Bibliográfica Ex: Pesquisar (analisar. discriminar. empregar. estimar. diferenciar. as diferentes modalidades e a eficácia do tratamento fisioterápico na fibromialgia.46 4. decidir. quando a pesquisa tem o objetivo de aplicar: Desenvolver. contrastar. examinar. deduzir. descrever. debater. definir. esquematizar. documentar. avaliar). citar. quando a pesquisa tem o objetivo de sintetizar: Compor. através de revisão bibliográfica em acervo de biblioteca e internet. relatar. reunir. determinar. Exemplos de verbos aplicáveis a objetivos quando a pesquisa tem o objetivo de conhecer: Apontar. sintetizar. organizar. ensaiar. reafirmar. criticar. construir. monitorar. diferenciar. praticar. interpretar. escolher. identificar. melhorar. quando a pesquisa tem o objetivo de analisar: Comparar. propor.

4.5 Critérios de inclusão e exclusão da amostra.47 4. .8 Cronograma é a previsão de tempo que será gasto na realização do trabalho de acordo com as atividades a serem cumpridas.7 Metodologia A Metodologia é a explicação minuciosa. rigorosa e exata de toda ação desenvolvida no método (caminho) do trabalho de pesquisa.4 Aspectos éticos 4.3 Amostra 4.7.7.1 Tipo de estudo 4. 4. 4.7. detalhada.7.6 Coleta de dados.7. As atividades e os períodos serão definidos a partir das características de cada pesquisa e dos critérios determinados pelo autor do trabalho.2 Local de estudo 4.7.

métodos.1 Termo de consentimento livre e esclarecido.48 4.9 Referências bibliográficas 4. Deve conter nome e endereço completo do aluno pesquisador. Texto contendo titulo da pesquisa. uma breve explicação dos objetivos.10 Anexos 4. . Na mesma folha deve haver uma declaração do sujeito que será pesquisado concordando com a participação.10.possíveis riscos e benefícios.

Os resultados serão apresentados e discutidos com as autoridades municipais...de 2004.............. Penápolis ......... Possíveis riscos e desconfortos: os procedimentos não implicarão em risco à saúde.. Resumo dos procedimentos: O presente estudo consiste de um levantamento antropométrico e postural com uma amostra de escolares que estejam freqüentando da 1ª a 8ª série do ensino fundamental.. As medidas antropométricas (peso e altura)............... serão realizadas na escola durante o horário de educação física ... Entendo que terei garantia de confidencialidade...................... riscos e benefícios desta pesquisa....... . foto digital perfil e anterior) e avaliação da postura dos pés com pintura da sola dos pés (tinta guache).Fui informado... Declaro que fui informado dos objetivos... dos Faveiros..................SP................ serão apenas medidas (peso e altura)... pais ou responsável preferirem não participar ou deixar de participar do estudo. tal atitude será compreendida pela equipe de pesquisa........49 Exemplo do termo de consentimento: TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO Pesquisa: Prevalência de sobrepeso e obesidade em escolares e a influência nas afecções posturais do aparelho locomotor Objetivo Principal: Avaliar o estado nutricional e a prevalência de alterações posturais em escolares do ensino fundamental de Penápolis.................. mantendo contato com o pesquisador principal e/ou orientador da pesquisa....... Assinatura do pesquisador responsável:........ Será encaminhado aos pais ou responsáveis um questionário com informações relativas à família... Assinatura dos pais ou responsável:.. fica autorizado a participar da pesquisa acima descrita....Fone:018-36523893................ Village......... além dos pesquisadores terá acesso aos nomes dos participantes da pesquisa..............................de.......... R.... Declaro........................ Os escolares estarão trajados de bermuda (M) e bermuda e top (F) e descalços............ Benefícios previstos: será fornecida à família a avaliação do estado nutricional e diagnóstico de possíveis alterações posturais do escolar e encaminhamento para assistência na rede municipal de saúde de Penápolis.......... As medidas serão tomadas pelo pesquisador responsável e colaboradores............................345....com............. Da.... Assinatura do aluno:.. que compreendo tudo o que me foi explicado sobre o estudo a que se refere este documento. Entendo também que tenho direito a receber informação adicional sobre o estudo a qualquer momento............... em local específico para a mensuração.................. da rede de ensino (pública e privada) do município de Penápolis . procedimentos.. fotos digitais e pintura da sola do pé...... e-mail:crisethi@ig. As informações obtidas serão confidenciais e em qualquer momento que o estudante...... moradia e condições socioeconômicas...... nos casos em que forem constatadas alterações nutricionais e posturais..... que a participação é voluntária e se meu filho(a) preferir não participar ou deixar de participar deste estudo a qualquer momento a equipe de pesquisa compreenderá a opção.. Todos os procedimentos serão explicados antes e durante as tomadas............. Pesquisador: Cristiane Meire Martins Vieira Bachiega......................... O (a) aluno(a).... ainda. também.......... ou seja.............. no ando de 2004..br B...série ....... que apenas dados consolidados serão divulgados e ninguém.

Capa Folha de Rosto Introdução Hipóteses Objetivos Métodologia Cronograma Referencias Anexos 4.12.11.N) o nome dos autores (incluindo o orientador. Corpo do Projeto de Pesquisa.N) Título da pesquisa(16. co-orientador ou outro colaborador da pesquisa). Formatação da Capa e Folha de Rosto: Nome da instituição (14.N) .50 4.(12) cidade.N) Curso(14. ano (14.

O Ponto e vírgula seguido de espaço é usado para separar os autores. grau (nas monografias de conclusão de curso e especialização.1.1. (Coord. páginas da revista e após o título da revista. entre datas de fascículos seqüenciais (ex: 1998-1999). Ex: BOSI. após o título. antes da editora e depois do termo In:. Comp. porém são conhecidos (ex: [1991]).4..3. Ex: Anais... O parêntese é usado para indicar série.1 Aspectos gráficos 5. edição e no final da referência. após a editora. Espaçamento Aas referências devem ser digitadas.2. Pontuação Usa-se ponto após o nome do autor/autores.. usando espaço simples entre as linhas e espaço duplo para separá-las. 5. 1979/1981). O hífen é utilizado entre páginas (ex: 10-15) e. O colchetes é usado para indicar os elementos de referência. Alfredo (Org. Os dois pontos são usados antes do subtítulo. entre o volume e o número.1.) As Reticências são usadas para indicar supressão de títulos.51 V. . teses e dissertações) e para o título que caracteriza a função e/ou responsabilidade.). COMO FAZER REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA 5. de forma abreviada. 5. A barra transversal é usada entre números e datas de fascículos não seqüenciais (ex: 7/9. que não aparecem na obra referenciada. Org. Margem As referências são alinhadas somente à margem esquerda. A virgula é usada após o sobrenome dos autores.

Ministério da Educação). Grifo usa-se grifo.2.) 5.104 p. Peter Norton: a bíblia do programador. Tradução: Geraldo Costa Filho. Edson Vianna et al. 5. Imposto de renda das pessoas físicas: livro prático de . 640 p. conforme norma própria. London: MacMillan.1. 1994. 714 p. seguido do prenome.3. 1994.1. R. Reengenharia mental: reeducação de hábitos e programação de metas. Rio de Janeiro: Campos.6.2.. ed. itálico ou negrito para: Título das obras que não iniciam a referência Título dos periódicos.1 Um Autor SCHÜTZ.2. Nome de autores 5.: O MARUJO) Entidades coletivas (na entrada direta) Nomes geográficos (quando anteceder um órgão governamental da administração: Ex: BRASIL.4. WILTON. B.52 5. 5. 3. Edgar. R. Nota: "Indicar o sobrenome. Dois Autores SÓDERSTEN.5. seminários etc.2. International economics. P. Maiúsculas usa-se maiúsculas ou caixa alta para: Sobrenome do autor Primeira palavra do título quando esta inicia a referência ( ex. 5.. Três Autores NORTON. Florianópolis: Insular.. AITKEN. 1997. separados entre si por ponto e vírgula seguidos de espaço" (NBR 6023) 5.2. Mais de três Autores BRITO. GEOFREY. P. Títulos de eventos (congressos. em caixa alta. Nomes científicos. abreviado ou não desde que haja padronização neste procedimento.2..

4. D. Ministério do Trabalho. Fadiga.1. 1995.Petrópolis: Vozes. ed.4.53 consulta diária. quando houver. 5. . Curso de médicos do trabalho. Órgãos governamentais Quando se tratar de órgãos governamentais da administração (Ministérios. Monografia no todo 5. 5. 5. Partes de Monografias 5. Secretaria de Formação e Desenvolvimento Profissional. Educação profissional: um projeto para o desenvolvimento sustentado. p. v.4. A fábrica automática e a organização do trabalho.4.3.4 Modelos de referência 5. 24 p. 2. Brasília: SEFOR. 6.3 Livros DINA. São Paulo. In: FUNDACENTRO.3.2. 807-813. 1996. atual. 1987. ed. 1974. BRASIL. P. 288 p.4.Secretarias e outros) entrar pelo nome geográfico em caixa alta (país. São Paulo: Frase Editora.considerando a subordinação hierárquica. Antonio. estado ou município). 132 p. Capítulo de livro NOGUEIRA.

Encontros e outros Eventos Científicos. p.. Qualidade de vida no trabalho. M. Decreto n.4. 1989. n. 37-45. I. Português.4./dez.54 5.271. São Paulo. p. V. 1984. Dissertação (Mestrado em Administração) . Artigo de Jornal . jan.1. Dissertações e Teses RODRIGUES.5. 48. 8. 5. de 4 de janeiro de 1984. Rio de Janeiro: Encyclopaedia Britannica. Dispõe sobre documentos e procedimentos para despacho de aeronave em serviço internacional. 5. Bíblia sagrada. 5. Universidade Federal de Minas Gerais.4. v. 1979.10. 180 f. Simpósios. et al. v. Lex: Coletânea de Legislação e Jurisprudência.4. Tradução de Padre Antônio Pereira de Figueredo.. São Paulo. 1980. Edição Ecumênica. 89.6.4.Faculdade de Ciências Econômicas. Artigo de Revista ESPOSITO. Jornadas. Conferências. 32. Repercussões da fadiga psíquica no trabalho e na empresa.7. 3-4. Belo Horizonte./mar. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional. out. trim. 5. 1989.8. Workshops. 5.9. Bíblias BÍBLIA. Leis e Decretos BRASIL. Legislação Federal e marginália.4. Trabalhos apresentados em Congressos.

Belo Horizonte. 1996. .4. Função citação como fator de recuperação de uma rede de assunto. Apresenta endereços de Universidades nacionais e estrangeiras. Biblioteca Universitária. 5. Base de Dados em Cd-Rom: partes de documentos PEIXOTO. Maria de Fátima Vieira. p. In: IBICT. Disponível em: <http://www. Joel. Home-page UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Ciência da Informação. Caderno de esporte. 5. 5. 26. CD-ROM. de. Brasília.55 OLIVEIRA.br>. Catálogos de Universidades. 7.ufsc. n.4. Disponível em:<http://www.11.4. O Estado de Minas.2. Acesso em: 18 maio 1998.br/cionline/>. 1997.11.ibict. Judô: Educação física e moral. 3. Artigos de Periódicos (On-line) MALOFF. 1. Brasília: IBICT. W. A internet e o valor da "internetização".10. Serviço de Referência.4. v. Acesso em: 19 maio 1998. Documentos eletrônicos 5. P. Base de dados em Ciência e Tecnologia.1. n. 17 mar.bu. 1981.11.3.