Tânia Pinto – Mónica Peralta

Necessidade de mover o foco das atenções na indústria biotecnológica para a optimização de processos e excelência operacional :
Reduzir custos de produção retornos do investimento Aumentar

Minimizar o tempo de chegada do produto ao mercado flexibilidade operacional Aumentar

Equipamentos que são usados uma única vez e de seguida descartados, na produção, separação e purificação de produtos biológicos

Equipamentos
• Biorreactores descartáveis •Filtros descartáveis

•Membranas TFF (filtração fluxo tangencial)
•Colunas de enchimento para cromatografias •Sistemas de transferência de fluidos (RAFT)

•Tubagem flexível (poliamidas)
•Conectores assépticos •Sacos esterilizados para armazenamento de líquidos •Sistemas e tanques de mistura •Automated guided vehicles (AGV) •Soluções single-use

Equipamentos •Biorreactores descartáveis • Filtros descartáveis •Membranas TFF (filtração fluxo tangencial) •Colunas de enchimento para cromatografias •Sistemas de transferência de fluidos (RAFT) •Tubagem flexível (poliamidas) •Conectores assépticos •Sacos esterilizados para armazenamento de líquidos •Sistemas e tanques de mistura •Automated guided vehicles (AGV) •Soluções single-use .

Equipamentos •Biorreactores descartáveis •Filtros descartáveis • Membranas TFF (filtração fluxo tangencial) •Colunas de enchimento para cromatografias •Sistemas de transferência de fluidos (RAFT) •Tubagem flexível (poliamidas) •Conectores assépticos •Sacos esterilizados para armazenamento de líquidos •Sistemas e tanques de mistura •Automated guided vehicles (AGV) •Soluções single-use .

Equipamentos •Biorreactores descartáveis •Filtros descartáveis •Membranas TFF (filtração fluxo tangencial) •Colunas de enchimento para cromatografias •Sistemas de transferência de fluidos (RAFT) EQUIPAMENTOS NÃO CONVENCIONAIS •Tubagem flexível (poliamidas) •Conectores assépticos •Sacos esterilizados para armazenamento de líquidos •Sistemas e tanques de mistura •Automated guided vehicles (AGV) •Soluções single-use .

Equipamentos •Biorreactores descartáveis •Filtros descartáveis •Membranas TFF (filtração fluxo tangencial) •Colunas de enchimento para cromatografias • Sistemas de transferência de fluidos (RAFT) •Tubagem flexível (poliamidas) •Conectores assépticos •Sacos esterilizados para armazenamento de líquidos • Sistemas e tanques de mistura •Automated guided vehicles (AGV) •Soluções single-use .

Equipamentos •Biorreactores descartáveis •Filtros descartáveis •Membranas TFF (filtração fluxo tangencial) •Colunas de enchimento para cromatografias •Sistemas de transferência de fluidos (RAFT) •Tubagem flexível (poliamidas) • Conectores assépticos •Sacos esterilizados .armazenamento de líquidos •Sistemas e tanques de mistura •Automated guided vehicles (AGV) •Soluções single-use .

Equipamentos •Biorreactores descartáveis •Filtros descartáveis •Membranas TFF (filtração fluxo tangencial) •Colunas de enchimento para cromatografias •Sistemas de transferência de fluidos (RAFT) •Tubagem flexível (poliamidas) • Conectores assépticos • Sacos esterilizados .armazenamento de líquidos •Sistemas e tanques de mistura •Automated guided vehicles (AGV) •Soluções single-use .

Equipamentos •Biorreactores descartáveis •Filtros descartáveis •Membranas TFF (filtração fluxo tangencial) •Colunas de enchimento para cromatografias •Sistemas de transferência de fluidos (RAFT) •Tubagem flexível (poliamidas) • Conectores assépticos •Sacos esterilizados .armazenamento de líquidos •Sistemas e tanques de mistura •Automated guided vehicles (AGV) •Soluções single-use Substituição das tubagens e tanques em aço inox Transporte automatizado .

Equipamentos •Biorreactores descartáveis •Filtros descartáveis •Membranas TFF (filtração fluxo tangencial) •Colunas de enchimento para cromatografias •Sistemas de transferência de fluidos (RAFT) •Tubagem flexível (poliamidas) • Conectores assépticos •Sacos esterilizados .armazenamento de líquidos •Sistemas e tanques de mistura •Automated guided vehicles (AGV) •Soluções single-use Compra de meios e tampões pré esterilizados guardados em sacos assépticos .

armazenamento de líquidos •Sistemas e tanques de mistura •Automated guided vehicles (AGV) •Soluções single-use .Equipamentos •Biorreactores descartáveis •Filtros descartáveis •Membranas TFF (filtração fluxo tangencial) •Colunas de enchimento para cromatografias •Sistemas de transferência de fluidos (RAFT) •Tubagem flexível (poliamidas) • Conectores assépticos •Sacos esterilizados .

água. agentes limpeza menores consumos energéticos •Redução do caudal de efluentes líquidos residuais •Diminuição da mão-de-obra necessária •Diminuição dos custos associados à lavagem e esterilização •Menores tempos de turn around – maiores produtividades SINGLE-USE •Redução do problema de contaminação entre lotes de produção •Maior facilidade em cumprir as exigências das GMPs – menores custos de validação do processo/produto .ELIMINAÇÃO DE PROCESSOS DE CIP E SIP •Redução ou eliminação de certas áreas do processo alterações no design das instalações •Menores requerimentos de utilidades . vapor.

FLUXOS DE PESSOAS SIMPLIFICADOS FLUXOS DE MATERIAIS MAIS SEGUROS E EFICAZES •Assegura a esterilização do produto transferido •Maior facilidade e segurança na movimentação de materiais entre as áreas do processo •Menor footprint em salas limpas •Redução da cross-contamination MAIOR FLEXIBILIDADE OPERACIONAL •Facilitam a incorporação de alterações ao processo •Um design correcto das instalações poderá possibilitar instalações de processamento de multiprodutos MENOR CAPITAL DE INVESTIMENTO .

colunas de bolhas) •Para capacidades superiores a 1000L usam-se fermentadores em aço inox COMPATIBILIDADE FÍSICA E QUÍMICA •Provoca limitações ao Scale-up •Certa instabilidade dos descartáveis para altas temperaturas e pressões •Alguns componentes dos plásticos podem ser afectados por solventes (por exemplo.ELEVADA CARGA DE CONSUMÍVEIS •Elevado número de componentes descartáveis requeridos – maiores custos de consumíveis •Aumento da quantidade de resíduos sólidos -> uso de materiais recicláveis LIMITAÇÕES EM OPERAÇÕES UNITÁRIAS E TECNOLOGIA DISPONÍVEL •Algumas operações unitárias não estão completamente desenvolvidas nem validadas (sistemas cromatográficos. orgânicos) . air lifts.

•CMOs (contract manufacturing organizations) .Study Case .Recorrem ao uso de descartáveis por reconhecerem as vantagens que estes proporcionam .A Contract manufacturing Organization •As indústrias gastam muito dinheiro.empresas contratadas por indústrias para que idealizem um bioprocesso que seja economicamente vantajoso e que permita obter um produto final de qualidade para aquele tipo de indústria . tempo e recursos para eliminar contaminações e cumprir os regulamentos de limpeza da FDA.

Study Case . tempo e recursos para eliminar contaminações e cumprir os regulamentos de limpeza da FDA.A Contract manufacturing Organization •As indústrias gastam muito dinheiro.Recorrem ao uso de descartáveis por reconhecerem as vantagens que estes proporcionam DESAFIO : Companhia terapêutica -Produção anticorpos monoclonais -Tinham linhagem de células completas e meio de crescimento definidos -apenas realizaram scale-up até 5L . •CMOs (contract manufacturing organizations) .empresas contratadas por indústrias para que idealizem um bioprocesso que seja economicamente vantajoso e que permita obter um produto final de qualidade para aquele tipo de indústria .

•CMOs (contract manufacturing organizations) .Study Case . tempo e recursos para eliminar contaminações e cumprir os regulamentos de limpeza da FDA.A Contract manufacturing Organization •As indústrias gastam muito dinheiro.empresas contratadas por indústrias para que idealizem um bioprocesso que seja economicamente vantajoso e que permita obter um produto final de qualidade para aquele tipo de indústria .Recorrem ao uso de descartáveis por reconhecerem as vantagens que estes proporcionam DESAFIO : Companhia terapêutica -Produção anticorpos monoclonais -Tinham linhagem de células completas e meio de crescimento definidos -apenas realizaram scale-up até 5L Recorrem a CMO Scale-up até 2000L bem sucedido -Volume de produto pretendido -Dentro do orçamento e tempo estipulado .

166.000 .000 739.000 878.890.2 54.968.000 22.935.742. Subtotal Shell Cleanroom Fit-Out Building Services Subtotal Engineering to OQ Validation (SIP.742.795.400.000 168.000 1.000 2.000 2.0 Savings 0.000 Concept 112.927.000 7.000 123. Electrical Power Control. CIP) Other validation Bag validation Subtotal Process Equipment Traditional 112.000 7.643.255.817.000 1. Inst.000 1.3 Materials 39.331.451.000 111.000 27.000 4.000 367.000 4.000 1.000 781.070.226.000 1.1 99.2 Capital 96.000 28.8 Indirect Materials 53.000 983.000 10.195.000 1.585.3 49.000 2.2 0.124.000 1.000 5.000 4.7 36.000 0 4.000 492.054.000 Difference 0% 0% –11% –86% 4% 6% 4% –45% –72% -100% -100% –93% –88% –45% –45% –72% –45% –49% –12% 26% –35% –22% –40% –66% –41% –54% Stedim e BioPharm Services Total Validation Building Installat.102.0 Waste Management 0.000 131.000 2.070.582.0% 17.000 1.41 % .656.000 2.000 438.000 594.1 TOTAL 345.132.000 401.0 287. Inst.Convencional na Capital (€) Inoculum Seed Cell Culture Production Culture Harvest Previral Purification Postviral Purification Filling Media Preparation Buffer Preparation Steam-in-Place Clean-in-Place Process Utilities Solution Handling Subtotal Pipework.000 360.000 3.000 51.000 124.000 8.077.000 739.0% 38.000 1. Cost of goods (including capital) in €/g Traditional Concept Labor 129.000 0 0 82.0 47.541.340.9 Consumables 26.000 6.000 3.533.000 238.000 738.000 1.

MONTE CARLO SIMULATIONS .Ferramentas de Simulação: SIMBIOPHARMA.3 estratégias alternativas de produção:    SS – Planta piloto baseada em equipamentos de aço inoxidável DISP – Planta piloto usando apenas equipamentos descartáveis HYB – (hybrid) Planta piloto usando equipamentos em aço inoxidável para a cultura de células e equipamentos descartáveis para os processos de separação e purificação .Comparação entre Tecnologia Descartável e Convencional na The Advanced Center for Biochemical Engineering (University College London) .

Comparação entre Tecnologia Descartável e Convencional na The Advanced Center for Biochemical Engineering (University College London) Uso de matriz de cromatografia dispendiosa (Protein A Matrix) .

Comparação entre Tecnologia Descartável e Convencional na The Advanced Center for Biochemical Engineering (University College London)     Custos directos da operação inferiores: SS Custos indirectos dominam os custos totais sendo superiores em SS Menores custos anuais para DISP COGs anuais superiores e com maior risco associado para SS .

As tecnologias descartáveis permitem simplificar fluxos de pessoas e materiais Eliminar lavagens e reduzir necessidades de esterilização Diminuir necessidades energéticas e efluentes líquidos Aumentar a segurança e confiança nas validações do produto Diminuir o capital de investimento o tempo de retorno e o tempo de construção .

O desempenho dos equipamentos descartáveis deve ser optimizado Pretende-se um aumento gradual da sua utilização Dar a conhecer as vantagens desta tecnologia e convencer as mentalidades Num futuro mais ou menos próximo conseguir bioprodutos em instalações unicamente baseadas em equipamentos descartáveis… .

.

.

Resposta a ataques massivos à saúde pública THREAT ZONES .

Resposta a ataques massivos à saúde pública  Produção de kg e Mg de terapêuticos biológicos e vacinas num curto espaço de tempo – uso de plataformas de produção baseadas inteiramente na tecnologia disposable THREAT ZONES DISPOSABLE PLATFORMS OF PRODUCTION .

Resposta a ataques massivos à saúde pública   Produção de kg e Mg de terapêuticos biológicos e vacinas num curto espaço de tempo – uso de plataformas de produção baseadas inteiramente na tecnologia disposable Instalação das plataformas de produção junto aos centros de tratamento nas zonas afectadas – resposta local e imediata à ameaça THREAT ZONES TREATMENT CENTERS DISPOSABLE PLATFORMS OF PRODUCTION .

M. Biotechnol Prog. 486-497 •Novais. Andrew. 2001. BioProcess International . Titchener-Hooker. Miriam. Antonio. J.8 million investment to finance disposable chromatography system. Hoare.. Nigel J. OCTOBER 20. Economic Comparison Between Conventional and Disposables-Based Technology for the Production of Biopharmaceuticals. 2. 2009.. Kurt. JanuaryFebruary 2005. BioProcess International 7(4) (April 2009) •Bruce Rawlings and Hélène Pora. Decision-Support Tool for Assessing Biomanufacturing Strategies under Uncertainty: Stainless Steel versus Disposable Equipment for Clinical Trial Material Preparation. Brorson. 2.. Disposables in Biomanufacturing-Multiple Applications for Single-use Products. Filtration & Separation. A User’s Checklist for Introducing Single-Use Components into Process Systems. 2. October 2005 Supplement •Rao. Issue 9. Govind. Filtration & Separation.. 348-356 •Farid. J. Monge. John. Issue 1. Biotechnology and Bioengineering.com/biopharm/Disposables/Single-Use-TechnologiesmdashAContract-Biomanufact/ArticleStandard/Article/detail/473325 •Disposable microfiltration for the bioscience sector. L. 2005.. 21.Titchener-Hooker. Vol. NO. Moreira. No. BioProcess International. . Washbrook.. Environmental Impact of Single-Use and Reusable Bioprocess Systems. Page 10 •€6. February 1. Volume 44. 102. November 2007. No. Page 6 .findpharma. February 2009 •http://biopharminternational.•Sinclair. 75. Disposable Bioprocessing: The Future Has Arrived. 144-153 •Hélène Pora and Bruce Rawlings. Volume 42. N.. Suzanne S. VOL. Vol. BIOTECHNOLOGY AND BIOENGINEERING.

f f¾     .°n ½ f      .f f¾     °  n.

°¾¯f  ¾     .

f½f     Jf¾ .f°f– ¯ °   @@     f°–¾     .

2039.8/0$2:.79E.. 330073 &3.503.5494:8.48574.7.5494:8.79E.43.08  -7/ !.203948/08.344.39.08 5.4 $ !#  % # $&% $ 0897.3/4.806:5.0/ 03907 1474.425..9073.9..5494-.3.0206:5.4 34/E..03. %0 /.0 $! !..00 43.7.434/E.0789 400 43/43 077.08.05.80.39.405:71.8/0574/:4 $$ !.403970%0.39./0..203948/08.7.20394802.8006:5.F:..79E.7.3.:9:7..8..4 .9F.203948/0./.02.08848/0805.3/406:5.

 %0 /..08.43.425.3.403970%0.02.79E.3.03.1.344./8503/48.0/ 03907 1474.0789 400 43/43 &84/02.7. 330073 &3. !74903 .97/0..742.00 43..97 .947.

0789 400 43/43 :8948/70.$$ .88:50747080 . 330073 &3.948/.4 31074708$$ :89483/70.7.79E.884.3:.08..3. %0 /.4.422.4507.02.03.:8948949.:8948.8803/4 8:507470802$$ 034708.403970%0.344.7.7.85.948/423..00 43.4778.425.0/ 03907 1474. $!  8 ...43.2 48.3./4 5.3:.

...8001:03908 J6:/48 :2039..71:48/0 50884.907.3.8 23.088/.8/08.088/./03.802.7.3.79E../080307F9.8.0.0850729028251.890.80:7...038070/:730.59.7.431.08 /4574/:94 23:74.344././08/0 08907.4 23:730.43897:4 .08920394490254/0 70947340490254/0.3.

79E.84:2034857O24.4380:7-4574/:948 02 389.08/0.20390-.8./../.4 .80.038/089.7.0807 4592../08025034/4806:5.82039..08 .08:3.4380:7-4574/:948 :21:9:742.79E...:203947.39.8:.:9.203948/08.0.90.07 .07.203948/08./4 !70903/0 80:2.43.430./08 :21:9:742..84:2034857O24.344./:.03.80206:5./.

.

.

#085489. %#%  $ ./05-..488..88..6:082.9.

90...488...1472./8548.#085489.4/090254 :84/05.480.8 3:2.8/0574/:4-.-0 %#%  $ $! $ !% #$  !# &%  . !74/:4 /00 /0907./05-.5H:9.9./.6:082.83907.3.20390 3.80..88.48-4O.344.:794 085.9.

88.344.10.48.9..9./8548.:794 085.8 3:2.8/0574/:4:394..039748/097.. %#%  $ %#%% %#$ $! $ !% #$  !# &%  .90..20394 3.20.5H:9.020/.4./05-.48-4O.9.1472.4/.8/0574/:4-.20390 3.8 7085489.6:082..8.80.#085489.488./.-0 389..9.85./...1472.9. !74/:4 /00 /0907..480.843.83907.3.4/090254 :84/05.9.

½ ½½nf°¾€°– ¾  9 n¾ 9n ¾¾ ° °f°f n  ½½ ¯ ° Wf ° .°– .f¯ ¾½¾f  ¾° ¯f°€fn°– .W°nf °   . f °°  ¾°  ¾½¾f   ½n ¾¾°– @  f¾   n°– f°   °–° °– I  -   f    Wf f°°  Jf¾  ° @n °    -–    n¾° ½½@€¾¾ ¾¾°– ¯f°€fn°– f – ¾° D°n f° f° ¾¾  ¾¾¾½¾f  ½¯ °€.

 f .f f9 ½ff°   n° 9–  I  -    W-f¾   @n °    . n°¯n .°nf @f .

¯½f¾°  ° .

° °°f f° ¾½¾f  ¾ f¾ @ n°– € 9 n° € ½f¯fn nf¾  @.

- - --- I  -  .

@     Wx ° 9f f°  n f°–¾ D¾ #¾.

 n¾€° n°–°– D¾ .

¯½° °¾°9n ¾¾ ¾ ¯¾ 9n ¾¾ ° °f°f %%%½ % W n f°–¾f° x ° 9f °°¯ °f¯½fn€°– D¾ f°  ¾f   ½n ¾¾¾ ¯¾  9n ¾¾ ° °f°f  f W½ $$ ½f¯° °f°f €° ½f¯f n¯$ ½f¯$¾½¾f  ¾$°– D¾ @ n°– ¾¯ f¾ .

°fn ¯f°€fn$n f° f $n $ f$ W¾½¾f  ¯n€f°€  ¾n °n ¾ n f°  ½ff° I¯  ¾¾  f°f  f 9f–  W ¯°° ¾¯ °€°f°n  ¾½¾f  n¯f–f½¾¾ ¯ f°  ½ff° I¯   ¾¾  - ¯  9f–  .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful