Identificação de enzimas respiratórias PRINCÍPIO O teste de oxidase é baseado na produção intracelular da enzima oxidase pela bactéria.

UTILIDADE Ajuda a distinguir não fermentadores (oxidase positiva) de enterobactérias (oxidase negativa). FÓRMULA/ PRODUTO Reagente para teste de oxidase preparado no laboratório: - N,N,N,N-tetrametil-p-fenileno diamina mono-hidrocloridrato 1g - Água destilada 100 ml PROCEDIMENTOS Para preparação do reagente para teste de oxidase: Pesar 1g. de N,N,N,N-tetrametil-p-fenileno diamina mono-hidrocloridrato em um copo de precipitação e adicionar 100 ml água destilada, lentamente para não oxidar a solução; 1) Colocar um papel de filtro em uma caixa de Petri e adicionar algumas gotas do reagente ao papel; 2) Deixar o papel de filtro absorver o reagente INOCULAÇÃO 3) Com auxílio de uma ança de plástico, espalhar a colónia a ser testada sobre o papel de filtro 4) Observar se há formação de cor roxa de imediato.

INTERPRETAÇÃO Cor original: branca ou levemente azulada Oxidase positiva: produção de cor roxa imediatamente no local da inoculação da bactéria. Oxidase negativa: não há mudança da cor do papel no local da inoculação da bactéria. Não considerar alteração de cor tardia.

perdendo a sensibilidade. a fermentação inibe a actividade da oxidase. Não fazer teste de oxidase de colónias de crescimento de meios selectivos.RECOMENDAÇÕES Não fazer o teste de colónias de crescimento de meios que contenham glicose. podendo resultar em falso negativo. podendo oxidar o papel de filtro e resultar em falso positivo. pois podem conter vestígios de ferro. Não usar ança inox ou agulha porque pode conter traços de ferro. Não cortar o papel de filtro com tesoura. Os reagentes para o teste de oxidade. autooxidam-se rapidamente com o ar. .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful