ARGILOTERAPIA

HISTÓRICO Ela é encontrada na natureza e, desde a antiguidade, tem-se apresentado como uma poderosa aliada da medicina e da estética. Verde, branca, rosa, vermelha, bege, amarela ou roxa, a argila, quando utilizada corretamente, apresenta resultados excelentes nos tratamentos cosméticos e terapêuticos. Acreditavam os egípcios que a argila nada mais era do que barro, terra, um dos melhores remédios que existem na natureza. A terra tem a capacidade de absorver impurezas de nosso organismo, purificar e refrescar, aliviando febres, cicatrizando feridas, eliminando dores, acalmando os nervos e recuperando células doentes. O efeito essencial da terra reside, sem dúvida alguma, na sua capacidade de absorção. Ela absorve os princípios vitais do sol, da água e do ar, constituindo-se num poderoso agente de recuperação física. A civilização moderna afastou-se e se desviou da natureza, deixando de lado, com grande prejuízo para nós, este elemento tão importante para a saúde e beleza integrais do ser humano. Os índios utilizam até hoje para cicatrização, em forma de cataplasma, para “puxar” veneno de cobras e escorpiões, e como regenerador da pele nos casos de queimaduras, entre outras. RAIO-X DA ARGILA A argila é uma rocha constituída por um certo número de minerais diferentes e em proporções variadas, chamada de silicato minimizado, predominando os silicatos de alumínio hidratados. Dependendo do local onde o silicato for apanhado, pode ter sido substituído por magnésio ou ferro. Existem vários tipos de silicatos minimizados (titânio, magnésio, cobre, zinco, alumínio, cálcio, potássio, níquel, manganês, lítio, sódio, ferro). Tais diferenças nunca modificam os principais efeitos terapêuticos, a ação antiinflamatória e cicatrizante, que só se deve à sílica e ao alumínio, cuja concentração é sempre muito elevada (30 a 50%). O silicato (argila) tem, ainda, ação absorvente e anti-séptica. Cerca de 70% dos minerais existentes na terra são silicatos: a pedra, o tijolo, o concreto e o vidro são silicatos ou derivam dele. OLIGOTERAPIA, GEOTERAPIA, ARGILOTERAPIA Os oligoelementos são substâncias encontradas em abundância nos reinos animal, vegetal e mineral. São metais e metalóides existentes no corpo humano, em doses infinitesimais, mas indispensáveis ao funcionamento do organismo. Assim, a oligoterapia é o estudo dos oligoelementos. Já a geoterapia é o estudo de elementos retirados da terra para terapias. Temos, por exemplo, as pedras vulcânicas, pedras de gêiseres, lama, barro e argila. Desta forma, quando falamos de oligoterapia, estamos também incluindo a geoterapia, que se aplica mais às substâncias retiradas de seres inanimados. Muitas comprovações, aliadas à necessidade de retorno ao natural, estão levando pessoas a recorrerem a esta prática, porém o cuidado com a origem da argila utilizada é da maior importância. COMPOSIÇÃO E PROPRIEDADES As argilas mais utilizadas nos tratamentos estéticos são a verde, a rosa e a branca. Cada uma delas possui propriedades e indicações específicas. Elas são retiradas a 30 metros de profundidade da terra e são microbiologicamente

peneiradas para que haja a separação de impurezas. Depois são submetidas ao processo de higienização e esterilização, passando por um aquecimento a 42 graus. Algumas argilas passam também pelos raios-gama, dando toda a segurança para o profissional de estética trabalhar em peles acnéicas, em foliculites, psoríase, eczemas, entre outros. APLICAÇÃO NA ESTÉTICA As terapias à base de argila têm vasta aplicação na área de estética. Existem vários tipos de argila e sua composição química não se altera muito. As diferenças mais sensíveis dizem respeito à procedência, pureza e concentração de seus elementos. A argila é retirada de solos profundos, sendo micronizada e purificada para utilização. Algumas são também esterilizadas com raios-gama, com comprimento de onda suficiente para eliminar bactérias. Os principais efeitos obtidos com argila nos tratamentos estéticos são:  Ação ativadora da circulação sangüínea: quando aplicada sobre a pele, a argila promove um aumento da circulação superficial, favorecendo maior aporte de oxigênio e nutrientes necessários ao metabolismo celular, trazendo benefícios a diversos tratamentos de estética como envelhecimento cutâneo, acne, celulite, flacidez, entre outros.  Ação desintoxicante: a argila funciona como desintoxicante metabólico capilar, facial e corporal. Essa ação se dá devido à sua capacidade de absorção de toxinas. Quando aplicada na superfície cutânea, ela estabelece um sistema de troca, onde retira as impurezas da pele, deixando em troca elementos naturais indispensáveis ao metabolismo orgânico. Nos cabelos, a argila tem ação seboreguladora e estimulante do crescimento dos fios. No corpo age como depurativo e desintoxicante, além de promover a lipólise. No rosto, tem ação cicatrizante, secativa e tensora, sendo excelente para peles asfícticas.  Ação microabrasiva da camada córnea: a argila possui partículas micronizadas capazes de efetuar uma esfoliação suave na superfície cutânea, permitindo uma homogeneização da pele (esfoliante suave ou peeling biológico natural). DESINTOXICAÇÃO METABÓLICA INTEGRAL Os tratamentos estéticos realizados com argilas associadas a cosméticos indutores apresentam excelentes resultados. Conheça os efeitos da argila na pele: 1. Favorece a reprodução celular integral, afinando e clareando a pele; 2. Estimula a circulação sangüínea e linfática (sangue e água); 3. Efeito tensor cutâneo imediato no rosto, corpo e couro cabeludo; 4. Microabrasão da camada córnea (esfoliação biológica natural da pele); 5. Efeito depurativo dos tecidos por absorção (absorve toxinas e impurezas); 6. Estimula a atividade orgânica da pele (promove um aquecimento); 7. Fornece os sais minerais e oligoelementos necessários; 8. Promove a reconstituição dos tecidos; 9. Desintoxicação metabólica capilar, corporal e facial; 10. No cabelo, tem ação sebo-reguladora e estimulante do crescimento dos fios; 11. No corpo tem ação depurativa e desintoxicante; 12. No rosto tem ação secativa, cicatrizante e tensora; 13. Transmite energia e estimula as funções dos órgãos; 14. Tem efeito calmante e elimina bactérias e fungos; 15. Combate inflamações e edemas (pré e pós-cirurgia plástica);

16. Melhora a aparência estética da pele com psoríase por sua ação cicatrizante e regeneradora; 17. Redução de massa corpórea, redistribuindo e reorganizando as células adiposas; 18. Favorece a incorporação de elementos inorgânicos; 19. Estimula a membrana celular no processo de regeneração; 20. Promove a contração, combatendo a flacidez corporal e facial; 21. Atua na alopecia difusa (área capilar); 22. Melhora a microcirculação, irriga o panículo adiposo e atenua a celulite e a gordura localizada; 23. Suaviza e amacia a pele, deixando-a hidratada e sedosa. ARGILA VERDE, BRANCA E ROSA A argila verde é utilizada em tratamentos faciais de revitalização, por sua alta concentração de oligoelementos, que participam da estrutura das fibras elásticas. Graças ao seu efeito tensor, é indicada para a utilização em máscaras para tratamento de modelagem facial. Em tratamentos corporais, funciona como absorvente de toxinas, desinfiltrante de tecidos intestinais, ativadora do metabolismo, associada a tratamentos hipertérmicos, que estimulam a sudorese. Promove uma desintoxicação integral, removendo toxinas e impurezas faciais que vão obstruindo os óstios e, assim, causando discromias, sinais do tempo, envelhecimento precoce e comedões. Também é utilizada para desobstruir o couro cabeludo, auxiliando na eliminação da caspa e da seborréia, oxigenando o bulbo capilar e promovendo seu fortalecimento. No corpo, promove a eliminação de líquidos e toxinas e auxilia na circulação sangüínea e na oxigenação dos tecidos, resultando numa melhoria nos casos de celulite e gordura localizada, redistribuindo e reorganizando as células adiposas, aumentando a energia corporal, preparando o corpo e finalizando os tratamentos corporais. A argila branca é perfeita para tratamentos de acne e oleosidade excessiva, pois possui propriedades absorventes, desintoxicantes, antiinflamatórias, regeneradoras e, principalmente, cicatrizantes. Indicada também para tratamentos capilares de seborréia, foliculite, micose e psoríase. A argila rosa possui efeito tensor, regenerador tecidual, reafirmante e estimulante da circulação linfática e sangüínea. É especialmente indicada para tratamentos corporais de ptose tissular e de revitalização facial antienvelhecimento. Pode ser utilizada na hidratação corporal, hidratação de pés e mãos e para vitalizar e hidratar o couro cabeludo para favorecer o crescimento dos fios. BANHO DE IMERSÃO O banho morno com argila verde ajuda a diminuir o excesso de oleosidade, penetra na pele e retira as impurezas internas, o corpo fica macio e relaxado, sem tensões. Este banho dispensa o uso de sabonetes, pois a argila dissolvida na água deionizada deve ser passada em todo o corpo e até no rosto. Este tratamento é muito utilizado na Europa e países asiáticos. É indicado para todos os tipos de pele. A temperatura da água deve ser de, no máximo, 40 graus. Depois de um dia muito cansativo o banho de imersão deixa o corpo mais leve. Recomenda-se o uso de uma esponja, que deverá ser passada nos braços, pernas e em todo o corpo, pois ajudará a limpar a pele em profundidade e ativará a circulação periférica. O banho de imersão com argila tem atuação terapêutica nos casos de rugas, acne, excesso de oleosidade, celulite, envelhecimento precoce, cansaço nos membros inferiores e cansaço físico em geral.

PROTOCOLOS ESTÉTICOS Na desintoxicação corporal, misturar argila mais loção indutora e enrolar com filme PVC. Deixar no mailer ou manta térmica 40 minutos ligada e 10 minutos desligada, ou ainda, 15 minutos na sauna para aquecimento e desintoxicação. Para a desintoxicação capilar utilizaremos argila com loção tônica. Outra opção para a modelagem corporal é a mistura de argila rosa com a loção crioterápica, que agirá por 30 minutos, sendo removida com água. Obs.: neste caso não aplicar nas articulações, coluna vertebral e região dos rins. Na modelagem facial usaremos a mistura de argila rosa com loção tônica para anti-envelhecimeto e hidratação. ARGILA BRANCA Composição química Silício, Óxido de alumínio, cálcio, ferro, potássio, oligoelementos (Mg, Zn, Mn, Cu, Se), pH 5. Rica em caulim e enxofre.

Atividade/propriedades Cicatrizante, absorvente de oleosidade e clareadora. Aplicação principal Concentração recomendada Observação Utilizada em máscaras cicatrizantes, para peles sensíveis, leites e xampus. Máscaras de 10 a 40%, xampus de 2 a 5%, emulsões para o corpo de 1 a 3 % e cremes de 2 a 5%. Apresenta maior teor de alumínio e menor teor de ferro que a argila verde. Essa característica torna-se vantajosa se considerarmos que seu uso é recomendado para peles com excesso de oleosidade, o que impede que o alumínio seja absorvido rapidamente. Por outro lado, esse produto é eficaz na remoção desta mesma oleosidade e seu teor de potássio e oligoelementos hidrata a pele, retirando o aspecto de brilho vitrificado provocado pela secreção sebácea ao mesmo tempo em que auxilia na regeneração de peles acnéicas, por seu alto teor de silício, caulim e enxofre.

ARGILA ROSA Composição química Mistura de argila branca com vermelha (sílica, óxido de ferro, óxido de magnésio, óxido de potássio, cálcio e oligoelementos) pH 6.

Atividade/propriedades Suavizante, cicatrizante, adstringente, anti-séptica, hidratante e revitalizante. Aplicação principal Concentração recomendada Utilizada em máscaras suavizantes e cicatrizantes para peles delicadas e com tendência ao ressecamento. Leites e xampuspr cabelos normais e mistos. Máscaras de 10 a 40%, xampus de 2 a 5%, emulsões para o corpo de 1 a 3 % e cremes de 2 a 5%.

Observação

Com poder tensor, age na ptose cutânea, sendo regenerador tecidual. É utilizada em peles maduras com a finalidade hidratante e revitalizante para o rosto e o corpo. O fato de possuir silícios auxilia na prevenção e formação de crostas e descamações próprias da pele menopausada. Oferece aspecto de maciez ao toque pela presença de óxido de magnésio. Sua quantidade de alumínio é intermediária entre a branca e a verde, o que resulta em toxidade moderada. Trata-se de uma argila muito fina, que deixa a pele macia e hidratada, agindo no tratamento anti-envelheciemento.

ARGILA VERDE Composição química Silício, Óxido de alumínio, cálcio, ferro, potássio, magnésio e oligoelementos (Mg, Zn, Mn, Cu, Se), pH 7.

Atividade/propriedades Cicatrizante, adstringente e estimulante. Elimina as toxinas e as impurezas. Aplicação principal Utilizada em máscaras faciais e corporais para peles oleosas e acnéicas, em xampus anti-oleosidade e anti-caspa. Remove as impurezas do couro cabeludo e da pele. Máscaras de 10 a 40%, xampus de 2 a 5%, emulsões para o corpo de 1 a 3 % e cremes de 2 a 5%. Menor teor de alumínio, oxigenante, descongestionante e desintoxicante. Utilizada para o corpo e o rosto, além do couro cabeludo. Remove toxinas promovendo excelente oxigenação.

Concentração recomendada Observação

 Texto extraído da matéria “Argiloterapia na Estética Integral” de Kátia Nunes. Revista

Personalité nº 28 Abr/Mai – 2003 Caras amigas, eu (Fernanda) utilizo o seguinte protocolo. Redução de medidas com argila 4 colheres (cheias) de argila verde 2 colheres de sais de magnésio para bandagem quente Misturar com água quente (suportável) até formar uma “papa” tipo cremogema. Aplicar na cliente (coxas, glúteos, abdômen e braços) e enfaixar com bandagem seca (ou até úmida em água quente), modelando. Utilizar manta térmica por 40 minutos: 30 minutos ligada e 10 minutos desligada. Quando esfriar, retirar no chuveiro. Na argiloterapia (para relaxamento, revitalização, edemas, stress): Preparo uma pasta com argila verde e água e aplico no corpo inteiro. Enrolo com filme PVC e deixo por 30 a 40 minutos coberta com mailer.

Tratamento para o rosto Utilizo argila em todos os tratamentos e aplico logo após o tônico ou adstringente. Para peles oleosas ou com manchas aplico argila verde e depois de 20 minutos, retiro esfoliando. No caso de peles com pústulas, aplico sobre a gaze. Para peles ressecadas e com rugas, aplico a argila rosa ou a branca. Bjs! Fábia Magali Correa

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful